Você está na página 1de 5

FILOSOFIA

2º Ano – Ensino Médio

Filosofia

Capítulo I São Tomas de Aquino


Capítulo II John Locke
Capítulo III René Descartes
Capítulo IV Thomas Hobbes
Capítulo V Jean – Jacques Rousseau
Capítulo VI Georg Hegel
Capítulo VII Edmund Husserl
Capítulo VIII Francis Bacon

Obs.: A cada término de capítulo, resolver os exercícios propostos no caderno de


atividades.
FILOSOFIA

CAPÍTULO I - SÃO TOMÁS DE AQUINO

Tomás nasceu em família nobre em março de 1225 no castelo de Roca-Seca, perto da cidade de
Aquino, no reino de Nápoles, na Itália e faleceu em 7 de Março de 1274 em Fossanova na
Itália.
Tomás de Aquino que foi chamado o mais sábio dos santos e o mais santo dos sábios.
Foi mestre na Universidade de Paris no reinado de Luís IX da França morrendo, com 49 anos,
na Abadia de Fossanova, quando se dirigia para Lião a fim de participar do Concílio de Lião, a
pedido do Papa.
Suma Teológica é o título da obra básica de São Tomás de Aquino, considerada uma das principais obras
filosóficas da escolástica. Foi escrita entre os anos de 1265 a 1273.
Nesta obra Aquino trata da natureza de Deus, das questões morais e da natureza de Jesus.
Tomismo é a doutrina ou filosofia escolástica de São Tomás de Aquino (1225-1274), adotada oficialmente
pela Igreja Católica, e que se caracteriza, sobretudo pela tentativa de conciliar o aristotelismo com o cristianismo.

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo I – São Tomás de Aquino.

CAPÍTULO II - JOHN LOCKE

John Locke nasceu em 29 de agosto de 1632, em Wrington, Somerset, Inglaterra e


faleceu em 28 de Outubro de 1704, em Essex, Inglaterra.
John Locke é considerado o principal representante do empirismo britânico.
O empirismo é uma teoria filosófica que defende o conhecimento da razão, da verdade e
das idéias racionais através da experiência. Essa teoria muito desagrada os adeptos da
teoria inatista que afirma termos em nossa mente desde o período extra-uterino
princípios racionais e idéias verdadeiras.
As correntes filosóficas do mundo moderno desencadeiam o seguinte debate:
Para o empirismo o conhecimento vem da experiência dos nossos sentidos, enquanto o racionalismo
admite ser a razão.

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo II – John Locke.

CAPÍTULO III - RENÉ DESCARTES

René Descartes nasceu em 31 de Março de 1596, La Haye ketchu en Touraine (atualmente


Descartes), Indre-et-Loire, França, em Morreu em 11 de Fevereiro de 1650, em Estocolmo,
Suécia.

2
FILOSOFIA

René Descartes foi filósofo, físico e matemático francês. Notabilizou-se, sobretudo por seu trabalho
revolucionário na filosofia e na ciência, mas também obteve reconhecimento matemático por sugerir a fusão da
álgebra com a geometria - fato que gerou a geometria analítica e o sistema de coordenadas que hoje leva o seu
nome. Por fim, ele foi uma das figuras-chave na Revolução Científica.
Certamente você já ouviu a célebre expressão "Penso, logo existo", não ouviu? A origem dessa expressão
está na obra do filósofo francês René Descartes (1595-1650).

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo III – René Descartes.

CAPÍTULO IV - THOMAS HOBBES

Thomas Hobbes nasceu em 5 de abril de 1588, sexta-feira santa Aldeia de Westport,


próximo à Malmesbury no condado de Wiltshire, Inglaterra, morreu em 4 de dezembro de
1679, em Hardwick Hall, Inglaterra.
Thomas Hobbes foi matemático, teórico político, e filósofo inglês, autor de Leviatã (1651)
e do cidadão (1651).
Thomas Hobbes têm por base histórica os conflitos que se desenrolaram com a Guerra Civil
Inglesa, daí seu entendimento “pessimista” do homem, como ser egoísta e utilitarista.

