Você está na página 1de 14

iWfPfji&r&zwvw 3

CGT REUNIDO HOJE NO RIO: AUMENTO DE 80% NO SALÁRIO-MINIMO ÍP. 2)


fl Nação Não Deve Mais Ser Enganada:


NÃO É 0 REGIME QUE ESTA EM JOGO
MAS 0 PRÓPRIO FUTURO DO BRASIL!
Chega à sua última etapa, na se- Bocayuva Cunha: Pregação Baixada, Nordeste Sem Seca * COMEÇOU A REVOADA
1 mana que hoje se inicia, a mais
absurda e nefasta crise política
da nossa história. Nacionalista no Interior Tenório: "Candidato PARA A CAPITAL DO PAIS
da Panela Vazia" Tem BRASÍLIA, urgente, pelo tele-
lone IUH) — A Capital do País co-

2
O presidencialismo foi derrubado
em flagrante violação do texto
constitucional sob pressão osten-
mmj*\ ^
-^m
a^^^^^^^H
um Caldeirão Cheio! meçou hoje a tomar o aspecto dot
seus grandes dias. Com efeito, crês-
ce de hora a hora o número de par-
O moco Tenório Cavalcanti, gue che- lamentares e jornalistas aue com-
siva contra o Congresso. ^Er^ mt^^m^A mmrmm\ gou à Baixada sem vintém em 1930. parecem à
"semana
do esforço con-
c hoje um dos homens mais ricos da- centrado", destinada pelo Congres-
r^^ .' t . Ml Mí MM quela região, possuindo, entre outras
•¦¦ Ml
*¦ M**-**MMr ^Ml
¦ ^m\ veiculos '"JK".
coisas, uma frota de 'Kombi", so à aprovação das medidas que de-
Sob o regime parlamentarista, o POj
^^-Wf ^JM ^H "Cadillack". vm

3
*¦¦' MmmW várias rem restituir oo País a moralidade
Brasil parou, pulveriiou-se a au- \ mMm'-^' y^m'<íii-tih -^mm^Mt "duplex" em Copacabana.
""¦¦ \ A^^Wk-^Êmm
apartamento
a fürtale-.a cuja construção custou 22
política. Além do Presidente da Re-
"Premier",
foridade do Governo e aumentou feím&xlrí'',''' ¦• ¦ 4-Í44-..  w ""jH rè'-'A $%/.'¦'' ií-á-í ^^^MímmmmJ ¦yíZi'
milhões de cruieiros. além de uma in- pública, do outros Mi-
o desgaste econômico e financeiro. Em sua nistros já chegaram ou estão paro
finidade de terras griladas. "Nordeste
reportagem de hoje sóbre o chegar a qualquer momento. Por
Sem Seca", o repórter MAURÍCIO sua vez, dirigentes políticos da ex-
HíLL, de UH, conta que Tenório, o
Em dez meses, o gabinete Tan- '^S^âàlli^lmmm. - ''mm^Mmmmmmm^^^mmmMWÊAmmMmw candidato da panela vazia, tem um pressão do Sr. Juscelino Kubitschek

4
mfS^SÊWS^' *a** -m

credo Neves nada pôde fazer, sBnM^Bti i(ií^»mi M" *aM:'"-'*"i caldeirão cheio, fruto da arrecadação deverão chegar aqui na manhã de
'
mmfnff^mMk ¦•^mmk-^MÊÊmmm ^!LmWA%2mm\ MMmWflBtmÊÊv^^mX
¦^mj^m ^^^^^K:^|9 ^MmW '^mmmmmíài' ^H
^1 do "barato" do jugo, propinas de bor- hoje, 2."-feira, conforme anuncio-
apesar de esforços reconhecidos H
deis e dinheiro cuja procedência é a
e proclamados por lôda a Nação. M^W^MMã ^SÍAmW
1*1 B''S
JEWmRÊt I
ui>
MM ^m mm. mesma do que enriqueceu Carlos La-
ram. As reuniões preliminares efe-
tuadas pela alta direção do Con-
cerda, a quem o deputado-pistoleiro
aliou-se em épocas de tentativas de gresso indicam que a possibilidade
Jjmfr&*$Íl*rfa. %\W mmmJ - BPsttfl golpes contra o regime. 'Na página 5* de um acordo final, não só para
& crise política subseqüente ge-

5
cumprimento da palavra solene-
rou a perplexidade política, a de- H ffiiiiMi MÊy'- im BBlfll 10 de Setembro de 1962 N.° 953
mente empenhada pelo Sr. Ranieri
ANO XII Niterói, Segunda-Feira,
sintegração partidária e a defor- O Deputado Federal Bocayuva Cunha, que percorreu nada ^\ Mazili, mas também poro tornar
menos de IS Municípios do interior fluminense, cm ver- mais fácil e acessível a realização
mação parlamentar dadeira pregação nacionalista e de esclarecimento popu-
econômico na vida do plebiscito, está hoje mais próxi-
Ia,; a respeito das influências do poder"rush"
pública brasileira, interrompeu o seu dc esclareci- ma do que nunca,
mento para seguir hoje para Brasília, onde estará votando
Solene compromisso do Congres- c aprovando leis de interesse nacional, no periodo dc
"es-
so: proporcionar ao povo, no fórço concentrado". Amanhã, UH-Fluminense "Maratona
uma série de Importantes reportagens sôbrc a
iniciará * Presidência da República
máximo até 15 de abril, a pos- da Vitória" de Bocayuva Cunha, na qual estarão contidas "JB"
6
sibilidade de manifestar-se pelo
as reivindicações e. aspirações da população dos munici- Desmente Notícia do
pios visitados pelo candidato nacionalista.
A Secretaria de Imprensa da Presi-
plebiscito. dênci» da República distribuiu * tegu.n-

FOGEM DA ILHA GRANDE


te nota:
"Na eediçáo de dominço último, e "Jor-

1
Surge uma campanha subversiva, nal do Brasil", em nota editorial, sob e
negativista e derrotista para a titulo "Movimentos de oficiais modificam
o esquema de pressão militar", divulgou
quebra desse compromisso, com informações inteiramente inverídkas re-

20 BANDIDOS DISPOSTOS
base em pretextos os mais hipó- lecionadas com a segurança nacional * a
crilas. preservação das instituições democráticas
As próprias pessoas envolvidas na publi-
cação fantasiosa certamente vão restabe-
lecer a verdade dos fatos Desde logo,
Seguindo caminhos diversos, Pres- porém, « oportuno esclarecer que o Sr.

A MATAR OU MORRER!
General Amaury Kruel, Chefe da Casa
tes e Lacerda se unem para lor- Militar, continua a merecer da parta do
o direito do povo de pro- Sr. Presidente da República o maior apré-
8 pedear ço e confiança".
nunciar-se nas urnas pelo regime
(Outras Noticias na Página Dois).
de sua preferência. ' (LEIA NA PAGINA :i
—W**° Woptf—
Juraci Magalhães tenta editar o
BADGER: DELÍRIO EM CAMPOS OUTRA VEZ '"'¦::'..i

9
"episódio . /¦'.'¦ -J. - •¦' i.\;A:* A ' .''
Berle", de 1945, como • NoVO SECRETÁRIO — O novo Secre-
se o Brasil estivesse na mesma lano das Finanças du Estada, o ban-
queiro paulista Sebastião Costa de Castro,
situação da Argentina de Guido. sera empossado no cargo, hojt em soien;-
dade a ier realizada no Palácio do Inüa.
"minoria WÊ-X-VA ¦ wk- W ***•*'*•*^*€:fí&m mM MyMm%MaWMMmm*MWm mmM que contara com a presença do Governador
Carvalho Jannotti. O Sr. Costa de Castro
~
A da minoria" arti- revelou ¦* UH, que a sua meta na Secre-

10 ¦?"& .?»•*-' - pj| b-^^uir^jis B|ajuuiur ' --<'-'i^4i-^Ê*Mm mW^km mmmk. I^uMÍmjm Wm J^HY
taria e promover a restauração das Finan-
cuia apelos, ameaças e cons- ¦ew. r/¦ÂMmmmMMEmMMÊÊ ¦— mA.-rAmmMm
ib^i SSS a :T-í
ças do Estado, eliminando-se o deficil de
piratas que não passam de
uma cortina de papel de linha L^^ -.r-jy**:;,*! :•
j
|y*|â .flKiHB m\WiW^^^^^MmmMmWB&9í ¦"•*¦ CrS 4.ti bilhões previste, para és!* ano.
TERREMOTOS — L>oi- novos terremotos
no Irã sacudiram ontem a cidade de Ar-
dágua. barm. a 50 quilômetros de Ghazvm. fazendo
vitimas, cujo número aintla não fo; determi-
nado. No Hospital de Karadj. varias cente
mM,' '¦'
' mmM Mm*mBm mmwmtJammS\ m*M**'':£mw^ÊÊ ^kT*^ ^^He*J ¦- -:'^^mW mw*+r.*W9ã nas de leridos se encontram ainda instalados
i j É inabalável e irremovivel a de- M MtilMM MMMMt'^' iimt :%m mm mMmii^^i^mwÊÊm ^j g^L*^y;._ em salas e corredores, vitimas dos terremo
tos da semana passada. .FP.
terminação das Forças Armadas DE GAULLE — Depois de fazer uma vi
| j "^^S^^^^BS»B^y*^^*^^^^^pSc^
«i st mm i ¦' sita oficial de quatro dias á Alemanha, o
de salvaguardar o sistema de-
11
mocrático e prestigiar a con-
"Guanabara' Presidenle da França. Geiierai Charles De
Caulle. chegou ontem, as 21.30 horas Ho-
cal) au Aeroporto dr Orlv. cm Paris. cFP)
vocação do plebiscito.
úm ES3^^1
mmT^k:^^^^^Sè*MW^Mm\
mym
mm¥^i%>*ÍMl^^ BB
I
^B
Deu Novo RACISMO — Num violento conflito entre
operário*, brancos e negro****, ocorrido em
Scunthorpe. Inglaterra, um negro foi apunha-
0 Congresso não pode assumir
Susto em Plena Baía
J 1*1 ^Bp *-•* ^1 I^^^^h ^^!^^l Hé£mH *!F^^vJI ^^^^^b iado, enquanto três outros {toaram feridos.
.FP.
1 J a responsabilidade de negar ao
DRAMÁTICO — LONDRES. 10 (UPI)
| f povo o sagrado direito de dizer Mm^^ÍrAMê^^m\\Mm ^K-t-t-v-^-^B ^Mm "Guanabara" ameaçou a vida de Üs PrimeiriisMinistros da "CommODr-
a última palavra sobre o re- .Vau uma vez a barca wealth" Britânica vão inaugurar, hoje,
mait de duas mil pessoas que viajavam Niterói, na
W$ÊÊÊzÊÊ8smÊ WlmÊkt» ,,y.*m^^^^lm; ml Mwe'WMei "pane" para
gime que prefere. turde de sábado A barca sofreu em suas maqui- uma reunião que provavelmente, seja
O poro de Campos tem comparecido em massa aos comidos do candida'o das forças po- nas. ficando dues horas, na baia, ao sabor das ondas. O uma das mais dramáticas que tenham tido
(LEIA nacio- lato demonstra, novamente, o estado precário das embar- tralaráo dos efeuos que causaria na
EDITORIAL NA PÁGINA 4) ptilures ao Governo rio Estado. Badger iloto) tem levado uo povo a sua platatorriia caçoe.* que fazem a travessia Rio-Niterói. sem que nenhu-
pois
"Commonwealth" .. ingresso
população cio inferior a candidatura de
nulista de Governo. A cada dia cresce no seio ria -maratona "Gua- da Grã-Breia-
Badger, que ia empolgou lodo o Estado F.m sua pelo norte fluminense, o condi- me providência seia tomada pelas autoridades A nha. nn Mercado Comum Europeu. O Pn-
nabara" ioi soexirride por uma barca da Fro?c Barreto.
* GENERAL LADARIO NA dato nacionalista tem verificado o quanto c sensível ás causas patrióticas o i*ovo daquela re-
gião. F.sta semana o TSE vai julgar o man tado de segurança impetrado por Badacr, con-
tra o Ato Adicional que implantou no Pais o Parlamentarismo. (P. .5,
"Política Fluminense"i
que transportou parte dos passagei-os, enquanto outra re-
pocou afe- .S'iírreii. a e"tn5ar(*ae,-cío dant.'icada Pacma J)
meiro-Ministro ria Grã-Bretanha. Harold
MacMillan. enfrenta a tarefa mais difícil
de sua carreira: procurar persuadir a seus
quinze colegas visitantes, ou aqueles que
4.' REGIÃO FARÁ HOJE A torrrntr dr Insulto» qur os marrinal»
"tra- mftos dr pouco mai> de unia centena dr chrtr****. r
os representem, que o ingresso da Grã-Bre-
tanha na comunidade econe.mica européia
vrsti" dr políticos, r o» malfeitor»* sem honra e chffetrv que abastardam nossa vida política e sera dc heneficio para todos
IMPORTANTE DECLARAÇÃO POLÍTICA FLUMINENSE sem riigiildadr, desprjam sóbre nos. nãn nos atin- qur estão -iir«ra sendo dMmawarado**
Cr. Receitemos cnm humildade aquilo que ná" O trahulhaiior, a dona-do-r.-i.*.**. o r^ludant»-. CAGAR IN — COPENHAGUE, B cFP-UHl
nos ofende sequer; das injurias e calúnias atira- c-te*. sabem bem com quem esta a raiãn. não se — -Sei que algu-m abriga o projeto de
Segundo informações do máxima
UMA LIÇÀO das contra nós. sobra-nos a certeia de que e«ta-
mos servindo ao nosso poyo, con*. o desmascara-
Hrívando confundir com os malfeitores qu*- pro- criar bases na Lua. para empreender ataques
curam atirar x.bre eles as denúncias documrn- contra certa- partes da Terra \ declarou Yuri
•eguraneja, menti, dos bandidos, dos "(fanuster*". do« malfei- tadas de 1 II. saberão dar. no próximo pleito, a Gagárin. astronauta número um. numa reu-
podemos informar quo na
«ua poste, hojo às 10 horas, om Juii do MERECIDA! tores que Infestam a fida política da Baixada. líç.io merecida aos cnntravrntore-s r aos tr.-arfi-
nati qur atr agora sõ souberam brni-flciar-**r da
mão organizada pela Associação Dinamarca-
União Soviética, de**'.a capital. Acrescentou
Fora, o General Ladário Teles, ao assu- Quando nos impusemo» o sacrifício de tnrres-
relurnar tle um "rusli" pnr 18 município* sar na política militante de nosso Eatado, resolve- corrupção, qae êlcs próprios engendraram Quan- que a URSS efetua suas viagens espaciais
•nir o comando da 4" Região Militar de- AO tir nosso Estado, de Araruama a Campos, rn- mos tudo trrostar e tudo enfrentar para. na medi- do voltarmos de Bramlia. iremos p*f»»oalment« com fin* unicamente pacíficos O* Estados
v«rá faier importante contro em nossa Capital r na lona da Baixada. da de nossas possibilidades, contribuirmos de for- nos quatro municípios da Baixada erm dias r lo- Cnidos fizeram explodir uma bomba nuclear,
pronunciamento, sobretudo, a enorme repercussão rias reportagens ma objetiva para a eliminação deste verdadeiro cais previamente anunciados- para levar nossa que dificulta as viagens espaciais, além de
reafirmando a terem lançado satélites para fotografar terri-
posição legitimista das que este brilhante e corajoso representante da câncer, que é o banditismo político na Baixada palavra ao povo trabalhador e oprimido, vitima
Forças Armadas. nova ireraçio de Jornalistas, que é o repórter Mau- Vm milhão » quinhentos mil habitantes «o- principal * inocente da corrupção do» políticos tonos estrangeiros e espionar, especificou Ga-
rido lllll, vem publicando rm 1*11 fluminense. frem vexames c depredações, de toda ordem, nas locais gann.

*B^—^—e^e^^Keee.e.ieeeeeee^^^eeee.Jeeeeeeell^eeeeeeeeeeeeMeeeeeeeeeeeeleeeeeeeeeeEeeeeeeeeeMeeeeeeeeeeee^k,,, J*jÃr*/Q ^¦k,-kJ..B^^^^ff<<^^K**^HB.lsssssssssst!!l^


^^^^^*»»»»»s»s»B[[|BBBB[MBÉB^ ^fMffg^^^^m^fMfnm^TMmmaj^m^^^
**¦ *^->'J*l

PAGINA 2 S<Kjunda-F«lra, 10 d* S«t«mbro d* 1962 «== ULTIMA HORA

TRABALHADORES PEDIRÃO HOJE 80% SOBRE SALÁRIO MÍNIMO


iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiMiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinunniiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii-i COFAP FECHOU MOINHO: ser Impossível um trabalhador viver com o sa*

c
reivindicar aumento dc 80';. sóbre as
TRIGO NO "CÂMBIO-NEGRO" Coluna do Trabalhador
PARA bases vigentes do salário-mínimo, inicia-se lárlu-mliiiino da atualidade.
1
8Ba*itfel
hoje, às 18 horas, nu Sindicato dos Melalúrgl-
cos, a reunião da Confederação Geral doa Tra*
Anuncia-se, embora náo oficialmente, que
durante o encontro os trabalhadores tratarão
IAIPQ MtNOI\

Jouidan Amora MANSA (UH) — A COFAP «indi nto respondeu ae balhadores, a qual será encerrada amanhã. da defesa da Constituição, bem como dc um
BARRA oficie onviede pela Cimara Municipal, reclamando ««clara-
cimentes «obre o fechamento de
"Moinho Inglot",
que funde*,
Desde o.s primeiros minutos dc ontem eo- governo altamente democrático c nacionalis- BANCÁRIOS ESPERAM HOJE
Banhista Quer Ver Ação § nava na cidade, atendendo ie Mdarla» o Indúitrlat local* o de
meçaram a chagar à Guanabara lideres sin-
dicais de todos os Eslados da Federação, a fim
ta, pelo qual poderio deflagrar greve geral de
advertência.
"Ratos da I
Niterói o Guanabara. de participarem da importante reunião. Está decidido, inclusive, que a nota dis- CONTRAPROPOSTA PATRONAL
da PM Contra A Câmara Municipal reeolveu reiterar o aou oficio, acre».
contando «jue o fechamento de Moinho oiti obrigando à indút*
A rpuniào visará, como as anteriores, o tribuida pelo Conselho de Ministros, relativa à
atuação política do Governador Carlos Lacer-
= fortalecimento das classes operárias brasilei- Afirmando que o momento t de total ex.
m *¦*¦"-• — •*«»• ?••*•*¦ ° ,r,t* «*mo m«terla^rlma — m faier aquiti- ras. bem como de reivindicação salarial, opor- da será objeto de debate por parte dos lideres
Praia"
rraicl C Invrt
JOJJU Vinlfntn
» lUIClUU i "mercedo-netre". pectativa. e que a classe aguarda os resulta,
g <é#$ no| m#inh„ d, Guanabara, ne perque tunldadc em que os lideres sindicais alegarão doa trabalhadores.
dos da nova mesa-redonda marcada para hoje,
Com a aproximação do verão as praias
niteroienses são procuradas, nas quentes ma-
I nto pottuem cotat de fornecimento.
às 17 horas, com os banqueiros na sedo ria
FAREJ, o presidente do Sindicato dos Banca-
nhis de .sábado e domingo, por lesiiões de
banhistas locais, de São Gonçalo e outros
visitantes, que ali vão em busca de refrigé*
íte>, conforto e diversão.
PREÇOS DISPARAM NAS FEIRAS DE NITERÓI! rios de Itaperuna, Sr. Dante Umn Viana, arilan-
tou à reportagem sindical de ULTIMA HORA,
que os seus companheiros irão sc manifestar
Na falta de melhor atenção das autori* escassez de pepino, tomate, chuchu e a elevação Mercado, por não termos um frigorífico para a con- batala inglesa, 65; abóbora, 30 cruzeiros; ervilha, 100
dades pelo o bem-estar social rio povo. us cruzeiros, quiabo, 120 cruzeiros sóbre a possível contraproposta patronal, em
COM de preços em todos os produtos — ocasionado pela serva doi; produtos, temos constanti mente prejuízos
banhistas acabam por encontrar três grandes especulação do Mercado Municipal (o fornecedor) e imensos e vemos nossa mercadoria su deteriorar sem Verdura: alface, agrião, salsa, couve, a 5 cruzeiros assembléia geral programada parn amanhã:
inconvenientes não Incluídos em seus roteiros poder vendèla. As vendas, em compensação, pelos pre- — "Continuamos coesos pela conquista dos 2n
que podem ser eliminados pela ação serena, pela estiagem — a reportagem de UH. ontem, percor- n porção, Estes alimentos foram os mais estáveis e
da nossa briosa Policia Mili* reu a feira-llvre do "Ponto de Cem Réis", « documen- ços que estamos vendendo, estão caindo continuamente. baratos por serem todos vendidos e produzidos pelos mil cruzeiros geral dc reajustt.mento salarial".
porém enérgica, tou e;ue as camadas pobres da citlt.de em sua grande Os Preços feirantes Acentuou o líder sindical.
tar: os -ladrões da areia", a constante amea-
pirte nào tem salários que possibilitem a compra em
fa das embarcações e do velho trampolim e quantidade normal desses alimentos.
Eis uma relação dos preços encontrados: nabos, Frutas: laranja ,'ima, 50 cruzeiros a dúzia; laran.ii Ao mesmo tempo, os dirigentes dos demais
prática do jogos violentos. 20 a 30 cruzeiros o quilo; cenouras, -tu a 50 cruzeiros; seleta, 55 cruzeiros; mnmáo 15 cruzeiros; limão. 85 cru- 7 Sindicatos que congregam a categoria pro*
— Já nào podemos negociar. Além dos preços ex* tomate, 80 a HO cruzeiros; inhame, 50 cruzeiros; cebola, zelros; banana prata, 30 cruzeiros o quilo; banana dú- i fissional estarão
COSME E DAMIÃO presentes, juntamente com o
torsivos oue nos sâo impostos pelos comerciantes do 90 cruzeiros; chuchu, 3f> ciuzelros, vagem, 60; jiló, 20; gua, 20 cruzeiros. : Sr. Humberto Campbell, diretor dn Federação
A medida aqui preconiiada em atenção : de classe, debatendo com ns proprietários dos
a pedidos de banhistas, já vem sendo posta "PORTUGAL ; estabelecimentos de créditos, objetivando con*
am prática com muito êxito no outro lado da ii CANTA E DANÇA PARA 0 BRASIL", DIA : seguir normalizar o impasse, com a obtensãu
baia.- Trata-se da utilização de duplas dc
"CosmeeUamião" ide boinas, camisas olimpi-
| Guerra de Boatos Para Desagregar "CAIO
MARTINS", EM BENEFICIO DO IPAIN
;
i
da tabela salarial apresentada, Os banqueiros,
por seu turno, ficaram dc oficializar, hoje. a
eas e calção, e sem armas") no policiamento 16, NO i contraproposta feita na mesa-redonda anterior,
preventivo.
Em Niterói, o comandante Túlio Madruga a Disciplina Nas Forças Armadas UM AGRADECIMENTO E UMA CONVOCAÇÃO UO INSTITUTO
DE PROTEÇÃO E ASSISTÊNCIA A INFÂNCIA DE NITERÓI
:
;
de 15 mil cruzeiros geral de aumento, a partir
de 1 déste mês, com mais 5 mil dc março em
— que tem tomado uma série de providén- i diante 'para compensar no próximo acórrioi,
CAMPANHA ale boate» visando a detotre* teria sido o porta-voz. junto ao Presidente da Prumo*.ido pelo Centro de Turitmo ile Portui»!, pela "Flumllur" adicional do 6 mil cruzeiros aos comissionados
cias restabelecendo o prestigio e a autoridade A gatão dat Força» Arma doa a a quebra des República, da posição de um grupo de seus |
da sua PM — nào encontraria maiores difieul- companheiros que discordariam da orientação
r pei*-» Gravadora Murei, »erá realizado domingo prosimo. dia 16, i e caixas; 60"; minimo de melhorias salariais- c
dades para adotar tal pro>idència uma vez que principio» da disciplina • da hierarquia mlll- a partir dai IB horas, um -crantlf fr ativai luno-hraslle Iro, no ginásio a instituição dc utr.a comissão paritárla, imo-
dos chefes militares mais destacados. O Gene- "Calo Marliim", cuja renda vai beneficiar o IPAIN — Instituto de
importaria na utilização de apenas 6 duplas de I Ü tar foi Intensificada nestas últimas quarenta t ral Cnlo Garcia esteve com o Presidente pela Proteção e A»»i»tênei» i Infáncl» de Niterói — uma orfiiniiacAo
grada por patrões e empregados, para apresen-
"Cosme-e-Damião", divididas pelas Praias de oito horas, como eart» de proframa da cha- tar conclusão sóbre o salário profissional de
mada "guerra psicológico" movida pelos gru* última vez na homenagem dos Sargentos, em com mala de 48 anoi de serviço* A cama da criança pobre e deiva- bancário dentro de f!0 d Ins. Neste período se-
ltaipu, Icaraí, São Francisco, Flexas e Boa Cascadura, há mais dc quinze dias e nào tra- lida de no»»» cidade.
Viagem. centra o Oeverno,
pos polltkes ultrapassado» "esforço tou de nenhum assunto do gênero. O General A diretoria do IPAIN cumpre com o dever de agradecer nenil-
: gundo os banqueiros, nenhum empregado
AÇÃO SERENA ãs vésperas de inicie de concentra-
tnio Garcia é um dos chefes militares do Exér- blliikd» a Iniciativa de Uo florlota» e prestlflo»»» or(»niz>(J)e» que ; poderá ser despedidos sem justa causa.
do" de Congresso, que vetará es pro|etos so* cito mais chegado ao Sr João Goulart, cuja vio »pre»enl»r a Niterói um eapetárulo dlfno de «er vl»to e admirado.
A exemplo da Guanabara, a "Policia de licitados pelo Presidente da República, Inclusl- ; • COMERCIÁRIOS: — Comerciários de Nilo-
Calção" deveria começar a agir imedlatamen* posse defendeu, rebelnndo-se com sua tropa, Secundo proframaçio que foi apreaenUda à Initltulçlo, con»- rói. revoltados com a aliança do ex-presi-
ve a data para a realliaçle de plebiscite. em Urugualana, durante a crise de agosto do tara de "show" a eiiblcio do» Grupo» Folclórico» da» Ca»a» do Ml-
te, com a incumbência, primeira, de dar a Ainda ontem, wm matutino de respensabl- ano passado. nho, da Ilha da Madeira, do Farto, de Trá» o» Montei, da Vila da ; denle Orestcs Porto c o ex-vice Luiz Vieira da
presença da Policia na praia e aconselhar os lidado divulgava noticias alarmistas sobra su- Feira, do Orfeio de Portugal e do Orlei» TortURuè», com iii» ; Silva, com empregadores, no sentielo rie ado.
banhistas a respeitar as leis que proíbem a dança» e rantlra» de cada retlio. trajando uniforme» típico». Ha- | çâo de medidas de represália à comerciários
prática de jogos violentos ifrescobol e outros)
e o tráfego dc lanchas a menos de 100 metro.»
da areia, orientando-os. ainda, dos perigos que
oferecem o velho e carcomido trampolim e o
i i ?
postas dltionciet nos altos comandos mlllta-
res a movimentos de Insubordinação da alguns
grupos ds oficiais que nie estariam solidários
com as três notes emitidas pelos ministros mi*
Vr Medido». Contra ai Faltas Noticiai
Ontem à noite mesmo se sabia que o Chefe
da Casa Militar da Presidência da República,
General Amaury Kruel, determinava a ado*
verá também "teatro dr arena" com apretentaçAo da peça "O can-
to do ciane", de Tchekov Loto apii», «enliorita» eleiaiitinainia» da
nona floriedadr denfllarln modeloK da conhecida caia "Prét-ã
Porter". Será apresentado, tambfm. o fahulnio Booker Pi Um a n e
ma filha EUane, com o teu "Jau" ár fama mundial, que acaba de
; que se declarem eleitores dn chapa de opo-i-
; çáo. ao pleito que sc realizará no dia 26 pr».
| ximo, tentaram arrancar dn parede da sede rio
| Sindicato o retrato do ex-presidente Orestcs
banho nas águas próximas aos desaguadores lltares per ocasião da formação do Gabinete
Brochado da Rocha, qua proclamaram a llegl*
ção de providências que evitassem a repetição chegar dos Kstados Unidos. Passistas de fama nacional serão tam- [ Porto. Não se consumou a vontade dos comei-
dc e:.,otos. da lamentável difusão de falsas noticias ten- bém apresentados, além de outros artlntas de renome no rádio e : ciários a pedido do candidato do oposição, pc.
A -Polícia de Calção" poderia, ainda, ter timldade do regime parlamentarista enquanto dentes a dar a impressão da existência de dis- na televisão. j: dro Mnnclarlno, ejue aconselhou seja o caso
aos
as seguintes incumbências; ai dar combate "sal- nio foseo homologada pele referendum pe- sensões e manifestações -le diclpltna no seio Uma noite de autógrafos será realltada na mesma oportunidade discutido e resolvido por uma assembléia go*
"ladrões da areia"; b> auxiliar os guarda? pular. das Forças Armadas Aliás, o General Kruel e uma dezena de barracas serio dispostas em volta do "Calo Mar* j ral da classe.
va-vidas" 'organização particular); c) ajudar A verdade a respeite da posição qua te- tem sido um dos maii visados por essa rede tina" para di.tribulcio de "«ouvenlr»" de Portugal, alím do» açu»

