Você está na página 1de 19

×

Spirit Fanfics
Spirit Baixar
Gratuito - em Google Play
(MARKET://DETAILS?ID=BR.COM.SOCIALSPIRIT.ANDROID)

RECENTES (HTTPS://WWW.SPIRITFANFICTION.COM/RECENTES) GÊNEROS (HTTPS://WWW.SPIRITFANFICTION.COM/GENEROS)

CATEGORIAS (HTTPS://WWW.SPIRITFANFICTION.COM/CATEGORIAS) MAIS

 (HTT

Olá, o Spirit não cobra nada pelo uso do site, por isso dependemos dos anúncios para
pagar toda nossa infraestrutura, por favor não bloqueie nossos anúncios, obrigado

História Love to Hate Me (https://www.spiritfan ction.com/historia/love-to-


hate-me-21944090) - Capítulo 1

Escrita por: leiamasmanas


(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/7d4d019ba8b140b18042e8cbb4e82b) e
alipertisoul (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/alipertisoul)

Notas do Autor

reiniciando essa fic aqui porque eu fui punida da outra conta e espero que todo

mundo que lia ela, possa encontrar novamente.

bom, acho que não terei leitores novos e então acho que ngm vai querer isso aqui

novamente, mas se tiver um aí conhecendo a história pela primeira vez: tenha uma
boa leitura :))))

Capítulo 1 - (...) i still haven't found what I'm looking for

I have climbed the highest mountains

I have run through the fields

Only to be with you

Only to be with you

I have climbed the highest mountains

I have run through the fields

Only to be with you

Only to be with you

O primeiro dia de aula. Primeiro dia do seu último ano do Ensino Médio. Um ano

em que Heloísa, ou Lica como é carinhosamente chamada desde pequena pela

sua família, tem em mente que precisa ser a melhor aluna do Colégio Grupo para
conseguir estudar em Harvard ou na UCLA, duas das universidades mais bem

avaliadas do mundo, e o mais importante: conseguir manter o nível do seu futebol

para que seja o seu principal diferencial ao convencer algumas destas faculdades

a aceitarem.
Desde que mostrou interesse no esporte e provou ter potencial, sua família já

traçou esse trajeto na sua vida. Seria uma grande jogadora de futebol. De que ela

usaria desse seu talento (que para ela era mais esforço e horas de treinamento

para atingir a perfeição de que tanto a cobravam do que talento).

Se fosse para ser sincera, ela não odiava o que fazia, jogar futebol para ela tinha

sempre o gosto da sua infância. Um gosto de liberdade ao correr, se divertir e

brincar.

Bom… Ao menos era o que ela sentia até há pouco tempo, e quando se diz há

pouco tempo, se entende pela temporada passada, mas aí antes mesmo do ano

letivo começar, ela já estava treinando novamente com uma treinadora particular

que os seus pais contrataram para que ela se saísse na frente fisica e
tecnicamente nessa temporada. Lica quis argumentar de que aquilo nem faria

sentido, por mais que ela quisesse sim se manter em forma, o esporte em que

participa é 100% coletivo, então não fazia muito sentido ela se esforçar tanto para

se aperfeiçoar sendo que a sua equipe estava curtindo as férias como qualquer

outra adolescente.

 Mas Lica nada disse, apenas aceitou e tentou entender que aquilo era para o seu

bem. O seu futuro. No entanto, se a perguntassem agora se ela realmente gostava

e sentia jogando futebol, não saberia o que dizer, mas com certeza sabia que o

sentimento mudara. Desde quando começou a ficar tão… Chato?

Não era mais a mesma coisa. Sabia disso.

Mas só de pensar nisso se sentia uma ingrata. Quer dizer, quantas adolescentes

não queriam ter esse tipo de problema agora? Sabia que tinha o privilégio de ter
uma excelente educação que a fazia poder cogitar a ideia de estudar numa

Universidade no exterior e que o seu único dever nisso tudo era apenas ter que

jogar futebol e estudar.

Não. 

Ela tinha que ser a melhor jogadora do time e ter as melhores notas do Colégio

Grupo. 

Só assim para ser aceita. Mas aceita para o quê, francamente? Uma Universidade
no exterior, certo? Porém ao mesmo tempo sentia que fazia isso mais para ser

aceita por sua família...

Afinal ela é uma Gutierrez. Herdeira. E a criança prodígio que vai conseguir estudar

no exterior, jogar muito futebol, talvez um dia ser ganhadora do The Best da FIFA

como melhor jogadora do mundo. E assim elevar de vez o nome da sua família

para o planeta inteiro.

Não poderia decepcioná-los. Seus pais. Que às vezes mais pareciam seus
investidores... Mas ainda sim, os seus pais… Certo? 

Voltando ao seu sonho (Mas aí de novo o pensamento: Seria mesmo o seu?) Para

entrar em Harvard ou UCLA, sabia muito bem que pagar não seria um problema,

mas não era só isso que faria com que a aprovassem, teria que mostrar mais,
mostrar que merecia. Não era isso que ela tinha feito até agora? Mostrar a todos

que merecia sim, já que foi treinada para esse momento desde os seus 6 anos de

idade quando descobriu a sua paixão por jogar futebol.

