Você está na página 1de 21

UNIVERSIDADE PAULISTA

PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR III


CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

WERLLY CONCEIÇÃO DOS SANTOS

SÓ DESCARTAVEIS

Macapá-AP
2017
UNIVERSIDADE PAULISTA
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR III
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

SÓ DESCARTAVEIS

Macapá-AP
2017
RESUMO

O setor de descartáveis, ao longo do tempo, vem mostrando grande versatilidade e


crescimento nas mais variadas áreas da economia. Devido sua rápida ascensão no
Brasil, principalmente na última década, há uma crescente demanda por estudos do
setor. Nosso objetivo nesta análise é o de fixar todos os conceitos que foram ministrados
no decorrer deste primeiro semestre do curso de Gestão Recursos Humanos e demonstrar
o trabalho de uma empresa reconhecida pela excelência no desenvolvimento e produção
de embalagens flexíveis. A empresa utilizada para pesquisa é a Amapá Plásticos Ltda.,
uma empresa nacional de médio porte fabricante de embalagens flexíveis, que se
destaca no mercado por investir em capacitação técnica, pesquisa, desenvolvimento,
atendimento e logística.

Desenvolvemos este trabalho visitando e pesquisando a Gestão Organizacional da


empresa, onde destacamos os seus aspectos funcionais e estratégicos analisando desde
sua estrutura administrativa, passando pelo processo de produção, principais produtos, e
seus aspectos legais, éticos e econômicos. É através das embalagens que milhões de
pessoas em todo o mundo têm acesso a todos os tipos de produtos de consumo. Sem
embalagens adequadas muitos dos alimentos que consumimos diariamente não fariam
parte de nosso cardápio.

Palavras chave: Excelência, descartáveis, Capacitação Técnica, pesquisa,


desenvolvimento, atendimento e logística
SUMÁRIO
Introdução.....................................................................................................................5
1. Objetivos Gerais......................................................................................................6
2. Objetivos Especificos..............................................................................................6
3. Descrição da organização......................................................... ...............................6
3.1 Denominação e forma de constituição......................................................................6
3.2 Natureza e ramo de atuação......................................................................................6
3.3 Informações sobre o porte da Empresa.....................................................................6
4. Suprimento do Mão de Obra...................................................................................7
5. Gerenciamento de Pessoas.............................................................................................8
6. Contabilidade.................................................................................................................9
Conclusão……………………………………………………………...………....….10
Referências bibliográficas…………...…………………………………………........11
Introdução

Visitamos e pesquisamos a empresa Só descartáveis, na cidade de Laranjal do Jarí


– AP em especial os setores responsáveis pelas áreas de Logística, Compras, Recursos
Humanos, Gerencia Comercial e Contabilidade onde pudemos conversar com os gestores
de cada área identificando seus pontos fortes e os problemas que enfrentam no dia a dia.
Com 12 anos de vida, a Só descartáveis é uma empresa marcante na venda de
descartáveis em geral e embalagens, uma posição consolidada através de um trabalho
sério, baseado na qualidade de seus produtos e serviços, em constante processo de
modernização.
Recursos Humanos é definido como sendo uma associação de habilidades e métodos,
políticas, técnicas e práticas definidas com objetivo de administrar os comportamentos internos
e potencializar o capital humano, tendo por finalidade selecionar, gerir e nortear os
colaboradores na direção dos objetivos e metas de qualquer empresa. Recursos Humanos é uma
atividade tão antiga quanto o homem e seus agrupamentos, desde os estágios rudimentares da
coleta de frutas, caça, pesca, agricultura e criação de animais.
A tendência do mundo corporativista nos dias atuais é a valorização das pessoas.
Durante a revolução industrial o principal setor da empresa era o tecnológico, mas na atualidade
percebe-se que vivemos outra realidade, onde o principal ativo das organizações são as pessoas
que fazem parte do universo daquela organização, por meio do incentivo do capital intelectual
humano.
1. Objetivos Gerais

Estabelecer uma proposta de Gestão de Recursos Humanos, atuando estrategicamente,


interferindo diretamente no planejamento, na organização e no desenvolvimento, dando
consistência e referência a uma prática voltada para promoção da competitividade,
autodesenvolvimento e engajamento das pessoas para o cumprimento eficiente e eficaz das
atividades e alcance dos objetivos e metas individuais e organizacionais.
2. Objetivos Específicos