a localização de crianças perdidas; entre outras.
JOGOS
riam assumido alguns maiores o capltias • a
seguinte:
de intrigas.
¦& Marinha • Aeronáutica Unidas
petiscos c outras coisas.
Alem do eapetáculo em •!, cada conjunto de 30 (trinta) Infrea-
sol dará direito ao sorteio de um rico álbum com 5 (cinco) "long-
Ê
AGRADECIMENTO: — A todos os amigos
e dirigentes sindirais, Federações. Sindica. 1
I X O Capitão-Tenente Dalmo Henalsar, de
Corpo de Fuzileiros Navais, elemento de cha- play»" de milalca» típica» reflonal» portuiuiia», alem de bilhete»
tos e Associações Profissionais dc Niterói e do
Interior, que me enviaram e ao Desembarca-
Paralelamente a esta atividade, fazemos "Enquanto para um outro sorteio, a realizar-se no dia 22 de dezembro, com
um apelo ao Comandante Túlio Madruga, no mado "grupe Silvio Heck", andou pela Vila • oposição prossegue lançando dor Celso Lana, Presidente do TRT, telegramas
boatos e forjando intrigas, tentando, sem êxito, prêmio» de viagem, uma EM VOLTA DO MUNDO e outra» quatro
sentido de obter das autoridades municipais, Militar cem a Incumbência de mobilizar ofi- M Portugal e aos Estados do Brasil à escolha do contemplado. e ofícios de congratulações pela nomeação do
autorização para demarcar trechos das praias ciais contra os chefes militares, |á que na Ma- quebrar a unidade das Forças Armadas, os Ml- Para uma festa tio grandiosa e de tio excelentes perspectivas, redator desta coluna pnra a honrosa função de
Ijunto às calçadasi para a prática exclusiva rinha a sua mlssie nio pode ser cumprida. nistros Pedro Paulo dc Araújo Suznno e Rey- de Empregados na Justiça do Trabalho,
naldo de Carvalho Filho concluíram entendi- a diretoria do IPAIN sente-se no dever de convidar o povo e a so- Vogai
de jogos fvóli, cabo de guerra, peteca "bate- Fracassou Inteiramente nes seus ob|etlvos. O
mentos visando a unir cada vez mais as duas
ciedade de Niterói, que nunca têm faltado à benemérita Inatltuiçiii, os nossos mais sinceros agradecimentos.
Quan*
bola" e outrosi, de forma a náo impedir a Capltio-Tenantt Dalmo decidiu articular com- O preço da mesa, com direito ao rico álbum, com S "longplays** to as providências que se diz estilo sendo adn.
corporações e assim fortalecer o esquema tadas ou tentadas dn pnrtc do conhecidos se-
prática de desportos. Esta providência viria -5 panheiros contra a orientação des chalés mi*
militar do Governo que tem sua principal base e quatro bilhetes para o-sorteio das viagens, será de seis mil cru-
disciplinar tal prática. § lltartt dtpolt de ter sido poste à disposição seiro», O Ingreaso individual matará 230 cruielro», sendo que rntre (ores reacionários c determinados indivíduo-,
BICICLETAS i \ do Comandante de Cerpe de Fuzileiros Na*
vais, com quem tèmla servir. Já ontem havia
no Exército. O acordo para que pilotos da
FAB trabalhem lado a lado com seus compa-
nheiros da Marinha, no porta-aviões "Minas Ge-
cada trinta ingressos, como se disse, concorrerá ao .sorteio do ai-
hum com 5 "longplays".
no sentido de se Impedir à nossa convocação
parn o exercicio do cargo, pnra nós não ron •
Um velho apelo da Sra. Francis Leveren,
i ? passado a ausente, devendo ser convocada heis rais" está concluído e vigorará dentro de pou-
Os Ingressos r as mesas poderio ser encontrados, durante esta se* fiuti surpresa, files ronheeem nossa posição,
g mana, na sede do IPAIN, à Rua Visconde de Morais, esquina dr
rio Serviço de Proteção aos Banhistas i recusa- = por edital, devendo sa apresentar sob pena da cos dias. Andrade Nevea; na aedr da "Flumitur", i Avenida Amaral Peixoto. e é compreensível que estejam apavorado-:.
do pelo ex-Prefeito Wilson de Oliveira*) é re- = passar a desertor. I conhecido na Marinha pe* 4.tô, no "SuperhaM Magazine" à Avenida Amaral Priioto, esquina
novado agora, ao atual Chefe do Executivo: de = Ia sua posição contrária ao Covirno e é pessoa -.**¦ Jair Pelo Plebiscito de Visconde de Uruguai; nas casas "Grand-Jóla»", "Seduçio Modas", • ASSEMBLÉIA: — Os trabalhadores nas fá*
"Tecelagem Amazonas", A Elétrica, â Rua Visconde do Uruguai, E brlcas dc conservas, pescados e rie dores rie
permissão ao SPB para instalar boxes desti- = de confiança de Almirante R/1 Sílvio Heck.
"Casa Borges", "A Ksmaritsna". "Instituto de Beleza Atheims", à Niterói reúnem-se em assembléia
nados a biciclietas, na areia e junto à calça- = I»»e fei o movimente que se pretendeu Do Rio Grande do Sul chegam-nos infor- gernl no pró*
da'. Isto acabará com o drama observado nos = fazer cem Capitães e Majores a que morreu maçôes de que o General Jair Dantas Ribeiro, Rua Otávio Carneiro ní «, em Icaral, "Cabeleireiro» Avatar", i Avr- ximo din 12, às 18,30 horas, no Sindicato rio-
comandante do III Exército, tem reiterado aos nlda Kaláclo dr Sá, "Instituto llr Beleza Clíu", á Rua Alvare» de Metalúrgicos lá rua Coronel Gorees Machndn
dias de maior procura à: praias, quando sua** E IJ per falta de adeptos. Azevedo; "Jofra, Turismo, Publicidade", i Rua Alberto Vítor nv 22, eni Niterói) Vão
calçadas são dominadas por grande número = Comandantes de Corpos Oficiais dc todas a.s e, ainda, em de/enas de casas comerciais de Sito íiunçalo. Ponse* 122. debater com respeito ..-,
de bicicletas. Tais boxes, montados sem ônus E * -> Inio t Amigo de Jango patentes das diversas guarnições elo Sul, sua ca, Barreto, Santa Roía, Cubango, Engenhoca e Saco dr São cumprimento do acordo firmado rom as em-
pela Prefeitura, seriam controlados por cria- = *» posição dc apoio ostensivo i orientação do Go- Francisco. presas, em 1.° rio junho último, de 95"; sôlin-
ar.çss dos orfanatos oue. em troca, teriam di- § Outra exploração, aivulgada ontem, foi ten- vérno do Presidente João Goulart e defenden- Adquiram, desde agora, a*, suns mesas r os* seus ingressos par» os salários vigentes em 1961.
reito à cobrança dc uma- "taxa de vigilância" = i taria com o envolvimento do nome do General do. como recentemente o féz cm entrevista à a crande festa de dominuo. Ifi do corrente, a partir dc I!) horus,
$ Énio Garcia, ex-chefe de Gabinete do Gene- imprensa, a realização do plebiscito como con- no Ginásio "Caio Martins", denominada "Portugal Canta e Dança • CHAIM WELCZEK - Causou trancle n-
dc Cr» 5 ou Cri 10. A medida evitaria, ainda, =
í ral Segadas Vianna, afirmando que o mesmo diçio de legimidade do regime. percussão a conferência profor-da pp;.,
o grande número dc roubos dc bicicletas. 5 Para o Brasil", em benefício do IPAIN.
medico Chaim Welczer. no die. 4 ,'iassndo nn
Associação Médica Fluminense, abordando
CANDIDATOS CONTRA
TÚNEL RIO-NITERÓI
I ELOY DUTRA DENUNCIARA HOJE NA CÂMARA O TERRORISMO ECONÔMICO I S£SllíSi£Í
tara nn p.ssunto,
Deputado Eloy Dutra denunciará hoje. no início tar de Inquérito que investigue a procedência de di- da é o verdadeiro chefe do terrorismo econômico da em palestra a ier promovida
0 do "esforço concentrado", o terrorismo econô- nheiro gasto pelo IBAD. pelo Sindicato elos Jornalistas Profissionais
Os candidatos ao Governo do Estado do Guanabara que tem como objetivo real a Instauração do Kstado do Rio.
mico na Guanabara que segundo revelação já feita PROVAS — Entre as provas que serão apresenta- de uma ditadura fascista no Brasil.
Rio, Ministro Badger Silveira iPTB-PDO. Se- pelo parlamentar através da televisão é orientado pelo das por Eloy Dulra, nn Câmara, constam verias re-
nadores Paulo Fernandes iPSD-PRi e Mi- IBAD que usando anexos de igrejas para suas reu- CONSAGRAÇÃO NA PORTELA — Nos seus úl- REUNIÃO — A Comissão Executiva qii"
vistas do IBAD em que essa organização prega o boi- organiza o torneio de fulebol inlprsindi-
guel Couto Filho «PSP-MTRi, manifesta- niões. promove boicote a jornais e empresas comer- cole a jornais e o estrangulamento das empresas es- timos dias na Guanabara antes de partir para Brasi-
ram-se contrários à construção do Túnel lia, a fim do participar do esforço concentrado, o cnl, promoverá nova reunião ho|». às 20h,
ciais com o objetivo de calar a imprensa livre e dessa tatais como a PETROBRÁS, Companhia Siderúrgica no Sindicato do« Rodoviários iá Ruk Mure-
Rio-Niterói, declarando-se favoráveis à liga- forma influir nas eleições para que o povo vote nos Nacional e Banco do Brasil. Deputado Eloy Dutra compareceu na noite do dia 7
ção entre as duas cidades por intermédio ao "grito de Carnaval" da Portela, quaneio recebeu chal Deodoro. 74 pm Niterói), Estarão
candidatos da direita. DENÚNCIA FORMAL — Também uma denúncia pr*-
sentes diretores ele Dcpnrlr-mentos Recreati-
de uma ponte ou através da melhoria dos Segundo revelou o Sr. Eloy Dutra logo após seu formal está sendo estudada pelo Sr. Eloy Dutra e vá-
serviços marítimos existentes. Os pronun- APOIO DO PDC — Vinte candidatos- a Deputado vos de diversos Sindicatos.
elamentos, feitos a propósito de reportagem discurso — denúncia na tribuna da Câmara dos rios juristas. A denúncia contra o IBAD deverá ser Estadual pela legenda do PDC ofereceram ontem à
divulgada nesta seção, focalizando os as- Deputados, encaminhará um requerimento de infor- encaminhada ao Ministro da Justiça e bo Conselho de tarde na sede central de propaganda daquele partido MÍ*SIC*OS — Representantes Ce. cércn de
maçôes uara saber qual? as providencias que o go- Segurança Nacional, para que esses órgãos competen- um almoço an Deputado Eloy Dutra e Aurélio Viana, .1.500 músicos fluminenses estuo cogitando
pectos negativos da construção do Túnel, vérno federal tomou para acabar com o terrorismo tes tomem providencias legais com relação à pressão
serão trazidos ao conhecimento dos leito- candidatos respectivamente a Vice-Governr.dor e a de levar a e*ciio nma reunião om Niterói
res, oportunamente. O candidato trabalhis- econômico. Assim que tiver a informação em mãos terrorista do IBAD. Senador. A manifestação em favor los dois cândida- ainda este mês. Vão tratar ele importantes
ta Badger Silveira., já têm, Inclusive, um o candidato das fôrçás populares a Vlce-Governador CL É O CHEFE — falando à nossa reportagem o tos das forças populares compareceu também o Depu- assuntos de interesse da classe.
do Estado da Guanabara iniciará a coleta de assina- Sr. Eloy Dutra afirmou que em seu discurso de hoje lado Afonso Arinos Filho, que concorre a uma cadei-
plano de ação sobre o assunto. Os cândida- turas para a constituição de uma Comissão Parlamen- ELEIÇÕES — Estão programadií-s para os
tos Tenório Cavalcanti e General Macedo na Câmara provará que o Governador Carlos Lacer- ra na Câmara Federal.
Soares, ainda não examinaram o problema. dlns 24 e 25 ns eleições no .Sineli.-ato dos
a*++++++ ++++•++++¦++*+¦*¦+++•+¦*+++¦++¦+¦+++* +•*++++++++•+++*¦+++++++•+ *£= Têxteis de Iiihomirini Maijé. Em clinpa uni-
| BARRA MANSA : SERVIDORES MUNICIPAIS SAEN INICIOU COLOCAÇÃO DE MAIS
H=
ra encabeçada pelo atual presidente'. Sr. Ciui-
lherme de Carvalho, fiRuram aludi os Srs.
FINANÇAS EQUILIBRADAS (COM Erinonis da Silva,
SALDO) E CIDADE ABANDONADA
I PODEM IR À NOVA GREVE POR PAGAMENTO S
=
Aprli?io do Nascimento
Rubens de Sousa e Adelino da Costa.

A despeito do pequeno atraso no paga- MANIA lata cidadã [Md* tar atlrt* —
valho Janotl para tollcltar-lh* * llberaçio dot
1.200 METROS DE CANO NA ZONA SUL • ASSOCIAÇÃO — Operários cm tinlurH-
BARRA ¦Ida por uma nova grtvt gorai doa tarvldo* 41 mllh6*t d* verbat |á «mpenhadai pela S*cr*. = rias e lavandarlas deram entrai!?, na De-
mento do funcionalismo io pagamento de Ju- acordo com as medidas adotadas pelo Sr. Herbert Fe-
lho terminou dia 8 de setembroí, as finanças
estão equilibradas em nossa PM, No mês de
rot municipais, ou* há dolt moit»
bom mus salários. O Pr*f*lt* J*lo Chltn* PI-
nt* p*rc«- taria d* Finanças.
Embora esteja empenhada a verba dc 45 ml-
D*|E llclano Pinto, Superintendente da SAEN até dezembro
legneia Renionnl do Trabalho de documenta*
ção solicitando o registro da -íssnclaçi-ir. ele
lh*, por ttu turno, afirmou «.u* a Pr*f*ltun nl* Ihões, o Prefeito de Barra Mansa atendendo á vindouro estará concluído o serviço dc ampliação da rédc classe.
agosto, a Tesouraria arrecadou Cr$ 102 ml- abastecedora de água, para o Bairro de Icaral, compreendi-
lhóes e paeou oitenta milhões de cruzeiros t*m mtlos para *f*tuar • pagamento a*m r*c*- ponderação do governador de que o Estado atra-
bor ai cotas qut lh* dav* * I*tad*. vesta grave crise econômica, irá solicitar, pelo da na zona junto à praia. Trata-se do perímetro onde mais • AUDIÊNCIA -— Hoje. às 14 horas, ns dire*
ao seu funcionalismo. registrando, por- se acentuou, no ano passado, a falta de água. tendo o su- 1 toros do Sindicato dos Trabalhadores nas
tanto, um saldo de CrS 22 milhões. Em igual Preocupada com a altuaçi* do* aorvldoraa, menos, o pagamento de 10 milhões de cruzeiro»
o Pr*t*lto J*ie Chl**«« Fllh* virá n* principio com o que colocará em dia o pagamento dos ser- perlntendente posto em açào, um plano elaborado pelo En- Empresas de Energia Hidrelétrica, voltarão a
período do ano anterior, a PMN despendia genhelro Belarmino de Matos, que atenderá futuramente to- se reunir eom os representantes ela Cia. Vera
CrS 62 mllhóes com o seu funcionalismo com d**ta Mmen* aviltar-** cem • Governador Car- vidores municipais.
ipaeamenio por 2 meses a receberi e a arreca- do aquele bairro e ainda parte dc Santa Rosa. Cruz, fine explora os serviços de força e lu/
daçáo era leual ou Inferior. O fornecimento será 10 vézeR maior do que o atual, em Nova Iguaçu, Helford Hoxo, Sáo Joáo de
quando a obra estiver pronta, uma vez que a SAEN está co- Meriti. Vassouras c Miguel Pereira, om au*
Com estes dados, poderíamos dizer que
o Sr. D. O. tem um mérito a seu favor: con-
seguiu elevar a arrecadação municipal em
CAMPOS: SINE VAI
PAGAR ATRASADOS
CONSTRUÇÃO DE ESGOTOS PAROU: locando canos dc 50 centímetros dc diâmetro, calculando-se
que até dezembro Já tenha assentado cerca de 1.200 metros,
déncla nn TRT. A classe pleiteia 70?' . e os
empregadores contrapopõem 65C*..
diminuindo assim, o problema da falta do liquido pelo me-
mais CrS 40 milhões mensais. Teria outro mé-
rito (alcançou um superávit; que, contudo,
não pode sei considerado em face da dlml-
AOS OPERÁRIOS COSAN HA MESES SEM DIRETORIA nos até a Rua Marlz e Barros, Os serviços de colocação fo-
ram recomeçados a partir da Rua Mem de Sá, e deverão
E • ACORDO — Paia assinar novo acordo sa*
= larlal. em base ele 43"'. dc reajustamento
nulçào d» serviços o despesas municipais. = presidente do Sindica- § salarial, a partir de 1 do corrente, a Diretoria
Na gestão do Sr. DO a PMN deixou de **= !:' 0 to dos Trabalhadores eon«»«ü*nc'n da ni* oxlitêncl* d* diretorli na Comlttio de atingir ainda as Ruas João Pessoa, Ary Parreiras, Pereira = do Sindicato dos Trabalhadores nas Indús
EM •brat d* Saneamante d* Niterói (COSAN), tf Tào paralltadit
""***: Irias de Construção e do Mobiliário dc Volta
manter o Hospital Antônio Pedro, que lhe nas Empresas de Carrls da Silva e Moreira César, formando uma espécie de anel
ocasionava uma despesa de CrS 90 milhões i! Urbanos de Campos, Sr. nê 4 m*t*l o* empreendimentos deitlnadet i dotar o Saco dt
onde seráo ligadas daqui por diante todas as redes reslden- = Redonda e Barra Mansa, lem encontro eom o*
anuais; fechou o "Pronto-Socorro" de Pendo- ;i Joáo Carneiro, conseguiu
São Frinclco * a Ennenhoea, de rtdet dt ttootoi, melhoramento
ciais. g empreiteiros, na entidade patronal, na quarta-
tiba e Juruluba: o Teatro Municipal e ou- I receber ontem, o cheque de há multo ansiado pelei moraderei doi retpectlvei bairro*, g feira. As questões de férias e do salérlo-faini-
tros serviços. I 5 milhões de cruzeiros da O Sr. Herbert Fellciano Pinto disse que êsse projeto, de = Ha ficaram para ser debatida posteriormente.
de Finanças Desde que o engenheiro DII- A extensão da rede de esgo-
Outro aspecto negativo: embora negando ; Secretaria son Pinto sc demitiu da presl- 1 tos para a Engenhoca foi sub- autoria do Engenheiro Belarmino de Matos, resolverá, quan- = • "FLASHS" — Foi registrada a candidatura
o abono d« CrS 3 mil tm 3.009 acrrldorn mu- contra a Recebedorla de dencia da COSAN. o órgão ficou metida a concorrência, tendo a do fôr totalmente completado, a situação do abastecimento
nkiapis (CrS 9 milhões mensalsi, o Sr. DO !! Rendas do Estado, em H= do Sr. Itafael dc Almeida, no THE, sob o
acéfalo, pois o Governador até proposta vitoriosa atingido a ca- de água para a zona sul. As despesas para a realização da número 1.206. E' candidato a Deputado Esta-
conseguiu elevar a despe** com o funcionalls- !; Campos, para fazer face hoje nào nomeou outro presi- sa dos 60 milhões de cruzeiros,
mo, de Crs 62 milhões para CrS «0 milhões, ! aos pagamentos atrasados primeira fase desse trabalho estão orçadas em 18 mllhóes dual. • O Sr. José Pio Dutra, Diretor da F>'-
dente e os demais membros não o Rstadu terá prejuízos consi- dc cruzeiros. SH deracão dos Trabalhadores nas indústrias de
através da concessão de reestruturações Uo- ; desde Julho, concernentes se reúnem por falta do dirlgen- ; deriveis com o abandono cm E Produtos Químicos e Farmacêuticos, recebeu
ladai, que mais acentuaram as diferenças de ! ao reajustamento salarial te máximo. Embora tendo dei- : r)Ue se encontra o órgão, pois
tratamento no selo da classe, e na admissão ;; de 7.500 cruzeiros obtidos S muito bem a campanha conlra os falsos labo*
xado o cargo, o Sr Diison Pin- novas concorrências tcrào que g ratórios encetada pelo Sr. Chaim Welczer. •
de qu««e 100 novos servidores, por ocasião da ao Governo para o pessoal to aprontou em tempo recorde íer feitas, para que os preços
greve dos barnabés. I do SINE.
todos os planos de realizações, j sejam atualizados, _\ O ex-Assessor Sindical do Sr. Celso Peçanha.
Enquanto Na segunda-feira, às 19 b Sr. Hugo Millan, comentava quase sem poder
o seu antecessor
comprar uma Usina de Asfalto, britadelras.
conseguiu
!: horas, o líder sindical pro-
algurv* com concorrência feita,
bastan lo apenas a aprovaçào do Enquanto isso, uma das obras ÀPRAÇA b conter dc tanto rir, o espancamento de uni
3 ambulâncias para o HAP, 15 caminhões pa- ; moverá assembléia geral. Secretário de Obras para dai inadiáveis para a população de REFRIGERAÇÃO FLUMINENSE I.TIU., eatahelecida a Kua
5 comerciário pela turma de Tenório, pelo fato
ra a Limpeza Pública e Usina de Asfalto: pa- ; quando exporá à classe começo aos trabalhos Niterói e São Gonçalo. que é a Marechal Deodoro, ISO. nesta cidade r INDÚSTRIA FLUMINENSE g do comerciário haver declarado — que votaria cm
vlmentou diversas ruas: 15 de Novembro, Ba- ! que a conquista do 13.° ampliação da estação de Laran- 1 lladger. E acrescentava, rindo: ele teve sor*
rfio do Amazonas e outras, além de come- A COSAN tem em caixa 520 DE REFRIGERAÇÃO I.TI1 \„ ntiibfl"iiel» » Eslrndii Amaral Pri-
! més, e que, os Cr* 2.500 continua
milhões de cruzeiros, oriundos esquecimento, sendo sua execução
jal, relegada ao
xoto, ni-llõnirtro, 7. Tribohó, em KSo Gonçalo, tomutlUnm aoi fcfiis
g te, pois poderia ser fuzilado".
çar Igual tm balho na Alameda Sáo Boa ven- ; restantes do peddo Inicial do Fundo de Saneamento e da pois
tura, dias antes de ser deposto, o 8r. DO pou- nmlioa, illrni*-. . m, comérrlo em Irrsl, que o Hr. FLORI ANO
; de CrS 10 mil de aumento, Cslxa Econômica Federal do Es- contrato
é da competência da COSAN. O b • EM FOCO
co fêz, a despeito do apoio total dos vereado- segundo afirmações do Go- Já está pronto e o MACHADO PEREIRA, n*-8li. dal», dcixiMi ile rn/rr pirle desta» l.lunil ela
res, das classes produtoras. ; remador, seráo tsmbém tado do Rio U00 milhões), Ape- custo d» obra loi orçado em 1011 flrmua, ciinforr.ir dlatntii assinado. E Silva M e 11 o.
O apoio â atual administração, redundou ;• pagos. Já que a verba de sar disso, as obras que deverl i milhões de cru^elios. b Diretor do
realizar estáo paradas, senda INDÚSTRIA FLUMINENSE l»F. REFRIGERAÇÃO LTDA
na melhoria da arrecadação e contribuiu ln- ; 40 milhões de cruzeiros.
que a do Saco de Sào Francisco aguardando Por outro Indo, continuam ai Atnn.isiid-, sonrrs n Háltliazar MnranliAo. b Sindicato dos
que uma empresa destinasse CrS ! desMnada á manutençáo ordens de execução, E J o r n a I I s<
S» milhões
20 Me-l.p**rfà PMN. !: do órgáo. foi aprovada pe- chegou a ser começada, inter- , REFRIGERAÇÃO FLUMINENSE LTDA.
para a realização de obras * ia Assembléia Legislativa. rompendo-ie porque a firma | ror P*rt« <*¦**. COSAN, os servi- a) Alunagllrin xoarrs ( nallhaz.ir Muranháo. § tas Proflssio-
de pavlmentaçáo. E o que féz o Prefeito DO S nais dn Esla-
vamos moütrar enumerando as obraa da PMN empreiteira nào sabia a quem ços de remodelação da rede de
esgotos do centro da cidade e E elo do Rio, Se-
no último ano de admlnlstraçio: Và«^dPdP prestar contai. E rretarlo do
do bairro e Icaraí. Os projetos 'Diário Flumi*
n Com*H° da abertura da Av. Beira Mar já estáo prontos e a despesa E
¦*¦ (havia prevista é d» ordem de 240 mi- b nana c". E'
prometido inaugurá-la em muòt-
to);
n Abertura e pavimentação do prolonga-
mento da Rua Professor Miguel Couto
Maças Para Serviço Externo lhóes de cruzeiros.
ÓTIMA OPORTUNIDADE
E
E
S
|
c a n d I d a-
to a Vereador
em Nite rói
(PTB - mi-
Filho; mero 2.410). MÊMêQ_Ê_9È_WIV ^_m >m\ t_m0ft0f9r*~
Importante firma, doita Capital, *ttá admitindo algu- Importanto firma dette Ceplttl ettá admitindo cerre- §
n Pavimentação das vias laterais às Pra- 5 Apoia Badger
"** cas SSo Domingos e mai mocas para colaborar na promoçàe do inédito lan- torot (et) pare lençemento inédito noite Capital (nio te
S ao Governo, e
da República; e
RJ Obrai de reparos do calçamento da Rua
Noronha Torrezão I ainda não concluí-
dos). E é só!
comento, noite Cepitel. Ótima remuneração
to oo Senhor Waldemar. Rua Sio Joée, 30, ieb„ dat •
Apresentar-
MAGAZINE trata de loteamento nem de eottet de Natal). Pottibilida-
det de ganho ilimitadas. Aprettnttr-ie ao Senhor Walde-
=
|*=
Michel Salini
Slld paia
Deputado \',s- f£___W » ^- 1 _W-^mm\ _&$Ê'm-izíimÈi'
ii 11 horat. mar. Rua Sio Joio, 20, sob., dat 8 ás 18 horat. Illllllll! .
tllllltltllllllllllllHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIllllllllllllllllllllllllr Rua da Conceição. 57 _\

iilllllllllliillllliiliiiiiiiiiiiliillillllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll11111111

'¥&/
ULTIMA HORA Segunda-Feira, 10 de Setembro de 1962 PÁGINA 3

TSE JULGA ESTA SEMANA 0 MANDADO DE SEGURANÇA DE BADGER


vS»s5aS«**-N'*s*-^^ -SSSfSiSÍSilfS-s^ S-SSSSs-SSSS.**-*^^ t**t*'_**i»SS^--*^^ IO iUH) — Nesta semana ae
"eslôrço concentrado", eminentemente
BRASÍLIA,
__ftl.lll.lÍ-llllliy*___.
24,H0RAS NO INGA I aUANTeF O
GRANDE n NUMERO
NrtMFftn DE DF PESSOAS QUE (ÍÍÍF 1 I lltica, o Tribunal Superior eleitoral devera
po-
também fazer pronuncia-
DEIXARAM DE RECEBER OS TÍTULOS Prefeitos Fluminenses Que São mentos fadados á maior
ARGENTINA repercussão. Além de sa-

Surpreendentemente, o governador
enviou
de licença para ausen-
CO' multo grande
o número de pessoas que
T deixou de receber seus títulos, sábado
residiu sóbre a cédula única. Segundo ainda
as instruções do TRE, o eleitor que não tiver
Candidatos Deixaram os Cargos POLÍTICA
bt-r-se a data de Julgamen-
o do pedido de registro do
' Assembléia pedido Partido ComfnUía Brs.si-
de. malas prontas, do prazo para retirá-los nas em mão o titulo, votará com um documento, e dois Prefeito:, fluminenses que são «andidatos nas FLUMINENSE
fnr.se do Pais, poi* Já eslâ último din ; leiro, deverá ser apreciado
fim de embarcar
Ullll/HIVHI
a Argentina. O "por- „,
para ,..-.— respectivas zonas eleitorais.
— (carteira de identidade). VINTE elelçíieç de 7 de outubro a outros ca riços eletivos, sollci- ;> o mandado de segurança
listória anula
ainda nao
não mi
foi uivuigiiuo,
divulgado, mas
mas p Somente na 23." zona — que cobre uma taram licenças de seus mandatos at»5 o dia 8 de outubro, em
m,c" da história Sr. --| n,é(|ia ,ic 40 m|i eleitores — cerca dc 300 elej. Tudo em Ordem cumprimento à dispositivo constant* na Lei Eleitoral de
impetrado pelo Sr Badger
loV.ii informaram-nos que o I da Silveira. Trata-se de pe-
tentes do 1958. Na maioria dos municípios, os Prefeitos transferiram
submeter-se a tratamento tores, deixaram de apanhar seus trtulos. Tam*
Carvalho Janotti vai O Sr. izamir Costa, chefe da 23." Zona
os carzos. Interinamente, a funcionários municipais, na es-
; dido de segurança contra o Ato Adicional, o
estado de saúde, abala- \ú,m nas reuniões dos mesários, marcadas pelo
médico, devido ao seu Eleitoral, disse a ULTIMA HORA que "pelo ;
¦ qual, se deferido, implicará na exigência de
I principalmente nestes últimos
dias. Vamos the, „ índice de freqüência foi diminuto. menos na sua zona, tudo está em ordem". Fri- ; pectatlva de que as Câmara.*. MunicÍDais decidissem quais urna imediata definição do Congresso.
! i*So os seus substitutos legais, uma vez que também os verea-
portanto
ter novo chore do Executivo.
1 Instruções
zou que o Juizo Eleitoral, já fixou a relação das
seções pertencentes a aquela zona. O Sr. Iza- ! dores candidatos não podem assumir as Prefeituras.
Julirará o TSE. ainda, caso lhe cheguem
a tempo a_ informações, os diversos manda-

Divulgamos
ESTADO-MAIOR
Mensagem do
í Nas reuniões havidas nas diversas zonas,
governador 0 funcionários do TRE deram várias instruções
nir, finalizou acentuando que os indivíduos que
deixarem de votar, estão sujeitos a uma multa
de 100 a 1.000 conforme prescreve o art
do Código Penal, além de outras sanções pre-
175 !'
;
Em Sfio Gonçalo o Prefeito Geremias Fontes (cândida
to a Deputado Feri:ral,, deslenoy um funcionário para res
P°nder pelo exoedlente da Municipalidade, o mesmo ocor-
''"""" "m Cf*»e *"m volta Redonda, o Prefeito Nelson
!
dos de segurança, impetrados contra as :m-
pugna'"<jes defendas pelo Tribunal Regional
Eleitoral de Sâo Paulo, em favor do* quais
foram concedidas meaiaas liminares.
•riaiido o Estado-Maior na Policia Militar. 0 para r>s fv*iros dirigentes das mesas eleitorais. ; ;
do mesmo nn sc* % O ponto capital dessas instruções no entanto, vistas em Lei. •! Gonçalves 'candidato a Deputado Estadual, foi substituído
Agora, damos a constituição (comandante),
liuinte ordem: um coronel
um 0
tenente-coronel; quatro majores che- g _*-###"**#
****_•*---*«*******#**«#**#
Lannea Em Meritl, depois
de ó dias de abandono da Prefeitura pelo Sr. Arlo T-odoro
i
I
subchefe,
Ml
.s de seções, quatro capitães (adjuntos das %
;!
1 "can-iidato a, Deputado Pfedcralt, assumiu o cargo c Verea-
:
7 Bocayuva Hoje om Brasília
fe
•ções), um capitão chefe do Grupo de Invés- 0
*§ BARRA MANSA: EMPRESAS LESAM PROMOTOR ESTUDA 0
"DEQUINHA"
í
}
dor Ivan Lopes, O Prefeito de Ma/.-ai'. Sr. Gerson Miranda.
foi substituído há dias pele vice-Prefeito Italmir Honório i O Deputado Cocayuva Cunha realizou um
"rush"
ligações Criminais, quatro primciro.s-tcnentcs LAUDO DE de Abreu: e o de Cabo Frio. pelo vlce-Prefeito Macãrio Lo- | pelo interior do Kstado. tendo vlaita-
auxiliares das seções c dois primeiros-tenentes 0
'chefes
de turmas. g EMPREGADOS E EXPLORAM 0 POVO JI 17. da l.-1 Vara Criminal, Sr.
nes. O Presidente Ap Câmara de Nova Friburgo. por sua
vez. assumiu a Prefeitura em substituição ao Sr. Amâncio

'
do doze municípios Em cada cidade por que
passou, o Deputado Bocayuva Cunha deba-
ESCOLA ; BARRA MANSA fUIIi — O Vereador Oswald Carminatti
denunciou da tribuna da Câmara Municipal, oue várias
0' .(ovino
mou qur
Marhaido Jordão, infor-
hoj**. o Promotor
de Azevedo.
O primeiro Prefi-if, a deixar o cargo foi o Sr. José Al- ;
teu com os trabalhadores as reivindicações ri*
população da reirião. O representante flumi-
•g J> empresas de ônibus estão obrigando os seus empregados a llrii-uo Veranl deveri dar o seu ves de Azevedo .candidato a Senador' que transferiu a Pre- > nense regressou ontem, r ainda hoje se^uirj.
parecer sõbr<p o laudo médico juro*- "esfór-

«__-.„_. _j
cação
Assinando decreto na Secretaria de Edu- p J assinar os recibos tle pagamentos salariais, com o aumento
o governador

lis, a qual denominar-se-a


criou escola
"Lions".
isolada na lo- 0 concedido à classe, embora continuem pagando os mesmos
0 «•níveis salariais do começo do ano.
A denúncia formulada pelo vereador revela que os mo-
s-r-nt.irlo pelos mrdlros do
dr .loHr Marcelino Ah cs. Incendia-
rio do Gran Circus Norte-Amcrlca-
nn.
Kstado X feitura '•'.ao vice Eduardo Nunes Machado. Entre outros Pre-
feito"-

Em Niterói
licenciado*, íi",.iram os de B*>rra do Pirai, Sr. Mu-
rilo Portugal; e o de Itaperuna, Sr. José Cerquelra Garcia.
•!
',',
|;
para Brasília, a fim de participar d»
co concentrado", quando estará defendendo,
no Congretto, as medidas de interesse do tra-
balharitir e em particular dos flumint-nses
toristas assinam recibos no valor de Cr$ 35 mil e recebem O Promotor tom trrs dias para
CURSO I apenas Cr$ 25 mil. As empresas de transportes obtiveram examinar a peça, pod. ndo prolon- Embora já tenha a sua candidatura a Deputado Esta- !
Adversários Sentiram Prestigio de Badger i
dual (PSD, registrada pelo Tribuna! P.egional Eieitoral e
Em despacho também assinado naquela |j.
í
;; um aumento tarifário da ordem de 50';, que foi concedido
com o fim precípuo de atender ao aumento salarial pleitea-
mar o pra/o do entrega caso s*-Ja
neces «lírio, A_ antortriadrs, entre-
esteja em plena campanha eleitoral, o Prefeito Dalmo Ober-
|;
•'•
',',
! do pela classe. laender continua exercendo o cargo. Ao ser procurado por O candidato das forças populare.*, e nacio-
Pasta, o governador autorizou a professora do 0 tanto, acham qut* o parecer s-trà jornalistas, declarou: 0 nalistas ao Governo do Estado. Badger Silvei-
ensino primário, Jacyra Ferreira Azeredo, a se jj O Vereador Oswald Carminatti afirmou que as empré- jornalistas, declarou
sas têm recursos para atender às necessidades financeiras
entr-gut: hojp meimo, a fim df —— "Eu ainda náo se! se minha candidatura íoi regis-
não sei 0
regis- ra, realizou. .*>abado. um comicio na localidade
ausentar da escola em que se acha lotada 0i
que o processo contra
"Dequinha"
fim de fazer curso no Instituto Nacional de 0 ;!•i dos seus empresados
e reclamou ação enérgico das autori- trada.
trad porque tenho e-,u:do mullo ocup_do em alimentar
;! 0 de Itatva. que ê cortada pelo Rio Muriaé, En-
Estudos Pedaiiógicos. i <t dades do trabalho e municipais. possa prosseguir. uns gatos síameses que trouxe para o meu gabinete..." ú quanto o candidato nacionalista falava, do ou-
# tro lado do rio Paulo Fernandes, Celso Peça-
******** nha e Amaral Peixoto tentavam a realização
PROFESSORA de outra concentração. Mas. o povo acorreu
"GUANABARA"
Foi nomeada pelo governador para rom- p
DA NOVO em massa : concentração da* forças popula-
re*-_ que ficou com quatro vezes mai_ assis-
pletar o quadro da Escola de Águas Clara.*,. 0 SUSTO EM PLENO BAÍA tente* do que o comício de Paulo Fernandes.
Município dc Itaperuna, a Professora Vi- 0