E para provar que a vaga da Universidade era sua, teria que manter suas notas

altas em todas as áreas de conhecimentos, que estaria sempre interessada em

projetos optativos que eram critérios de avaliação para a inserção nestas

faculdades e que por isso o Colégio Grupo oferecia para os alunos que tinham o

mesmo objetivo que Lica, porém apesar de serem poucos (Nem todos da escola

tinham pais como os de Lica que planejavam o futuro como se fosse para eles,

muitos só colocam os filhos ali porque era a escola mais cara de São Paulo e

achavam que isso era sinônimo de bom ensino), a maioria que participava destes
projetos o fazia por pura vontade própria de enriquecer seus conhecimentos já

que provavelmente iriam trabalhar na empresa da família.

E dentre estes projetos, o único que ela adorava se inscrever todo ano letivo para

participar era o workshop de pintura. Adorava ficar ali na sala aprendendo técnicas

de pintura e entendendo mais sobre arte, ela se sentia bem. E às vezes se pegava

pensando que o sentimento que sentia dentro do seu coração ao ser criativa e

respirar arte daquele jeito se assemelhava muito com o que sentia quando
descobriu a sua paixão pelo futebol. Da época boa. 

O relógio marca 06 horas em ponto e é quando Heloísa Gutierrez escuta o som do

aparelho ao lado de sua cama a despertando para o começo do dia. Estendeu o

braço para desligar o despertador e poder começar a se arrumar. 

Lica não tinha problemas para acordar cedo, sempre teve essa rotina. Sempre

acordou nesse horário, e depois de uma leve espreguiçada, partia direto para o

banheiro de seu quarto para higienizar a sua boca e logo depois tomar o primeiro
banho do dia. A ajudava a despertar do sono de vez. Assim como todos os dias,

saiu do box do banheiro depois do banho e abriu a gaveta da pia para pegar o seu

coquetel de vitaminas que tomava religiosamente todo dia desde os 12 anos, hoje

com 16 (ainda completaria seus 17 anos) ainda mantém esse hábito para sempre
estar saudável o suficiente para poder fazer os seus treinos e jogos.

Uma atleta precisa sempre se cuidar. Era o que dizia o seu pai quando pensou em

levar Lica para uma nutricionista. 

Porém naquela manhã, não iria apenas colocar o seu uniforme (o principal, já que

os alunos tinham vários tipos de uniformes para usar) e arrumar seus materiais

dentro da mochila e seguir para o colégio, levaria consigo também malas cheias

de outras roupas e objetos seus que precisaria para poder morar por um ano

todinho nos dormitórios do Colégio Grupo.

Sim. Isso mesmo. Ficou decidido pelos seus pais que neste ano letivo, Lica ficaria

morando integralmente no Colégio para que se concentrasse completamente no

futebol e em aumentar suas notas – que já eram altas, diga-se de passagem, mas

que precisaria, como sempre, atingir a perfeição – e finalmente conseguir a sua

inserção em uma Universidade do exterior de seu desejo (E novamente a

indagação de que se aquilo seria realmente o seu desejo passou pela sua cabeça).
Ao sair do quarto com as suas malas, que já estavam perfeitamente prontas desde

a noite anterior, se dirigiu à sala de jantar para tomar o seu café da manhã. Lá

encontra Clara, sua irmã, na mesa já se deliciando com as comidas que Leide

serviu e deixava a mesa farta.  

A única coisa em que poderia se ter uma semelhança com a irmã gêmea era a

data de nascimento de ambas, apesar de nascerem no mesmo dia, eram

completamente diferentes no físico, Clara era loira e Lica tinha cabelos

extremamente negros e conseguia ser ainda mais branca do que a sua irmã.

Sério. Como pode alguém que joga futebol e se expõe ao sol quase todos os dias

ser tão pálida daquela maneira? É o que Clara e todas as suas amigas e familiares

viviam falando. Lica até se acostumou com isso e realmente não tinha ideia do

porquê.

Diferente de Lica, Clara não seguia dieta alguma e se esbaldava nas refeições sem

se importar, apesar de ser uma líder de torcida do Colégio Grupo há anos, a loira

nunca se deixou levar pela pressão dos pais para o que quisesse seguir na carreira

ou para qualquer outra área do seu futuro, para Clara aquilo tudo era uma

bobagem sem tamanho, sempre se sentiu incomodada com isso, mas depois que

conheceu a sua melhor amiga, Samantha Lambertini, finalmente percebeu no que

estava inserida. 

Houveram muitas brigas com os seus pais em relação a isso, muitas brigas com

os Lambertinis também, já que eram grandes amigos dos Gutierrez, mas depois

que Samantha aconselhou (Na verdade foi um simples e inocente comentário de

uma criança para outras) as filhas dos Gutierrez a fazerem o que elas realmente

queriam… Ah… Isso foi uma grande briga entre as famílias.

Para os Lambertinis, Samantha estava apenas repassando o que sempre

ensinaram à sua filha e acreditavam ser o certo, que só os filhos poderiam

escolher os seus futuros, e, como pais, apenas tinham o dever de guiá-los em

segurança até seu desejo, mas para os Gutierrez não era assim, tinha que ser sim

os pais a decidirem o que as filhas iriam escolher, já que apenas eles sabiam o

que era melhor para as garotas e que elas eram imaturas demais para decidir o

futuro da própria vida.

