Você está na página 1de 6

COMPLEXOS NA FORMA

TRIGONOMÉTRICA

FORMA TRIGONOMÉTRICA CONJUGADO NA FORMA


DE COMPLEXOS TRIGONOMÉTRICA
Seja z1 = r1 · cis θ1 = r1 · (cosθ1 + isenθ1), o conjugado de z, na
forma trigonométrica, é z1 = r1 · (cosθ1 – isenθ1) = r1 · (cos(–θ1) + isen
(–θ1)) = r · cis(–θ1).

DIVISÃO NA FORMA
TRIGONOMÉTRICA
Sejam z1 = r1 · cis θ1 e z2 = r2 · cisθ2 com z1 ≠ 0.
z2 z2.z1 rr cis  2  1  r2cis  2  1  r2
  12   .cis  2  1 
11cis  1  1 
z1 z1.z1 rr r1cis0 r1

CONCLUSÃO: dividem-se os módulos e subtraem-se os


argumentos.
r2.cisq2 r2
 .cis  2  1 
r1.cisq1 r1

PRIMEIRA FÓRMULA DE MOIVRE


Consideremos o complexo z = r · (cosθ + isenθ) = r · cisθ e seja
dado o número natural n, temos:
Seja z = (a, b) = a + bi.
zn = rn · (cos nθ + isen nθ) = rn · cisnθ
r  a2  b2 módulo do complexo z.
Exemplo:
a b
cos = ; sen =  a  r cos  e b = rsen z = 3 + i ⇒ z = 2[cos (π/6) + i.sen (π/6)]
r r
z4 = 24[cos (4π/6) + i · sen (4π/6)] = 16[cos (2π/3) + i · sen (2π/3)]
z = r · (cosθ + isenθ) = r · cisθ. = 16[-1/2 + 3 i/2] = -8 + 8 3 i
Com θ ∈ [0,2π], θ é o argumento principal.
Isto é, a forma trigonométrica do número complexo z é: SEGUNDA FÓRMULA DE MOIVRE
z = r (cosθ + i · senθ), que se abrevia z = rcisθ. Nos números reais sabemos que 4 16 = 2..
ProBizu No corpo dos números complexos temos que
24 = 16; (–2)4 = 16, (2i)4 = 16; (–2i)4 = 16.
Se b = 0, z é um número real.
Então o número 16 em C tem 4 raízes quartas.
Se b ≠ 0 e a = 0, z é um imaginário puro.
Dados complexo z = r · (cosθ + isenθ) = r · cisθ e o número natural
n (n≥ 2), então existem n raízes enésimas de z que são da forma:
MULTIPLICAÇÃO DE COMPLEXOS NA    2k 
wk  n z  n r . cos  
  2k  
  i.sen   
n n  n n  
FORMA TRIGONOMÉTRICA 
Considere os complexos de módulos r1 e r2 com argumentações com k ∈  variando de 0 até n-1.
θ1 e θ2. Como n r é constante e os argumentos diferem de 2π/n (para
r1.cis1  . r2.cis2   r1  cos 1  i sen1  .r2  cos 2  i sen2  valores consecutivos de n), conclui-se que as imagens das n raízes de
um número complexo são vértices de um polígono regular de n lados,
 2
1 2 cos 1 cos 2  i sen1sen2  i cos 1sen2  isen1 cos 2
rr  inscrito numa circunferência de centro na origem e raio n r , tendo
uma das raízes o argumento θ/n.
1 2  cos 1 cos 2  sen1sen2  i  cos 1sen2  sen1 cos 2  
rr
Exemplo:
1 2  cos  1  2   i sen  1  2  
rr
Determinar as raízes cúbicas de z = 8
CONCLUSÃO: multiplicam-se os módulos e somam-se os 2 2
z | = 8 + 0 = 8 ∴ cosθ = 1 senθ = 0 ⇒ θ = 0 ∴ z = 8(cos 0 +
argumentos. i · sen 0)
r1.cis1  . r2.cis2   rr1 2.cis  1  2   0  2k 0  2k   2k 2k 
wk  3 8 cos  i.sen  2 cos  i.sen
 3 3   3 3 

PROMILITARES.COM.BR 373
COMPLEXOS NA FORMA TRIGONOMÉTRICA

O número k deve variar entre 0 e 2.


