Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE FÍSICA FSC5137 – Ondas e Calor – 2010.2 Prof. Ivan H. Bechtold

1.

2.

3.

4.

LISTA DE EXERCÍCIOS 1(a)

Uma partícula de massa m parte do repouso com x = 25cm e oscila sobre seu ponto de equilíbrio em x = 0 com um período de 1,5 s. Escreva as funções x(t) , v(t) e a(t) .

A posição de uma partícula é dada por x = 2,5cos πt , onde x é dado em metros e t em

segundos. (a) Calcule a velocidade máxima e a aceleração máxima da partícula; (b) determine a velocidade e a aceleração da partícula quando x = 1,5m . R: (a) v máx = 7,85 m/s e a máx = 24,7 m/s 2 ; (b) v = -6,35 m/s e a = -14,5 m/s 2 .

Um bloco de massa M, capaz de deslizar sem atrito sobre um trilho de ar horizontal, está preso a uma mola de massa desprezível e constante elástica k, inicialmente relaxada. Um projétil de massa m é lançado na direção do bloco com velocidade horizontal v, atinge-o no instante t = 0s e fica grudado nele proporcionando a compressão da mola e gerando um movimento harmônico simples. Ache a equação de movimento para x em t > 0s .

R: x(t) = Asen(ωt) onde

A =

m

v

m

+ M ω

e ω =

k m + M
k
m
+
M

Duas partículas 1 e 2, de mesma massa m=10g estão presas por molas de constante

elástica k=100N/m, e podem deslizar sem atrito, veja figura abaixo. No instante t=0s,

a partícula 1 é deslocada de 1,0cm para a esquerda e a partícula 2 de 1,0cm para a

de 1,0cm para a esquerda e a partícula 2 de 1,0cm para a direita, comunicando-se a

direita, comunicando-se a elas velocidades de magnitude 3 m/s, para a esquerda no caso da partícula 1 e para a direita para a partícula 2. (a) Escreva as experssões dos deslocamentos x 1 (t) e x 2 (t) para t>0s; (b) As partículas irão colidir uma com a outra? Em que instante? e (c) Qual é a energia total do sistema?

R: (a) x (t ) = 0,02cos(100t − π / 3) = − x (t
R: (a)
x (t ) = 0,02cos(100t − π / 3) = − x (t ) ; (b) t=0,026s ; (c) E=0,04 J.
2
1
2l 0
k
k
1
2
0
x

5. Um bloco de 2,0 Kg, sem atrito, está preso a uma mola com k = 300 N/m, sendo que em t = 0s o bloco está na posição 0,2 m possui velocidade de – 4 m/s. Determine (a) a amplitude, (b) a fase inicial e (c) escrever a função x(t) .

R: (a) A = 0,38 m; (b) δ = 1,02 rad.

6. Um corpo de 1,2 Kg pendurado em uma mola de rigidez 300N/m oscila com uma velocidade máxima de 30cm/s. (a) Qual é o deslocamento máximo? (b) Qual é a energia total do sistema? (c) Escreva a equação de movimento.

R: (a) 1,9 cm; (b) 0,054 J; (c) x(t) = (1,9cm)cos(15,8t + δ) .

7. Um peixe de 65 Kg é pendurado na extremidade de uma balança de mola de massa

desprezível, esticando-a 0,12 m. Determine (a) a constante da mola k e (b) o período

de

oscilação se o peixe for levemente puxado e depois solto.

R:

(a) k = 5.308 N/m e (b) T = 0,695 s.

8. Um peso de 20 N é suspenso na parte inferior de uma mola vertical, fazendo com que esta se estenda 20 cm. (a) Qual a constante da mola? (b) Depois esta mola é colocada horizontalmente numa mesa sem atrito. Uma extremidade é fixa e na outra colocado um peso de 5,0 N. A mola é esticada e solta, qual é o período de oscilação?

R: (a) k = 100N/m e (b) T = 0,45s

9. Um corpo de massa 0,12 Kg executa um Movim. Harm. Simples (MHS) com amplitude de 8,5 cm e período de 0,2 s. (a) Qual o valor máximo da força agindo sobre ele? (b) Se for uma mola, qual a constante elástica?

R:

(a) F máx = 10 N e (b) k = 118,3 N/m.

10. extremidade de determinada mola vibra com um período de 2,0 s, quando certa

A

massa m é ligada a ela. Se essa massa for acrescida de 2,0 Kg, o período passa para 3,0 s. Ache o valor da massa m.

R: m =1,6 Kg.

11. Um oscilador harmônico simples consiste de um bloco com massa 2,0 Kg que desliza sem atrito ligado a uma mola com k =100 N/m. Quando t = 1 s, tem-se que x = 0,129

m e v = 3,415 m/s. (a) Qual a amplitude das oscilações? (b) Encontre a posição e a velocidade iniciais.

R: (a) A = 0,5 m e (b) x 0 = 0,43 m e v 0 = -1,76 m/s.

12. Duas molas idênticas estão ligadas a um bloco de massa m e aos dois suportes mostrados na figura abaixo. Mostre que a freqüência da oscilação na superfície sem

atrito é:

f

=

1

2 π

2 k m
2 k
m

.

k k m 0 x
k
k
m
0
x

13. Um objeto de 5,0 Kg sobre uma superfície horizontal sem atrito é ligado a uma mola com constante elástica k=1000 N/m. O objeto é deslocado inicialmente para a posição 50 cm e empurrado com velocidade 10 m/s na direção do ponto de equilíbrio. Determine (a) freqüência, (b) Energia cinética inicial e energia potencial inicial, (c) Amplitude e (d) a equação de movimento x(t). R: (a) f = 2,25 Hz; (b) E c =250 J e E p =125 J; (c) A=0,866 m e (d) δ =0,955 rad.

14. Qual

simples que

completando um balanço para a esquerda e outro para a direita?

R: L = 24,8 cm.

é

o

comprimento

(L)

de um pêndulo

marca os segundos

15. Dois blocos: m = 1,0Kg e M = 10,0Kg estão ligados a uma mola com constante elástica k = 200 N/m conforme a figura abaixo, sendo que o bloco M desliza sem atrito, enquanto que o coeficiente de atrito estático entre os dois blocos é igual a 0,40. Qual é a máxima amplitude do movimento harmônico simples sem que haja deslizamento entre os blocos? R: A = 0,21m .

m k M
m
k
M

16. Uma partícula de 3,0 Kg está em movimento harmônico simples em uma dimensão e

move-se de acordo com a equação:

( )

x t

=

(5,0

m

)cos

π

3

t

π

4

  .

(a) Em qual valor de x a energia potencial da partícula é igual a metade da energia total? (b) Quanto tempo leva para chegar neste valor de x a partir do equilíbrio?

R: (a) x = ±3,53m e (b) t = 0,75s.

17. Um disco circular uniforme de raio 12,5 cm está suspenso, como um pênculo físico, em um ponto em sua borda. (a) Determine o período de oscilação; (b) A que distância radial r < R há um ponto de sustentação que origina o mesmo período? OBS: Para resolver, procurem no Tipler o momento de inércia deste sistema. R: (a) T = 0,87 s e (b) r = 6,25 cm.