Veja bem, os Gutierrez não se diziam autoritários ou conservadores, um exemplo

disso que adoravam dar era a sexualidade de Lica. Ora, algo que seria

extremamente discutido numa família e poderia magoar a filha ao anunciar ao

pais que é lésbica, nunca foi um tabu para Edgar e Marta e se sentiam pais muito

liberais por isso, nunca pediram nada mais do que apenas obediência e foco nos

estudos e em escutá-los quanto ao que se dizia sobre a carreira a que seguir.

Como dito, gerou muitas brigas e os Gutierrez, principalmente o pai das meninas,

Edgar, proibiu que elas continuassem sendo amigas da pequena Lambertini. Essa

menina tem pais desnaturados e liberais demais, ela vai ficar repassando

pensamentos errados que os pais ensinam para as nossas meninas. Foi o que

Edgar disse à Marta numa discussão. A mãe das garotas achou aquela atitude

muito agressiva com suas filhas, já que elas, principalmente Lica, se davam

extremamente bem com a pequena Samantha.


Para a surpresa de Marta, Clara foi a que se rebelou e não seguiu as ordens de
Edgar, mas Lica, a que mais adorava a companhia de menina, que vivia falando

como adorava brincar com ela, que sempre que chegava do Colégio e pedia para ir

imediatamente à casa da amiga, que ficavam horas rindo e assistindo a vários

musicais da Disney, Aladdin era o preferido das duas, essa mesma Lica foi a que

obedeceu sem pestanejar por um segundo sequer o que Edgar ordenou.

Marta e Lica sabiam que Clara tinha continuado a amizade mesmo após tudo o

que aconteceu, para Marta não foi um problema ter que se silenciar quanto a

aquilo para Edgar, sabia que a loirinha adorava a amizade que tinha com
Samantha e que ainda achava sim um absurdo todo aquela atitude do pai das

meninas.

Marta estava até pronta para que aquela fosse a mesma reação de Lica, mas isso

nunca aconteceu, Lica ainda chegou a ameaçar contar para Edgar que a irmã

ainda tinha um relacionamento com a Lambertini, porém depois de muita

conversa com a filha, Marta conseguiu convencer de que Clara nunca a perdoaria

se o fizesse, e apesar de Lica odiar Samantha com todo o rancor do mundo, coisa
que nem sua irmã nem sua mãe entendiam, amava a sua irmã (e até a admirava

por não aceitar tudo que Edgar mandava), coisa que às vezes ela queria ter a

coragem de fazer, porém o ódio que sentia por Samantha era tão grande que vira e

mexe tentava alertar Clara sobre a alienação que a Lambertini fazia com ela e era

a maior discussão que tinha com a sua irmã.

- Lica? – Clara perguntou pela quarta vez ao perceber o silêncio da irmã desde que

sentou à mesa e estava com uma cara de paisagem, olhando para o nada e ao

mesmo tempo pensando em tudo.

- Sim? O que foi? – Respondeu Lica logo após se dar conta do seu devaneio.

- Nada... É que você tá aí toda calada olhando pro nada. Tá dando até medo. –

Respondeu Clara dando uma leve risada ao se lembrar da expressão de Heloísa há

instantes atrás. – No que você tanto está pensando?

Clara conhecia sua gêmea de longe, sabia que Lica pensava muito em tudo, que

era muito insegura com várias coisas sobre si, que raramente se abria e dizia o
que sentia, até mesmo com ela, sua própria irmã.

- Nada de mais – Disse Lica remexendo um pouco seus ovos mexidos em seu

prato - Só estou um pouco sonolenta hoje. Só isso. Dormi um pouco tarde ontem

– Após dizer isso forçou um sorriso para Clara que não passou despercebido, mas

que não tentou se prolongar no assunto já que sabia que Lica não iria dar abertura

tão facilmente.

Após terminarem as suas refeições, Lica ainda teve que apressar Clara para

arrumar o resto de suas malas e ainda aproveitou para dar uma lição de moral

pedindo para que a irmã fosse mais assídua, responsável em outras palavras, com

as suas tarefas. Clara apenas rolava os seus olhos e aproveitava do estresse de

Lica para ganhar uma ajuda porque a morena não se aguentava e sempre o fazia.

- Você sempre com essa sua mania de não ligar para nada – Diz Lica dobrando

algumas roupas e colocando dentro da mala da irmã, não estava gostando muito

do resultado porque ao fazer de forma rápida estava mais amassando do que as


dobrando, mas era o que poderia ser feito em tão pouco tempo para não se

atrasarem mais ainda.

- E você com essa mania de achar que manda em mim.

- Vai ficar reclamando disso sendo que estou te ajudando aqui, sua ingrata? –

Pergunta Lica fazendo-se de ofendida, o que fez Clara dar uma pequena risada.

- Bom, retiro o que eu disse... Por enquanto. Você está realmente quebrando o

meu galho aqui e eu admito que seja péssima nisso, porém você precisa também

admitir que é bem mandona, dona Lica.

- Ser uma pessoa organizada agora virou crime? Aliás, você já foi bastante igual a

mim nesse quesito, lembra? Mas aí, né… - Clara já rolou os olhos ao ouvir isso
porque sabia o que viria pela frente. Sempre isso. Era ela. - Aquela garota

insuportável te fez a cabeça e...

- Lá vai você falar da Samantha de novo... Olha isso já tá ficando enjoativo, ok? Até

quando você vai continuar implicando com isso? Você tem que trabalhar esse seu
ódio por ela porque nem tão cedo vou parar de ser amiga dela, muito menos por

capricho seu, e você tem que aceitar isso. 

- Não é isso, é que... 

