Você está na página 1de 68

Informações Técnicas

Grupo de Válvulas Proporcionais


PVG 32

powersolutions.danfoss.com
Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Histórico das revisões Tabela de revisões

Data Alteração Rev

Novembro de 2017 Alterações na seção de dimensões 0803

Agosto de 2017 Acrescentada nota informativa à seção Dados Técnicos 0802

Março de 2016 PVB com compensação de pressão, PVP de centro aberto, características 0801
dos spools principais de posição flutuante.

Março de 2016 Atualizado o desenho de “Engineering Tomorrow”. 0710

Agosto de 2015 Atualizada a descrição dos módulos PVPX 0709

Fevereiro de 2006-Agosto de 2015 Diversas alterações BA - HH

Janeiro de 2005 Nova edição AA

2 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

SUMÁRIO
Descrição geral da PVG
Características da PVG 32................................................................................................................................................5
Módulos da PVG...............................................................................................................................................................6
PVP, visão geral dos módulos laterais de entrada.....................................................................................................6
PVB, módulos básicos..................................................................................................................................................6
Módulos de acionamento............................................................................................................................................6
Unidades de controle remoto...........................................................................................................................................7
PVP com centro aberto.....................................................................................................................................................8
PVP com centro fechado..................................................................................................................................................8
Vista transversal.................................................................................................................................................................9
Detecção de carga para alimentação de bomba de deslocamento variável..............................................................10
Segurança na aplicação
Exemplo de sistema de controle para plataforma elevatória......................................................................................12
Exemplos de esquemas de ligação.............................................................................................................................14
Função
Controles de detecção de carga.......................................................................................................................................16
Controle LS com orifício de sangria (não deve ser usado com válvulas PVG)..................................................16
Função PC integral.....................................................................................................................................................16
Características do sistema de detecção de carga.....................................................................................................16
Controles remotos de compensação de pressão...........................................................................................................17
Características de sistema remoto de compensação de pressão............................................................................17
Aplicações típicas para sistemas com compensação de pressão remota:.............................................................17
PVPC com válvula de retenção para PVP de centro aberto.......................................................................................17
PVPC sem válvula de retenção para PVP de centro aberto ou fechado...................................................................19
PVMR, relaxamento por atrito......................................................................................................................................20
PVMF, travamento de posição da flutuação mecânica...............................................................................................20
PVBS, spools principais para controle de vazão (padrão)..........................................................................................20
PVBS, spools principais para o controle de vazão (característica linear).................................................................21
PVBS, spools principais com controle de compensação de pressão.........................................................................22
Características de sistema remoto de compensação de pressão............................................................................22
Aplicações típicas para sistemas com compensação de pressão...........................................................................22
PVBS, spools principais para controle de pressão.......................................................................................................23
Contexto...........................................................................................................................................23
PVG 32, Princípio......................................................................................................................................................23
Aplicação de spool de pressão controlada................................................................................................................24
Dimensionamento......................................................................................................................................................25
Limitação.....................................................................................................................................................................25
PVPX, válvula de descarga LS elétrica...........................................................................................................................26

PVG 32, Dados Técnicos


PVM, força operacional..................................................................................................................................................28
PVH, atuação hidráulica................................................................................................................................................28
Acionamento de PVE, literatura de referência.............................................................................................................28
Características técnicas
Características da válvula de alívio de pressão PVP...................................................................................................29
PVB, características de vazão de óleo dos módulos básico........................................................................................30
PVB com compensação de pressão, PVP de centro aberto...................................................................................31
PVB sem compensação de pressão, PVP de centro aberto....................................................................................32
PVB sem compensação de pressão, PVP de centro fechado.................................................................................34
PVLP, antichoque e PVLA, válvulas de sucção............................................................................................................36
Características de vazão de spool de controle de pressão...........................................................................................36
Acúmulo de pressão em spools com controle de pressão......................................................................................38
Exemplos de como usar as características dos spools com controle de pressão.................................................38
Características de spools principais em posição de flutuação...................................................................................39
Sistemas hidráulicos

PVG 32 atuada manualmente – bomba de deslocamento fixo..................................................................................41


PVG 32 atuada eletricamente – bomba de deslocamento variável............................................................................42

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 3 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

SUMÁRIO

Especificações de fluidos
Óleo...................................................................................................................................................................................43
Óleo mineral................................................................................................................................................................43
Fluidos não inflamáveis.............................................................................................................................................43
Filtração............................................................................................................................................................................43
Dimensões e descrição das portas
PVM, posições de alavanca de controle........................................................................................................................46
Tratamento de superfície................................................................................................................................................46
Descrição das peças e códigos numéricos
Esquemático e códigos numéricos da PVP..................................................................................................................47
PVB, códigos numéricos dos módulos básicos............................................................................................................50
PVLA, válvula de sucção (incorporada à PVB) .........................................................................................................53
PVLP, válvula antichoque e sucção (incorporada à PVB) ........................................................................................53
Código numérico de PVM, PVMD, PVMR, e PVMF ..............................................................................................54
PVH, códigos numéricos de atuação hidráulica ........................................................................................................55
Acionamento de PVE, literatura de referência ...........................................................................................................55
PVS, placa final ............................................................................................................ ..................................................55
PVSA, códigos numéricos dos kits de montagem .....................................................................................................56
PVPX, válvula de descarga LS elétrica .........................................................................................................................56
PVPC, plugue para alimentação externa de óleo piloto ............................................................................................57
Spools FC padrão ...........................................................................................................................................................57
Spools FC padrão, atuação hidráulica .........................................................................................................................59
Spools FC para posição de flutuação mecânica, PVMF.............................................................................................60
Spools FC para relaxamento por atrito, PVMR..........................................................................................................60
Spools FC com característica de vazão linear .............................................................................................................61
Spools PC padrão............................................................................................................................................................61
Spools PC padrão, atuação hidráulica...........................................................................................................................63
Especificação de Pedido
Especificação de Pedido de PVG 32.........................................................................................................................64
Recolocação de Pedido..............................................................................................................................................64
Limites de configuração de pressão...........................................................................................................................65
Folha de Especificação da PVG 32................................................................................................................................66
Montagem padrão e opcional........................................................................................................................................66

4 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Descrição geral da PVG

A PVG 32 é uma válvula hidráulica proporcional sensora de carga, projetada para permitir ótima
performance e máxima flexibilidade de projeto.
O projeto da válvula PVG é baseado em um conceito modular que permite que os projetistas de
máquina especifiquem a solução de válvula adequada para múltiplos segmentos em múltiplas
aplicações.
A válvula de controle proporcional independente de carga e a tecnologia de alta performance do
atuador, combinadas com um projeto de baixa queda de pressão melhoram a performance e a
eficiência da máquina, aumentando a produtividade e reduzindo o consumo de energia.

Características da PVG 32
• Controle de vazão independente de carga:
‒‒ A
A vazão
vazão de
de óleo
óleo para
para uma
uma função
função individual
individual não
não depende
depende da
da pressão
pressão de
de carga
carga dessa função
‒ A vazão de óleo para uma função individual não depende da pressão de carga de outras funções

• Características confiáveis de regulagem de toda a faixa de vazão


• Válvulas dealívio
Válvulas de alíviosensoras
sensorasdedecarga
carga para
para asas portas
portas A eABepermitem
B permitem menor
menor perda
perda de energia
de energia na pressão
na pressão alvo
desejada
• Diversas opções para roscas de conexão e montagem de flange
• Projeto compacto, fácil instalação e servicibilidade
• Economia de energia
• Até 12 módulos básicos por grupo de válvulas
• Peso baixo

©
© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 5 Tradução: 3az@az.com.br
Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Descrição geral da PVG

Módulos da PVG

PVP, visão geral dos módulos laterais de entrada


• Válvula de alívio de pressão integrada
• Conexão para medidor de pressão
Versões:
‒ Versão de centro aberto para sistemas com bombas de deslocamento fixo
‒ Versão de centro fechado para sistemas com bombas de deslocamento variável
‒ Alimentação de óleo piloto para atuador elétrico instalado no módulo lateral da bomba
‒ Alimentação de óleo piloto para atuação hidráulica instalada no módulo lateral da bomba
‒ Versões preparadas para válvula de descarga LS elétrica PVPX

PVB, módulos básicos


• Spools intercambiáveis
• Dependendo das exigências, o módulo básico pode ser fornecido com:
‒ Compensador de pressão integrado no canal P
‒ Válvula de retenção de sustentação de carga no canal P
‒ Válvulas antichoque/sucção para as portas A e B
‒ Válvulas limitadoras de pressão LS ajustáveis individualmente dos pórticos A e B
‒ Diferentes variedades de spools intercambiáveis
‒ Todas as versões adequadas para o acionamento mecânico, hidráulico e elétrico

Módulos de acionamento
O módulo básico é sempre fornecido com acionador mecânico PVM e PVMD, que podem ser combinados
com os seguintes itens, como necessário:
• Acionador elétrico (11 - 32 V ===):
‒ PVES – proporcional, Super
‒ PVEH – proporcional, alta performance
‒ PVEH-F – proporcional, alta performance, Flutuação
‒ PVEA – histerese baixa proporcional
‒ PVEM – proporcional, média performance
‒ PVEO – ON/OFF
‒ PVEU – proporcional, controle de tensão, 0-10 V
‒ PVED-CC – J1939/ISOBUS controlado por CAN digital
‒ PVED-CX – Segurança CANopen X-tra controlada por CAN digital
‒ PVEP - PWM tensão controlada (11-32 V)
‒ PVHC – Acionador de alta corrente para PVG
• PVMR, tampa para Relaxamento Mecânico
• PVMF, tampa para Flutuação Mecânica
• PVH, tampa para acionamento hidráulico

6 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Descrição geral da PVG

Unidades de controle remoto


• Unidades de controle remoto elétrico:
‒ PVRE, PVRET
‒ PVREL ‒ Alça esférica JS1000
‒ PVRES ‒ Alça PRO JS1000
‒ JS2000
‒ Prof 1 ‒ JS6000
‒ Prof 1 CIP ‒ JS7000
‒ JS120
• Unidade de controle remoto hidráulico: PVRHH

Unidades de controle remoto elétrico e hidráulico

PVRE, unidade de controle elétrico, 162F… PVRH, unidade de controle hidráulico, 155N…

155N0003 155N0001 155N0004 155N0005 155N0002

PVREL, unidade de controle elétrico, 155U… PVRES, unidade de controle elétrico, 155B…

Prof 1, 162F…

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 7 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Descrição geral da PVG

