Você está na página 1de 352

FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO

1a Questão

Os primeiros filósofos, conhecidos como pré-socráticos ou naturalistas, tinham como escopo especulativo:

A democratização social.
Nenhuma das alternativas anteriores.
Os mitos e credos religiosos.
A organização social grega.
O problema cosmológico e buscavam o princípio (ou arché) das coisas.

Respondido em 19/04/2020 20:29:27

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Os primeiros filósofos foram denominados como pré-socráticos. Um deles é reconhecido como sendo o primeiro filósofo e escolheu
a água como elemento primordial na sua explicação da natureza. Escolha a alternativa correta. Estamos fazendo referência a:

Empédocles de Agrigento
Demócrito de Abdera
Tales de Mileto
Pitágoras de

Samos Heráclito de
Éfeso
Respondido em 19/04/2020 20:29:46

Explicação:

A filosofia nasce no VI século a. C. na Jônia. Tales de Mileto é o considerado o primeiro filósofo e se preocupou com o que
considerava o princípio de todas as coisas, a água: parte do fluxo universal e como umidade elementar, está em movimento.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

A Filosofia pode ser definida como: I- Reflexiva, que significa dizer que ela é um pensamento consciente de si mesmo, capaz de
avaliar-se, de verificar o grau de adequação que mantém com os dados objetivos, de medir-se com o real. II- Radical, quer dizer, é
preciso que se vá até às raízes da questão, até seus fundamentos. Em outras palavras, exige-se que se opere uma reflexão em
profundidade. III- Crítica, palavra que vem do grego e significa julgamento, o que implica a análise do objeto em questão sob os
mais diferentes aspectos, para que se desenvolva um conhecimento a seu respeito que supere os preconceitos do senso comum e
as generalizações apressadas da ciência. IV- De conjunto, ou seja, o problema não pode ser examinado de modo parcial, mas
numa perspectiva de conjunto, relacionando-se o aspecto em questão com os demais aspectos do contexto em que está inserido.

I, II e IV
II e III
I e II
II e
IV
Todas estão corretas.

Respondido em 19/04/2020 20:29:53

Explicação:

A filosofia aborda a verdade, a capacidade de conhecer, as condições de possibilidade do pensar, procedimentos intelectuais para
conhecer fatos, relações entre teoria e prática, correção e acúmulo de saberes. São questões filosóficas essenciais. (CHAUÍ, M.de
S. Convite à filosofia. São Paulo, Ática. 1995).

4a Questão

Sob quais condições a Filosofia nasceu fincada no chão da sociedade


grega?

Sob as condições religiosas, artísticas e


econômicas. Sob as condições culturais, religiosas e
políticas. Sob as condições culturais, religiosas e
artísticas.
Sob as condições políticas, econômicas e culturais.
Respondido em 19/04/2020 20:30:03
Sob as condições políticas, artísticas e culturais.

Explicação:

As condições materiais que propiciaram o surgimento da FIlosofia foram:

As viagens marítimas, pois o impulso expansionista obrigou os comerciantes a enfrentarem as lendas e daí constatarem a fantasia
do discurso mítico, proporcionando a desmitificação do mundo (como exemplo, os monstros que os poetas contavam existir em
determinados lugares onde, visitados pelos navegadores, nada ali encontravam);

- A construção do calendário que permitiu a medição do tempo segundo as estações do ano e da alternância entre dia e noite.
Isso favoreceu a capacidade dos gregos de abstrair o tempo naturalmente e não como potência divina;

- O uso da moeda para as trocas comerciais que antes eram realizadas entre produtos. Isso também favoreceu o
pensamento abstrato, já que o valor agregado aos produtos dependia de uma certa análise sobre a valoração;

- A invenção do alfabeto e o uso da palavra é também um acontecimento peculiar. Numa sociedade acostumada à oralidade
dos poetas, aos poucos cai em desuso o recurso às imagens para representar o real e surge, como substituto, a escrita
alfabética/fonética, propiciando, como os itens acima, um maior poder de abstração.

A palavra não mais é usada como nos rituais esotéricos (fechados para os iniciados nos mistérios sagrados e que desvendavam os
oráculos dos deuses), nem pelos poetas inspirados pelos deuses, mas na praça pública (Ágora), no confronto cotidiano entre os
cidadãos;

- O crescimento urbano é também registrado em virtude de todo esse movimento, assim como o fomento das técnicas artesanais
e o comércio interno, as artes e outros serviços, características típicas das cidades;

- A criação da Política que faz uso da palavra para as deliberações do povo (Demo) em cada Pólis (por isso, Democracia ou o
governo do povo), bem como exige que sejam publicadas as leis para o conhecimento de todos, para que reflitam, critiquem e
a modifiquem segundo os seus interesses.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão
O nascimento da reflexão filosófica na Grécia antiga está associado aos pensadores que antecederam a Sócrates, os chamados
pré- socráticos. As questões fundamentais propostas por esses filósofos são de âmbito eminentemente:

político.
cosmológico.
educacional.
religioso.
moral.
Respondido em 19/04/2020 20:30:03

Explicação:

Os pré-socráticos se ocuparam com a origem e a ordem do mundo, com o cosmo (Kosmos). Esta filosofia inicial era uma
cosmologia. Indagavam sobre a existência e a ordem do mundo, a origem da natureza e as causas de sua transformação (
CHAUÍ, M.de
S. Convite à filosofia. São Paulo, Ática. 1995).

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

A Filosofia surgiu na Grécia antiga por volta do século VI a.C., tendo como principal característica a passagem do pensamento
mítico para o pensamento filosófico-científico. Assinale a alternativa que melhor define o pensamento mítico e o pensamento
filosófico, respectivamente:

Mito- Busca da compreensão real das coisas do mundo.

Filosofia- Um modo surreal de narrar a realidade.


Mito- Modo de explicação das ações humanas com base na existência de deuses.

Filosofia- Tipo de compreensão intuitiva da realidade, na qual prevalece a atuação dos deuses.
Mito- Apelo ao sobrenatural, ao divino e ao misterioso.

Filosofia- Busca de uma explicação racional e crítica do mundo.


Mito- Pensamento sistematizado, fundamentado e lógico.

Filosofia- Conhecimento imediato que dispensa argumentos e fundamentação racional.


Mito- Conhecimento transmitido pela tradição cultural, com forte apelo ao sobrenatural.

Filosofia- Conhecimento fragmentado, não questionável.


Respondido em 19/04/2020 20:30:18

Explicação:

O mito consiste num modo mágico de explicar a realidade, com forte referência à existência de deuses, que não permite críticas,
questionamentos ou correções. A filosofia, por sua vez, busca conhecer racionalmente o mundo, problematizando questões em
torno da relação entre o homem e a realidade.
7a Questão
Como sugere o nome, os filósofos pré-socráticos são aqueles que antecedem a Sócrates. Contudo, essa divisão se dá mais propriamente devido ao objeto de sua
filosofia (o interesse pelo estudo da natureza) em relação à novidade introduzida por Sócrates, do que em relação à cronologia. Já que, temporalmente, alguns dos
ditos pré-socráticos são contemporâneos a Sócrates, ou mesmo posteriores a ele (como no caso de alguns sofistas).

Assinale a alternativa que NÃO corresponde à filosofia dos pré-socráticos.

Tales de Mileto, Heráclito, Demócrito e Pitágoras são representantes desta filosofia.

Buscaram construir uma explicação racional da natureza (physis) a partir de causas naturais e não sobrenaturais.
Também chamados de naturalistas e tinham como escopo especulativo o problema cosmológico e buscavam o princípio
(arché das coisas).
Cada filósofo pré-socrático sugeriu um elemento primordial ou causa de todas as coisas que compõem a realidade física.
Dedicaram seus estudos à problemática do sagrado e dos mistérios da fé.

Respondido em 19/04/2020 20:30:28

Gabarito
Coment.

8a Questão

A filosofia faz perguntas sobre a existência, ou seja, ela se volta para tudo aquilo que, de algum modo, pode ser problemático para
o ser humano. Assinale a alternativa CORRETA sobre o questionamento filosófico.

A aceitação de "verdades" já estabelecidas habitualmente é um primeiro passo para abrir caminho para que o mundo seja
percebido de modo estranho.
Se aplica a tudo, de maneira especial àquilo que é entendido como óbvio e que, na verdade, precisa ser elucidado. O
questionamento filosófico é o mais amplo que existe.
Questiona-se com a pretensão de que se alcance uma resposta total com a pergunta;

A filosofia questiona do mesmo modo que a ciência o faz: os objetivos são os mesmos, a metodologia é idêntica, na
busca de se poder falar de uma mesma realidade.
Volta-se apenas para as questões teóricas, não sobre a prática.

Respondido em 19/04/2020 20:30:36

Explicação:

A filosofia parte da "não aceitação" de verdades estabelecidas; questiona-se, sem a pretensão de achar uma resposta total, cada
resposta é uma nova pergunta; volta-se para questões teóricas e práticas; o questionamento filosófico é distinto do questionamento
científico, a filosofia tem objetivos e metodologias específica.

1a Questão

A Filosofia estabeleceu um novo critério para alcançar a "verdade", não mais recorrendo aos mitos e ao discurso religioso. Através
da intuição racional e da lógica, os filósofos creem encontrar as causas explicativas da "realidade" no próprio mundo, e não fora
dele. A origem de todas as coisas fundamenta-se num princípio originário ou "arché".

Assinale a única afirmação ERRADA.