1
ANDO mostras mais uma vez Verdadeiro delírio popular verificou-se quan-
talina Martins de Andrade.
U
dtc que o sistema dc trans- do P.adger se dirigiu a compacta multidão
portes Rio-Niteról é dos mais que a aguardava o seu pronunciamento.
DIRETOR
precários e que as embarcações "Bode
¦„ que fazem aouéle serviço dc há Cheiroso"
Tem novo diretor o Departamento de As- p muito já deveriam estar fazendo
sistência Econômica a Lavoura. Trata-se do Sr. p parte do "Cemitério de Navios" Km todo o norte do Estado. Tenório Ca-
Maurício Marcou Caillaux, e o ato de nomea- 0 -, barca Guanabara na tarde de P valcanti está sendo chamado de "Bode Chei-
çao c tio Governador Carvalho Janotti i
¦ p sábado deixou na mào, as cen*
H|^ -B^^ ^^^«
É roso", t «iue o candidato das forças popuia-
tenas de passageiros que se
dl- _____________iH_^B-^-***l^''*---------^^*'^^^'/ mmrnW B____. WÊ$Ê$M p res. Badger Silveira, comparou o pequeno nu-
MILHÃO rlgiam para Niterói após o tér* 0 mero de votos que éle fatalmente terá. com
no Rio. dados em Jaboatão. cidade de Pernambu-
mino de suas atividades
os motores daquela em uns poucos eleitores desesperados, no
p co. por"Cheiroso",
O governador autorizou pagamento dal É que
subvenção ordinária de um milhão de cruzei- barcaçüo sofreram pane e poi z^f^ COM -RnlMiuoiw '^j"t_.7 '
^-B_-w__By * 0 bode que chegou a ser eleito ve-
ros à Casa Nazaré iInstituto Menino Jesus). $ isso ficou a barca a navegar ao ísí reador.
0 sabor das ondas por mais de
0
.%
f*'''--****'*'-*-^ p p uma hora Roteiro de Badger
Finalmente depois de quase
_ duas horas ras quando os passagei-
passagei
«S||Í^ FILMADORES Íf___B*^_I__^r ^~^^y^y^^^^ | Durante o subado. Badger visitou a loca-
SECRETARIAS ros ja se encontravam visível-
"ver P lidade de Barra do Fundão, o deposito de
ma-
ad-
0^ mente irritados de tanto <'¦¦• ¦À*m\wmr>mm. át__^_^^_bi-o11i obre tivo» Zoom r. ^V H fl__Ú___ •'? 0 teriais da t_'sina Termoelétnca dc Campo-
COMUNICAÇÕES socorro uma I
navio s", é que veio em seu
lancha da Frota
Barreto, ''lie féz o transporte de
^mWVmmW^ i«^*__N^2ir\ lóoie.--.» emtiutitk,.. < »%_H I por P.oberto Silveira:. Usina Sapucaia
0'¦quirida Parais«j.
e Outeiro. localidades de Lasar-
ontem. Badger esteve
Polo diretor do Departamento de F.stra- 0 alguns dos passageiros enquanto 0 to c Iulva No dia 0e
É na Santa Casa de Campo-, o campo de futebol
da* de Rodagem, foi assinado coni raio com 0 outra lancha fazia o reboque da localidades
dos 0 barca até Niterói. ^ nos funcionários da Prefeitura
firma especializada para pavimentação 0 de Quilombo. Dores de Macabu nesta cidade
trechos ligando Venda das Padras-Cachoeiras 0 A barca Guanabara, uma das houve uma vigorosa manifestação no cinema
de Macacu, Friburgo-Cordeiro e subtrechos 0 mais antigas naquele serviço, con.—
entre Cachoeiras de Macacu-KM 16.5 e Bom p estava como sempre conduzin- **CVv ¦ mm B^I-rV'-^) PBOitToms sono«os ot i • it «.»¦ ^r_^TlI¦ ' P local, promovida pelos alunos do Ginásio
¦>. ^* ¦ varirtiad. d_ modilo. ultropc- *B %\ «t\^J^pP
___¦ „ truido por Roberto Silveira . Tocos e Baixa
Jardim-.Moncrat. do passageiros em excesso. Qua- llpllv meiiWM Grande Â
Grande Hi-je, o candidato nacionalista estará

:pol^o,0ü
^^B IV V^i tetets Ton-.DéTt cj-dcmcs tc."~.«scet* mo- ™mm)^^^^^^^^^
sc dois mil trabalhadores se en- § em Santa Mana Madalena e amanhã visitara
FINANÇAS contravam em seu interior, pois, Padua, a tarde.
0 Itaocara e

nalismo devido as comemorações do


"Dia
| a mesma permanecera na Praça
Foi interrompido o pagamento do funcio- 0, 15, mais de 30 minutos, esperan-
da ^ do superlotar para ser dada a
Pátria". Hoje, ns guichés estarão funcionando 0 saída.
í: na hora do "rush" que os
mM ^^—L^-11.360,' ,, > ___ _____________¦__-_•¦ _T*% J_______9a_Í ¦¦
pars os diaristas das várias Secretarias, p
passageiros sào mais sacrifica- 0W W''t_ií»**4É!¦*.•' ¦'¦ -m$M H
EDUCAÇÃO | dos. são
ções
As mais antigas embarca-
colocadas em tráfego.* '* / ^^^j
.Sábado, sob a presidência da Sra. Idéia p
pondo em perigo a vida de fnT-'
SEMPRE UM VARIADO \ ¦: m

|
Is ____[
<A%m%i-
_^X_?
"../¦
_*¦**
Tfcjp
i^vèemm
.-jtf»0*-
ma* ¦^'^H
fPV^^u "**'-,
_______j______|

; ¦ *^S
Iharcs de usuários daquele ser-
Gomes de Almeida, a União dos Professores í? viço. Também a falta de vigi-
Primários comemorou mais um aniversário dc 0 lancia vem

^^ (í SORTIMEHTO DAS MAIS


prejudicando os que
sua fundação.
ENERGIA
vão saltar pois 0 povo, na ânsia
tle apanhar lnear sentado, toma
conta dos flutuantes impedindo fSjJÊtb-. J 1 j
em ,,_, ,,,j-
verba aproximada de quinhentos milhões tle p
o.s que chegam de saltar.

MÉDICOS RETORNAM í \ RENOMADAS MARCAS! / PS |


cruzeiros, será feito o aproveitamento hidre- 6
létrico do Vale do ltabapoana.
1I HOJE AO TRABALHO |
SEGURANÇA
médicos /VS
e dentistas
ASPERJ, que há mais
dentistas da
dc
íyfl^^S ^--^^ ^^^ ^^a
n Sr. Paulo Paciello. deleitado de F.cono-
ip
três meses se encontravam em
greve por reivindicações sala- CAMA**S
mia Popular, manteve demorada conferência riais, decidiram retornar, hoje, >'sí**-;''"""'¦^'¦^•-í . . rc''.»
Variei modeles tip- ., <**u
, mOJETOBES FIXOS **"=?í^_j'*ÍV„ ^^5_S_fc___ ^^^^_S
com o presidente da COAP. visando melhor às suas funções, ' _m
__^_P__________ miniatura — ymp.c-, aufcmatica-^ cu
^ ^^ / / ^T *3 *_2_3 ^^^¦l______^
•k-"-^
f**m»\mm,_,--., ^^l___r v
fl B s.<^^________H________''
enlrosamento da polícia com aquele órgão, no 0 Tal atitude ioi recomendada ^'Vto^»» Mim-outomanco*. q^ique, l,po i, d.=- / "~% >
combate aos sonegadores tle gêneros alinien- ***'£& pc.it,.r» Mouel:-. -..rr*. /
p0|o Juiz Jesus de Godói, do /'-
^* Á-*ffi?* # MAIS l',VÍ Em s-ua nove mararor.c ao in-
llcl0s' Tribunal

'¦i\W.y^r-127» tenor do Eslado do Rio. o Ministro Badçer


itecional do Trabalho,
P
SAÚDE enquanto aguarda-se o acordo § -üi-cira, condida'o dn PTB ao /ner. ;c apon-
conciliatório lado como vencedor nas umas de outu-
Amanhã, técnicos dn Secretaria de Saúde 0 Salário-Mínimo
estarão percorrendo os municípios de Teresó- i
polis. Três Rios, Paraíba do Sul e Sapucaia,
procedendo a vacinação massa da popu-
o movimento grevista defla-
»rM\n há 6 meses por cerca de
__ médicos c 4 dentistas, s
..^mmmmm^ ..
_,—^
__ *y. ->_ „„„i, 1434- lltUYl V xF^.
0
É
p
£
bro pTozimo, mauçurou mais um comitê em
Compôs. Durante a solenidade

nalisia, dizendo qur


troto., o Mi-
nistro voltou a raze- profissão de fe nacin-
"no momento iodo? de-
"" jot
lação rural conlra a poliomielite.
prendia
á reivindicação de sa
o
¦!' /^v *•- vem cerrar fileiras e exigir das autoridades
constituídas as reformas dc base"
lários: queriam pagament
ADMINISTRAÇÃO do salário-mínimo profissional.
A decisão, a ser tiada pelo PIHÀUD NÃO SABE SE ASSUMiRÁ
Foram fixados proventos anuais tios se- p Tribunal Regional do Trabalho
guinles funcionários aposentados: Dcjanira 0 — a ser dada brevemente
0 GOVERNO: DECISÃO 4.a FEIRA
Bittencourt, Hilda da Conceição Assunção. Con- I
0 conciliará o interesse de ambas ^k. mW^ I ***___•-" *^A ' I O preildente ao Tribunal de Justiça De-
ceição Fernandes Schuvvart, Irene de Matos i as partes.
Monteiro, Álvaro Maciel Batista, Pedro Alexan- 0p
yy'-y '^^Sm\.-: ^^'-^"ih^i-õtc'\ v ****rti f*V< i sembargador Luiz Miguel PinauQ. revelou que
não sabe se assumira o Governo do
dro tio Nascimento. Demóstenes Bitencourt iMos-
0 \. tfX£52m%W^ paio f/Ç^\\ rV.»" V.T Ví^l '•___-' .VVV» ¦f, amda
Estado e afirmou que so tomara a decisão
coso de Jesus. Rita Guines Agra, Luiza Nunes 0 D"'"" mccelo» ",^
tle Medeiros Pinto de Sousa, Antônio Vaz Ca- 0
valcanti, Slela Morais Simões. Leomar de Bar- p
O VISITE I. mSgBK^y omodore» r p.ol,»,ono,S.

Or,ée ^OL-^^^^^-^
_/ ; . ("j FIC/SS E RAIO. '. V\
J; |\'/ *VV
liepoio de receber comunicação oficiai da As-
sembléia Legislativa, comunicando o licen-
Benigno,
l*rtt lla.i. Filadélfia
;,,.,,. L**"l,. .] .'.II'.1.. Olívia "..,.-
da í Cruz
nil.,',., ,1.. Via- p
Va- -2 »mtS jm mmfám ¦é ci»n*"!ito do Sr. C"irvalho Janot:; e conti-
na. Maria tle Lourdes Drientll. Maria de Lour- 0 oando-o para o exercício do Pocie:
(les Cruz Ribeiro e Lourival Nunes dos Santos. 0 |! Os meios políticos fluminenses manifes-
Í 'aram. ontem, o seu receio dc qut a mais
i««m-v'*'-mm--m\**^^ p NENO ff alta autoridade Judiciaria do Estado venha a
¦¦¦^k-^L nwtNMít WÊ _¦____..„ J__._^. recusir a sua inve.stiriura nc Governo, a
BARRA DO PIRAÍ: PREFEITURA ( im\\\\ \\m mi wm __P mr! jmW ^m^^A^K\m v^____M\ exemplo de alitude aaotada por
ocasião da
p renúncia do Sr Celso Peçanha. quando, pro-
curado pelo Sr Carvalho Janotti. negou-ae
Atravessa Crise Financeira f V* »W\ \*2me+*^^ W >E rn i^^^^flH Wmmm a assumir
o Palácio do Inga
BAIIRA DO PIRAI IUHI — A Câmara Mu- 0
nicipal autorizou o Prefeito interino Mário p
Salgueiro a abrir o crédito especial de CrS p MAGAZINE v^*^^ _____________
_H
%¦'¦ m Xm^^^r^^^- aWf m\\\\ *^A *£ A convocação do DesembartradOr Lui/. Ml-
guei Pinr.ud se dará.
oficialmente, na proxi-
ma quarta-feira, quando a Assembléia Le-
2.900 mil, a ser empregado na regularização p realizara a sessão destinada a con.
'Io pagamento dos vencimentos do funciona- 0 NITERÓli R. Visç. Rio Branco, 521/23 - Teli 2-8341/45 cislativa—
como manda a Constituição Esta-
lismo e negou a suplementação de CrS 6 mi* 0
Rua da Conceição. 57 vocar —
dual os substitutos, legais do governador.
Ihões, que se destinaria ao atendimento de di* 0 Os demais substitutos do atua'. Cliete dó Exe-
• idas contraídas anteriormente. 0 lambem de todas as pressões, di stacan- eu: ivo fluminense são cs Deputados Sa Reco.
comunista E a missão do Ge- tramarcha.». mas
O Preíeito-inlerino declarou a UH que "se 0 ¦ As Pressões e o di,->e a sobrecarga dt. passa- Edesio da Cruz Nunes e Nicanor Campana-
11 Eslado não pagar as dívidas «iue tem com neral Mark Clark náo preten- rio. vice-presldentes da Assembléia Todo»
município, referente às cotas atrasadas, o fun* 0
0
General Mark Clark dera dar ra/.áo e força de de-
com
Jornais pressões.
Num balanço de Edisio Go-
do, enfeitada do lindo bolor,
ao mesmo tempo que prosse- éle.s são candidatos a cargos eletivos e dei-
cionalismo não receberá seus vencimentos no 0
à
cisão àquelas fontes... mes de Matos no "Jornal do jjue m atuanòü, consciente- xaram transparecei o propósito de não aten-
A impressão que tenho raízes idiga-se para clareza
Próximo mês. por falta de verbas". 0 Brasil"' sóbre política externa mente e sem molezas, os ho- || i.eren, a convocação, para não ficarem mi-
E acrescentou: — "Já fomos obrigados
hora em que escrevo, é tle do assunto) nos truit» e nos & iponto que interfere cana dia pedidos legalmente de concorrer ao proxlm»
0 a semana será fecunda. í mens e as torça*- que forjam
Paralisar Iodas as obras municipais por falia 0 que grandes consórcios! mais na política interna, in u tuturo. Depois, ha que lem- pleito
de mntcrVil e de verbas para adquiri-los". 0 evidente que as pressões não
se diluirão, como querem os A História Retifica... Problemas clusive e agudemente nas brar o dualismo ia existente

1
eleições de outubro, no plano estrutura econômica do | >-m*s*x-*íSv5N<*W^
sabidos Pois se até de (ora Entretanto, sobre a mesma t.laduais
na
federal c nos planos
Candidatos em N. Iguaçu Pai*, responsável histórico pe

f CONQUISTARAM
cias surgem, mais cu menos lei tle remessa dos lucros, a OCTAVIO MALTA — sobretudo nn Nordeste., du
ostensivas!. .. verdade se escreve com ou- io antagonismo c pelas pres-
trás letras. O próprio "Diário o repórter que Afonso Arino» soes.
Seis candidatos a Prefeito e 425 à Câmara p Na sua coluna do • Diário de aponta comu unia das t-aii*.a*
Municipal, foram inscritos Notícias', por exemplo, Hélio de Notícias", en*. sua coluna (Nãn h» vinhn que embriftpic co
disputar as elei- 0 mo a \r rdailf — M df \»«i»t da atoai -ituaçáo da Al-anc»
'.oes municipais, tle Nova para •Sinal aberto", publicava on-
Se Querem i
(AUMENTO OS TÊXTEIS
Iguaçu. Os cândida- Fernandes afirma.
•os são os Srs. Joaquim Alves de Freitas. Alujsio
0
••O General Mark Clark tem:
. pelo Progresso .deterioração .
0 ••Contrariando a opinião a luz da analise im- ¦ A incompreensão, so-
Pinlo de Barros. Raul Antônio da Silvn Júnior. 0 não veio ao Brasil por fica-se
Democracia..
•'"i-ito l.ima e Rui Afrânin Peixnto acaso. Veio em missão os- geral sóbre o sentido dra*- parcial no tocante a totlos os b r " t u d o 1.0 Conj-xcso
e Darci |
outro*, aspectos, ou quase to-
uamml Marins. Entre os candidatos ft vere.in- c confidencial do IVco da lei ora cm debate, norte-americano, oas ca-

DE CAMPOS
0 pocinl Decerto, a.s coisas poderão
W figuram quatro representantes do chama- Presidente Kennedy. F.ni quanto no limite de 10', dos, da reforma dc base. ractensticas naconali»ias
0 caminhar, ainda, re'* trilha
lln sexo frágil".

Missa Por Alma de Bernard Porto J


que consist, essa missão:
prevenir as autoridades
civis e militares do Brasil.
pnra as remessas,
bram os economistas que
lem-

a lei original proposta pe-


lo então Ministro da Fa
Por que. entie nós. somente
está certo o que se faça se-
guntln ns figurinos do pater
do processo de desenvol-
vimento latino-americano".
Incompreensão que e agra-
democrática
Mas então que o poder eco-
nÔmico colonialista de mão-s
| Foi firmado novo acordo salarial entre »s
sóbre o perigo e a exten- nalismo norte-americano? Isso vada rom a ação de advoga-
são da infiltração comu- zenda. Gastão Vidigal, no fa_ desconfiar, e seria o dos norte-americanos contra- dada* ao capital decenerado. $ têxteis e os industriai, de Campos. O reajus-
A família do jovem Bernard Condorcct não insista em radicalizar o tamento conquistado e de 15", sobre os atuaii
'"r,n, 0 nista na América Latina." governo Dutra, propunha Brasil uma nação suicida, se tados pelo Governador tia 0
que foi tragicamente morto num aci-
apnle em Brasília, nnde 0 Ora. por comunismo, hoje o teto dc 6"",. índice esse njo desconfiasse e se nào rea- Guanabara para agir na con- debate como acontece na sua § salários percebidos pela classe .12 768 cruiei-
dirigia a Rádio Na- | baseado em estudos da in'erferéntia acressiva na cam- -*> ros. Hoje, o documento entra em vigor, ter-
ional, sendo também figura em dia, sobretudo partindo da gisse contra tais pressões de duçào dos prcliltmas pro- " de setrmbro do próximo ano.
estimada socie- p área norte-americana, se com- Comissão Mista Brasil-Es- fora, acompanhada de apoio panha eleitoral e na* decisões
verdadeira ^ minando em 1
atle local, vai realizar hoje missa em da pnos f. uma
da Câmara dos Deputados,
intenção 0 preendo tudo ou quase tudo. tados Unidos.** interno qus*e sempre opaco... malandragem!. . O Sr. Salvador Barbosa Coutmho. presi-
*"1 Slia alma ás dede a formação do seu gru-
¦mao Batista, 10 horas na Catedral tle São 0 A lei de remessa de lucros é Pelo confronto, deve-se ad- "Versus" Desse modo. tudo indica que po ostensivo ** brigão Se que- á dente do Sindicato do» Têxteis de Campos
Bernard descendia de tradirio-
"»l família niteroiense
0 apontada, pelas fontes pater- mitir que existe uni interesse ¦ Paternalismo a atmosfera continua carre g em declarações prestadas a reportagem d*
e residiu durante mui- 0 nalistas ianques, como unia novo. em oposição aos interès- rem a demo-racia. que res-
l LTTMA HORA disse ter sido uma vitoria
*Os an"i" em Niterói,
constituindo-se uma atra-
vao Obrigatória das noitadas boêmias de clu-
0 conseqüência da infiltração ses brasileiros, interferindo Nacionalismo gada. Os interesses dividem os peitem as normas . Se prefe- 0
g alcançada pelos seus companheiros a fixação
0 comunista, Os aliados nacio- igiicla e dinamicamente nessa países, no plano externo, e di- rem. entretanto, o sistema das
"es e residências.
Era distinto e alegre, além 0 uni*, dc tais Imites insistem questão c em muitas outras. . A «emana. pois. que se ini- videm os homens no piano pressões, terão as pressões .. f salarial, com a assinatura do at*õrdo. Ontem
p exímio executaiite
de violão, instrumento 0 em direr que toda a assessoria K o que acontece com a lei cia. será. parece-me, de mui- político nacional... Neste mn- I mesmo reuniu cerca de «500 t«»cel«>es expon-
¦""e lhe deu mento. a vida da nação «ofre O. M. «tmaçào.
grande prestígio. técnica do Governo federal c df remessa, com efeito, ven- ta política, de marchas e con- | di. i
1 v ¦'¦¦ *¦^_^-S(¦^^^^M^>\v¦\\\v\\\^^^ fjmmmmmmmXmWmmtm*^
Segunda-Feira. 10 d* Setembro de 1962 ULTIMA HORA
PAGINA 4

