Você está na página 1de 8

Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.

be
__________________________________________________________________________________________

Jesus, Tire-Me Deste Inferno!


Por Linda Laine

Cresci em um lar bastante caótico. Por toda a minha vida, eu só queria ter uma família,
pertencer a um lugar seguro e ser amada. Meu pai abandonava a casa com frequência,
deixando minha mãe com três filhas para criar. Quando ele estava em casa, eu era
abusada de várias formas com frequência: mentalmente, emocionalmente, fisicamente e
sexualmente. Apesar disso, eu tentava de todas as maneiras ser boa – mas nunca era
boa o suficiente.

Nossa religião era o Budismo, e a Igreja Budista era uma grande parcela das nossas
vidas. Essa religião era tudo que eu conhecia durante a minha infância. Fui ensinada que
Jesus foi apenas um homem que viveu em um passado distante e que os Cristãos eram
pessoas perdidas que viviam debaixo de uma porção de regras. Durante a juventude, eu
era muito tímida e acanhada, e a Igreja Budista pretendia me tornar uma líder.

Nos primeiros anos da minha adolescência, tornei-me atraída pelo oculto. Comecei a ler
livros e a comprar ingredientes para lançar encantamentos. Encontrei poder no ocultismo
e, o mais importante, achei um lugar para pertencer. Pela primeira vez na minha vida, eu
tinha autoridade. Então, aos 15 anos, tomei a decisão de entregar a minha vida para
Satã. A partir daquele momento, minha vida virou de cabeça para baixo. Satã alimentou
o meu ego e me deu força. Ao mesmo tempo, ele estava sugando a minha vida. Perdi
tudo de bom que havia em mim... morais, crenças e valores. Ao mesmo tempo em que
participava das atividades da religião budista, eu adorava demônios secretamente.

Eu praticava magia negra e, mais tarde, magia branca (eu pensava que era do bem, pois
não era feita em nome de Satã). Gostaria de acrescentar, especialmente para o bem
daqueles que apenas querem “experimentar” o ocultismo, que, quando você abre a porta
para o oculto, você está abrindo a porta para um mal, e somente Jesus pode fechar essa
porta. Quando me tornei adulta, recebi meu próprio altar budista, impulsionada pela
minha mãe, e me tornei profundamente envolvida com o Movimento Nova Era. Eu estava
até ensinando essas coisas para a minha filha. Durante todo esse tempo, ninguém nunca
compartilhou comigo a mensagem de Cristo – em toda a minha vida. Sei que é difícil de
acreditar, mas sou uma testemunha dessa realidade e espero que todos que lerem este
depoimento fiquem mais alertas de como um testemunho faz a diferença. O fato de você
ter nascido na América não significa que a mensagem foi ouvida.

Acabei entrando em um estado de depressão profunda. Eu era suicida e fui hospitalizada


duas vezes, por cauda da depressão. As pessoas que eu chamava de amigas eram todas

1
Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.be
__________________________________________________________________________________________

usuárias de drogas, e ficar ao redor delas suga a vida de você. Minha vida eram trevas e
depressão. Era como estar sendo sugada por uma nuvem negra, sem ter energia e
vontade para sair ou pedir ajuda. Cheguei ao ponto de rejeitar qualquer tipo de conselho
e medicação, pois eu simplesmente não me importava em melhorar. Finalmente, cheguei
a um ponto em que fiquei totalmente convencida de que já tinha vivido a minha vida,
morrido e estava no inferno. Aquilo era o inferno. As tentativas de suicídio falhavam e
reforçavam a minha crença de que eu não podia morrer porque já estava morta.

Numa segunda-feira de manhã, alguém se aproximou de mim. Era um coronel do


Exército. Nós o chamávamos de Murph. Ele disse que, durante todo o final de semana,
tinha pensado em mim e em Sara, minha filha.

“É???”, eu disse.

“Sim”, respondeu ele. “Eu estava na igreja e vocês duas vieram à minha mente. Eu só
queria que soubessem que o Senhor colocou uma preocupação no meu coração por vocês
duas e quero que saibam que estou orando por vocês”.

Fiquei surpresa e não sabia o que dizer. Eu nunca tinha ouvido algo como aquilo antes.