Anaxímenes escolhe o ar infinito como princípio primordial, porque se presta melhor às variações e transformações
necessárias à diversidade das coisas.
Tales identificou a água como princípio, pois constatou que o elemento líquido está presente em todo lugar em que há
vida.
Heráclito, o obscuro, indicou o número como princípio da physis, o que o levou a concordar com a teoria de Parmênides
que entendeu que o seu era uno, imóvel e perfeito.
Anaximandro defendeu que o princípio primordial de toda a realidade será o á-peiron, que significa o infinito (privado de
limites).
Para Pitágoras os números são o princípio de todas as coisas. Se o número é ordem, tudo é ordem ou kósmos, em grego.

Respondido em 19/04/2020 20:31:08

Explicação:

Heráclito, concordou com a teoria de Parmênides de que as ideias da Filosofia se distanciam do misticismo de Pitágoras.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

2a Questão

Segundo Chauí (Ática), a filosofia, tal como se conhece no ocidente, é um fenômeno grego, porque os gregos:

elaboraram um tipo de pensamento que traz explicações sobre as coisas por meio de ideias que exprimem contradições.
foram os primeiros a elaborar um tipo de raciocínio explicativo que estabelece certas concepções e formas de expressão
do pensamento que tem marcas originais.
construíram um tipo de pensamento que estabeleceu rupturas com o mito.
foram os primeiros a utilizar a sabedoria como interpretação do mundo.
elaboraram um pensamento capaz de promover rupturas políticas importantes
Respondido em 19/04/2020 20:31:26

Explicação:

A Filosofia é uma das cinco leituras que se pode fazer do real


ao lado do senso comum, da arte, da religião e da ciência. Sua
importância consiste na capacidade de abstração, ou seja, na
reflexão sobre os objetos no âmbito do pensamento. Filosofia
é uma forma de pensar que toma a razão como fundamento e
analisa em que medida algo pode ser falso ou verdadeiro
(lógica), certo ou errado (ética), conhecido ou ideológico
(teoria do conhecimento), belo ou não (estética), e por fim,
em que medida a existência pode espelhar a essência Na
Grécia Antiga, os gregos encontravam as respostas
fundamentais para solucionar suas questões da existência na
religião e no mito. No século VI a.C, alguns pensadores
propuseram uma outra forma de investigar e explicar a
existência e origem do mundo, utilizando argumentos
racionais. Os Pré-Socráticos partindo de elementos presentes
no mundo natural (a natureza) não invocam nenhum auxílio
sobrenatural, nem a religião e nem o mito..O Mito segundo
Japiassu "É o relato simbólico que não revela imediatamente
qualquer reflexão sobre fatos realizados por agentes
impessoais ou forças da natureza, mas representados por
seres pessoais. Esses relatos
constituem, em suma, a mitologia,acrescentando-se neles as
crenças respectivas. a Filosofia é a produção constante de
novos conhecimentos, partindo do questionamento e
alcançado através da busca, da investigação e que depois de
sistematizado deve ser aplicado com Ética, a filosofia é um não
a mesmice e a acomodação.

3a Questão

Reportando-nos ao surgimento da Filosofia na Grécia antiga, podemos dizer que grande percepção do pensamento pré-socrático foi:

Nenhuma das alternativas anteriores.


A compreensão de que as causas explicativas do mundo estão presentes no próprio mundo.
O homem é um ser social.
A vida só pode ser explicada por meio das forças divinas e sobrenaturais.
Os mitos e deuses são as causas de todas as coisas que compõem a realidade física.
Respondido em 19/04/2020 20:31:22

Gabarito
Coment.

4a Questão

A partir do século VI a. C, aparecem na Grécia alguns sábios que propõem uma forma de pensar e de explicar o mundo valendo-se
de argumentos racionais. É nesse período que surge:

A democratização do poder público.


Nenhuma das alternativas anteriores.
A participação feminina nas discussões políticas.
As ideias de perpetuação do pensamento mítico-religioso.
O pensamento filosófico científico.

Respondido em 19/04/2020 20:31:40

Explicação
:

No século VI a. C. , nas cidades jônias, principalmente Mileto, vemos surgir a linhagem dos primeiros filósofos, como Tales,
Anaximandro e Anaxímenes, chamados de pré-socráticos. Estes trabalham com exposições sobre o cosmos e adotam sistemas
explicativos que tem por base princípios ou o Princípio que está na base de tudo (Arkhé), como fundamento ou lei que permite o
entendimento de problemas e elementos estáveis no quadro do mundo (natureza como Phyisis).

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
5a Questão

Identifique as alternativas que indicam os fatos que contribuíram para o surgimento da


Filosofia no séc.VI a.C (500 a.C):
I - A escrita alfabética que possibilitou novas formas de comunicação e o desenvolvimento
da linguagem.
II - As viagens marítimas e o contato com outros povos que ampliou a forma de
compreensão do mundo.
III - A invenção da moeda e do calendário que provocaram o desenvolvimento da matemática
e o poder de abstração intelectual.
IV - O desenvolvimento das cidades e do comércio que estabeleceu novas formas de
produção material e social.
V - A invenção da política e o desenvolvimento do pensamento
argumentativo.

Todos os enunciados estão corretos.


Os enunciados I, II, III e IV estão corretos.
Os enunciados I, II, III e V estão corretos.
Os enunciados II, III, IV e V estão corretos.
Os enunciados II, III e IV estão corretos.
Respondido em 19/04/2020 20:31:35

Explicação
:

As condições materiais que propiciaram o surgimento da filosofia na Grécia foram: a escrita alfabética que possibilitou novas formas
de comunicação e o desenvolvimento da linguagem; as viagens marítimas e o contato com outros povos que ampliou a forma de
compreensão do mundo, a invenção da moeda e do calendário que provocaram o desenvolvimento da matemática e o poder de
abstração intelectual, o desenvolvimento das cidades e do comércio que estabeleceu novas formas de produção material e social e
a invenção da política e o desenvolvimento do pensamento argumentativo.

6a Questão

O pensamento mítico consiste em uma forma, muito particular, de conhecimento, pela qual um povo explica aspectos essenciais
da realidade em que vive: a origem do mundo, o funcionamento da natureza... etc. Escolha a alternativa que NÃO se relaciona
com as explicações míticas:

Afirmam que tudo é governado por uma realidade exterior


Não se justificam nem se fundamentam
São parte da tradição cultural e folclórica de um povo
São fruto da elaboração de um determinado e único

indivíduo Pressupõem a adesão e aceitação dos indivíduos...


Respondido em 19/04/2020 20:31:53

Explicação
:

Mitologia é o conjunto de mitos e lendas de um


povo.
Gabarito
Coment.
7a Questão

O novo pensamento filosófico possui características centrais que rompem com a narrativa mítica. Escolha a alternativa que NÃO
está relacionada com o pensamento filosófico dos pré-socráticos:

O conceito de arqué ou elemento


primordial
A causalidade interpretada em termos estritamente naturais
A concepção de cosmo (o universo racionalmente
ordenado) O conceito de adesão e aceitação por parte dos
indivíduos
A noção de physis (natureza)

Respondido em 19/04/2020 20:31:58

Explicação
:

O novo pensamento filosófico, dos pré-socráticos, se organiza a partir de atividade intelectual que visa ao mesmo tempo explicar
fenômenos e conduzir discurso coerente com seu desenvolvimento, na forma de um rigor demonstrativo. Para os filósofos da
natureza, o cosmos passa a ser organizado a partir da relação de elementos múltiplos que obedecem a um princípio ou uma lei
comum. Dada a Arkhé como fundamento, a Physis é a natureza ou problema a ser considerado para a compreensão da ordem
cósmica ( MONDOLFO,
R. O pensamento antigo. História da filosofia grego-romana. I. São Paulo: Mestre Jou.
1971.

Gabarito
Coment.

8a Questão

Escolha a alternativa correta. Hilton Japiassu escreveu um livro denominado "O Mito da Neutralidade Científica". A partir do que
temos estudado sobre o mito, ele está querendo afirmar que:

os mitos são verdades


científicas a ciência não tem
nenhum valor a ciência é neutra
tudo é neutro
a ciência não é neutra

Respondido em 19/04/2020 20:32:12

Explicação:

Japiassu afirma que não existe definição objetiva nem muito menos neutra daquilo que é ou não a Ciência. Esta pode ser tanto uma
procura metódica do saber, quanto um modo de interpretar a realidade; tanto pode ser uma instituição com seus grupos de
pressão, seus preconceitos, suas recompensas oficiais, quanto um ofício subordinado a instâncias administrativas, políticas ou
ideológicas; tanto uma aventura intelectual conduzindo a um conhecimento teórico (pesquisa), quanto um saber realizado ou
tecnizado.

1a Questão
O nascimento da polis (cidade), no século VIII a.C., provou grandes transformações na Grécia Antiga. Dentre as quais podemos destacar:

I. O saber deixou de ser sagrado e tornou-se objeto de discussão.


II. Os cidadãos da polis, passaram a ir à ágora (praça pública) para debaterem os problemas comuns e para decidirem os rumos da cidade.

III. A política, por sua vez, permitiu aos cidadãos debatem e traçarem o seu destino em praça pública.

IV. A democracia grega possibilitou aos escravos, comerciantes e mulheres foram reconhecidos como cidadãos e assim participarem das decisões políticas.

Assinale a alternativa correta:

Apenas os enunciados II e IV estão corretos.