PVP com centro aberto


Descrição do exemplo: PVG 32 com PVP de centro aberto (bomba de deslocamento fixo) e PVB com spool
de controle de vazão.
Quando a bomba é iniciada e os spools principais nos módulos básicos individuais (11) estão na posição
neutra, o óleo escoa da bomba, através de conexão P, através do spool de ajuste de pressão (6) para o
tanque. A vazão de óleo que escoa através do spool de ajuste de pressão determina a pressão da bomba
(pressão de reserva).
Quando um ou mais spools são acionados, a pressão mais elevada de carga é alimentada através do
circuito de válvula direcional (10) para a câmara da mola atrás do spool de ajuste de pressão (6) e fecha
total ou parcialmente a conexão com o tanque para manter a pressão da bomba. A pressão da bomba é
aplicada ao lado direito do spool de ajuste da pressão.
A válvula de alívio de pressão (1) abrirá quando a pressão de carga exceder o valor definido, desviando a
vazão da bomba de volta para o tanque.
Em um módulo básico de compensação de pressão, o compensador (14) mantém uma queda de pressão
constante através do spool principal, quando a carga muda e quando é acionado um módulo com uma
pressão de carga mais elevada.
Com um módulo básico sem compensação de pressão que incorpora uma válvula de retenção de queda
de carga (18) no canal P, a válvula de retenção impede o retorno de óleo.
O módulo básico pode ser fornecido sem a válvula de retenção de queda de carga no canal P para
funções com válvulas overcenter.
As válvulas antichoque PVLP (13) com configuração fixa e as válvulas de sucção PVLA (17) nas portas A e
B são utilizadas para proteger a função de trabalho individual contra sobrecarga e/ou cavitação..
Uma válvula limitadora de pressão (12) ajustável pode ser construída nas portas A e B dos módulos
básicos de compensação de pressão para limitar a pressão das funções individuais de trabalho. As
válvulas limitadoras de pressão LS economizam energia quando comparadas com:
• Na PVLP, toda a vazão de óleo para a função de trabalho é direcionada através das válvulas
combinadas antichoque e sucção para o tanque se a pressão exceder a configuração definida.
• Nas válvulas limitadoras de pressão LS, uma vazão de óleo de cerca de 2 L/min [0,5 US gal/min] será
direcionada através da válvula limitadora de pressão LS para o tanque se a pressão exceder a
configuração da válvula.
Consulte o desenho transversal, Vista transversal, página 9, para entender melhor este exemplo.

PVP com centro fechado


Descrição do exemplo: PVG 32 com PVP de centro fechado (bomba de deslocamento variável) e PVB com
spool de controle de vazão.
Na versão de centro fechado, a PVP dispõe de um orifício (5) e um plugue (7) ao invés do plugue (4). Isto
significa que o spool de ajuste de pressão (6) só abrirá para o tanque quando a pressão no canal P
exceder o valor definido da válvula de alívio de pressão (1). A válvula de alívio de pressão na PVP deve ser
configurada a uma pressão de aproximadamente 30 bar [435 psi] acima da pressão máxima do sistema
(definida na bomba ou na válvula externa de alívio de pressão).
Nos sistemas sensores de carga, a pressão de carga é direcionada para o controle da bomba através da
conexão LS (8). Em posição neutra, o controle sensor de carga da bomba define o deslocamento para que
vazamentos no sistema sejam compensados para manter a pressão de reserva definida. Quando o spool
principal é acionado, o controle de detecção de carga da bomba ajustará o deslocamento para que seja
mantida a pressão diferencial definida (margem) entre P e LS.
Consulte o desenho transversal, Vista transversal, página 9, para entender melhor este exemplo.

8 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Descrição geral da PVG

Vista transversal

1 2
T P

3
M

PVP
4 5
LS A
8

9
12 7 B A 6 13

T T
11

PVB 10

LS B P LS A
14 16 B A 17 15

B
T T

PVB

19 18 20 V310106.A

1. Válvula de alívio de pressão 11. Spool principal


2. Válvula redutora de pressão para 12. Válvula limitadora de pressão LS
alimentação de óleo piloto
13. Válvula de sucção e antichoque, PVLP
3. Conexão para medidor de pressão
14. Compensador de pressão
4. Plugue, centro aberto
15. Conexão LS, porta A
5. Orifício, centro fechado
16. Conexão LS, porta B
6. Spool de ajuste de pressão
17. Válvula de sucção, PVLA
7. Plugue, centro fechado
18. Válvula de retenção de queda de carga
8. Conexão LS
19. Alimentação de óleo piloto para PVE
9. Sinal LS
20. Parafusos de ajuste de vazão máxima de óleo para as
10. Válvula direcional portas A/B

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 9 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Descrição geral da PVG

Detecção de carga para alimentação de bomba de deslocamento variável


A bomba recebe o fluido diretamente do reservatório através da linha de entrada. O filtro-tela na linha de
entrada protege a bomba contra contaminantes grandes.
A saída da bomba alimenta as válvulas de controle direcional, como a PVG-32, os circuitos integrados
hidráulicos (HIC) e outros tipos de válvulas de controle.
A válvula PVG direciona e controla a vazão da bomba para os cilindros, motores e outras funções de
trabalho. Um trocador de calor resfria o fluido que retorna da válvula. Um filtro limpa o fluido antes de ele
retornar ao reservatório.
A vazão no circuito determina a velocidade dos atuadores. A posição do spool da válvula PVG determina a
demanda de vazão. Um sinal de pressão hidráulica (sinal LS) comunica a demanda ao controle da bomba.
O controle da bomba monitora o diferencial de pressão entre a saída da bomba e o sinal LS e regula a
pressão servo para controlar o ângulo da placa inclinada (swashplate). O ângulo da placa inclinada da
bomba determina a vazão da bomba.
A carga do atuador determina a pressão do sistema. O controle da bomba monitora a pressão do sistema
e diminui o ângulo da placa inclinada da bomba para reduzir a vazão se a pressão do sistema atingir a
configuração de controle da bomba.
Uma válvula de alívio no sistema secundário da válvula PVG atua de maneira secundária para controlar a
pressão do sistema.
Diagrama pictórico do circuito
8
7

10

1
2
13
12 3
11
4
5
6
P101 658E

10 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Segurança na aplicação

Todos os tipos de válvulas de controle podem falhar (inclusive válvulas proporcionais), o que torna
necessário que sejam incorporadas ao sistema proteções contra as sérias consequências de falha de
função. Para cada aplicação, deve ser feita uma avaliação das consequências de falha de pressão e de
movimentos obstruídos ou descontrolados. Para determinar o grau de proteção que a aplicação deve
incorporar, podem-se usar ferramentas de sistema como um FMEA (Análise de Modos de Falha e Efeitos)
e Análise de Perigos e de Riscos.

FMEA – IEC EN 61508


FMEA (Análise de Modos de Falha e de Efeitos) é uma ferramenta usada para analisar riscos potenciais.
Essa técnica de análise é utilizada para definir, identificar e priorizar a eliminação ou redução de falhas
conhecidas e/ou potenciais de determinado sistema antes de ser liberado para a produção. Consulte a
norma IEC FMEA 61508.

Análise de Perigos e Riscos ISO 12100-1 / 14121


Essa análise é uma ferramenta usada em novas aplicações porque ela indicará se há considerações de
segurança especiais a serem satisfeitas de acordo com as diretivas EN 13849 da máquina. Dependendo
dos níveis de conformidade verificados, essa análise determinará se o projeto do produto, processo de
desenvolvimento, processo de produção ou manutenção, como por exemplo, o ciclo complete de vida
do produto têm necessidades adicionais.

W Atenção
Todas as marcas e tipos de válvulas de controle direcional ou de válvulas proporcionais, usadas em
diferentes condições de operação e aplicações, podem falhar e causar sérios danos.
Por esse motivo, é importante analisar todos os aspectos da aplicação. É de exclusiva responsabilidade
do fabricante da máquina/integradora do sistema fazer a seleção final dos produtos e garantir que são
satisfeitos todos os requisitos de performance, segurança e de aviso da aplicação. O processo de
escolher o sistema de controle e os níveis de segurança é regulamentado pelas diretivas EN 13849 da
máquina (requisitos de segurança para sistemas de controle).

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 11 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Segurança na aplicação

Exemplo de sistema de controle para plataforma elevatória


Exemplo de sistema de controle para plataforma elevatória

Exemplo de um sistema de controle para plataforma elevatória utilizando sinais de entrada de


monitoramento de falha da PVE e sinais de sensores externos para garantir a função
correta dos controladores principais PLUS+1 da plataforma elevatória.
Diagrama de bloco típico da fiação da PVE

Fonte principal de Chave parada emergência e Sensor de movimento


alimentação (bateria) presença de operador

Alimentação Válvulas principais


Controlador principal
de controle
Detecção Controle de Condicionamento
HMI / Joystick de sinal
neutra alimentação
Chave neutra do
joystick Monitoramento
Condicionamento de falhas
Saídas de falhas
Sinal de de sinal da PVE
controle

Detecção de falhas
Desativação hidráulica

W Atenção

É de responsabilidade do fabricante do equipamento declarar que o sistema incorporada ao


sistema de controle na máquina está em conformidade com as diretivas relevantes da máquina.

12 | © Danfoss | November 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Segurança na aplicação

PVG 32 – usada em sistema com bombas de deslocamento fixo:


• PVSK, usada geralmente em aplicação de guindastes – descarga
total de vazão
• PVPX, descarga de LS para o tanque
PVG 100 – opção de descarga de LS ou desligamento de alimentação piloto:

• PVPP, corte de alimentação de óleo piloto


• Válvula de cartucho externa conecta a pressão de LS ou a pressão
principal ao tanque
PVG 120 – desconecta / bloqueia a bomba para bombas variáveis:
• PVPE, descarga total de vazão para a PVG 120
• Válvula do cartucho externa conecta a pressão de LS
ao tanque

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 13 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Segurança na aplicação

Exemplos de esquemas de ligação


Exemplo 1
Parada de Chave de presença
emergência de operador
A

PVE 1 Detecção neutra / Controle alimentação PVEH com


1) conector
C Sinal Desligada AMP
≠ Retardo US
Neutro UDC2

B Erro

PVE 2 Detecção neutra / Controle alimentação PVEH com


1) conector
C Sinal AMP
Desligada
≠ Retardo US
Neutro UDC2

B Erro

E1 E2
Lógica de
2)
alarme
Saída
OU

3) Memória

Alto=lig
E

Baixa=des

Desativação
Saída de detecção de falhas D hidráulica

P301 318

Diagrama de bloco elétrico típico usando a PVEH com chave neutra de desligamento de força e saída de
monitoramento de falhas para desativação hidráulica.

A Chave parada emergência / presença de operador

B Sinais de monitoramento de falhas da PVE

C Detecção neutra de sinais

D Desativação do sistema hidráulico (Lógica de Controle do Sistema; exemplo: PLUS+1® para


monitoramento e disparo de sinais)

W Atenção

É de responsabilidade do fabricante do equipamento declarar que o sistema incorporada ao


sistema de controle na máquina está em conformidade com as diretivas relevantes da máquina.