04. (EFOMM) Seja o número complexo z =−1 − 3i, onde i é a unidade
k = 0 ⇒ w0 = 2(cos 0 + i · sen 0) = 2(1 + 0i) = 2 imaginária. O valor de z8 é:
k = 1 ⇒ w1 = 2(cos 2π/3 + i · sen 2π/3) = 2(–1/2 + 3i/3) = – 1 + 3i
 4π 4π   2π 2π 
k = 2 ⇒ w2 = 2(cos 4π/3 + i · sen 4π/3) = 2(–1/2 – 3i/2) = – 1 – 3i =
a) z 256  cos
 3
+ isen =
3 
d) z 256  cos
 3
+ isen 
3 
 π π e) z 256 ( cos 2π + isen2π )
=
=
b) z 256  cos + isen 
RAÍZES ENÉSIMAS DA UNIDADE  3 3
As raízes da equação zn– 1=0 são chamadas as raízes da unidade.  5π 5π 
=
c) z 256  cos + isen 
As raízes da unidade são:  3 3 
2k 2k
k  cos  isen , k  {0,1,2,...,n-1}.
n n  π π
05. (ESPCEX) Se (1 + i)  cos + isen  = x + iy, em que i é a unidade
 12 12 
imaginária e x e y são números reais, o valor de 3 ⋅ x + y é
EXERCÍCIOS DE a) 6 d) 3 6

FIXAÇÃO b)
2
3
e)
2
3

c)
2
01. Passe o complexo Z = 1 + 3i para a forma trigonométrica. 06. Um quadrado ABCD está inscrito num círculo com centro na
origem do plano de Gauss. O vértice “A” é imagem do complexo 3 +
3 i 4i. Os afixos dos outros três vértices são os complexos:
02. Qual o argumento do número complexo=
Z − ?
2 2 a) -3 + 4i; -3 – 4i; 3 – 4i. d) -3 + 4i; -3 – 4i; 4 – 3i.
03. Passe para a forma trigonométrica o número complexo Z = 1 – i. b) -4 + 3i; -3 – 4i; 4 – 3i. e) i, - i, 1 + i.
c) -4 + 3i; - 3 – 4i; 3 – 4i.
1 3
04. Sendo Z1= + i e Z2 = -1 – i, calcule Z1 · Z2. 07. (AFA) Seja P o produto dos fatores (sen nO + cos nO), onde n = 45,
2 2
46, 47, ..., 149, 150. Pode-se afirmar que
1 3 a) P=0 c) 1≤P<8
05. Sendo Z1= + i e Z2 = -1 – i, calcule (Z1)³.
2 2 b) P = 290 d) 8 ≤ P ≤ 290
(Z )
3
1 3
06. Sendo Z1= + i e Z2 = -1 – i, calcule 1 .
08. (AFA) Considere no campo complexo uma curva tal que Im   ≥ k,
2 2 2
Z2
z
07. Sendo Z = 1 + i, qual deve ser o menor número n, com n ∈ *, onde z é um complexo não nulo. Se k = 2, tem-se sua representação
para que Zn seja um número real positivo? gráfica dada pelo
1
a) círculo de raio e tangente ao eixo real.
3 i 6
Z. 4
08. Para o complexo Z =
− + encontre todas as raízes de
2 2 1
b) círculo de raio e tangente ao eixo imaginário.
2
09. Passe para forma trigonométrica o complexo −1 − 3i . c) conjunto de pontos do plano complexo exterior ao círculo de raio
1  1 
10. Encontre o argumento do número complexo – 1 – i. e centro  − , 0  .
2  2 
1
d) círculo de raio e tangente ao eixo real.
2
EXERCÍCIOS DE