- E também aceitar que eu tenho a minha opinião própria e não sou influenciada
por ninguém, o que acontece é que eu e ela temos opiniões parecidas e por isso

nos damos tão bem, qual o problema nisso? Pelo jeito que você fala até parece
que ela me colocou num cativeiro e fez uma lavagem cerebral em mim. Sabia que

já prometemos uma à outra que seremos madrinhas de casamento de cada. E,


aí... Gostou? – Pergunta Clara com deboche sabendo que aquilo faria Lica ficar

mais irritada ainda.

A Samantha? Querendo casar? Essa é nova. Até parece que ela seria capaz de
gostar mais de alguém do que ela gosta dela mesma, provável que seria com ela

mesma, então. Quis dizer Lica, não apenas para provocar a sua gêmea, mas
porque também não acreditava em tal feito. Samantha era extremamente egoísta

para querer se casar um dia. 

Porém Lica apenas bufou de raiva e seguiu dobrando as roupas em silêncio após
a fala de Clara, mas mesmo assim pensativa no que Clara disse, aliás, era o que

sempre Clara dizia quando o assunto era a sua amizade com Samantha. E nunca.
Nunca. Nunca iria aceitar isso. Achava Samantha uma mesquinha sem noção e

que não tinha nada a ver com Clara, que era uma pessoa extremamente gentil
com todos, até mais que Lica. Mas não importava muito ela aceitar ou não, até

porque Clara não estava ali pedindo a sua permissão. 

Depois de ambas finalmente terminarem, o que as atrasaram por no mínimo 20


minutos (o que não era um problema tão enorme já que tinham um motorista à

espera para as levarem até o Colégio). Seus pais não estavam em casa, como
quase sempre. Então se despediram apenas de Leide com abraços demorados,

adoravam a mulher que as conhecem desde pequenas e que dava mais atenção a
elas do que os próprios pais, Leide poderia muito bem fazer o seu trabalho, e

sabia que não tinha obrigação de praticamente criar as meninas, já que elas
ficavam mais tempo com ela do que com os pais, mas mesmo assim o fazia já
que tinha muita afeição pelas gêmeas, então a mulher seria sim alguém que

sentiriam muita falta.

Por fim, desceram e entraram no carro, rumo ao Colégio Grupo sabendo que ali
iniciaria um ano muito movimentado em suas vidas. Mas para Lica com certeza

seria uma virada total. Ela só não sabia ainda.

O Colégio Grupo era simplesmente enorme, equivalente a um campus de

universidade, feito especialmente para preparar jovens para o mercado de trabalho


ao longo dos anos recentes, era essa a metodologia do colégio, que via suas

alunas e seus alunos apenas como meros robôs do capitalismo.

O campus do colégio tinha uma área enorme para os esportes, onde incluía
quadras de esportes (duas quadras para cada modalidade, uma era para

treinamento e a outra era para os jogos oficiais que continha até arquibancadas),
o mesmo servia para os campos de futebol, tanto do masculino quanto do

feminino, e que ainda eram subdivididos por faixa etária, desde as atletas do sub
até as do sub 17, essa que era subdivisão de Lica. O nome do time das meninas

era Castoras e era o time mais adorado pelo colégio.

Era extremamente popular por sempre está conquistando títulos atrás de títulos e
serem as favoritas aos títulos em todas as temporadas, principalmente do time

sub 17, que esse ano disputaria até o mundial, graças aos feitos do ano passado
de ganharem o campeonato sul-americano, com dois gols de Lica, que virou uma

espécie de lenda do time depois disso e é muito idolatrada e popular por tal feito.

Lica sempre teve certa popularidade por várias coisas: ser bonita e muito rica
eram alguma delas. Mas depois que foi protagonista no time que trouxe um dos

títulos mais esperados da categoria, ela era mais reconhecida por isso e ela não
sabia o que fazer com tanta popularidade desta vez, porque desta vez, era a

escola inteira e isso a assusta de certo modo.

Além de lidar com toda a pressão dos pais ao longo dos anos, esse ano em
específico essa pressão também viria dos olhares nos corredores do colégio, das

companheiras de time, da técnica Josefina que sempre acompanhou e agora de si


mesma.

Mas Lica não demonstrava aquilo e nunca que iria deixar alguém perceber que
achava, ou, ao menos, refletia que toda a sua vida ainda não tinha realmente sido
vivida.

Logo ao chegarem, suas malas foram pegas por um dos funcionários do Colégio
que avisou que seriam devidamente marcados com os seus nomes e contatos e

seriam levadas imediatamente para os seus respectivos quartos. Não poderiam


perder tempo com a burocracia de saberem quais seriam os seus quartos já que

estavam muito atrasadas para a aula e que também isso era um protocolo do
Colégio para que os alunos focassem apenas nos seus estudos e que a parte
administrativa cuidaria daquilo.

Deram de ombros e logo foram para as salas de aulas, Clara olhou os horários e o
número da sala, mas Lica já sabia que estaria na mesma turma que de Clara

naquele primeiro horário e então as irmãs seguiram para o recinto sendo


completamente o centro das atenções por chegarem atrasadas logo no primeiro
dia de aula, algo que Clara não chegava a se importar muito porque acontecia

muitas vezes com ela, mas que Lica com certeza se incomodava.

Ainda mais que ali, naquela bendita sala de aula, tinha logo a pessoa que mais
odiava no mundo todo. Sim, estava se referindo a Samantha Lambertini.

