Você está na página 1de 4

OZIAS DE LIMA FERREIRA

OAB/SP 10801921
______________________________________________________________________

EXCELENTÍSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUÍZ(A) DE


DIREITO DA __ VARA CÍVEL DA COMARCA DE SERRA NEGRA-
ESTADO DE SÃO PAULO.

JOÃO DA SILVA SANTOS, brasileiro,


solteiro, corretor de imóveis, portador da Carteira de
Identidade RG nº 32.160.706 – SSP/SP, inscrito no
CPF/MF sob nº 136.587.825-23, residente e domiciliado
a Rua Jasmim, nº 184, Jardim das Flores, no município
de Serra Negra, Estado de São Paulo, por seu advogado
que subscreve a presente (doc. 01), vem,
respeitosamente, à presença de Vossa Excelência,
ajuizar a presente

AÇÃO ANULATÓRIA DE DEBITO FISCAL

em face do MUNICIPIO DE SERRA NEGRA, pelos seguintes


fatos e fundamentos jurídicos:

_________________________________________________________________________________ 1
Rua Amazonas, nº 104, Centro, CEP 13.820-000 – Serra Negra – SP
Endereço eletrônico: ozifera@hotmail.com
OZIAS DE LIMA FERREIRA
OAB/SP 10801921
______________________________________________________________________

DOS FATOS

Consta que no ano de 2006 a camara


municipal de serra negra aprovou lei ordinária
2.140/2006 alterando o perímetro urbano do município
passando a incluir o imóvel do requerente.
Em face de tal mudança, a prefeitura passou a
emitir cobrança de IPTU do imóvel descrito contra o
requerente.
Muito embora o imóvel esteja inserido em área
considerada urbana, o mesmo continua caracterizado em
área rural sem que tenha sofrido qualquer mudança que
de fato o tornasse urbanizado, quais sejam quaisquer
benfeitorias que compete ao município oferecer como
contrapartida à cobrança do tributo em questão, como
propõe-se a provar o requerente no decurso do
processo.

DOS FUNDAMENTOS JURÍDICOS

A respeito da cobrança do ITPU, o Codigo


Tributário Nacional no Art. 32,& 1º reza que a área
que apresentar-se despida de equipamentos urbanos
como: iluminação pública, água encanada, saneamento
básico ou calçamento, mostra-se como “zona rural”,
afastando assim a incidência do IPTU, restando claro
que o imóvel em questão não sofreu a ocorrência do
fato gerador.(art. 156,I CF c/c art. 32,I, CTN)
O ordenamento jurídico deixa claro que a não-
ocorrencia do fato gerador obsta o nascimento da
obrigação tributária, evitando que surjam sujeito
_________________________________________________________________________________ 2
Rua Amazonas, nº 104, Centro, CEP 13.820-000 – Serra Negra – SP
Endereço eletrônico: ozifera@hotmail.com
OZIAS DE LIMA FERREIRA
OAB/SP 10801921
______________________________________________________________________

ativo e sujeito passivo na relação jurídico-


tributária, e desse modo não havendo o fato imponível,
não há que se falar em sujeição passiva por parte do
autor. Sem a obrigação tributaria surgida,
necessariamente inviável se torna o lançamento cujo
propósito é quantificar e qualificar uma obrigação
tributaria preexistente (art. 142,CTN). Assim, o
lançamento é de todo insubsistente.
Caso superado este entendimento, passo a informar
a violação ao prazo legal de 30 dias constante do art.
160 do CTN, para pagamento do crédito logo após o ato
de notificação, o que torna inválido o veiculo
introdutor, e ineficaz o lançamento do credito
tributário.

DO PEDIDO

Em face das considerações apresentadas, requer-se:

a) Seja declarada SUSPENSA A EXIGIBILIDADE DO


CRÉDITO TRIBUTÁRIO, em face do depósito em juizo
do montante integral do crédito, conforme
comprovante anexo aos autos.
b) Seja declarado NULO O LANÇAMENTO DO CRÉDITO
TRIBUTÁRIO, BEM COMO A INEXISTENCIA DA RELAÇAO
JURÍDICA- TRIBUTÁRIA.
c) A citação do réu, no endereço mencionado no
preâmbulo, através de carta registrada com aviso
de recebimento, para, querendo, responder a
presente ação;

_________________________________________________________________________________ 3
Rua Amazonas, nº 104, Centro, CEP 13.820-000 – Serra Negra – SP
Endereço eletrônico: ozifera@hotmail.com
OZIAS DE LIMA FERREIRA
OAB/SP 10801921
______________________________________________________________________

A procedência dos fatos aqui alegados,


o autor pretende provar por todos os meios de prova em
direito admitidos.

Dá-se à causa o valor de R$ 1.000,00


(Mil reais).

Termos em que,
P. Deferimento.
Serra Negra, 11 de abril de 2007.

OZIAS DE LIMA FERREIRA


OAB/SP 10801921

_________________________________________________________________________________ 4
Rua Amazonas, nº 104, Centro, CEP 13.820-000 – Serra Negra – SP
Endereço eletrônico: ozifera@hotmail.com