Você está na página 1de 8

CENTRO EDUCACIONAL GRAU CARIACICA 

CURSO TÉCNICO EM ADMINISTRAÇÃO

DRIELLY BASTOS PAIVA


ELAINE CARVALHO VAZ
MARTIM SANTANA JACOB
MIKAEL DE SOUZA RODRIGUES
SARA SOARES DA MOTA

HISTÓRIA DA LOGÍSTICA

Cariacica
2021
DRIELLY BASTOS PAIVA
ELAINE CARVALHO VAZ
MARTIM SANTANA JACOB
MIKAEL DE SOUZA RODRIGUES
SARA SOARES DA MOTA

HISTÓRIA DA LOGÍSTICA

Trabalho apresentado para avaliação do Curso de


Técnico em Administração do Centro Educacional
Grau Cariacica.
Orientador: Prof. Ediano Pinheiro

Cariacica
2021
INTRODUÇÃO

Na Grécia, foi onde surgiu o termo “logistikas”, que significa cálculo e raciocínio, no
sentido matemático. Existe também, uma segunda suposição, de que logística vem
do verbo francês “loger”, que significa alojar ou acolher, e deu origem à palavra
“logistique”. Ambas estão relacionadas às guerras que eram longas e geralmente
distantes e eram necessários grandes e constantes deslocamentos de recursos, isso
por sua parte necessitava de uma preparação para se organizar nesses momentos.
O Counsil of Logistics Management (grupo dedicado aos estudos de logística EUA)
defende que logística é o processo de planejar, implementar, controlar com
eficiência o custo correto, o fluxo, a armazenagem de matéria-prima, além de cuidar
do estoque durante a produção e produtos acabados, desde sua origem ao ponto de
consumo, com o propósito de atender aos requisitos dos clientes. Assim como nas
guerras, onde a logística militar precisa dar o suporte adequado para as tropas
poderem operar com eficiência e eficácia nos campos de batalha.
A Segunda Revolução Industrial, que também foi um avanço na história, nos trouxe
grandes inovações que solucionaram o que era considerado como a maior
dificuldade após a criação da produção em escala: a distribuição em massa.
Entretanto, a logística começou a se desenvolver realmente na época
da globalização e com o nascimento da Internet. Em um mundo globalizado, a
concorrência se tornou muito mais feroz do que antes, então o planejamento
logístico de uma empresa se tornou uma das suas áreas mais importantes para
determinar a vantagem competitiva em relação ao concorrente e, também, a
satisfação do seu cliente. Dessa forma, atualmente, a logística gira em torno
da redução de custos, aumento da agilidade no processo e do atendimento total às
necessidades do cliente. Hoje em dia, existem diversos conceitos que buscam o
aprimoramento desse conceito mais geral do que é logística.
HISTÓRIA DA LOGÍSTICA

Desde os tempos passados os líderes militares utilizavam da logística para planejar