Apenas os enunciados II e III estão corretos.
Apenas os enunciados I, III e IV estão corretos.
Apenas os enunciados I e II estão corretos.
Apenas os enunciados I, II e III estão corretos.

Respondido em 19/04/2020 20:33:03

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Entre as condições econômicas, sociais, políticas e históricas que permitiram o surgimento da Filosofia na Grécia no final do século
VII e no início do século VI a.C. encontramos as citadas abaixo, EXCETO:

o surgimento da vida urbana.


a invenção da moeda
a invenção da imprensa e da pólvora
as viagens marítimas e a invenção do

calendário. a invenção da política e da escrita


alfabética.
Respondido em 19/04/2020 20:33:09

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Os historiadores da Filosofia dizem que ela possui data e local de nascimento, e identificam seu primeiro autor. É possível afirmar
que a Filosofia:

nasceu no século V a. C, na Grécia e seu primeiro autor foi Sócrates.


nasceu entre o final do século VII a.C e início do séc. VI a.C, nas colônias gregas da Ásia Menor (região denominada Jônia),
na cidade de Mileto e seu primeiro autor foi Tales.
nasceu na Ásia Menor, no Mar Egeu, na cidade de Mileto e seu primeiro autor foi Pitágoras.
nasceu no século IV, na Europa, na cidade de Roma e seu primeiro autor foi Tito Lívio.
nasceu na região que abrigara as civilizações de Creta, Minos, Tirento e Micenas, anteriores aos gregos e seu primeiro autor
foi o poeta Homero.
Respondido em 19/04/2020 20:33:04

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
4a Questão

A Filosofia Aristotélica (Metafísica), extremamente sistemática, propôs a divisão dos saberes em áreas de conhecimento, levando
em conta os objetivos específicos de cada área. A partir do exposto acima, associe os conceitos da primeira coluna às definições
correspondentes na segunda coluna:

(1) Conhecimento Teórico

(2) Conhecimento Prático

(3) Conhecimento Produtivo

( ) Teologia, Metafísica, Ciências e Matemática, que deveriam estar no apetite do homem em querer saber e não na busca por
recompensas;

( ) Ética e Política que servem para solucionar problemas da vida

cotidiana ( ) Artes, Estética, Poética e Retórica, que são úteis ao homem.

231
213
123
312
321
Respondido em 19/04/2020 20:33:10

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

Um dos temas importantes da filosofia de Platão era o significado da palavra democracia. Isto indica que Platão

considera que a filosofia se fazia necessária para compreender e explicar o fracasso e a decadência da democracia
ateniense e queria uma solução para isto.
só se interessava por temas relacionados aos assuntos políticos, pois sua ambição era o governo ateniense.
não conhecia esta palavra e se esforçava para desvelá-la
estava interessado em implantar uma democracia particular em Atena
descobre que o pensamento político de sua época ainda tinha muitas fragilidades
Respondido em 19/04/2020 20:33:17

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Os primeiros filósofos, conhecidos como pré-socráticos ou naturalistas, tinham como escopo especulativo:
A organização social grega.
Os mitos e credos religiosos.
A democratização social.
Nenhuma das alternativas anteriores.
O problema cosmológico e buscavam o princípio (ou arché) das coisas.

Respondido em 19/04/2020 20:33:34

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

A Filosofia pode ser definida como: I- Reflexiva, que significa dizer que ela é um pensamento consciente de si mesmo, capaz de
avaliar-se, de verificar o grau de adequação que mantém com os dados objetivos, de medir-se com o real. II- Radical, quer dizer, é
preciso que se vá até às raízes da questão, até seus fundamentos. Em outras palavras, exige-se que se opere uma reflexão em
profundidade. III- Crítica, palavra que vem do grego e significa julgamento, o que implica a análise do objeto em questão sob os
mais diferentes aspectos, para que se desenvolva um conhecimento a seu respeito que supere os preconceitos do senso comum e
as generalizações apressadas da ciência. IV- De conjunto, ou seja, o problema não pode ser examinado de modo parcial, mas
numa perspectiva de conjunto, relacionando-se o aspecto em questão com os demais aspectos do contexto em que está inserido.

I e II
II e
IV
Todas estão corretas.
I, II e IV

II e III

Respondido em 19/04/2020 20:33:29

Explicação:

A filosofia aborda a verdade, a capacidade de conhecer, as condições de possibilidade do pensar, procedimentos intelectuais para
conhecer fatos, relações entre teoria e prática, correção e acúmulo de saberes. São questões filosóficas essenciais. (CHAUÍ, M.de
S. Convite à filosofia. São Paulo, Ática. 1995).

8a Questão

Como sugere o nome, os filósofos pré-socráticos são aqueles que antecedem a Sócrates. Contudo, essa divisão se dá mais propriamente devido ao objeto de sua
filosofia (o interesse pelo estudo da natureza) em relação à novidade introduzida por Sócrates, do que em relação à cronologia. Já que, temporalmente, alguns dos
ditos pré-socráticos são contemporâneos a Sócrates, ou mesmo posteriores a ele (como no caso de alguns sofistas).

Assinale a alternativa que NÃO corresponde à filosofia dos pré-socráticos.

Cada filósofo pré-socrático sugeriu um elemento primordial ou causa de todas as coisas que compõem a realidade física.
Tales de Mileto, Heráclito, Demócrito e Pitágoras são representantes desta filosofia.

Buscaram construir uma explicação racional da natureza (physis) a partir de causas naturais e não sobrenaturais.

Também chamados de naturalistas e tinham como escopo especulativo o problema cosmológico e buscavam o princípio
(arché das coisas).
Dedicaram seus estudos à problemática do sagrado e dos mistérios da fé.
1a Questão

Os primeiros filósofos foram denominados como pré-socráticos. Um deles é reconhecido como sendo o primeiro filósofo e escolheu
a água como elemento primordial na sua explicação da natureza. Escolha a alternativa correta. Estamos fazendo referência a:

Heráclito de Éfeso
Tales de Mileto
Pitágoras de Samos
Empédocles de Agrigento
Demócrito de Abdera
Respondido em 19/04/2020 20:35:43

Explicação:

A filosofia nasce no VI século a. C. na Jônia. Tales de Mileto é o considerado o primeiro filósofo e se preocupou com o que
considerava o princípio de todas as coisas, a água: parte do fluxo universal e como umidade elementar, está em movimento.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Sob quais condições a Filosofia nasceu fincada no chão da sociedade grega?

Sob as condições políticas, artísticas e culturais.


Sob as condições culturais, religiosas e políticas.
Sob as condições religiosas, artísticas e
econômicas.
Sob as condições culturais, religiosas e artísticas.
Sob as condições políticas, econômicas e culturais.

Respondido em 19/04/2020 20:35:48

Explicação:

As condições materiais que propiciaram o surgimento da FIlosofia foram:

As viagens marítimas, pois o impulso expansionista obrigou os comerciantes a enfrentarem as lendas e daí constatarem a fantasia
do discurso mítico, proporcionando a desmitificação do mundo (como exemplo, os monstros que os poetas contavam existir em
determinados lugares onde, visitados pelos navegadores, nada ali encontravam);

- A construção do calendário que permitiu a medição do tempo segundo as estações do ano e da alternância entre dia e noite.
Isso favoreceu a capacidade dos gregos de abstrair o tempo naturalmente e não como potência divina;

- O uso da moeda para as trocas comerciais que antes eram realizadas entre produtos. Isso também favoreceu o
pensamento abstrato, já que o valor agregado aos produtos dependia de uma certa análise sobre a valoração;

- A invenção do alfabeto e o uso da palavra é também um acontecimento peculiar. Numa sociedade acostumada à oralidade
dos poetas, aos poucos cai em desuso o recurso às imagens para representar o real e surge, como substituto, a escrita
alfabética/fonética, propiciando, como os itens acima, um maior poder de abstração.

A palavra não mais é usada como nos rituais esotéricos (fechados para os iniciados nos mistérios sagrados e que desvendavam os
oráculos dos deuses), nem pelos poetas inspirados pelos deuses, mas na praça pública (Ágora), no confronto cotidiano entre os
cidadãos;

- O crescimento urbano é também registrado em virtude de todo esse movimento, assim como o fomento das técnicas artesanais
e o comércio interno, as artes e outros serviços, características típicas das cidades;
- A criação da Política que faz uso da palavra para as deliberações do povo (Demo) em cada Pólis (por isso, Democracia ou o
governo do povo), bem como exige que sejam publicadas as leis para o conhecimento de todos, para que reflitam, critiquem e
a modifiquem segundo os seus interesses.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

A filosofia faz perguntas sobre a existência, ou seja, ela se volta para tudo aquilo que, de algum modo, pode ser problemático para
o ser humano. Assinale a alternativa CORRETA sobre o questionamento filosófico.

A filosofia questiona do mesmo modo que a ciência o faz: os objetivos são os mesmos, a metodologia é idêntica, na
busca de se poder falar de uma mesma realidade.
Se aplica a tudo, de maneira especial àquilo que é entendido como óbvio e que, na verdade, precisa ser elucidado. O
questionamento filosófico é o mais amplo que existe.
A aceitação de "verdades" já estabelecidas habitualmente é um primeiro passo para abrir caminho para que o mundo seja
percebido de modo estranho.
Questiona-se com a pretensão de que se alcance uma resposta total com a pergunta; Volta-
se apenas para as questões teóricas, não sobre a prática.
Respondido em 19/04/2020 20:35:57

Explicação:

A filosofia parte da "não aceitação" de verdades estabelecidas; questiona-se, sem a pretensão de achar uma resposta total, cada
resposta é uma nova pergunta; volta-se para questões teóricas e práticas; o questionamento filosófico é distinto do
questionamento científico, a filosofia tem objetivos e metodologias específica.