Definir e/ou implementar normas e procedimentos de Gestão de Recursos Humanos,


estabelecendo políticas de administração de pessoal;
Possibilitar um ambiente de trabalho cada vez mais humanizado, propiciando a
participação das pessoas no processo decisório;
Fornecer alternativas de solução que visam eliminar as disfunções através de
observações e diagnósticos, tendo rapidez de decisão entre alternativas, identificação e
dimensionamento de riscos;
Atrair e reter talentos humanos com novas competências e habilidades;
Apoiar a construção de uma imagem positiva e amplificada da empresa perante os
diferentes públicos e a sociedade.
3. Descrição da Organização
3.1 Denominação e forma de constituição

Razão Social: Só Descartáveis Ltda.


Endereço: Av. Tancredo Neves, 1356, Agreste – Laranjal do Jarí /AP.
Telefone: (96) 3261-1578
CNPJ: 23.654.432/0001-25 Insc. Est. 543.463.842.065

3.2 Natureza e ramo de atuação

Natureza: Vendas de Embalagens e Descartáveis em geral.


Ramo de Atuação no mercado interno: a Só descartáveis é uma empresa
especializada em comercializar embalagens e descartáveis.

3.3 Informações sobre o porte da empresa


Atualmente a empresa tem em seu quadro 14 funcionários distribuídos em alguns setores
na empresa.
4. Suprimento do Mão de Obra

Planejar, recrutar selecionar pessoas não é algo fácil, é uma tarefa árdua da área de
recursos humanos onde todos os esforços devem ser concentrados para satisfazer as
necessidades em termos de pessoas para suprir as necessidades da empresa.
Quando falamos de suprimento de mão de obra estamos nos referindo exatamente a esta
questão de fornecer pessoas ideais para o local exato para cumprir determinada demanda de
trabalho em uma empresa.
As pessoas estando no lugar certo, na hora certa e com a competência adequada são
fundamentais para o crescimento da empresa e sua prosperidade tendo base, que estes recursos
são os principais agentes que levam a empresa ter um desempenho melhor em suas tarefas e
consequentemente terem uma produção mais adequada e com qualidade. As pessoas são
agentes de transformação em uma empresa, indivíduos qualificados, treinados, desenvolvidos
reconhecidos e valorizados produzem melhor, bem como, pessoas que trabalham naquilo que
gostam.
Este fato é observado nas melhores empresas, tanto no Brasil, quanto no mundo, as
empresas são dinâmicas e estão em constantes mudanças, e o papel de Recursos Humanos é o
de prover pessoas que sejam capazes de satisfazer as necessidades da empresa, enquanto às
pessoas que sejam capazes de dar conta das demandas de trabalho dentro da empresa.
Mas o que seria planejamento de pessoas?
Conforme Dutra (2009, p.63) “É a quantidade e qualidade de pessoas necessárias para cada
uma das operações ou negócios da empresa”.
Baseando-se na afirmação do autor podemos entender que se trata de indivíduos
alocados dentro da empresa de acordo com suas necessidades, tanto nos tipos de serviço por
áreas, em determinado tempo dependendo da demanda de algum produto ou no remanejamento
de pessoas de acordo com a absorção da empresa em termos de pessoas.
Recrutamento é o processo ou meio mais eficiente para comunicar, divulgar ou tornar
pública a vaga existente em uma empresa, objetivando captar os candidatos cujo perfil seja o
mais adequado ao posto de trabalho.

 Recrutamento é o processo ou meio mais eficiente para comunicar, divulgar ou tornar


pública a vaga existente em uma empresa, objetivando captar os candidatos cujo perfil
seja o mais adequado ao posto de trabalho.

O recrutamento é importante porque não trata apenas de divulgação de vagas, mas de atrair
pessoas qualificadas dentro das necessidades da organização. Uma divulgação mal planejada,
ao invés de atrair candidatos potenciais às vagas, pode surtir efeitos contrários, como captação
de candidatos fora do perfil desejado, acarretando a má utilização do tempo disponível para
análise dos perfis.