Eu estava casada pela segunda vez. Tinha um casamento instável, que terminou com a
morte do meu sogro. Seu nome era Chuck e ele estava morrendo de câncer. Eu gostava
muito dele e nós precisávamos um do outro. Reconciliei-me com meu marido durante
esse período de crise e nós todos nos mudamos para minha casa. Chuck tornou-se muito
especial para mim e eu compartilhei com ele um carinho que não tinha compartilhado
nem com meu próprio pai. Uma noite, eu estava conversando com ele sobre a morte e
ele disse que não tinha medo, pois iria para o céu. Entrelaçamos nossas mãos e, quando
ele cochilou, chorei e, pela primeira vez, orei a Deus.

“Deus, não sei se podes me ouvir do inferno. Mas, se puderes, por favor me escute e
responda a minha oração. Eu não acredito em Ti, mas sei que Chuck acredita. Sei que
mereço estar aqui, mas Chuck não pertence a esse lugar. Por favor, cure-o ou leve-o
para casa Contigo. Ninguém merece esse sofrimento”.

Cerca de 36 horas depois, Chuck morreu na minha casa. Depois de terem removido o
corpo dele, meu marido expressou seu profundo agradecimento pela minha ajuda e
então me disse que estava pronto para finalizar o nosso divórcio.

Meu mundo inteiro desabou. Sentei no escuro, em um canto do meu banheiro. Coloquei-
me em posição de feto, pus as mãos na cabeça , puxei meus cabelos e chorei de agonia.
O tormento estava para além do imaginável. Caminhei pela casa, clamando ao Deus de
Chuck.

“DEUS, tire-me daqui! Não quero mais ficar aqui! Tu levasses Chuck quando eu pedi,
então sei que me ouves! Tire-me daqui!”

Minha filha apenas me observava, atônita. Ela tentava me consolar, mas eu gritava e a
empurrava para longe. “Você não entende? Eu não me importo! Não me importo com
você, não me importo com o trabalho, não me importo com essa casa, eu não me
importo! Tua mãe não quer mais ficar aqui!”

O rosto dela ficou petrificado. Ela caminhava com a cabeça baixa e enterrava as emoções
no seu íntimo.

Certa noite, no meu quarto, estava eu zapeando pelos canais de televisão. Cheguei a um
canal cristão e comecei a assistir, mesmo que não pudesse entender as coisas que eles
estavam dizendo. Eu parava de assistir quando me sentava no meu canto e quando

2
Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.be
__________________________________________________________________________________________

dormia. Eu não conseguia ouvir direito por causa do forte barulho na minha cabeça. Aos
poucos, fui me sentando em frente à televisão. Eu não tinha nenhuma ideia do que eles
estavam dizendo, visto que eu nunca tinha estado inserida no Cristianismo. Mas comecei
a querer conhecer a pessoa de Jesus, sobre quem eles estavam falando.

Quando retornei ao trabalho, depois da licença, Murph me chamou no seu escritório.


Pensei que tinha feito algo errado e que estava encrencada. Já tinham se passado dois
anos e meio desde que ele me disse que estava orando por mim. Ele nunca mais tinha
me falado nada sobre isso desde aquele dia. Entrei no escritório. Ele fechou a porta,
voltou para a sua mesa, sentou-se e começou a chorar.

Lembro-me dele me dizendo: “Linda, Jesus te ama muito. Não parei de orar por você e
pela pequena Sara. Tenho orado todos os dias por vocês duas, desde quando eu te disse
que o Senhor tinha posto uma preocupação no meu coração por vocês. O Senhor te ama
tanto e eu só queria que você soubesse o quanto ele te ama. Ele tem um plano de uma
boa vida para ti e Ele quer tanto que você apenas acredite Nele. Por favor, confie Nele”.

Fiquei chocada. Ninguém nunca tinha me dito antes algo parecido com isso. Acho que
fiquei mais comovida pelas lágrimas e pela sinceridade dele. Ninguém nunca tinha
chorado por mim antes. Mais tarde, ele falou sobre programas cristãos na TV e disse que
talvez eu pudesse assistir. Com muita arrogância, eu disse que já estava assistindo.
Pouco tempo depois disso, Murph se mudou para o Alabama.

Continuei assistindo a esses programas cristãos por cerca de três meses e tudo que me
lembro é que eles continuavam falando sobre Jesus e as coisas maravilhosas que Ele
tinha feito e continua fazendo nos dias atuais. Eu queria tanto ter aquela fé sobre a qual
eles falavam todo dia. Fé que Jesus curaria a minha mente. Toda vez que alguém fazia a
oração do pecador, eu chorava e orava. Eu só queria conhecer aquele Jesus. Eu fazia
essa oração todos os dias, mas me sentia cada vez mais mais depressiva.