Sentada justamente na cadeira à frente da única que sobrou e que fez com que
Lica, sem outra opção, sentasse atrás dela e pudesse ficar próxima o suficiente

para cheirar os cabelos cacheados da menina.

E como eram cheirosos… 

Lica nunca admitiria em voz alta para ninguém isso, mas para si mesma ela
reconhecia que sim… Samantha era linda. Não poderia dizer ao contrário, os

cabelos sempre milimetricamente cacheados, usava pouquíssima maquiagem e


isso fazia com que desse para reconhecer mais ainda a beleza dela,

principalmente a boca.

Uma pena que uma boca tão linda como aquela só servia para lhe caçoar e falar

mal dela por anos, quer dizer, no começo do relacionamento das duas não era
assim, eram muito unidas, mas um dia toda aquela devoção que Lica tinha pela

menina simplesmente mudou. Simplesmente? Assim do nada? Lica sabia que


não. Mas não queria pensar nisso. Sabia que fez o certo, a amizade que ambas
tinham quando criança não tinha um futuro positivo mesmo e a prova era todas as

vezes que Samantha implicava com ela.

Ok. Lica não poderia mentir. Seria uma hipócrita se dissesse que não implicava

com Samantha na mesma medida e adorava vê-la irritada. Mas era ela que tinha
começado, não? A verdade é que não lembrava mais quem começou com toda

aquela richa das duas, mas sabia que não pararia nunca.

Quer dizer, talvez esse ano seria o último em que teria que conviver com a garota
por obrigação de ter que estudar na mesma escola que ela, e não somente nas

aulas, durante os jogos ela estava ali também porque ela era nada mais nada
menos que a capitã das líderes de torcida.

E tinha que admitir mais uma vez, ela não era capitã por ser popular e muito

bonita, era por ser muito boa mesmo. Alguém já reparou naquela postura
impecável?

Samantha atrai sim todos os olhares para ela quando performa e mesmo ali com

tantas outras líderes de torcida ao lado dela (Sua irmã Clara e uma de suas
amigas Keyla) era ela que destacava e isso era insuportável para Lica porque ela

queria muito que ela não fosse tão boa assim e a deixasse em paz pelo menos
nos jogos.

Mas mesmo assim, com tudo isso, Lica ainda detestava Samantha e todo aquele
jeito de se sentir superior ao falar com ela e achar que aquela escola era o seu
palácio e ela era a rainha. 

Onde ela achava que estava? Num filme americano clichê adolescente dos anos
2000? Em que o fato de ser popular, líder de torcida e o escambau a faria ser

melhor que alguém ali?


A prova das implicâncias que tinham uma com a outra viria logo a seguir no
primeiro horário do dia, porque não poderiam perder tempo ao irritar uma a outra.

- Nossa, mas o que aconteceu que fez com que a senhora perfeitinha chegasse
atrasada para a aula logo primeiro dia, hein? Papai vai ficar bravo com você, viu? -

Perguntou Samantha dando uma risada provocadora ao se virar para trás e


encarar Lica num tom de voz que apenas a jogadora, Clara e outros alunos ali
perto delas ouvissem, mas que o professor não. 

- É incrível como você se importa tanto com a minha vida, garota. Por quê isso é
tão importante para você?

- Ui, que ela tá brava hoje! Você acha mesmo que eu me importo? Estou te

perguntando isso porque você está sempre sendo a fiscal do horário com a sua
irmã que achei curioso logo você passando pela mesma situação. Achei que você

era a sem defeitos entre nós meros mortais - Samantha fez uma careta e colocou
a mão direita no peito dramatizando o final da frase.

Clara (e outros alunos que estavam escutando mais uma das infinitas brigas

delas) apenas revirou os olhos e seguiu tentando copiar a matéria que o professor
estava passando no quadro, a menina já não tinha mais forças para ficar no meio

do embate destas duas que parece que nunca iriam parar de se desentenderem.

- Bom, não é da sua conta, mas se te preocupa tanto assim querer saber da minha
vida, eu só cheguei atrasada por culpa da minha irmã que não fez as malas direito

e eu ainda a ajudei. Está satisfeita ou quer saber mais da minha vida, ô, dona
enxerida.

Após isso Samantha apenas a encarou por uns instantes e se virou para frente
sem falar mais nada e Lica poderia jurar que tinha algo diferente ali no jeito que a

olhou. Não era deboche, raiva, tédio, ranço ou tudo isso junto. Parecia mais…
Admiração? 

Não. Com certeza isso não era. Sabia que tudo que sentia por Samantha era

exatamente recíproco e se tem uma coisa que não sentia por ela, essa coisa era
admiração.

Após a discussão com a sua arqui inimiga, Lica resolveu prestar atenção na aula

de vez e esquecer a existência de Samantha ali na sua frente, se pudesse faria


como aquele episódio White Christmas da série Black Mirror em que os

personagens simplesmente eram bloqueados da visão e audição das outras


pessoas, pensou em como seria lindo a paz que teria se alguém fizesse isso com

a insuportável da Samantha.

Logo após as aulas, todos os alunos foram chamados para uma reunião de boas
vindas no auditório em que a diretora Malu falou, de forma bem forçada diga-se de

passagem, por um bom tempo sobre como estava feliz pela volta às aulas e
depois seguiu para os eventos e atividades que o Colégio Grupo iria realizar ao

longo do ano.