14 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Segurança na aplicação

Exemplo 2
Parada de Chave de presença
emergência de operador

PVE 1 Detecção neutra / Controle alimentação PVEH-DI


Conector de
1) alimentação
Sinal AMP
Desligada
≠ Retardo US
Neutro UDC2

Erro

PVEH-DI
Conector AMP
2) Detecção de falhas DI-A
DI-B 3) 4) DI-B
Lógica Saída
DI-A Retardo Memória
DI
US Erro

PVE 2 Detecção neutra / Controle alimentação PVEH-DI


Conector de
1) alimentação
Sinal AMP
Desligada
≠ Retardo US
Neutro UDC2

Erro

PVEH-DI
Conector AMP
2) Detecção de falhas DI-A
DI-B 3) 4) DI-B
Lógica Saída
DI-A Retardo Memória
DI
US Erro
OU

Alto=lig
E

Baixa=des

Desativação
Saída de Detecção de falhas hidráulica

P301 319

Monitoramento de falha para desativação do sistema hidráulico, com entradas adicionais de falha
usando a PVE com a função DI (Indicação de Direção). Lógica de Controle do Sistema; exemplo: PLUS
+1® para monitoramento de falhas para desativação do sistema hidráulico.

W Atenção

É de responsabilidade do fabricante do equipamento declarar que o sistema incorporada ao


sistema de controle na máquina está em conformidade com as diretivas relevantes da máquina.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

Existe uma grande gama de configurações de pressão e controles de vazão de fluido.

Controles de detecção de carga


O controle LS equipara as necessidades de pressão e vazão do sistema no circuito independentemente
da pressão de trabalho. Utilizado com uma válvula de controle de centro fechado, a bomba
permanece em modo de espera, de baixa pressão, com vazão zero até a válvula ser aberta. A
configuração do LS determina a pressão em modo de espera.
Curva típica de operação Circuito de detecção de carga

Q max
Flow

PC setting

0
0 Pressão
P101 968E

P101 967

A maioria dos sistemas de detecção de carga utiliza em paralelo, válvulas de controle de centro fechado
com uso especial de porta que permite a pressão da função operacional mais alta (sinal de LS) para
realimentar o controle de LS.
Pressão de margem é a diferença entre a pressão do sistema e a pressão do sinal de LS. O controle de LS
monitora a pressão de margem para identificar a exigência do sistema. Uma queda na pressão de
margem significa que o sistema necessita de mais vazão. Uma elevação na pressão de margem envia um
comando ao controle de LS para diminuir a vazão
Controle LS com orifício de sangria (não deve ser usado com válvulas PVG)
A linha de sinal de detecção de carga requer um orifício de sangria para impedir o bloqueio de alta
pressão do controle da bomba. A maioria das válvulas de controle de detecção de carga incorpora este
orifício. Há um orifício de sangria interno opcional disponível, para o uso com válvulas de controle que
não fazem internamente a sangria do sinal LS para o tanque.
Função PC integral
O controle LS também funciona como um controle PC, diminuindo a vazão da bomba quando a pressão
do sistema atinge a configuração PC. A função de compensação de pressão tem prioridade sobre a
função de detecção de carga.
Para proteção adicional do sistema, instale uma válvula de alívio na linha de saída da bomba.

Características do sistema de detecção de carga:


• Vazão e pressão variáveis
• Modo de espera de baixa pressão quando não há demanda de vazão
• Vazão do sistema ajustada para atender os requisitos do sistema
• Requisitos de torque menores durante a partida do motor
• Uma única bomba pode fornecer a vazão e regular a pressão de
diversos circuitos
• Resposta rápida à vazão do sistema e às necessidades de pressão

16 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

Controles remotos de compensação de pressão


O controle de PC remoto é um controle de dois estágios que permite múltiplas configurações de PC.
Controles de PC remotos geralmente são utilizados em aplicações que requerem operação de PC de
alta e baixa pressão.
Curva típica de operação Circuito de centro fechado com PC remoto

Q max
Flow

Remote PC setting

PC setting
0
0 Pressão P101 969E

P101 966

O controle PC remoto utiliza uma linha piloto conectada a uma válvula hidráulica externa. A válvula
externa altera a pressão na linha piloto, fazendo com que o controle PC opere em uma pressão mais
baixa. Quando a linha piloto é ventilada para o reservatório, a bomba mantém a pressão definida no
ajuste do sensor de carga.
Quando a vazão do piloto é bloqueada, a bomba mantém a pressão definida no ajuste de PC. Pode-se
usar uma válvula solenoide liga-desliga na linha piloto para se criar um modo de espera de pressão
baixa. Uma válvula solenoide proporcional, combinada com um controle microprocessado, pode
oferecer uma faixa infinita de pressões operacionais entre a configuração de espera de pressão baixa e a
configuração de PC.
Dimensione a válvula externa e a tubulação para uma vazão piloto de 3,8 L/min [1 US gal/min]. Para
proteção adicional do sistema, instale uma válvula de alívio na linha de saída da bomba.

Características de sistema remoto de compensação de pressão:


• Pressão constante e vazão variável
• Modo de espera de alta ou baixa pressão quando não há
demanda de vazão
• A vazão do sistema é ajustada para atender os requisitos do
sistema
• Uma única bomba pode fornecer a vazão para diversas
funções de trabalho
• Resposta rápida à vazão do sistema e às necessidades de
pressão
Aplicações típicas para sistemas com compensação de pressão remota:
• Modulação de acionadores de ventilador
• Controle que impede o estol do motor, com
feedback de velocidade do motor
• Tração dianteira auxiliar
• Compactadores de estrada
• Colheitadeiras
• Trituradores de madeira

PVPC com válvula de retenção para PVP de centro aberto


A PVPC com válvula de retenção é usada em sistemas que exigem a operação da válvula PVG 32 por
meio de controle elétrico remoto, sem vazão de bomba. Quando a válvula solenoide externa é aberta,
o óleo do lado de pressão do cilindro é alimentado por meio da PVPC através da válvula redutora de

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 17 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

pressão que atua como a alimentação piloto para os atuadores elétricos. Isso significa que uma carga
pode ser reduzida por meio da alavanca de controle remoto sem iniciar a bomba.
A válvula de retenção incorporada impede que o óleo flua através do spool de ajuste de pressão para o
tanque. Com a bomba funcionando normalmente, a válvula solenoide externa fica fechada para garantir
que a carga não seja reduzida devido à exigência de vazão de alimentação de óleo piloto de
aproximadamente 1 L/min [0,25 US gal/min]. Com a PVP de centro fechado, a alimentação externa de
óleo piloto pode ser conectada à conexão do medidor de pressão sem a utilização de um plugue PVPC.
PVPC com válvula de retenção para PVP de centro aberto
T P

LS

157-114.11

Diagrama hidráulico

18 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

PVPC sem válvula de retenção para PVP de centro aberto ou fechado


A PVPC sem válvula de retenção é usada em sistemas onde é necessário alimentar a válvula PVG 32
com óleo de uma bomba manual de emergência sem direcionar a vazão de óleo para a alimentação
de óleo piloto (consumo de óleo de aproximadamente 0,5 L/min) [US 0,13 gal/min].
Quando a bomba principal está funcionando normalmente, o óleo é conduzido através do plugue
PVPC por meio da válvula redutora de pressão para os atuadores elétricos.

PVPC sem válvula de retenção para PVP de centro aberto/fechado


T P

LS

157-193.11

Diagrama hidráulico

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 19 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

Quando ocorre uma falha de vazão da bomba principal, a válvula direcional externa garante que a vazão
de óleo da bomba manual de emergência seja usada para o piloto abrir a válvula de contrabalanço e
reduzir a carga. A carga só pode ser reduzida utilizando a alavanca de operação mecânica da válvula PVG
32.

PVMR, relaxamento por


atrito
A PVMR com de relaxamento por atrito permite que o spool direcional seja detido em qualquer posição, o
que resulta em uma gama infinita de vazão com compensação de pressão variável e reversível.
Isso pode ser sustentado por tempo indeterminado sem ter que continuar segurando a alavanca
mecânica. A posição do relaxamento por atrito do spool pode ser afetada por forças de alto diferencial de
vazão do atuador e vibração do sistema, resultando em redução da vazão da função de trabalho.
PVMR, relaxamento por atrito

PVMF, travamento da posição de flutuação mecânica


Permite que o spool de flutuação seja fixado na posição de flutuação depois de soltar a alça mecânica.

PVMF, somente montagem padrão PVMF, somente montagem opcional

P → A → F (Empurrar) P → A → F (Puxar)

PVBS, spools principais para controle de vazão (padrão)


Quando são usados spools de controle de vazão padrão, a pressão da bomba é determinada pela pressão
de carga mais alta. Isso é feito através do spool de ajuste de pressão na PVP de centro aberto (bombas de
deslocamento fixo) ou por meio do controle de bomba (bombas de deslocamento variável).
Desta forma, a pressão da bomba corresponderá sempre à pressão de carga somada à pressão de reserva
do spool de ajuste de pressão ou do controle da bomba. Normalmente, isso permitirá o ajuste ideal e
estável da vazão de óleo.

20 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

PVBS, spools principais para o controle de vazão (característica linear)


Os spools principais com característica linear do PVBS têm menos zona morta do que spools padrão e
uma relação proporcional entre o sinal de controle e a vazão de óleo na faixa além da zona morta. A
PVBS com característica linear nunca deve ser usada em conjunto com atuadores elétricos PVEM.
A interação entre a pequena zona morta dos spools e a histerese do atuador PVEM de 20% acarreta o
risco de acumular uma pressão de LS em posição neutra.
Em alguns sistemas, a pressão da bomba de detecção de carga pode resultar em ajuste instável de vazão
de óleo e uma tendência de busca do sistema.
Esse pode ser o caso com funções de trabalho com grande momento de inércia ou válvulas overcenter.
Nesses sistemas, pode ser vantajoso contar com spools principais para o controle de pressão.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 21 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

PVBS, spools principais com controle de compensação de pressão


O controle PC mantém pressão constante no sistema no circuito hidráulico, variando a vazão de saída
da bomba. Utilizado com uma válvula de controle de centro fechado, a bomba permanece em modo de
espera, de alta pressão, na configuração do PC, com vazão zero até a função ser atuada.

Curva típica de operação Circuito simples de centro aberto


Q max
Flow

PC setting
0
0 Pressão P101 166E

P101 965

Quando a válvula de centro fechado é aberta, o controle PC detecta a queda imediata na pressão do
sistema e aumenta a vazão da bomba, aumentando o ângulo da placa inclinada.
A bomba continua a aumentar a vazão até a pressão do sistema alcançar a configuração do PC.
No caso de a pressão do sistema exceder a configuração do PC, o controle PC reduz o ângulo da placa
inclinada para manter a pressão do sistema por meio de redução da vazão. O controle PC continua a
monitorar a pressão do sistema e muda o ângulo da placa inclinada para equiparar a vazão de saída
com as exigências de pressão da função de trabalho
Se a exigência de vazão exceder a capacidade da bomba, o controle PC direciona a bomba para
deslocamento máximo. Nessa condição, a pressão real do sistema depende da carga do atuador.
Para proteção adicional do sistema, instale uma válvula de alívio na linha de saída da bomba.

