Você está na página 1de 9

Mês/Ano de Referência:

ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO - APR _____________de 2021

INSTALAÇÃO: SE Caetité Norte EMISSÃO: 01/09/2021 VALIDADE: 01/10/2021 Nº APR 001/2021


LOCALIZAÇÃO: Fazenda Capão do Plácio , S/N, Zona Rural de Caetité- Ba, CEP: 46.400-000
DESCRIÇÃO DO TRABALHO: Serviços de Compactação de Solo com Rolo Compactador e Molhagem da Terra com Caminhão Pipa
ELABORAÇÃO / FUNÇÃO Glauber Miranda de Carvalho - Engenheiro de Seguranção do Trabalho
 NR – 06 EPI’s;
 NR – 10 Segurança em eletricidade;
 NR – 11 Transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais;
 NR – 12 Máquinas e equipamentos;
PROCEDIMENTOS EXISTENTES:
 NR – 17 Ergonomia;
 NR – 18 Condições e meio ambiente de trabalho na industria da construção;
 NR – 21 Trabalhos a céu aberto;
 NR – 26 Sinalização de segurança.
REGRAS BÁSICAS DE SEGURANÇA
 NUNCA Executar atividades para a qual não esteja treinado / capacitado ou autorizado;
 NUNCA executar tarefas sem obedecer aos procedimentos e diretrizes de SST;
 NUNCA Expor a si próprio ou outro empregado à situações de risco;
 NUNCA Improvisar ou fazer adaptações em ferramentas, máquinas e equipamentos e ou utiliza-los para fins diferentes dos que foram projetados;
 NUNCA Omitir dados e/ou informações sobre desvios, quase acidentes ou acidentes ocorridos;
 NUNCA trabalhar sem a devida utilização de EPl's dimensionados para a função / tarefa;
 NUNCA Dirigir ou operar máquinas ou equipamentos motorizados sem a devida autorização ou tornar inoperante os dispositivos de segurança;
 NUNCA trabalhar em altura sem utilizar os dispositivos de segurança;
 NUNCA transitar em baixo ou em área de risco de queda de carga suspensa;
 NUNCA executar intervenções em equipamentos, ou instalações elétricas sem adotar as medidas preventivas de controle de risco elétrico;
 NUNCA Utilizar fones de ouvido ou falar ao celular enquanto executa suas atividades;
 NUNCA dê as costas para máquinas em movimentos, buracos ou escavações;
 PROIBIDO MANTER PESSOAS ESTRANHAS ou NÃO AUTORIZADAS, bem como animais NA ÁREA DE TRABALHO;
 FAZER uso de protetor solar e ingerir água periodicamente;
 OBRIGATÓRIO MONTAR a ÁREA DE VIVÊNCIA num raio de distância segura da movimentação e elevação de carga, (Poste, container e outros).
 SEMPRE deixar os veículos estacionados de ré nas frentes de serviços onde prevaleça acesso às frentes de serviços;
 SEMPRE realizar Check List dos cintos de segurança antes das atividades;
 EXPRESSAMENTE PROIBIDA a permanência de pessoas sob carga suspensa durante o içamento da mesma;
 17 - TESTES E INSPEÇÕES PERIÓDICAS em morcetes, catracas, tifor, cabos e estropos de aço e clips utilizados em manobras de içamento de materiais. Quando encontrado alguma irregularidade TERÁ QUE SER
SUBSTITUÍDO IMEDIATAMENTE;
 Manter a área da montagem sinalizada;
 19 - EXPRESSAMENTE PROIBIDO arremessar objetos / equipamentos / materiais de cima do container/poste/ maquinas de grande porte em direção ao solo;
 PROIBIDO o uso de adornos (anel, brinco, corrente, relógio, pulseira etc.) quando em atividade no campo;
 PROIBIDO o uso de canivete, facas;
 Faz-se OBRIGATÓRIO O USO DO ÓCULOS DE SEGURANÇA DURANTE TODA AS ETAPAS DE ATIVIDADES DESTA APR.
ITEM FASE DA FONTE CATEGORIAS FATOR DE MEDIDAS DE PREVENÇÃO,
RISCOS POSSÍVEIS EFEITOS
Nº TAREFA GERADORA F S GR RISCO CORREÇÃO E CONTROLE
 Isolar a área;
Passagem de pessoas  Verificar se existe espaço para
Acidentes com pessoas
próximas e/ou no Lesões em geral: braços, movimentação das pessoas envolvidas e
01 Isolamento da área próximas a realização B II 1 Acidente
local da realização pernas, tronco. para caso de emergências;
da tarefa.
do serviço.  Manter isolamento o mais distante
possível de locais contaminantes.
02 Preparação do Atropelamento, queda Falta de informação, Danos em pessoas B II 1 Acidente  A supervisão e equipe devem receber as
pessoal e da área de mesmo nível, falta de podendo levar a morte. orientações mínimas pelo método de
projeção de particulas, comunicação, falta integração de segurança;
impacto por/contra. de atenção,  Todos devem estar ciente dos riscos e
brincadeiras em medidas de controle existentes da área da