5. Gerenciamento de Pessoas
Gestão de Pessoas é o departamento dentro da empresa responsável por administrar e
gerir o capital humano, também conhecido como Departamento Pessoal. Podemos dizer que é
o coração da organização, pois todos os processos pessoais de todos os colaboradores passam
por essa área.
É também responsável pela disseminação da cultura organizacional, tendo
conhecimento de todos os processos internos, e os mecanismos de funcionamento dos
elementos que compõem a empresa.
Essa área irá apontar e resolver possíveis conflitos que possam estar impedindo o
desenvolvimento das equipes, além de ser responsável por fazer a seleção de pessoas que sejam
ideais para cada cargo dentro da empresa, avaliando não só as competências básicas dos
candidatos como também se os mesmos possuem perfil adequado para integrarem os times
disponíveis.
Na Gestão de Pessoas de uma organização são tratados:
 Análise e descrição de cargos;
 Planejamento e administração de cargos e salários;
 Recrutamento, seleção, admissão e demissão de funcionários;
 Orientação e integração de novos colaboradores;
 Criação de incentivos e benefícios;
 Avaliação de desempenho;
 Comunicação aos colaboradores;
 Treinamento e desenvolvimento;
Como foi dito anteriormente, a Gestão de Pessoas é responsável pelo Capital Humano, e
pessoas têm personalidades, ambições e incentivos diferentes. Dessa maneira é necessário que
tenha uma área com um ou mais profissionais que tenham a capacidade e experiência para
resolverem conflitos, cuidar dos interesses dos funcionários, estarem atentos a quaisquer fatores
que ameacem o desenvolvimento de tarefas e garantirem de que todos estão felizes e motivados
dentro da organização, resultando assim no crescimento contínuo da mesma.
O conceito de gestão de pessoas ou administração de recursos humanos é uma
associação de habilidades e métodos, políticas, técnicas e práticas definidas, com o objetivo de
administrar os comportamentos internos e potencializar o capital humano nas organizações.
A Gestão de Pessoas ocorre através da participação, capacitação, envolvimento e
desenvolvimento de funcionários de uma empresa, e a área tem a função de humanizar as
empresas. Muitas vezes, a gestão de pessoas é confundida com o setor de Recursos Humanos,
porém RH é a técnica e os mecanismos que o profissional utiliza e gestão de pessoas tem como
objetivo a valorização dos profissionais. Em uma empresa, a gestão de pessoas deve ser feita
pelos gestores e diretores, porque é uma área que requer capacidade de liderança.

