Você está na página 1de 14

GESTÃO PARA INOVAÇÃO

Design Thinking como


Ferramenta na Gestão em
Saúde.
DESIGN DO INVISÍVEL

“PARA CONSEGUIRMOS ALCANÇAR UM


FUTURO DIFERENTE PRECISAMOS
PRIMEIRAMENTE DE UMA MUDANÇA DE
COMPORTAMENTO. É POR ISSO QUE HOJE O
DESIGN MAIS IMPORTANTE É O INVISÍVEL:
AQUELE QUE TRATA DE CRENÇAS, HÁBITOS,
VALORES E SISTEMAS.”

STEVEN HELLER
A recém formada
QUEM É O UNICÓRNIO?

Técnicamente competente
Status quo

Emocionalmente competente
70% dos profissionais são demitidos por incompetecia
emocional

Criativo
Soluções prática, rapidas e eficientes.

Intraempreendedor
Quais os desafios que
você enxerga no trabalho
de Gestor de saúde?
80%

60%
PESQUISA DE SATISFAÇÃO
DOS USUÁRIOS DE
HOSPITAIS
UNIVERSITÁRIOS FEDERAIS 40%

Consolidação - 2018
20%

0%
Treinamento Insatisfação Comunicação Engajamento
O que o paciente vê
x
O que acontece
Como o Design pode ajudar
para a redução desses
problemas?
Erros
Chiavenato - 2008

PROCESSO PESSOAS SISTEMA


Centrado em pessoas (Paciente
/Cliente)

Design Thinkig
Soluções simples e criativas
Empatia

Engajamento
Nos serviços de saúde, ao colocar em
prática esta estratégia, se torna
fundamental que os gestores
consigam captar e entender
profundamente a experiência dos
usuários em seus serviços, desde a
entrada até o pós-alta, e o que poderia
ser feito para melhorá-la.
CENTRADA NO
PREDITIVA
SER HUMANO
AS PREMISSAS DA O objetivo é prever e cuidar
O foco do setor passa a ser
das pessoas, impedindo o
em desenvolver o bem estar
NOVA SAÚDE das pessoas, utilizando a
surgimento da doença ou
acelerando o processo de
tecnologia como meio e não
cura;
fim;

É ÚNICA É HOLÍSTICA
Visto que não apenas
Cada pessoa tem um quadro
considera a saúde física dos
clínico particular o que
indivíduos mas também
demanda também uma
como os fatores ambientais,
atenção e oferta de produtos
emocionais e espirituais
e serviços personalizados;
influenciam no bem estar
Precisamos também revisar e
construir novos processos
(TESTAR) em que estas
informações passem a trabalhar
a nosso favor, nos levar da
gestão de doenças para a
prevenção, que foque na
manutenção da Saúde! Esta foi a
razão da capa da renomada
revista The Economist no mês de
fevereiro de 2018 – os dados que
MALAK EL HALABI
contam nossa história precisam
mudar as condutas que
adotamos e das que são
prescritas para nós. É o design
da saúde personalizada!
O DESIGN SE TORNOU
IMPORTANTE DEMAIS PARA
SER DEIXADO SOMENTE NAS
MÃOS DOS DESIGNERS.
TIM BROWN

BORA
LÁ!

Você também pode gostar