momento Construção por meio de treinamento da
inadequado. presente APR e de acordo com a função de
cada colaborador;
 A supervisão Realizará Diálogo Diário
de Segurança antes de dar início ao
reconhecimento das áreas;
 O reconhecimento da área onde serão
executadas as atividades, deverão estar
acompanhados do responsável se caso
exigido, conforme sinalização local, utilizar
os EPI’s mínimos obrigatórios: Capacete
com jugular, Protetor auricular, óculos de
proteção contra impactos, colete ou
uniforme com tarja refletiva e botina de
segurança;
 Observação, entendimento e
cumprimento das informações contidas na
Sinalização de Segurança Local, uso do
cinto de segurança e trafegar com o alerta
ligado dentro da planta;
 Iniciar e manter Interface com
Supervisão e operadores responsáveis pelas
áreas;
 Manter interface com supervisão e
colaboradores das empresas executantes das
atividades;
 Velocidade máxima permitida para o
trafego de veículos automotores no interior
da Planta 20 km, utilizando o cinto de
segurança;
 Antes de iniciar qualquer atividade de
risco, o encarregado deve solicitar a
avaliação do local x atividade junto ao TST
para a avaliação preliminar do local e
orientação quanto aos riscos e medidas de
controle, após esse processo a equipe de
segurança dará inicio ao procedimento de
liberação formal de trabalho.
 Realizar DSS de acordo com a atividade;
 Utilização de EPI´s tais como: protetor
solar, uniforme adequado, óculos de
segurança, capacete de segurança, protetor
auditivo, luvas, calçado de segurança,
Exposição contínua perneira, dentre outros;
Insolação, Resfriados,
aos eventos da  Inspecionar o local de trabalho antes da
Trabalhos a céu Falta de uso correto Doenças pulmonares tais
03 natureza tais como A II 1 Físico atividade verificando se há animais
aberto de EPI´s. como: bronquite;
(sol, névoa, frio, peçonhentos;
Desidratação.
poeira).  Orientação aos funcionários a ingerir
bastante líquido (água fresca) durante a
jornada de trabalho;
 Em caso de qualquer tipo de ocorrência
anormal, acionar imediatamente o
encarregado ou superior mais próximo.
04 Mobilização e Queda em mesmo Falta de informação, Ferimentos, alergias, C II 2 Acidente  Não adentrar em áreas de matas sem
desmobilização de nível, exposição à falta de queimaduras, estar utilizando perneiras;
máquinas e radiação solar, comunicação, falta intoxicações, mal estar,  Ter atenção com a irregularidade do piso
equipamentos atropelamento, picadas de atenção, dores musculares, e possíveis buracos e valas nas áreas de
e/ou mordidas, queda brincadeiras em hora surdez, danos em marcação da obra;
com diferença de errada,animais pessoas podendo levar a  Sinalizar a área de marcação para evitar
nível, ruído. peçonhentos, morte. que pessoas tropecem ou danifiquem a
deficiência de marcação;
iluminação.  Se necessário, manter sinaleiro no local,
devidamente treinado, com uso obrigatório
de colete refletivo;
 Comunicar o acesso a frente de trabalho
ao encarregado e segurança do trabalho,
manter distância da movimentação maquina
e equipamentos, em caso de necessidade
solicitar aos operadores dos caminhões e
maquinas a paralisação;
 Verificar possíveis interferências com
outras atividades no local;
 Fazer o uso dos EPI´s (capacete com
jugular, óculos de segurança, protetor
auditivo, luva de segurança (em caso de
necessidade) e mista (vaqueta ou raspa) e
botina de segurança, colete refletivo;
 Em caso de medição na mata deverá ser
solicitado a capina, limpeza do local;
 Atividades noturnas deverão ter
iluminação artificial (refletores);
 Utilizar protetor solar durante o turno
matutino e vespertino.
05 Serviços de  Utilização da máquina por pessoal
Espalhamento e autorizado e qualificado;
Nivelamento de Lesões, cortes, fraturas,
Atropelamento e Manobras de  Os equipamentos deverão estar dotados
Materiais com traumatismos, B II 1 Acidente
colisões marcha-à-ré e giro. de alarme sonoro de ré;
Motoniveladora esmagamentos e morte
 Considerar inclinações do terreno para
evitar acidentes por giros descontrolados.
Trabalho em
posições
Problemas na coluna e  Manter a postura adequada, com as
inadequadas, Lesões na coluna e
articulacoes das mãos, B II 1 Ergonômico costas bem apoiadas, e;