Características de sistema remoto de compensação de pressão


• Pressão constante e vazão variável
• Modo de espera de alta pressão quando não há demanda de vazão
• A vazão do sistema é ajustada para atender os requisitos do sistema
• Uma única bomba pode fornecer a vazão para diversas funções de
trabalho
• Resposta rápida à vazão do sistema e às necessidades de pressão
Aplicações típicas para sistemas com compensação de pressão
• Cilindros de força constante (equipamentos de retirada de
detritos de perfuração, compactadores, caminhões de lixo)
• Acionamentos liga/desliga de ventiladores
• Carretas de perfuração
• Equipamentos de varrição
• Valetadeiras

22 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

PVBS, spools principais para controle de pressão


Os spools são projetados de forma que a pressão da bomba é controlada pelo curso do spool. O spool
principal deve ser deslocado até que a pressão da bomba exceda ligeiramente a pressão de carga, antes
que a função de trabalho possa ser aplicada. Se o spool principal for mantido nesta posição, a pressão da
bomba permanecerá constante, mesmo se a carga de pressão alterar, fornecendo um sistema estável.
Entretanto, o uso de spools de controle de pressão também significa que:
• a vazão de óleo é dependente da carga
• a zona morta é dependente da carga
• a pressão da bomba pode exceder a pressão da carga mais do que o normal
• a queda de pressão através do spool principal varia (consumo de energia)

Devido a estes fatores, recomenda-se que os spools de controle de pressão somente sejam usados
quando se tem certeza de que surgirão, ou já existem, problemas de estabilidade e em aplicações onde
a pressão constante é necessária, como por exemplo, em equipamentos de perfuração.
Contexto
A instabilidade em sistemas de controle de detecção de carga, em determinadas aplicações, com
oscilações na faixa de 1/2-2 Hz, podem causar graves problemas de instabilidade enquanto se
tenta controlar as funções de controle em uma aplicação.
As aplicações críticas geralmente estão relacionadas a funções em que o torque de inércia é importante
e/ou funções equipadas secundariamente com componentes controlados por pressão, como por
exemplo, válvulas overcenter.
Exemplos:

• uma função de giro


• a função principal de elevar/abaixar de um guindaste
O problema geralmente se manifesta em fenômenos de oscilação prolongada (Fig. 1), em uma
sequência relativamente constante das oscilações (Fig. 2) ou, no pior cenário, em uma sequência
amplificada de oscilações (Fig. 3).
Fig. 1 Sequência prolongada Fig. 2 Sequência constante Fig. 3 Sequência amplificada

P Sequência prolongada P Sequência constante P Sequência amplificada

tempo tempo tempo

P005 627E

Para controlar o fenômeno de oscilação, foi desenvolvido o “spool de controle de pressão”, sistema
patenteado patenteado que pode minimizar a maior parte dos problemas de oscilação.

PVG 32 Princípio
A ideia era criar um sistema que operasse apesar de mudanças constantes de pressão de carga. Portanto,
mudamos o princípio bem conhecido de LS (Fig. 4), de modo que a compensação de pressão da bomba
fosse incorporada ao sistema LS (Fig. 5) após o compensador de pressão e antes do intervalo de
medição do spool principal. Quando atuado, o spool é conduzido através de um orifício fixo e de um
variável.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 23 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

Fig. 4 Spool de vazão controlada

P005 625

Fig. 5 Spool de pressão controlada

P005 626

A área de abertura do orifício variável alcança abertura máxima no acionamento inicial e 0 no curso
completo do spool; em seguida, a pressão criada entre os dois orifícios é direcionada ao sistema LS da
forma habitual.
Desta forma, a pressão da bomba aumenta de acordo com o curso do spool; por exemplo, o spool terá
de ser movimentado para uma posição em que a pressão da bomba seja maior que a pressão de carga
real para fazer o óleo fluir de P➝A/B.
Quando a carga muda para uma posição fixa do spool, também muda a vazão para a função.
A seção da válvula passa a ser uma válvula dependente de carga, mas que garante uma pressão
constante da bomba, que é importante para se conseguir uma função estável.
Pressão de bomba versus curva de curso de spool

Aplicação de spool de pressão controlada


Os spools de pressão controlada devem, a princípio, somente ser usados quando se tem
problemas de estabilidade. Aplicações típicas em um guindaste:

24 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

• Movimento de elevar/abaixar
• Movimento de giro com cilindros
• Para a função principal de elevar/abaixar de um guindaste, recomenda-se instalar um spool de
controle de “meia” pressão. Isso significa que o spool é projetado com um controle de vazão normal
na porta de elevação e um controle de pressão conectado à porta onde atua o sinal piloto para a
válvula de contrabalanço. Dessa forma, obtém-se um movimento de elevação de carga
independente e um movimento de abaixar estável, mas dependente da carga.
• Como a pressão de carga nos movimentos de giro é normalmente estável, independentemente de o
guindaste estar ou não sendo carregado, é vantajoso usar um spool de controle “total” de pressão
para as portas A e B.
Em ambos os casos, recomendamos o uso de uma válvula básica, PVB, com compensador de pressão.
O compensador de pressão garantirá a independência de carga individual entre as válvulas básicas
Além disso, é recomendado o uso de válvulas de alívio de pressão LS porque além de garantirem
limitação individual de pressão, elas também permitem ajustar a vazão máxima de óleo para a função.
Não é recomendável usar válvulas antichoque como válvulas limitadoras de pressão combinadas com
spools de controle de pressão.

Dimensionamento
O tamanho dos spools de controle de “meia” pressão (por exemplo, P - A = controle de vazão P – B
controle de pressão) é determinado com base na exigência máxima de vazão na porta de elevação. Por
exemplo, se o movimento de elevação exigir uma vazão máxima com compensação de pressão de 65 L/
min, escolha um spool de 65 L/min (tamanho D). A característica de medição determina, dessa
maneira, o tamanho. Como frequentemente é solicitado limitar o uso de força/impulso para baixo
da lança de guindaste, pode-se usar a limitação de pressão LS. A partir das características inclusas
aparecerá qual efeito uma limitação de pressão PLS terá na vazão máxima na porta de descida.
O tamanho de um spool de controle “total” de pressão é determinado com base na pressão de carga
conhecida, PLS máxima, e a vazão máxima requerida.
A partir das características incluídas, ficará aparente que se a PLS de carga estiver baixo e a pressão da
bomba, Pp, estiver alta, em consequência do spool estar no curso máximo, uma grande vazão será obtida.
Se a PLS estiver aproximando-se da PLS máxima, a vazão será reduzida e a zona morta aumentada. A
vazão máxima de óleo pode ser reduzida em aproximadamente 50%, sem limitar a pressão máxima.
Esta redução é feita limitando-se o curso do spool de 7 mm para 5,5 mm.

Limitação
Se, por motivos de estabilidade, optar-se por um spool de pressão controlada, deve-se levar em conta
certas particularidades relacionadas com o princípio de controle de pressão.
A zona morta mudará de acordo com as condições de carga, a seção da válvula se tornará dependente da
carga e a pressão da bomba poderá exceder a pressão de carga.
Com todos estes detalhes em mente, um “spool de pressão controlada” minimizará a oscilação, obtendo-
se uma função estável que pode ser controlada de maneira suave e precisa.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 25 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Função

PVPX, válvula de descarga LS elétrica


A PVPX é uma válvula solenoide de descarga LS. A PVPX é montada no módulo lateral da bomba,
permitindo uma conexão entre o LS e as linhas do tanque. Dessa maneira, o sinal LS pode ser aliviado
para o tanque através de um sinal elétrico.
Para um módulo lateral de bomba equipado com PVP, na versão de centro aberto, o alívio para o tanque
do sinal LS significa que a pressão no sistema é reduzida à soma da pressão da porta do tanque mais a
pressão de vazão neutra para o módulo lateral da bomba.
Para um módulo lateral de bomba equipado com PVP, na versão de centro fechado, o alívio para o
tanque do sinal LS significa que a pressão é reduzida à soma da pressão da porta do tanque mais a
pressão de espera da bomba.
PVPX, válvula de descarga LS elétrica

T P

LS

157-195.11

26 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

PVG 32, Dados Técnicos

Parâmetros Operacionais
Pressão nominal máxima Porta A/B, P contínua1) 350 bar [5076 psi]
Porta P intermitente2) 400 bar [5800 psi]
Porta A/B intermitente2) 420 bar [6090 psi]
Porta T estática/dinâmica 25/40 bar [363/580 psi]
Vazão nominal de óleo Porta P 3)4) 140/230 l/min [37/61 US gal/min]

Porta A/B com compensação de pressão 5) 100 l/min [26.4 US gal/min]


Porta A/B sem compensação de pressão 120 l/min [33 US gal/min]
Escoamento interno máximo a A/B → T sem válvula antichoque 20 cm3/min [1.85 in3/min]
100 bar [1450 psi]
A/B → T com válvula antichoque 25 cm3/min [2.15 in3/min]
Temperatura de óleo Recomendada 30 a 60°C [86 a 140°F]
Mínima -30°C [-22°F]
Máxima 90° [194°F]
Temperatura ambiente Recomendada -30 a 60°C [-22 a 140°F]
Viscosidade de óleo Faixa de operação 12 a 75 mm2/s [65 a 347 SUS]
Mínima 4 mm2/s [39 SUS]
Máxima 460 mm2/s [2128 SUS]
Limpeza de óleo Mínima 23/19/16 (conforme ISO 4406)
1) Com placa final PVSI; Com placa final PVS máx. 300 bar [4351 psi].

2) Pressão intermitente ao máximo de 250.000 ciclos dos ciclos totais de vida útil da PVG, com placa final PVSI. A
pressão intermitente máxima ao máximo de 250.000 ciclos ressalta a necessidade de confirmar o ciclo de trabalho
da aplicação antes de prosseguir com a especificação. Para mais informações, entre em contato com a Danfoss
Product Application Engineering.
3) Em sistemas de circuito aberto com tubos/mangueiras P curtos, deve-se dar atenção aos picos de pressão em
vazões >100 L/min [26,4 US gal/min].
4) Para sistema com PVPVM de entrada média.

5) Em sistemas de circuito aberto com tubos/mangueiras P curtos; para vazão de130 L/min, entre em contato com a
Danfoss Product Application Engineering.

Dados de spool
Padrão ± 7 mm [± 0.28 in]
Curso de spool Faixa proporcional ± 4.8 mm [± 0.19 in]
Posição de flutuação ± 8 mm [± 0.32 in]
Padrão ± 1.5 mm [± 0.06 in]
Zona morta, spools de controle de vazão
Característica linear ± 0.8 mm [± 0.03 in]

Em módulos PVB 32 padrão, usando spools principais com posição fechada neutra, haverá aumento de
pressão nas portas A e B, quando o spool principal estiver em posição neutra, e alta pressão P. Pode-se
esperar aumento de pressão igual a 0,5x pressão-P.
Se isso causar problemas nas aplicações, entre em contato com a equipe de vendas da PVG.