TREINAMENTO
09. (AFA) Dado o número complexo z tal que z + 2z – 9 = 3i, é correto
afirmar que:
a) z = 3 10 c) z = 9 – 3i
 7π 7π  d) 3i
01. Determine a forma trigonométrica do número complexo dado: =
b) z 3 2  cos + isen 
 4 4 
a) z = 1 + i c) z = -1 + i e) z = -3 4
a b  π π
b) z= 1+ i 3 d) z = 2i 10. (ESPCEX) Seja a igualdade − =i  cos + isen  , onde i é a
3 5  6 6
unidade imaginária. Se a e b são números reais, então o quociente
02. Dados z = 2 · cis50° e w = 3 · cis40°, calcule:
a
a) z · w é igual a
b
b) w3
a) 3 3
c) z6 . d) − .
5 5

03. (FUVEST) Seja z um número complexo de módulo 2 e argumento 3 3 15 3


b) . e) .
principal 120°. O conjugado de z é: 5 4
a) 2 − 2i 3 c) −1 − i 3 e) 1+ i 3 3 3
c) − .
b) 2 + 2i 3 d) −1 + i 3 5

374 PROMILITARES.COM.BR
COMPLEXOS NA FORMA TRIGONOMÉTRICA

11. (ESPCEX) Sejam z e v números complexos onde |z| = 1 e v tem


a) 2 3 c) 1+ 2 2
 2 2
coordenadas no plano de Argand-Gauss  ,  . Sobre o número b) 3+ 3 d) 2+2 2
 2 2 
complexo z e v (resultante da multiplicação dos complexos z e v),
17. (AFA) Seja z um número complexo não nulo e i a unidade
podemos afirmar que imaginária (i² = -1), z ≠ i. O conjunto de todos os valores de z, para os
a) sempre é um número real. r +i
quais é um número real, representa um(a)
b) sempre tem módulo igual a 2. 1 + ir
c) sempre é um número imaginário puro. a) elipse. c) hipérbole.
d) pertence à circunferência x² + y² = 1. b) circunferência. d) círculo.
π
e) sempre tem argumento igual a .
4 18. (AFA) Considere no Plano de Argand-Gauss os números complexos
z1 = -x – 2i, z2 = -2i, z3 = -2 + 3i e z4 = x + yi, onde x e y são números
12. Sendo “w” um número complexo e z1 = 2 · (cos 10° + i · sen
reais quaisquer e (i² = -1). Sobre o conjunto desses números complexos
10°) a sua raiz oitava de menor argumento, a soma dos argumentos
que atendem simultaneamente às condições
principais de todas as raízes oitavas de “w” é:
I. Re(z1 · z2) ≤ Im(z1 · z2)
a) 256° c) 1180° e) 2680°
II. |z3 + z4| ≤ 2
b) 1600° d) 1340°
é correto afirmar que
13. (AFA) Analise as alternativas e marque a correta. a) representa uma região plana cuja área é menor que 6 unidades
a) Dado o complexo z = m + mi, onde m ∈ * e i é a unidade de área.
imaginária, pode-se dizer que o afixo de (z)² é, em relação à b) possui vários elementos que são números imaginários puros.
origem, simétrica do afixo (-2m², 0). c) possui vários elementos que são números reais.
b) No plano de Argand-Gauss os complexos z, tais que |z – 1| ≤ 1, d) seu elemento z de menor módulo possível possui afixo que
são representados pelos pontos do círculo de centro (0, 1) e raio pertence à reta (r) 3x + 2y = 0.
unitário.
c) Se n ∈  e i a unidade imaginária, então (in+1 + in)8 é um número 19. (ESPCEX) No plano complexo, temos uma circunferência λ de
real maior do que zero. raio 2 centrada na origem. Sendo ABCD um quadrado inscrito à
d) Se z = a + bi (a ∈ *, b ∈  e i é a unidade imaginária) é um λ, de acordo com a figura abaixo, podemos afirmar que o número
complexo, então z – z é sempre um número complexo imaginário complexo que representa o vértice B é
puro.