Não é o Regime Que Está em Jogo


Mas o PrOprio Futuro do Brasil
«IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIirHIIIIIIIIIIHHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIHIIIIIII IIHIIIIIIIIHIIjJ
enfim, à última etapa da mais prolongada, ab- a América Latina no abismo de um ciclo ditatorial, mais que
DEPUTADOS INICIAM TRABALHOS j C-HEGAMOS,
*'* surda e nefasta crise política e institucional de nossa Histó- nunca odioso e anacrônico nesta fase da evolução universal nos
ria. Os dados estão jogados e ninguém, justificadamente, pode- campos da ciência, da cultura, da justiça social e da reforma
ra manifestar surpresa diante dos acontecimentos que a partir
PARA FIXAR DATA DO PLEBISCITO ] de hoje deverão determinar o futuro do nosso sistema democrá-
política.
tico. Enganar o Povo, a esta altura, é crime contra a própria so- O simples relato dos acontecimentos e sua interpretação
da Câmara, constituída pt- |
COMISSÃO Espacial
brevivência nacional; tentar iludir a Nação com um falso pano- objetiva, a partir do fatídico 25 de agosto do a»o passado, bem
A los Srs. Oliveira Brito, Gustavo Capanema, Ar- |
rama da realidade poderá levá-la amanhã a uma reação cujas como o rumo que esses acontecimentos tomaram depois de 7
naldo Cordeira, Oswaldo Lima Filho * Pedro Aleixo, pa- |
ra estudar a inclusão e redação de cláusula na
"Emen- |
conseqüências não são difíceis de prever: o desmoronamento de julho último, com a queda do gabinete Tancredo Neves, co-
da Oliveira Brito", dispondo sobre plebiscito, e trans- |
definitivo desse frágil equilíbrio em que se têm mantido a nossa locarão diante do Povo a realidade presente e as perspectivas,
formando em maioria absoluta o atual quorum de 2/3 |
estrutura social e o nosso processo de desenvolvimento econô- melhor do que quaisquer comentários e ilações subjetivas. £
sofreu, ontem, atraso em |
para modificar a Constituição, mico, dando como resultado o ingresso do Brasil nesse catas- necessário recordá-los aqui para julgamento da opinião pública,
sua programação, em virtude da ausência em Brasilia |
do Sr. Oswaldo Lima Filho e dos Srs. Podro Aleixo | tráfico cinturão de pronunciamentos e insurreições que engolfam que não raro esquece ràpidam nte.
Gustavo Capanema terem ficado retidos em Belo Ho- 3
riionte, por algumas horas, om virtude da pane ocor- |
quanto • Governe mobilizava uma
"pontt têrmm" para facilitar aot tica ou tentar dimlnulr-lhti a importância como expressão
rida no avião que os transportava a Brasilia. Também | AO LADO DE JANGO, OS GRANDES LÍDERES Congressistas «ua prestnça tm Braailia, mata aamana qua ht|t a*
Inicia. Nada mali simples, nada maia clara.
aipiraçõta dt Independência de nosso povo. Nem tem
das
qualquer
cabimento a falta indignação pela presença dessas mesmas Fór.
o Sr. Oliveira Brito nâo foi localizado na Capital, fiean- |
ças Armadas na crise, como se tratasse de uma intromissão in-
do, porém, marcada reunião para à noite de ontem, | DENUNCIAM 0 PARLAMENTARISMO debita, quando esta mesma presença, em tantas outras ocasiões
na residência do Sr. Arnaldo Cerdeira, lider do PSP na | * RENASCE A CONSPIRAÇÃO PARA LEVAR históricas, foi solicitada e aplaudida pelos mesmos que hoie a
repudiam.
Câmara, ponto de partida para os trabalhos. § Com t renúncia de Sr. Jânio Quadros, seguida da "estado possa do
então Vlce-Prtsldtnle Joio Goulart, -ipós um autentico de
querra fria'* qut a Nação viveu durante 15 diai, o Congresso Na- 0 CONGRESSO À QUEBRA DE SEU Exatamtntt há um ano, três Ministros militares instituíram
REGISTRO DO PCB — Também nos próximos 7 dias. o § cional, sob a pressão ostensiva de alguns chefes militares, que ra* prátlcamantt uma ditadura que durou quinze dias, impondo no
TSE julgará o pedido de registro do Partido Comu- I presentavam, como depois se verificou, a minoria absoluta das
nossas Forças Armadas, derrubou o regime presidencialista em vi*
COMPROMISSO CongrtttO a mudança da Constituição. Quem conhece a força do
sentimento democrático de nossas Forças Armadas sabe que não
nista Brasileiro, com seus estatutos modificados para satisía- =
gor desde a primeira Constituição da República e impôs, mediante podtrla tardar o momento em que elas próprias retificariam es*
7,er às exigências da Justiça Eleitoral e com o número de as- = as mais flagrantes violações do texto constitucional, o regime par- Eis, porém, que mal a Nnção respirou aliviada, cheia de es- ia posição, para permitir que o Congresso retornasse â sua liber.
sinaturas — mai.s de 50 mil — necessário ao registro. g lamentarista — êsse mesmo regime que fora repelido sucessiva- dada de dteisio e fôste dada ao povo a palavra final na escolha
mente por várias outras legislaturas em condições d* deliberar peranças num breve retomo A normalidade política do Pafs,
do rtglmt. E há poucos dias atrás, vinham a público os atuais
IMPUGNAÇÔES — Finalizando a semana de grandes pro* = cm plenè soberania. graças à palavra solenemente empenhada pêlos 'ideres do Con- Ministros militares com pronunciamentos categóricos, que não
nunciamentos do Tribunal Superior Eleitoral, os membros 5 Disposto a acatar plenamente o compromisso que assumira gresso. vclta às primeiras páginas da chamada grande impren- deixavam qualquer margem a dúvida, e que iulgamos oportuno
dessa Corte estarão julgando os diversos mandados de segu- E perante o Congresso, ao tomar posse em * de setembro, o Presl- sa, as telp.<- da TV e aos microfones das estações d? rádio uma reproduzir à margem.
rança contra as impugnações deferidas pelo Tribunal Regional = dente João Goulart não deixou, entretanto, de alertar a Nação
"Paulo, campanha negatlvuta. subversiva e derrotista, tendnnte a esti-
Eleitoral de Sãc. impuenações essas que já conseguiram = para os perigos trazidos no bojo desse novo regime nue lhe fora De lá para cá, náo houve qualquer mudança na disposição
liminares. = imposto, além de declarar sempre, com honestidade e firmeza, mular e cobrir desde já a quebra, do compromisso assumido pelo das Forças Armadas de assegurarem ao Congresso a liberdade
— O Senado Federal deverá con- S que não cessaria um só momento de lutar pela reconquista das Congresso, como se os deputados que o subscreve mm fossem de decisão no sentido dt rtttabelecer a legitimidade dos poderes
FUNDO AGROPECUÁRIO "quorum" prerrogativas que lhe haviam sido atribuídas, ao ser eleito Vice* um bundo de Irresponsáveis e se dlspusessem, em fim de man- constituídos c devolver ao Pais os meios de fugir ao caos
seguir, a partir de hoje, que lhe permita votar = Presidente ao lado do Sr. Jânio Quadros, pela Imensa maioria do
matérias constantes da Ordenvdo-Dia. entre as quais se des- = eleitorado brasileiro. A voz do Presidente Goulart juntaram-se as dato, ?. desmoralizar de vez. não somente a sua nrópna autori- Por qut tntão essa grita contra uma posição assumida lão
taea a delegação de poderes relativa ao Fundo Agropecuário. = advertências dos mais autênticos lideres nacionais, como Juscelino dr.de moral romo a autoridade dos dirigentes civis °. militares honesta a claramente? Só te isso acontece porque desta vez o
Por outro lado. espera-se que. hoje ou amanhã, o Sr. Auro "**"* Kubitschek e o Mnrechal Teixeira Lott, governadores da expressão sobre cujos ombrcE repousa a continuidade da vida nacional. chamado dispositivo militar e os grandes comandos a êle hlcrár*
Moura Andrade marque a data para reunião conjunta do E nacional de um Magalhães Pinto, Carvalho Pinto, Leonel Brizola. qulcamente subordinados são compostos por homens que repre*
A virulência, a sencerlmônla. o cinismo que presidem a essp.
Congresso Nacional, a fim de apreciar os vetos do Presidente = Nei Braça, Alulslo Alves e até mesmo um Juraci Magalhães. O j campanha, supostamente orientada no sentido de stntam com autenticidade a vocação dtmocrátlca e naclonaüs**
João Goulart ao projeto de política nuclear, que criou a Co- s argumento aue presidiu a todas essas manifestações, partidas de defender as da imensa maioria do brasileiro. Só pode efetivamente ser
homens e de partidos tão diversos, era o mesmo: o regime parla* povo
missão Nacional de Enersia Nuclear. E prerrogativas do Congresso para que este possa dnlíbp.rar sobe- etta a explicação para a campanha de odlosidade lançada contra
mentarista deveria ser repelido, não só por decorrer de uma im* rr.nr.mente o livre de quaisquer pressões, fêz com oue desde o os atuais comandos das Forças Armadas por aqueles mesmos que
e REMESSA DE LUCROS — Já se encontra na Câmara pro- Ê posição a que o Congresso e o Presidente da República se subme-
primeiro momento, ficasse caracterizada a má-fé df fíu con- om 1954 proclamavam como legitima a Insubordinação de um co*
jeto do Senador Daniel Krieeer. restabelecendo pontos do = teram para salvar o Pais de uma guerrr. rivlt e talvez até mesmo
ronel contra a autoridade superior; por aqueles mesmos que em
substitutivo Mem de Sá. derrubados pela Câmara e referentes E d* perdi: de sua unidade nacional, como também porque sua ins* tfúcln: cm vrdadp, o mesmo gruoo minoritário que levou o
ao projeto de remessa de lucros, promulgado nelo presidente E tauração vinha provocar a acefalia e a estagnação administrativa 1955 convidavam diariamente os comandos militares a dissolverem
do Concresso, há dias. Parece crível aue o PTB. na Câmara. = do País, trazendo como conseqüência as maiores ameaças á sobre-
Conaresso a impor íi Nar.5o o regime parlamentarista, sob pres- a Conqresso t Instaurarem um estado ds exceção, mesmo rlenois
apoie essa proposição, iá motivo de conversações entre o Sr. = vivência da democracia no Brasil. são eias armas, pretende hoje que ésse mesmo Con.f-:res'o trsii*. o dt tltlto t proclamado o Sr. Juscelino Kubitschek; por aqueles
João Goulart e o Senador Mem de Sá. no Rio Grande do Sul. | seu compromisso, repudie a sua palavra, mantenha a NaçSo em mttmos qut tm 1956 e logo depois não levantavam uma palavra
O Presidente da Reoública ter-se-in manifestado favorável* | suspenso, sob pretexto de um hipócrita padrão de lesalldade que sequer de condenação a jovens oficiais fanatlzados que se rebe*
movimentos de Jacareacanga e Aragarças. E ainda
mente às linhas que lhe foram expostas pelo senador. § DEZ MESES DO GABINETE TANCREDO NEVES èle-*- sempre foram os primeiros r, desrespeitar, quando o que
lavam nos
agora, para citar apenas um exemplo mais recente, o órgão dt
CÂMARA: "QUORUM" 56 AMANHA — Somente amanhã | a Naçftr. deseja é a sobrevivência do seu sistema democrático, Imprensa que malt autorlzadamente representa o "Estado pensamento da
plutocrática da UDN, o de S.io
a Câmara dos Deputados deverá apresentar o número su- |
ficienie de parlamentares para deliberação e votação de mate- | NÃO CONSEGUIRAM DINAMIZAR 0 REGIME independentemente do regime político em que êle se estruture.
Os grupos de pressilo concentrados nessa desesperada cam-
cúpula ollgárqulca o
Pauto", oxlgt pura o simplesmente o golpe militar como
na Ar*
nem ocorrerá porque aisim
rias. Isso se pode concluir nelo pequeno número de deputados | gentina — um golpe que não ocorreu as Forças dc
presentes onlem em Brasilia. ouando apenas o Estado do Ma- 1 Não tardou que a prática do dia-a-dia viesse confirmar aquilo pr.nha são os mesmos que desde 1954 vêm 'entando impedir, por não querem os altos comandos que hoje controlam
"En* i
ranhãn aoresentava sua bancadn em maioria na Capital. que só a demagogia subversiva de um audacioso "clique" parla- todas ar formas t>. consolidação do sistema democrático entre ttrra, mar t ar.
tretanto. segundo asseverou n Deputado Cüelenor Freitas | mentar e partidário fazia por Ignorar: o Brasil parou, pulverl- nós o único
"operarão 1 que se tem revelado capaz de impedir que a Nação Armadas
candidato a Governador rio Piauí — os aviões da zou-se a autoridade do Governo, caiu o nosso súdito no exterior, cain amanhã soh os srilhões de uma ditadura de extrema-direlta
iluda-st quem quiser, a determinação dat Forças
ouorum" que demandarão, hoje e amanhã, ele todo o Pais | o desgaste social, econômico e financeiro, foi aumentando progres- dt taivaguardtr o slsttma democrático e prestigiar a convocação
rumo a Brasília, conduzindo parlamentares, já estão lotados. | slvamentt. O Presidente João Goulart, demonstrando uma admi- ou de extroma-esquerda. E não terá sido por simples acaso do povo, no mais breve prazo possível, para legitimar o regime
rável serenidade e paciência, não se afastou um só palmo das li- que nesta batalha contra o direito do povo de decidir Imediata- os apelos,
de sua preferência, é Inabalável e Irremovivel. Todos"minoria
MARANHÃO NO "ESFORÇO" — "Em su» ouase totalidade. I mltações que sua ação passara a sofrer em conseqüência do par- mente nas urnas o regime de sua ameaças t contpiratas que se vêm articulando pela da
a bancada maranhense prestieiará o "esforço roncentradn", i lamentarismo. O Conselho de Ministros, por êle convocado e ho* preferência, uniram-se, em-
minoria" no stntido de quebrar a unidade das Forças Armadai
comparecendo a Brasília e Droeurando uma solução para a cri- | mologado pelo Congresso, compunha-se das mais elevadas expres- bora seguindo caminhos diversos, os Srs.Carlos Lacerda e Luís não patsam dt uma cortina de papel linha d'água. As iá sedlcai (
se política oue está iniranouil^anrio a Nação" — disse o Depu* : soes da classe dirigente e nele estavam representadas as tondén- Carlos Prestes, ambos publicamente contrários a emprestar dttmertllzidas Intrigas que procuram situar as Forças Armadas
"rebeldlas" de
tado Neiva Moreira, da Frente Parlamentar Nacionalista. I das mais legitimas da esmagadora maioria do povo brasileiro. As maior importância á realização do plebiscito; não é
por acaso como um clube recreativo ou inventam supostas
Unhas fundamentais da política Interna t externa do Presidente maiores e coronéis, são desmentidas a cada momento pela pio*
PARA-OUEDISTAS ABSOLUTOS NA "CORRIDA DAS BAN. = Jânio Quadros foram preservadas e defendidas, numa prova de que a UDN. hoje controlada pelo clSt msls rançoso e reacionário e que torna inelutável o
DEIRAS" — Os Dára-ouedisias rio Exército conseguiram § alto respeito pelos votos de mais de seis milhões de brasileiros. da
"Levy. pria con|untura histórica que se criou
plutocracia paulista, de que é símbolo o Sr. Heroert Imediata restabelecimento da normalidade política e Institucional
os oito primeiros lugares na "Corrida das Bandeiras", reali* E Pois bem, passados dez meses e apesar desses esforços, rtconht- esteia nos<-c propósito inteirr.mante identificada eom a cúpula do Pais, para que o Brasil democrático, o Brasil que trabalha e
?ada em Brasilia como parte das comemorações do "Dia ela í cldos e proclamados por toda a Nação, o Brasil continuava para- emancipado, não caia
Pátria" O vencedor foi o soldado Arlindo José da Silva, com [ Usado e peiado pelo "regime híbrido" que lhe fora imposto e superada
p egoiáta do PSD. cuja expressão mais fiei é o Sr. produz, o Brasil que deseja ser livre e seria
num retrocttso que seria absolutamente desastroso. Nem
o tempo de 2lm!7seg. : que não pudera ser dinamizado nem pela mais atuante e respon- Amaral Peixoto; nâo é por acaso, ainda, que forças notoriamente País con
Isto possível t toltrável, num momento em que o nosso
sável equipe governamental, até ho|e reunida no Pais. fascistas e rearionárias, como a. chamada "Ação Democrática", — fato Ine
PLEBISCITO EM MAIO — Falando a OH sóbre um arti-n [ segue uma proiecáo Internacional que lhe assegura — a Indicação
de sua autoria a ser acrescentando
*> ""^mencla
Oliveira =
estejam esbanjando bilhões de cruzeiros, de origem desconheci- dite nt vldt da Organização das Nações Unidas
dos países-
Brito", disse o DeDutado Etelvino Lins 'PSD*P-*rnamhueni oue E da, mas facilmente identificáveis, em defesa das "livres prerro- para o Conselho de Segurança pela quase unanimidade
se trata de aoenas uma su?ec'ãn nública. cabendo à Comis- E
são Especial aceitá-la ou não. dentro das conveniências resul- =
I * A CRISE POLÍTICA, 0 MAIS GRAVE FOCO gativas do Congresso", quando na mesma oportunidade um go- membros.
vernante dr. responsabilidade do Sr. Juraci Magalhães tenta re-
<*Ôhre a emenr1-*!, nn seu t^do, =
tante*-**-
"Referindo-sedo e5ti*do oue nroce-ierá
à sugestão, diste o líder do P4'*0. Sr. Arnaldo = DE DESINTEGRAÇÃO NACIONAL editar o famoso "episódio Berle", de 1Ô45, procurand-i nltos ofi-
riais de nossas Forras Armadas para lhes insinuar que "o Go- • NAS MÃOS DO CONGRESSO, MAIS QUE
Cerdeira nue não vê motivos nara não estudá-la. me^o imr- __\
eme não d contrário a oue o nov" sela ouvido. O Sr. Meneses E vêrno americano nio aceitaria pe.ssivãmente qualquer solução
Cortes não se quis oronunriar sobre o assunto. Com a queda do Gabinete Tancredo Neves, por força da desln*
= rompatlbllizacão,
I manifestou-se então com indisfarcável nitidez o que levasse o Congresso a deliberar debaixo de coação" como se
A sugestão do Sr. Etelvino Lins tem a seguinte redação: = último e mais nrave dos focos de perturbação da vida nacional pro- isto aqui fôsse uma Argentina
SORTE DO REGIME, 0 FUTURO DO BRASIL
"O sistema de Governo instituído _ de Ouldo. Enfim, ni") é por mera
pelo Ato Adicional, ou E= vocados ptlo parlamentarismo: a perplexidade política, a desln* casualidade que num momento de tgo grave tensão rif.cional, Hoje. niuindo Brasília volta a situar-se cimio legitima Capitei
resultante de suas alterações, na forma desta emenda, será E| tegracão partidária, a deformação parlamentar, a voraqem do ear* "esfôiço concentrado",
submetido a referendo popular até 30 de maio de 1963". S | relrismo. Os episódios que cercaram as batalhas parlamentares e quando o próprio Presidente da República vem proclamar que da Reliíibllca, quando ali, na semana cm
"a ninguém aproveita uma atmosfera de tensão •** intranqülll-
| de Imprensa em torno das indicações dos nomes dos Srs. San Tiago reunidos os três poelércs da Ui pública, longe da almosíi"
CONSELHO REÚNE-SE HOJE — Sob a presidência do "Pre- | Dantas, Auro de Moura Andrade t Francisco Brochado da Rocha ustaráo
| dade", nem aos trabalhadores, nem às classes empresariais, nem
mier" Brochado da Rocha, o Conselho de Ministros estará =
para
"Premier" são
por dtmals rteentts para que precisem ser ao Governo da República — ressurge no ra de excitarão e pressões que caracteriza ;i Guanabara do (Jo-
reunido, hoje. a partir de lOh. figurando, como principal assun- E | primeiro plano da pro-
to. em sua agenda, a situação política atual, tendo em vista
E rememorados em detalhes.
fascista a sinistra figura do Sr. Carlos Lacerda, provo- vérno Laceriin -¦ estamos certos ele -i"i' a democracia brasileira.
início do "esforço concentrado".
E
entretanto, surqiu os olhos espantados de uma vocação série ile de-
= Jamais, perante que tâo magnlficammte veni resistindo em meio ii
Nação um quadro mais desolador dt egoismos desenfreados t de cando intencionalmente o desencr.deamento de um ato de vio-
O "Premier" Brochado da Rocha que- regressou sábado úl- § |
distorsõts mais Ignóbeis dt stus dtttlnos políticos e até mesmo léncla de parte do Governo Federal contra a Gunimhara com sastrer políticos na América cio Sul sairá fortaieciila. O povo. que
timo a esta Capital, procedente de Porto Alegre, manteve, on- E 1
"i dc Setembro, tributou an Presidenle João Gou-
tem. eom o Presidente João Goulart, longa conferência, na E E sociais. Finalmente, após esnotar as dtrradtlras reservas de tolerán- a vã esperança de assim reviver os últimos focos golpistas que ainda açora, no
Granja do Torto, acertando as providências relativas a atua- = = cia t paciência do povo brasileiro, as cúpulas partidárias e parla* ainda sobrevivem disslmulr.dos em alguns setores das Forças lart unia das msis ixaltailas e comovedoras manifestações já pre-
I mtntares que após a renúncia do Sr. Jãnlo Quadros e a Imposição do
cão do G?blnete da semana parlamentar que hoje se inicia. 5 res tadar, & un. Chefe dc Estado, está com o seu Governo. E não acre
1 que após a renúncia do Sr. Jânio Quadros e a imposição do Armadas. Não, não é por acaso que tudo isso ocorre. Como
JANGO EM BRASÍLIA — Tendo regressado a esta Capital | 1 parlamentarismo passaram a exercer, por mero acidente, uma au- não scró por acaso se amanhã as forças democráticas, que real- ditamos que esse mesmo Congresso que dentro tin poueo voltará
sábado último, o Presidente João Goulart ontem pela ma- = = têntica tirania política sóbre a Nação, acabaram por ceder ao cia- mente representam a maioria p.bsoluta da Nação, usarem de um
= mor nacional e assumiram o compromisso dt proporcionar ao povo, ao povo parn lhe- pedir urn novo voto ele confiança, queira assii-
nhâ féz uma rápida visita à sua fazenda em l'ruaçu, retornan- *= legitimo direito de defesa e resolverem não mais aceitar passl-
do. logo a seguir, a Brasília! Na Granja dc Torto, o Sr. Gou- E j§ no máximo até 15 de abril de 1963, o mais elementar dos direitos mir a responsabilidn-le de lhe negar o mais sagrado fundamento
íart manteve longa conversação com o "Premier" Brochado da j§ E qut numa democracia lhe cabe: decidir pelas urnas, através dt vainentc a chantagem dessa "minoria da minoria", reagindo
de umn República livre e democrática:
Koeha. passando cm revista a situação política nacional a pro- E= um voto pleblscitário, o regime pelo qual o Pais dtvtria str go* com os meios de que posse, dispor contra os que [ tetendem le-
"esforço 5 vtrnado. Foi, tntretanto, o Congresso mais além e, através da var o Congre-isei a escamotear • fugir ao seu compromisso com
pósito do concentrado" riue hoje se inicia. O Presi- E Cumpra o Congresso u .seu compromisso e convoque o po\o
dente despachou ainda com o Chefe dn Gabinete Militar, Ge- E E emenda Oliveira Brito, tstabtlteeu qut o rttórno puro t simples
neral Amaury Kruel. S | do presidencialismo, sem uma atualização de nossa Magna Carta a
Nnção, ãs uriitis o mais depressa possível para decidir sobre a sorte d"
| dt 1946, Isto é, sem adaptá-la á nova realidade econômica t te* regime, e mnis do oue isso. para decidir sôhre o próprio fui irn
GREVE GERAL — Uma greve geral poderá paralisar todos I § elal do Pais, não seria mais aconselhávtl. Nettts termos, o Con* rio Brasil. Pois. na verdade, nim é apenas o plebiscito que esla
os setores da atividade da Capital Federal Essa delibera- = ~
cão foi tomada pela Comissão Permanente das Entidades Sin- E um ptrlodo de seis metes, durantt o qual, ouvido o povo pelo voto
grtsso a ser eleito em 7 de outubro teria podêrts constltulntts por * AS FORÇAS ARMADAS NAO RECUARAM: cm jnsc mas sim a restauração clns legitlmo-s poderes democra*
dicais Profissionais, camponeses e estudantes de Brasília, atra- § pleblscitário, far-se-lam as modificações constitucionais indispensa- ticos dc um íiovèrno e do próprio Congresso, pois só dentro ele-m
vés de um manifesto, em o.ue aventa a possibilidade de uma = veis á normalização da vida política e administrativa do Pais. Pela
greve de 2*1 horas
"no momento
oportuno". O movimento se 5 palavra do Sr, Ranieri Mazzllli, presidente da Câmara dos Otpu-
0 REGIME PARLAMENTARISTA SEM 0 legitimidade é que .c poderão realizar as grandes o urgenies re*
formts que o Brasi. reclama, leremos então o caminho abert"
prende à paralisação das obras da Capital, protesto contra
sistema de fundações — preconizando-sc a integração desses s de maioria dos reprtstntantts do povo, Isto é, a convocação da
= tados, o compromisso soltnemtnte assumido peles líderes da gran-
"tsfórço concentrado", tntrt 10
REFERENDO DO POVO, É ILEGÍTIMO para as
"soluções brasileiras, sem sectarismos d» qualquer po*.
serviços á PDF — a nio aplicação da legislação trabalhista I semana do e 15 de setembro, foi n"
outras reivindicações. _ proclamado a toda a Nação E deputados e senadores partiram ftria ingênuo eu putril, per autrt lada, ignorar a aertlclpa- çáo cetremada" a iiue se referiu o Presidente' da República
tranqüllamtntt para os seus Estados em campanha eleitoral, an* fã* dat Porcas Armadas nos acontacimtnttw tia atual crlta p«--- Dia da Pátria.
llllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllj

Editora ULTIMA HORA S/A


Roa Soiero doa «leia. «! — Telefone: M-soso _ Km d. Janete»
Diretor Presidente SAMUEl. WAI.Nr.R
Diretor-Vice-Presidente: L. F Roca?u<.* Cunha
Dlretor-Superintendeiite Norlval Lima
Dlretor-Teaourelro: Nathanael da Aie.filo
A PALAVRA DOS CHEFES MILITARES
dia 7 de afiosto último, o General Nelson de Melo, Ml- mldade do sistema de Governo, como instrumento de repre- "A democracia, na nua admirável dcflniçfio de um gran-
NO nl.stro da Guerra, levou u Nação o "o Governo do
UaWU-rMA pensamento do E>:6r- tentação do povo. de lider das Américas, é povo. pelo povo e
Rio _ .*¦•» Sotero doa Rela, 61 Telefonai 31 SOKj cito «obre a crise, sendo apoiaclo, no dia seguinte, pelos Ml-
fJiretor-Reaponaárel: Paulo Slltelra
Na verdade, só a manifestaç&o da vontade popular, 11- para o povo". Assim, pois, o General Nelson do Melo. como
Publicidade: Rua Senador Danlaa, 7-A nistros da Marinha e de. Aeronáutica. Tiveram, assim, dl- vremente expressa nas urnas, proporcionará a estabilidade lerande soldado cln lemilieliiele e da República, está apenas
12» andaf Telpfone-
l Itima Hora - biktritu Federal iBraallIai Quadra 10 casa ,C 6M179 con
vulgaçíio três documentos cujo valor lilsieirlco permanece política e Institucional necessária áo trabalho construtivo em reafirmendo o que já foi aprovado por grande maioria dn
,"anto da Caixa EconCmlca — Tels 3-15IJO 3183S como expressão do pensamento das Forças Armadas. favor dos interesses da Pátria. Câmara doR Deputados".
e 2-169!> Por Isso, é du mais alta oportunidade que a Naçào seja
Ulllm» Hora — t. dp Rio: Rua Vise
2-1073 - Nlterc*
Rio Branco. 353 - Tela ¦
* Nelson de Melo: Só a Manifestação da convocada às urnas para a realizaç&o do plebiscito, previsto,
nu**, .il-, 'I-IWa.
VWmamia _ »AH F.ALT.0 - A.enme da Lua 2»' - l-iel»
T» 3Ü-81Í1
alias, no próprio Ato Adicional.
Estas são palavras cie velho .soldado fiel aos Ideais ver-
* Reinaldo de Carvalho: Consideramos o
Companhia PauilM» Filncra de .iornais Vontade Popular Permitirá o Trabalho riadeliamente democráticos, submisso á lei e a Constltuiçàn.
Dlretor-Presid»nie SAMl.ll. WW.Ntn
D;-etores: Jorcr Miranda Jordão r. Valhanael ae Aeevedo
Pronuncio-as neste instante por considerá-las necessárias t
esclarecedoras",
Plebiscito Indispensável à Legitimação
tltlma Hora — Santo,,. Ru» Vaei.oncelos Tavares U - Tela- Construtivo em Favor da Pátria
fone. 2-7874
Lltima Hora — Campina»: Rua Benjamim Conatart 1 031 — T» de Nossa Democracia
leíona: »-7mij.
Lilima Hora - santo André: Rua Presidenta Carlos aa Camooa. 121
MINISTRO OA GUERRA, NELSON í»F. MELO — O co- * Suzano: A Grande Maioria da Câmara ••Como um
Teleiones. -.i-i:'a e «4-1M9 nhecirnento ria atunl .¦iltiiacfto política, nossas responsablli- BRIGADEIRO REINALDO DE CARVALHO —
Ultina» Bar» - Paraná: Vol da Patri» 463 - Teu.: 4-76-H 4-7S7t dades na manutençAc cln ordem democrática e das liberdades rios responsáveis peln preservação dn ordem pública, tenho o
tULt-tt** Curulb»
m^UU^mt.
- Londrina: Rua
- MINAS GERAIS - Rua Maranhão, UtV públicas, levam-nos ao cumprimento do dever de falar a
Nação
já Aprovou a Consulta ao Povo dever de permanecer atento nus anseios nacionais, principal
ne 2-5290 Bei» Horiaome
Hariió» «na. . Taiefo* mente nesta hora cm que mais se fazem necessários o inlen*
Dlretor-Reaponaivel. Hélio Adami dt -".arralh-. De um ano para cá atravessa o País uma crise InstltUOlO- MINISTRO DA MARINHA, ALMIRANTE PEDRO PAU- dimento e a compreensão, Por esta rnzâo, Juliío oportuno
"__;, " 1.0 l»K ARAÜJO SUZANO — "As decla rações feitas paio Oe- manifestar «os brasileiros nossa perfeita Identidade com o
5ÍM8UL *u* 7 "* '"•'¦•'•,'"' w - *•¦**
nal, com reflexos cnc-i vez mais alarmantes em sua vida eco-
\MkmamTA nAmlcB, social e financeira neral Nelson d.* Melo, sóbre o plebiscito, vêm dê fato. exoll- pensamento expresso ixir meu eminente colega Nelson
de
EDITORA U.AN S, Reside o motivo profundo da crise no fato de se ter mu- c'tar ponto fundamenta! do profrrama de Governo do Sr. Ml- Melo. Ministro cln Guerra, -.nine a conveniência de uma con
Diretor-Pre«ldente .SAMI.r.l A <A aim p. dario o sistema ele Governo sem que até agora o povo bras.- sulta plebiscitaria pela qual o povu so pronuncie quanto ao
R""m ' *'"'d' J"*4 Theodoro nistro Brochado da Rocha. Êsse proerama, como ê do conhe-
Pm. dTeXlar" lelro fôsne chamado a opinar sobre transformação tão ra- cimento rio Ptfs, foi aprovado por substancial maioria na regime de flovêrno.
•• •..<.. . ., uri io oo dlcal. "Obediente uo mandamento da Lei, consideramos o P'e-
ERríKla Câmara dos Deputados, na sessào de Julho último.
MJRUESTE _ Rua Visconde dt Goiana. 177 Seria alimentar a crise institucional se constituíssemos o "O Prlmelro-Mlnlstro
clfe - Telefor.ee; 36,13 a «870 Ra- Brochado da Rocha colocou como bisclto mediria indispensável k legitimação de nosso processo
novo Contrresso na base dc um sistema de Governo de cuja urn dos pontos básicos de teu programa a legitimação do atual democrático, proporelonnndo » Naçáo um clima ile confiança
Grafica Correio do Povo 8 A adoçfio o povo níio participou. sistema de Governo, por melo de uma consulta ao povo, do e de trabalho essencial ao progresso c » soluçáo dos proble-
Diretor-Presidente. SAMUEL « AINI.R A perdurar tal falha estaria cm causa a própria legiu- qual emana todo o poder. mas que desafiam nosso patriotismo".


J>
?*$w$^mmt

Segunda-Feira, 10 de Setembro de 1962 PAGINA 5 ¦¦¦-!i


ULTIMA HORA
00000000000+000000000-0000000000000000000000000000000000000000000000++* 0-0-000000000+000 aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
I T È í
CACEX PREOCUPADA COM I VOLTA REDONDA
PREJUÍZOS QUE MCE CAUSARÁ I
AO BRASIL (
*rNQ-JAf\.T0 quc somente o café brasi- g
BAIXADA, NORDESTE SEM SECA L__ UilHAJÁÊA EAMOS'

h teiro sofre, pelo momento ainda, os =


r-ilos dá pressão do Mercado Comum i
¦PnrOPCU é certo afirmar, que não está §
Innae <> dia cm quc toda
-*, estará .seriamente
a nossa exporta- f
ameaçada pelo = *
sla declaração foi feita pelo di- _
, TENÓRIO: CANDIDATO DA PANELA
VAZIA TEM UM CALDEIRÃO CHEIO
MCE" retor da Carteira de Co- |j
mércio Exterior do Ban- j§
co do Brasil que embar- =
cou para Roma a fim de g
Economia assistir à Conferência In- =
O moço Natalicla Tenório Cavalcanti de Albuqutrqut, que gadores e viciados, arrecadador
& Finanças ternacional do Cacau na- j§
chagou à Baixada por volta de 1930 iam vintém a com a poli-
(Reportagem de MAURÍCIO MU, 17.' e Penúltima do "barato" da jogatina e grí-
quela cidade. =
Direlor da CACEX, | cia dat Alagoas em sa encalço, é hoje um dos homens mais leiro de terra — é ésse o ho-
O da Série)
que aproveitará a viagem = ricos daquela região sem tar Investido qualquer tottio tm al- mem que sonha em se apode-
„ara observar os problemas
criados pelo *--
afirmou, = gum ramo de negócio licito. Sua fortuna foi toda tia cons* B Sóbre a validade do di-
ploma de advogado de
monstração de como agiriam se
assumisse algum d!a a chefia rar do Palácio do Ingá, trans-
MCE ao nosso comércio exterior, Iruida sob o sacrifício, o suor e o sangue dt muitos t sua opu- Tenório pesam muitas dúvi- dr, Executivo fluminense, já es- formando todo o Estado do
momento -=
oinda quc a maior arrieça do Rio numa terra d.s "íar-west", Antônio Francisco da Silva, o po-
=*¦

lóncia econômica é uma afronta e um achincalhe a população das. Diz êle que se formou tá tentando implantar em Ni-
T.j inclusão da Grã-Bretanha naquela asso = numa Faculdade Livre e, terói o mesmo clima de vio- onde os que não se curvarem
"Sete"
é vereador e cândida-
Brasil de = do Nordeste Sem Seca, que partet ã mingua dt assistência pular
.licão européia. O fato privará o aproveitando lei de Getúlio lências que laz imperar em á sua vontade cairão varff.os to à reeleição na legenda do PTB.
do grupo mele- | médica t vér a sua Infância crtsctr analfabtta e dtsnutrlda. Duque de Caxias contra a or*
outros incitados externos Vargas, revalidou o seu diplo-
deira e trabalhadora população por suas baias assassinas. Sua
Em sua arca de pirata dã dinhtlro de todo o tipo, de Ioda a ma na Faculdade de Direito Em sua residência inaugurou-se um
^"-Quanto hs soluções para as dificuldades daquele município. Na madru- vida, sua história, é uma ad-
| nacionalidade t dat origem at mais dlvtrsat: -barato" da joga- do Rio dc Janeiro. A história, comitê pro-sua candidatura, on-
são fáceis os § porém, é das mais estranhas gada de quinta-feira última Te* verténcia a todo o povo flumi-
da CACEX declarou quc não = tina, --propinas" dt bordéis t protlilutas, fruto de grllagens e envolve um suborno de 40 nório e seus jagunços tenta* de, também, se concentram esfor-
europeu agrupado, ram tirar "carta de valente" ner.se*
dó Brasil no comércio de Itrrat, ale. mil cruzeiros para se livrar da
não são = ços de trabalhadores, motoristas,
o diretor da CACEX declarou que cúpula diri- g wí&/f«.--" .**.,-,. .-,, •¦".**¦*,. <¦;¦¦-¦¦?,. banca examinadora, ninguém em pleno centro da capital flu-
donas-de-casa, professoras — em
j-íceis os entendimentos com a ¦ ms.jvmmn « ¦w- ***** * sabendo, também, qual foi o minense, agredindo bárbara e
eente do MCE, uma vez que, sem dúvida, | seu currículo escolar. Ao pe- covardemente o jovem Wilson
Vieira Bittencourt, que teve a
AMiWíHA: apoio decisivo a Bocayuva Cunha e
"está demasiadamente ocupada, agora, com g dir inscrição na Ordem dos "ousadia" 7 = "Sete"
de dizer que era Badger Silveira. Na casa de
seUS problemas fundamentais
de estrutu- §
* jr*j *¦¦ *a«**i«*».« **a*™'* «****¦«*• **.'.-'.••<••'¦«¦
** ***•• **c:U-n' Advogados do Brasil houve eleitor do Sr. Badrer da Sil-
Batalha Contra a Fome
nossas reivindica- | protestos e por pouco nâo a está formada uma trincheira em
ração pata atender às ****** *,im~*, ¦*• *«•»>¦** ** -f*""* obtlnha. Atualmente não "ca- veira* Bastou isso para que a e o Cangaço Tem Exército "Se-
cões óu para nos dar concessões". = 4U V»**»» -K--H-S-*». po- sua turma-de-choque, integra* favor dos candidatos do PTB.
"A melhor solução para nos — prosse- | ¦%. M-a^traiW «» Me*- ******* ' * ^li" *™'
""*
?f
de advogar, pois passou de 1 Milhão de Almas te", na foto, dirige uma mensagem
apoio das gran- = lote" na conceituada entida- da por oito bem ólimentados
juiu' _ é contratarmos o
des forças econômicas e independentes
no = \ * „*«& u *~m*. -*-. t- *&*;*»>;*>]'*f% ****** de. japoneses, lhe caíssem em cl* i '.
aos seus amigos e uma saudação

