Você está na página 1de 4

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TÉCNICA: Os benefícios do Laboratório de Informática do CETAM,

na sede do Núcleo de Educação Profissional de Manacapuru.

Professora Autora: Eugênia Aires da Rocha

Professora Co-Autora: Simone Helen Drumond Ischkanian

Resumo: Os benefícios do Laboratório de Informática do CETAM, na sede do Núcleo de Educação


Profissional de Manacapuru - destaca um cenário sociocultural que afeta e modifica positivamente
hábitos e modo de trabalho e de aprender. Dentre os modos de aprendizado, tem-se a utilização do
laboratório de informática no processo de ensino aprendizagem para educação técnica e profissional dos
alunos. Diante do avanço tecnológico, nós do CETAM destacamos formas pedagógicas de evolução
tecnológica, buscando promover uma educação inovadora, atraente e prazerosa para os alunos. No
Laboratório de Informática do CETAM, acompanhamos a transformação tecnológica e a era da
globalização. No atual contexto o laboratório de informática é essencial por ser uma ferramenta de
aprendizagem significativa tanto para os alunos como para os professores. Nossa formação técnica
destaca a aplicabilidade aos recursos que dispõem pedagogicamente. Neste pensar, a contribuição ao
processo ensino aprendizagem do educando e do educador, conceituando e apresentando como está
sendo utilizado o laboratório de informática na prática pedagógica e profissional técnica é um contexto
transformador. A cada dia percebe-se que o computador e a internet são ferramentas necessárias à
inclusão na prática docente, frente ao acesso liberado dos alunos às informações da web, em decorrência
da evolução tecnológica que estamos vivendo. Neste sentido o Laboratório de Informática do CETAM,
na sede do Núcleo de Educação Profissional de Manacapuru é um recurso de aprendizagem do aluno
como requisito para a apropriação de conhecimentos conscientes e éticos. Portanto, nosso ensino estar
vinculado à participação, à construção e a um pensamento reflexivo e crítico, notadamente, na visão das
tecnologias o Laboratório de Informática, vem sendo visto como um ambiente diferenciador no ensino,
por apresentar singularidades atrativas que lhes são peculiares. A partir desta observação, ao garantir a
efetivação deste ambiente, propiciando meios didático-metodológicos aos professores, bem como a
formação continuada aos mesmos, estará efetivamente promovendo uma educação de inclusão digital
aos alunos no que se refere ao seu desenvolvimento técnico profissional, onde a aplicabilidade
pedagógica interdisciplinar no ensino proporciona uma aprendizagem significativa e cidadã.

Introdução: As transformações tecnológicas tornaram possível o surgimento da era da informação.


Partindo desse pensamento, precisa-se pensar na educação do hoje com vista ao futuro, refletindo sobre
o processo pedagógico sistematizado, a tecnologia da informação e da comunicação que vem sendo
utilizada de maneira significativa no processo de ensino e de aprendizagem. O fenômeno da
globalização exige que a informação seja transmitida de maneira rápida e atualizada; assim, o uso do
computador apresenta-se como ferramenta imprescindível para a inserção e participação efetiva no
processo global. Estas tecnologias além de trazerem mudanças na estrutura da sociedade, também geram
novas formas de patrimônios e postos de trabalho. As tecnologias também estão inseridas no contexto
educacional, sendo necessário analisar e, de certa forma, estruturar a sua utilização como recurso
pedagógico, como instrumento facilitador da prática pedagógica, contribuindo para o processo de ensino
e aprendizagem. Hoje, as novas tecnologias na educação têm oportunizado o trabalho com recursos que
facilitam a compreensão do aluno, além de favorecer a interação professores, alunos e tecnologias. Essas
ferramentas ajudam os professores a dinamizar as aulas, tratar de temas em contextos diferentes,
possibilitando uma prática de ensino-aprendizagem mais consistente, visto que utiliza-se de diversas
fontes de conhecimentos. Valente (1997, p.17) destaca que, “(...) a função do aparato educacional não
deve ser de ensinar, mas de promover o aprendizado”. É interessante destacar que fazer uso das
tecnologias traz a possibilidade de atrair os alunos para a reestruturação e acomodação do conhecimento
aprendido em decorrência a diversidade como é tratado o tema. No CETAM temos como bandeira que
educar já não é somente ensinar, mas sim, envolver, despertar, causar impacto, acompanhando os
avanços tecnológicos, proporcionando uma aprendizagem com maior aproveitamento, fazendo o uso das
ferramentas disponibilizadas pelas novas tecnologias, uma vez que as informações interagem com os
seres humanos, promovendo uma educação de qualidade. A introdução das novas tecnologias digitais
apresenta mudanças para a dinâmica social, cultural e tecnológica. Os benefícios do Laboratório de
Informática do CETAM, na sede do Núcleo de Educação Profissional de Manacapuru é que os valores,
as competências, as performances e as habilidades tidas socialmente como fundamentais para a
formação humana, foram se desenvolvendo com coesão educacional e técnico profissional.

