Você está na página 1de 5

USP-FEA

Curso de Administração Quais são os objetivos do tópico...


Disciplina: EAC0111 – Noções de Contabilidade
para Administração Entender o conceito de estoque
Compreender os tipos de estoque
Entender o efeito da movimentação do estoque no Balanço e
TEMA II. DETALHAMENTO DOS Dem.Resultado
REGISTROS CONTÁBEIS Aplicar os sistemas de apuração de estoque: Periódico e
Permanente
Calcular o estoque pelos critérios de atribuição de custos:
05. Estoque PEPS, UEPS, Custo Médio e Preço Específico
Compreender como se processa a contabilização de transações
de estoque
Entender outros eventos relacionados a estoque: Devoluções,
Profa. Dra. Joanília Cia (joanilia@usp.br) abatimentos, descontos,
Definir a forma de avaliação após reconhecimento de estoque:
custo ou valor realizável o menor.
1

Estoque - Conceito
• Escopo: Itens realizáveis pela venda e pelo
consumo.
– Venda
• Mercadoria -> empresas comerciais
• Produtos  empresas industriais
ESTOQUES – Transformação
• Matérias-Primas, Produtos em Processo,
produtos acabados
– Consumo
• Peças, Material de expediente

3 4
Contabilização de Estoque – Comércio e Serviço -
Contabilização de Estoque (Indústria) - Resumo
Resumo
ESTOQUES
CUSTOS ESTOQUES CUSTOS Estoque de Matéria-
DEM.RESULTADOS Prima
Matéria-Prima
Produtos
Receita
Acabados,
Peças e
Estoque de Produtos Mão-de-Obra Estoque de Produtos DEM.RESULTADOS
Materiais Custo dos Produtos
Acabados Direta em Processo
Vendidos (CPV) (Elaboração) Receita
Custos
Indiretos de Estoque de Produtos
DESPESAS Despesas Operacionais Custo dos Produtos
Fabricação Acabados
(Vendas, Vendidos (CPV)
administrativas,
pós venda)
PERDAS Despesas Despesas Operacionais

5
Despesas Não
•Custo do produto(mercadoria) = Valor de compra + impostos não
Perda Operacionais
recuperáveis + frete + seguro
6

Sistemas de Apuração do CMV


Como controlar os Estoques Efeito do Estoque: DRE x BP
1. Inventário Periódico
• O Controle de Estoque permite, em relação às
 Inventário levantado no fim de cada período
Demonstrações Contábeis, calcular o valor de:
contábil.
 Demonstração do Resultado:
 O CMV é apurado pela fórmula:
 Receita de Vendas
CMV = EI + Compras - EF
 (-) CMV (Custo das Mercadorias Vendidas) ou
2. Inventário Permanente  CPV (Custo dos Produtos Vendidos)
– Usando esse sistema de controle de estoque,  (=) Lucro Bruto
sabemos a quantidade e o valor do estoque a
 Balanço Patrimonial:
cada momento.
 Saldo da Conta Estoque:
– É utilizada uma ficha de controle de estoque.
Estoque Final = Estoque Inicial + Entradas
(Compras) – Saídas (CMV / CPV)
Sistemas de Apuração do CMV Sistemas de Apuração do CMV
Inventário Periódico Inventário Permanente
 O controle do estoque é contínuo;
• Inventário Periódico – As baixas do estoque são efetuadas a cada venda;
– Não existe registro do estoque a cada entrada e saída e o – As compras são registradas diretamente na conta de Estoque
controle de estoque é feito periodicamente, no final do período, de Mercadorias.
por diferença.  Cálculo do custo: Ficha de controle de estoque
– É feito um levantamento físico periódico dos itens em estoque,
sendo atribuído um valor aos mesmos. O Custo das Entradas (Compras) Saídas (CMV) Saldo (Estoque)
Mercadorias Vendidas é apurado da seguinte forma: Quant. Valor Valor Valor
Data Total ($) Quant. Total ($) Quant. Total ($)
Unitário Unitário Unitário
CMV = Ei + C – Ef
onde:
Ei = Valor do estoque no início do período;
C = Valor das compras líquidas ocorridas no período;
Ef = Valor do estoque no final do período; Soma
CMV = Custo das Mercadorias Vendidas.   
9 Compras CMV Estoque