Pressão nominal
Produto Pressão máxima contínua na porta P
PVG 32; PVG 120/32; PVG 100/32 com PVS 300 bar [4351 psi]
PVG 32; PVG 120/32; PVG 100/32 com PVSI 350 bar [5076 psi]
PVG 32 com PVBZ 250 bar [3626 psi]
PVG 32 com HIC aço 350 bar [5076 psi]
PVG 32 com HIC alumínio 210 bar [3046 psi]

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 27 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

PVG 32, Dados Técnicos

PVM, força operacional

Torque operacional da PVM


Deslocamento do spool Torque operacional Nm [lbin]
PVM + PVMD, PVE PVM + PVH PVM + PVMR PVM+PVMF
De posição neutra 2.2 ±0.2 2.5 ±0.2 17 22
[19.5 ±1.8] [22.1 ±1.8] [3.8] [5.0]
Cursos máximo do spool 2.8 ±0.2 6.9 ±0.2 – –
[24.8 ±1.8] [61.0 ±1.8]
Em posição de flutuação – – – 60 [13.5]
Longe da posição de flutuação – – – 28 [6.3]
De qualquer outra posição – – 8.5 [73.3] –

PVH, acionamento hidráulico

PVH, acionamento hidráulico


Dados da PVH Pressão, bar [psi]
Faixa de controle 5 a 15 [75 a 220]
Pressão piloto máxima, estática 30 [435]
Pressão máxima na porta T 10 [145]
(Recomenda-se que a conexão do tanque que vem da unidade de controle remoto
hidráulico PVRH seja conectada diretamente ao tanque).

Acionamento de PVE, literatura de referência


Para informações sobre variações de atuador eletrohidráulico, consulte os seguintes documentos:

Acionamento de PVE, literatura de referência


Título Tipo Nº Documento
Electrohydraulic Actuators, PVEO/M/A/H/S Series 7 Informações Técnicas BC00000378
Electrohydraulic Actuators, PVE Series 4 and PVHC Informações Técnicas BC00000050
Electrohydraulic Actuators, PVED-CC Series 5 ISObus Informações Técnicas BC00000361
Electrohydraulic Actuators, PVED-CC Series 5 CANopen Informações Técnicas BC00000354
Electrohydraulic Actuators, PVED-CC Series 4 Informações Técnicas BC00000107
Electrohydraulic Actuators, PVED-CX Series 4 Informações Técnicas BC00000068

28 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

Neste manual, as características de medição são dadas usando valores típicos medidos.
Durante as medições, foi usado um fluido hidráulico de base mineral, com viscosidade de 21 mm2/s [102
SUS] a uma temperatura de 50° C [122° F].

Características da válvula de alívio de pressão PVP


A válvula de alívio de pressão é ajustada para uma vazão de óleo de 15 l/min [4,0 US gal/min]. A faixa de
configuração de pressão para PVP com placa final PVSI é de 30 a 350 bar [435 a 5075 psi] e para PVP com
placa final PVS é de 30 a 300 bar [435 a 4351 psi].

Características da válvula de alívio de pressão Queda neutra de pressão de bypass (centro aberto)

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 29 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

PVB, características de vazão de óleo dos módulos básicos


A vazão de fluido para o spool individual depende do tipo de módulo básico (com/sem
compensação) e tipo de bomba (deslocamento fixo ou variável).
Vazão linear de fluido depende do tipo de spool

US = Tensão do sinal; UDC = Tensão de alimentação; 1 = Primeiro PVB após PVP; 8 = Oitavo PVB após PVP

30 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

PVB com compensação de pressão, PVP de centro aberto


A vazão de fluido depende da vazão de fluido suprida pela bomba.
As características são plotadas para uma vazão de óleo de bomba, QP, correspondente à vazão de óleo
máxima nominal do spool, Qn. Aumentar a vazão de óleo da bomba para 1,4 x QN proporcionará a
mesma vazão de óleo no oitavo bem como no primeiro módulo básico.
As letras AA, A, B, C, D, E denotam tipos de spools. A característica abaixo é mostrada para curso de spool em ambas
as direções. Todas as outras características são apresentadas para curso de spool em somente uma direção.

Característica de vazão de óleo progressiva dependente de tipo de spool

PVM

PVM

PVE

PWM para PVEP/T


faixa de controle
157-61.im

US = Tensão do sinal; UDC = Tensão de alimentação; 1 = Primeiro PVB após PVP; 8 = Oitavo PVB após PVP

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 31 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

PVB sem compensação de pressão, PVP de centro aberto


A vazão de fluido QWB depende da vazão de fluido suprida pela bomba, QP.
Essas características são aplicáveis à vazão de óleo de alimentação de 130 L/min [34,3 US gal/min] com a
atuação de um módulo básico e alimentação do nível de vazão. Se diversos módulos básicos forem
atuados ao mesmo tempo, a característica dependerá da pressão de carga dos módulos básicos
atuados. A queda de pressão de qualquer óleo retornando ao tanque (QP – QA/B) é lida na curva de
pressão de vazão neutra na PVP.
Vazão de fluido como função do curso do spool

32 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

Característica de spools de controle de vazão com deslocamento total

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 33 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

PVB sem compensação de pressão, PVP de centro fechado

Ajuste de diferença de pressão entre a pressão da bomba e o sinal de LS = 10 bar [145 psi].

Ajuste de diferença de pressão entre a pressão da bomba e o sinal de LS = 20 bar [290 psi].

34 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

A vazão de óleo é dependente da diferença de pressão entre a pressão da bomba e o sinal de LS.
Normalmente, a diferença de pressão é ajustada no regulador da bomba de LS. Deve-se também
levar em consideração a queda de pressão da bomba para o grupo de válvulas PVG; por exemplo,
tubulação longa.
Características de vazão de óleo para PVB em

queda de pressão no curso máximo do spool principal queda de pressão para spool de centro aberto em posição neutra

Independente de carga, compensação de pressão Limitação de pressão LS, PVB de compensação de pressão

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 35 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

Válvulas PVLP antichoque e PVLA de sucção


A PVLP é configurada para uma vazão de óleo de 10 l/min [2,6 US gal/min]. A válvula antichoque PVLP
é projetada para absorver efeitos de choque. Consequentemente, ela não deve ser usada como válvula
de alívio de pressão.
Se a função de trabalho exigir o uso de uma válvula de alívio de pressão, deve-se usar um módulo
básico de PVB incorporando uma válvula limitadora de pressão de LSA/B.
PVLP, característica da válvula antichoque PVLA, característica de válvula de sucção

Características de vazão de spool de controle de pressão

Tamanho A: Tamanho B:

Exemplo 1

36 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

Tamanho C: Tamanho D:

Exemplo 2

Tamanho E:

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 37 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

Acúmulo de pressão em spools com controle de pressão


A vazão máxima de óleo pode ser reduzida
em cerca de 50%, sem limitação da pressão
máxima, limitando o curso do spool
principal de 7 mm [0,28 pol] para 5,5 mm
[0,22 pol].

Exemplos de como usar as características dos spools com controle de pressão


Exemplo 1: Determinando a vazão de óleo Exemplo 2: Determinando o tamanho do spool
Considerando: Considerando:
• Spool tipo B • Vazão máxima de óleo, QA/B: 90 l/min [23.8 US gal/min]
• Ajuste de pressão PP: 160 bar [2320 psi] • Ajuste de pressão PP: 150 bar [2175 psi]
• Pressão de carga, LSA/B: 100 bar [1450 psi] • Pressão de carga, PLSA: 125 bar [1810 psi]
Resultado: Resultado: Spool D
Vazão de óleo= 75 l/min [19.8 US gal/min] (consultar Características de pressão de vazão CS, tamanho D)

Normalmente, pode-se escolher um spool menor com controle de pressão. Em nossa experiência, o
spool pode ser um tamanho menor do que o com controle de vazão normal.

38 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

Características de spools principais em posição de flutuação


Características de vazão de óleo, curso de spool e tensão

• 4,8 mm [0,19 pol] de deslocamento de spool na direção A proporciona vazão máxima de óleo para a
porta A.
• 4,8 mm [0,19 pol] de deslocamento de spool na direção B proporciona vazão máxima de óleo para a
porta B.
• 8 mm [0,32 pol] de deslocamento de spool na direção B proporciona posição de flutuação A/B → T totalmente aberta.
Os spools têm 4,8 mm de curso na direção A e 8 mm de curso na direção B:

Para obter mais informações sobre acionamento elétrico de spools de flutuação, consulte
Informações técnicas do PVE série 4, 520L0553.

Q ueda de pressão A/B → T no curso máximo do spool dentro da faixa proporcional (4,8 mm) [0,19 pol.]

Os spools D e E têm a mesma área de abertura em vazão à frente e em vazão de retorno

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 39 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG32

Características técnicas

O spool E pode proporcionar 100 l/min [26,4 US gal/min] de vazão de óleo com
compensação de pressão devido à queda mais alta de pressão através do spool E. Isso somente
ocorre durante o acionamento do spool.
Queda de pressão A/B → T em posição de flutuação

40 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Sistema hidráulico

PVG 32 atuada manualmente – bomba de deslocamento fixo


Exemplo esquemático de PVG 32 atuada manualmente – bomba de deslocamento fixo

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 41 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Sistema hidráulico
PVG 32 atuada eletricamente – bomba de deslocamento variável
Exemplo esquemático de PVG 32 atuada eletricamente – bomba de deslocamento variável (atuador elétrico, válvulas antichoque, válvula de alívio)

42 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Especificações de fluidos

Óleo
A função principal do óleo em um sistema hidráulico é transferir energia, mas ele deve também lubrificar
as partes móveis dos componentes hidráulicos, protegê-las contra corrosão e transportar para
fora do sistema calor e partículas de sujeira. Por isso, é importante escolher o óleo correto com os aditivos
corretos. Com isso, é possível obter uma operação normal e longa vida útil.

Óleo mineral
Para sistemas com válvulas PVG 32, a Danfoss recomenda a utilização de óleo hidráulico de base mineral
contendo aditivos: Tipo HLP (DIN 51524) ou HM (ISO 6743/4).

Fluidos não inflamáveis

Os ésteres fosfatados (fluidos HFDR) podem ser usados sem precauções especiais. No entanto, as
vedações dinâmicas terão de ser substituídas por vedações FPM (Viton).Entre em contato com o setor de
vendas da Danfoss para verificar se a válvula PVG 32 deve ser usada com ésteres fosfatados.
Os fluidos listados abaixo somente devem ser usados com a anuência do setor de vendas da Danfoss:

• Misturas de água-glicol (fluidos HFC)


• Emulsões de água-óleo (fluidos HFB)
• Emulsões de óleo-água (fluidos HFAE)

Filtração
Uma filtração eficaz é a pré-condição mais importante para garantir que um sistema hidráulico tenha
performance confiável e longa vida útil. Os fabricantes de filtros publicam instruções e recomendações. É
aconselhável que sejam acatadas.