Depois os alunos foram dispensados da reunião e os que optaram a morar esse


ano no campus foram orientados a pegar na saída as chaves dos seus

respectivos quartos que iriam dividir com mais uma outra pessoa do mesmo
gênero.

O que fazia Samantha a achar isso ridículo e que sempre questionava. Para quê

essa divisão de gênero? E quanto aos alunos trans? A situação era realmente
problemática que fazia até Lica ter que concordar com a menina.

E logo depois de pegar a chave e ser avisada sobre o número do seu quarto, Lica

concordou novamente com Samantha porque ao abrir a porta se deparou com


Samantha aos beijos com uma menina que ficava sempre com ela, uma tal de

Renata que era do time de vôlei e sinceramente não entendia como uma baixinha
como a Samantha conseguia pegar aquela menina enorme.

- O que está acontecendo aqui? Por quê você está no meu quarto? - Gritou Lica

incrédula e fez com que as duas meninas parassem a agarração ali na hora
levando um susto com toda a gritaria da menina de franja.

- Bom, eu acho que estou aqui porque é o quarto da Samantha e ela me deixou
entrar e aliás você está nos atrapalhando num negócio aqui e sendo bem
inconveniente. - Respondeu Renata com toda a educação de sempre, fazendo

Samantha assentir.

- Não… Isso é um pesadelo… Isso não pode estar acontecendo… - Lica disse,

ficando com os lábios pálidos, se encostando na parede para se equilibrar e


colocando a mão onde seria o seu coração, reação essa que fez com que Renata

ficasse até um pouco mais preocupada, mas que Samantha apenas fazia uma
expressão tentando entender para quê todo aquele drama da menina à sua frente.

- Garota, você tá bem? - Renata disse finalmente se levantando da cama e indo em

direção de Lica, que estava transtornada e que estava deixando a mais alta
confusa. Poxa, eu só queria dar uns amassos na Samantha e agora tenho que ficar

amparando uma outra adolescente que parecia estar tendo um AVC.

- Isso deve ser um engano. A gente não pode dividir o mesmo quarto juntas - O
que Lica disse aos sussurros, mas alto o suficiente para que Samantha parasse de

achar aquele drama entediante e prestar atenção rapidamente no que a morena


dizia.

- O quê que você disse?

- Que isso é um engano. Eles devem ter se enganado e te colocado no mesmo


quarto que o meu, mas vou até à diretoria e falar com o Bóris, ele vai entender e

vai arrumar essa confusão. Fica aí arrumando as suas coisas que já eu volto. -
Lica disse se levantando e indo em direção à porta, mas parou ao ouvir Samantha.

- Ah, é? E por quê eu seria o engano aqui e não você? – Indaga Samantha se

levantando da cama e caminhando até Lica a confrontando.

- Sejamos sinceras aqui, quem deu o título mais esperado do Colégio nos últimos

anos foi eu, esse quarto aqui é perfeito porque fica bem perto dos campos de
treinamento e eles querem fazer de tudo para que eu me sinta o mais confortável
possível esse ano para me concentrar nos campeonatos da temporada e
principalmente no Mundial. Você acha mesmo que eles iriam me tirar daqui e não

você?

- Você é muito prepotente, sabia disso?

- Olha quem fala, né? Você não se enxerga nunca?

Renata que também já sabia das brigas das duas e sabia que aquilo ali seria só o
começo, resolveu falar antes que ficassem ali até ao anoitecer.

- Olha, parou as duas, viu? Não comecem com isso agora que senão, não saímos

daqui nunca mais. Samantha, por que você não vai junto com ela para explicar o
seu lado também? Fala que você não se importa com toda essa baboseira.

- Baboseira? - Lica e Samantha perguntaram juntas e cruzando os braços ao

mesmo tempo.

Iguaizinhas. Pensou Renata na hora, mas não seria louca de dizer aquilo às duas.

- Eu vou lá sim, mas não é baboseira nenhuma, Rê. – O apelido feito por Samantha

fez com que Lica fizesse uma careta, mas que passou despercebida para as
outras duas meninas - Eu também gostei do quarto e ele tem uma ótima

localização para mim também que treino com as líderes de torcida, que são tão
essenciais para este colégio quanto o time de futebol, viu, projetinho de Neymar.

- Projetinho de Marta você quer dizer, né? Mais respeito ao futebol feminino, por

favor.

- Não, não me enganei, você é um projetinho de Neymar mesmo porque para ser a

Marta você precisa ser um pouco mais humilde.

- Você quer falar de humildade? Logo você, Lambertini?

E lá vamos nós de novo. Pensou Renata passando as mãos nos olhos como se

estivesse querendo conter todo o estresse que aquela discussão renderia se ela
não parasse.

- Gente, bora focar de novo aqui? Minha Nossa vocês duas realmente não

conseguem passar um minuto sem se alfinetarem, né? Olha, acho que para o bem

de ambas, alguma das duas terá que ceder porque isso aqui acabará em

porradaria, tenho certeza. Vem, vamos lá falar com o Bóris. As duas - Disse Renata
encarando as duas seriamente e abrindo a porta gesticulando para que as duas

passassem, o que ambas fizeram com uma cara mais emburrada que a outra e

ainda de braços cruzados.