monotonia e articulações.
joelho e cotovelo.  Fazer pausas regulares.
repetitividade de
movimentos.
 Considerar inclinações do terreno para
evitar tombamento;
Lesões, cortes, fraturas,  Manter a velocidade de circulação dentro
Tombamento do Movimentação do
traumatismos, A III 1 Acidente do limite máximo permitido;
veículo. equipamento.
esmagamentos e morte.  Dentro do canteiro as manobras devem
ser realizadas de maneira suave e lenta,
sempre sinalizando os movimentos.
Impacto dos Falta de sinalizacao, Lesões, cortes, fraturas, D II 3 Acidente  Manter frente de trabalho limpa e
trabalhadores com organizacao e traumatismo e morte. organizada;
elementos da obra e do limpeza.  Treinamentos ou DDS sobre os riscos da
equipamento. grade e seus impactos;
 Manutenção do equipamento em dias e
operador em condições de trabalhar;
 Substituir sinalizações com problema;
 Recolher sobras de material ao término
dos serviços;
 Orientar os trabalhadores sobre a
importância de se manter o canteiro limpo e
organizado.
 Usar todos os EPI´s necessários;
 Treinamentos ou DDS sobre os riscos
existentes ao se trabalhar com trator e
Buracos e valas grade;
Lesões, cortes, fraturas,  DDS sobre os riscos ao adentrar e descer
Quedas abertos sem B II 1 Acidente do equipamento;
traumatismo e morte.
proteção.  Falta de sinalização;
 Orientar os trabalhadores sobre a
importância de se manter o canteiro limpo
e organizado.
Problemas Posturas inadequadas Lesões na coluna  Adotar posturas ergonomicamente
ergonômicos, lesões para o transporte cervical, cansaço, corretas para a execução das atividades;
em ou pressamento de manual de cargas, esmagamento, fratura,  Transportar apenas o que for suportável
membros, quedas de manuseio inadequado cortes, luxações, por pessoa. Não transportar sozinho cargas
mesmo nível, impactos de equipamentos, quaimadura solar, superiores a 30kg. Em caso de cargas com
por e contra e peso excessivo e fadiga. peso superior ao informado, solicitar ajuda
insolação. transporte ao colega ou supervisor;
inadequado, falta de  Manter o máximo de atenção na
atenção quanto á execução das tarefas;
presença de desníveis  Manter distância segura entre os
Limpeza de área e no terreno, Acidente colaboradores. Afastar as pessoas não
06 recolhimento de proximidade B II 1
Ergonômico envolvidas na tarefa;
materiais. excessiva entre os  Utilizar todos os EPI´s recomendados:
colaboradores, falta óculos de segurança, capuz em brim,
de utilização dos EPI capacete com jugular, botas com biqueira
´s, não cumprimento de aço, fardamento com mangas compridas,
de procedimentos de luvas de vaqueta ou raspa;
segurança, exposição  Passar protetor solar 30 minutos antes da
excessiva ao sol sem exposição solar, reaplicar a cada 2 horas.
o uso de proteção Ingerir bastante líquidos;
solar.  Cumprir todas as normas e padrões de
segurança exigidos.
07 Risco comuns a Animais e/ou insetos Picada e/ou mordida Cortes, ferimentos, C III 3 Físico  Maior atenção no local onde será
todos. com peçonha, por animais e/ou lesão, fratura, danos a Quimico executando o serviço quanto à falta de
variações atmosféricas insetos, eventuais saude, morte e Acidente condições atmosféricas (chuva, ventos
(ventos fortes, chuvas, posturas incorretas, suspenção da operação. Ergonômico fortes);
raios), ergonomia torções, lombalgias  Avaliar a ausência de animais e / ou
incorreta, batida por na execução dos insetos com peçonha;
contra equipamentos serviços, não utilizar  Inspecionar as ferramentas de trabalho,
e/ou ferramentas e no os EPI´s EPI´s e equipamento e substituindo as não
deslocamento, corretamente, conformes ou com isolamento
acidentes com as ausência de comprometido;
 Utilizar sempre roupas de mangas longas
sinalização, e passa protetor solar e utilizar da bala
desorganização e clava ou touca tipo árabe;
falha na  O colaborador deve executar suas
comunicação no atividades adotando posturas
local onde esta ergonomicamente correta;
mãos.
executando a  Não trabalhar sozinho;
atividade, colocar as  Manter o local de trabalho, organizado,
mãos em locais sinalizados e/ou isolados;
improprios.  Não colocar as mãos em partes moveis,
superficies aquecidas, cortantes e em
produtos quimicos;

