Você está na página 1de 3

DIREITO ROMANO

1-Na República quem sucede ao rei? Eles são detentores de qual pode?
Dois Cônsules. Eram detentores do império.

2-Durante quanto tempo governavam os cônsules e como era o exercício desse


governo?
Durante um ano. Governavam revezando-se, um mês cada um, até o fim do ano. Era
fiscalizado pelo colega que possuía o direito de veto em caso de discordância.

3- Com a implantação da República como fica a situação dos patrícios e dos


plebeus?
Os patrícios continuam com regalias e a plebe em posição desvantajosa, principalmente
no plano político econômico.

4-Quem são os tribunos da plebe?


Eram magistrados plebeus, invioláveis, sagrados com direito de veto contra decisões dos
magistrados patrícios.

5-Quantos tribunos existiam?


Eram em número de dois, depois foi aumentando para quatro, cinco e dez.

6-Descreva o senado durante a República:


O senado compunha-se de 300 membros, nomeados pelos cônsules, sendo órgão
consultivo. Era o verdadeiro centro do governo.

7-Quem são os magistrados ordinários?


Cônsules, pretores e questores.

8-Quando eram eleitos os magistrados ordinários?


Eram permanentes e eleitos anualmente.

9-Quem são os magistrados extraordinários? E quando eram eleitos?


Eram os censores temporários que eram eleitos de cinco em cinco anos.

10-Quais os requisitos para ser magistrado?


Ser cidadãos plenos e dependendo do cargo, já terem exercido outras atividades públicas
do “cursus honorum”.

11-O que é cursus honorum?


É o caminho de honra. Escalada de cargos que deveria percorrer.

12-Qual a idade exigida para poder ocupar a questura, edilidade, pretura e


consulado?
31 anos, 37 anos, 40 anos e 43 anos, respectivamente.

13-Quais as atribuições dos cônsules?


Comandavam o exército, presidiam o senado e os comícios, representavam as cidades
em cerimônias religiosas e eram os superintendentes dos funcionários em questões
administrativas.

14-Quem são os pretores?


Eram os encarregados da distribuição da justiça.

15-Quem são o pretor urbano e o pretor peregrino?


Pretor urbano era responsável pelas causas que envolviam os romanos, e o pretor
peregrino pelas questões que envolviam romanos e estrangeiros ou envolviam apenas os
estrangeiros.

16-Quem são os edis e quais as suas funções?


Eram os encarregados do policiamento da cidade e dos gêneros alimentícios. Tinham a
função de cuidar fisicamente da cidade, das provisões da cidade, velavam pela segurança
pública e tráfego urbano; vigiavam os aumentos abusivos de preços no mercado;
cuidavam da conservação dos edifícios e monumentos públicos, da pavimentação da
cidade e organizavam e promoviam os jogos públicos.

17-Quem são os censores?


Eram os responsáveis pelo recenseamento e fiscalização dos costumes.

18-O que acontecia com um indivíduo que fosse denunciado em Assembléia por
um censor?
Poderiam perder os direitos políticos.

19-Quais as fontes do direito romano na República?


Costumes, leis, plebiscito, interpretação dos prudentes e editos dos magistrados.

20-Qual o conceito romano de lei?


É o preceito comum, decisões de homens prudentes, coerção dos delitos que são
praticados espontaneamente ou por ignorância, garantia comum na república.

21-Qual nome recebeu a comissão enviada à Grécia para compilar as leis gregas e
redigir a grande codificação dos romanos?
Decenueros.

22-O que é a Lei das XII Tábuas?


É a fonte de todo direito público e privado do direito romano, possuindo em seu conteúdo
o direito sagrado e o processo civil.

23-Quais características dos romanos estavam presentes na Lei das XII Tábuas?
O traço primitivo, prático, concreto, imediatista e violento do povo romano.

24-O que é plebiscito?


É aquilo que a plebe delibera por proposta de um magistrado plebeu.

25-O que é interpretação dos prudentes?


São interpretações com a finalidade de preencher as lacunas deixadas pelas leis
adaptando continuamente os textos legais às mudanças sucessivas do direito vivo.
26-Quem são os jurisprudentes ou prudentes?
São jurisconsultos encarregados de preencher as lacunas deixadas pela lei.

27-O que significa jurisprudência no Direito Romano?


É o trabalho interpretativo dos prudentes.

28-Qual o conceito de jurisprudência no direito brasileiro? Qual a tríplice função


dos jurisconsultos? Explique cada uma dessas funções:

São interpretações dada pelo judiciário, de forma repetida, a um determinado fato.

RESPONDERE - Consultas orais ou escritas, pareceres sobre questões de direito


controvertida;
AGERE - Assistir juridicamente os clientes nos processos;
CAVERE - Assistir os clientes na redação dos atos jurídicos.

29-Comente os editos dos magistrados:


Espécie de programa do magistrado com exposição dos projetos que pretendiam
desenvolver.

30-Qual a diferença entre diarquia e monarquia?


Na diarquia o poder é partilhado com o senado, formando um governo de dois, e na
monarquia o poder é apenas do imperador ou príncipe.

31-Quais as fontes do Direto Romano no Alto Império?


Costumes, leis, senatosconsultos, editos dos magistrados, as constituições imperiais e as
respostas dos prudentes.

32-A lei é composta de quantas partes?


Quatro partes: índex, praescripto, regatio e sanctrio.

33-Como se classificam as leis romanas?


Perfeitas, menos que perfeitas, imperfeitas e mais que perfeitas.

34-Explique as leis perfeitas:


São leis que violadas, ocasionam a nulidade do ato e impõe pena ao infrator.

35-Explique as leis menos que perfeitas:


São leis que infringidas não anulam o ato, mas impõe pena ao infrator.

36-Explique as leis imperfeitas:


São leis que se forem violadas não ocasionam nenhuma conseqüência ao infrator.

37-Explique as leis mais que perfeitas:


São leis que quando violadas, ocasionam a aplicação de duas sanções, a nulidade do ato
e aplicação da pena ao infrator.