guerras e prostituições. Como as guerras levavam bastante tempo, eram
necessários grandes e constantes deslocamentos e recursos. Para transformar as
tropas, armamentos e carros de guerras pesados aos locais de combate
necessitavam de planejamentos, organização e execução de tarefas logísticas que
envolviam a definição de rota.
Antigamente a movimentação e a compra de mercadorias eram complicadas devido
à falta de acessibilidade entre localidades. Os alimentos e outros bens de consumo
estavam disponíveis somente em alguns períodos do ano devido à sazonalidade e
dificuldade de estocagem. As limitações em relação à ausência de um sistema de
transporte e de armazenagem eficientes e eficazes forçavam as pessoas a viverem
próximo dos centros produtivos e a consumirem uma pequena parte de mercadorias
que tinham acesso (CHRISTOPHER, 1999).
A logística é o processo de planejar, implementar e controlar eficientemente, ao
custo correto, o fluxo e armazenagem de matérias-primas, estoques durante a
produção e produtos acabados, e as informações relativas a estas atividades, desde
o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender aos
requisitos dos clientes (BOWERSOX, CLOSS, 1966).
Na Grécia antiga, Roma e no Império bizantino, os militares com títulos de logísticas,
eram os responsáveis por garantir recursos e suprimentos para guerra. A partir do
fim da segunda Guerra Mundial, as empresas notaram uma grande importância em
ter um departamento para cuidar da logística, onde a demanda crescia em um ritmo
acelerado. Os consumidores tornavam-se cada vez mais exigentes. A partir dos
anos 50 e 60 as empresas começaram a se preocupar com a satisfação do cliente,
foi então que surgiu o conceito de logística empresarial.
O Conselho dos Profissionais de Logística (2008) define a logística empresarial
como atividade que engloba o recebimento, a expedição, a gestão dos transportes, o
manuseio e a armazenagem de materiais, para tal atividade é necessário promover
uma organização integrada, gestão de estoques, gerenciamento de terceiros,
planejamento das demandas, tanto de compras como de produção e expedição,
controle de fretes, de armazenagem, dos seguros e demais despesas típicas destas
operações.
Motivado por uma nova atitude do consumidor, a princípio a logística era feita
apenas com valores agregados a venda e aos processos de fabricação, desde a
matéria prima. Com o passar do tempo à modernização da logística, com estudos e
demandas sobre a logística são atualizadas. As empresas percebem cada vez mais
as necessidades diferentes.
Neste contexto algumas empresas, conseguem identificar se precisam de auxílio
para desenvolver todas as partes dessa estratégia, em alguns casos contratam-se
máquinas que façam os diagnósticos e facilitam o trabalho dos funcionários,
medindo possibilidades e objetos de futuro traçado em um planejamento adequado.
Já que a ferramenta logística e o transporte terrestre tem a função de facilitar à
logística.
Atualmente a Logística está bem servida de tecnologias no Brasil. O ponto ainda
vulnerável na Logística é o capital humano, que apesar do conceito, relativamente
novo no Brasil, em função do pouco tempo, foi menos desenvolvido, que as
tecnologias. As organizações chegam a ponto de ruptura do desenvolvimento por
falta destes profissionais” (FILHO, 2001, p.86)
Com essa visão fica nítido que o papel da logística é muito maior do que apenas
uma estratégia de distribuição eficaz, vai desde a compra de matéria prima
passando pela gestão de estoques e produção, controle de operações, gestão, de
forma que atenda a esses consumidores mais informados e conscientes, como
também superar expectativas daqueles clientes que ainda não enxergam essa
velocidade do mercado.
Conforme o tempo passa e os estudos e demandas sobre logística são atualizados,
as empresas percebem cada vez mais necessidades diferentes. Exemplo é a
mudança de hábitos dos próprios consumidores que estão cada vez mais críticos e
exigentes na hora de escolher um produto, em razão da sociedade de informação,
além disso, consideram também mais do que nunca o prazo do recebimento e a
praticidade da entrega com a tecnologia avançada e mão de obra mais qualificada.
O planejamento logístico conquistava seu espaço e começava a mudar o mercado
de forma relevante. Os que nas fases anteriores eram rígidas, agora tinham uma
comunicação melhor e bem mais flexível dentro da empresa e entre os fornecedores
e clientes, ainda estava longe do modelo do século XXI, mas se via mais
significante.
Embora a internet ainda estivesse iniciando, as mudanças davam passos
importantes para uma revolução.
Com a globalização e o nascimento da Internet no mundo moderno, a logística se
mostrou muito mais que necessária. Com isso, as pessoas passaram a adquirir
produtos no conforto de suas próprias casas, aparecendo cada vez mais campo
para a logística crescer. As empresas de hoje em dia devem estar preparadas para
a competição logística a nível mundial, prontas para fazer entregas ao outro lado do
mundo em menos de 24 horas, mesmo dentro de seu território local, mudando,
assim, o foco de empresas multinacionais” (LARRANAGA, 2003, p. 27).
Com a evolução da internet um novo mercado surge: o e-commerce. Ele se instala
num segmento e logo passa ser um mercado cuja revolução alimenta todos os
anseios dos consumidores.
Os desafios da logística ganham outra dimensão com novos mercados e a
terceirização impulsiona lucros e qualidade, pois passa a absorver um oceano de
informações para que os estoques diminuam os custos e os prazos, enquanto se
busque agregar valor ao cliente com melhorias contínuas.
Uma definição adotada por Mossmann (2004) diz que a logística é aquela parte do
processo da cadeia de abastecimento que planeja, implementa e controla o fluxo e
estocagem eficiente e eficaz dos produtos, serviços e informações relacionadas
desde o ponto de origem ao ponto de consumo a fim de atender as necessidades
dos clientes.
Os objetivos da logística são disponibilizar produtos e serviços no local,
no momento em que são necessários para o uso, a um menor custo
possível. Para tanto, esta diretamente relacionada com a
disponibilidade de materiais (matérias - primas e produtos semi-
acabados) no local onde são requisitados. A logística envolve a
integração de informações, transporte, inventário, armazenamento,
manuseio e embalagem de materiais. (MOSSMANN, 2004, p. 36).

A logística evolui todos os dias e mostra ainda o que se pode fazer para a melhoria
dos processos numa amplitude pouco explorada entre a escassez e a reutilização,
entre o consumo e os recursos disponíveis, entre o lucro e a preservação, entre nós
e o nosso futuro.
CONCLUSÃO

Durante a Segunda Guerra Mundial, a logística aplicada às operações militares


ganhou muita força. Ela começou a ser desenvolvida de acordo com a
movimentação das tropas e da estratégia militar.
Apesar de haver um forte vínculo entre a logística e a arte da guerra, a logística
empresarial tornou-se uma atividade econômica totalmente independente.
Os estudos e as demandas logísticas estão sempre se atualizando, o que faz as
empresas perceberem, cada vez mais, novas e diferentes necessidades. Estratégias
logísticas são extremamente necessárias caso as empresas queiram se manter
competitivas no mercado, organizando e melhorando sua gestão de forma a atender
de maneira eficiente esses consumidores mais exigentes. Além de entregar um
serviço que supera as expectativas daqueles clientes menos antenados.
Por esse motivo, ela precisa estar em constante evolução. Para manter um processo
complexo de compra alinhado do começo ao fim e agregar valor ao produto ou
serviço vendido.
REFERÊNCIAS

https://cargox.com.br/blog/historia-da-logistica
http://www.fateclins.edu.br/v4.0/trabalhoGraduacao
https://administradores.com.br/artigos/historia-da-logistica
https://dennymews.com/blog/um-breve-historico-da-logistica-da-antiguidade-ate-
hoje/
https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Log%C3%ADstica

Você também pode gostar