(F) – FREQUÊNCIA = (A) Extremamente remota (B) Remota (C) Improvável (D) Provável (E) Frequente
(S) – SEVERIDADE = (I) Desprezível (II) Marginal (III) Crítica (IV) catastrófica
(GR) – GRAU DE RISCO = (1) Desprezível (2) menor (3) Moderado (4) Sério (5) Crítico

EPI / EPC INSTRUÇÃO OPERACIONAL OBRIGATORIEDADE DA EMPRESA / COLABORADOR


 Fardamento completo;  Ao deslocar-se verificar as condições dos acessos quanto aos obstáculos e  Todos os profissionais antes de iniciarem suas atividades deverão passar por
 Botas de couro com interferências em seu trajeto, não improvisar acessos, manter a área limpa Treinamento de Integração, Ordem de Serviço e Código de Conduta, receber os
biqueira de composite; e organizada, utilizar todos os Epis básicos e fica proibido pular e correr EPl's adequados à sua função e atividade.
 Capacete aba frontal nas frentes de serviço.  Respeitar as normas de SST (Segurança/ Saúde Ocupacional) normativas,
com jugular;  Antes de iniciar a movimentação do equipamento,o operador deverá contratuais e corporativas bem como as normas de sinalizações/ placas locais.
 Óculos de segurança; vistoriar o raio de giro da maquina e fazer contato com os sinaleiros e  Participar eventualmente, quando houver necessidade, de Treinamento/ Curso de
 Respirador semifacial; apontadores próximos.Todos envolvidos na atividade fazer o uso do colete NR 10, NR-12 e NR-35.
 Luva de segurança; refletivo. Fica proibido dar carona para pessoas que não fazem parte do  PROIBIDA a realização de atividades com incidência de raios, trovões ventos
 Protetor auditivo; projeto. fortes.
 Perneira de proteção;  Todos os veículos, máquinas e equipamentos deveram portar extintor de  Os colaboradores deverão aguardar na área de vivência. Após a melhora, o
 Colete refletivo de alta incêndio de fácil acesso. O operador deverá inspecionar diariamente os Encarregado ou o responsável pela equipe, observará se há condições de
visibilidade; extintores e possuir um conhecimento básico e quando houver prosseguir com os trabalhos, pois há RISCO DE INDUÇÃO.
 Touca tipo árabe ou irregularidades, deverá solicitar a troca ou manutenção do mesmo.  O Colaborador deve interromper suas tarefas exercendo o DIREITO DE RECUSA,
ninja;  Deverá ser verificado a possível existência de tubulações,fibras ópticas e sempre que constatar evidências de RISCO GRAVE E IMINENTE para sua
 Cones; outras interferências no local a ser escavado.Caso exista esta Segurança e Saúde ou a de outras pessoas, comunicando imediatamente
 Placas de sinalização; possibilidade deverá ser tomadas os cuidados específicos. ENCARREGADO OU SESMT que tomarão as medidas cabíveis.
 Rádio de comunicação;  Fica expressamente proibido trabalhar com oequipamento sem que as  A empresa é responsável a fornecer condições seguras para realização das
 Corrente de portas da cabine estejam fechadas. O operador deverá utilizar o cinto de
segurança durante a operação da maquina ou equipamento. atividades.
sinalização;
 Fita zebrada.  Os acessos deverão ser inspecionados observando erosões, trincas e
rachaduras. Em caso de trabalho em ponta de aterro, taludes, manter um
sinaleiro a todo momento. As máquinas não deveram ser operadas em
posição que comprometa sua estabilidade.
 Respeitar as sinalizações existente,código transito
brasileiro,procedimentos internos. Não executar manobras de risco.
Realizar check list pré operacional, Utilizar faróis acessos e utilizar cinto
de segurança em toda jornada de trabalho. Quando necessário manter
sinaleiros acompanhado a atividade .