4a Questão

A Filosofia surgiu na Grécia antiga por volta do século VI a.C., tendo como principal característica a passagem do pensamento
mítico para o pensamento filosófico-científico. Assinale a alternativa que melhor define o pensamento mítico e o pensamento
filosófico, respectivamente:

Mito- Modo de explicação das ações humanas com base na existência de deuses.

Filosofia- Tipo de compreensão intuitiva da realidade, na qual prevalece a atuação dos deuses.
Mito- Apelo ao sobrenatural, ao divino e ao misterioso.

Filosofia- Busca de uma explicação racional e crítica do mundo.


Mito- Conhecimento transmitido pela tradição cultural, com forte apelo ao sobrenatural.

Filosofia- Conhecimento fragmentado, não questionável.


Mito- Pensamento sistematizado, fundamentado e lógico.

Filosofia- Conhecimento imediato que dispensa argumentos e fundamentação racional.


Mito- Busca da compreensão real das coisas do mundo.

Filosofia- Um modo surreal de narrar a realidade.


Respondido em 19/04/2020 20:35:54

Explicação:

O mito consiste num modo mágico de explicar a realidade, com forte referência à existência de deuses, que não permite críticas,
questionamentos ou correções. A filosofia, por sua vez, busca conhecer racionalmente o mundo, problematizando questões em
torno da relação entre o homem e a realidade.

5a Questão

O nascimento da reflexão filosófica na Grécia antiga está associado aos pensadores que antecederam a Sócrates, os chamados pré-
socráticos. As questões fundamentais propostas por esses filósofos são de âmbito eminentemente:

cosmológico.
moral.
político.
religioso.
educacional.
Respondido em 19/04/2020 20:36:03

Explicação:

Os pré-socráticos se ocuparam com a origem e a ordem do mundo, com o cosmo (Kosmos). Esta filosofia inicial era uma
cosmologia. Indagavam sobre a existência e a ordem do mundo, a origem da natureza e as causas de sua transformação (
CHAUÍ, M.de
S. Convite à filosofia. São Paulo, Ática. 1995).

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Escolha a alternativa correta. Hilton Japiassu escreveu um livro denominado "O Mito da Neutralidade Científica". A partir do que
temos estudado sobre o mito, ele está querendo afirmar que:

tudo é neutro
a ciência não tem nenhum valor
a ciência não é neutra
a ciência é neutra
os mitos são verdades científicas
Respondido em 19/04/2020 20:36:26

Explicação:

Japiassu afirma que não existe definição objetiva nem muito menos neutra daquilo que é ou não a Ciência. Esta pode ser tanto
uma procura metódica do saber, quanto um modo de interpretar a realidade; tanto pode ser uma instituição com seus grupos de
pressão, seus preconceitos, suas recompensas oficiais, quanto um ofício subordinado a instâncias administrativas, políticas ou
ideológicas; tanto uma aventura intelectual conduzindo a um conhecimento teórico (pesquisa), quanto um saber realizado ou
tecnizado.
Gabarito
Coment.
7a
Questão

O novo pensamento filosófico possui características centrais que rompem com a narrativa mítica. Escolha a alternativa que NÃO
está relacionada com o pensamento filosófico dos pré-socráticos:

O conceito de arqué ou elemento primordial


A concepção de cosmo (o universo racionalmente
ordenado) A noção de physis (natureza)
A causalidade interpretada em termos estritamente
naturais O conceito de adesão e aceitação por parte
dos indivíduos

Respondido em 19/04/2020 20:36:38

Explic
ação:

O novo pensamento filosófico, dos pré-socráticos, se organiza a partir de atividade intelectual que visa ao mesmo tempo
explicar fenômenos e conduzir discurso coerente com seu desenvolvimento, na forma de um rigor demonstrativo. Para os
filósofos da natureza, o cosmos passa a ser organizado a partir da relação de elementos múltiplos que obedecem a um
princípio ou uma lei comum. Dada a Arkhé como fundamento, a Physis é a natureza ou problema a ser considerado para a
compreensão da ordem cósmica ( MONDOLFO,
R. O pensamento antigo. História da filosofia grego-romana. I. São Paulo: Mestre Jou.
1971.

Gab
arit
o
Co
me
nt.

8a Questão

A partir do século VI a. C, aparecem na Grécia alguns sábios que propõem uma forma de pensar e de explicar o mundo
valendo-se de argumentos racionais. É nesse período que surge:

As ideias de perpetuação do pensamento mítico-


religioso. O pensamento filosófico científico.
A democratização do poder público.
A participação feminina nas discussões políticas.
Nenhuma das alternativas anteriores.
Respondido em 19/04/2020 20:36:36

Explic
ação:

No século VI a. C. , nas cidades jônias, principalmente Mileto, vemos surgir a linhagem dos primeiros filósofos, como
Tales, Anaximandro e Anaxímenes, chamados de pré-socráticos. Estes trabalham com exposições sobre o cosmos e adotam
sistemas explicativos que tem por base princípios ou o Princípio que está na base de tudo (Arkhé), como fundamento ou lei
que permite o entendimento de problemas e elementos estáveis no quadro do mundo (natureza como Phyisis).

1a Questão
O pensamento mítico consiste em uma forma, muito particular, de conhecimento, pela qual um povo explica aspectos
essenciais da realidade em que vive: a origem do mundo, o funcionamento da natureza... etc. Escolha a alternativa que NÃO
se relaciona com as explicações míticas:
São parte da tradição cultural e folclórica de um povo
São fruto da elaboração de um determinado e único indivíduo
Pressupõem a adesão e aceitação dos indivíduos...
Não se justificam nem se fundamentam
Afirmam que tudo é governado por uma realidade exterior
Respondido em 19/04/2020 20:37:17

Explicação:

Mitologia é o conjunto de mitos e lendas de um povo.

Gabarito
Coment.

2a Questão

Reportando-nos ao surgimento da Filosofia na Grécia antiga, podemos dizer que grande percepção do pensamento pré-socrático foi:

O homem é um ser social.


A vida só pode ser explicada por meio das forças divinas e sobrenaturais.
Os mitos e deuses são as causas de todas as coisas que compõem a realidade física.
A compreensão de que as causas explicativas do mundo estão presentes no próprio

mundo. Nenhuma das alternativas anteriores.


Respondido em 19/04/2020 20:37:56

Gabarito
Coment.

3a Questão

Segundo Chauí (Ática), a filosofia, tal como se conhece no ocidente, é um fenômeno grego, porque os gregos:

foram os primeiros a utilizar a sabedoria como interpretação do mundo.


elaboraram um pensamento capaz de promover rupturas políticas importantes
elaboraram um tipo de pensamento que traz explicações sobre as coisas por meio de ideias que exprimem contradições.
foram os primeiros a elaborar um tipo de raciocínio explicativo que estabelece certas concepções e formas de expressão
do pensamento que tem marcas originais.
construíram um tipo de pensamento que estabeleceu rupturas com o mito.

Respondido em 19/04/2020 20:38:03

Explicação:

A Filosofia é uma das cinco leituras que se pode fazer do real


ao lado do senso comum, da arte, da religião e da ciência. Sua
importância consiste na capacidade de abstração, ou seja, na
reflexão sobre os objetos no âmbito do pensamento. Filosofia
é
uma forma de pensar que toma a razão como fundamento e
analisa em que medida algo pode ser falso ou verdadeiro
(lógica), certo ou errado (ética), conhecido ou ideológico
(teoria do conhecimento), belo ou não (estética), e por fim,
em que medida a existência pode espelhar a essência Na
Grécia Antiga, os gregos encontravam as respostas
fundamentais para solucionar suas questões da existência na
religião e no mito. No século VI a.C, alguns pensadores
propuseram uma outra forma de investigar e explicar a
existência e origem do mundo, utilizando argumentos
racionais. Os Pré-Socráticos partindo de elementos presentes
no mundo natural (a natureza) não invocam nenhum auxílio
sobrenatural, nem a religião e nem o mito..O Mito segundo
Japiassu "É o relato simbólico que não revela imediatamente
qualquer reflexão sobre fatos realizados por agentes
impessoais ou forças da natureza, mas representados por
seres pessoais. Esses relatos constituem, em suma, a
mitologia,acrescentando-se neles as crenças respectivas. a
Filosofia é a produção constante de novos conhecimentos,
partindo do questionamento e alcançado através da busca, da
investigação e que depois de sistematizado deve ser aplicado
com Ética, a filosofia é um não a mesmice e a acomodação.

4a Questão

Identifique as alternativas que indicam os fatos que contribuíram para o surgimento da Filosofia
no séc.VI a.C (500 a.C):
I - A escrita alfabética que possibilitou novas formas de comunicação e o desenvolvimento
da linguagem.
II - As viagens marítimas e o contato com outros povos que ampliou a forma de
compreensão do mundo.
III - A invenção da moeda e do calendário que provocaram o desenvolvimento da matemática
e o poder de abstração intelectual.
IV - O desenvolvimento das cidades e do comércio que estabeleceu novas formas de
produção material e social.
V - A invenção da política e o desenvolvimento do pensamento argumentativo.

Os enunciados II, III e IV estão corretos.