Critérios de Atribuição de Custos Resumo: Critérios de Atribuição de


Custos
i. PEPS ou FIFO Primeiro que entra; primeiro que sai.
Estoque: compras mais recentes. Critérios Características Estoque
Imposto
Lucro
CMV: compras mais antigas. Renda

ii. UEPS ou LIFO Último que entra; primeiro que sai. Valorado pelas
PEPS ou Primeiro que entra; Normalmente dá
Estoque: compras mais antigas. FIFO primeiro que sai
últimas entradas Aceita
maior lucro
CMV: compras mais recentes. remanescentes

iii. Custo Médio Média ponderada móvel. UEPS ou Último que entra;
Valorado pelas
Não
Normalmente o
primeiras entradas lucro é menor que
iv.Preço específico Preço de cada item comprado. LIFO primeiro que sai aceita
remanescentes PEPS e o PM
Quando usar:
• A característica da mercadoria possibilite Preço Média ponderada Valorado pelo Normalmente o
Médio de diversas preço de médio de Aceita lucro fica entre o
o controle. (PM) compras mercado UEPS e o PEPS
• Estoques forem de pequena quantidade
Depende do item
e baixa rotação Preço Controle por
Valorado pelo
vendido, sendo
preço específico Aceita
• Valor das unidades justifique o controle Específico unidade pouco usado na
do item comprado
prática
Contabilização
Estoque
• Na Aquisição do Estoque:
• Nas vendas ocorrem dois (2) registros • D: Estoque
simultâneos: • C: Caixa ou Fornecedores
• Na venda da mercadoria, há 2 lançamentos:
– Receita de Vendas à vista ou a prazo – Pelo valor da venda:
• D:Caixa ou Contas a Receber
– Baixa dos Estoques e contabilização dos Custos das • C: Receita de Vendas (pelo valor da venda)
Mercadorias Vendidas.
– Pela baixa do estoque e transferência para CMV:
• D: Custo das Mercadorias Vendidas (CMV)
• C: Estoque (pelo valor do custo)

13

Impostos sobre a compra e venda Outros Eventos

• Na compra de mercadorias as empresas tem • Devolução de vendas


impostos que são recuperáveis e não – Diminuição da Receita
recuperáveis: • D: Receita
– Não recuperáveis: Imposto Importação e outros, que • C: Caixa ou Contas a Receber
fazem parte do custo do produto – Acerto do Custos das Mercadorias (retorno do
– Recuperáveis: ICMS ( e IPI) que não fazem parte do estoque)
custo do produto, são contabilizados em impostos a • D: Estoque
recuperar (ativo) • C: Custo das Mercadorias (CMV)

• Na venda de mercadorias, a empresa tem • Abatimento das vendas


• D: Abatimento de Vendas (Despesas)
impostos a recolher: ICM s/ venda (7% a 18%)
• C: Caixa ou Contas a Receber

15 16
Demonstração do Resultado -
Outros Eventos
Mercadorias
• Descontos Comerciais: Abatido do valor das compras e • Receita Bruta de Vendas
vendas, sendo contabilizado pelo valor já com desconto • (-) Impostos sobre Vendas
• Descontos Financeiros: Concedidos e obtidos em • (-) Devoluções de Vendas
função de pagamento/recebimento antecipado • (-) Abatimentos de Vendas
• = Receita Líquida de Vendas
– Concedido :
• (-) Custo de Mercadorias Vendidas(CMV)
• D: Desconto Financeiro Concedido • = Resultado Bruto
• C: Contas a Receber ou Caixa • (-) Despesas ( fretes sobre vendas)
– Obtido: • (+-) Receitas e Despesas Financeiras
• D: Contas a Pagar ou Caixa • Descontos Financeiros Obtidos
• Descontos Financeiros Concedidos
• C: Desconto Financeiro Obtido
• = Lucro Líquido

17 18

Estoque – Efeito na Equação Contábil


Mensuração após reconhecimento
• Indique o efeito dos erros abaixo cometidos pelo controller no
Estoque avaliado a cada período: Balanço Patrimonial do final do período (e conseqüentemente na
 Custo de Produção ou aquisição; dos dois, o equação contábil):
ATIVO = PASSIVO+ PL
ou menor.
1) Não contabilizou a baixa nos estoques
 Valor Realizável Líquido
dos produtos vendidos no mês.
2) Contabilizou a baixa de estoque pelo
• Valor realizável líquido: método UEPS ao invés do PEPS, estando os
– Valor estimado de venda no curso normal dos negócios preços de estoque no mercado subindo
menos custo estimado de realizar a venda. (inflação)
• Se Valor realizável < Custo 3) Contabilizou a baixa de estoque pelo
– Caracteriza obsolescência, desvalorização  Baixa (write método PEPS ao invés do custo médio,
down): estando os preços de estoque no mercado
– Provisão para desvalorização de Estoque - Despesa; - subindo (inflação)
Estoque-Provisão 4) Não contabilizou a desvalorização de um
– Reversão do write-down é necessária, quando valor estoque cujo valor realizável era menor do
realizável aumentar, até o limite do custo original; que o custo.
19

Você também pode gostar