Filtros do sistema
Nos casos em que as exigências de segurança e confiança são muito altas, recomendamos um filtro de
pressão com bypass e indicador. A experiência mostra que é apropriado usar um filtro nominal de 10 µm
(ou mais fino) ou um filtro absoluto de 20 µm (ou mais fino). Nossa experiência mostra que o uso de um
filtro de retorno em sistemas de válvulas operados de maneira exclusivamente mecânica é
adequado. A eficiência de um filtro de pressão deve ser selecionada conforme a descrição do fabricante
do filtro, para que o nível de partículas de 23/19/16 não seja excedido. O filtro deve ser equipado com
indicador pressão ou saturação para permitir a verificação da condição do filtro. Em sistemas com
cilindros diferenciais ou acumuladores, o filtro de retorno deve ter o tamanho adequado para a vazão
máxima de óleo de retorno. Os filtros de pressão devem ser adequados para acomodar a vazão máxima
de óleo da bomba.

Filtros internos
Os filtros incorporados à PVG 32 não visam filtrar o sistema, mas proteger componentes importantes
contra partículas grandes. Essas partículas podem aparecer no sistema quando ocorre alguma avaria na
bomba, ruptura de mangueira, uso de engate rápido, avaria do filtro, partida, contaminação, etc. O filtro
no atuador elétrico da PVE para a proteção das válvulas solenoide tem malha de 150 µm. A queda de
pressão de ruptura dos filtros internos de 25 bar [360 psi].

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 43 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Dimensões e descrição das portas

F G H

5
112.8
75.5
38.8
95
J
K

16.5
28.5
L1
L2

25
26
R
11

I
P
N 18.5
38.5 O
37.5
87.8 37.5
91
70.7 110

F Válvula antichoque e sucção, PVLP: G¼, 12 mm [½-20, 0,47 pol] de profundidade

G Conexão de medidor de pressão: G¼, 12 mm [½ –20, 0,47 pol] de profundidade


H Plugue de alimentação externa de óleo piloto, PVPC G½, 12 mm [½ –20, 0,47 pol] de profundidade

I PVPX, Válvula de descarga LS elétrica

J Conexão LS: G¼, 12 mm [½-20, 0,47 pol ou 9/16-18, 0,5 pol] de profundidade

K Furos de fixação: M8 x min. 10 mm [5/16-18; 0,39 pol] de profundidade

L Portas A e B: G½, 14 mm [7 ∕8–14; 0,65 pol] de profundidade


M Válvula limitadora de pressão LS

N Conexão do tanque; G¾, 16 mm [1 1 ∕16–12; 0,75 pol] de profundidade


O Válvula de alívio de pressão

P Conexão do tanque; G¾, 16 mm G½, 14 mm [7/8-14; 0,65 pol] ou G¾, 16 mm [1

1/16-12; 0,75 pol] de profundidade

Q Conexões de LSA e LSB; G¼, 12 mm [9 ∕16–18, 0,5 pol] de profundidade

R Conexão de pressão piloto G, Pp

44 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Dimensões e descrição das portas

Dimensões de L1 e L2
PVB 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
L1 mm 82 130 178 226 274 322 370 418 466 514 562 610
[pol] [3,23] [5,12] [7,01] [8,90] [10,79] [12,68] [14,57] [16,46] [18,35] [20,24] [22] [24]
L2 mm 140 189 238 287 336 385 434 483 527 576 622 670
[pol] [5,51] [7,44] [9,37] [11,30] [13,23] [15,16] [17,09] [19,02] [20,95] [22,87] [24,5] [26,4]

Dimensões das seções da PVG 32

37 [1,45]
124,8 [4,9]

89 [3,5] 110 [4,33] 60 [2,36]


max.272 [10,7]

© Danfoss | November 2017 BC00000038en-US0803 | 45 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Dimensões e descrição das portas

PVM, posições de alavanca de controle

Base com um ângulo de 37,5° Base com um ângulo de 22,5°

19.

19.5˚

19

19
.5˚

.5˚
37.5 67
˚ .5˚
97
.5˚
22.5˚
127
52
.5˚ 82
.5˚ .5
˚
157.5˚

11
2.5
142.5
˚
187.5˚

˚
172.5˚
V310018.A
V310014.A

Sem posição de alavanca de controle 2x6

Faixa de controle de alavanca ±19.5°

Faixa de controle proporcional ±13.4°

Faixa de alavanca de controle – posição de flutuação 22.3°

O ângulo da alavanca é determinado pelo lado da alavanca que está montado voltado para a base.
• Se for necessário um ângulo de 22,5°, o “ponto” na alavanca ficará oculto.
• Se for necessário um ângulo de 37,5º, o “ponto” deve ficar visível.

Tratamento de superfície
A válvula da PVG tem, como padrão, uma superfície sem tratamento. Em certas aplicações, dependendo
de diferentes fatores como, ambientes salinos, grandes variações de temperatura, alta umidade, podem
ocorrer desenvolvimento de ferrugem na superfície. Isso não afetará o desempenho do grupo de
válvulas PVG. Para prevenir/reduzir o desenvolvimento de ferrugem, a Danfoss recomenda que o grupo
de válvulas PVG seja pintado. A Danfoss não reconhece como válidas reclamações por conta de
ferrugem na superfície, seja em grupo de válvulas PVG pintado ou sem pintura.

46 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

Esquemático e códigos numéricos da PVP

Símbolo Descrição Código numérico


LS M Módulo de entrada lateral com centro P=G½ 157B5000
T aberto para bombas com deslocamento T=G¾
fixo.
P = 7/8–14 157B5200
Para grupos de válvulas atuadas
T = 1 1/16–12
exclusivamente de maneira mecânica.
P, T = G ¾ 157B5100
P
P, T = 1 1/16–12 157B5300
157-24.11

LS M Módulo lateral com centro fechado para P=G½ 157B5001


T bombas com deslocamento variável. T=G¾
P = 7/8–14 157B5201
T = 1 1/16–12
Para grupos de válvulas atuadas P, T = G ¾ 157B5101
P
exclusivamente de maneira mecânica.
P, T = 1 1/16–12 157B5301
157-23.11

Módulo de entrada lateral com centro P=G½ 157B5010


aberto para bombas com deslocamento T=G¾
fixo.
P = 7/8–14 157B5210
Com alimentação de óleo piloto para
T = 1 1/16–12
válvulas atuadas eletricamente.
P, T = G ¾ 157B5110
P, T = 1 1/16–12 157B5310

Módulo lateral com centro fechado para P=G½ 157B5011


bombas com deslocamento variável. T=G¾
Com alimentação de óleo piloto para
P = 7/8–14 157B5211
válvulas atuadas eletricamente.
T = 1 1/16–12
P, T = G ¾ 157B5111
P, T = 1 1/16–12 157B5311

Módulo de entrada lateral com centro P=G½ 157B5012


aberto para bombas com deslocamento fixo. T=G¾
Com alimentação de óleo piloto para
P = 7/8–14 157B5212
válvulas atuadas eletricamente.
T = 1 1/16–12
Conexão para válvula de descarga LS
elétrica, PVPX (não inclusa). P, T = G ¾ 157B5112
P, T = 1 1/16–12 157B5312

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 47 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

Símbolo Descrição Código numérico


Módulo lateral com centro fechado para P=G½ 157B5013
bombas com deslocamento variável. Com T=G¾
alimentação de óleo piloto.
P = 7/8–14 157B5213
T = 1 1/16–12
Conexão para válvula de descarga LS
elétrica, PVPX (não inclusa). P, T = G ¾ 157B5113
P, T = 1 1/16–12 157B5313

Conexões:
P = G ½ pol; 14 mm de profundidade ou G ¾ pol; 16 mm de profundidade / LS, M = G ¼ pol; 12
mm de profundidade / T = G ¾ pol; 16 mm de profundidade.
P = 7/8-14; 0,65 de profundidade ou 1 1/16-12; 0,75 de profundidade / LS, M = ½-20; 0,47 de
profundidade / T = 1 1/16-12; 0,75 de profundidade.

PVP, módulos de entrada lateral para a bomba


Símbolo Descrição Código numérico
Módulo de entrada lateral com centro aberto para P, T = G ¾ 157B5102
bombas com deslocamento fixo.

Para válvulas atuadas mecanicamente.

Conexão para válvula de descarga LS, PVPX (não


inclusa).

Módulo de entrada lateral com centro fechado P, T = G ¾ 157B5103


para bombas com deslocamento variável.

Para válvulas atuadas mecanicamente.

Conexão para válvula de descarga LS, PVPX (não


inclusa).

Módulo de entrada lateral com centro aberto para P, T = G ¾ 157B5180


bombas com deslocamento fixo.
P, T = 1 1/16–12 157B5380
LS Conexão =
Com alimentação de óleo piloto para atuação elétrica
9/16–18
e conexão para pressão de óleo piloto.

Inclui válvula de retenção.

48 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVP, módulos de entrada lateral para bomba (continuação)


Símbolo Descrição Código numérico
Módulo de entrada lateral com centro fechado P, T = G ¾ 157B5181
para bombas com deslocamento variável.
P, T = 1 1/16–12 157B5381
LS Conexão =
Com alimentação de óleo piloto para atuação
9/16–18
elétrica e conexão para pressão de óleo piloto.

Inclui válvula de retenção.

Módulo de entrada lateral com centro aberto para P, T = G ¾ 157B5190


bombas com deslocamento fixo.
P, T = 1 1/16–12 157B5390
LS Conexão =
Com alimentação de óleo piloto para atuação
9/16–18
hidráulica e conexão para pressão de óleo piloto.

Módulo de entrada lateral com centro fechado para P, T = G ¾ 157B5191


bombas com deslocamento variável.
P, T = 1 1/16–12 157B5391
LS Conexão =
Com alimentação de óleo piloto para atuação
9/16–18
hidráulica e conexão para pressão de óleo piloto.

Conexões:
P, T = G ¾ pol; 16 mm de profundidade / LS, M = G ¼ pol; 12 mm de
profundidade.
P, T = 1 1/16-12; 0,75 de profundidade / LS, M = 16-20; 0,47 de profundidade.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 49 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVB, códigos numéricos dos módulos básicos

PVB sem válvulas limitadoras de pressão LSA/B ajustáveis


Símbolo Descrição Código numérico
Sem recursos para Recursos para
válvulas válvulas
antichoque A/B antichoque A/B
Sem válvulas de retenção de perda G½ 157B6000 157B6030
de carga e compensador de 14 mm de profundidade
pressão.
7/8–14 157B6400 157B6430
0,65 pol de
Pode ser usada nos casos em que
profundidade
válvulas de retenção de carga
impedem que o óleo retorne
através do canal P.

Válvula de retenção de G½ 157B6100 157B6130


perda de carga. 14 mm de profundidade

7/8–14 157B6500 57B6530


0,65 pol de
profundidade

Válvula de retenção de perda G½ — 157B6136


de carga. 14 mm de profundidade

7/8–14 — 157B6536
Válvula direcional LSA/B.
0,65 pol de
profundidade
Para ser usada com spool em
posição de flutuação.