14. (AFA) Analise as sentenças abaixo, classificando-as em


VERDADEIRA(S) ou FALSA(S), considerando i= −1. A seguir, assinale
a alternativa que apresenta a sequência correta.
I. A representação geométrica dos números complexos z tais que
|z – (1 – i)| ≤ 2 é um círculo de centro C(1,–1) e raio 2.
 7π 7π  1 3
II. =
A forma trigonométrica de z 2  cos + isen  . a) − + i.
 4 4  2 2
III. Se Z = cos α + i sen α, então z · z = -i², ∀α ∈ .
b) − 3 − i.
a) V, V, V c) F, F, V
c) −1 + 3i.
b) V, V, F d) V, F, V
1 3
d) − − i.
15. (AFA) O número complexo z = a + bi é vértice de um triângulo 2 2
equilátero, como mostra a figura abaixo. 3 1
e) − + i.
2 2
20. (AFA) Considere todos os números complexos z = x + yi, onde x ∈
2
, y ∈  e i= −1, tais que z − −1 ≤ .
1+ i
Sobre esses números complexos z, é correto afirmar que
a) nenhum deles é imaginário puro.
b) existe algum número real positivo.
c) são todos imaginários.
É correto afirmar que o conjugado de z² tem afixo que pertence ao d) apenas um é número real.
a) 1º quadrante. c) 3º quadrante.
21. (AFA) Sejam z = x + yi (x ∈ *, x ∈ * e i a unidade imaginária),
b) 2º quadrante. d) 4º quadrante.
z o conjugado de z e λ o lugar geométrico dos pontos P(x,y) do plano
z = 2x + 3. Se A e B são os pontos de
cartesiano para os quais z · 
16. (AFA) Considerando os números complexos z1 e z2, tais que: de λ com o eixo Oy e se A’ é o ponto de intersecção de λ
intersecção 
- z1 é a raiz cúbica de 8i que tem afixo no segundo quadrante. com o eixo Ox que possui a menor abscissa, então a área do triângulo
- z2 é raiz da equação x4 + x2 – 12 = 0 e Im(z2) > 0. A’AB é, em unidades de área, é igual a
Pode-se afirmar que |z1 + z2| é igual a a) 2 3 b) 2 2 c) 3 d) 2

PROMILITARES.COM.BR 375
COMPLEXOS NA FORMA TRIGONOMÉTRICA

22. (EFOMM) O número complexo, z = |z| · (cos θ + i · sen θ), sendo i 29. (EN) Qual valor de n, n inteiro maior que zero, para que (1 + i)n
a unidade imaginária e 0 ≤ θ ≤ 2π, que satisfaz a inequação |z + 3i| ≤ seja um número real?
2 e que possui o menor argumento θ, é a) 2 c) 4 e) 6
5 2 5 2 5 5 e) z=
−2 5 + 5i b) 3 d) 5
a) z =− − i c) z=
− − i
3 3 3 3
2 5 5 30. (EN) Seja p a soma dos módulos das raízes da equação x³ + 8
5 2 5
b) z =− + i d) z=
− + i = 0 e q o módulo do número complexo Z, tal que ZZ = 108, onde Z
3 3 3 3
é o conjugado de Z. Uma representação trigonométrica do número
complexo p + qi é
23. (AFA) Considere, no plano de Argand-Gauss, os números
complexos A e B, sendo A = x – 2i, x ∈  e B = 1 + i. Se no produto  π π  π π
a) 12  cos + i sen  d) 20 2  cos + i sen 
A · B tem-se Re (A · B) ≥ Im(A · B), então, sobre todos os números  3 3  6 6
complexos A, é correto afirmar que  π π  π π
b) 20  cos + i sen  e) 10  cos + i sen 
a) seus afixos formam uma reta.  3 3  3 3
b) nenhum deles é imaginário puro.  π π
c) 12  cos + i sen 
c) o que possui menor módulo é o que tem o maior argumento principal.  6 6
d) existe A tal que |A| = |B|.
31. (EN) Seja z um número complexo e i a unidade imaginária.
Determine z de forma que o triângulo de vértices i, z e iz seja equilátero
24. (AFA) Resolva a equação z – 1 = 0 no conjunto dos números
3
e assinale a opção correta.
complexos. Considerando as raízes encontradas, analise as proposições
−5 πi πi
abaixo e classifique-as em V (VERDADEIRA) ou F (FALSA).
( 3 − 2)e 4
( 3 + 2)e 4
( ) A equação possui três raízes de multiplicidade 1. a) z= ou z = −
2 2
( ) Os afixos das raízes formam um triângulo equilátero cuja área é πi −πi