Certa noite, quando estava em pé na frente da TV, vi uma alegria e uma paz que estão
além da descrição. Uma alegria e uma paz que pensei que nunca iria ter. Satã disse para
mim: “Isso não é real. Eu pus isso para escarnecer de você, para te mostrar o que você
poderia ter. Mas, em vez disso, você entregou a vida para mim. Você está no inferno e
você é minha para sempre”.

Meu corpo gelou e lágrimas rolaram no meu rosto. Meus pensamentos entraram em um
completo desespero. “Não posso sair daqui. Não tenho para onde ir. Não posso morrer,
não posso viver, estou presa”. Quando ia para a sala de estar, eu disse para Satã: “Sei
que sou tua, sei que estou no inferno, mas não quero mais ser participante! Sei que aqui
é o teu domínio, mas vou te enfrentar de todas as formas a partir de agora. Se você
quiser me expulsar do inferno e me lançar em um nada, irei contente. Prefiro passar a
eternidade em uma completa insignificância a passá-la com você!”

Então, em um desespero total, no meio da sala de estar, olhei para cima, levantei as
mãos ao céu e clamei: “Jesus, tire-me daqui! Não quero mais estar aqui! Lamento por
tudo que tenho feito e que te fez me mandar para cá. Lamento muito, perdoe-me, por
favor”.

“Jesus”, gritei, “eles disseram que, se eu te chamar, Tu me salvarás. Eles disseram que,
se eu te confessar como meu Senhor e Salvador, Tu entrarias na minha vida. Jesus, tire-
me daqui! Acredito que és o único que tem o poder de alcançar as profundezas do
inferno e me salvar. Acredito que Tu és o Filho de Deus. Acredito que morresses por mim
e que ressuscitasses dos mortos. Confesso com a minha boca que és o Senhor e
acredito de todo o meu coração. Perdoa-me, por favor. Salva-me, por favor.”

3
Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.be
__________________________________________________________________________________________

Nesse instante, eu estava de joelhos. De repente, parei de chorar, levantei-me e sentei


em uma cadeira. Percebi que algo estava muito diferente. Eu não estava rindo nem
transbordando de alegria naquele momento, mas percebi que, pela primeira vez na
minha vida, o barulho na minha cabeça tinha parado. Toda a confusão tinha ido embora.
Senti o silêncio pela primeira vez. O meu Senhor Jesus restaurou a minha mente.

De repente, ouvi uma voz que eu nunca tinha ouvido antes, e que me disse: “Ele é um
mentiroso.”

Aquela voz diferente me surpreendeu. Levantei-me e perguntei: “O quê?”

“Ele é um mentiroso. Tudo o que ele te disse é mentira”.

Pensei naquilo por um instante e então repliquei: “Espere um minuto. Se ele é um


mentiroso, então eu não estou no inferno! Se ele é um mentiroso, então eu não estou
morta. Se ele é um mentiroso, então minha vida não acabou, só está começando”.

Mais furiosa do que nunca, gritei: “Satã! Você é um mentiroso! Tudo o que você me
ensinou é mentira. Entreguei a minha vida a ti como uma filha e não era para eu ter feito
isso. Estou tomando-a de volta. Minha vida pertence a Jesus Cristo. Convidei você para
entrar na minha vida e agora estou te expulsando. Você não é mais respeitado nem bem
vindo aqui”.

Passei toda a manhã do outro dia na cozinha, olhando o céu pela janela, cantando e
chorando. Minha filha finalmente voltou, após ter passado a noite na cada de uma amiga.
Ela perguntou se eu precisava de algo. Chamei-a e disse, gritando: “Ele está vivo!!! Ele
está vivo!!!”

“Quem está vivo?”

“Jesus. Jesus está vivo. Ele não está morto. Ele não é apenas uma história ou alguém na
história. Ele está vivo mesmo!”

“Sim, mãe, claro...”, ela respondeu, confusa.

Eu pus delicadamente as mãos nos ombros dela e disse: “Preste atenção. Isso é muito
importante. Se você nunca ouviu nada do que eu disse, ouça e acredite agora. Tudo o
que eu te ensinei é mentira. Tudo. Eu estava completamente errada e menti para você
durante toda a tua vida. O que eu disse sobre os cristãos estava errado. É mentira o que
eu te ensinei sobre cristais, mediunidade, espíritos e guias instrutores. A única verdade é
Jesus Cristo!”