--------------------------------------------------------------

Já na sala de Bóris, que era o conselheiro pedagógico do Colégio Grupo, mais uma

discussão acontecia entre Lica e Samantha e fazia com que o homem tivesse que

ser mais paciente, mas estava se segurando ali para não gritar e mandar as duas
calarem a boca. Não era novidade nenhuma aquela situação, desde pequenas, as

discussões que aconteciam nas aulas, nos pátios, nos banheiros ou qualquer
lugar possível que as fizessem montar uma platéia enorme envolta delas para
acompanhar o bate boca, fazia com que o destino de ambas parasse ali sentadas

nas cadeiras em frente à mesa do coordenador.

- Meninas, por favor, parem de discutir e me expliquem o que foi desta vez – Bóris

realmente precisava entender o que estava acontecendo porque as meninas

chegaram com a outra aluna Renata que só avisou que o homem precisava
resolver mais uma treta das duas e saiu logo após de dar um selinho em

Samantha, o que fez Bóris desviar os olhos para Lica e percebeu um certo

desconforto da menina que parecia ser... Ciúmes?

Após ambas dizerem toda a situação que as fizeram chegar até ali (Cada uma

puxando para o seu lado na hora do depoimento), Bóris finalmente entendeu.

- Olhem, meninas, eu estou aqui checando e não tem nada de errado ou engano.
Vocês realmente estarão dividindo o quarto juntas.

- Não, a gente não vai porque essa megera aí vai desistir – Disse Lica apontando a
cabeça para a menina ao lado.

- Se toca, garota. Eu já disse que quero muito ficar naquele quarto e não vou

desistir dele. Bóris, por favor, arranje outro lugar para essa traste.

- Meninas, não há nada que eu possa fazer. Não posso tirá-las porque todo o

sistema de divisão de quartos já foi feito e a não ser que vocês tenham como

trocar com outra colega de vocês que aceite fazer isso, irão ficar no mesmo
quarto sim.

- Então é isso? – Perguntou Lica boquiaberta, fitando Bóris como se ele tivesse lhe

dado a notícia dela ter uma doença terminal ou algo do tipo.

- É isso. Você e Samantha não podem fazer nada contra o destino que juntou as

duas. Talvez assim vocês se acertem e virem grandes amigas – O pobre tentou

fazer uma piada ali para descontrair e deu uma leve risada, mas logo fechou a

cara ao encarar as meninas paralisadas a sua frente.

- Destino? – Disse a menina de cabelos cacheados com uma expressão de


indignação – Tá mais para pesadelo.

E foi ali que, mais uma vez, Lica teve que concordar com Samantha.

Notas Finais

amanhã tentarei (re)postar o resto.

antes de eu atualizar essa fic, eu tenho uma outra para terminar, que tbm foi

excluída (mas que irei repostar de uma vez só pq são três capítulos apenas) e eu
estou meio enrolada nos estudos e sem muito tempo para escrever, por isso a

demora, mas relaxem que já tem boa parte escrita e eu já anotei o roteiro, então já

já vem att do capítulo 10!!

tchau inimiguers!!
Próximo Capítulo
(https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-
to-hate-me-21944090/capitulo2)

Gostou da Fanfic? Compartilhe!

  

Gostou? Deixe seu Comentário!


Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles,
deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se


(https://www.spiritfanfiction.com/cadastrar?
ReturnUrl=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1) ou Acesse sua Conta. (https://www.spiritfanfiction.com/login?
ReturnUrl=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1)

6 Comentários

Umadasluasdesaturno
(https://www.spiritfan ction.com/per l/30c3f76274a54dcab395f4e78884f4)
Postado 5 dias atrás (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130108222)

 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130108222)

Acho que eu nunca tinha comentando na fic antes, mas só pra deixar claro que a
(https://ww
história é boa demais pra não voltar a acompanhar!
w.spiritfanfi
ction.com/
Já reli uma vez, não é trabalho acompanhar do começo de novo!
perfil/30c3f
Obrigada por não ter desistido :D
76274a54dc
ab395f4e788
84f4)

alinneAp (https://www.spiritfan ction.com/per l/alinneap)


Postado 6 dias atrás (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130082231)

 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130082231)

Ahhhh achei ..... Louca para você atualizar aqui .... Eu sou muito ansiosa então
(https://ww
ficar esperando capítulos novos literalmente tira meu sono kkkkkkkkkkkkkkkkk
w.spiritfanfi
Por favor demora para atualizar sem as várias historias que eu leio fixo sem ter o
ction.com/
que fazer rsrsrsrsrsrsr
perfil/alinne
ap)
Respondido por leiamasmanas
(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/7d4d019ba8b140b18042e8cbb4e82b) 5
dias atrás
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130092285)
pensa pelo lado bom, ao menos dessa vez, vou atualizar todos os dias
hahahaha

(https: mas o capítulo 10 está sendo feito e garanto que a espera irá valer a pena.

//www
.spiritf
anficti
on.co
m/per
fil/7d4
d019b
a8b14
0b180
42e8c
bb4e8
2b)

pruprucolorido (https://www.spiritfan ction.com/per l/pruprucolorido)


Postado 6 dias atrás (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130074341)
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130074341)

minha ficcccc meu deus


(https://ww
w.spiritfanfi
ction.com/
perfil/prupr
ucolorido)

Respondido por leiamasmanas


(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/7d4d019ba8b140b18042e8cbb4e82b) 5
dias atrás
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130092202)
🧡🧡🧡🧡🧡🧡🧡
(https:
//www
.spiritf
anficti
on.co
m/per
fil/7d4
d019b
a8b14
0b180
42e8c
bb4e8
2b)

lumamlsg (https://www.spiritfan ction.com/per l/lumamlsg)


Postado 6 dias atrás (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130058678)
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130058678)

Essa história é incrível!! Que bom que voltou!!