3 3 ( 5 + 3)e 6 ( 5 − 3)e 6
unidades de área. b) z = ou z = −
2 2 2
−3πi πi
( ) Duas das raízes são conjugadas.
( 6 + 3)e 4 ( 6 − 3)e 4
( ) Todas as raízes têm o mesmo módulo. = c) z = ou z
2 2
A sequência correta é πi 5 πi

a) V – F – V – V c) F – F – V – F ( 6 − 2)e 4 ( 6 + 2)e 4
= d) z = ou z
b) V – V – F – V d) V – F – V – F 2 2
11πi πi

25. (AFA) Considere no Plano de Argand-Gauss os números complexos ( 3 + 2)e 6


( 3 − 2)e 6
e) z= ou z = −
z = x + yi, onde i= −1 e cujos afixos são os pontos P(x,y) ∈ ² 2 2
Dada a equação (z – 1 + i)4 = 1, sobre os elementos que compõem seu 32. (ITA) Seja z um número complexo satisfazendo Re(z) > 0 e (z + i)2
conjunto solução, é INCORRETO afirmar que + |z’ + i|2 = 6, onde z’ é o conjugado de z. Se n é o menor natural para
a) apenas um deles é imaginário puro. o qual zn é um imaginário puro, então n é igual a:
b) todos podem ser escritos na forma trigonométrica. a) 1 c) 3 e) 5
c) o conjugado do que possui maior argumento é 1 + 2i. b) 2 d) 4
d) nem todos são números imaginários.
93
 2
33. (ITA) O valor da potência  é:
1 3  1 + i 
26. (EN) Sabendo que z é o número complexo z= + i, qual o  
2 2
−1 + i −1 − i
( 2)
93
menor inteiro positivo n, para o qual o produto z · z² · z³ ... zn é um a) c) e) +i
2 2
real positivo?
1+ i
( )
93
a) 1 c) 3 e) 5 b) d) 2
2
b) 2 d) 4
34. (ITA) Considere os números complexos z =2 +i 2 e w =
1 + i 3.( )
(w + 3z 4 + 4i)
2
27.
(EN) Considere os números complexos da forma 6

 π  Se m = , então m vale
=zn pcis  (17 − n),  , com n ∈ *. O menor número natural n, tal
 50 
(z 2
+ w 3 + 6 − 2i)

que o produto z1 · z2 · ... · zn é um número real positivo, é igual a a) 34 c) 16 e) 1