FERRAMENTAS / EQUIPAMENTOS RECOMENDAÇÕES


Inspecionar diriamente através de Checklist. operador deve ser habilitado com
Motoniveladora
curso de operador específico, NR-11, NR-12 e com curso de Direção Defensiva.

SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO DOS RISCOS

Categoria Denominação Descrição Periodicidade


Conceitualmente possível, mas extremamente improvável de ocorrer durante a vida útil do processo/
A Extremamente Remota Uma vez a cada 1 ano
instalação.
B Remota Não esperado ocorrer durante a vida útil do processo/ instalação. Uma vez a cada 8 meses
C Improvável Pouco provável de ocorrer durante a vida útil do processo/ instalação. Uma vez a cada semestre
D Provável Esperado ocorrer até uma vez durante a vida útil do processo/ instalação. Uma vez a cada 03 meses
E Frequente Esperado de ocorrer várias vezes durante a vida útil do processo/ instalação. Uma vez por mês
Quadro 1 – Classes de Frequência

Categoria Denominação Descrição / Características


I Desprezível Sem danos, ou danos insignificantes à propriedade e/ou sem lesões aos funcionários ou terceiros.
II Marginal Danos leves à propriedade (de baixo custo de reparo) e/ou lesões leves aos empregados ou terceiros.
III Crítica Danos severos à propriedade, lesões de gravidade moderada em empregados, prestadores de serviço ou membros da comunidade.
Danos irreparáveis aos equipamentos, à propriedade e/ou provoca mortes ou lesões graves em várias pessoas (empregados, prestadores
IV Catastrófica de serviços ou membros da comunidade).
Quadro 2 – Classes de Severidade

FREQUÊNCIA
Grau de
Severidade Frequência
Risco
I Desprezível A Extremamente Remota 1 Desprezível
II Marginal B Remota 2 Menor
III Crítica C Improvável 3 Moderado
IV Catastrófica D Provável 4 Sério
E Frequente 5 Crítico
Quadro 3 – Matriz de Grau de Risco, Frequência x Severidade Quadro 4 – Legenda da Matriz de Classificação do Grau de Risco – Frequência x Severidade

RESPONSÁVEIS PELA ELABORAÇÃO


Glauber Miranda de Carvalho
Engenheiro de Segurança do Trabalho
CREA: 0517383080
OS EXECUTANTES DEVEM SER INFORMADOS SOBRE AS RECOMENDAÇÕES DE SEGURANÇA PARA A EXECUÇÃO DO TRABALHO CONTIDAS NESTE DOCUMENTO.
1- Garantir o treinamento de todos os participantes;
2- Acompanhar a execução do serviço;
3- Parar e solicitar ajuda caso tenha dúvidas durante execução do serviço;
4- Caso alguma característica ou cenário da atividade seja alterado, revise a APR;
5- Declaro estar ciente de todos os riscos desta atividade e me comprometo em seguir todas as orientações descritas nesta APR.
FUNCIONÁRIOS ENVOLVIDOS NA ATIVIDADE QUE RECEBERAM AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTA APR
NOME EMPRESA CARGO RUBRICA
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17

Declaro conhecer os riscos informados nesta APR (Análise Preliminar de Rsico) e me comprometo a seguir os requisitos e procedimentos aqui apresentados.

Você também pode gostar