Palavras-chave: Educação Tecnológica, Tecnologia e Prática Pedagógica

Objetivo: Destacar que é inegável a necessidade das tecnologias na vida estudantil, evidenciando a
importância do papel do Laboratório de Informática do CETAM, na sede do Núcleo de Educação
Profissional de Manacapuru, mostrando a utilidade desse ambiente como uma ferramenta muito útil no
processo ensino aprendizagem dos alunos, com estímulo às pesquisas, ao raciocínio, com intenção de
mostrar a forma como é trabalhado este ambiente, e que sirva para melhorar a sua aplicabilidade na
prática pedagógica e mostrar o que acontece com todos esses instrumentos tecnológicos utilizado de
forma adequada e que propicie um ensino com significado para o aluno. O que provoca uma mudança
que afeta e muda nosso hábito, nosso modo de trabalhar, de aprender e ensinar, de nos comunicar e
relacionar as pessoas, levando a desafios e impondo uma nova maneira e necessidade relacionada à
utilização das tecnologias de informação e comunicação, de maneira a levar o aluno a ser o construtor de
seu próprio conhecimento de forma a contribuir para a formação de um cidadão mais crítico e sirva para
seu dia a dia, onde o professor seja o mediador dessas tecnologias, possibilitando a integração na prática
e permitindo a inclusão digital.
Materiais e Método: A metodologia usada é de um relato de experiência, direcionada na integração
pedagógica das tecnologias de Informação e Comunicação, mais precisamente do Laboratório de
Informática. Trabalhar em uma escola virtualizada é, sem dúvida, um avanço muito grande para nossa
comunidade. Promover a conscientização digital de maneira a formar um cidadão crítico e ético é fator
primordial, Estamos no caminho coeso para acompanhar o mundo digital de forma a promover a
inclusão digital através de projetos, cursos profissionalizantes e oficinas, que tenham as tecnologias de
informação e comunicação como ferramentas pedagógicas com metodologias diferenciadas e
significativas para o aluno e conteúdos, que venham por meio de informações, notícias, socialização,
aulas on-line, pesquisas, publicações, através da interatividade e colaboração com seu professor, no
envio de e-mails, pesquisas na internet, vídeos, e outros. No CETAM fazemos uso de metodologias
diferenciadas utilizando as tecnologias é muito interessante para o currículo técnico profissionalizante.

Resultados e Discussão: Fazer parte como educadora de um ambiente tão importante para a inclusão
digital do aluno é transformador. Utilizar recursos de inovação educacional didática e ter a oportunidade
de divulgar a quem for de interesse o relato de experiência sobre a Educação Profissional e Técnica: Os
benefícios do Laboratório de Informática do CETAM, na sede do Núcleo de Educação Profissional de
Manacapuru são maravilhosos, uma vez que visa favorecer o ensino aprendizado do aluno bem como do
professor, no lidar com esse recurso, como em pesquisa, formatação, digitação, slides, e outros. E que
possa subsidiar o trabalho desenvolvido pelo professor em sala de aula, bem como levar o aluno a ser
construtor desse conhecimento e que o referido venha a ser algo a além que um suporte tecnológico,
passando a ser uma ferramenta construtora no aprendizado do aluno quando integrada ao currículo. As
novas formas de ensinar, aprender e pensar, no tempo da informática e das tecnologias de informação
deixar de nos capacitarmos. As novas tecnologias nos dão oportunidade de melhorar nossa prática
pedagógica. Compreender as potencialidades inerentes a cada tecnologia e sua contribuição ao ensinar e
aprender poderá trazer avanços substanciais à mudança da escola, que se relaciona com um processo de
conscientização e transformação que vai além do domínio de tecnologias e traz subjacente uma visão de
mundo, de homem, de ciência e de educação (ALMEIDA, 2006, p. 4), as tecnologias de informação e
comunicação, principalmente o computador e a internet, se mostram como alternativas inovadoras,
aguçando o olhar dos alunos e docentes.