Os enunciados I, II, III e IV estão corretos.
Os enunciados I, II, III e V estão corretos.
Os enunciados II, III, IV e V estão corretos.
Todos os enunciados estão corretos.
Respondido em 19/04/2020 20:38:23

Explicação
:

As condições materiais que propiciaram o surgimento da filosofia na Grécia foram: a escrita alfabética que possibilitou novas formas
de comunicação e o desenvolvimento da linguagem; as viagens marítimas e o contato com outros povos que ampliou a forma de
compreensão do mundo, a invenção da moeda e do calendário que provocaram o desenvolvimento da matemática e o poder de
abstração intelectual, o desenvolvimento das cidades e do comércio que estabeleceu novas formas de produção material e social e
a invenção da política e o desenvolvimento do pensamento argumentativo.

5a Questão

A Filosofia estabeleceu um novo critério para alcançar a "verdade", não mais recorrendo aos mitos e ao discurso religioso. Através
da intuição racional e da lógica, os filósofos creem encontrar as causas explicativas da "realidade" no próprio mundo, e não fora
dele. A origem de todas as coisas fundamenta-se num princípio originário ou "arché".

Assinale a única afirmação ERRADA.

Para Pitágoras os números são o princípio de todas as coisas. Se o número é ordem, tudo é ordem ou kósmos, em grego.
Tales identificou a água como princípio, pois constatou que o elemento líquido está presente em todo lugar em que há
vida.
Heráclito, o obscuro, indicou o número como princípio da physis, o que o levou a concordar com a teoria de Parmênides
que entendeu que o seu era uno, imóvel e perfeito.
Anaxímenes escolhe o ar infinito como princípio primordial, porque se presta melhor às variações e transformações
necessárias à diversidade das coisas.
Anaximandro defendeu que o princípio primordial de toda a realidade será o á-peiron, que significa o infinito (privado de
limites).
Respondido em 19/04/2020 20:38:18

Explicação:

Heráclito, concordou com a teoria de Parmênides de que as ideias da Filosofia se distanciam do misticismo de Pitágoras.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

Os primeiros filósofos, conhecidos como pré-socráticos ou naturalistas, tinham como escopo especulativo:

Os mitos e credos religiosos.


Nenhuma das alternativas anteriores.
O problema cosmológico e buscavam o princípio (ou arché) das coisas.
A organização social grega.
A democratização social.
Respondido em 19/04/2020 20:38:36

7a Questão
Coment.
Gabari Gabarito
to Coment.

Entre as condições econômicas, sociais, políticas e históricas que permitiram o surgimento da Filosofia na Grécia no final do século
VII e no início do século VI a.C. encontramos as citadas abaixo, EXCETO:

o surgimento da vida urbana.


a invenção da imprensa e da pólvora
a invenção da moeda
as viagens marítimas e a invenção do calendário.
a invenção da política e da escrita alfabética.
Respondido em 19/04/2020 20:38:44

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

A Filosofia pode ser definida como: I- Reflexiva, que significa dizer que ela é um pensamento consciente de si mesmo, capaz de
avaliar-se, de verificar o grau de adequação que mantém com os dados objetivos, de medir-se com o real. II- Radical, quer dizer, é
preciso que se vá até às raízes da questão, até seus fundamentos. Em outras palavras, exige-se que se opere uma reflexão em
profundidade. III- Crítica, palavra que vem do grego e significa julgamento, o que implica a análise do objeto em questão sob os
mais diferentes aspectos, para que se desenvolva um conhecimento a seu respeito que supere os preconceitos do senso comum e
as generalizações apressadas da ciência. IV- De conjunto, ou seja, o problema não pode ser examinado de modo parcial, mas
numa perspectiva de conjunto, relacionando-se o aspecto em questão com os demais aspectos do contexto em que está inserido.

I e II
Todas estão corretas.
II e III
I, II e IV
II e IV
Respondido em 19/04/2020 20:38:52

Explicação:

A filosofia aborda a verdade, a capacidade de conhecer, as condições de possibilidade do pensar, procedimentos intelectuais para
conhecer fatos, relações entre teoria e prática, correção e acúmulo de saberes. São questões filosóficas essenciais. (CHAUÍ, M.de
S. Convite à filosofia. São Paulo, Ática. 1995).

1. Como alternativa à crítica platônica, Aristóteles propôs sua Metafísica como concepção do real, que explica a origem de
todas as coisas, que parte da Substância Primeira (Ser Individual), composto por Matéria e Forma. Aristóteles afirmou que a
Forma
se constitui por elementos da alma, humana ou animal, que se diferenciam em suas combinações e classificou-as em três
categorias.

A partir do exposto acima, associe os conceitos da primeira coluna às definições correspondentes na segunda coluna:

(1) Vegetativa

(2) Sensitiva
(3) Intelectiva

( ) Com objetivo de buscar os prazeres e os sentidos internos.

( ) Com objetivo de operar o pensamento, abstrações, juízo e

raciocínio. ( ) Com objetivo de nutrição, crescimento e reprodução.

321

231

213

312

123

2. Atenienses, eu vos sou reconhecido e vos quero bem, mas obedecerei antes ao Deus que a
vós, enquanto tiver alento e puder fazê-lo, jamais deixarei de filosofar, de vos dirigir
exortações, de
ministrar ensinamentos. Em tais palavras Sócrates deixa patente a ideia de que

havia uma missão no ato de fazer filosofia e que esta estava acima dos interesses individuais

a filosofia deveria ter um caráter dogmático

a filosofia deveria servir apenas aos políticos

não deveria haver nenhum vínculo entre filosofia e povo

a filosofia deveria ser mantida no âmbito de uma reflexão apenas contemplativa

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.

3. O filósofo grego Aristóteles é considerado um dos mais fecundos pensadores de todos os tempos. Sobre a
metafísica Aristotélica podemos afirmar que:

I. É a ciência que estuda o ser enquanto ser, ou os princípios e as causas do ser e de seus atributos essenciais.

II. Estrutura-se em torno de quatro questões gerais: potência e ato; matéria e forma; particular e universal; e movido e motor.

III. É uma metáfora da condição humana perante o mundo, no que diz respeito à importância do conhecimento filosófico e
à educação como forma de superação da ignorância.

Assinale a alternativa correta:

Apenas os enunciados II e III estão corretos

Apenas o enunciado III está correto


Apenas o enunciado II está correto

Apenas os enunciados I e II estão corretos

Apenas o enunciado I está correto

Gabarito
Gabarito
Coment.
Coment.

4. A experiência humana difere totalmente da atividade do animal, já que a ação do homem


estrutura- se a partir de sua capacidade de reflexão, o que lhe permite diferentes formas de
conhecimento da
realidade. Indique V ou F para as assertivas abaixo, que se referem a diferentes formas de
conhecimento, possíveis ao homem e marque a alternativa correta:

( ) O mito difere da ciência porque se restringe às fantasias, imaginação e emoção do homem


para explicar a realidade.

( )O senso comum é um tipo de conhecimento que nasce de um acostumar-se a uma explicação


ou compreensão do real.

( )O mito está presente tanto na consciência do homem primitivo quanto na do homem


contemporâneo.

( ) A filosofia surge para substituir o mito, mas não consegue. Acaba apresentando as mesmas
características do mito: a imaginação e a fantasia.

( ) O saber rigoroso e elaborado da ciência, a partir do século XVII, permitiu grandes transformações
tecnológicas que mudaram a face do mundo.

V-V-V-F-V

F-F-V-V-V

V-F-V-F-V

F-V-V-V-F

V-V-F-F-F

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

5. Apologia, como se sabe, é um diálogo escrito por Platão que descreve a defesa, o julgamento e
a condenação de Sócrates pela democracia ateniense. Ao longo do texto, o próprio Sócrates se
apresenta aos juízes como mestre do cuidado de si, aquele que tem como tarefa estimular os
outros à ocupação com eles mesmos. Sócrates, acusado injustamente de corromper a juventude e
desrespeitar os deuses da cidade, é quem interpela os cidadãos, advertindo-os que não devem se
ocupar com riquezas, glórias, honras, mas com as virtudes e a alma. O método utilizado por
Sócrates, com o objetivo de contribuir para o pensamento crítico e reflexivo, sem oferecer
respostas prontas, mas provocar a inquietações no interlocutor, denomina-se:

Metafísica

Empirismo
Maiêutica

Hermenêutica

Racionalismo

6. Sócrates também utilizou a técnica da ironia como instrumento desestabilizador das crenças
humanas, levando o interlocutor a cair em contradições no decorrer de suas falas. A ironia
desperta
dúvidas sobre os valores e as crenças estabelecidas, além de contribuir para a percepção da
ignorância humana diante do saber. A ironia socrática levava os interlocutores ao desespero por não
conseguirem entender as palavras em seus sentidos habituais. "Só sei que nada sei" é uma fórmula
socrática reconhecida como ironia porque induz o sujeito a reconhecer:

Sua capacidade de tudo saber

Sua ignorância diante de tanto conhecimento

Sua autoridade para julgar os outros

Sua certeza de tudo saber

Sua falta de humildade porque é certo tudo saber

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

7. Aristóteles desenvolveu uma teoria realista "segundo a qual a imutabilidade do conceito e o


movimento das coisas podem ser compreendidos a partir das coisas mesmas, recusando, portanto,
o
artifício do mundo das ideias" (ARANHA, 2015, p. 74). Sobre a teoria do conhecimento de
Aristóteles, podemos afirmar:

I- O processo do conhecimento se inicia com os sentidos.

II- O conhecimento é o resultado do esforço sistemático sobre o que é experienciado por meio
dos sentidos.