6. Contabilidade

A contabilidade de recursos humanos desenvolveu-se de uma tradição de


gerenciamento de pessoal conhecida como "escola de recursos humanos", que é baseada na
premissa de que pessoas são recursos organizacionais valiosos e, portanto, devem ser
gerenciados como tal.
A contabilidade de recursos humanos tem duas funções que podem ser úteis para o
gerenciamento de pessoal: Contabilidade de custo de recursos humanos, que se preocupa com
a medição dos investimentos em recursos humanos, e a contabilidade do valor dos recursos
humanos que se preocupa com o valor econômico das pessoas em relação a uma organização.
Logo, a contabilidade de recursos humanos preocupa-se com a medição de capital humano, e
trata da medição de seus custos e do seu valor. Constatamos que uma das funções principais da
contabilidade de recursos humanos é proporcionar ao gerenciamento de pessoal informações
para facilitar todos os aspectos de tomadas de decisões sobre pessoal, incluindo contratação,
desenvolvimento, alocação, manutenção, utilização, avaliação e recompensas aos recursos
humanos.
O próprio ato de mensuração influencia muitos aspectos de gerenciamento de pessoal,
simplesmente, pela expressão das dimensões dos recursos humanos em termos numéricos.
Adicionalmente, os números per se têm conteúdo informativo e influenciam decisões.
O plano de contas é uma peça mais ampla, utilizada pela boa técnica contábil, trazendo
um conjunto de normas compondo o sistema contábil de uma determinada organização.
Estabelece a conduta que deve reger a escrituração contábil através da exposição das contas
com seus títulos, códigos, funções, funcionamento, registro, grupamentos, relacionamento
entre as contas e os grupos, análises, etc. Não é um simples elenco de contas que não
proporciona nenhuma orientação, assim como um exército em campanha
segue um plano de operações e, não um elenco de ações, na guerra dos negócios a contabilidade
segue um plano de contas, para que todos os dados sejam adequadamente registrados,
analisados e interpretados.
Os custos seu propósito básico é o de registrar, determinar e informar os custos
operacionais e as condições que ocorreram no curso da manufatura e montagem de produtos e
serviços da empresa. Ocupa-se essencialmente do registro dos custos de mão-de-obra, material
e gastos gerais de fabricação de acordo com a unidade ou unidades mais significativas de
medida. O valor real da contabilidade de custos está na sua capacidade de prover dados de
custos significativos, com presteza suficiente para permitir aos diretores, gerentes e a seus
subordinados, tomar rapidamente ações corretivas, quando forem encontradas situações
desfavoráveis ou quando houver oportunidades favoráveis de mudanças.
A contabilidade de custos industriais tem uma função mais dinâmica, não devendo se
restringir aos relatos dos custos históricos muito depois de terem ocorrido, quando talvez já não
tenham tanta utilidade. Assim torna-se imprescindível à elaboração ou reestruturação do plano
de contas e do sistema de custos, dotando a organização de instrumentos adequados ao seu
porte e ao tipo de negócio, de modo a permitir um efetivo gerenciamento e um apropriado
controle do patrimônio, dos custos e da lucratividade. Essa adequação deverá levar em conta o
nível de detalhamento necessário para atender as necessidades específicas de cada organização.
Informações confiáveis os elementos dos custos de mão-de-obra, material e gastos
gerais de fabricação, podem ser colhidos e relatados em diversas bases como: em toda a
companhia por divisão, fábrica, departamento, centro de custos, função, linha de produção,
máquina, homem, turno, método de manufatura, operação, componente, submontagem e
montagem, produto, linha de produto, cargo, ordem de manufatura ou lote.

Conclusão

Através deste trabalho nós acompanhamos o desenvolvimento e a importância das


embalagens Flexíveis nos dias atuais.
Concluímos que: Embalar é preciso, mas não é fácil... o mercado das embalagens
cresce dia-a-dia, é notável o empenho das empresas em aprimorar, sensibilizar e atender
as necessidades de seu público alvo, pois além de investir no desenvolvimento é preciso
avaliar se o produto merece uma embalagem diferenciada.
A empresa Só descartáveis, através de sua infraestrutura; mão de obra qualificada
segue em busca da perfeição, tecnologia, qualidade e diversidade de seus produtos e com
certeza em pouco tempo ira alcançar seus objetivos tornando-se líder no mercado.
Efetuamos uma análise detalhada dos diversos setores e acreditamos que a Amapá
Plásticos é uma empresa socialmente responsável, pois atende as expectativas sociais
com transparência mantendo a coerência entre o discurso e pratica, através de sua conduta
e decisões cotidianas que são o resultado dos valores e princípios de uma empresa, seus
proprietários conseguem gerenciar com responsabilidade social, estabelecendo um
diálogo com seus funcionários, respeitando seus direitos trabalhistas e aumentando e
incentivando o desenvolvimento profissional e uma gestão mais participativa, de total
transparência com seus fornecedores e clientes oferecendo qualidade não somente no
processo de venda mas em toda sua rotina de trabalho.

Referências Bibliográficas

PALADINI, E. P. Gestão da Qualidade: teoria e prática. 2ª.ed. São Paulo: Atlas, 2004,
339pp.
SILVA, M. O. ISO 14000. Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização) à
distância. Lavras: FAEPE, 2003. 1039p.

Santos, Livaldo dos, Livro Texto Fundamentos da Administração – Cursos de Gestão UNIP
Interativa, São Paulo: Editora Sol, 2011.

Gaudêncio Torquato, Francisco, Comunicação Empresarial / Comunicação Institucional,


6ª Edição, São Paulo, Editora Summus, 1985.

HARA, Celso Minoru. Logística, Armazenagem, Distribuição e Trade Marketing.