comércio internacional, para que


dem a nossa situação de
respal- =
exportador de |
euro- |
y»U t.
«*
-«. 4» ****** **.*»• 4« UMIMI »« tf*» «* Çt*
*
u Entre os seus inúmeros
crimes de morte encon-
ma, atacando-o a golpes de co-
ronha de revólver, facas, pu-
ao Deputado Bocayuva Cunha, ao
lado de Othon Reis Fernandes, líder
matérias-primas para aquele grupo ' «avui*.* •****!*• pttp&i&f** *
tramos o assassinato, de José nhals, etc. O fato ocorreu no sindical de Volta Redonda.
exemplo, po- | i» yrai-S-lft t»***»W I**! *" ^ **" Dantas, homicídio que abalou interior da "Leiteria Brasil" e
ncu Os Estados Unidos, por *a a«v»»a!r»» <-» Caxias e féz voltar contra èle
Brasil nesse as- * «• «if*****. .,»«
deriam ajudar muito o | \ aitíMW.1.* -«ssí-W» aa-*.»» «<!«•---*»«
' cscí,!í' toda a Ira popular.
está registrado na Polícia,
'•«a*,*» tl-**-»íir« ** »ltt*U<» O***'*" " .-,!» •*¦*• •»««•««• «*a3*r**í' f.sse atentado é um alerta e
pecto". || SALVE 7 DE SETEMBRO
ll! VÁRIAS Jliít-SÍC Bit WUl •*.->« <• f«**»r^*
''"* ***** ' 0 É ligado a Carlos Lacer-
da embora não confesse
uma demonstração clara e in-
sofismável de como Tenório
'^*
3*. *•> «mil*»*. «^-^-*• "M
* **í-fi" ?"*-* *** ""*** a em público. Aliou-se a èle por F.m celebração ao Dia da Independên-
'%mnmt Cavalcanti faz campanha elei-
= * w*tóM 'Á'*im* volta de 1954 (morte de Getú- cia — tivemos no dia 7 o desdobramento
Podemos adiantar, em absoluta primei- -j- lt*» *» *» s**»» *»*»*M **A,M **- Ho Vargas). Ambos cerraram toral.
ra mão, que a produção nacional de fileiras com os golpistas, in- do seguinte programa:
um =
veículos atingiu, em agosto último, •*£ centivando a construção de Quem é Quem
novo recorde. As estimativas preliminares RECONHECIMENTO — Durante o inquérito instaurado um campo de concentração 8 horas — Hasteamento da Bandeira
Grupo Executivo da Indústria Automo- sóbre o crime de que foram vítimas o Delegado Imparato em Gericinó, para onde se- Cinco reportagens dessa sé- National na Praça 17 dt- Julho; e a seguir
do | c "Bereco". Pedro Tenório prestou vários depoimentos. O
bilislica. segundo as estatísticas enviadas
= "fac-simile" acima é de um reconhecimento: Cicero es- riam enviados presos, lideres rie sôbrc Baixada, Nordeste
fábricas, indicam que a pro- = sindicais, estudantis e parla- Sem Seca, dedicamos à maior Missa Campal oficiada pelo Rt-\. Bispo D.
nelas várias tava no carro, de onde Tenório metralhou o policial e mentares.
chicão tlésse més está situada em torno | seu auxiliar. ferida da região: o marginal Agnelo Rossi.
dc 18.250 unidades. Por outro lado, a indús- § plano tinha raízes pro- fichado pela Policia em 1938, S.45 — Desfile, na A\enida Paulo de
tria nacional de tratores está superando g HOfundas. A "fortaleza" de Natalicio Tenório Cavalcanti
todas as estimativas, alcançando um rit- = O homem que sc apresenta ra, tinha para vender por 400 Tenório em Caxias pas3sou a de Albuquerque, cuja vida de BANDITISMO — O que
Frontin, com: Moto Clube, Escolas Prima-
= -candidato dn panela
mo dc produção, entre todos os modelos, como mil cruzeiros um piano que ser o depósito das armas dos banditismo dificilmente será faria no Estado se algum rias, Particulares e Municipais, Grupos-, Es-
muito superior às previsões das autorida- | vazia" tem um caldeirão cheio. havia pertencido a um velho elementos golpistas, material dia tosse eleito governa-
Um rápido balanço dc todos artista rie renome. Estava lá há bélico que tinha como proce- superada por outro homem. colares Estaduais c Municipais, Ginásio e
des para ésle periodo. ü muito tempo. Ninguém se in- dor, Tenório deu demons-
os seus bens — sem contar os ciência as Forças Armadas e Como bem disse Imparão, trações, na última quinta- Colégios Secundários, Escola Técnica Pan-
O Instituto de Resseguros do Brasil con- | depósitos bancários — revela toressnva por êle por duas eram retiradas pelo falecido tlt é o financiador de cmprtl*
seguiu reduzir em 15 milhões de cruzei- ^ razões: 5á se tornara antiqua- teira. em pleno centro de S dia Calógcras. Escoteiros, Corpo de Guar-
que jamais cie os conseguiria General Canrobert. Descober-
ros, anuais, o prêmio que a Frota Nacional
na-
-^
ajustando seus vencimentos do e por ser de cetimação
custava caro. Informado dis-
ta a trama sinistra, foi éle des- tadat alnlitrat t chefe
da mal- Niterói, quünáo os seus
bem nutridos capanga-: I da da CSN', Associação dos Ex-Combaten-
de Petroleiros paga pelo seguro de seus
| como parlamentar, nem mes- mascarado. O então General ta dt eangacelroí qut roubam atacaram e agrediram co- I tes do Brasil. Tiro de Guerra, 1.° Batalhão
vios-tanques. = mo que esse -pé-de-meia" re- so. para lá se dirigiu Tenório, Lott ordenou que contingen- a tranqüilidade de Caxiat. v a r d e mente o cidadão
O Ministro da Fazenda, Sr. Miguel Cal- = montasse à época em que con- adquirindo a peça que foi co- tes do Exército cercassem a
Criminoso, ladrão de verba Wilson Bittencourt
I dc Infantaria Blindada
seguiu o seu primeiro empre- locaria, para espanto geral, à fortaleza e' confiscassem as a* I
mon, comentou na reunião ocorrida há -= i
beira de sua piscina. Hoje, o
go honesto; funcionário da armas, o que foi feito no dia de flagelados, protetor de jo- PROGRAMA ESPORTIVO
dois dias, do Conselho da Superinlendên- "Prefeitura
de Duque dc Ca- belo piano, já com o seu ver- 19-7-57. No Interior do casarão
cia da Moeda e do Crédito (SUMOC), quc = xias. niz desbotado, serve c'us_ as- encontrou-se diversos tipos de A programação esportiva organizada pa-
dentro das atuais circunstâncias da conjun- = sento após o banho na pis- armas. Menos Tenório, quc ra celebrar o 7 de Setembro apresentou
tura nacional, tanto no aspecto político ~ & Nobreza
tina... havia fugido. uma grande competição, levando-se a con-
= Pobreza WLM. A ate .atatUa a?*Mttal^*t.lM. ^laaaataV at. t.â.lâMt.1?^*^ atalM tatfatf 4^lMj^*M a-attta.all.te í
quanto no financeiro, não se poderia pc- O bárbaro crime cometi- ^^ ^^^ *^^™ *~^r" ^^B "^^^Ma^aíW^ BMBflP (^P aH^Laaafl^Laa^^LV a*l*rS>aaaV 9 ^PH^P^Laa* a^aa^W I sideração o prestígio dos litigantes. O
dir mais da situação cambial que é bas- g
tante satisfatória. O.s mercados financeiro g
Vamos, pois, a um balanço
rápido de tudo «manto possui
MAIS CRIMES B do em Jacareí, Estado de Tupi, de Juiz de Fora, enfrentou o Escola
Técnica, campeão da cidade, no Estádio
c livre eslão sob controle, e até a perspec- ^ balanço Sáo Paulo, em que perdeu a
Tenório Cavalcanti, • Todos os processos de cri- vida o guarda-rodoviario Ma- Olímpico do Recreio do Trabalhador Getu-
tiva de uma nova manobra especulativa já = que por certo jamais entraria mes em que figuram Tenório, e mede Durante o inquérito ins- lio Vargas. Um grande publico este*, e pre-
está sendo neutralizada no mercado parn- | em sua "declaração de bens"
que o repórter teve em mãos taurado na época, ficou com- sente para ver o embate. Na preliminar
leio, graças á pronta atuação das auto- j|
ridades. 5
se algum dia fosse eleito para
a chefia de um Executivo:
*fl Um "Cadillac"' do ano de
e fotografou, dariam uma sc-
rie de reportagens inacabá-
veis, pois são muitos e volu-
provado o seguinte: ai o carro
em que viajavam os assassinos
pertencia ao Deputado Tenório
at «l*M.**-r, ri* li» tttattttt) >«**•, (wm • «H—aat «taaiU» i «•>»
4 o DMÉ (campeão do CIFi logou contra
Barão de Juparanã. Também -houve iogos
A Comissão Executiva da Defesa da | de \òli e basquete, a noite, no Ginásio Gr-
Borracha divulgou um aviso aos expor- -^ "¦"" 1958, cujo o valor, levan- mosos. Colocamos em realce Cavalcanti; bl a arma dispa- túlio Vargas, com as equipes locais cn-
os dois principais: assassinatos rada contra os guardas que *tr*attT .Moa. >k **|ll M*|j*^^»
ladoics, que tudo fará para facilitai* as cx- n do-se em conta o desgaste e de Homero dc Carvalho. De- cumpriam o seu dever era de tM, fu aartu ttt ii tm sxat* ». frcnlando a.s da Willys Overland alias, a
portaçôes dos produtos da indústria nacio- = compensando-se a desvaloriza-
cão dn moeda, vale. atualmen-
legado Albino Imparato, Bcrc- propriedade do Deputado Te- fra-J-.*». jm* ttt o latlfti m ¦aaMaaw • nata*, • M*M ¦*¦#» programação esportiva ja vinha sendo de-
nal dc borracha. = co. Wilson. Naval e o investi- nório Cavnlcánti: ci os ocupan- •m» «-auvor «•*¦•*#», senvolvida desde o dia 1. informamos que
to. 1.200 mil cruieiros. Em ma- "25". Fatos irrefutáveis tes do carro tram parentes e •vi'«.»i .t» m> trmmmfm p» mmtm t
A "Owen Illinois Glass Company" com- | teria de veículos Tenório con-
nador a programação esportiva cm celebração a
"Semana da Pátria'' teve o
e cuja documentação temos amigos do Deputado Tenório *** ** ***** ***»»**!•«, !¦• ¦*«***•» ¦*** tMaatat»a|p» mjí taMa4*4uMH patrocínio da
prará uma participação majoritária nu- = ta, ainda, com cúrcn di* 10 dado fortnmenle. Sáo tantos Cavalcanti: di o motorista do •va» *f. ¦«-*•**>, **¦*•• t***/."
ma das mais importantes fábricas brasilei- ••Komliis" c alguma;; Rurais- empregado do mui aa, -aladbaU. SaajatHtt >»1» Diretoria d.i Companhia Siderúrgica Na-
"Companhia Indus- | e táo temerosos os seus cri- veículo era
cional, através da Direção de Serviços
ras dc vasilhames, a = Willis. que montam o total de mes. que cies inspiraram ao Deputado Tenório Cavalcanti; *-..-.s. t-v-a-i-í MaaTat- M •***» «W tt **•* IMflkta*, **t«**»**»•»,? .'
trial dc São Paulo e Rio", mais conhecida | aproximadamente 11 milhões Professor Serra Cardoso a es- c e) estavam dentro do curro Sociais.
por CISPER. O presidente e diretor exe- = de cruzeiros. crever um livro que ganhou o Manuel Tenório e Francisco a**^ u .«ur,*. li . ^m»m~i—**i$^>
cutivo da empresa será, agora, o Sr. Ha- | titulo dc "um bandido quc Salvador Vitalino. Tenório ten- ¦a.*» «. tnUi-aaMt tt», • Hélaa* i Iiiiiik u*^mÈ0màjf^ H0TÀS E COMENTÁRIOS
casa cm Duque de Ca-
rolei Ottsen, I H Sua conseguiu ser Deputado". Não
tencionamos escrever um li-
tou encobrir o crime, o que
não conseguiu em virtude da tr. cat»ii?c tatas !• *»*•»- —•**»¦••». imvm». a «****< |«*** P1NHEIRAL COM BOCAYUVA. Romeu
Na segunda quinzena de outubro pró | custou cerca dc 22 milhões rie vro, e por isso vamos resumir revolta que o fato provocou, t-*«ta*« «raUii -att «Klarw èmm » «trüía, ttt MM* MaM* M Q
ximo, será realizada a Quarta Conven- | cruzeiros, mas hoje jn vale a história: colocando em pé de guerra to- *t»**-|*^*^^ Lima da Graça, estudante da Escola
çào National d«j Comércio Lojista. Na oca- | mais de 30. f: constituída dc do o Estado bandeirante. t>M»b JMtttrt» tt ttT>»stsn atW. t MlIMI t« «•*•*¦ -*•
várias pecas. amplas salas, No Foro de Caxias Agro-Técnica Nilo Peçanha. cie Pinheiral
sião se tratará do problema dc crédito ban- |
cario c da crescente incidência, especial- | quartos para as visitas (onde D existem processos contra
H Sempre em busca dc pu- aa«« mm
•»» ? *-*-»«•**• «•«» mtm*m. té'-»**-** tfi&mr:;- nos trouxe a grata noticia dc que os Estu-
mente na Guanabara, de títulos pro- = dorme sua capangadai, gara- Tenório de todos os tipos. blicidade. meteu-se no cri- dantes cie Pinheira! eslão com Bocayuva
testados. S gens e uma bela piscina. Através deles fica-so sabendo me do Sacopá. quando Bandeira <*.<-*. «. laiaWU *> *~ • »M»-T»** ~*~* M>t**i*' •****
Cunha Cunha para Deputado Federal.
que o parlamentar não só se já estava às vésperas de obter a «—* m^m.
Má possibilidade-que as cédulas dc cin- | luxuoso apartamento dá ao luxo dc cometer homi- liberdade condicional, reuniu t. .am tt *M» ¦ c- •¦»• •» "** * ¦-J»»"
Hlin •¦fiuplev," em Copacabana, cidios, como também costuma a imprensa e anunciou: "Pro- tatu.-****. •*»•*• **» "•• ******* *»*-* • ****• " "*""** <MMt^. ITt — Dia 11 próximo, no Cine 9 de Abril:
co c dc dez mil cruzeiros, que serão = *"-" "OS
INIMIGOS NAO .MANDAM FLO-
lançadas pela Casa da Moeda, não cir- § defronte para o mar. estando achacar de arma cm punho. varei a inocência d> Bandei- **»»-" »**- ******** • l--ll[ir'-»->-?;.
culcm antes do fim do ano, especialmente | orçado em mais de três mi- L'm dos processos tem èsse ra". Até hnje a população tatsrâMâjra «Ctt. mm • RES". peça de Pedro Bloch, em 3 atos.
Ihões o mobiliário e a decorn- pomposo titulo: Extorsão — aguarda a prova, pois êle se •ap» m, immnm ***. ' Mlat-f -M. » mmmmr . mm M *-*• com os seguintes personagens:
porque o Governo acredita que o lança- | Indiciado: Natalicio Tenório restringiu em lançar lama sò- t». III III l(É « **«» '
mento das notas, agora, poderia trazer | çáo. O apartamento vale, ago- Cavalcanti dc Albuquerque. bre seus adversário; políticos. •«nt-aas, m «tttta «. ta. t*-i atMM* Geraldo: Carlos Armando, Silvia. Jane
eleitos psicológicos e político ruins, uma | ra, cerca «lc 15 milhões. MM* «»1«., II "¦¦*•¦¦¦ I • «MRs*.-.'.
a» «M. f» «Mtl*., m IM Martins. Flon--:a: Cláudio Moraes* E uma
vez que estariam bastante ligadas à desva- =
lorização do cruzeiro. Por outro lado, os |
bancos declararam-se ansiosos pelas novas =
? Não se sabe até hoje co-
mo, mas tornou-se pro-
a Processado como in-
cendiário. Candidato
uma cadeira na Assembléia
a 0 E' acusado poi- uma com-
panhia de aviação de ter aaa aUW artat». M>
* lilli""!»"
seqüestrado um aparelho, cm ucw ttavdue mimm. t*tUiMiiili) mJm ipi|én»ii m
Mt»**-»»-* •**••"**• •» •*lp,*—***'•**
*-*.*>;
promoção da AVE, Associação Voltarre-
dondense do Estudante, pelo seu setor de
prietário dos antigos prédios Legislativa, náo foi eleito. Teatro experimental. Jane Martins — está
cédulas, uma vez quc significarão ecnno- | da Prefeitura » do Foro de pleno vóo, durante a crise po- ^., -'— mb aaMMáa—» ata-tilt» la*aa-à •» M » Mr****» JÉÉ» • um espetáculo nos ensaios.
Duque de Caxias, imóveis ava- Conferida a votação de Ca- litica de agosto do ano passa-
mia dc tempo nos pagamentos, cobranças § xias, as urnas foram levadas do, pnra fugir para o Rio Gran- Wfm. mmm uw)T ttvttt «rt» -***• * * wy»****1** V
c na contabilidade, assim como considera- | liados em alguns milhões de
para o Foro. A noite. Tenório
= Fl — "Três armas a serviço dc \ olta Re
cruzeiros, sendo ainda pro- de do Sul. Enquanto "pelas outros
vel poupança nos gastos com tais serviços. § c seus capangas atearam fogo políticos se batiam liber- donda: Radio — eom Ubirajara Ra-
prietário dc várias faixas de ao prédio, o que provocou a dades democráticas em praça mu*: Jornal — com Ubirajara Ramos F. A
.lllülllll terras griladas de pacatos cam-
anulação do pleito. Convocado um abri- ACUSAÇÃO — Sempre acusando Tenório frontalmente, I
ponèscs. pública, êle buscava Pedro' nessa página extraída do proec-so Imparato, la-o | CÂMARA ependera de voce Vote
Tyl u nu1' Tenório sempre foi sequioso
um nòvp escrutínio, o parla-
mentar fraudou a vontade de
go onde a batalha
vencida: Porto Alegre.
já estava
mentà que o parlamentar o deixou ao desamparo apo-sem Ê nele para Vereador. Ubirajara Ramov —
todo o eleitorado, logrando crime e que dizia isso de livre e etpontánea vontade, | para defender o povo e o município e com-
por publicidade c isso lhe tem Tenório e sua corja de qualquer coaçSo. | baier as mas administraçòe**. Lbiraiara
custado maus negócios. Um
deles: a Mesbla, da Guanaba-
conseguir os volos que neces-
sitava para eleger-se. üi cnpanças. dando uma dc- i Ramos — radialista c jornalista — com
APOSTILA DOS GUARDAS 1 , -+000+0000+00000+00 000000^00^" 1 Bocayuva Cunha c Badger Silveira.
I O lbiraiara — insistiu comigo para
DEPENDE DO GOVERNO! | quc fôsse publicado o texio acima \'ão
Sr. Redator: — "A classe de Guarda Sa- j VISITE tive outra alternativa se não atender ao
Hilário tem sido por demais infeliz neste Es- i O VISITE = ABP-SPC seu pedido.
lado. Recentemente, como é do conhecimento :
de todos aqueles que acompanham o meca-
nisnío governamental, foi beneficiada pelo ar-
•igo 30 da Lei 5.057. Mas, infelizmente, o pa- MAGAZINE
ULTIMA
Inscrito sob
no convênio
«o c i a ç ã o
HORA está
o número 00S
entre *> As-
Brasileira, de
MOZAMBO MODAS Kl — Por gentileza da Direção de Servi-
jjj cos Soa."iaís*> a Associação de Pais e Ami-
gos dc Excepcionais promoveu mesas-re-
üamento da' melhoria continua sendo assunto
'le consultas c de aborrecimentos de toda es-. z NENO - Rua da Conceição, 57
Propaganda e o Sert-lço
t»o Crédito
Rua Aurelino Leal. 27/53 — Niterói dondas, no Estúdio cia Radio Siderúrgica
Nacional, sobre a criança norma! e sub-
de Proteção
Pede. o Sr. Evaristo Alfena Leal, diretor do normal. Os trabalh«>s cie esclarecimento
Departamento da Despesa, resolveu não man- foram coordenados pelo Dr. Pedro Jaimo
tlar pagar sob alegação dè que somente com vich. presidenie da APAE. e contaram com
•apostila no titulo c nas portarias poderia fa-
W*lo. A cada um que procura informes, aquele
Serviço de Assistência Médica Domiciliar e de Urgência
CASA BARBOSA as seguintes personalidades:
«lirelor esclarece de modo diferente. E en-
•tuanto o tempo
passa, a classe vai ficando es-
nuceida. No último dia 31 o atual governador
Jj0
Estado publicou uma outra lei que, no sa-
"er dos entendidos,
S. A. M. D. U. AUTO VIAÇÃO DE MÁQUINAS
Vendas e Refor-
I Dr Túlio Mesquita Resende, Hematolo
gista; Dr. Antônio Carlos F. Araújo, Pe-
diatra; D. Cora F. Duarte. Diretora do Lar
Péstalozzi; D. Aurclina Fest, Yicc-Pres. da
representa a regulamenta-
embora, na Divisão da Tesouraria, alguém
Concorrência Pública N.° 3/62 APAE ; D. Dora Rocha c Silva, Professora

SANTO ANTÔNIO
Iaf.*°.tivesse informado que a coisa está errada. "Diário
Porque o Guarda Sanitário não pode ficar com
— Faço saber aos interessados que no
Oficial" do Estado do Rio de Janeiro — Par-
mas, à Vista e a do Curso Normal do Instituto Batista Ame-
ricano: Prot. Pedro Oliveira Lima, Psico-
salário
Prazo — Conser-
*¦ idorcs de 25, 27 e 30 mil cruzeiros. Os ser- logo: Sr. Afranio Bastos e Sr* Braga, te*
quc requereram apostila na Secretaria le 1 —fls. 20 e 21 do dia 4-9-62 foi publica-
ac Administração Geral, na sua maioria com* {§ soureiro c Secretário d,i AGAE. respeeti-
do o edital da concorrência em epígrafe, pa- \amentc.
Par-roram ao Tribunal dc Contas. Então, lli.
r?m espirito de mais humanidade e coinprecn- ra fornecimento de Peças para Ford F-100 — OFERECE-LHE tos de Máquinas | ra _ AUMENTO GERAL NA CSV —
Fao com um ano 1959.
grupo de servidores que nunca Causou ótima repercussão h decisão
recelipu o mínimo dc favor sequer dos poderes
PUblicos, foi esclarecido que a situação dos ex- — As propostas deverão ser entregues até às
de Escrever, Somar S unanime da Direloria da CSN para a con-
¦«numerários mensnlistas também depende de cessão do aumeaio geral de salários dc
"i Decreto do
para que seja feila
14 horas do dia 17 de setembro de 1962, na BOA VIAGEM PARA CAMPOS e Registradoras.
=
= 15*». Tal aumcnlo incide também sobre
apostila. Assimgovernador
sendo, o Sr. Carlos Augusto,
Seção de Material, à Rua da Conceição n.* 99
= abono de família, gratitica<*cx*s e ATS. Nos-
"' — 12." andar, quando será efetuado o en-
0fretaria
dc Administração Geral, que tem
h°mem Interessado em solucionar o.s ca- cerramenlo da aludida concorrência. MAIO- PARTIDAS
ORÇAMENTO SEM H sos parabéns a Diretoria da CSN e ã Dirt>
toria do Sindicato dos Metalúrgicos. O
'„ * "°,-s funcionários f|
que dependem de sua RES ESCLARECIMENTOS NA REFERIDA = aumento de 15°o c a partir de 1° deste mês,
Pasta *ern „gora (jjuntp ,|t. sf 0 caso dos rll. fnMPPOMKvn = e corresponde ao senundo quadrimestre
d» Saúde Pública fluminense. Por isso SEÇÃO. 7 - • - 10 - 11 - 16 - 21 e 23 horat
J""'1'*
ein|ln. ¦ classe faz um apelo no sentido da Rio-Campos: de 1962.
'SUIamontação, também, da situação dos Guar- VISTO Av. Amaral Peixoto, |
n- Os trabalhadores do DCF conliara
1
370 - Loja 1
n''ários extranumerários diante do ar- D. JOARES 6-9-11 - 12 - 14 - 18-22
tir? Niterói-Campos: nasj providencias que o Sr. Viee-Presi-
-a»» j rta
i ara-jos
Ul 8*057- 0s efeti'vos e os equi-
aos efetivos em virtude da Loi 3.689, JAYME BIRMAN § dpnte Industrial vem energicamente to-
p/ e 24 horat

[r
n.1PlUc ,erSo* nos próximos dias, liberados
ncu ' mulos
e portarias. Ficarão, então, so- Delegado NITERÓI - Fone |
=
mando, para reparar o** desmandos e in-
iustiças impostos pelo E^ng. João Batista,
«rei i " °'S exlranumerários mensalistas da Se- pelos trabalhadores como
n-i„ mesmo
ptl»
de Sa"de e Assistência beneficiados
JOSt CORRÊA NETO
CONFORTO, SEGURANÇA E RAPIDEZ por favor 2-1773
I
1
considerado
'
Rcizinho" do DFC.
diploma n. 5.057". Chefe S. Material
llllllilllllllllllllllllllllllllll.'illlillMilill!lilHlll IIIII.I.II.IIIIIIIIII...I
¦'¦" ¦¦¦: •¦-, .«¦*¦•:¦ ¦-:.!
;--•"
" - J-r -. ' --«,- .''•'•' "¦ ¦¦ *-' '
¦¦.-... ¦¦ <*•* •a'•'..-¦ ¦ ¦ ¦ ¦¦ .< - ?»f'^_í»®_i ..-'..-;.'¦
^
• -*', • T »
- ' -*-."- V , n

ULTIMA HOHA

"URSS
= Segunda-Feira, 10 de Setembro de 1982
PAGINA 6

SENADOR AMERICANO:
^fÍT _-¦¦
™" "^^ ..._.'¦-..
QUER TROCAR CUBA POR BERLIM
..»_ _...„- i._„„rfi„
alnnlou que sem leglalaçfto purlnincntnr n_o potlin impeclii' necessita pnin iissoiiuinr sua defesa m.i.l,- uniu
.I..f._.„ etinlrn ,,,„., novn
nne. ngrofisüo
ni.rn.a.rr-m
""llllllllllllllllllllllllllllllllll 'I

mm]
'Certos rumores que circulam em |IIIIIIIIIIHIIHIIIIIIIIIIIIIIII||||!||||| iniiiii B
10 (FP) - Snlie que pode ctintar fnin nililllos SèglIVISSllliUsi dispostos n pres-
umiiiiiiiiiiiiiiiiiHiiiiiiiiiiiiiiHiiimiiiiii"'*****»] passível que ossqvie- qüe barcos britânicos trflnsjJOrtitSsciu cniRá a Ciibn inrlhc lótln a njtitlii iiciesAiin". declarou onlem um observador
Washington parecem Indicar que seria
WASHINGTON. em Assegurou-se no mesmo tempo tios EsUtdos Unidos que em
II tlnt» tentassem _ervh-.se de Cuba para obter o quedo querem nenhum momento se enviou n Cuba equipamento militar 011 dc política externa dn rádio de Moscou.
Show"deSinitri BeHlm"- declarou ontem o .senador republicano
Nova Ioroue Kenieth
Estado de
Keotlní. Kste afirmou na televisáo que
armas, e que. segundo entendia o governo, nenhum desses um- HISTERIA — Depois de assimilar que e»sa advertência de-
'toma-e-dá diplomático": "O presidente do oos havln ílaü Utliliado com Uns milllitrcs. vlnm te-ln sempre presente o» inimigos externos do Cuba, o
ou dt Dieirich Te tratai de u
Conselho, «viético diria ao Ptt-Identa Kennedy:
Abandonem
se aumentarem M
Ajuda a Cubo eomeitlnrlsla flisotí. ao evocar a sllunçflo "«rosseirn»
um tempo ft dlllh parle, Clilin é olijeln dc
ntu.il tia Him, quo, do
nmèaçns por
Berlim e nós abandonaremos Cuba. Mas em cuda . NOVA IORQUE, 10 (FP) — A njutla
'maciça mllitnr e èconòiui'
parle dos niilitiiiistas c rencioiiíuios lunls furlliundos (los Estados (Condentiéo éa ÂN$A
Custa 3 Nilhõei K___ct . Keatlng
faremos o mesmo
P_r__sôes em Berlim, nósomitiu o Oovjrno d»
_ opinião de qtje "que ca decidida por"NewMoscou em favor tle Cutíâ ípl tilijeto do editnruil Unidos qua orqucsliiiin umn nnipln histeria bellrnsa n fim de pro-
i UPI, fP, PL, BNS e llf)
•s_,tad_« Unidos deveria faaer saber no muntb eatn solu- de onlem nti York Times". O pilam) iliAHu «scirve, cntie imiiil- psicolfiiticniiiente ti povo itoito-nmeilciiiiu coni vistas n uma
Os dlrttorti dt virlo» tal- acrescentando outras coisas- ,\ „ . . llova rtveulurn niilllnr conlin a Ilha.
___ n__ mu. st»_d' lev-da a cabo em absoluto", serem tomados "A medltla ..ivl-tlL-a-ctilinttn - grave e perigosa para nus. „,,.. nn- 1 • "MARINER" _- Pa«mlena
•Inot dl França prottttaram oue "B-rltin e Cuba nao sfto peões destinados a
Nfto podeh.o< de nico mais oue tle Cuba e ile Fidel Ciistrt). _. cnntutlo, 11 AMEAÇA — Depnls de reftilat o tema principal de sua' n pro- re-
Califórnia — Todo» os apare-
Su deixados segundo os caprichos do Kremlin Ia-se
eontldtra- cnstrls
talai prtttnt-tt,
da* rtalmanta txctstlvt», d* de uma -.sputa ajuda militnr concedida umn aindn defensiva. A econQinln cubiinn, pni*niitln. ou seja, que a existôneia de uma Cuhn lho» e instrumento» a bordo
"Mariner ll", o satélite
trair um pelo b-tn do outro, como se se tratasse srrtilnailn. necessitara tle intiito tempo nnra estabelecer-se pelo lireserita uma gravo inuençn para a America, e haver expllendo, 3 do nor-
algum cantora*. Ot mait *kI- de fronteira no século XIX". nelo conliárlo, que sfio os Eslados Unltlos que aiii.nçnni Cuba, 1 tc-amerlcano que voa para vj.
, _^^^^ gtntti anlra menos quatro tiU cllido anos — sc a revolução tlurni- todo Cssc o comeiilnrlstn soviétlcn afliintíu. em conclusão: na Alilllhns
' verdade, o 9 nu», funcionam parfaltamente
todot tt- Bloqu-io "O eonseHUlnlC, navio ria politica externa tle Washington no nint- cnpilAo ilas co- S — segundo anuncia o Lalmra.
riam Prank Tr.i.nRE_ 10 (UPT* — Os Estados Unidos apresentaram .. pcrllíti que correm ns Eslntlos Unidos, pnr no momento mceli n perder puriiiosníiiiMite seu rumo. Su seu nílti pur- 3 tório da Administroçáo tio Atr-
S I n a tra a
or&rií-etanha'a questfto dos navios do Kelno Unido que trans- deve «er coiisltleriitlo com "11vistas no futuro mnis qtlçKenned.v deu hindu n in/.5o, conVlrln qtlc a recuhiiissc pnni nfio Ir a piquo . 1 ronAutlca c B»paço dot Eslailm
Mariana Dia- x bem pedido tio Presidente para
Ot I Srtam abítecUnento- a Cuba, segundo revelaram tontos n»o presente _ acrcslentn:
1»0 (Kin homens tln rèset "Pnrn Isso. terminou dizendo o observador dn 3 Unido». Na munhã da onlem
t r I e h,
iX-madas. Acrescentam que o t-Ovêrno norte-amencano st*r „iiloíl?nilo a ennvorsr a» fileiras até AORBSSAO — 5 o "Mttiner II" se epoontravii i
p.-siqual» ".^"'ío^ftimente
ao britânico que suspendesse ésse sei viço, vi em caio tle _feH.__sll.a_l" deve ser considera .11 crJtt.0 uttin medi*
rádio dc Moscou, c preciso qUij abandone da nnvn todo o cnmi- = 3.6-0 «11» quilômetro» ri» Tuna
nossa parte potlcrlá
da de nreeiiUç-O. Neli 1 Uma meilldn dlreln porInllno-nmcieanas". ijgrc»s»ii
_c___ §
d_.m' fto
E que -assunto foi motivo de discussões diplomatas ^tatttUtfft niio pdflgoso dos prtMifiinlIvns tldm vlslns n unia sua llbertlntle | o a Ill.-20.17U quilômetros dc
_ 3, milho.»
______"_ _*Í Relações
RelacVs"ExterTòrérna passada. Os diplomair lunte-
semana paaaada.
Exteriores, na «emana lei- 6ülto se nüo nns logulrcm n piilCnclas contra Cuhn purqtlo o povo CUlinno t|tte contiuislnu impoi-se a
meno» de de fran- 'ímer'*:*"?„„'TI,,X. entrega de uína
flieram e"t.r.«a uma nota com ponto de vista
o ponto Apoio Soviético minin lutn (iui-ls»'nia. .lu demonstrou suo apildãu pluii
cot antloot par cada noite da |1 ^rç.'Z!sno*xJ^ram
americanos
''O = • CONSULTA (Manái-ua, - 0
dosSN%ftdI°MPED_0-
Estados Unidos. as- MOSCOU, IU (FP) — povo cubano dispõe dc tudo qunnto qualquer tipo dc aüicssão". PruHidunte da Hepúbilca, TUili
oxlblcio. E, ao qu. p.r.c, |
obtém tio vul- S
Segundo estás fontes, a OrH-Bretanha a********"*'*******^***"***^
S
= Sonui7a, «c declarou a favor da
geralmente „4ftm,m.,**,»**—******'
renllzaçfto dc uma reunião dt

China Abale U-2


tota quantia. A remunera- 2 .-*-»»-». g
cio para Edlth Plif baixa pa-
ra um milhão . meio, ao pat-
f
s
Parii: Polícia Guarda Fronteiras Bomba na Oasa da 5
3
consulta de Chancelere» latino-
americanos para tratar ria a|.
to qut Yvax Montand t nor- § g tuaçio cubana, «egundo a prn-
malm.nte pago cem S
Para Bloquear Fuga de Terroriitai Nkrumah Mata 8 3 posta formulada pelo .Secreta.
rio de Estado dot Estados Uni-