III- todo conhecimento só pode ser alcançado pela razão, uma vez que os sentidos só
oferecem uma ilusão da realidade.

IV- A virtude é um hábito e todo hábito é possível de ser ensinado.

I e III

I, II e IV

II, III e IV

I, II e III

III e IV
Explicação:

Aristóteles desenvolveu uma teoria realista ¿segundo a qual a imutabilidade do conceito e o movimento das coisas podem ser
compreendidos a partir das coisas mesmas, recusando, portanto, o artifício do mundo das ideias¿ (ARANHA, 2015, p. 74).
Sobre a teoria do conhecimento de Aristóteles, podemos afirmar:

I- O processo do conhecimento se inicia com os sentidos;

II- O conhecimento é o resultado do esforço sistemático sobre o que é experienciado por meio dos

sentidos. IV- A virtude é um hábito e todo hábito é possível de ser ensinado.

8. Em oposição aos sofistas, Platão propõe um novo método que vai das palavras às ideias. Estas
constituem a própria essência, fundamento e modelo das coisas sensíveis e individuais. Este
método
éo

Eclético

Sintético

Dedutivo

Indutivo

Dialético

Explicação:

Platão define a dialética como a arte de pensar, questionar e hierarquizar ideias. O termo dialética é utilizado por Platão na
referência a qualquer método que possa ser recomendado como veículo da filosofia. Para Platão, a dialética é um instrumento
que permite o alcance a verdade.

1a Questão

A palavra democracia vem do grego "demos" e "Kratia". Marque o significado dessas


palavras:

( ) cidade e estado
( ) cidadão e
propriedade ( ) direito e
instituição
( ) povo e governo
( ) cidade e pátria Respondido em 19/04/2020 21:12:46

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

2a Questão
Tratando-se de uma filosofia poderosamente ancorada no dever, para governar os outros era necessário cuidar de si. Assim sendo:

a questão ética deveria ser colocada em segundo plano, valorizando-se mais o ato político
o homem deve olhar primeiro o outro para tentar entender a si próprio
cuidar de si, implicava cuidar da própria saúde
o homem deve primeiro cuidar de si, para depois cuidar do
outro o cuidar de si era apenas um cuidado espiritual
Respondido em 19/04/2020 21:13:08

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

"Com Sócrates a filosofia saiu do céu para a terra ,transformando cidades e casas em sua moradia e levando as pessoas a refletir
sobre a vida e os costumes ,sobre o bem e o mal. Segundo o filosófo Romano Cícero, podemos concluir que as teorias socráticas:

são materialistas e realistas, desprezando questões que extrapolem o presente.


provocam uma ruptura com a physis, fragmentando a visão de natureza.
inauguram o pensamento racional,afirmando a razão como caminho do conhecimento.
nega as questões religiosas,destacando o aspecto místico da existência .
são moralistas e religiosas ,valorizando as questões metafísicas e místicas
Respondido em 19/04/2020 21:13:07

Explicação:

Sócrates era conhecedor das doutrinas filosóficas anteriores dos chamados pré socráticos (Parmênides, Zenão, Heráclito) e dos
Sofistas seus contemporâneas participou do movimento de renovação da cultura empreendido pelos sofistas, mas se revelou um
inimigo destes. Foi quem consolidou a filosofia, nada deixou escrito. Participou ativamente da vida da cidade, dominada pela
desordem intelectual e social, submetida à demagogia dos que sabiam falar bem. Convidado a fazer parte do Conselho dos 500,
manifestou sua liberdade de espírito combatendo as medidas que julgava injustas. Permaneceu independente em relação às lutas
travadas entre os partidários da democracia e da aristocracia. Realizou uma tarefa de educador público e gratuito. Colocou os
homens em face da seguinte evidência oculta: as opiniões não são verdades, pois não resistem ao diálogo critico. São
contraditórias. Acreditamos saber, mas precisamos descobrir que não sabemos. A verdade, escondida em cada um de nós, só é
visível aos olhos da razão. Foi acusado e de corromper a juventude, durante o seu julgamento irritou seus juízes com sua mordaz
ironia. Morreu tomando cicuta. E conhecido seu famoso método, sua arte de interrogar, sua "maiêutica", que consiste em forçar o
interlocutor a desenvolver seu pensamento sobre uma questão que ele pensa conhecer, para conduzi-lo, de consequência em
consequência, a contradizer-se, e, portanto. a confessar que nada sabe. As etapas do saber são: a) ignorar sua ignorância; b)
conhecer sua ignorância; c) ignorar seu saber; d) conhecer seu saber. Sua famosa expressão "conhece -te a ti mesmo" não é uma
investigação psicológica, mas um método de se adquirir a ciência dos valores que o homem traz em si.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão

Platão escreveu um dos mais belos textos da filosofia ocidental, o Mito ou Alegoria da Caverna. Consta no texto que um homem sai
de uma caverna, onde era prisioneiro, e encontra do lado de fora o Sol, símbolo da verdade única ou conhecimento verdadeiro.
Considerando este encontro, Platão demonstra como se dá a relação entre conhecimento verdadeiro e a formação do cidadão. Assim
sendo, de acordo com o filósofo:

O fato do homem não ter acesso ao conhecimento verdadeiro, não implica em nenhum efeito sobre sua conduta
cidadã O homem ao entrar em contato com o sol, deve retornar à caverna e abdicar de qualquer transformação
política
O acesso ao conhecimento verdadeiro não implica em qualquer atitude ética
Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o homem deveria agir em função somente do próprio progresso
individual, se afastando da caverna
Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o cidadão agiria sempre voltado para o bem de todos os cidadãos

Respondido em 19/04/2020 21:13:25

Gabarito
Coment.

5a Questão

A solução metafísica dada para solucionar o problema do conhecimento, foi estabelecida por qual filósofo da antiguidade?

Aristóteles
Diógenes
Sócrates
Platão
Pitágoras

Respondido em 19/04/2020 21:13:31

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

No famoso Mito da Caverna, Platão imagina uma caverna onde estão acorrentados os homens desde a infância, de tal forma que,
não podendo se voltar para a entrada, apenas enxergam o fundo da caverna. Aí são projetadas as sombras das coisas que passam
às suas costas, onde há uma fogueira. Se um desses homens conseguisse se soltar das correntes para contemplar à luz do dia os
verdadeiros objetos, quando regressasse, relatando o que viu aos seus antigos companheiros, esse o tomariam por louco, não
acreditando em suas palavras. Assinale a alternativa que não tem relação com as lições proporcionadas pelo Mito:

No Mito, sair da caverna representa a superação do senso comum.


No Mito, os que estão na caverna são os detentores do conhecimento científico.
No Mito, o homem preso na caverna representa o senso comum.
No Mito, a luz é o conhecimento científico e filosófico.
No Mito, as sombras são imagens distorcidas da realidade.

Respondido em 19/04/2020 21:13:34

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão
Sócrates, o fundador da filosofia clássica, defendia que a verdade estava no interior do homem. E através do método dialético esta
verdade poderia ser extraída como fosse um nascimento(parto), o que ficou conhecido como:

racionalidade
ironia
metafísica
dialógica
maiêutica

Respondido em 19/04/2020 21:13:52

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Em um momento de sua reflexão, Michel Foucault começa a pensar as artes de governar ou o governo dos outros e procura articular
essa discussão a dois conceitos socrático-platônicos:

sei que nada sei


liberdade de todos e cuidade de si
sei que nada sei e liberdade
coietiva
conhece primeiro o outro e cuida de si
cuidado de si e conhece-te a ti mesmo

1. Sócrates, com o objetivo de entender a realidade, criou um método denominado de dialético, que era constituído por
duas partes:

ironia e dialétic

racionalismo e

ética ironia e

maiêutica

dialética e racionalismo

ialética e racionalismo

2. A metafísica platônica, filosofia que procura a essência/origem de todas as coisas - suas causas
e porquês - situa-se além do mundo dos conhecimentos físicos e é entendida como um mundo
de
conhecimentos pré-existentes denominado: Mundo Inteligível, no qual é possível encontrar as
respostas verdadeiras e últimas de todos os questionamentos. I - Para Platão, o dualismo
(separação) entre mundo inteligível e o mundo sensível é inevitável Porque II - Os conhecimentos
obtidos através da filosofia, com o uso da razão (intelecto), não se relacionam com os
conhecimentos adquiridos através dos sentidos. Marque a resposta correta sobre as duas
sentenças acima:
As duas sentenças estão corretas.
Somente a segunda sentença está correta.

Somente primeira sentença está correta.

As duas sentenças estão erradas.

A segunda sentença não justifica a primeira.

Explicação:

Platão dizia que o mundo que conhecemos - aquele que podemos perceber ao nosso redor, com os cinco sentidos - não é o
verdadeiro. Assim, ele, a realidade não esta no que podemos ver, tocar, ouvir, perceber. A verdade está no mundo das
ideias, mundo imutável , permanente, eterno. Mas como encontrar essa verdade? Só o pensamento pode nos levar até lá.

Gabarito
Coment.