Campinas: Diversas, 2005.
UNIVERSIDADE PAULISTA
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

WERLLY CONCEIÇÃO DOS SANTOS

SÓ DESCARTÁVEIS

Macapá-AP
2017
UNIVERSIDADE PAULISTA
PROJETO INTEGRADO MULTIDISCIPLINAR IV
CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA

SÓ DESCARTÁVEIS

Macapá-AP
2017
RESUMO

O setor de embalagens plásticas, ao longo do tempo, vem mostrando grande


versatilidade e crescimento nas mais variadas áreas da economia. Devido sua rápida
ascensão no Brasil, principalmente na última década, há uma crescente demanda por
estudos do setor. Nosso objetivo nesta análise é o de fixar todos os conceitos que foram
ministrados no decorrer deste primeiro semestre do curso de Gestão Recursos Humanos
e demonstrar o trabalho de uma empresa reconhecida pela excelência no desenvolvimento
e produção de embalagens flexíveis. A empresa utilizada para pesquisa é a Amapá
Plásticos Ltda., uma empresa nacional de médio porte fabricante de embalagens
flexíveis, que se destaca no mercado por investir em capacitação técnica, pesquisa,
desenvolvimento, atendimento e logística.

Desenvolvemos este trabalho visitando e pesquisando a Gestão Organizacional da


empresa, onde destacamos os seus aspectos funcionais e estratégicos analisando desde sua
estrutura administrativa, passando pelo processo de produção, principais produtos, e seus
aspectos legais, éticos e econômicos. É através das embalagens que milhões de pessoas
em todo o mundo têm acesso a todos os tipos de produtos de consumo. Sem embalagens
adequadas muitos dos alimentos que consumimos diariamente não fariam parte de nosso
cardápio.

Palavras chave: Excelência, Embalagem plástica, Capacitação Técnica, pesquisa,


desenvolvimento, atendimento e logística
SUMÁRIO
Introdução.....................................................................................................................5
1. Objetivos Gerais......................................................................................................6
2. Objetivos Especificos..............................................................................................6
3. Dinâmica das Relações Interpessoais......................................... ...............................6
4. Estatística Aplicada................................................................................................7
5. Desenvolvimento do Recursos Humanos.......................................................................8
Conclusão…………………………………………………...........…...……….......….9
Referências bibliograficas…………..………………………………………….........10
Introdução

Visitamos e pesquisamos a empresa Só descartáveis, na cidade de Laranjal do Jarí –


AP em especial os setores responsáveis pelas áreas de Logística, Compras, Recursos
Humanos, Gerencia Comercial e Contabilidade onde pudemos conversar com os gestores de
cada área identificando seus pontos fortes e os problemas que enfrentam no dia a dia.
Com 12 anos de vida, a Só descartáveis é uma empresa marcante na venda de
descartáveis em geral e embalagens, uma posição consolidada através de um trabalho sério,
baseado na qualidade de seus produtos e serviços, em constante processo de modernização.
Recursos Humanos é definido como sendo uma associação de habilidades e métodos,
políticas, técnicas e práticas definidas com objetivo de administrar os comportamentos internos e
potencializar o capital humano, tendo por finalidade selecionar, gerir e nortear os colaboradores
na direção dos objetivos e metas de qualquer empresa. Recursos Humanos é uma atividade tão
antiga quanto o homem e seus agrupamentos, desde os estágios rudimentares da coleta de frutas,
caça, pesca, agricultura e criação de animais.
A tendência do mundo corporativista nos dias atuais é a valorização das pessoas. Durante
a revolução industrial o principal setor da empresa era o tecnológico, mas na atualidade percebe-
se que vivemos outra realidade, onde o principal ativo das organizações são as pessoas que fazem
parte do universo daquela organização, por meio do incentivo do capital intelectual humano.
1. Objetivos Gerais

Estabelecer uma proposta de Gestão de Recursos Humanos, atuando estrategicamente,


interferindo diretamente no planejamento, na organização e no desenvolvimento, dando
consistência e referência a uma prática voltada para promoção da competitividade,
autodesenvolvimento e engajamento das pessoas para o cumprimento eficiente e eficaz das
atividades e alcance dos objetivos e metas individuais e organizacionais.

