Você está na página 1de 30

MÉTODOS DE INVESTIGAÇÃO EM VIDA E

SAÚDE I

Ciência e métodos científicos

Professora Adriane Möbbs


O que é conhecimento?
Modalidades de conhecimento

- Conhecimento mítico;
- Conhecimento filosófico;
- Conhecimento acientífico;
- Conhecimento científico;
- Conhecimento religioso;
- Conhecimento artístico.
Modalidades de conhecimento

- Conhecimento mítico;
- Conhecimento filosófico;
- Conhecimento acientífico;
- Conhecimento científico;
- Conhecimento religioso;
- Conhecimento artístico.
Conhecimento acientífico

Conhecimento do senso comum,


sem comprovação científica,
desorganizado, espontâneo, que
se dá a partir da vida cotidiana do
sujeito. Não pode ser explicado
rigorosamente, pois não é
sistematizado.
Conhecimento científico

Conhecimento resultante da
investigação científica, vai além
das aparências. É o conhecimento
produzido pela ciência.
Características

- é real
- Contingente;
- é verificável;
- falível;
- é sistemático;
- exige atitude científica;
- exige a utilização de métodos,
técnicas e processos;
O que é ciência?
- Objeto;
- Método;
Ciência
A ciência é um conhecimento que se
traduz em teorias. Essas teorias são
elaboradas a partir de enunciados
científicos.
Pesquisa científica
Na pesquisa acientífica, ao contrário da
científica, não há rigorosidade e nem
planejamento. Geralmente a pesquisa é
impulsionada pelo desejo/curiosidade sobre
determinado assunto, mas não há um
planejamento, um processo que a conduza para
a busca de mais conhecimento. Do contrário,
quando existe esse processo de direcionamento,
ela (a pesquisa acientífica) é o início da pesquisa
científica.
Pesquisa científica
A pesquisa científica é a pesquisa realizada
pela Ciência, ou seja, pelo cientista. É uma
pesquisa que possui rigorosidade e
planejamento, utiliza-se de métodos científicos.

Mas, pergunto: quem é o cientista?


Pesquisa científica

Observe o quadro 01, que apresenta os problemas das Ciências Sociais:

Tipo de problema: Descrição:


De acordo com Durkheim (1973) a
1. Quanto à objetividade primeira e mais fundamental regra do Método
Sociológico é tratar os fatos sociais como
coisas, adotando assim os procedimentos das
ciências naturais nas ciências sociais.
Os fatos sociais dificilmente podem ser
2. Quanto à quantificação tratados como coisas, pois são produzidos por
seres humanos, que podem orientar uma
situação de diferentes maneiras e, portanto, não
é possível quantificá-los uma vez que as suas
variáveis são de difícil quantificação.
Tipo de problema: Descrição:
O experimento em investigações sociais é
3. Quanto à experimentação bem pouco utilizado e só deve ser utilizado se for
de extrema necessidade, uma vez que, de modo
geral, o cientista não possui o poder de introduzir
modificações nos fenômenos que pretende
pesquisar. Embora extremamente importante, o
experimento controlado, não pode ser
superestimado.
Os fatos sociais dificilmente podem ser
4. Quanto à generalização tratados como coisas, pois são produzidos por seres
humanos, que podem orientar uma situação de
diferentes maneiras e, portanto, não é possível
quantificá-los uma vez que as suas variáveis são de
difícil quantificação.
O que é um enunciado
científico?
Um enunciado é científico quando seu
ponto de partida e de chegada é a
experiência. Um enunciado refere-se a
dados que descrevem um fato ou
fenômeno observado.
Podem ser:
- Confirmação positiva;
- Confirmação negativa;
- Formalista.
Um dado constitui uma informação
concebida ou codificada pelo investigador, sendo
que informação é o conhecimento que é extraído
a partir dos fenômenos. Desta forma, qualquer
informação, por mais pequena que seja, pode
considerar-se um dado. O dado contém
enunciados, afirmações ou negações que
expressam aspectos concretos da realidade.
(FREIXO, 2009, p. 41).
O que é método?
O método de científico conduz a
investigação científica na busca por
verdades científicas.
O que é metodologia?
É uma forma de organizar como será
realizado tal estudo. Quando realizamos
um método, estamos criando uma
espécie de modelo organizacional.
Existe diferença entre
método e técnica?
Método é a forma de organizar os
procedimentos baseado numa meta. A
técnica são os procedimentos que irão
realizar a trajetória até esta meta.
Pesquisa científica:
De acordo com Demo (2000, p.40-42),
o processo da pesquisa implica cinco
níveis de ação.
i) interpretação reprodutiva onde se
deve “tomar um texto e sintetizar de
modo a reproduzir com fidedignidade”
(Ibid., p.40).
ii) acontece a interpretação própria,
“no sentido de tomar um texto e conferir-
lhe formato interpretativo pessoal”
(Ibid.).
iii) reconstrução, “trata-se de
movimentar-se com autonomia no meio
do que já existe, ou de questionar o que
existe e repor proposta própria” (Ibid., p.
41).
iv) É o espaço da construção, “no
sentido de tomar o que existe como
simples referência e abrir caminhos
novos”(Ibid.).
v) É o momento da
criação/descoberta, “no sentido da
introdução de novos paradigmas
metodológicos, teóricos ou práticos.
Trata-se de negar fases anteriores,
questionar radicalmente, opor-se
frontalmente à existência de paradigmas,
perseguindo o novo como tal” (Ibid., p.
42).
Quanto à natureza, as pesquisas
científicas podem ser classificadas como:
I. pura (básica): quando o resultado da
pesquisa não tem aplicação imediata;
II. aplicada: quando o resultado é
usado com aplicação normalmente
imediata.
I. Pesquisa quantitativa: Baseia-se na
experimentação e na mensuração,
envolvendo dados numéricos e
estatísticos específicos.

I. Pesquisa qualitativa: A pesquisa


qualitativa analisa a situação a partir
de dados descritivos para identificar
relações, causas, efeitos,
consequências, opiniões e
significados que permitam
compreender da melhor maneira a
situação estudada.
REFERÊNCIAS
ABBAGNANO, N. Dicionário de Filosofia. 6ª ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes,
2012.
BUNGE, Mário. Dicionário de filosofia. São Paulo: Perspectiva, 2006.

FREIXO, Manuel João Vaz. Metodologia Científica: fundamentos, métodos e técnicas.


Coleção: Epistemologia e Sociedade. Lisboa: Instituto Piaget, 2009.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 6ª ed. São Paulo: Editora
Atlas, 2012. Disponível em: <https://integrada.minhabiblioteca.com.br/books/9788522484959>.
Acesso em: 12 jul. 2016.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Metodologia científica. 6. ed. São
Paulo: Atlas, 2011. Disponível em:
<https://integrada.minhabiblioteca.com.br/books/9788522484942>. Acesso em: 4 jul. 2016.

POMBO, Olga. Apontamentos sobre o conceito de epistemologia e o enquadramento


categorial da diversidade de concepções de ciência. Disponível em <
http://webpages.fc.ul.pt/~ommartins/investigacao/cat_epist.htm>. Acesso em: 22 de jul. 2016.

Você também pode gostar