Você está na página 1de 6

Cultura do Sorgo

CULTURA DO SORGO

1- Introdução crescimento diminui. O sistema radicular é


profundo e ramificado, o que aumenta a
O sorgo é uma planta que tem eficiência na extração de água da solução
origem na África e em parte da Ásia. de solo. As folhas possuem um bom siste-
Embora seja uma cultura muito antiga, ma de transpiração que evita a perda de
seu desenvolvimento se deu, em várias água. Necessita de temperaturas médias
regiões do mundo, somente no final diárias acima de 18º C na fase de floresci-
do século XIX. No Brasil, sua expan- mento, e as melhores condições térmicas
são se iniciou na década de 70, prin- situam-se entre 26 e 30º C. A temperatu-
cipalmente no Rio Grande do Sul, em ra média anual de 18º C é considerada o
São Paulo, na Bahia e no Paraná. No limite inferior para o cultivo do sorgo.
Estado de Minas Gerais a cultura vem Durante o ciclo da planta, a quan-
crescendo de forma acentuada nos úl- tidade de água exigida varia de 450 a
timos anos, especialmente nas regiões 500 mm. Existem dois períodos críticos
do Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba e quanto à disponibilidade de água no
Noroeste Mineiro, como alternativa de solo. O primeiro ocorre imediatamente
plantio de safrinha ou segunda safra. à realização do plantio e vai até 20 a 25
Na região Norte de Minas, principal- dias após a germinação. O segundo pe-
mente em função das baixas precipi- ríodo ocorre durante a fase de floração.
tações pluviométricas, o sorgo é uma Ao planejar o plantio, deve-se pro-
opção de cultivo, devido à sua grande curar o momento em que, historica-
resistência a períodos de estiagem, e mente, o período de temperaturas mais
tem sido muito utilizado na produção altas e de maior intensidade de chuva
de silagem. Nos países em desenvolvi- coincida com o enchimento dos grãos,
mento, o sorgo é muito usado na ali- fase de maior exigência da planta.
mentação humana, enquanto que, em
países desenvolvidos, é empregado 3 - Escolha do terreno
basicamente na alimentação animal.
O solo para a cultura de sorgo deve
2 - Clima ter boa porosidade, para facilitar o de-
senvolvimento das raízes e a infiltração
O sorgo é considerado uma planta da água.
tolerante a altas temperaturas e à seca, A rotação de culturas é uma prá-
mas, havendo deficit hídrico, a sua taxa de tica que deve ser adotada como forma
de manejo do solo, visando manter e feitas para incorporação do calcário,
ou melhorar as características do ter- quando necessário.
reno e obter produtividades maiores. 5.2- Sistema de plantio direto:
No plantio direto não há o revolvi-
4 - Calagem mento do solo. O preparo é feito com
a dessecação das gramíneas, com o uso
A aplicação de calcário deve ser feita
de herbicida e ou outro mecanismo,
de acordo com os resultados da análise com o objetivo de manter uma palhada,
química do solo. É bom lembrar que a to- que funciona como cobertura morta do
xidez causada por alumínio é um fator im- solo, para protegê-lo dos raios solares,
portante, pois a presença dele em excesso facilitando a infiltração da água e ou-
torna o solo ácido, limitando a produção. tros benefícios.
A coleta das amostras para análi-
se em laboratório é muito importante, 6 - Cultivares
pois a amostragem deve representar Na escolha da cultivar, deve-se le-
bem o tipo de terreno. Para isso, deve- var em consideração a finalidade à qual
-se dividir a área em glebas homogê- o plantio se destina, se à produção de
neas (de mesmo tipo) e em cada gleba grãos, à produção de silagem para ali-
coletar várias amostras (simples), para mentação de bovinos ou ao pastejo dos
obter uma amostra final (composta). animais. Devem-se considerar também as
Em caso de dúvida, solicitar a orien- características de cada cultivar, a região
onde o plantio será realizado, as reco-
tação de um técnico.
mendações da pesquisa e o zoneamen-
to agroclimático feito pelo Ministério da
5 - Preparo de solo Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
As finalidades do preparo de solo
são facilitar a germinação e contribuir 7 - Tratamento de sementes
para o bom desenvolvimento das raízes, O tratamento de sementes é muito
bem como promover a infiltração de importante para proteção da planta, tan-
água no solo. to no combate às pragas iniciais, quanto
na prevenção de doenças. Logo deve-se
5.1- Sistema convencional de cultivo:
fazer uma combinação de produtos que
Normalmente são realizadas uma controlem, ao mesmo tempo, insetos e
aração e duas gradagens, sendo a pri- doenças.
meira logo após a aração e a segunda Para obter o receituário agronômi-
para nivelamento da área nas vésperas co com a indicação dos produtos, con-
do plantio. Essas operações podem ser sultar um técnico.
Características das principais cultivares de sorgo
Popula Presença
Categoria Cor do Produtividade
Cultivar Uso ção de tanino Características especiais
comercial grão (t/ha)
(mil/ha) no grão
Híbrido 4-6
BR 304 Grãos Vermelho 160-180 Ausente Porte baixo,excelente para safrinha, precoce.
granífero (grãos)