2. Objetivos Específicos

Definir e/ou implementar normas e procedimentos de Gestão de Recursos Humanos,


estabelecendo políticas de administração de pessoal;
Possibilitar um ambiente de trabalho cada vez mais humanizado, propiciando a participação
das pessoas no processo decisório;
Fornecer alternativas de solução que visam eliminar as disfunções através de observações
e diagnósticos, tendo rapidez de decisão entre alternativas, identificação e dimensionamento de
riscos;
Atrair e reter talentos humanos com novas competências e habilidades;
Apoiar a construção de uma imagem positiva e amplificada da empresa perante os
diferentes públicos e a sociedade

3. Dinâmica das Relações Interpessoais


Os relacionamentos interpessoais fazem parte da vida de qualquer indivíduo na sociedade,
respeitar o espaço e as atitudes de cada um é imprescindível para que as relações sociais sejam
bem-sucedidas. No contexto empresarial as dinâmicas de grupo simulam um cenário que remete o
candidato a situações de conflito que irão expor essas capacidades de relacionamento que refletem
diretamente no comportamento organizacional.
Organizar uma dinâmica de grupo envolve uma série de fatores que irão variar de acordo
com as características que deverão ser observadas durante o processo, por exemplo,
comportamento em grupo, tomada de decisões, administração do tempo entre outras. Durante
atividades destinadas à análise do comportamento interpessoal do candidato devem-se analisar
alguns pontos essenciais que pode revelar intolerância, desconforto, consentimento, liderança e
demais atitudes típicas de grupos.
Determinadas atitudes são taxadas como essenciais para o profissional das organizações
modernas, entre elas podemos citar a liderança, facilidade de comunicação, saber trabalhar sob
pressão, criatividade, equilíbrio emocional entre outros. O grande problema é que quando essa
dinâmica não é conduzida por um profissional qualificado, isso acaba gerando uma série de
seleções baseadas em preferencias e preconceitos do entrevistador, um procedimento que pode
prejudicar a imagem da empresa no mercado.

A grande contribuição das dinâmicas de grupo voltadas para a análise das relações
interpessoais é apontar virtudes e falhas, identificando se determinados comportamentos podem
ser trabalhados em prol da organização. Dificilmente um candidato irá atender todos os pré-
requisitos da empresa logo “de cara”, cabe ao processo das dinâmicas apontar quais candidatos
podem ser trabalhados para os ideais da organização, mas isso só é possível mediante um processo
de seleção qualificado e imparcial.

4. Estatística Aplicada
O cidadão comum pensa que a estatística se resume apenas a apresentar tabelas de números
em colunas esportivas e/ou econômicas de jornais e revistas, ilustradas com gráficos, pilhas de
moedas, etc., ou quando muitos associam a estatística à previsão de resultados eleitorais. A
estatística não se limita somente a compilar tabelas de dados e os ilustrar graficamente. Sir Ronald
Fisher (1890-1962), em seus trabalhos, iniciou a estatística como método científico. Desta forma,
o trabalho do estatístico passou a ser o de ajudar a planejar a obtenção de dados, interpretar e
analisar os dados obtidos e apresentar os resultados de maneira a facilitar a tomada de decisões
razoáveis.

O estudo estatístico é muito importante para no desenvolvimento do raciocínio lógico, exige


forte censo crítico quando vamos fazer pesquisas. A estatística vem ao encontro da necessidade de
tornar reais as análises e avaliações objetivas, fundamentadas em conhecimentos científicos.

As empresas atuais estão se tornando cada vez mais dependentes dos dados estatísticos para
a obtenção de informações importantes sobre seus segmentos de trabalho e principalmente sobre a
ação econômica e social. O objetivo geral desse trabalho é apresentar claramente os conceitos da
estatística aplicada.
Segundo CASTRO (1967). Possui sua origem praticamente com o surgimento dos
primeiros dos primeiros homens, todavia, destacando apenas os momentos mais importantes,
podendo se dividir a sua evolução histórica em três fases;

5. Desenvolvimento do Recursos Humanos


O conceito de desenvolvimento de recursos humanos (DRH) tem uma abrangência que
extrapola o tratamento dado ao termo neste documento, pois considera, além dos aspectos ligados
à questão da capacitação ou preparação técnica e científica, aqueles referentes à dinâmica da força
de trabalho, à sua inserção institucional e administração.