3. Os filósofos pré-socráticos foram denominados por Aristóteles de physiólogos (logos = estudiosos


e physis = natureza), pois seus objetos de investigação se encontravam no (a):

Mundo sensível

Mundo inteligível

Mundo sobrenatural

Mundo natural

Mundo transcendente

Explicação:

Os pré-socráticos, também chamados naturalistas ou filósofos da natureza, observam os elementos naturais. Tinham como
objeto de observação o problema cosmológico e buscavam o princípio (ou arché) das coisas.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

4. O processo reflexivo ao qual Sócrates submetia aqueles com quem conversava visava contribuir
para que o sujeito superasse uma visão fragmentada, ingênua, superficial e contraditória do mundo
para
atingir uma visão estruturada por conceitos sólidos. Esse processo se dava em dois momentos
que podem ser assim expressos:

Crítica e razão

Ironia e Maiêutica

Sofistica e idolatria

Propedêutica e sofística
Patrística e ironia

Explicação: Ironia e Maiêutica são dois momentos da estratégia de Sócrates destinados à evidenciar contradições contidas em
explicações superficiais e a provocar a reflexão profunda apoiada em fundamentos.

5. Para Platão o conhecimento inteligível significa:

o mistério,só alcançado pela fé.

as idéias só alcançadas pelo pensamento

a cópia da realidade.

o que é impossível de comprovar.

o que podemos perceber pelos sentidos.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

6. Para os sofistas, que construíram seu pensamento num momento de conflitos entre diversas
ontologias, é impossível o conhecimento do Ser. Apenas se pode chegar a opiniões, oriundas
de
convenções circunstanciais.

A conclusão correta retirada desta tese é:

a verdade não existe, pois é fruto de convenções e pode ser derrubada pelos argumentos

a verdade pode ser refutada pelos

filósofos. a verdade está condicionada à

ciência.

a verdade é impossível para os homens, mas não para Deus.

a verdade é uma questão de revelação cabível a poucos.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
7. Segundo Marilena Chauí Sócrates é considerado o patrono da Filosofia por diversas
razões.Observe as razões abaixo: I ¿ Porque jamais se contentou com as opiniões estabelecidas,
com os
preconceitos de sua sociedade, com as crenças inquestionadas de seus conterrâneos. II ¿ Porque
costumava dizer que era impelido por um espírito interior que o levava a desconfiar das aparências e
procurar a realidade verdadeira de todas as coisas. III ¿ Porque era filho de uma parteira e dizia
que sua mãe ajudava o nascimento dos corpos e que ele também era um parteiro, mas não de
corpos e sim de almas. IV ¿ Porque ele vivia numa caverna de ilusões, como vivem todos os
filósofos, até se libertar dela e enxergar claramente a realidade. Estão corretas:

as razões I, II e IV.

as razões I, III e IV.

somente as razões III e IV.

as razões I, II e III.

as razões II, III e IV.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.

8. O filósofo grego Aristóteles é considerado um dos mais fecundos pensadores de todos os tempos. Sobre a
metafísica Aristotélica podemos afirmar que:

I. É a ciência que estuda o ser enquanto ser, ou os princípios e as causas do ser e de seus atributos essenciais.

II. Estrutura-se em torno de quatro questões gerais: potência e ato; matéria e forma; particular e universal; e movido e motor.

III. É uma metáfora da condição humana perante o mundo, no que diz respeito à importância do conhecimento filosófico e
à educação como forma de superação da ignorância.

Assinale a alternativa correta:

Apenas o enunciado III está correto

Apenas os enunciados II e III estão corretos

Apenas os enunciados I e II estão corretos

Apenas o enunciado I está correto

Apenas o enunciado II está correto

1. Como alternativa à crítica platônica, Aristóteles propôs sua Metafísica como concepção do real, que explica a origem de
todas as coisas, que parte da Substância Primeira (Ser Individual), composto por Matéria e Forma. Aristóteles afirmou que a
Forma
se constitui por elementos da alma, humana ou animal, que se diferenciam em suas combinações e classificou-as em
três categorias.

A partir do exposto acima, associe os conceitos da primeira coluna às definições correspondentes na segunda coluna:

(1) Vegetativa

(2) Sensitiva

(3) Intelectiva

( ) Com objetivo de buscar os prazeres e os sentidos internos.

( ) Com objetivo de operar o pensamento, abstrações, juízo e

raciocínio. ( ) Com objetivo de nutrição, crescimento e reprodução.


231

213

312

123

321

2. Apologia, como se sabe, é um diálogo escrito por Platão que descreve a defesa, o julgamento e
a condenação de Sócrates pela democracia ateniense. Ao longo do texto, o próprio Sócrates se
apresenta aos juízes como mestre do cuidado de si, aquele que tem como tarefa estimular os
outros à ocupação com eles mesmos. Sócrates, acusado injustamente de corromper a juventude e
desrespeitar os deuses da cidade, é quem interpela os cidadãos, advertindo-os que não devem se
ocupar com riquezas, glórias, honras, mas com as virtudes e a alma. O método utilizado por
Sócrates, com o objetivo de contribuir para o pensamento crítico e reflexivo, sem oferecer
respostas prontas, mas provocar a inquietações no interlocutor, denomina-se:

Maiêutica

Racionalismo

Empirismo

Metafísica

Hermenêutica

3. Aristóteles desenvolveu uma teoria realista "segundo a qual a imutabilidade do conceito e o


movimento das coisas podem ser compreendidos a partir das coisas mesmas, recusando, portanto,
o
artifício do mundo das ideias" (ARANHA, 2015, p. 74). Sobre a teoria do conhecimento de
Aristóteles, podemos afirmar:

I- O processo do conhecimento se inicia com os sentidos.

II- O conhecimento é o resultado do esforço sistemático sobre o que é experienciado por meio
dos sentidos.

III- todo conhecimento só pode ser alcançado pela razão, uma vez que os sentidos só
oferecem uma ilusão da realidade.

IV- A virtude é um hábito e todo hábito é possível de ser ensinado.

I, II e III

I, II e IV

III e IV

I e III
II, III e IV

Explicação:

Aristóteles desenvolveu uma teoria realista ¿segundo a qual a imutabilidade do conceito e o movimento das coisas podem ser
compreendidos a partir das coisas mesmas, recusando, portanto, o artifício do mundo das ideias¿ (ARANHA, 2015, p. 74).
Sobre a teoria do conhecimento de Aristóteles, podemos afirmar:

I- O processo do conhecimento se inicia com os sentidos;

II- O conhecimento é o resultado do esforço sistemático sobre o que é experienciado por meio dos

sentidos. IV- A virtude é um hábito e todo hábito é possível de ser ensinado.

4. Sócrates também utilizou a técnica da ironia como instrumento desestabilizador das crenças
humanas, levando o interlocutor a cair em contradições no decorrer de suas falas. A ironia
desperta
dúvidas sobre os valores e as crenças estabelecidas, além de contribuir para a percepção da
ignorância humana diante do saber. A ironia socrática levava os interlocutores ao desespero por não
conseguirem entender as palavras em seus sentidos habituais. "Só sei que nada sei" é uma fórmula
socrática reconhecida como ironia porque induz o sujeito a reconhecer:

Sua autoridade para julgar os outros

Sua ignorância diante de tanto conhecimento

Sua certeza de tudo saber

Sua falta de humildade porque é certo tudo saber

Sua capacidade de tudo saber

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

5. Atenienses, eu vos sou reconhecido e vos quero bem, mas obedecerei antes ao Deus que a vós,
enquanto tiver alento e puder fazê-lo, jamais deixarei de filosofar, de vos dirigir exortações, de
ministrar ensinamentos. Em tais palavras Sócrates deixa patente a ideia de que

não deveria haver nenhum vínculo entre filosofia e povo

a filosofia deveria ter um caráter dogmático

a filosofia deveria servir apenas aos políticos

havia uma missão no ato de fazer filosofia e que esta estava acima dos interesses individuais

a filosofia deveria ser mantida no âmbito de uma reflexão apenas contemplativa

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
6. Em oposição aos sofistas, Platão propõe um novo método que vai das palavras às ideias. Estas
constituem a própria essência, fundamento e modelo das coisas sensíveis e individuais. Este
método
éo

Dialético

Sintético

Eclético

Indutivo

Dedutivo

Explicação:

Platão define a dialética como a arte de pensar, questionar e hierarquizar ideias. O termo dialética é utilizado por Platão na
referência a qualquer método que possa ser recomendado como veículo da filosofia. Para Platão, a dialética é um instrumento que
permite o alcance a verdade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

7. A experiência humana difere totalmente da atividade do animal, já que a ação do homem


estrutura- se a partir de sua capacidade de reflexão, o que lhe permite diferentes formas de
conhecimento da
realidade. Indique V ou F para as assertivas abaixo, que se referem a diferentes formas de
conhecimento, possíveis ao homem e marque a alternativa correta:

( ) O mito difere da ciência porque se restringe às fantasias, imaginação e emoção do homem para
explicar a realidade.

( )O senso comum é um tipo de conhecimento que nasce de um acostumar-se a uma explicação


ou compreensão do real.

( )O mito está presente tanto na consciência do homem primitivo quanto na do homem


contemporâneo.

( ) A filosofia surge para substituir o mito, mas não consegue. Acaba apresentando as mesmas
características do mito: a imaginação e a fantasia.

( ) O saber rigoroso e elaborado da ciência, a partir do século XVII, permitiu grandes


transformações tecnológicas que mudaram a face do mundo.