Espião de Formosa
1.200.000 franco» antigo», at- =
tim como Amaveur, Gllbert S dos, Dean Rusk.
Bécaud e Dallda, mal» mod»»-
tot, co/itenta.m-1. com clfrat
5 ÜARIS 10 (UPI) — A policia d» França
«umentoti b visilân-
Y cia na _o.ib fronteiriça com a Espanha a fim dc_í^bin
impe • Fere 40 Peisoat 5 • TERREMOTO (_an Siilvatlm]
5
Ghana, 10 (UPI* — 3 — Um forto tremor de terra
elementos foragidos
qu. vio de SOO a 700 mil =
I
- \* dir qualquer tentativa de fuga rios Char- Um terrorista joiiou on-
1 abalou onlem pela manha a
franco». dcide terrOriít_s oue tentou assassinar o Presidente ACCtlA.
lem umn bomba contrn a mui- 10 (. f) — Um avia. U-, de reco- CONFIRMADO r- (Washlnglonl — O De- § Capital Salvadorenlia e vúiins
DESPEDIDA — O poeta agosto ultimo.
les De Gaulle. a 22 de "comando" piilliimenlu tle Esliidii cfliiflimoii ontem k = cidades vl?.lnha». O tremor foi
se encontram dctidoS è es- lidAo que assistia n uin;i ceii- PEQUIM, rihecimenlo a «ranSe altura, da» f-l-t-a» "!,ocltlieecl" (Jfotl- = registrado ki 8ll45 locais, cuu-
norte-americano R o bert Cinco-membro» do mm erropto mt ofi- chlntst» foi abatido onlem pela laiile cjt.lt* fl firma velltleu,
JYost partiu ontem de Mos- tio sendo submetidos a um interrogatório hiônin frente fi resldênclo nacionallitas
arjên- vninciile, cm lllllll, tlols aviões tle reconheci- 3 sondo o conseqüente pinico
17 cum- Kwnne Nkru. anunciou a
sede da policia desta capital, Juntamente com outros ciai do Presidente mtnh* ns eontlriehle ehltlê»,
cou para voltar aos Estados nicnlo tipo U-2 ii Heiniblien NMcioiuil Clilncsn. 3 entre os habitante» da Capi-
Unidos, depoi» de sua visita mah Pelo menos cinco pessoiis cia "Nova China". 1 lal, mu» «em que se registras-
^CAÇADA
— Força» policial», moblllrada» especialmente morreram e 40 ficaram feridos. • RECONHECE — 'Tiilpcl — O qunllcl-aene- INV_5TI-AÇ6E- — Anles, portn-voz "o.s do
a URJ5S a convite da União • Departamento dc Estndo dissera que 5 sem, até tgora vitimas ou dnnos
1 outros seis im-
em todo o pai», procuram locslliar e deter festrange Nkrumnli, que snlu ileío em rnl da» forças nérens da Chlnn Nacionalis- "Eslados ou na pro-
de Escritores Soviéticos.
da Legião ra umn tentativa de assassinato la reconheceu, hoje, num comunicado otleliil, Unltlos não elitretiiirnm nenhum | materiais rta Capital
Frost foi recebido anteontem PDHcados inclusive tre» desertores fôsse acentuada, particular- reailMtln no més passRdo, não U _ foi derrubado na avião tio tipo U-2 a nenhum pais", acrescentam 3 vinda.
por Kruschev em sua resi- Ordènou-se que a vigilância que um de seus aviões Iria investi- ! 3 t> PARTIDA (Moscou — Rte-
dência à margem do Mar Ne- mente na fronteira com a Espanha, depois de saber-se que ficou ferido. Segundo revelnrnm China Continental quando renllr.nva umn mis- do que o Departamento de Eslado
estabeleceu os Informantes. No comunlnndo sc «ar sobre este assunto, para Inzer declaração §S wart Udall, Secretário dc lute- Es
Rro. um dos "comando»", que fugiu para ésse pais. Sc-
sSo de recohheclmeiito.
dc Tnlpé, desejdso a respeito. = lado norte-americano do
COLONIALISMO — O co- contato com dirigente» da OÉS (Organlw-çio do Exercito A pollein Inforínou que a bom. acrescentn qiie o governo
DIFERENTE — _m Wiishlngton,.afirmava- 3 rior, que passou duas semnnai
nhecldo ator Glorglo Al- cretoi e. a seguir, regresso» à França. ba explodiu enquanto Umns tle reunir dado» sobre o continente chlnPs, 3 na URSS em companliln tle es-
nomes ¦J.000 da nor- se quo o nvinó de Puimosn nbiltitlti nn
bertazzi, intérprete do filme • VROCURADOè — Além dos trê» lningaros, cujos pessoas dançaviun n una coiitprnti em Julho dc 1000. compniihln
U-2, | peclali-taa norte-amorlcanos de
"O ano
passado em Marien- (procuram lo-
não foram dado» a conhecei, a» autoridades conhecido 300 metros tín portrt plinr.lpal le-nmei-iciinn "l.ncl-ced Alicraft", dois nvIOes Chlnn poderia ser Um lipo diferente tio do 3 (ilctrlcltlnde, saiu ontem dc
de._« anos, co- a nlltini. Os mus possui inti material fotográfico slhtllár
bad", e sua companhia tive- grar a detenção de George» Watlm do escritório do presidente. Foi U-2 de reconllcclinento Kinntle
l.embra-se o U-2 ela o npnie- 1 Moscou com destino ao seu
— finalmente— fo- nvlão-osplfio, que
ram que abandonar a Soma- mo "o coxo" Jéan Plerre Naudln, de 20 «ho»,Militar estudante que organizado precisamente parn cilntln» aviõe» acresceiitu
der- I pnis, anuncia a agenda TASS.
lia. onde rodavam uma pelí- M Pf-partVa para Ingressar na Academia In
de Saiu. comemorar o' fato de qUe tinha rnm envlfdns à Formosa em dezembro tio mes- lho que pilotava flnry Ptnvcis quando foi 1 Udall foi recebido durante,
disparou em uso desde então. íuhntlti em ciíus sovlótlcos.
cuia contra o colonialismo,
i Cyr!. um homem de nome Bui.ine. queo Chefequem dc Estado.
snldo ileso do atentado ante- mo ano o .silvaram 3 sua permanência, por Krus.
por causa dos ataques de um fuzil automático «o atentado conlra rior. 3 clicv, íis margens do Mar Ne-
que foram alvos. O ator de- ' i>iiirr«;jrítfH'',"fll<f>'ffl"f'"*"**""*¦»».¦»»»»»»«¦ I gio.
clarou, ao chegar a Roma,
procedente de Kênia,* onde
se havia refugiado com ou-
i r__ i.i—"
' * • '- "*""' "" __ .
Mf,.,.M..|1rr:,-¦ti|TiB||í«'-*iyntT--r'-*i*? jújjAf.'n-^'-*a-sj*^aÉ>Í_f__M________________ÍÍ
3 • OHIRADO (Coloratlol -
3 Llowcllyin Thompson, ex-Em-
S § baixador norte-americano na
tros membros da equipe, que
INSTITUTO BRASILEIRO DO OAFÉ
= I URSS, foi operado, no llur.-il-
os referidos ataques haviam
sido organizados pelos colo- § I tal da Academia Militar dc
3 5 Avlaefio de Colorado, de um
nos brancos oue, segundo
Albertazzi. "foram
=* RESOLUÇÃO N.° 238 3 cálculo renal. A operação tlu-
afirmou § 'Ja^m^^^St^^aW^^S± j= rou 45 minutos e foi um • ó\iiu.
mais perigosos do que as fe-
ras".
• CASAMENTO — O Jovem
£
|
_"___{;_,__ n.'-3.i d__V __t_. Ia --f-rinlIH-íncla
ds Morda e§ tSK, s^^^l BHlP___RI WÊm&KÍ*-^1*?** .¦¦:':¦.:-.*¦'¦ A.;.- ¦iit"í-; ^'"3
*
H___l »____FW 1
= Tlitimpsoii permanecerá ouas
| semanas
no hospital.
|
milionário Filipin Jorge £ Jo Crédito, ¦^^^m BB3ffi*f
*¦¦ ¦ ¦*¦¦¦ iafc'*-íiSBl^^B3EiiíSÍú;'<-'• y?A-*íS&PA -A'' -¦¦¦.- »,'S>. " ': o ' " ¦.¦•';. %%\ « ^mmmwMm\ ^Mw-'^ ! 1 • DBP1SA (Londres) — O Mi-
M\^m^mWmmmWaS)^K*S*^^<''%***!»*-S?i^_i»«t^ati.i ¦ ;¦¦ **_^K-__El H^E -A-
Araneta contraiu matrimô- 3 Att 1.» - A» cam-lnl» Mpreientatlva» *» Mpnrtjc.in
ti», rafes ^^l ^m^^^LAma^JÍ^mmWmmmmT.'^MmCTA.axt^frím^TfiAÍ^y'' ¦¦.'>-¦ : *' ':^:uã ia* ' **-" * '*« í- 5 l '^^mmm\v^JLwa\ WmWy'y~ -\ 3 nistro britânico de Defesn, Fe-
nio, em Cali, com uma das = Brasil h. A..«
dn Safra 19«t/19(*J «erío adqutrld.il pelo os _»_<_ _omItalmot 3 ter Thorneycroft, onrtlu lüino
mais belas da Colômbia e do -cmals bancos autcrlzado», respeitado» pr. <•»» dc rc- 3 aos Estndos Unidos, onde deve
=
mundo: Stella Marques, que = Ctstro . ... . indicados, conforme es porto» de embarque:
_ seiulr I celebrar conversações rclmio-
foi "Miss Internacional" em § Embuiques por qualquer porto
"DeclaraçAes t\r Tenda" que consignem o registro de V L'!*.S 0,30,55, 3 nadas com a defesa dos dois
Long Beach-1960-61. O casa- = ou seu tm outra» moeda», por llbr»-p*«n;
.. „ i.*qulvaleu te em 5 países com seu homólogo imr-
mento teve lugar na velha 5 Embarque» pelos porto» de ParanaguS e Antottlnn 3 te-amerleano noberto Mac Na-
catedral espanhola de Cali, = "Dcrlaratôeí de ven-»" que consignem o rfllltfo -« yãl 3 mara.
capital da Província Del I 0,».25, ou _u íqulTRlent* em outr»» mn*tla», por Nllbrl-peso;
Valle. 1 Embarque» pelos porto» do Rio de Janeiro e rtfg tsrftl «tro de V„»
• MORREU (Tetavivio) — 0
"Deolarac_(4 dr venda" que ton»l|_e* o
pintor i»raeliano Mane Katz fl- ,
0.-6,50. ou »eti equlT»lrrtte em outra» moeda», pm llhraa|i»*ui
loceu em Telavlvle aos 88 anos.
gillHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIlHIllllllllllllIlIlllillliiinil |
Embarques pelos porto» de Vitória, B-lvatlor. Beclfe e Sao
Francisco do Sul ._. Após tor vivido multo tempo
Semionov: Lua ] "neclarac6« de vend»" que conalgnem o registro de L*** 0,14,90,
on «eu equivalente em outra» moeda», por llhra-pêso:
,. ,„ em Paris, havia regressado i
Israel há seis semanas. Sum
Art i • — As operaçSej pendinte». aulm ententllda» atiuela» obras haviam sido expostas no
Poderá Ser Grande J culo» tontrat-i de c*mhlo nio tenham sitio llqilldadhs ou o»
café» nâu embarcado», terân a tactildade de »e enquadrarem no»
mundo inteiro.
critério» da prclente fce»olut;»o. il.omlr.'
Central Elétrica f \,l J.o _ Admlle-»e, para a» vehda» de taffs desparll.-ido»
com o« registros básico» de URI 0.3*1,55 e fl. 0,311.25, ou. »eu
| • CONFERÊNCIA
3 _ o Arcebispo Makárlo». ptt-
equivalente em outra» morda», a remessa dé uma COntltUO em de s sidente Ciprlota, chegou oa-
10 — iFPI — Se | agente, de \% (um por cento) «ôtire o valor total da venda, 5 tem. por via aérea, a Londres.
MOSCOU, te cobrisse a superfície 5 conta gráfica, llvrtr de pagamento pelo »»|itirlador. 1 As 15 delegações que parliti-
Rio dc Janeiro, a de setembro de lüfí 3 parâo tia primeira conferência
da Lua de células fotoelétri- = •.EttTON f_nilEI_A Dr. P/1IVA
cas com forte coeficiente de £ Presidente — Interltío 3 de Prlmolros-Mlnlstros ds Com-
rendimento, poder-»e-ia E | monwealth se encontram já
transformá-la numa imensa = INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ 5 todas na Capital britânica.
central elétrica de uma po- § "O tlr.
têncla de vária» dezenas de = RESOLUÇÃO N.° 239 • SOBLEN (Londres, —
Roberto Soblen nio ret-obrou
trilhões de quilowatts. Esta §j k Wret-rla Executlea «o lastltuts _r»«!lrlri* do Café, na «on- ¦________¦ _3_C— —*ü *___^^~* * y^l í^^^^BHr
ainda seus sentidos e um nfivo
é uma das hipóteses que de- = formldade da Lei t.1M, «• II a* «etembfo de 19ÍH e tjhdo em l I*"ti ,e*v_r^v>0/0/^/^^?i__Í_3_30->^_^^ ^"*___-^
elemento aumenta a inqulctu-
senvolveu ontem em Moscou § vista a In«__ç_o n.» IM iettt 4»**, 1» ÍUperlntendêrtcla «a
Mo«da e do Credito, dc que provoca seu estado:
o Acadêmico soviético Nico- H convulsões ocorrem periódica-
lai Semionov. 5 Art 1.* — A» cambial» repreienlatira» da etportacSo de eafé» mente, o que faz crer que é vi-
"A energia lunar da »afra 1M1/IM2 e anterlofet «erâo adquirida» pelo Bartco do
'
poderia = Braetl 8. A. e HemaU baneo» autorliadot pelo» preços em cruiel-
tima de porturbaçáo ce-clirnl",
ter tran»mitida à Terra em =
ro», valore» e i»rto» _e embarque a «egulr Indicado- declarou ontem o porta-voz tio
feixe» de raio» "Quanta" ou | Embarque» pelo» porto» de Santot, Angra don Rela e Sao Se-
llnspltal de llllllngdon, onoo o
ondas ultravioletas", precisou = ~~
bMtl-O __ff _PP*___r
- i
i I <•* \* *Qf tiet-od»- A-t*_.uf0,l,m ° •**í^* t^H^^^A' ^^^K^^Ê^^L D espISo condenado * prlsío per-
o acadêmico que falava na 1 Cr$ :.:»0,oo (sete mil e tetecento» cruielro») por aata, p»r» péliia pelos Tribunais norle-
Conferência Internacional de £ "declaracfte» de renda" que conllgnem o regUtrn de US| 0,29,15, americanos está em tratamen-
ou «eu equivalente em outra» moeda», por llbrà-peso; p*'" *° "" iíiiii» """' **n"*"",K>* y
Ensino Superior que »e rea- S K-J.MB I fmkfjs\w •" "•**"'" Í>-Ssps; ??.' g.ci^wiaiii.MS to.
liza atualmente na capital da = Embarque» pelo porto de Paranaguá
Cr* S.750,00 (sei» mil e teteeênto» e rlnqllenta cruzeiro») poi
URSS. I •aca. para "declaracOe» dt venda" que cnndgnem o reelitro de mWKl I 1 IL. mm lt 1.1 alüdO P'-* •fW***™^ í^*-_*__lla_^_-' ^~* ^Q^| ^^| S • LORDE (Londresl — KO-
Outra utilização de nosso £ URI 0,21,-10, ou seu equivalente em outra» moeda», pür llbra-reso; 1 wnrd Ileath, Lorde do Selo
«atélite natural consistiria = Embarque» pelo» portot do Rio de Janeiro e Niterói 5 Privado e Ministro britânico
cr$ 4.RO0,6o mil e oltorento» cruzeiro») peir »aca, para 3 encarregado da» negoclacnes
em instalar nele centrais = "declaracóe» de (quatro
venda" que consignem n registro de URI 0,21,25, "seis"
atômicas « termonucleares. 9 1 com com vista à adeao
ou o seu equivalente em outra» moedas, por llbra-pésti: 3 da Oi a-Bretá-iha ao Mercado
em vez de construí-las na £ Embarque» pelo» portos dt Vitória. Salvador e Recife *-_,& nova
Terra, o que suprimiria ra- S Crf 3.R0O.OO ttr»» mil e oltorento» cruielro») por »áct, para f Comum, far. vlaecni
dlcalmente todo perigo de * "declaracftel de renda" que ronslgheni o registro de URf 0,24,25, i pelas capitais européia», Ime-
contaminação radiativa, i on a teu equivalente em outra» moeda», por llbra-peso; 1 diatamente depois do encerra-
acrescentou. i Art. li.» — A» diferença» entre oi valores da ópéfatío cambial mento ria Conferência da Com-
deduzida a quota de contrlbulclo t ot preço» arltna fixado» cor- monwealth.
Referindo.*» por forma ge- i rerio i conta do Fundo de Rewrra de Defélit do Cafe.
ral às perspectivas dos anos £ Art. 3.° — 4» nperacoe» pendente», atllm entendida» aquela»
• ENSINO (Moscou, — L'n_

a dupla garantia integral de um ano


2.000, Semionov considerou = cuios contrato» de câmbio n*o tenham tido liquidado» ou tis rati» sô-
que a utilizaçio da energia g nto embarcado», terlo a faculdade de »» enquadrarem nb» crltt- conferência Internacional
solar, termonuclear e do ca- S rio» da pretente Re»oluclii. bre os oroblcmss do ensino
lor Interno do globo terres- = Rio de Janeiro, t de setembro de 1*<! superior, técnico e secundário,
NEWTON FERItBIRA DE PAIVA na qual participam os reprü"
tre faria com que neata épo- = Pretident» — Interino
ea a eletricidade fôsse um 3 scntnnte» de 40 países, foi sner-
recurso energético "disponl- * INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ ta ontem na Universidade o»
vel praticamente em toda» í Moscou, anunciou a agéncli
as partes em quantidades £ RESOLUÇÃO N.° 240 TASS.
ilimitadas". s A Diretoria Executiva do Instituto Brasileiro do Café, Ma ron- Um ano é • maior garantia já oferecida no Conheci no seu revindedir § • REATAMENTO (Paris)
- As
formldade do artigo 2.*, letra "d" e do artigo ].", item S a 1 lia 3 relações diplomáticas entre l
IIIHIIIIIIIIIIHIIIMHIIHIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII I Lei n." 1.779, de 22 de dezembro de 1952, Brasil para um aparelho de televisão. E no o NOVO TELE-KING 1962 -PríSen-
RESOLVI!: lando estes maravilhosos apertai- i França e a Slrla foram reata-
Fixar em 15 de outubro rie 1"**2 a data-limitr para o fatura- seu T_____-K_NG esta garantia é dupla e in- 3 das, anunciou-se oflelalment»
NatMr Espera, mento e venda ao Imtltuto Brasileiro do Cafe do» c»f«» da Rérle
de Mercado da Safra 1M1/1M2, not termo» da» ReioluçA*» nd- tegral, refletindo Isto a elevada parcela de y**^. ;t!'j*> ^M
çoamentos:
Slntonlzadot MemoMstie,
3 em Paris. As referidas relaçfios
= havlnm sido Interrompida» tm
Antes de Decidir
Saída da Liga
mero 119, de 15 de maio de Ml e n.« 221, de 14 de abril dt Ml.
Rio de Janeiro, ( tt setembro de 1*02
NEWTON FERREIRA I.i. PAIVA
Prealdente — Interino
confiança que a "ll-ETROV-SAO''
grau de qualidade das peças empregadas,
tem no
nl Pi que ajusta e sincroniza, de uma
lò vez, tom e Imagem.
Sistema
§ outono de 1996, devido a crise
-a de Suez.
3

____¦_¦_____¦
na excelente categoria dos seus operários de deílexBo VDR - I • DESAPARECIDO fIa.opr.lil-
INSTITUTO BRASILEIRO DO CAFÉ que dispensa o custoso esta- 1 vlll») — O "rei Imperador" do
especializados e na perfeita atualizaçftò 1 Kasai rio Sul, Albert Kalonyl,
billiador de voltagem.
10 (FP) — O Pre- RESOLUÇÃO N.° 241 dos seus engenheiros supervisores. Assim, Tela retangular de'J3" - 3 que deixou anteontem em cir-
3 cunstAncias misteriosas sun
CAIRO,
sidente Nasser aceitou o seu TELE-K1NG, o primeiro televisor
esperar que se celebre uma
nova sessão extraordinária
k Diretoria Executiva do Imtltuto Brasileiro do Café na ron-
formldade da Instrução n.° 230, desta data, da Superintendência
«a Moeda t do Crédito, produzido no Brasil, sendo igual ou supe-
Cinescóplo de 114°.
Som frontal, dc alta íldeU-
I i tal
prisSo nos arredores de _*("•
pnldvllle para retornar à cnpi-
do Conaelho da Liga Ara- REhOl.VEl S tem deum Btkwanga. enviou on-
be, antes de decidir a reti- Art. 1.° — Antecipar oara M «e aotemkro de 11(12 a compra rior aos melhores importados, è o primeiro, dade.
telegrama a Kamitatu,
do» café» da Série de Mercado a que m refere o item vlll da também, a oferecer-lhe dupla garantia) Dupla garantia integral de Ministro congolfc» do Interior
rada definitiva da Repúbli-
ea Árabe Unida, anunciou lUtoliicáo n." IM, de 30 de maio «e is«2;
Art. 2.* — Publicar até 20 dt novembro de 1M2 o Regulamento
um ano. para acradtcer-lhe tua "media-
ontem o diário "Al Ahram", te comprat relpectlva. ção". Até agora, a explicação
órgão oficioso do governo Rio de Jantlro, « de setembro de 1%? oficial do de»aparccim«nto o«
•_]p-lo. NEWTON FERREIRA IIK PAIVA Kalonyl é que fugiu da pri^o.
Esaa decisão eatá conti- Prefldente — Interino
da na resposta k mensagem S • VISITA (Oslo) — Dlrk Stlk-
que lhe havia dirigido o 3 ker. secretário-geral da OTAN,
Presidente da República do
Líbano, General Faud Che-
hab, cuja respoetá foi en-
TELEVlSOR^MaC^ |Ç*ftlfc-- ¦ S chegou ontem a Oslo, par» ele-
| tuar <ua primeira tlslta oU-l»'
S A Nomega.
tregue ao embaixador do Ll-
bano no Cairo, Joseph Abu-
ABP-SPC rs*ík;,*;. : I • FALECIMENTO — (Monte-
Icatar, e traalda por éste úl- _ 3 viriéu) — Após lonsa enfermi-°
ULTIMA HORA •*_. inscrito sob • número 008

m
tlmo a Beirute, anteontem i L'M PnODUTO DA ELETROVISAO -a pioneira da iniüttria eletrônica do Brasil Fábrica: Av. Brasil, 7801-CB. 1 darie, faleceu, naata capital
noite. no tonvlnio ontro ¦ Astociacio Bratilsirs do . ropa- 5 Conselheiro Nacional de «o-
O Prealdente Naaser acres, 3 vérno, Dr. Alberto Artacsvey-
ganda o • Serviço d* Protecio •• Crédito. tia.
centa, em sua rotpoata, que |
ae retirará da Liga enquan-
I • DELAOAÇAO (Manáriis* -
to ettlver aberta _-se_B_o 3 Anunciou-se que o Chancelei*
extraordinária da meama. I Ortega Urblna presidirá s de-

WDIABAS
Lembra-se que a referida
•essáo, reunida em Chtaura. | lefiaçfio da Nicarágua àdt»pr<w*- Nl-
1 ma assembléia geral
para examinar a queixa al- 1 çfles Unidas.
ria contra a República Ai*-
be Unida, havia sido sus- ã • DISCURSO (Londre») — sl,r
pensa, depois da retirada da S 0«valdo Mo«ley, líder do Movi- «;
delegação egípcia. § mento da União (fasclslf.
i
EM CALDA * "-""
3 lou ontem, durante quareni»
ihiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii iiiiiiiiiiiiiiimiiiii, minuto», ao ar llvr., em Beth-
3 nal Oreen. arrabalde tnterroí*'- do ««•
â de Londres, »em var, sar
1 mentepidn nem uma conlr»n»-
ao ocorrido na» receii-

^SUPER Itu. 1.4 C 4 O delicioso sabor aa mais gostosa sobremesa! j


tes reuniões pdblica» rio m«"
rido movimento. A Policia n»o
teve que Intervir.
ilIllllllllllllllHllllllllllllllllimillHIIIIMIIllH»1 '

_y
t^mr^twm^^ g^%g&%P*

Espantoso! Nova Fuga em Massa da Ilha Grande •'íslm


"Placard" do Crime
na ZS Sem

ASSALTOS: 8;
Polícia:

•H ^Lammmmmm
smi-''¦'-'¦
20 Facínoras iwJãffmSMaV^
-%''*wBW..-
^^^m*BÊ ^L
'¦^:jA-^^^m\m\\mm\
m ^...mlíMÍÊB
mmt^mm
BI
Jmm
[RP-NITIRÓI.
Traficava Maconha
na Detenção ¦ Preso
AGRESSÕES:4
Furam Cerco
Sábado Último, o solaarlo
da PM. Jorne Hibeiro. lota-
dn na Casa de Detenção em
\sauliii». BureaiUe». vloltnola» Niterói, surpreendeu o pre-
,,, lõil» emiíclc. aconteceram .sidiáriü José Pereira Carnei-

\/ /jÁ M^^m\\
„.ai,- flm»de»»emailll, ua /.ona ro 'vulgo *'GavJão"i 30 anos.
s„l bnde » f»IU » ir pollela. "er-
;,„,',l.i está le-vunilo piliilcii »«
WÍmmmmmm^llmW solteiro, fazendo uso da

em Rio Claro
^rWmtmm\ ^'^x^^^^M mmm\ va maldita" Ao ser detido,
ramlllaa, «uc J» nüo»« primeira» o presidiário, tenlou se dei
.„n,a ila imite podem elr»
rolar livremente, lal a lioriln de fazer de um embrulho con-
rua». ¦¦"'.'"'¦^mmwmW tendo lana
niarttlnole» aolloi';pela« ¦aaaaaa^oaaB'-'
Wm
'''' quantidade de
\W\ Imm mm maconha Imediatamente o
-. VSSAI/TOS — (H — Air»- Hospedado pelo Delegado Elmo Braga, de Nova Iguaçu,
"Bodão" conta sua odisséia irafirarite íoi conduzido a
lí-a da tria protetora da vi-
iiin.i ila loja »" "'• dn Avenida
noaraliaiia, 581, ladrõe». ma- "Bodão" criminosa: IX anos de. vida e llt crimes de morte. Delegacia de Plantão e apo.»
ser autuado retornou ao ca-
ilruead» dr sáliado. iiinueijuirain
Caçado Vivo ou Morto na GB:
saião da Kua Sáo Joáo. Seus
u»n
nutmr dlverío» arllRos de Policia rio Estado do Rio 'Angra doa Reis. Mangaratiba, Pai-- G^^^H ^B mm mm companheiros Walter da Sil
Irinlnino, avaliados rm trinta va e Antônio Corrêa dt* Me-

"Hospedado"
A sa Três. Rio Claro e Barra Mansa), eslá mobilizada na ia-
„il ,.ri,/..-lr„s. ll Sr. Jorge Itav lo, /oram interrogados e dis-
«ir»ni (Siqueira Campos, it, cada rie 20 fugitivos da ilha Grande que escaparam utilizando
seram que o acusado "Ga-
302) aiieiii da Urina Radali se de um tinrco a motor. Os primeiros já identificados são os

Pela Polícia Fluminense


"várwar vião" há tempos vinha trafi-
& Cia., aiirrsrntou qufi- perigosos assaltantes,
"Bigode", "Puruca", "Naval", "Inlm/i-
,» ao :i; or. cando maconha dentro do
nho". "Tião Kerrinho" e "Gravatinha"
(Ir Oll- t*) Delegado de Rio Claro. Coronel Luiz Soares Câmara, aten-. presidio t- íjuc não o denun-
(¦!) _~ .lusé iraiirif.ro ciaram, por se tratar dt ele*
vrl7« (l.ndrira onlrin, dos Tabajaras, dendo a telegrama do Chefe do Gabinete do Secretário de Se-
5*8) noite dc guando »c — "HpriH) que estão falando sóbre -ninba pes**oü Bandeira*, fui obrisad» a matar "Manurl Crioulo" J mento perigoso e vingativo.
residência, é "ond.t" e nada mal<t. Estou na DeU-f»- * ferir "Toniqninho". t.t>\r último eu sõ dei um tiro • gurança do Kstado do Rio, Luiz Perronl. conseguiu encurralai
anruxlmnvu de sn» indivíduos, £
na cara dele. O Walter "Sequinho" entava por per- • em Itiü Claro, os fugitivos Turuia", "Naval" e "Gravatinha". Trocaram Pauladas
lm abordado por lrí's cia de Nova Iguaçu há urr-. semana, e todos
„, quais, armados dei rcvnlvrrr» os dtas os jornais, cm manchete, dl.:em que eu t* e acabou de matá-lo, pois toda malandragem ti- * Todavia, os bandidos furaram o bloqueio, sendo apenas prêsi, Wilson Marcai da Silva «.'iti
r navallia. oliritaram-nii o cn- continuo "fa/.endo assaltos na Guanabara". Com nha "bronca" do "Tonlquinho". Mexe* depois, em ¦ êste último, cujo verdadeiro nome c Maurino Rosa 'solteiro, *?1 anos, solteiro, comerciaria.
trc-ir Indus os «elis valores, rr- estas palavras Alclr Sarro de Lima, o célebre "Bo- Bentn Ribeiro, "acabei" com Altamir Pat tão da < anos. regislru geral 113.319), condenado a 10 anos. por crime Kua Sáo Joáo. 2J5< e Ainon
In ti In, iinrl o mnis a Imp ori fin* dão", Iniciou sua (»n tro vista com o repórter de Hllva, ft "Barbari/a". Êste iiijeitii eu "fechei" pelas J
oito mil 'cruzeiros. Não UM nn nahlnnte dn Itelcgado Elmo Hraga de Mi- costas, pois Habla qur mais dia menoN dia um dr * de asaallo. í'erreira de Melo <29 anos,
rln ilr Alguns dos fugitivos passaram por ''etulawlia
«nllsfcltos com " sai|iir. os ban- rand i \Pt .Município de Nova Iguaçu, "Bodão", nós teria que "fechar" "Barbariza", na covardia, « onde ms solteiro, Kua Karão do Ama
,li,l„a ninda o a srr d Iram. iiroilii- conforme vem sendo noticiado, .-amplamente, está assaltou-me com ama "9" mili mr tros r levou mi- J baram bicicletas. Pernoitaram em Rio Claro, onde foram tur zonas, 269'. aKrediram-se
rlndo-llic lesíles na cabecn, Kr. sendo caçado pela Policia do 25,° DI* e a 2.* Sub- nha garrucha. Depois paskou a pnu-urar-me r por < preendidos peio**; soldados José Garcia t* Jové Barbosa Foi nev safl í^^s^Sa! ^a^^BÊmWmwLa\maMm^mxm^L mutuamente. Cada qual em-
gistro no 3? DI'. see:1o de Vigilância (Invernada de Olaria), acusa- várias vê/eu quis matar-me na "crocodilacein". Na- \ ta ocasião que 'Gravatinha" foi agarrado, porém "Puruca". punliou um cacete e foram
do de assaltos em Itocha .Miranda, üarroí Filho quela noite nós vínliamoH andando, até qur eu * "'Tião Ferrinhu". "Naval" e outros ainda não identificados con- ^tp^^^stAmmW&^SB^ m.'
as vias do fato. Na Delega
(•*, _ NiTcssil.iniln comprar e Turiaçit, Com medo de ser preso e pagar nor achei que a hora era oportuna. Deliei ele pausar « cia de Plantão, ficou apura-
seguiram escapar.
um' mrdicnmento, Diva Kscohnr '>'l. ap. crimes que ndo cometeu « acima de tudo com
"Barbariza"
deí-lhe dois tirou na cabeça. Quando J
na frente e "aterrluou", "Gravatinha". declarou ao Delegado de Rio Claro do que um dos agressores e
Hua Constante Itaiiius. medo também d» s<*r assassinado, nlj pela Poli- ipanhel uma barra de fer- que iria
Piniti cia, mas por bíthilldos, "Rod-ío" foi a Nova Igua- "Barbariza", na época, era Ji para .Marechal Hermes 'GB', onde pretendia a-^altar e
"estou anormal e que a briga íora
5H3I diriulii-sc á Parmáala \ saida.
ro e acabei com ele, "fumo"
"comandava" o
(ltun Barata Ililieiro). çu e ali apres-entou-se ao Oelfgado Elmo Bragm, quem naquela zona. Dinhel- ] rar" casas comerciais. por motivos impubiicáveis.
já na calçada, resolveu verificar oiide ainda At* *nconlru, -nquinto a Policia da ro éle nio me dava e quando não "acabava" com ] Para Ilha Grande, seguiu juntamente com seus auxiliarei
as lioras, sendo surpreendida (ill continua afirmando que êle está, "espalhando oa inlmlro» "curiletava" á Policia. Dai para c> 11/ i Surrou a Namorada
ruiu a (alia do sru relógio, ava- terror", pelos subúrbios da linha Auxiliar crimes, mas honestamente, não me lem- J
mata doze"curas". diretos, o Sr. Jefferson Machado de Gói.*-. coordenador do Sis-
Gilson? Carneiro Silva '23
lindo rm vinte mil criiielrns. Foi Alclr Sarro de Lima tem apenas IB anoi ért bro do. Sn apena» que eram anfabundo» ] tema Penitenciário do Kstado da Guanabara, náo só para inte»-
anos, comerciario. residente
-tii -t" IU' <- apresentou queixa idade, e, aproximadamente, U homiridtos dos e ea nempre matava para nãn morrer. < rar-se da espetacular fuya. como também, sufocar um motlra
fio lurto. quais só lembra de do/e. 'I>m « curso primário — F«ço auaMtó* d« ditar uma coita •• stu jornal
"bôea" *,• ali iniciado na madrugada de anteontem. Kua Nilo Peçanha. 234. Ca
completo, fala bem e numa família de sete ir- Nunca «vialtti um ootréfí». Mtu caso tra J Os fugitivos, secundo declarações das autoridade.^ policiais ramujof, surpreendeu a na-
(D _. rrf-«;rt rm flucninlr prio mãos, éle e o caçula t* nr-r.ndo muito, dizendo fuma • "aonta" da
"bicha". Ootrória íé onda com ] dos municípios He Rio Claro Amíra dos Hei*- c Mangaratiba, es-
murada Guiomar de Almei
rlitrllvc eÜlliiTln. S* DP, fui au- ; als-una*.' niri.i.** v. gesticulando, ' Bod.ln" disse ao dinhtiro é9 fram. Não sou vnltntt, mai
"Bodão" t « "Piirticct. ma da Silva >)~i anos. resi
Inarlu pnr rniiliii ii desocupado . repórtr , >¦ ao Delegado Elmo que êle mesmo não "fonlo" do "bicha" tu "arranco" dl- \ tão bem armados e municiados, dispostos a venderem caro sua um dos 20 ban-
nomt rosaaitado. dente no mesmo bairroi. em
fiallrlrl Pinto (snllelro, 3(1 ann». | .sr.lie p » no vem Irvar.Ho esla vida. Seu pai e os nheiro no
"ínfimoráo". Ourantt ruas* um ano ou tsto-
J¦ captura. Muitos deles portam automáticas "45" e encontram-se didos ciue fugiram, onlem.
romance com outro rapaz —
flua Prinfrua Isabel, •"¦»->. fun* demais it mãos s&o todos :rabalhadon*s "e eu — va fonhondo uma mtdia dt trti "cobrol"
por dia embrenhados nas matas. dc: Ilha Grande.
,l„s|. Onltrlel entrara nu Bar , ilisár — suu a "ovclna 'ie-r:i da ramilla" ":»ào para não
"incomodar". cuja identidade não foi apu*
T.iliri (nua Paula Irritas. 43) r | querem deixar eu me regenTnr, mas rontra num Nunca ma commartí a
"Mintirinha"
pois sou mui-
rada GUsom. moido pelo eiu-
ilr unia prateleira lirara duas » eles nada peielerâu fazer, porque de talo, cometi to mica poro morror • itnho mtu» pais vivo. Vim pa» me. convidou a namorada pa-
garrafas dr rum. Pressentido i muitos crimes, rnas quando menor, agora nau". "turma"
dt "Dudu" com*- ra um "passeio" no Saco da
ra Nova Iquagu porquo o
prin perente, o ladrAo nãn re- \ Inquirido pelu r*:porter sobre os crimes que assaltar am mou n*ma • a Policia quis mo \ São Francisco e ali praticou
irrnriliii r já sc encontrava na » cometera disse "Bodão": cau
"frampoar".
covarde» agresiáo. Guiomar,
rua rnm o produto cio roubo,
o detetive 011. O primeiro "cabra" que pu "fechei" foi a Núio, **f
qua vota para Nova Iguaçu?, ptrt*untamos. sofreu hematomas nos olhos
quando surtiu de Bento Ribeiro. Ku estava cora 13 »no« incomple- — Paios {amais — dista "Bodõa" — au já canht-
brrln. qur lhe ile-ll vn/. dr prisão. alem de ferimento.» pelo res-
lot> e tiu lia um "negocio" com êle. Nós dois "ne- c!a • doloaado Cimo Brafa do Miranda. I' famoso * to do corpo. Gilsom, fugiu.
(-,) -- Caetano Tomast Netlo goclávamos" com maconha e um dia Sirio deixou «cimo do tudo humano. Sabia antas da mo aprasontar

llll
Pauln). !."> "dólarei" pttra que eu vendesse, Cuntegni ven*
(Kua r.rnvalii, 113. Silo
Ar- der somente sn*» r uma lar tle quando cheguei en-
a tio, quo am Nova iguotu náo ttm assaltos porqu*
"sonr.or" Elmo tom uma Policia Impediu
miiia lianluir-ar na Praia do * grondo rtdt d< informa-
nomlor, lardc cln ontem, ao rr- con trei a<» outras "queimando", f talei rom Nisto e ção * «u não tou bebo. Sabia também r.ut vagabundo
O Delegado Waldir da Cos-
êle n."o eoni|ireeiMb u e aetinu que en tinba qne "in-
tornar nn seu auto, SP (I-IIOIO,
mnstntou nue ii veiculo linvln
deni/á-lo pelo prejuízo**, Ac liei qnr não. Cn. tei re.
aqui nui ndo não vai para cadtic tam r*'JO 'dasortar"
"mari" "mansa". Pnnsti,
vim a il* i y t ta Cabral e os investigadores
Fernando e Vlctor, todos da

ini
porr,uo a não •
siiln arrombado e do seu inte- larões dr aiiii/.ulr com élr •» daí cá, é!e eo.ue-
cou aa n nica car-me Uma noite eupara o aqui estou, Os jornais continuam falando a mtu rti- Delegacia de F"urtos e liou-
rinr desaparecido, nlém dr lo- fitava na ponte
de Ilen(u Htbclru quando êle apareceu. Anles que
Dtito, mas minhas vttimat podarão vir rtconhacor»m*. bos. numa "ronda'' pela Es-
dn* o*- Rcu.s (locuinentoSi vários Mtu caso t ír para o Exército, tirar mtu tamoo a da-
tação Rodoviária em Niterói,
nbjeto» ilr uso pessoal. Apresen- Ni/iu fizesse qualquer coisa, "fechei-lhe" eom alça* oo!s arranjar um trabalho t parar cor. Isto tudo.
Inil qllC.xa nn 1* T)P. tuas punltaladas. Clr caiu sem di/er "ai" e ea tra- Estou "chateado" a á quanto basta para um rapaz ?• m impediram que os vigaristas
"inr mandar". Fui ai Rui Versiano de Castro '41
tri de "senhor" que i-omecou o inferno. r««tntrar*tt".
a> ROUBOS - (1) - l-uls Pe- Imai;inr o qur. Ni/io era multo estima- ,
"Bodão"
náo está no xadras, pais conformo fritou anos. casado, residente em
rrira Bunrqne (Ladeira doa I cln nas "bòca.t" de fumo de Bento Ribeiro e Maré- 9 delegado Elmo Braga, om Nova Iguafu il* ainda Caxias . Pedro Aive» '62
Tabajaras, II. ap. 11)1), deixou chal Hermes. Sua "patota" era grande e a tarma náo comotou o.ualautr dalila. Ficará tm sua dtltga- anos, vulgo "Coronel", resi-
n |Ipr OH 2-03-0*. ila Pçtrobrãs. qur ri a vingativa 1'uçi e uma noite "fechei" outro cia ato * dia quo quitar, o podará ir tmbora quando denle em Minas Gerais1 e An-,
ral.uii.nailn á linrla de sua re- rin AlaiiKUeira, Por êste crime lul parar "eiecutei"no SAM, bom entandar. Os malandros qu* ostàa agindo am tónio F"erreira 139 anos. ca-
vii|f-nria. IHi almoçar e ao rr* onde fiquei quase dois anos. Quando sai Rocha Miranda — senundo "Bédâo" são oi stguintot:
tnrtvir n-To n-.ni< irirnntrni. o "Vr dr Rola" em Barros Filho. Dia*» depois no ma "Dudu", "Tião "Tartaruga", sado. residem» em Volta Ke-

da semana
Oaauinho", Sinátio, Luii
irinil,,. lUai» a i d o riiubado. í "boca" Hr Iuiihi rnlrr Barros Filho e Avenida dan "Coelha",
Albino a "Caramba", donda seguissem viagem pa-
(|iiri\a ou ^" I*'1 ra o município de Saquare-
ma É que naquela cidade,
ili - n Vulleswaiien OB 1I-IB- realizava-se sábado, a lesta
". dc Maria ramiiila Vermelho
(lliia"01),Visi-ninlr de Piraja. 133.
«li. eslava anuiu usado pnr
«rn Irniío, Henrique Krnes.o
Vermelho, qtie ei deixou parado
na Ai. Rainha Kli/.alielli. en-
Patético: Tentou Suicídio de 10 a 15 de setembro
da padroeira iocal e os cri-
rmnosorâ pretendiam agir con-
Ira os incautos
mereceu 15
"Coronel'',
mi! cruzeiros,
para ser pu>tu em liberdade
qu.Tiito visitava um amigo. De Cadeira DRAGO Swing
Mãe Que Viu Filho Matar o
*sua oferta nao [oi levaaa
volla, min ii (os após. nã« mais em
consideração porque o Dele-
rnronirou n carro. Rrçistrn nn tubo ae Isrro com
i» nr. Toda confeccionado »m üado Waldir Cabral, mandou
»olta« - Mole:o Nosag ¦ la»a' oara trancafiá-lo junto com seus
(3) — Deixado- pnr seu prn- almofodas
|iri**i:irio Roberto Brand&o Fl-
cnireilii (Vlseonilc ele Piraj.i,
ll, an. 102), na Rua Otavlano, Irmão em S* João de Meriti a tua talo de estar ou varanaa.