Cada vez mais a área de recursos humanos ou, como algumas organizações têm nomeado,
de desenvolvimento de pessoas, tem ganhando espaço e destaque por grandes empresas de
mercado. Com o avanço da tecnologia, o capital humano se tornou cada vez mais importante e
estratégico para as empresas e está deixou de ser visto somente como mão-de-obra, mas diferencial
competitivo. Em geral, as organizações visionárias buscam pessoas que saibam trabalhar em
equipe, que tenham bom convívio social, profissionais que se destaquem por suas características
pessoais e que queiram desenvolver o conhecimento e as habilidades técnicas necessárias para o
desenvolvimento de suas tarefas.

Profissionais da área de Recursos Humanos costumam dizer que o perfil ideal buscado pelas
empresas é aquele que melhor apresenta o CHA (conhecimento, habilidades e atitudes). Ou seja, a
pessoa apresenta bom conhecimento técnico, é especializada nas tarefas que realiza, sabe aplicar o
conhecimento que possui, não apenas domina a teoria, mas de fato tem destreza na execução de
suas atividades e, por fim, tem bom comportamento social, sabe trabalhar em equipe, cumpre com
suas palavras e surpreende por suas características pessoais.

Devido à dificuldade de encontrar pessoas que se encaixem nesse perfil exigido pelas organizações
no mercado, as áreas de desenvolvimento de pessoas vêm buscando ações e estratégias para manter
e desenvolver ainda mais esses profissionais.

Resumidamente, a área de recursos humanos não é mais vista como aquela que “abraça” as
pessoas e resolve conflitos internos, mas sim a que busca aprimorar ainda mais os profissionais de
destaque e dar o devido reconhecimento a eles, de modo a desenvolver os potenciais talentos,
pessoas que apresentam muitas características positivas, mas que precisam trabalhar outros pontos
para se tornarem profissionais de alto desempenho.

Conclusão

Através deste trabalho nós acompanhamos o desenvolvimento e a importância das


embalagens Flexíveis nos dias atuais.
Concluímos que: Embalar é preciso, mas não é fácil... o mercado das embalagens
cresce dia-a-dia, é notável o empenho das empresas em aprimorar, sensibilizar e atender as
necessidades de seu público alvo, pois além de investir no desenvolvimento é preciso avaliar
se o produto merece uma embalagem diferenciada.
A empresa Só Descartáveis, através de sua infraestrutura; mão de obra qualificada
segue em busca da perfeição, tecnologia, qualidade e diversidade de seus produtos e com
certeza em pouco tempo ira alcançar seus objetivos tornando-se líder no mercado.
Efetuamos uma análise detalhada dos diversos setores e acreditamos que a Amapá
Plásticos é uma empresa socialmente responsável, pois atende as expectativas sociais com
transparência mantendo a coerência entre o discurso e pratica, através de sua conduta e
decisões cotidianas que são o resultado dos valores e princípios de uma empresa, seus
proprietários conseguem gerenciar com responsabilidade social, estabelecendo um diálogo
com seus funcionários, respeitando seus direitos trabalhistas e aumentando e incentivando o
desenvolvimento profissional e uma gestão mais participativa, de total transparência com
seus fornecedores e clientes oferecendo qualidade não somente no processo de venda mas
em toda sua rotina de trabalho.
Em resumo, verificamos que a empresa pesquisada contribui decisivamente para o
desenvolvimento de sua região e do país.
Referências Bibliográficas

PALADINI, E. P. Gestão da Qualidade: teoria e prática. 2ª.ed. São Paulo: Atlas, 2004,
339pp.
SILVA, M. O. ISO 14000. Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu (Especialização) à
distância. Lavras: FAEPE, 2003. 1039p.

Santos, Livaldo dos, Livro Texto Fundamentos da Administração – Cursos de Gestão UNIP
Interativa, São Paulo: Editora Sol, 2011.

Gaudêncio Torquato, Francisco, Comunicação Empresarial / Comunicação Institucional, 6ª


Edição, São Paulo, Editora Summus, 1985.

Você também pode gostar