Você está na página 1de 19

Logística

1
• Gestão da Cadeia de Suprimento (Supply Chain Management)
- Vantagens competitivas de forma efetiva;

- Inclui toda a cadeia produtiva, desde os fornecedores até os seus


clientes;

- Parcerias de longo prazo;

- Planejamento estratégico de atividades;

- Desenvolvimento integrado;

- Redução de custos e agregando valor ao cliente final.


2
3
• Vamos aprofundar:
- Logística de abastecimento – fornecedor para empresa

- Logística de distribuição – administração no Centro de Distribuição

- Logística de manufatura – administra a movimentação para abastecer os


postos de montagem de acordo com a programação de produção (semi-
acabados e acabados)

- Logística Organizacional – POC os produtos desde a aquisição até o


cliente final.

- Logística Reversa – Retorno de produtos

4
• Missão do gerenciamento Logístico:

Planejar e coordenar todas as atividades necessárias para alcançar


níveis desejáveis dos serviços e qualidade ao custo mais baixo
possível.

5
• Atividades logísticas/materiais:

- Atividades Primárias

Transportes, gestão de estoques e processamento de pedidos.

- Atividades Secundárias

Armazenagem, manuseio de materiais, embalagem, suprimentos,


planejamento e sistemas de informação

6
• Passos:

1. Integração da infraestrutura com clientes e fornecedores

2. Reestruturação do número de clientes e fornecedores

3. Desenvolvimento integrado do produto

4. Desenvolvimento logístico do produto

5. Cadeia Estratégica produtiva

7
• Princípios:
1. Visão
2. Liderança
3. Comunicação
4. Organização
5. Envolvimento das pessoas
6. Simplicidade
7. Sustentabilidade
8. Valor
9. Melhoria Continua

8
• Valores da logística para o cliente:
1. Valor de Lugar
2. Valor de tempo
3. Valor de qualidade
4. Valor de informação

Valores da logística para a organização:


1. Prazos
2. Integração efetiva e sistêmica (entre setores)
3. Integração efetiva e estreita (parcerias) com fornecedores e clientes
4. Busca da otimização global
5. Satisfação plena do cliente

9
Transportes
Classificação e intermodalidade:
Conforme a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT),
há cinco modalidades de transporte:

rodoviário;
ferroviário;
hidroviário (aquaviário / marítimo / fluvial / lacustre);
aeroviário, e
dutoviário.

10
➢ Rodoviário

- É o mais utilizado no Brasil

- Os custos fixos são baixos, haja vista que as rodovias são


construídas com recursos públicos. Já os custos variáveis –
combustível, manutenção etc. – são medianos, se comparados
aos demais modais.

- Vantagens - Possibilidade de transporte integrado porta a porta


(coleta no local adequado até a entrega diretamente ao cliente)
e adequação aos tempos pedidos.

- Desvantagens - Menor capacidade de transporte de cargas, se


comparado com os modais marítimo e ferroviário.
11
➢ Ferroviário

- Atende a longas distâncias, comportando cargas de grandes


tonelagens. Não é amplamente utilizado no Brasil, por problemas de
infraestrutura.

- Os custos fixos são altos, em virtude de arrendamento da malha


ferroviária. Já os custos variáveis são baixos, se comparados aos
demais modais.

- Vantagens - Comporta cargas de grande volume / tonelagem,


cumprindo viagens de longas distâncias.

- Desvantagens - Maior capacidade de transporte de cargas, se


comparado com ao modal rodoviário .
12
➢ Ferroviário

- Atende a longas distâncias, comportando cargas de grandes


tonelagens. Não é amplamente utilizado no Brasil, por
problemas de infraestrutura.

- Os custos fixos são altos, em virtude de arrendamento da malha


ferroviária. Já os custos variáveis são baixos, se comparados aos
demais modais.

- Vantagens - Comporta cargas de grande volume / tonelagem,


cumprindo viagens de longas distâncias.

- Desvantagens - A frequência de fluxo de materiais é baixa, se


comparada aos demais modais.
13
➢ Hidroviário/ Aquaviário

- Muito voltado a transporte de cargas entre continentes, sendo


que o tempo de entrega não é um fator preponderante.

- Os custos fixos são medianos, atinentes a navios e


equipamentos. Já os custos variáveis são baixos. É o modal que
apresenta o menor custo total.

- Vantagens - Capacidade de transportar mercadoria volumosa e


pesada, bem como custo total minoritário.

- Desvantagens - Lentidão; forte dependência de fatores


meteorológicos; baixa frequência de fluxo de materiais.
14
➢ Aeroviário

- Voltado ao transporte de carga no qual o tempo de entrega é um fator


primordial. É ideal para pequenos volumes, com alto valor agregado e com
urgência de entrega.

- Os custos fixos* são altos (aeronaves, manuseio e sistema de carga). Os custos


variáveis são altos, alto preço de combustível, mão de obra, manutenção. É o
modal que apresenta o maior custo total.

- Vantagens - Velocidade elevada, distância alcançada, segurança contra danos,


roubos e extravios.

- Desvantagens - Custo do frete, baixa capacidade de carga se comparado aos


modais ferroviários e marítimo, constantes atrasos na entrega.
15
➢ Dutoviário

- É um dos meios mais econômicos de transporte de cargas, muito voltado a


grandes volumes de derivados de petróleo, gás natural e derivados. Ex.:
oleodutos, gasodutos etc.

- Os custos fixos* são os mais elevados, referentes aos direitos de acesso,


construção, requisitos para controle das estações e capacidade de
bombeamento. Os custos variáveis são os mais baixos, visto não haver custo
significativo com mão de obra, após a instalação dos dutos.

- Vantagens - Elevada confiabilidade, haja vista a quase inexistência de fatores


que possam implicar interrupções na operacionalização dos fluxos nos dutos.
Danos e perdas nos produtos também são baixos.

- Desvantagens - Lentidão no fluxo e menor capacidade, se comparado aos


demais modais.
16
➢ RESUMINDO

- Traçando um comparativo, com base em cinco quesitos:


✓velocidade = tempo decorrido em cada rota;

✓disponibilidade = capacidade que cada modal tem de atender as entregas (o


melhor é aquele que permite o serviço porta a porta);

✓confiabilidade = habilidade de entregar consistentemente no tempo declarado e


em condição satisfatória;

✓capacidade = possibilidade de o modal lidar com qualquer tamanho e tipo de


carga;

✓frequência = quantidade de movimentações programadas por unidade temporal.


17
➢ RESUMINDO

- Teremos o seguinte:

Quanto menor o número mais se aproxima da excelência:

18
➢ RESUMINDO

19

Você também pode gostar