Eu estava completamente e absolutamente maravilhada. Eu nunca tinha experimentado


algo como aquilo na minha vida. Eu logo peguei alguns dias de férias no meu trabalho.
Eu não tinha nenhuma ideia do que tinha acontecido comigo. Tudo o que sabia é que eu
não era mais a mesma. Eu sabia tão pouco sobre o Cristianismo que só depois de cerca
de um mês é que percebi que tinha nascido de novo. Minha filha foi ao Alasca visitar o
pai e eu passava todo o meu tempo lendo a minha Bíblia. A mesma Bíblia que tinha sido
comprada para ser utilizada contra Deus estava agora sendo usada para a Sua glória.
Cada palavra era viva e emocionante. O Senhor ministrou a mim de uma forma tão
maravilhosa como só Ele podia fazer.

Uma observação: tudo sobre ocultismo pode ser encontrado na Bíblia. Desde pedras para
consultar espíritos e invocar os mortos até sacrifícios. Satanás adotou essas coisas e as
direcionou para a perversidade. Eu usava a Bíblia para mostrar às pessoas religiosas que
não havia problema porque essas coisas estavam na Bíblia delas.

4
Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.be
__________________________________________________________________________________________

Minha filha voltou para casa e ainda estava cética. Ela me observava com muita, muita
atenção. O que ela descobriu foi uma mãe bastante nova e bastante real. Ela me
observava crescer em Cristo. Ela via em mim uma nova força e uma nova vida. Ela tinha
uma mãe que ria. Ela tinha uma mãe que a abraçava e a amava. Ela via uma pessoa
muito, muito diferente. Ela decidiu que também queria seguir Jesus e fomos batizadas
juntas.

Alguns meses depois, tive a oportunidade de falar com Murph. Contei o que tinha
acontecido e ele regozijou do fundo do coração. Ele chorou e não parava de dizer: “Glória
a Deus, obrigado Jesus!” Quero acrescentar aqui que, se o Senhor pôs no teu coração
uma vontade de orar por alguém, por favor não pare. A vida deles aqui e na eternidade
pode depender disso. Não pare de orar e não desista dessa pessoa.

Pouco tempo depois disso, Murph partiu com o Senhor. Não fiquei triste, mas regozijei,
pois sabia que ele estava face a face com o Senhor.

Mais uma coisa. Você lembra do meu altar budista? Imediatamente após ter sido salva,
joguei fora todo o meu “lixo”, que incluía os cristais que eu tinha enterrado ao redor da
minha casa. Joguei tudo fora: cristais, cartas de tarô, cetros, livros, pedras, carrilhões,
sinos, velas e muitas outras coisas. Fui até o meu altar, que ficava em um pequeno
quarto, e o Senhor me disse para deixá-lo ali. Foi o que fiz. Cerca de três meses depois,
não parava de escutar, por vários dias: “Não foi pela força, não foi pelo poder, mas foi
pelo Meu Espírito.” Não entendi o que o Senhor queria dizer com isso. Então, certo dia,
no Halloween, o Senhor me disse, quando estava na cozinha: “Não se esqueça do altar.”

“O quê?”, eu disse, espantada.

“Não se esqueça do altar. Devolva-o.”

Falei ao Senhor que iria jogar fora, mas Ele disse para devolvê-lo. Falei que iria enviá-lo
para a minha mãe, e outra vez Ele disse para devolvê-lo. Respondi que não sabia aonde
levá-lo. O Senhor apenas disse: “Leve para onde você o recebeu!”

Para encurtar uma história que é longa, fui até a Igreja Budista no Dallas. Ao chegar,
entrei e comecei a falar com um homem. Depois de muita conversa, pedi a ele que me
dissesse para onde deveria trazer o altar ou se deveria jogá-lo no lixo. Ele perguntou o
meu nome, eu lhe disse o meu e ele me disse o seu. Ele parecia ser o líder da Igreja
Budista em São Francisco, onde cresci, e que tinha me ensinado que Jesus Cristo não
existe. Ele tinha sido transferido para a sede no Dallas. Combinamos de nos encontrar, e
ele disse que esperava me convencer do erro que eu estava cometendo.

No estacionamento, eu ia estacionar à direita do único carro que ali estava. O Senhor


disse: “Não, aqui não”. Então, dei uma volta e estacionei frente a frente com aquele
carro. Quando me aproximei do prédio, reconheci imediatamente aquele homem. Ele
estava conversando com três pessoas que estavam saindo para almoçar. Quando elas se
afastaram, apresentei-me e ele chamou aquelas três pessoas, que evidentemente eram
líderes na Igreja Budista. Mas eles não ouviram. Nós dois caminhamos até o meu carro e
paramos próximos ao porta-malas, enquanto aquelas três pessoas entravam no carro
que estava na frente do meu.