(https://ww
w.spiritfanfi
ction.com/
perfil/luma
mlsg)

Lahfellixc (https://www.spiritfan ction.com/per l/lahfellixc)


Postado 6 dias atrás (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130051305)
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130051305)

Eu amo essa história e vou divulgar a volta dele em todos os lugares tô louca
(https://ww
para ler tudo novamente e os novos
w.spiritfanfi
ction.com/
perfil/lahfell
ixc)

Respondido por leiamasmanas


(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/7d4d019ba8b140b18042e8cbb4e82b) 5
dias atrás
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130092174)
aaaaaaaaaa eu nem pretendo ter leitores novos, mas não quero perder os
que estavam acompanhando, tenho muito carinho por quem incentivava

(https: essa história que eu amo fazer, então ficarei grata se todos os antigos

//www leitores souberem que eu não desisti.

.spiritf
anficti
on.co
m/per
fil/7d4
d019b
a8b14
0b180
42e8c
bb4e8
2b)

Lahfellixc (https://www.spiritfan ction.com/per l/lahfellixc)


Postado 6 dias atrás (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130051262)
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130051262)

Autora te acompanharei sempre


(https://ww
w.spiritfanfi
ction.com/
perfil/lahfell
ixc)

Respondido por leiamasmanas


(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/7d4d019ba8b140b18042e8cbb4e82b) 5
dias atrás
 (https://www.spiritfanfiction.com/reportar?
pagina=https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-
21944090/capitulo1/permalink/130092082)
nossa eu quase chorei aqui ! (nem tô zoando, achei fofo)

(https:
//www
.spiritf
anficti
on.co
m/per
fil/7d4
d019b
a8b14
0b180
42e8c
bb4e8
2b)

42 Favoritos

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/fckjergui) (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/9b5f6d5d00184da88818e3127733bd)

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/laravj) (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/ynnejraquel)

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/panda_p_) (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/287a78af08ad4a9db7f5c898442941)

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/6910054cd9de4975b6981995017f86) (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/andressac016)

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/lilhica) (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/db75cb89a461453b89fa494f47685a)

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/izaahtra) (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/lara2121)

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/rvitti) (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/mybabiesjelena)
(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/almeidajacob)
 Veja todos os Favoritos (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-21944090/favoritos)

Atualizações

lagostosah (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/fckjergui) 

Favoritei a história
 4 horas atrás
princessconsuela13
(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/9b5f6d5d00184da88818e3127733bd)
Favoritei a história
 9 horas atrás

CristalVJ (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/laravj)
Favoritei a história
 17 horas atrás

 Veja todas as Atualizações (https://www.spiritfanfiction.com/historia/love-to-hate-me-


21944090/atividades)

(https://www.spiritfanfiction.com/perfil/7d4d019ba8b140b18042e8cbb4e82b)
leiamasmanas (https://www.spiritfanfiction.com/perfil/7d4d019ba8b140b18042e8cbb4e82b)
Usuário

1 16
Histórias Seguidores

Ir para o topo 

Spirit Fanfics e Histórias é uma plataforma para autopublicação de Livros. Solte sua
imaginação, escreva suas histórias, tenha sua própria página personalizada,
compartilhe idéias, faça amizades.

 Facebook
(https://www.facebook.com/Spirit.OficialBR)

 Instagram
(https://www.instagram.com/spirit.oficial)

 Twitter
(https://twitter.com/spiritoficial)

 Youtube
(https://www.youtube.com/c/SpiritfanficsOficial)

Animes & Mangás


(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/animes)
Bandas & Músicos
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/bandas-
musicos)

Cartoons
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/cartoons)

Celebridades
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/celebridades)

Filmes
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/filmes)

Games
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/games)

Livros
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/livros)

Mitologias
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/mitologias-
lendas)

Quadrinhos
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/quadrinhos)

Séries TV
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/series-
tv)

Youtubers
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/youtubers-
media-stars)

Histórias Originais
(https://www.spiritfanfiction.com/categorias/historias-
originais)

Premium
(https://www.spiritfanfiction.com/premium)

Política de Privacidade
(https://www.spiritfanfiction.com/informacoes/politica-
de-privacidade)

Diretrizes de Conteúdo
(https://www.spiritfanfiction.com/diretrizes)

Termos de Uso
(https://www.spiritfanfiction.com/termos)

Segurança
(https://www.spiritfanfiction.com/informacoes/seguranca)

Informações
(https://www.spiritfanfiction.com/informacoes)

Sobre
(https://www.spiritfanfiction.com/sobre)

Suporte
(https://www.spiritfanfiction.com/suporte)

Ajuda / Faq
(https://www.spiritfanfiction.com/faq)

Aulas de Português
(https://www.spiritfanfiction.com/aulas)

Equipe
(https://www.spiritfanfiction.com/equipe)
Embaixadores
(https://www.spiritfanfiction.com/embaixadores)

Membros
(https://www.spiritfanfiction.com/membros)

Jornais
(https://www.spiritfanfiction.com/jornais)

Copyright © 2021 Spirit Tecnologia LTDA

Você também pode gostar