470, SmSw»i'v"'.1'-'-V
próximo ii K ml Pomnéla, n :«u-
li, "V„lli»iv:i»i-n", OI» 'arrasta-
na noite de nnte, fni
1G-I1M'!,
ilu" pnr Inrlrõcs. Jllrlsttlçito do
rmisa de mil cruzeiros, brutal cena de san t;iie rer1striiu-»e, ontem, em Sãu Juão de Merili.
Entrada de. .
470,
|^M-f-f*Ba*-À|
RP-S. Gonçalo
1." DP.
PORO ifiiarda-niitiiriin Luis Lopes Peeanha ( solteiro, :!4 anos, Rua .Major Aufrusto Ucsar,
K4|. apus luta corporal com seu irmão Antóni o F.lias Peçanha Isolteiro, 2S anos, mesinu emir-
rêçol desferiu-lhe diversos tiros e depois abraço u-se ao corpo da vitima, só o largando com a
Prestações de MORREU AFOGADO
S TKNTATIV.a — Inãn Kvnil-
üFlistn (solteiro, IS anos, aproximação de populares. A mãe do criminoso e do morto, I). Zuleica, tomando conhccimcn- ou sem entrada, em 10 prestações Para refrescar-se da ca-
esUviHlnr, Morro do Cantiífia- to do fato correu e lançou-se em frente a um t rem, sendo salva por vizinhos. Tendo peramlm-
Io, sem número'), madrugada «te lado várias horas pnr diversos pontos da Guan abara, o assassino decidiu finalmente entregar- sem juros (pelo preço de tabela a vista) mcula dos últimos diai. Or-
oiy.-m. piuiii lagado, tentou *-11— lete Penedo Gomes, de '.'1
miTiar sua i ninpaiihi-irn, Marta se às autoridades do :J4." DP, onde foi autuado e recolhido ao xadrez. Vac* compra * E A l M f N t £ mo.l bcrslo
unos de idade íTrav Ju-
Helena Vieira -".'8 anos), uom •ani!. 389i. io:
itu'-it. possui uma filha de 10 COMEMORAÇÃO lhe perseguia o irmão, procurava fugir, indu ... ¦-.... v *.**?*' passear com
meses, ChGg.indo a rasa, alta se esconder atrás de uma tendinha. Luis, que alguns amigos na Ilha do
mrtilrnuíHla, armado de revót- Em declarações a imprensa, I). Zuleica Máquina de Costura Engenho AUrou-se nas
ur, ohrlfiou a mu lhor a dei- já havia feito uni disparo, voltou a atirar D airuas nadou, nadou e atas-
contou que o.s dois irmãos saíram dc casa na da última vez, para atingir mortalmente u
xar o lor, Impedindo-a de le- tou-se da Sentiu
var sua (Ilha. .Maria Helena, noite du crime para . festejar dois acometi- meu •'Toninho". LEONAM *»• ¦•'Ai-.-ii praia
fin prantos, dirigiu-se ao 2.° mentos que, horas antes, encheram sua casa de
O APRESENTOU-SE COM VERSÃO — Depois
Sk cauiibras irritou po:: socorro
atendendo-o um pescador
HP, quclxando-sc ao Detetive felicidade: a chegada dc Antônio da cidade ml- Mod. LZ 1100 am gabmata cultura oara
Deserto, de que Evangelista, llclra dc Recreio, onde mora cm companhia de perambular por vários pontos da Gua- da redondeza, que ainda o
nabara, o criminoso apresentou-se. ãs primei- fronte e para trás acompanha motor oe tirou corr. vida Todavia,
além de evpulsá-la, ainda des- dc familiares, e a recente nomeação de Luis
fcchoti-lhi- vários tiros, não a ras horas da manhã de sábado, a» autoridades alta capacidade 100 anos de garantia foram inúteis porque Orle-
atingindo, devido ao' seu esta- para a Guarda-Noturna de São Joào de Meriti. '.(-.
policiais do 24.° DP, onde apresentou a se- pouco depois falecia
do -l« embriaguez e s eseurl- Disse que os dois saíram alegres e dizendo
(i;in o criminoso é conhecido
desordeira nn morro, onde aten-
que iam festejar os acontecimentos.
lira já madrugada quando voltaram —
guinte versão: —
"Bebiamos
pelos bares de
Vila Rosali, ocasião em que entreguei mil cru- Entrada de. . 4.935, Con: aruia exDedicla pela
Delecacia do 4 " DP. fo' o
fie pelo vulgo dc "D&zlnlto". zeiros ao meu irmão, a fim de que com éle corpo removido para o ne-
Nio havia no DP policial para
Ir ao local, leiiiln Mar I.i III--
lena nernoltndo num banco do
disse ela. — Acordei com o falatório dos dois
e notei que estavam discutindo. Procurei in-
tereuder no sentido de acalmar os ânimos, to-
ficasse guardados. Quando regressávamos á
casa. solicitei o dinheiro, náo sendo atendido
Prestações de 4.935. croteno de Sáo Gonçalo on-
dt. apo.- u necessária au-
tópsia. toi sepultado
distrito. davia não fui atendida e eles chegaram a en- por Antônio, nascendo dai a discussão. Já ha- ou sem entrada, em 10 prestações
víamos bebido bastante e talvez por isso não il .-—I PONTAPÉS E TACO
i>i:s.m'\iikcimi:nto — o
trar em luta corporal. Em dado momento —
pudemos nos controlar. Ao chegar em casa sem juros (pelo preço de tateia à vista)
Comissário lléllino Maclin- prossegue Dona Zuleica — vi que Luís se atas- ns nossos ânimos já estavam por demais al»
'In. '•0 IIP, registrou u dcsil- tou, correndo cm direção ao seu quarto, pres-
terados e fomos às vias de ia'o. Dai para a
Voe» compro KCALMCNJt mau baralo DE BILHAR
liieeiimintii de Antônio Car- senti que coisa muito grave estava para acon- *-'-"r»*»?* '!
los, fie ii anos, coituinlcadti por frente nào sei mais o que aconteceu, lembro ^':5,;;'*^>t**tr~r:*lr«v*?;'-'* Foi medicado ontem, no
tecer. Não me enganei. A demora de Luis foi
sua mãe, Maria da Conceição
de apenas alguns segundos. Quando o divisei apenas — continua o criminoso na sua narra- Pronto Socorro o cidadSo
Pereira (ltun Uns l.aranli lias, tiva ao comissário de plantão na Dclesacia do
•«li. noite de sábado. O me- com sua garrucha na mão. procurei obstar»
24." DP — que após dar o segundo tiro, vi
Eletrola de mesa EMPIRE Jose da Silva Mello, de 55
anos de idade 'Rua Rui
uni'. Iraj.iiiilu um calção atui, lhe os passos, lendo, mesmo, ajoelhado cm
e sem camisa, deixou a iesi- o meu irmão cair, corri até èle a quem lhe vgIvlIos • agulhai re- Barbosa 238'. e que fora
seus pés. implorando que se acalmasse. Ainda Mod. RVM 62, com 5
ilenri.i prin manhã, nüo mais implorei perdão pelo que acabava de fazer. vitima de agressão a pon-
regressando, desta vez nâo fui feliz. versivels - lom ae alto liaeliaaae e-n mo
Depois corri para não ser Inchado pelos \ i/i- tapes e taco dc bilhar em
a O CRIME — .Sempre em prantos. Dona Zll- nhos que acorreram ao local. Concluiu. vül de imbuía ou marfim. seu estabelecimento pelo tn-
\'illi:sseiKS — (n o por- leica continua narrando os detalhes das dividuo Almir Rosa »Av.
teiro um iu nu do prédio nu- ocorrências por ela presenciadas' O PROVIDÊNCIAS POLICIAIS — O corpo de Sâo Miguel. 1 753.
mero lin. dn Avenida Copa-
cabana, noite de sáhndei, pnr
nmsiili-iar inn Mnin l.íieia dn
Cheguei a atracar-me com Luis. ocasião
em que a arma lhe foi arrebatada por minha
Antônio Elias Peçanha. com guia da Poli-
cia de São João de Meriti, foi removido parn Entrada de. . 3.350, Jose. compareceu
riormente ao 1 " DP tendo
poste-
o necrotério local. O criminoso, depois de
ali**» cm seivii.al du apartn-
'"inin sol, dniiuelc
"io Ineiiiillnn, lentoti prédio impedir
e
filha mais moça < 16 anosi, todavia, desvenci-
Ihando-se de minhas mãos, Luis correu atras
dc Maria 'éste o nome da filha de Zuleica),
preslar declarações ao comissário de plantão
no 24." DP, foi removido para a Delegacia de
Prestações de 3.3?0, i investigador Hildebrando,
registrado sua queixa, mtl-
mando a seguir o agressor a
'mi' cia utlllínsse i enlrnda
"d
sn- tomando-lhe a arma. Feito isto, Luis investiu São João. onde. depois de depor em cartório, ou sem entrada, em 10 prestações comparecer naquela Dele-
e niiirnii.iilii nu seu in-
tPlilo, u porteiro contra Antônio que, ao ver a fúria com que foi trancafiado no xadrez. uacia para prestar esclare-
"Bredl-la, o que a levou passou a sem juros (pelo preço de tabela á vista)
•flitar iiuelxn nu •,'.'¦ a apre-
I)P Voe* compra * £ 4 l M f N t f moil boroio
(-) — t ni
'niiii, to anns homem apuren- ATROPELADO PELO ABC
de Idade llll» MENOR SUMIU "¦
VO***"»»- • ¦' ' - W •>'«' lííltli-1*'1**'-'*
'
Plái cin Ribeiro da Silva,

TOBOS DE IMAGEM
n Ideineiilc \isiidn. fui reco-
lllllo por uma aiiilinlàiirl.i do funcionário do SERVE -Rua
»."( . un \venlda Upitácln Pes-
"" liriixinin ao .Murro d.i Cu- Televisor OXFORD Maceió, lote 125 — Saco de
'"iimlia. o disiiinlii-1-idii, São Francisco*!, foi sábado
íiii.ik de ter sielu min 'lunar"
oara íoao» último, vítima de atropela-
D* 23" untonizaaor
Jl cspaiiraineiito,vitima de Inu-
encontrarii- interno
mento pelo ônibus da Via-
oi canan ¦ regulador aa vritogem
cão ABC. chapa 6-12-14. em
A PRAZO SEM FIADOR
'ni estado de choque, li-
;'' ""l'ri|a'l" uaeiiieli- Ims- o eitabilidaa» aa ecr-ente. frente ao n " 889 da Rua
ElaaBB. SMMmaa\*fm' ^^Ê.
*BB*mm qua garante
miil:' ** fato ocorreu UH i«^ft ^^mw Ari Parreiras •
,,
nora»
rêic.i das WM mPS '¦^r^''iiimsmmmm Comte
_¦listrado i|(. sábado, cstallilli li- AGORA TAMBÉM SEM ENTRADA ^H ^Kffr* ." í ^»£&4(VEã»*fl mms Foi conduzido ao Pronto
nn ?.» np
"" •¦""nipiniliado dn He-
^ Awr^'"tiy///M Entrada de 8.295, Socorro onde foi medicado
O 4 " DP tomou conheci
i.fi
',;111'

!''""r
Orisles, coniparcceii ao
• "l'. iiiailiuuad.i
niolorlst.i de ônibus, .losé
ile ninem,
.nniia ()t ••.» I.i oillllelei
,w/y> Encontro-** dasopar »*ciclo <*•
Prestações de.... 8.295, mento do fato
CHOQUE DE VEÍCULOS
IJS»i- M, .Mesiiiilia),
vítima de 1119 rtiirlintla, ilu» •!• Sonlono,
íainol-
ou sem entrada, em 10 prestações Na Rua Oliveira Botelho,
'1!,.' ^esuiilia). vitima de n.* 11, casa 3) a manor
,.'.
á ,!,:,,,. 4» Anlini» Firrtiro T«lm» (la-
sem juros (pelo preço de tabela a vista) em frente ao n " 1 240 e
JfffssSn de renda José
'. " ''"'•¦iiii loi, 49 11 ano». No wian^ã ém ônibus da Viação ABC. con-
',,.
ih„ da linha COLOCAMOS riataporacau 49 coso, Voei IflialMI o>o,i boroio
'" '".i » *••-'¦. lobado, compro duzido pelo motorista Elmo
' iiilV""1""
un. na NO SEU TV, EM dufanta uma paquana •Uléntto
Costa Rodrigues iRua Joa-
*»' ifenie an \,-cn|dn Copncnha-
.«07. desentendeu- 4* sua m«», O. Morlo t«r«»iririo

t .'".'"
" iiminrlsli ri» leiiai-ão SUA PRÓPRIA CASA. Forraito toluo. O lolo oaori»»
Centro : Rua Uruguanana, 64 quim Ramos 2"'. chocou-
se com a traseira do ônl-
oaaekaaHaaMBascaaEBBi fjmm&2g
op»-
'' ,''1'i"i*n-l iipaeabann), EM QUALQUER BAIRRO- por volto do 11 horai t,
Mn,!*''
""" nm i«r da ^woiaa opraiantada ãi Praça Tirodentes, 46 bus da Vincão Boassu. con-
i.re-aur fuR|„iir i,;ri-diilo. O OU SUBÚRBIO outaridados policiai» do 13
u dn-
duzido pelo motorista Ozalr
«"'•In pri,, pnliiinl embora perse- Av Mal. Floriano, 219

CUBRAS
dai raoliiadat po'
frita o Wukos
132
Antunes Quintanilha >Ru«
familiaros o olamantoi da Radia- 5. Cristóvão : R S. Luiz Gonzaga,
"1'iiv-iiins" — com ofi- PoIrulKa, Rolnolato nõo ••' ala-
Pires n ° 6'
'' ao lo<ol,100*0 Jo noo • o *"• Ramos : Ruo Uranos, 1.100 No acidente sanam viti-
3.» Dl» lorum ema- M
"¦'lllliil.,
*. »:nite de tintem, pa- „*^Z vx* y^r ^H^B raaoiro VOI «aio Itlraoldo <• ou- Olaria : Rua Uranos, 1.328 o 1 332 mas Joreina Leal de Men-
¦ i ,,;. "'"''' de .Menores, IHV santa do caso, mos sampra p«' donça lAv. Paiva. T]> e Al-
tentar,'."" ¦M"ll"i!ad' de ontem,
"a.
SíZrsrS TMm panodo< au« "•• aacadam da
alfumoi horas. O monar irajowo
**»T£íí*3aat«as»*rrt*: dMaMMM
Madureira: R. Carvalho de Souza,262-A
feu Siqueira iRua Eurídi-
l.lr„ "Unlllo",
Invadir os
Wlwio bronca, col|o atui mari-
Campo Grande: Rua Ferreira Borqes, 14 ce de Almeida. 151. que fo-
•'¦im. ..',"i'"" '* • u»uo»OI I SARANTI* HMf.l HISINIII ram medicadas no Pronto
nho o •»»•*• dascoUo Tam H Caxias: Av ÜLque de Caxias, 27
•ll) r». Socorro.
|t .Ml-n. e itu.i llarata onos, cabalas ovarmalhada*. tor-
V *IO - rtirrir
Ihbel rn Cnnrl 13. o

Brascop 3G-2908
Aiiiila lodot o\ iPbnrfoi Os motoristas foram pie-
das r\9 narii a paqwana cicalru
"¦• ii'' .''"'l!' ''Vii;liiilii Inin-
'"""Uri» "COBRAS
,,.,' '"'siiii. Contrariados nn na <auafa*o. Qyol^war inlsrmafâa dat 13,30 horas: COMANDA O SUCESSO sos em flagrante e conriu-
,,,r resolveram d.pie- podo sar diria>do aa andarãea fidos a cartório onde foram
«rim."'" '*¦' eaiahrlri-lnieniin.
'""• Presos
ti toda 9V porá • talafant
autuada-»
43-tltt.
ys,yy JífCi* ..¦¦"-¦."¦¦¦.'¦¦ *.*••¦>
«.

ULTIMA HORA S»gunda-Feira, 10 d» Setembro de 1962 PAGINA

AGORA NO ESTADO DO RIO


0 QUE FALTAVA!
A MAIOR REDE DE SUPERMERCADOS DA AMERICA LATINA
40 Supermercados distribuídos nos Estados do Rio e Guanabara constituem o
objetivo inicial do empreendimento. A firma já está organizada, seu capital inicial
já realizado e o plano pronto para ser executado!

m
pTiõ-7
Ç5\

m QUEREMOS CONTAR W-
#
Hf»

TAMBÉM COM V.,
>* »#. * m\C*t* *
PARA FORMAÇÃO
DESTA ARROJADA
INICIATIVA!

&

m\m*L?&

8-»
Para cada O progresso de seu município depende de
GRUPO DE 50 ações você para formação desta rede.
você paga apenas PRIMEIROS ACIONISTAS

4.000, de entrada Affonso Dagoberto Guima- José Francisco Xavier


rães Jorge Rosemiro Costa
Benjamim Ferreira Braga
Chrlsplm de Freitas Crut
Alberto Elcyr Vieira Cor* Laura Parto Euclydes Relt
e prestações de tines
Adalberto Alves Leny de Souia
Fernando Pereira Martim
Gualberto Oliveira Cézar
Albert Alcouloumbre Lecy dos Santot Bastos Jairo Ribeiro Ferreira
/ Em construção < |H k80^\\
2.000, mensais Alberico Saraiva Ribeiro
Altair de Andrade
Luiza da Costa Moreira
Manoel Domlnguei São
Mauro Silva
Pedro Ferreira Brandio
° FLU
\fi yxZZZv MmmM^
< ÊÊmr
ri
¦''At4r
Arthur
Veiga.
Alvares

Auber Gomes Carreira


Augusto Carrilho
Cadaval Bento
Manoel Estives Gonçalves
Manoel Fernandes Ribeiro
Roberto Chaim
Rosa Lima Santana
Wllma Santana Chalm
laramaya Medeiros
\
Maria Magdalena de Almei-
Belarmino de Mattos Hélio Pinheiro
da Kaullno
Carlos Mendonça Isis de Moraes
Maria Malafaia Furst
Georges Slephan Xtnaril Ivan Vasco de Moraes
Mário Menezes Primo
Geraldo Pinheiro Maurício Sulan Manoel Moraes
Com â simples entrada, V. se torna au- Germano Fralfeld Moacyr Bozon de Mello Alclna Moraes
RUA FELICIANO SODRÉ /
ítalas Sampaio de Almeida Nllda Ribeiro Fragoso
Demétrio F. de Castro J0*
tomáticamente DONO dos supermer- Isaura Fautino e Silva
Jairo Souia de Oliveira
Paulo Galvão Duarte Si-
mies
nlor
Angela Maria de Sousa Do*
Roberto Oswaldo Furst
cados e passa a receber, proporcional» Joaquim da Crux Rosalvo Reis
minguas PREFEITURA /
José Carlos Porchat Rublval Santos Lolse Pereira Martins
MUNICIPAL DE /
mente, de todos os lucros sobre opera- José Cerqueira Zoi Alvarenga Rocha .
Sanco-Produtos A I I menti-
Antônio Pinto Retendo
S. GONÇALO /
José Cerqueira Júnior Alceu Lamas
ções realizadas. E terá ainda, um divi- José Chulam
cios Ltda.
Aluizio Belarmino de Mat- Silvérlo Tavares da Silva
Marina Duarte Pires
Joao Francisco Xavier tos
dendo MÍNIMO DE 24% AO ANO.

FLUMINENSES! NÀO DEIXEM FUGIR ESTA OPORTUNIDADE DE PARTICIPAR DÉSTE INVESTIMENTO SEGURO E RENDOSO
Procure nosso "Stand" de vendas no Est. do Rio, em S ão Gonçalo: Rua Feliciano Sodré, 135, e também no posto volante, em frente às barcas.

—1
- SUPERMERCADOS POPULARES S.A.
No Est. da Guanabara: Rua da Alfândega, 98 - Sobreloja, e Rua da Alfândega, 98-A (Banco)

-
s.

rLTlMA HORA S«gunda-F«ira, 10 de S-tt-ambro drn 1982 PAOINA •

TURNO DE PETRÓPOLIS TERMINOU COM O INTERNACIONAL LÍDER


'Illlllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll'*. OO Ciiiiirieiniiilii
ClInilleilllHlll Municipal
Mlllllclll.il de ,1,* l'elrfipnlli
l-rlré-lmll. teve
Ile Jiiiilin merco im compromisso» da i.lgu IVIrnpiilltalu (le Des-
I..,.. Inicio
l,w,-l.no ;.*¦
o. Internacional
,.., ,..*...> cli«(jar
més .., no titulo ..__,_.
barlnos . mineiros.. A I.fiU
. _..
vem ' "
^^^
A t__%_\tt._\_lt\ flHfliril
ataWWaa*»^ ¦¦¦¦
'JHIIIIIIIIIIIIIIIi.lllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllli
máximo com razoável vantagem mantendo contata com a Keelei» \mrwwlnmlm ilHUlVaU
ZN FLUMINENSE putos no
qunl, iillíi»,
>fVII (Jampaiiliuiii fluminense de Futebol Amador ilu
wilu vlcc-cimpcii. A tneiilnr» serrana que rinha acudo
sAbre todot oa concorrentes. «to Carioca de Ciclismo visando _m\ Fátt Df __tm\\tt.l\
ZS
'• *•*« rot- GUIi-x. a. 11 dirigida pur Durei 1'ulm de Carvalho, Jornalista naquela cidade,
A Jornada final ria temporada
da LPD ttrá maior importância
Uma completa ajuda técnica, lati
to mais qut oa melhores "pede-
mm,*nwu
Con/orine noticiamos, oa res- SOCIEDADE
que encontra-se presentemente em gtta «le licença pura melhor alrtda. pois que, será esoolhlda a j listas" daquele Estado estaráo , ponséveia pelos Departamentos i» t ¦( l ¦ ** •*$
jj cnldiir de nia omnpanlia a va: reunia, reali/uu um prlmetro lurnii «êleçío cm* Intervir* no XV1II , em acio. A largada clame á na i Esportivos dos Sindicatos de Nl-
Brotinho Agora é Moreno iiiiildi linm. Cérc.i Ile fio* Jogos foram disputados tm 14 rodiKÍ-is.
=f dn» i(ii il» apenas uma fni constituiria ile Ires
Campeonato fluminense de fu- rua Sotero dos Heis, 82, em fren terói e Sao Gonçalo estiveram
tebol Amador, desta feita entran- ! lê ao edifício onde funciona L'll. reunidos na sede- elo Sindicato
pelejas. 111 ((ila
+ NO OálWK TEA : %Ut l MODAS
fiiMtni
ItiHreailo» cln liuliis Os prélios realizados pela riu ejn «ciei nau semifinais. Os i na Ouanaliars, eatapdn a chega* I dos RodovUrlos à Rua Marechal
primeira * WIMAVÍIA ATRAMMJ NO MAMATA
'«___fll*ÍÃ
riilpu dn temporada, |i'.rf»ti. u lider apenas consignou Jogadores, certamente, procura- ! ria previstaipara a Praça cio Oi a
21 lento*. Oeodoro, 74. sobrado, paro tm- I + ri)f_\\tm M IITIáiM MA
iiiiitru nove (lll rtiis iiilvcisúrl is, •••>-»•» rlaln vrrlrlci-ae rau Jogar o máulmo visando, á , rilm, em filo üoncálo, OHde, ain* tar do realI/açSr. do camneona-
qt»e im Ut RllnO) Hi itllâ Pt 10
,
certo, concjulsur um lugar na re-; 'Ia, leiio lugar tt-ís prellmlnare». to sindical rio IvUUÈatl "«ociel.v" está devldamenle
ilvahlt-s dus clnlies— pelrnpiílltantis
')
ucertnriim em ilieln aa nif-tu».
*m-i(i pertodO deoutn- Nosso motiva*
O maior escore % (I — lul Imposto presenláçSo do, município. Desse
fnlIMAlra ao Riu bro a dezembro próximo A sea- f f1" Pfr»f «Z'^____**?> 3ul"',s-f"'*a. as J7
Hriincii, por siiiiil campeão (lo uno p-issariu iporio, ao final ile uma árdua ttH|. M a^-. ,.ÀI !
IcRIl • M • nUA aao foi presicüdi pelo Si Sérgio i *'" '*" "'' h" l1"*""*"^1"!» para o Jardim
disputa como foi o turno petro- I 'IA TERÁ ""'"' mdica o titulo, mas ae chovei a- mesai
O Esporte Clube liileinnclíinnl Sul. .1x2; e, Palmeira, 2*1. Sua peifllano, encontraremos a posl- j DIIMI1A AMIHUI Amorim, presidente dn Comis- _ ¦
m RIUHWV mnUmà í ,eria •¦*""''"•i*" "" «alio e o parti >e m,
eluspoulou no turno como candi* única derrota ocorrei^ nn último çâo doa Clubes, na primeira dlvi- ' sfto Executiva do Campeonato
iUl"'i com M meamaf atrncõe», que sâo: bale
diiln ile respeito, Nfm consiiiiuiii jfigo rio turno quando baqueou aío e noa aspirantes, por pontos ' sabendo-se que ficaram assenta- I
,nciBB e modas, Vllnl dos Santos colaborou com a
H vitórias por resullarios /irr.-isíirio* I por .1x0, e, etn c(iiise(|ll6n(:la, per iieiillilri» da .miiiiri'lb~'toÁHA\ÍA". „ ^í"*"11*!. m noite, vai ser rea I das rilversaa Diovid*ncla „ re|1_ ai
rus porém, jogou o bnslaitlu pnrn deu a Invencibilidade, mn», con ASimANJ-KS. A«MiJrtffik'^n\m%t-^\tat\
»""• ""ia r.utiláo na U)U pa- I peito. Hoje, is 20 ho.as, nova prtHnotofa da festa, Sra. Edna Pacifico Ho*
B Palmeiras, \ltyt, t, tra(il. _t rMllMt,âo
su mnhler nn posii;fio do "e-mniin- tini.., líder com viinlngem de 4 I 0; Internacional, vle-d-llder, 4;'($*• do c/m. reunlfio será r^:','z;,;,a',
llio I iÚBníG^ÍUrtlâ.XKSÍ ?A "VS* I| XÍT^ai^S
reíliiaía no m:''-
mes I
_____ À.inèlé Sfdffleá _tÍm\.iÍ\èÍ^ %r
clnntc". Nesla cnmpnnbn abfitôu pontos sól.re „s riois více-llrieies. I Piílo. 6; Petropolltnno, B| °
I ÕOriMlo  títmí um^hT.,11!! <m IrSftLPKlB /«"*¦ ÍZ. CnVakí nil S*»r « Hauuel rie
fl 1**=— o Utítifl Isabel, :ix(l: Itio BrtntO, dli SÉjam, o Petfdpoll âflo e Ks* rfns, D; Cflscatlnha. lll Dona Ua- ió finras ,i *.'.«,, «-ThÍ B, "tra.r*,- nS, '"^Z'' ir!,crl- II r_fv_íf'_t\_AH\,,n\u,,
1cer*'- tl_tí___
^^^^^H as-H * * es l* 'sendo eonviiia- i <-õe' (ias entia-ide? a dos. at fct.as. fi "l|vt'r". He-rmlnla bailes iaH*
i* \%a ./.me M^«-l52«t
Marcv faria, S6* (**!
2x1: (.'nslnl inlin 2x0- Serrnno norte Clulie Cenlnnár ri fl, a Hil 12- Centenário li- m„.i,n I i . RfJ
_^_^_m Hi
I HlP^á***.^! li 2x1; llio Preto, 2x1; Cinzeiro el.i ! rie cinnl.alc* tio returno, poderá «ranço, 17. EfKTIVDS: Interna- dirtutaFI têmpora
Immtíiãíl tWÍW "raque \ a?
diÈ "e Mt"'" ° "'"""" I
. de «nnpeí ,'"„,"'*
' 'i ' "1*

nO "broto" An
'
Ia ria , exato que estarão em I Maria Helena Paranhos Ennw -bov"
'¦ rm àMrJP" fli
M-ir I cional, líder 2' Pctrobolltano
a. reni^.r... Jl.it'
le' •Í',*,,":ri*
.
p.ía? PTtanto. t Asstsso* , sçfto. § «ela Siqueira Bittencourt t o Paulo Ma
L"""" - »— »rt" " '« —" -

Ti PINTOS
__„__.____, ____.. IdeV^^aí^Pri^f^lm^: _. ÜSStt 5& /»*«(«%* g
'"¦ ll CMOHr* BANCÁRIO FOI ann.
B^^^^ "Ui tc <-í"'tl»vc dè amanhí.
9 A' Sia*. Mnrlar.lnha Rodrigues .lnnnotti e
'-••«•. .aVaÜIÍ.V}
bei. 1*1; Corrêa». ;.
14; t,I V.?.*1*».1'*'I
Rio Bran PUNIDO PELO CONSELHO Edméa Xavier Lopes Oberlaender sáo as
I m*_^ms *-**l li co, li. O segundo turno teve Ini-
ÍII-MUUI
"pBironesse-"" de honra do "parlj** da tarde
aWT Jl ll
cio onlem, domingo, quando a IIFAKTIl O Conselho de Associações -do de quarta feira, no IPC. em beneficio da So-