“Esperem, não vão! Esta é a mulher sobre quem lhes falei”, ele disse. Eles sorriram,
acenaram para mim e prepararam-se para entrar no carro.

Ele gritou: “Não. Esperem. Ela é aquela que quer devolver o gohonzon. Esta é a mulher
que eu quero que vejam.” Eles sorriram, acenaram e me deram parabéns. Disseram que
estavam muito felizes por mim e que esperavam ter uma oportunidade para conversar
comigo algum dia.

5
Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.be
__________________________________________________________________________________________

Batendo os pés e agitando os braços, ele disse: “Não estão me ouvindo? Não estão me
entendendo? Ela está DEVOLVENDO!” Eles sorriram, acenaram de novo, entraram no
carro e partiram. Só nós dois ficamos ali. Pelo seu rosto, ele estava confuso e frustrado
ao mesmo tempo. Quanto a mim, não entendi o que tinha acabado de acontecer.

Juntamos tudo e entramos no prédio. Ele me fez muitas perguntas, tentando entender
por que cargas d'água eu queria devolver.

“Alguém foi até tua casa e te entregou literatura?”

“Não.”

“Seu marido ou namorado está mandando fazer isso?”

“Não.”

“Seus amigos te disseram que precisa fazer isso?”

“Não.” Eu ri e acrescentei: “Não tenho amigos. Perdi todos eles quando me tornei Cristã.”

Eu, finalmente, disse a ele: “Você não entende. O próprio Jesus Cristo veio até minha
sala de estar, em Grand Prairie, Texas, e me tocou.”

Ele então engendrou para o caminho da religião. “De qual religião você é?”

“Não entendi a pergunta. Não sei o que são as diferentes religiões e o que elas
significam.”

“Você é Batista? Metodista? Católica? Presbiteriana? A qual religião você pertence?

“A nenhuma dessas. Não sei a diferença entre elas.”

“Ok, então diga qual Igreja você frequenta.”

“Frequento as Igrejas que amam Jesus.”

Ao ver que ele estava ficando frustrado com as minhas respostas, eu disse: “Lamento
por ser tão difícil, mas eu realmente não entendi a pergunta. Se eu soubesse a religião a
que pertenço, eu diria. Eu sou Cristã.”

“Se é uma Cristã, você deve pertencer a algo! Se é uma Cristã, como pode não pertencer
a uma religião?”

“Bem, tudo que sei é que Ele está vivo, que veio até minha sala de estar e salvou a
minha vida. Tenho lido a minha Bíblia e a única Igreja que encontrei nela é o Corpo de
Cristo. Se tenho que pertencer a algo, acho que você pode dizer que sou um membro do
Corpo de Cristo”.

Naquele exato momento, o Senhor me disse: “Não foi pela força, não foi pelo poder, mas
foi pelo Meu Espírito que você foi salva. Que isso seja teu testemunho.”

Então, esse é o meu testemunho, que compartilho com vocês hoje.

Minha vida nunca mais foi a mesma. Agradeço ao Senhor Jesus por nunca me esquecer.
Fui mesmo uma pecadora horrível, mas Ele não esqueceu de mim ou me deixou para
trás. Apesar de tudo que fiz, Ele me perdoou. Ainda estou maravilhada e não há um dia

6
Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.be
__________________________________________________________________________________________

em que eu fique sem agradecer por Ele ter lembrado de mim e me salvado. São raros os
dias em que não compartilho o meu testemunho com alguém.

O Senhor me abençoou com um outro marido e, dessa vez, este casamento foi em
Cristo!

Jesus verdadeiramente é a coisa mais preciosa que eu tenho. Sem Ele, sei que estou
morta. É só por causa Dele que eu tenho vida e a tenho cada vez mais em abundância.

Obrigado e que Deus te abençoe por ter lido o meu testemunho. Se o que compartilhei
aqui te tocou de alguma forma e você gostaria de me contatar, escreva para
lynlaine@comcast.net (somente em inglês).

Para assistir (em inglês) ao forte e impactante testemunho de Linda em vídeo, acesse
este link: http://www.vimeo.com/21045898

Para assistir (em inglês) a uma versão resumida do testemunho de Linda, acesse este
outro link: http://www.youtube.com/watch?v=Edfnh5HuVJ4

Olli - Linda - Jared - Sara

Página próxima imagem

7
Jesus, Get me out of this Hell, by Linda Laine. Portuguese. www.thegoodnews.be
__________________________________________________________________________________________

Bill – Pai de Linda