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo IV – Thomas Hobbes.

CAPÍTULO V - JEAN-JACQUES ROUSSEAU

Jean-Jacques Rousseau nasceu em 28 de Junho de 1712, Genebra, Suíça e morreu em 3 de


Julho de 1778 (66 anos), em Ermenonville, França.
Jean-Jacques Rousseau foi filósofo, escritor, teórico político e um compositor musical
autodidata. Uma das figuras marcantes do Iluminismo francês, Rousseau é também um
precursor do romantismo.
Para Rousseau, o homem nasce bom e a sociedade o corrompe, ou seja, o homem através
da história torna-se mau, com o objetivo de lesar o outro.

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo V – Jean Jacques Rousseau.

3
FILOSOFIA

CAPÍTULO VI - GEORG HEGEL

Hegel nasceu em 27 de agosto de 1770, em Estugarda, Alemanha e faleceu em 14 de


novembro de 1831, em Berlim, Alemanha.
Hegel foi um filósofo alemão fascinado pelas obras de Spinoza, Kant e Rousseau, assim
como pela Revolução Francesa.
Para os estudantes universitários, por exemplo - a dialética de Hegel geralmente aparece
dividida, em três momentos chamados: tese, antítese e síntese.

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo VI – Georg Hegel.

CAPÍTULO VII - EDMUND HUSSERL

Husserl nasceu 8 de Abril de 1859, em Friburgo, e faleceu em 26 de Abril de 1938. Foi um


filósofo alemão, conhecido como fundador da fenomenologia.
Fenomenologia - Sistema de Edmund Husserl (1859-1938), filósofo alemão, e de seus
seguidores, caracterizado principalmente pela abordagem dos problemas filosóficos segundo
um método que busca a volta "às coisas mesmas", numa tentativa de reencontrar a verdade nos
dados originários da experiência, entendida esta como a intuição das essências.

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo VII – Edmund Husserl.

CAPÍTULO VIII - FRANCIS BACON

Francis Bacon nasceu em 22 de Janeiro 1561, em Londres e faleceu em 9 de Abril 1626


(com 65 anos).
Francis Bacon foi um político, filósofo e considerado como o fundador da ciência moderna.
Juntamente com Descartes é considerado o iniciador do pensamento moderno, por sua
defesa do método experimental contra a ciência teórica e especulativa clássica.

O ILUMINISMO
Os escritores franceses do século XVIII provocaram uma revolução intelectual na história do pensamento
moderno. Suas idéias caracterizavam-se pela importância dada à razão: rejeitavam as tradições e procuravam uma
explicação racional para tudo. Filósofos e economistas procuravam novos meios para dar felicidade aos homens.

4
FILOSOFIA

Atacavam a injustiça, a intolerância religiosa, os privilégios. Suas opiniões abriram caminho para a Revolução
Francesa, pois denunciaram erros e vícios do Antigo Regime.
As novas idéias conquistaram numerosos adeptos, a quem pareciam trazer luz e conheci-mento. Por isto, os
filósofos que as divulgaram foram chamados iluministas; sua maneira de pensar, Iluminismo; e o movimento,
Ilustração.
O Iluminismo foi o movimento filosófico que procurou valorizar o conhecimento como instrumento de
libertação e progresso da humanidade, visando levar o homem à sua autonomia e a sociedade à democracia.

ATENÇÃO: Agora coloque em prática os seus conhecimentos. Siga para seu caderno de
atividades e responda os exercícios referente ao Capítulo VIII – Francis Bacon.

BIBLIOGRAFIA
CHAUI Marilena, OLIVEIRA Pérsio Santos de, Filosofia e Sociologia EJA – Educação de Jovens e
Adultos - Filosofia Editora Ática volume único.
CHAUI Marilena, Filosofia – Série Novo Ensino Médio, Editora Ática volume único.
CHALITA Gabriel, Vivendo a Filosofia, Editora Ática volume único.
MARTINS Maria Helena Pires, ARANHA Maria Lúcia de Arruda, Introdução a Filosofia, Editora
Moderna, volume 2º Ensino Médio.

Você também pode gostar