Híbrido 4-6 Maior resistência às doenças foliares mais


BRS 307 Grãos Vermelho 140-160 Ausente
granífero (grãos) comuns do sorgo, desenvolvido para safrinha.
Alto potencial de produção, resistência às
Híbrido 4-5 doenças foliares mais comuns do sorgo e
BRS 310 Grãos Vermelho 150-180 Ausente
granífero (grãos) desenvolvido principalmente para o plantio em
sucessão.
50-60 (matéria
BRS 506 Variedade Silagem Branco 110-120 Ausente Insensibilidade ao fotoperiodismo.
verde)
15-18 (matéria
Alta produtividade de matéria seca, qualidade
Híbrido seca)
BR 610 Silagem Vermelho 120-140 Ausente de silagem, ótima sanidade foliar, resistência ao
forrageiro 50-60 (matéria
acamamento.
verde)
Híbrido 35-40 Silagem de alto valor nutritivo, alta resistência ao
BR 700 Silagem Marrom 140-170 Presente
forrageiro (matéria verde) acamamento, plantio preferencial no verão.
Especial para corte e ou pastejo, alta
Híbrido 45-60
Corte e energia, alta proteína, grande capacidade
BRS 800 corte e - 300-600 (3 cortes - -
pastejo de perfilhamento, grande velocidade de
pastejo matéria verde)
crescimento.
Especial para corte e ou pastejo, alta
Híbrido 45-60
Corte e energia, alta proteína, grande capacidade
BRS 801 corte e - 300-600 (3 cortes - -
Pastejo de perfilhamento e grande velocidade de
pastejo matéria verde)
crescimento.
Fonte: Tabela de Cultivares Embrapa, adaptação Emater–MG
8 - Época de plantio 11 - Tratos culturais
A época de plantio vai depender se O controle de plantas daninhas
o cultivo for de verão ou de safrinha. No deve ser feito mediante a associação de
caso do cultivo de verão, a semeadura cultivos por tração animal e motorizados
deve ser realizada no início do período e capinas manuais, de modo a manter a
chuvoso. Para o plantio de safrinha, o cultura no limpo (livre de competição),
mesmo deve ser feito logo em seguida à até 50 dias de idade.
colheita da safra normal.
12 - Pragas e doenças
9 – Adubação
As pragas merecem um cuidado es-
A adubação de plantio deve ser fei- pecial do produtor. É preciso acompanhar
ta de acordo com os resultados da análise e identificar as pragas e saber quando elas
do solo. Na sua falta, deverão ser utiliza- causam danos econômicos. As pragas sub-
dos 300 kg por hectare de adubo fórmula terrâneas, como: larva-arame, bicho-bolo,
4-20-20. A adubação de cobertura deve pão-de-galinha e corós, causam prejuízos
ser realizada quando as plantas atingirem na fase inicial e devem ser controladas por
30 a 40 centímetros de altura, usando 150 meio do tratamento de sementes.
kg de sulfato de amônio por hectare. O sorgo pode adquirir doenças
provocadas por bactérias, fungos ou ví-
10 – Espaçamento e densidade rus. Entre as mais comuns, citam-se:

No cultivo de sorgo para colheita • Doenças causadas por bactérias:


de grãos, utilizar o espaçamento de 50 risca bacteriana e estria bacteriana.
a 70 cm entre as fileiras, com 15 a 18 • Doenças causadas por fungos:
sementes por metro linear. helmintosporiose, podridão-do-
Em cultivo para silagem, utilizar espa- colmo e pedúnculo, antracnose do
çamento de 80 a 90 cm entre as fileiras, colmo, podridão-seca-do-colmo e
com 13 a 15 sementes por metro linear. doença açucarada do sorgo.
Para o sorgo pastejo, o plantio • Doença causada por vírus: mosaico
pode ser feito tanto em linhas como a da cana-de-açúcar.
lanço. No plantio em linhas, utilizar es-
paçamento de 30 cm entre as linhas, O controle deve ser feito de forma
com 20 a 25 sementes por metro linear, preventiva, com escolha de variedades,
e, no caso de plantio a lanço, utilizar 20 boa adubação e nutrição das plantas.
a 30 kg de sementes por hectare. Quando do aparecimento de sintomas de
O plantio deve ser feito na profun- doença, fazer aplicação de produto quími-
didade de 3 a 5 centímetros. co, seguindo o receituário agronômico.
13 – Colheita são o gorgulho, a traça-dos-cereais,
o besouro pequeno dos grãos e o be-
Para a produção de grãos e realiza- souro das farinhas, que podem atacar
ção da secagem artificial, o ponto ideal o produto em qualquer sistema de ar-
da colheita é quando os grãos estiverem mazenagem.
com teor de umidade entre 14 e 17%.
A secagem artificial é feita até os grãos
Alguns cuidados ambientais de-
atingirem 12 a 13% de teor de umida-
vem ser tomados para implantação
de. Sem a secagem artificial, a colheita só
de culturas como milho e sorgo. Em
pode ser feita quando os grãos estiverem
relação à localização, respeitar a faixa
com a umidade de12 a 13%.
ciliar necessária, o plantio em nível e
Para ensilagem, o ponto ideal é
sempre que possível optar pelo plan-
quando a planta inteira atinge, pelo me-
tio direto com menor remoção de solo,
nos, 30% de matéria seca. Na prática, o
promover a rotação de cultura, sempre
produtor poderá se basear no ponto de
que possível optar pelo controle bioló-
formação da camada preta.
gico de pragas e doenças. Essas ações
Para o corte verde, o ponto ideal é
promovem a conservação de solo e do
quando a planta atinge o ponto de em-
meio ambiente.
borrachamento ou a idade de 50 a 55
dias pós-semeadura.
Para pastejo e fenação, o ponto
ideal está entre 80 e 100 cm de altura, EMATER–MG/MCTI/CONV.
que ocorre com a idade de 30 a 40 dias 01.0191.00/2008
pós-semeadura ou início da rebrota.

14 – Armazenamento Eng.º Agr.º


Wilson José Rosa
O sorgo pode ser armazenado por
Departamento Técnico da Emater–MG
longo período, sem ocorrerem perdas
Foto de Capa: Maurício Almeida
significativas da qualidade. A arma-
Janeiro de 2016
zenagem deve ser feita em local seco,
ventilado e protegido contra o ataque Série Ciências Agrárias
de insetos e roedores. As principais Tema Agricultura
pragas do grão de sorgo armazenado Área Culturas

Você também pode gostar