Ci/DEIDIA
Campeonato Bancário de Nite-
|^
|y|* * Jfl fll
LPD programou e féz realizar 4
partida». FAV0WCIÜ 0 (HÍMPICO rdt promovido peio
"Grande
Jornal Fluminense" teve mais i
~ ciedade Pe,taloz.zi. Já íoram eagotados os in-
gresso*
uma reunião A*sim sendo, nes-
aaaaaL _____W" 'nr^rn |ê CICLISMO TÉftA »U A Liga de Bom Jesus cio Ita-
bapoana vem procurando inere- ia sessão, foi punido um joga-
H|teadpHHPHF* ,"•*•£* *,^9 ^B5 SEMANA ÜMÁ CORRIDA menur todoa js esporte- em si i r°T Ó" BanM,NM,«J««i <-"* Ml«es
HAMPESHIRE
flT HEW A Liga Gonçalense de De-,|i'ir

*4mgm noss - LÈGÚRN


.aaHSfS^i *t9l HF*^ tos e ULTIMA HOltA promove ssa
tâo, domingo próximo, o "Pri- pntlca-los. Recentemente foi mai-eira. KílstólJO,
pegou um
meiro Grande Prêmio Cidade ue . disputado um certame entre ln- j&ro de suípensáo.
"Broto Zona Centro", Idesill- I Saò Goitçalo" em homenagem ad | *5?t.1-', corn k participação do
O titulo de
/ado pelo tJHsse* Monteiro, levado u efeito | aniversário da "manchester flu °1™Pieo, Fluminense e Ordem
pela primeira veí em 11)00, e, até sábado em g mlnenae". Embora até agora náo I Progresso, por sinal dos mal*
puder da lourinha Jualey Bruno, está agora § se conheça o número exato de rrioVImentados. A gurlzada do
em mãoa da m-orenu Carmen I.ínia de Al- g concorrentes ao grande circuito j °l'hiplco «alu vitoriosa na
meida. Na represenluuçáo daa córes do Scpe- **§ Guanabâratíão Gonçalo, tu.do l»i j disputa.
tlba, que é um cluhe que participa dos c')n- S
cursos de liele/a da cidiule, Carmen Lúcia _ BTflJll!fjTtj Ai rjL T W crer que ultrapassará tória es-
pectatlva. pois que, espera-se a _ • 38 i.a .nr MAGAZINE
teve oportunidade de receber n titulo sábado, "§ participação de paulistas, guana-
no salão da Asaiiclaçao Atlética llniversilá- =
ria. Nâo houve faixa pura u consagração ilu =' PECUÁRIA
LUCINHA
moça, como se faz habitualmente, apenas lhe _
Modas Infantil a \ü ftJiü. h? firftc Li-sair Guerreiro, prp*;i-
fni entregue um curtão de prilla
I.eticla Farias, da entliliule
(tela Hrtn. =
"uillverallárlit", g Material agrícola e auícola
livros-drogaria veterinária - etc. Calças Avidsas O VISITE WA i aa»»***» Í di-nie da Sociedade PestaloizJ, e a seicre".íria,
Srs Edna Pacífico Homem, em vialta á pri-
sub aplausos gerais. Pelo motivo, aqui vai
abraço do vosso AG ã bela morena scpetiti.i- S
= líUA DA COWMUO.
|0|/l?l -ídlfítlo B i meira dainn. qui- tem demonstrado o mnlnr in*
terésse ptU obre da entidade e. durante a
na, incentivadora, sem dúvida das mais va- =
riailas reuniões sociais-rccrcativas, = R.UISLRI0BRRNC0I4-5- 2 3847 Mnzamho Modas Ooititi-?! - loja 10
- Itlelom. 1.1\.--^a-r JSÍ f
"Semnna da Criança", Inaugurará u "play
fermind" oferecido Dela Fábrica de Torpcdof d»
_ .Marinha. l.'m dori«tiv*n esplêndido conseeuirio
*^-#####*i*s»##-ft
(rpoxiMC* * r:A*5A capfsch)
Rotary & Reitor I ^^^^^^^^^^
e
j íirsf d» aos esfori-os do médico Ayrton Seixas.
I e+++++++m+*+4 **^*4*+++m+m+* k

"Em
sua reunião-ftgiipe ele loeio mnis, o — EM TERESÓPOLIS |
Roliu-y Club de São Oonç.olo vni promo- <
g 'convite do Krupc (jue foi a Tere
PãrticIpartiOi *
ver nina pnlestra com o Mniítiifico hcilor Rõpoli*. a do casal Cafvalho Ja- X
dn Universidade do Brasil, Professor pc- noti. para a feita do His-ltio, pró conotru* i
dro Calmon. A personalidade em questão
vai falar eôbrc a data dn Independência { = B | J ___\ *M {¦ \W M t*M *^B I a» , W M_W aMM é ^^^B *B BJWl^B
i tão da igiejinlia de São Juda* Thiideti. An-
tes. em sua residência, o Governador e Se-
?
j
do Bfflfill. ||
ÀMM ^aa^aP> ^^^^mV^jfgg, i¦ nhora recepcionaram. Fica para amanha s
reeistro «flbir tão agradáveif acontecimen i
****** + ***¦+* ++*+***+*+* ~ f. tos. Por enquanto, um destaque: para ¦•
"saviiir fnire" e n tnmbém. "falre
para o
Clubes I Acontecimentos | ^^^Má \
'Zj^___f_T '*'
I
I snsoir" da Sra. Marina Garcia Vldal, que

O simpático Niteroiense Futebol Clube. §


GELADEIRAS COMERCIAIS — I com a Sia Alice Rodriaues Nunes assesso*
ra a primelrii dama no Ineá.
que agora vem sendo dlrlsldo soclnlmeli- 1 1
le por umn comissão composta de trós mem- S
bios, cst(*vc rcccpcioiiundo ontem seu qua- £ BALCÕES FRIGORÍFICOS — SOR- ¦ CEGONHA E PRESENTE
dro social, com uma movimentada icuiuão- 2 |
clnnçnnle, que prolongou-Sc nl6 ns 24 boins, g C C/\ _^_V V " -a^ataBaBaB^a. /
VETEIRAS — REFRESQUEIRAS —
I O melhor nr^sente d** aniversário pnrn lha-
ny Cunha Kibeirn foi o qur a cegonha tniux»
(julnla-fclra tom niuisl I
i nata sua filha Rosemary, senhora Roberto
Infelizmente nfto me foi possível compa- 5 S Marques o terceiro filho Alias, menina —
recer ao baile cio "Btòlo n." 1" que o fc-s- INSTALAÇÕES EM GERAL Mnr.v Beítrlce O presidente da A8CB e da
porte Clube Fluminense de Rio Bonito lc-
vou a efeito, Uin originalíssimo convite,
_\
=
jl I n.lMITVH anlveraarlou a R e a netinha nasceu
na vé-perH
Antenor M' —
Oi aió« nat-,"nii" sân Lourdes e
anunciando a festa pnrn sábndo nnssudo, com
a míiclcn dc "The Rytins Boys", foi slinpá-
H
= RFpnrsrNTANiTrs "jo pm I MOURA-SALLES
ileamente endereçado, o que iignielcço. g RIPKI SKNTAISÍTÉS Etf N-ITIIROI: Olea Leil(in. filha da sra. llaa da Silva
UlUSrKonrt TS Hepresa-iu ..vim-
A diretoria do Fluminense de Natação § HefrlgeruçÃo Tlunilmnst* l.TIM &, ( niptTcin I.lela Moura, foi pedida em casamento, dia B. peln
Rcgntns programou paru o din 23 pruxl- jovem sr Alexandre Sallus. filhn do casa,' Ed*
g \i Pr>sli|..nii V.ngiis 446 - in ., gard Salles. éle. altn funcionário dn Ministério
nio, uma homenagem tis moças portaclonis ile g MaiTi-li.il Oi-ocIdiu ?8.' cl 1090
títulos rie "garotas c misses" hl-fl, O acon- *= p 1WZ - ltl . li.'..'.' Agricultura, ora servindo no IBC A come*
"Ê damoracão
ficou limitada ao âmbito da* famílias
tcoimento vai reunir diversas entidades con- §
géneres dc Niterói • Sfio Oonçnlo, | FÁBRICA: - EST. AMARAL PEIXOTO, Km 7 _ Silva Moura e Salles.
-*¦+*+* mm* *****

No Clube Recreativo Llcler está assinala- | TRIBOBÒ - SÀO GONÇALO - EST. DO RIO - TEL.: TRIBOBÔ, 4
do paia o dia 20, umn interessante festa | BIE£ 11 mwa
COQUETEL DE RITMOS a
*
com o coral das crlnnças do "Lar dn Oló- g Vann festa do pr>eximo domin- j
ria", sob a direção de Iruny de Oliveira. g = { so — PORTVGAL CANTA E DANÇA PARA i
festa, dedicada á criançada da entidade, na g
| > O ESTADO DO RIO — o grande festival \
certa vai ser autêntico sucesso. = df Proteção e Assistência ã
Rró-Institulo 'Caio i
1 Infância, no Martins". Un- coquet»*! dc
A orquestra típica gnucha de Roberto É ». i ritmo»: o fado. o rirn, o "ao sabl" e outra*

LAVE DE UMA VEZ SÚ, USANDO SABÃO MOSSORÓ


BIubco, vnl apicflciitnr-sc no Esporte Clu- I £ modas ]u*itanas. na apresentação das Casas
be Comercial (Itaborai), din 18 próximo, g _ Portuguesas dn Rin de Janeiro, como o fre-
)
atendendo a vários pedidos, o referido baile g vo, o samba e. para encerrar. "Jazz", feito
vai ter Inicio ás 21 horns, por ser u cinta nina g por Booker Pllmann o seu conjunto ln-
lérça-feirn. Convite amável envliiclo pelo pre- *= gres-os no ÍPAIN na FLUMTTUR. etn Grand
sidente e nosso amigo Odir Barrou. = Jolti. A K.letrira. Superball Maenrine. Tece-
ê O Jornalista Mário Filho programou pura I _ | laeem Amazonas. Casa Borges. A Saman
hoje (20 horns), uma noite dc uulógin- =
fos no Canto do Rio. o dlrelor elo "Jninnl |
ilos Sports" estará autografando seu livro só- 3
bre a Copa do Mundo, com presença ele di- §
FABRICA: RUA SAO LOURENCO, 171-TEL: 4262-NITERÚI =
É
§
S
»
s
J
;
tana. Instituto» Athena-, Cleu. Avatar e em
vários nutro* estabelecimentos que gênero-
samrme roiaboram para o sucesso da pro.
moção dc domingo.

"•* GRILLOPAl COMÉRCIO EINDÚSTRIA S/A.


5 (
versos campeões do mundo. g
•Taf ####*#**^ ZS Caaaram-ar, sábado ultimo, na Catedral.
§ \lhrrto da Fonseca Mainlelro e Leda Almeida
SAIBA QUE... S Santos. **¦*¦ EKIta \rllv Blttenooort que
iinda ajudando com muitu eniusiasnín na
O radialista e homem cie publicidade. <í g f~ campanha elriloral do papal Jaiun féz anua
x
*s sábado. *** Quem contou tempo di^ » tam-
Lourivnl Pcrcu. foi convidado a parti* {H
cipar do "li Congresso Lallno-Americano íi S bém fui a Sra. Ilantnn (¦íiiT.an») líiieirnz.
dc Publicidfldo", a efcllvar-ac eh, clin 2K a > 3 3 **"* Nl mesma data féz anos a **'rtn. Riva
PALAVRAS
•'II de outubro, no México. Tor motivos
plausíveis, o l,P nüo vali
O plstonlsla Mooker Pllmunn cstnrá sc g
I REPORTAGEM HOROSCoPICA »*<>. ppahch fíWÊMÊIfítaum fayl
M_p__--___^^^^^__ CRUZADAS N.° 200
I
1
Maria Garrino Iji-lte. •Miss" t nlversltiri» do
ano passado e que s.ra advogailo este ano.
*** nina latira Silva, bonita morena de
= j=
apresentando como grande atração no = olhos smrnilnadus, sai desfilar domingo, no
"1'estlvaí
I-uso-Hrasilelro", oue elcllvurseá Para Domingo e Stegunda-Fefra, 9 e J0 de Setembro de 1962 Hüm/.OXtAIS: 5 "talo Marllns". Diiia esta
n-sressiiodu ile um
do tis Itltirêsscs tln próprio povo, Vio- n—p—p—ir~i n—p—n—t—i
tlin IG próximo, no Olnáhlo'Calo Mnrllns.
Como sempre, sim lllha Ellnna, que é enn-
3
O O Temp.o e os Fenômeno* lentos Ataques contra a Petrobras e de-
1 — Zansa aasiaaelra.
' _\
=
lonjo periodn dr residência em Washington.
K' filha dn Major e Hra. Xsclepiad.is Il:iiil:i«
tora c dançarina, estará Jormantlo a "do-
¦^a

1
oiMt rln
Nitiinii iMininidii o llMtfi*?! mais utllíílndes públicas. PrçffÃçlo d»
SMtll eom ii I un e Irlüiin» nun .11 ir- AiIIii ontrr a r iniilin brasileira, visando
1 —

Pelar da lamllia daia earamfcriaena.
k I F1, 1I i ] § da Silva. •«* Davse d. Oliveira e Silva e
l.radlnha". tl!, Pniici nirlltncle no ar inm elielrn ;> hm.-flrí.ir trnstrs r Inlmlgoi da I'A-
• l.uoça (laa.
I , U ! | i g Sônia Federiai. tramli-s
mais um fim-fir -*«rm»tii
amitiis. ;ia«sar:im
Km fase de acentuado desenvolvimento
a "Arnulo Publicidade", anexa ao Sin*
ile pt.itii is. viíitiiiidiKii* afetada Ptla tria. Ambiente di* receio. .Mais alto o
iiu.mÍi.1. Tcniprrnlur.i pm elnváçfto, Tim- mito dp vida. AtPiit.idos e desastre:»
11
12


Tarllr.
Apresentar, citar lutn lalol am dr-
[ | =
S
rm l>rt'*opoliv *
compareceram á fest» dn Hiiln». ****** A Sr»,
uicnto des Jornalistas Profissionais rio Ks- po imiti i» vv\i I Uri ltl flO riu llio »• lUtiti turrcstres. leaa aa jualKIratlia. B Carvalho Janolti dando itma vulii nelo cen-
rcnlrnl cliui.-.s escassas naa reiiuifs nor-
ado do Rio, A frente rio selor. o nosso anil- itMilhfla, Na seciinen-lclrn, PlulAii ilii- Q No Mundo 11 — Cnnientlmento. 5 tro <omercial e de«<olirindo m "l..t RottP**, **•

pu„ r py. r C
K0 Milton Magno Hocha, iiiic vem desln- ilililn ii lliirdscopn em (|iilnr(lni:ln e pn- ÀvânÇlt a ctèncÍ2 Interplanetária. = Ua rtieínia ' boutique*. com um viande volo-
1.1 — Amarra.
eando-ao nilrlii -rmii u l.iln Vlillillhl.iili ati-lniln íerrcmolos na seeundn-felra nttm o = me, saiu a jovem t a^tiOfthiatdotH i,i.i. Krr-
grandomente no assunlo. Nn de Inrtlc e de noile. remj.erainríi olí'- Orlrnie Médio e o Mediterrâneo Central, II — MoIJatla. S nando > iam. Fazenilu compras pm i a via-
Arauto" o MMH somente precisa do maior vmln pfln iii.inliâ; ili'('llirirta, (lb|1Dls, Nnva criar na Argentina. Revoltas en-
(llnnmlzDçâol ' *t'l'ln|in II — fileira. a irm à Areentlna. (K cr-suí*. Feriiuit-n Vinnft
Inmi iii' illa liTte vi-tiLinln vrla ln* ns Árabes.
O dinâmico Milton Ferreira Pinto eslrt in.li.i, ( hiivits agravadas un mui e es- m •t — Bebida alr,i«llea. S e Fernandii Ferroiii acompanbar.iii ai Ciover-
"atacando" Qj Fluidos S nador ao Prata. Embarque qiiartn-reira. •*•
decisivamente a nmplInÇSo ', (rcmii Nnrlr. mr 2\ — Ovárlo do* ptíif»
ria réelc "Serraria Paraíso". Após Niterói,
chegou t voz rie Itaborai,
que vnl contar
^
___. _ i mm
INO Brasil
•¦
Ulflbtlitlaâas litra o rniisteaan
No
di*
(|iie,
domingo, favorecem os msui tos
inu.**, cnn.-ülzacfíFS r niiiu.i..
seftliiil.i-tolra,
Na
aconselham aa plantnçOes,
V. ¦•*•**- Kliurá, reprewnin .tu dr um« r>^*.
aea. Iniaaem
'
„—i——i——i—Pa-a*-—}
1 H
5
ã
Alice Cavalaintl. uue Ja recebeu -a-tr titulii»
n-latisos a elriãncia r beleza, esta muilo de-
eom um moderno estabelecimento,
certa muito contribuíra parn o maior dc-
senvolvimento da cidnrie. Parabéns!
que nn im ns direitos a He nnlurmiitus nelo a Indústria, o* caamentos. aa constru-
IHivn ou deixa cie iisá-ln*. )iri-Jiiilli.ui* cOei e na trabalhos esplrltus.
INFLUÊNCIAS PLANETÁRIAS
*J« - rrtpoaicio:
ia — Naama: klaarria.
II - Palalo.
LUGAR.
r I I . n. * . i i
-—. *__llu '——I ' E
S
H
=r
aemliaracaiia no inalev. romo
ainda sábado, em Tei-sdnoMs, bati-ndo pai»
com o Sr. Frank lirnb. um americano que
\\\m ali.
«temonstron,

Está rm andamento na cidade dc .São ! Ctlt.vfltto —. (NüjiUIoi li Vontade de ajudar, merrial Jí — Nome próprio masculiaa. I _ Hu»,. r rellusu prnnduo daa atuai
enlre I? luir.ia de II di* lixlln de nolt.* Areio, Se- (M*HU iiHNiu — (N»«- do m»r I PRIMAVERA
Ooncslo, como live oportunidade rie ser mnrcn e 14HDMS ile !l de üiiiuln-fi Irn - Mnnlii fa- riflo» enlte ii ImrJs di !t VERTICAIS: \, _
informado c de divulgar, o Lyona Club, — de
frniinln.. de lll | AT R A S OV
que , - abril). Oinnlrido Rrttbtt- vdfAvel, Etltbflrflços du- deiembro f s bora* de 1 — Hui *<*iraiio, eppcio. adorado tm II ~ (.onjuce tio iexo ir.ist-ultnn
rieverá ser composln rie destacadas fliilnns rama peln Itlnithíj iWel- rante a nniti- 20 ilr Janeiro) tlflininifo B VA CHEGA- "*
< 3 Mrnfi», tido como eoe$roaclo d» II — Localidade.
dos mais varinclos setores de atividade. Va- toa, a «t-f.ulr. (l(-iilii liient VlltdK.M — (Nascidos — 1'avtirahlllitadr acentua- — l-nminM «ur pmútít mm |rt*a mui | D.t "Ai Vafl^2*ÀMSa*ÍKl B ^.aaaaaaaaaaaaWSi.aB
ilein fie: nmhollfav» 4tner|U rrn- ll
•jo» eollgli maiores detalhei;. llio. f-.sllo. Se»uiidii-lel- enthe 21 luii.ia de 3.1 de ila peln inanh». s,nl*f.i- doro da aaltireis. allmenlieio £ : nn o Pri- ^_ ^^.
¦M^MUMj^MMM
rn — l.liiru na l'0m|iu>l- asfialn t 0 limil de ii de (Jo ser.il Ke|tlnda-reira St — Tratamento lamiliar qiif ac da a* 5 i-iaicfo" /ri-
Acnbs de deixar o aalureta.
posto de "redator- nin dr lliiulilòv tei em tiro). Ilomlllfa — — Apreenaftea lncld"titea.
S — Tfritln pupular p-Mcrta*. t)e nome Jtisrlloi ro pmçromo-
chefe" dn revista "A Gnlviitn". o mo*
vimentado Valter Fontoura Motivos nnl.i-
! TniMti — (Nascidos Habilidade na
entre M horas dc Jl de Ins plAlloa. M.inhS raro-
e.xccuçSo Nnile ailieran Cnnfii'in.
AQl Altlo — (Naacldoa 1 — Paina dr Ahratn 7t — Pei vfie* eem =1 dn nWii nra.
4 — Ca&ifti in.turn». li - Querer muno hem a ooata vara a
raimente particulares, levaram o \T s dei- ithrll e Ifi botns de li. tle rAvel. Tarde adiers-i. de- enlre s hnt.ia de 30 da Ja- I — Priurna ala. M — Aeabameum
sar na lunçõei, mun) IIiiiiiIiuii — llrl- riimlii-frlra — ImplIUIVl- neiro e 10 híir.i*- de II de
I — Ni.nir dado aot (nCf^Ifla-i ti — A parir ita psique Intermediária en último sdba- W^_W^____l V _
vinha exercendo ciuti —
"•aro orllhanlIsmo.que sin.illil-ih- nn-. cestos iluli- prrluillri.il Mnlil.n- fevereiro).
«itiaf.ic.Ao
r-unlnin
pEnài, tre o id e " mundo exterior do. rzias (oi
nas iflêtits íaíIo social te cnnfllífl. peia tnanllS 3» — Numed» indm*i«el. fran «tcrlda
BALANÇA — (N.isddns Afeto. 7 — Junte. lit«f.
Com
'M a saldn oo dcalacudo Jeremias ele político, HefUlilM-fcIra — \rlc Mrlllin na '.abado
a tios Fontes, Mnnh.1 faverÃvel. nifieui- entre <i hora ::i dc s**- n freira Segunda-feira para
concorrerá a unia
cadeira cie deputadoquofederal, o novo dades asinviid.is de ntdif. tenihro e 2 hvas de ZS dp DUlctlldUCIei ifffaradas pe p-òjnmn, ti ia
pre- citiios — (Nascidos outubro). imminucf — 11 inlte aartde (bali ila
RESPOSTAS DO i Já O con- ~*-tMMW \ < 1
"•'to gonçalense ú FldelIs Freire
Hlbclio. entre ln horas de 21 de ÍXlto scral. Sorte. Vllô- PfllXkg r- (Naarldna en- CRUZADINHA Iunto de
""• mn mes, apenas... ntaln e IK lioras de 3.1 de ri-
Jflnhn). Iiiiniliixii — Ile- Arte.
*i.t carreira. I.Urrou.
hcminila-rclra
In* 10 liliraa dc 1» de fe-
— verelro ( 13 horas (U- 31 HORIZONTAIS: I — 1 "Chaco-Chu-
###**»»»»**»t>#<»
m*uPmPmf++m.>+m+_*+++++++0+++0+u? § Ini.flea n-iiinl.i« l.nsii l'ielul/iis Iniipiiiailns. Pai* de uiarcii) DomlniEo —
i ¦infiniir-iiAea poderolai.
Aparelho para i*ecr. 4 —
Vento, araiem: I - Im
V ANTERIOR nal Ht-
Amleos benéficos, Noite pitaçoes. Tonlelra, tea" mar . Ini-
iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiinii iiiiiiiiiiiiiiiiiiwiin. lídven.i Scminda-felra — ESCORPIÃO — (Niiacl fcalio em ti,.lus oa aeto- daa lilhua de Sé* Ik. aa- RC — 11(1 R : pfra lu. 3 cio a.s 23 ho-
ahfuslo. dos enlre i lior.is de 23 '« Honraria» aeeii.ifl.i- 1 — Ua» » arllrula ileo — eamarada — fut — 'firo-
Ambiente tle a att vi.a tan. S — A ea- x -a.< O»
HriepvAo. Kaplrlto Hgi- de oiiliiliro e 4 horas d tclra — Firmeza de atltil- Írada). a»|» — Ir - Ins.. - li -
aa dt hiblIH*** tl — Oa g fo«~ dos sa-

^P
latit-r- ^l de novembro) Ddmin- des Ambiente de ir- map« — ida — literato —
E trat «1 e ti
ABP-SPC CANCKIt — (N.sarldna (rn — Indlapnil, ão pela cetos.
entre IS li,ir ia de ;i de mimlil Trlutlloi durante PERGUNTA E
dei mandamento-» da rha*
¦nada lei d» ll... 11 — Na-
me prnpriu ma-irullno. 14
mamata — rale \lftT
pum — ,s ii, — rir — ara- aqremia-
"maçori-
'M fl I
Junho e 30 lioras dr 3.1 o dl» Surte. SciUllda- Rápido, lictlre- IS — *o — tai — ude - earál S(lo
_ çío "
de julho). Dotntnfn felin — í.xlto nos assun- HISPOSTA atudn — fim — er» — I»- --MMMm fl
Pátrio, •eithar. 17 — i • 5 fn" rio se
rauir.itiiiui.nl.- de manlü tos bancários ¦ iteffictos lar — feral — tini — Ita
ULTIMA HORA está inicrlto e dc noite, i iiiiiisãu pe- de llunlil,.-
hhhh ,(í.n,:vB7 minbata 18 — Abrt\iata-
ra de atil-omoi ei.
- eana - ata-. CRI ZAD1-
~ íprei entar
reuniict.
ts tarde aeeniida-feli:. .-(1O1TARI0 — iSasel- MU - HOR.: tato — aa*
•ob o númnro 008 no convênio entre Preiuizos Inoplnidos. Sol- dos rtttre l horfti de 31 ln..a». Ria) — tncianire. VKRtICAIll 1 - Dnen* r.*la - •<» - reli - mi — t~ 'tmoollianrlo
fp adversa. Oor de ca- de novembro e 6 bors« de ioupinaduN nlu Iméraadé- ta fonlaflovft. %_\r tt loea- frota — arara — ir - Kitw 1 a Primavera
0 Associação Brasileira dc Propagan- bem ?i de dexcmbroíi Dumln» ">*'« * alma. au reverti*- liia na eanjunllva pai r 1* a — ouoadn — meia i t d * ! o i d e
l lin — (NaiCldOI en- to — ftnltn seral KKcta* ru pritalmo. bom preien- ptaral t - Ar(l|a Irmlni* p.téltri dl-lldtrll ^ I RI pua — ar - ler-
iu e o Serviço de Proteção ao Cré- Ire 3fl horas ile '.'"l ala* ju- silo na ciarrelr.-. Oriilo ln- alente. Mn II»» a pen.a- no plural. 3 — Inmwmon-
pO-alrt*
• m rsliwir. limétríeit. I | .Viac«do, de-
lllll r 22 horàl de 1.1 ale ventltll — ra — èle* — Osório — 5 hurante dèz-
Segunda-feira mentu na, uue li paa.aia e tn para mftreàr »» h»ri« Naaauela* Itflf 11 -- Rela "bouoitet"
dito. aiAato) Domínio — s.u- Inaasnls de u.iilrua id« «era falia. Alétrla «eral, * - lutar d* eenlonáa. • Cie, liila. 11 - Xota mo i < > amar - Iara H te ano, sera uma das flores do
sllillldade li il m a n 1 s Ptisiráo firme I.llrro <ro- em Kl Arte maflea. Com- ateai. H —- De outr-n mo-dn 1r%u* - atum -~ irta pnmaren,' do Gragoara
?•iiiiimiiiiiimiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiHiiiiiiiHiiiiiMiiitiiiiiiiiiiiiiiiiimiiiitiiiiMiitiH
*rtep^p^*-t-«T.-- --o. i, r-IT'-,' * *---.» ¦»¦-!*-.*-*«í,-*^»*p*-'*,T*' -T :¦-!.?

•'¦'¦'¦•¦''-¦-•;-'; "'••-'- " ¦ "' •¦• ;-':; '"'-' ' ;: T -^—^—^—— Segunda-Feira, 10 de Setembro de 1962 ULTIMA HORA '
PÁGINA 10 _
=Mitiiiitiiitiiiuiim niini iiiiiiiiiiii iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii iiiiiiiiiiiiini iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiniiniiiiiMimiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiniiiiiiimiiiiiiiiii iiiliiiiiiiliilliiiiiilliiillilH üi , E, também, peças
MÓVEIS ZENO DECORAÇÕES
SEMANA GORDA TEM NAVARONt BARDOT E TOTÓ Roa José Clemente, 38
Volkswagen...

NITERÓI
[Çffl^JOWDAj r^Mi*^ *WÍ mmmmWmW
H^Y'Jaf*!9SÍnSH H . ¦*+++++++0
O VISITE Iaüiwca^bidbra^^
¦!¦¦ iftÜ SI* B I
I-m-*-*-m-m\mmmmmlmMl
s
CEM ser excepcional 'líssisfllsl Ot.
5 não se pode, no en
—4m»mMmmm»m—3a''''-'
—MM WLe*r**r^p^ai. ¦ 1 lásMÍBI Htjssb
Âm MSme-i-'-s ¦ ¦ í -èè^SÊ IM
aWsS ¦ =
P-Vfil I =
£
MAGAZINE
\^p -^m\ M^MmW ^mm^-9mr MM MmvM = 2 NEN O -
tanto, considerar-se fra
cinemsto aM Rua da Conceição, 57
ca a semana
gráfica que hoje se ini __ fl RSk-^as^'*! W2m% fl flsfl Brll
cia. Isto porque, já i
Ew-"'k: ;^sjj^HH H ¦ ^—— ~^^ar
partir das primeiras ho- a B B? : ->3Pí V' -.a- ' !¦ Bà MM Hs. »' •

MATERIAL ELÉTRICO
ras
da tarde desta se- } ''*¦¦'•
gunda-feira» de setem- a *»*&£*¦ *<- ¦>.-,- JsflMVk. _ **>
' |
..^is>Bí»-<n*sjss»"X..&¦.'.' '^¦JmmÈQ^mmÊlImmW&Z.,' JriB^K- ,,, '^y^ísÉi'
bro, passam a ser mos- * ü
HOJE — AMANHÃ,
APROVEITE. COMPRE SERÁ MAIS CARO l
trados nada menos de
filmes neves, e na
, ¦fWmt ______M
Jtt^JflifllHsâfllÉJBM IL _1-\" X -^1
___________________\__\ mm\ mm....** — Variedade fabulosa r » preço* pro\ucantes, l-quipam ent» elétrico para indústrias, construções e ilumina-
quin- ? Cão em geral. I sol adore* r ferragens para Unha aérea. Refletores, lios e cabos, conduílcs. aparelhos
ta-teira a semana tem ? fluorescentes, chave» manuais r magnéticas, lusiteis comuns c- especiais, bombiis il'águii, globos c per-
tences. motores capai Mores, cigarras, conectores diversos, terminais, ferros dc soldar, Caixas tipo Light,
um reforço considera- » Quadros de Dlstriblliçüo de lu* e lôrca, lâmpadas comuns e especiais. Lm mundo cie artigos. Tudo que
você pensar em M.ttruais Elétricos, nós, temos e a preços baixos.

: _e;l I
bilíssimo.
contar com
Isto
as
sem se 5

costu-
tT^S«o Lm- ¦ ¦;' fl li Lâmpada ale üll.V 6í.
Lâmpada 130V até 60VV .. 92, Fio 12
Fio II l.HlHi,
"2.?lã,
.tlolor
Romba completa
II 12.000,
13.800,
}
0M__f_W s meiras
"reprises"
e as » I ^ESiBBUesl = Fluoresente 20W Flu III 079, Bomba sucção 211.511»,
H Fluorescente 10IV "!l!i. Fio
78, Fio
R (t.302, Chave liota ,._. üt.%
p ferro
X películas que continuam
"QUANTO MAIS FRIO, ME- Bolinha colorida :i.4(i.".. Chave Monolasica 150,
LHOR". Com a Furncaux por { em cartaz.
- I ht fjh^fl LKfc,- ?W H — 2.IKIIIW 2 pinos ü.llllll, Fio 2x211 1.911,
2ll.:i!S,
Chave
Chave
blindiula 11x30 .... 1.9011
faca Mll
perto, o tempo sempre está J
quente... •++++++++0 *+++*+++++•
BiCT^
"OS
li 5.0001V 2 pinos

ÜIMIW 30V
111.9811, Cabo
500W fll. eoncentr. .. n.9, Cubo li
2.IIUII. Cobre llll —
1*1.571, Chave p/ebllveiro
llllll, Chave
lüli,
211).
iinipolar ÜKV .... 1.821,
CANHÕES DE NAVARONE". Uma aventura dc guerra. Válvula Tlllu-I 311 000, Redondo 2x11 92, Curva 1/2" 30,
Dos filmes que estréiam hoje, há uma super-produçfio, "Os ca- Fibra vermelha lllll, Plastlcliiiinliii 2x11 "2, Pára-raio HKV 3.0011,
lançada com todas a.s honras. Estamos nos referindo a de. E retorna com cópia nova, dc Maureen, no filme, estão Papel isolanle 413, Fila isolnntc 20M 159, lincha passagem 13KV .. 2.911,
Mexicanos na Praça... Brian Kelth, Steve Cochran Ciiniliric lençol 350, Fila plástica I5.M 390, .Mula I5KV í.lllii,
nhôi-s de Navarone" 'The Guns of Navnrone). que narra uma Há três: dois inéditos e um