Conclusões: Os benefícios do Laboratório de Informática do CETAM, na sede do Núcleo de Educação


Profissional de Manacapuru, são: o aumento da produtividade; a melhoria da qualidade dos serviços;
mais estímulo para os profissionais da área; facilidade para a leitura prévia de relatórios; facilidade de
acesso às informações da empresa e maior segurança das informações. os benefícios são rapidamente
notados e trabalhados de forma a facilitar o trabalho dos profissionais da área. Desse modo, o CETAM
conseguiu se unir com a inovação e tirar grande proveitos positivos para educação, dessas novas
ferramentas que vem surgindo cada vez mais no mundo.

Referências:

ALMEIDA, Maria Elizabeth; MORAN, José. Integrar as mídias na educação. 2006. Disponível em:
<http://www.webeduc.mec.gov.br/midiaseducacao/material/html > Acesso em: 23 de Abril de 2021.

BELLONI, Maria Luiza. Educação à distância. 5ª. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2008. 115p.

DRUMOND, Simone Helen Ischkanian. O uso das tecnologias nas atividades do Método de Portfólios
Educacionais SHDI. Disponível em: http://simonehelendrumond.blogspot.com/2021/04/o-uso-das-tecnologias-
nas-atividades-do.html. Acesso em: 23 de Abril de 2021.

JOLY M. C. R. A.; SILVEIRA, M. A. Avaliação Preliminar do Questionário de Informática Educacional


(QIE) em Formato Eletrônico. Psicol. estud. [online], v.8, nº 1,
2003. p. 85-92.

OLIVEIRA, E. N. de. A utilização dos Laboratórios de Informática do PROINFO em Escolas de Dourados.


2001. 105f. Dissertação de Mestrado – Universidade Federal de Santa Catarina – Programa de Pós-Graduação em
Engenharia de Produção. Florianópolis, 2001.

SANCHO, J. M.; HERNÁNDEZ, F. Tecnologias para transformar a Educação. Porto Alegre: Artmed, 2006.
200p.

VALENTE, J. A. O computador na sociedade do conhecimento. Organizador – Campinas, SP:


UNICAMP/NIED, 1999. 156p.

VALENTE, Jose Armando. Tecnologia, Currículo e projetos, 1997. Disponível em:


www.eproinfo.mec.gov.br'convergências das mídias Acesso em: 23 de Abril de 2021.

Biografia 1
Eugênia Aires da Rocha é formada no Curso Superior em Tecnologia em Análise e Desenvolvimento
de Sistemas, e Especialista em Tecnologias Educacionais para a Docência em Educação Profissional
e Tecnológica pela UEA e trabalha como professora instrutora de Informática celetista do Centro
Tecnológico do Amazonas. E-mail: ear.tet19@uea.edu.br

Biografia 2

Simone Helen Drumond Ischkanian é PCD, formada magistério pelo Instituto de Educação do
Amazonas e pedagogia pela UFAM, pós-graduada em Educação Infantil e NeuroPsicopedagogia em
formação. Professora e pedagoga concursada da SEMED Manaus. trabalha como professora tutora na
Universidade do Estado do Amazonas no curso de pós-graduação em Tecnologias EAD, mestra em
Ciências da Educação pela Universidade São Carlos e Doutoranda pela UNISAL em Neurociências
com ênfase em Tecnologias Assistivas - E-mail: simone_drumond@hotmail.com