50 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVB sem válvulas limitadoras de pressão LSA/B ajustáveis (continuação)


Símbolo Descrição Código numérico
Sem recursos para Recursos para
válvulas válvulas
antichoque A/B antichoque A/B
Válvula compensadora sem G½ 157B6200 157B6230
amortecimento. 14 mm de profundidade

7/8–14 157B6600 157B6630


0,65 pol de
profundidade

Válvula direcional LSA/B sem G½ — 11071832


válvula compensadora. 14 mm de profundidade

7/8–14 — —
0,65 pol de
profundidade

V310411.A

Com válvula compensadora de G½ 157B6206 157B6236


amortecimento. 14 mm de profundidade

7/8–14 11036629 11036630


0,65 pol de
profundidade

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 51 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVB com válvulas limitadoras de pressão LSA/B ajustáveis


Símbolo Descrição Código numérico
Sem recursos Recursos para
para válvulas válvulas
antichoque A/B antichoque A/B
Com válvula compensadora sem G½ 157B6203 157B6233
14 mm de
amortecimento.
profundidade
7/8–14 157B6603 157B6633
Válvulas limitadoras de pressão
0,65 pol de
LSA/B ajustáveis
profundidade
Conexão externa LS, portas A/B.
Também usada com spools em
posição de flutuação.

Válvula compensadora com G½ 157B6208 157B6238


14 mm de
amortecimento. profundidade
7/8–14 – 11036631
Válvulas limitadoras de pressão
0,65 pol de
LSA/B ajustáveis
profundidade
Conexão externa LS, portas A/B.

52 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVLA, válvula de sucção (incorporada à PVB)

PVLA, válvula de sucção


Símbolo Descrição Código numérico
Válvula de sucção para a porta A e/ou B. 157B2001

Plugue para conectar porta não ativa ao tanque, quando um 157B2002


spool de atuação simples é usado.

PVLP, válvula antichoque e sucção (incorporada à PVB)

PVLP, válvulas antichoque e anticavitação


Código nº 2032 2050 2063 2080 2100 2125 2140 2150 2160 2175 2190
157B....
Configu- bar 32 50 63 80 100 125 140 150 160 175 190
rações
[psi] [460] [725] [914] [1160] [1450] [1813] [2031] [2175] [2320] [2538] [2755]

Código nº 2210 2230 2240 2250 2265 2280 2300 2320 2350 2380 2400
157B....
Configu- bar 210 230 240 250 265 280 300 320 350 380 400
rações
[psi] [3045] [3335] [3480] [3625] [3845] [4061] [4351] [4641] [5075] [5511] [5801]

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 53 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVLP, válvula antichoque e sucção


Símbolo Descrição
Válvula antichoque e sucção para a porta A e/ou B.

(Não ajustável).

Vida útil de 200.000 atuações.

Código numérico de PVM, PVMD, PVMR, e PVMF

PVM, atuação mecânica


Símbolo Descrição Código numérico
Com contraparafuso Sem contraparafuso
PVM, padrão, centralizado por mola. 157B3171 157B3191
Ajuste individual de vazão de óleo para as portas A e B.
Sem alavanca de atuação ou base. 157B3173 157B3193
Eixo para montagem de alavanca de atuação.
PVM, como padrão, sem alavanca de atuação. 157B3174 157B3194
Com base para montagem de alavanca de atuação.
PVM, padrão, mola. Ajuste individual de vazão de 157B3184 -
óleo para as portas A e B. (Anodizada).

PVMD, tampa para atuação mecânica


Símbolo Descrição Material Código nº Anodizada
— PVMD, tampa para válvula operada exclusivamente de Alumínio 157B0001 Não
maneira mecânica.
Alumínio 157B0009 Sim
Ferro fundido 157B0021 Não

PVMR, relaxamento por atrito


Símbolo Descrição Material Código nº Anodizada
PVMR, relaxamento por atrito Alumínio 157B0004 Não
Alumínio 157B0012 Sim
Ferro fundido 157B0024 -

54 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVMF, posição da flutuação mecânica


Símbolo Descrição Material Código numérico Anodizada
PVMF, Alumínio 157B0005 Não
Posição de travamento da
flutuação mecânica

PVH, códigos numéricos de atuação hidráulica

PVH, atuação hidráulica


Símbolo Descrição Material Código numérico Anodizada
PVH, tampa para acionamento hidráulico Alumínio 157B0007 Não
1 0 2 PVH 9/16-18 UNF
157-199.11
Alumínio 157B0010 Sim
Ferro fundido 157B0014 Não
PVH, tampa para acionamento hidráulico Alumínio 157B0008 Não
PVH G ¼ Alumínio 157B0011 Sim
Ferro fundido 157B0016 Não

Acionamento de PVE, literatura de referência


Para informações sobre variações de atuador eletrohidráulico, consulte os seguintes documentos:

Acionamento de PVE, literatura de referência


Título Tipo Documento Nº
Electrohydraulic Actuators, PVEO/M/A/H/S Series 7 Informações Técnicas BC00000378
Electrohydraulic Actuators, PVE Series 4 and PVHC Informações Técnicas BC00000050
Electrohydraulic Actuators, PVED-CC Series 5 ISObus Informações Técnicas BC00000361
Electrohydraulic Actuators, PVED-CC Series 5 CANopen Informações Técnicas BC00000354
Electrohydraulic Actuators, PVED-CC Series 4 Informações Técnicas BC00000107
Electrohydraulic Actuators, PVED-CX Series 4 Informações Técnicas BC00000068

PVS, placa final

PVS, placa final


Símbolo Descrição Rosca de Código
montagem numérico
PVS, sem elementos ativos. BSP 157B2000
Sem conexões.
V310062.A
SAE 157B2020

PVS, sem elementos ativos. G 1/8 10 mm de profundidade BSP 157B2011


Conexões LX.
Pressão LX máxima intermitente: 3/8 in - 24; 0,39 pol SAE 157B2021
LX V310063.A
350 bar [5075 psi] de profundidade

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 55 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVS, placa final (continuação)


Símbolo Descrição Rosca de Código
montagem numérico

PVSI, sem elementos ativos. BSP 157B2014


Sem conexões.
V310062.A
SAE 157B2004

PVSI, sem elementos ativos. G 1/4 10 mm deep BSP 157B2015


Conexões LX.
LX 1/2 in - 20; 0,47 in deep SAE 157B2005
V310063.A Pressão LX máx. intermitente:
350 bar [5075 psi]

Para informações sobre rosca de montagem, consulte o capítulo Dimensões.

PVSA, códigos numéricos dos kits de montagem

PVSA, códigos numéricos dos kits de montagem


Código numérico 157B____
No. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12
PVB’s 8000 8001 8002 8003 8004 8005 8006 8007 8008 8009 8010 8061 8062
PVB + PVPVM - 8021 8022 8023 8024 8025 8026 8027 8028 8029 8030 8081 8082
Peso kg [lb] 0,1 [0,2] 0,15 0,25 0.30 0.40 0.45 0.50 0.60 0.65 0.70 0.80 0.85 0,9 [2,0]
[0,3] [0,6] [0,7] [0,9] [1,0] [1,1] [1,3] [1,4] [1,6] [1,7] [1,8]

PVPX, válvula de descarga LS elétrica

PVPX, válvula de descarga LS elétrica


Símbolo Descrição Código numérico
PVPX, normalmente aberta: 12 V 157B4236
Pressão LS aliviada sem sinal para a PVPX.
24 V 157B4238

PVPX, normalmente fechada: 12 V 157B4246


Pressão LS aliviada com sinal para a PVPX.
24 V 157B4248

PVPX, normalmente aberta com cancelamento manual: 12 V 157B4256


Pressão LS aliviada sem sinal para a PVPX.
24 V 157B4258
Cancelamento manual de seleção DE da bomba LS.

- Plugue 157B5601

56 | © Danfoss | November 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVPC, plugue para alimentação externa de óleo piloto

PVPC, plugue para alimentação externa de óleo piloto


Símbolo Descrição Código numérico
PVP, G ½, 157B5400
Plugue sem válvula de retenção 12 mm de
para válvula de centro aberto ou profundidade
fechado.
1/2 pol - 20; -
0,47 pol de
profundidade

PVP, G ½, 157B5600
Plugue com válvula de 12 mm de
retenção para válvula de profundidade
centro aberto.
1/2 pol - 20; 157B5700
0,47 pol de
profundidade

Spools FC padrão

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
Vazão com compensação de pressão: /min [US gal/min] Símbolo ISO Símbolo Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min]
F E D C B A AA AA A B C D E F
130 100 65 40 25 10 5 [1,3] 5 [1,3] 10 25 40 65 100 130
[34,3] [26,4] [17,2] [10,6] [6,6] [2,6] [2,6] [6,6] [10,6] [17,2] [26,4] [34,3]

7026 7024 7023 7022 7021 7020 7025 B A 7005 7000 7001 7002 7003 700 7006
4

P T 157-02.11

4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada.
7126 7124 7123 7122 7121 7120 7125 B A 7105 7100 7101 7102 7103 710 7106
4

P T 157-03.11

4 vias, 3 posições
Estrangulada, posição neutra aberta.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 57 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
- - - - - - - - 7200 7201 7202 7203 720 -
4

3 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, P → A
- - - - - - - - - 7301 7302 7303 730 -
4

3 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, P → B
- 7424 7423 7422 7421 - - - - 7401 7402 7403 740 7406
4

3 vias, 3 posições
Estrangulada, A → T em posição neutra.

58 | © Danfoss | November 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
- 7524 7523 7522 7521 - - - - 7501 7502 7503 750 -
4

4 vias, 3 posições
Estrangulada, B → T em posição neutra.
- 7624 7623 7622 7621 7620 - - - - - - - -

157-139.10

157-140.10
4 vias, 4 posições
Posição neutra fechada.
Flutuação P →B → F

Spools FC padrão, atuação hidráulica

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min] Símbolo ISO Símbolo Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min]
E D C B A AA AA A B C D E
100 65 40 25 10 5 5 10 25 40 65 100
[26.4] [17.2] [10.6] [6.6] [2.6] [1.3] [1,3] [2,6] [6,6] [10,6] [17,2] [26,4]
9024 9023 9022 9021 9020 9025 9005 9000 9001 9002 9003 9004

B A

P T 157-02.11
4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada.
9124 9123 9122 9121 9120 9125 9105 9100 9101 9102 9103 9104

B A

P T 157-03.11
4 vias, 3 posições
Estrangulada, posição neutra aberta.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 59 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

Spools FC para posição de flutuação mecânica, PVMF

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min] Símbolo ISO Símbolo Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min]
F E D C B A AA AA A B C D E F
130 100 65 40 25 10 5 5 10 25 40 65 100 130
[34,3] [26,4] [17,2] [10,6] [6,6] [2,6] [1,3] [1,3] [2,6] [6,6] [10,6] [17,2] [26,4] [34,3]
- 9824 9823 9822 9821 9820 9825 - - - - - - -

BA

TPT
157-454.10
4 vias, 4 posições
Posição neutra fechada.
P→A→F
- 9624 623 9622 9621 - - - - - - - - -

157-139.10 157-140.10
4 vias, 4 posições
Posição neutra fechada.
Flutuação P → B → F

Spools FC para relaxamento por atrito, PVMR

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min] Símbolo ISO Símbolo Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min]
E D C B A AA AA A B C D E
100 65 40 25 10 5 5 10 25 40 65 100
[26,4] [17,2] [10,6] [6,6] [2,6] [1,3] [1,3] [2,6] [6,6] [10,6] [17,2] [26,4]
9724 9723 9722 9721 9720 - - 9700 9701 9702 9703 9704

B A

P T 157-02.11
4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada.
9734 9733 9732 9731 9730 - - 9710 9711 9712 9713 9714

B A

P T 157-03.11
4 vias, 3 posições
Estrangulada, posição neutra aberta.