a) 8 c) 25 e) 50 b) 26 d) 4
b) 16 d) 33
35. (ITA) O conjunto de todos os números complexos z, z ≠ 0, que
28. (EN) Desenha-se no plano complexo o triângulo T com vértices satisfazem à igualdade |z + 1 + i| = | |z| – |1 + i||é:
nos pontos correspondentes aos números complexos z1, z2, z3, que a) {z ∈ C: arg z = (5π/4) + 2kπ, k ∈ Z}
são raízes cúbicas da unidade. Desenha-se o triângulo S, com vértices b) {z ∈ C: arg z = (π/4) + 2kπ, k ∈ Z}
nos pontos correspondentes aos números complexos w1, w2, w3, que
c) {z ∈ C: │z│ = 1 e arg z = (π/6) + kπ, k ∈ Z}
são raízes cúbicas de 24 3. Se A é a área de T e B é a área de S, então
d) {z ∈ C: arg z = (π/4) + kπ, k ∈ Z}
a) B = 12A c) B = 24A e) B = 42A
b) B = 18A d) B = 36A

376 PROMILITARES.COM.BR
COMPLEXOS NA FORMA TRIGONOMÉTRICA

EXERCÍCIOS DE
1 i 3

COMBATE
07. (AFA) Considere o número complexo z= − e calcule Zn. No
2 2
conjunto formado pelos quatro menores valores naturais de n para os
quais Zn é um número real,
a) existem números que estão em progressão aritmética de razão
01. (EFOMM 2000) Escrevendo-se na forma trigonométrica o igual a 4.
3  3i b) há elementos cuja soma é igual a 30.
complexo z  , encontra-se:
i
c) existem um único número ímpar.
      7   7 
a) 2 3 cos    isen    d) cos    isen   d) existe apenas um elemento que é número primo.
 6  6  6   6 
 4   4  4   4  08. Analise as afirmativas abaixo referentes aos números complexos
b) 2 3 cos    isen   e) cos    isen   3 1
  3   3   3   3  =
z + e w = 1 – i.
2 2
  7   7  
c) 2 3 cos    isen    (01) | z | · w10 é um número imaginário puro.
 6   6 
 1 1
(02) O afixo de w-1 é o ponto  ,  .
02. (AFA 99) A representação trigonométrica do conjugado do  2 2
número complexo z = (1 + 3i)5, sendo i a unidade imaginária e 11π 11π
k ∈ Z, é: =
(04) A forma trigonométrica de z cos + isen .
6 6
a) 32cos (π/3 + 2kπ) – 32isen (π/3 + 2kπ). (08) As raízes quartas de w são vértices de um quadrado inscrito numa
b) 32cos (5π/4 + 10kπ) – 32isen (5π/4 + 10kπ). circunferência de centro na origem e raio r = 4 2.
c) 32cos (5π/6 + 10kπ) – 32isen (5π/6 + 10kπ). Somando-se os números associados às afirmativas verdadeiras obtém-
d) 32cos (5π/3 + 10kπ) – 32isen (5π/3 + 10kπ). se um total t, tal que:
a) t ∈ [1,4] c) t ∈ [9,12]
03. (AFA 2014) Considere os números complexos z1 = x – 1, b) t ∈ [5,8] d) t ∈ [13,15]
1
z2 = i , z = -1 + 2i e z4 = x + yi em que x ∈ , y  * e 09. (ESPCEX) A figura geométrica formada pelos afixos das raízes
2 3
complexas da equação x3 – 8 = 0 tem área igual a
i² = -1 e as relações:
a) c) e)
Re  z1  z2   Im  z1  z2 
7 3 5 3 3 3
I.
b) 6 3 d) 4 3
II. z3  z 4  5
O menor argumento de todos os complexos z4 que satisfazem, 10. (ESPCEX) Sendo z o número complexo obtido na rotação de 90º,
simultaneamente, as relações I e II é em relação à origem, do número complexo 1 + i, determine z3:
π π π a) 1 – i c) –2i e) 2 + 2i
a) b) 0 c) d)
6 2 3 b) –1 + i d) –1 – 2i

04. (ITA 2012) Seja z = n² (cos 45° + isen 45°) e w = n(cos 15° + isen 15°),
z
em que n é o menor inteiro positivo tal que (1 + i)n é real. Então,