60 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

Spools FC com característica de vazão linear

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min] Símbolo ISO Símbolo Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min]
E D C B A AA AA A B C D E
100 65 40 25 10 5 5 10 25 40 65 100
[26,4] [17,2] [10,6] [6,6] [2,6] [1,3] [1,3] [2,6] [6,6] [10,6] [17,2] [26,4]
9774 9773 9772 9771 - - - 9750 9751 9752 9753 9754

B A

P T 157-02.11

4 vias, 3 posições Posição neutra fechada.


9784 9783 9782 9781 - - - 9760 9761 9762 9763 9764

B A

P T 157-03.11
4 vias, 3 posições Estrangulada, posição
neutra aberta.
- - - - - - - - - - - 9794

4 vias, 3 posições Estrangulada, A → T em


posição neutra
- - - - - - - - - - - 9804

4 vias, 3 posições B → T em posição neutra

Spools PC padrão

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min] Símbolo ISO Símbolo Vazão comcompensação de pressão: l/min [US gal/min]
E D C B A AA AA A B C D E
100 65 40 25 10 5 5 10 25 40 65 100
[26,4] [17,2] [10,6] [6,6] [2,6] [1,3] [1,3] [2,6] [6,6] [10,6] [17,2] [26,4]

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 61 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
- 7033 7032 7031 7030 7035 7015 7010 7011 7012 7013 -

4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, PC → A e B
7134 7133 7132 7131 7130 7135 7115 7110 7111 7112 7113 -

4 vias, 3 posições
Estrangulada, posição neutra fechada, PC → A e B
7064 7063 7062 7061 - - - 7040 7041 7042 7043 7044

4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, PC → A
7074 7073 7072 7071 - - - 7050 7051 7052 7053 7054

4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, PC → B
7164 7163 7162 7161 - - - 7150 7151 7152 7153 7154

4 vias, 3 posições
Estrangulada, posição neutra aberta, PC → A
7174 7173 7172 7171 - - - 7150 7151 7152 7153 7154

4 vias, 3 posições
Estrangulada, posição neutra aberta, PC → B

62 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Descrição das peças e códigos numéricos

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
- 7473 7472 7471 7470 - - - - 7452 7453 -

4 vias, 3 posições
Estrangulada, A → T posição neutra, PC → B
- 7563 7562 - - - - - 7541 7542 7543 -

4 vias, 3 posições
Estrangulada, B→ T posição neutra, PC → A

Spools PC padrão, atuação hidráulica

PVB com válvula direcional LSA/B Código numérico 157B.... PVB sem válvula direcional LSA/B
Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min] Símbolo ISO Símbolo Vazão com compensação de pressão: l/min [US gal/min]
E D C B A AA AA A B C D E
100 65 40 25 10 5 5 10 25 40 65 100
[26,4] [17,2] [10,6] [6,6] [2,6] [1,3] [1,3] [2,6] [6,6] [10,6] [17,2] [26,4]
- - - - - - 9015 9010 9011 9012 - -

4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, PC → A e B
- - - - - - - - - 9042 9043 9044

4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, PC → A
- - - - - - - - - 9052 9053 9054

4 vias, 3 posições
Posição neutra fechada, PC → B

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 63 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Especificação de Pedido

Especificação de Pedido de PVG 32


O formulário pode ser obtido do setor de vendas da Danfoss. A página 66, Especificação de Pedido de PVG
32, inclui um formulário de Pedido da válvula hidráulica PVG 32. Tanto o quadro de seleção de módulo
apresentado nas páginas anteriores como o Pedido são divididos em campos: 0, 1-14, 15, 16, 17, a, b, c, e, f.
Cada módulo tem seu campo próprio:

0 – Seção de entrada incluindo: • PVP, módulo lateral de entrada de bomba


• PVPC, plugue para alimentação externa de
óleo piloto
• PVPX, Válvula de descarga LS elétrica
1-14 – Seção de trabalho incluindo: a: Atuador mecânico PVM (ou PVE na opção montada)
b: Válvula antichoque/sucção PVLP e válvula de sucção PVLA
c:
• PVMD, tampa para atuação mecânica
• PVH, tampa para atuação hidráulica
• Atuador elétrico PVE (ou PVM na opção montada)

e: PVBS, spool principal


f: PVB, módulo básico
15 PVS, Placa final

16 Pintura PVAS, Kit de montagem

Devem ser informados:


• Códigos numéricos requeridos de todos os módulos
• Configuração (P) requerida para o módulo lateral de bomba
• Configuração requerida de válvulas limitadoras de pressão LSA/B; consultar abaixo o guia de
configuração de pressão.

Renovação de Pedido
O espaço no canto superior direito do formulário é preenchido pela Danfoss. Os códigos numéricos de
todo o grupo de válvulas especificadas (PVG Nº) são anotadas neste espaço.
No caso de renovação de um pedido, tudo que o cliente precisa fazer é anotar o número designado pela
Danfoss na confirmação do Pedido inicial.

64 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Especificação de Pedido

Limites de configuração de pressão


A pressão máxima de configuração das válvulas limitadoras de pressão LSA ou LSB depende da
configuração de pressão escolhida para a válvula antichoque PVLP. Os valores máximos
recomendados para evitar interação são encontrados na tabela abaixo.
Os valores na tabela foram calculados de acordo com as seguintes expressões:
• PVLP ≤150 bar: LSA/B ≤ 0.8 × PPVLP
• PVLP >150 bar: PPVLP - LSA/B ≥ 30 bar.

Configuração máxima de pressão de válvulas LSA e LSB em relação à válvula antichoque PVLP.
Pressão da PVLP Máx. para LSA/B Mín. para LSA/B

bar [psi] bar [psi] bar [psi]


32 [460] - - 30 bar] [435 psi]
50 [725] 40 [580]
63 [914] 50 [720]
80 [1160] 64 [930]
100 [1450] 80 [1160]
125 [1813] 100 [1450]
140 [2031] 112 [1625]
150 [2175] 120 [1740]
160 [2320] 130 [1885]
175 [2838] 145 [2100]
190 [2755] 160 [2320]
210 [3045] 180 [2610]
230 [3335] 200 [2900]
240 [3480] 210 [3045]
250 [3625] 220 [3190]
265 [3843] 235 [3408]
280 [4061] 250 [3625]
300 [4351] 270 [3915]
320 [4641] 290 [4205]
350 5075 320 4641
380 5511 350 5075
400 5801 370 5366

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 65 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

Especificação de Pedido

Folha de Especificação da PVG 32

Montagem padrão e opcional


O grupo de válvulas PVG 32 é montado conforme apresentado no quadro de seleção, se o código
numérico da PVM estiver anotado no campo "a" e o código numérico da PVMD, PVE ou PVH estiver no
campo “c”.
O grupo de válvula é montado de maneira que o atuador mecânico é montado na extremidade oposta
do módulo básico, se o código numérico da PVM estiver anotado no campo "c" e o código numérico da
PVMD, PVE ou PVH estiver no campo “a” .

66 | © Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 Tradução: 3az@az.com.br


Informações Técnicas
Grupo de Válvulas Proporcionais PVG 32

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 67 Tradução: 3az@az.com.br


Produtos que oferecemos: A Danfoss Power Solutions é fabricante e distribuidor mundial de componentes hidráulicos
e eletrônicos de alta qualidade. Somos especializados em fornecer tecnologia e soluções no
• Motores de eixo inclinado
estado da arte que superam em excelência as mais agressivas condições de operação do
• Bombas de pistões axiais para mercado de equipamentos fora de estrada. Com base em nossa expertise em aplicações
circuitos fechados e motores extensivas, trabalhamos em cooperação com nossos clientes para garantir uma performance
• Telas excepcional para uma ampla variedade de veículos fora de estrada.
• Direção eletrohidráulica Ajudamos OEMs de todo o mundo a agilizar o desenvolvimento de sistemas, reduzindo custos
• Sistemas eletrohidráulicos e colocando veículos no mercado de maneira mais rápida.
• Direção hidráulica Danfoss – Sua parceira mais forte em hidráulica automotiva.
• Sistemas integrados Visite nosso website www.powersolutions.danfoss.com para obter mais informações
• Joysticks e manetes de controle sobre nossos produtos.
• Microcontroladores e Software Onde houver veículos fora de estrada em operação, lá também estará a Danfoss. Fornecemos
• Bombas de pistões axiais para suporte especializado aos nossos clientes em todo o mundo, garantindo as melhores soluções
circuito aberto possíveis para excelência de performance. Com uma extensiva rede de Parceiros Globais de
• Motores orbitais Serviços, também fornecemos serviço global para todos os nossos componentes.
• GUIA do PLUS+1® Entre em contato com o representante mais próximo da Danfoss Power Solutions..
• Válvulas proporcionais
• Sensores
• Direção
• Comandos para caminhões
betoneira

Comatrol
www.comatrol.com Endereço local:
Turolla
www.turollaocg.com
Hydro-Gear
www.hydro-gear.com
Daikin-Sauer-Danfoss
www.daikin-sauer-danfoss.com

Danfoss
Power Solutions Trading
Danfoss Danfoss Danfoss (Shanghai) Co., Ltd.
Power Solutions (US) Company Power Solutions GmbH & Co. OHG Power Solutions ApS Building #22, No. 1000 Jin Hai Rd
2800 East 13th Street Krokamp 35 Nordborgvej 81 Jin Qiao, Pudong New District
Ames, IA 50010, USA D-24539 Neumünster, Germany DK-6430 Nordborg, Denmark Shanghai, China 201206
Phone: +1 515 239 6000 Phone: +49 4321 871 0 Phone: +45 7488 2222 Phone: +86 21 3418 5200

A Danfoss não assume responsabilidade por eventuais erros em catálogos, folhetos, e outros materiais impressos. A Danfoss se reserva o direito de modificar seus produtos sem aviso prévio. Isto também se aplica
aos produtos com pedidos já colocados, contanto que essas modificações possam ser feitas sem afetar as especificações já acordadas.
Todas as marcas registradas referidas neste documento são de propriedade das respectivas empresas. A Danfoss e a logomarca da Danfoss são marcas registradas da Danfoss A/S. Todos os direitos reservados.

© Danfoss | Novembro 2017 BC00000038en-US0803 | 68 Tradução: 3az@az.com.br

Você também pode gostar