DESAFIO PRO
w
é igual a
a) 3 +i . c) 2  2  i . e) 2  3  i .
b) 2  3  i . d) 2  2  i . 10
 1 + 3i 

05. (ITA) O número complexo z a seguir possui argumento igual a 45°. 1  (ITA) Se z =   , então o valor de 2 arcsen (Re(z)) + 5
 1 − 3i 
arctg (2Im(z)) é igual a
Determine o valor de a.
2π 2π 5π
1 cos a 1 2 cos a  sena a) − . c) . e) .
z  i. ; a   0.  2  3 3 3
sena.cos a sen2a
π 4π
b) − . d) .
3 3
06. (AFA) Os pontos A, B e C são afixos das raízes cúbicas do número
complexo z. Se n é o menor natural não nulo para o qual zn é um real
positivo, então n é igual a 2  (ITA) Sabe-se que -2 + 2i é uma das raízes quartas de um
número complexo z. Então, no plano de Argand-Gauss, a
área do triângulo, cujos vértices são as raízes cúbicas de z, é
a) 8 igual a
b) 6 a) 4( 3 + 1).
c) 4 b) 6 3.
d) 2 c) 8( 3 − 1).
d) 10 3.
e) 12 3.

PROMILITARES.COM.BR 377
COMPLEXOS NA FORMA TRIGONOMÉTRICA

2Z
3  (IME) Seja Z um número complexo tal que
argumento igual a
3π Zi
possui
e log3 (2Z + 2Z + 1) = 2. Determine
19. C
20. D
24. A
25. C
29. C
30. A
34. B
35. A
o número complexo Z. 4 21. C 26. C 31. D
22. C 27. A 32. B

4  (IME) Seja z um número complexo tal que z12 ∈ , Re(z) = 1


 π
e arg(z) ∈  0,  . A soma dos inversos dos possíveis valores
23. C 28. A
EXERCÍCIOS DE COMBATE
33. A

 2
de |z| está no intervalo: 01. C 04. B 07. D 10. E
 1 3 5 7  9 11 02. D 05. a = π/6 08. B
a)  ,  c)  ,  e)  , 
2 2 2 2 2 2  03. D 06. C 09. E
3 5 7 9 DESAFIO PRO
b)  ,  d)  , 
2 2 2 2 01. D 03. DISCURSIVA
02. E 04. C

GABARITO ANOTAÇÕES

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO
π
01. z 2 ( cos60° + isen60°=
= ) ou z 2cis
3
11π
02. =
θ ou=
θ 330°
6

=
03. z 2 ( cos 315° + isen315
= ° ) ou z 2cis
4
19π
=
04. z 2 ( cos 285° + isen285
= ° ) ou z 2cis
15
05. z = 1( cos180° + isen180° ) = −1

2 2
=
06. z
2
( cos ( −45°) + isen ( −45
= °))
2
( cos 315° + isen315° )
07. n = 8
08. cis25°, cis85°, cis145°, cis205°, cis265°, cis325°

09. z 2 ( cos 240° + isen240=
= ° ) ou z 2cis
3

10. =
θ ou=
θ 225°
4
EXERCÍCIOS DE TREINAMENTO
01.
 π π
=
a) z 2  cos + i sen 
 4 4
π π
b) z 2  cos + i sen 
=
 3 3
 3π 3π 
=
c) z 2  cos + i sen 
 4 4 
 π π
=
d) z 2  cos + i sen 
 2 2
e)=z 3 ( cos π + i sen π )
02.
a) z=
⋅ w 6cis90
= 0
6i.
27 27 3
b) w 3 =
27cis1200 =
− + i.
2 2
c) z= 64cis300= 32 − 32 3i.
6 0

03. C 07. A 11. D 15. C


04. D 08. D 12. D 16. A
05. A 09. B 13. C 17. B
06. B 10. A 14. A 18. D

378 PROMILITARES.COM.BR