V-F-V-F-V

F-F-V-V-V

V-V-V-F-V

V-V-F-F-F

F-V-V-V-F
Gabarito Coment.
o Coment.
Gabarit

8. Platão escreveu um dos mais belos textos da filosofia ocidental, o Mito ou Alegoria da Caverna.
Consta no texto que um homem sai de uma caverna, onde era prisioneiro, e encontra do lado de
fora o Sol, símbolo da verdade única ou conhecimento verdadeiro. Considerando este encontro,
Platão demonstra como se dá a relação entre conhecimento verdadeiro e a formação do cidadão.
Assim sendo, de acordo com o filósofo:

O homem ao entrar em contato com o sol, deve retornar à caverna e abdicar de qualquer transformação política

O acesso ao conhecimento verdadeiro não implica em qualquer atitude ética

Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o homem deveria agir em função somente do próprio progresso
individual, se afastando da caverna

Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o cidadão agiria sempre voltado para o bem de todos os cidadãos

O fato do homem não ter acesso ao conhecimento verdadeiro, não implica em nenhum efeito sobre sua conduta cidadã

1. Tratando-se de uma filosofia poderosamente ancorada no dever, para governar os outros era necessário cuidar de si.
Assim sendo:

a questão ética deveria ser colocada em segundo plano, valorizando-se mais o ato

político o homem deve primeiro cuidar de si, para depois cuidar do outro

o cuidar de si era apenas um cuidado espiritual

o homem deve olhar primeiro o outro para tentar entender a si próprio

cuidar de si, implicava cuidar da própria saúde

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

2. A solução metafísica dada para solucionar o problema do conhecimento, foi estabelecida por
qual filósofo da antiguidade?

Sócrates

Pitágoras

Platão

Diógenes

Aristóteles

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
3. "Com Sócrates a filosofia saiu do céu para a terra ,transformando cidades e casas em sua moradia
e levando as pessoas a refletir sobre a vida e os costumes ,sobre o bem e o mal. Segundo o filosófo
Romano Cícero, podemos concluir que as teorias socráticas:

inauguram o pensamento racional,afirmando a razão como caminho do conhecimento.

são moralistas e religiosas ,valorizando as questões metafísicas e místicas

são materialistas e realistas, desprezando questões que extrapolem o presente.

nega as questões religiosas,destacando o aspecto místico da existência .

provocam uma ruptura com a physis, fragmentando a visão de natureza.

Explicação:

Sócrates era conhecedor das doutrinas filosóficas anteriores dos chamados pré socráticos (Parmênides, Zenão, Heráclito) e dos
Sofistas seus contemporâneas participou do movimento de renovação da cultura empreendido pelos sofistas, mas se revelou
um inimigo destes. Foi quem consolidou a filosofia, nada deixou escrito. Participou ativamente da vida da cidade, dominada pela
desordem intelectual e social, submetida à demagogia dos que sabiam falar bem. Convidado a fazer parte do Conselho dos 500,
manifestou sua liberdade de espírito combatendo as medidas que julgava injustas. Permaneceu independente em relação às
lutas travadas entre os partidários da democracia e da aristocracia. Realizou uma tarefa de educador público e gratuito. Colocou
os homens em face da seguinte evidência oculta: as opiniões não são verdades, pois não resistem ao diálogo critico. São
contraditórias. Acreditamos saber, mas precisamos descobrir que não sabemos. A verdade, escondida em cada um de nós, só é
visível aos olhos da razão. Foi acusado e de corromper a juventude, durante o seu julgamento irritou seus juízes com sua
mordaz ironia. Morreu tomando cicuta. E conhecido seu famoso método, sua arte de interrogar, sua "maiêutica", que consiste
em forçar o interlocutor a desenvolver seu pensamento sobre uma questão que ele pensa conhecer, para conduzi-lo, de
consequência em consequência, a contradizer-se, e, portanto. a confessar que nada sabe. As etapas do saber são: a) ignorar
sua ignorância; b) conhecer sua ignorância; c) ignorar seu saber; d) conhecer seu saber. Sua famosa expressão "conhece -te a
ti mesmo" não é uma investigação psicológica, mas um método de se adquirir a ciência dos valores que o homem traz em si.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.

4. No famoso Mito da Caverna, Platão imagina uma caverna onde estão acorrentados os homens
desde a infância, de tal forma que, não podendo se voltar para a entrada, apenas enxergam o
fundo da
caverna. Aí são projetadas as sombras das coisas que passam às suas costas, onde há uma
fogueira. Se um desses homens conseguisse se soltar das correntes para contemplar à luz do dia os
verdadeiros objetos, quando regressasse, relatando o que viu aos seus antigos companheiros, esse
o tomariam por louco, não acreditando em suas palavras. Assinale a alternativa que não tem relação
com as lições proporcionadas pelo Mito:

No Mito, a luz é o conhecimento científico e filosófico.

No Mito, o homem preso na caverna representa o senso comum.

No Mito, sair da caverna representa a superação do senso comum.

No Mito, os que estão na caverna são os detentores do conhecimento científico.

No Mito, as sombras são imagens distorcidas da realidade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
5. Sócrates, o fundador da filosofia clássica, defendia que a verdade estava no interior do homem. E
através do método dialético esta verdade poderia ser extraída como fosse um nascimento(parto),
o
que ficou conhecido como:

ironia

maiêutica

racionalidade

metafísica

dialógica

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

6. Em um momento de sua reflexão, Michel Foucault começa a pensar as artes de governar ou


o governo dos outros e procura articular essa discussão a dois conceitos socrático-platônicos:

sei que nada sei

cuidado de si e conhece-te a ti mesmo

conhece primeiro o outro e cuida de si

sei que nada sei e liberdade coietiva

liberdade de todos e cuidade de si

Gabarito
Coment.

7. A palavra democracia vem do grego "demos" e "Kratia". Marque o significado dessas palavras:

( ) cidade e pátria

( ) povo e governo

( ) cidade e estado

( ) direito e instituição

( ) cidadão e propriedade

Gabarito Gabarito Coment.


o Coment.
Gabarit

8. O filósofo grego Aristóteles é considerado um dos mais fecundos pensadores de todos os tempos. Sobre a
metafísica Aristotélica podemos afirmar que:

I. É a ciência que estuda o ser enquanto ser, ou os princípios e as causas do ser e de seus atributos essenciais.

II. Estrutura-se em torno de quatro questões gerais: potência e ato; matéria e forma; particular e universal; e movido e motor.

III. É uma metáfora da condição humana perante o mundo, no que diz respeito à importância do conhecimento filosófico
e à educação como forma de superação da ignorância.

Assinale a alternativa correta:

Apenas os enunciados II e III estão corretos

Apenas o enunciado I está correto

Apenas os enunciados I e II estão corretos

Apenas o enunciado III está correto

Apenas o enunciado II está correto

1a Questão

Dentre as ideias abaixo, qual NÃO foi introduzida pela Patrística, na Idade Média?

Um Estado laico.
Encarnação e morte de Deus.
Deus como Trindade Uma.
Pecado original do homem.
Criação do mundo a partir do nada.
Respondido em 19/04/2020 21:24:36

Explicação:

Filosofia Patrística (do século I ao século VII d.C.)

¿ Inicia-se com as Epístolas de São Paulo e o evangelho de São João e termina com o início da Filosofia
Medieval;

¿ Estabeleceu uma tentativa de conciliar o cristianismo com o pensamento filosófico greco-romano;

¿ Liga-se à tarefa religiosa da evangelização e à defesa da religião cristã contra os ataques dos ¿pagãos¿ e
contra as heresias;

¿ Divide-se em Patrística Grega (Igreja de Bizâncio) e Patrística Latina (Igreja Romana);

¿ Introduziu-se as idéias de criação do mundo a partir do nada, do pecado original do homem, de Deus como
trindade Uma, da encarnação da morte de Deus e ressurreição dos mortos;
¿ Precisou explicar a origem do mal, visto que tudo tem origem em Deus que é bondade pura;

¿ Transformou as idéias cristãs em verdades reveladas por Deus e, por serem decretos divinos, em dogmas;

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

A filosofia que se produziu durante toda a Idade Média está intimamente ligada, em suas origens, a expansão do cristianismo. O
período que vai do século III ao século V é chamado de:

Helenístico
Patrística;
Escolástica;
Moderno;
Apologistas;
Respondido em 19/04/2020 21:25:00

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos e
contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Foram os pais da Igreja responsáveis por confirmar e defender a fé católica, a liturgia, a disciplina, criar os costumes e decidir
os rumos da Igreja cristã, ao longo dos sete primeiros séculos do cristianismo. Basicamente, patrística é a filosofia responsável
pela elucidação progressiva dos dogmas cristãos e pelo que se chama hoje de tradição católica

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

Como denominamos a filosofia cristã dos primeiros sete séculos, elaborada pelos Padres ou Pais da Igreja, os primeiros teóricos,e
consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do Cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos "pagãos" e contra as
heresias?

Helenismo.
Paganismo.
Escolástica.
Cristianismo.
Patrística.

Respondido em 19/04/2020 21:25:21

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.
4a Questão
Gabarito
Coment.

Podemos afirmar que a Idade Média foi marcada: I-

Pelo atraso econômico e político do feudalismo II-

Pelas guerras religiosas e ideias retrógradas

III- o monopólio restrito da igreja nos campos da educação e

cultura IV-Pelas ideias contemporâneas e da educação privilegiada dos

povos. Está correta:

I, III e IV;
I, II e IV;
I, II e III;
I, II, III e IV.
II, III e IV;
Respondido em 19/04/2020 21:25:34

Explicação:

A Idade Média foi conhecida como a ¿Idade das Trevas¿, período obscuro e de ideias regressivas, marcada pelo atraso econômico e
político do feudalismo, ¿peste negra¿ e pelo monopólio restrito da Igreja na educação e cultura.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

Leia com atenção os conceitos relacionados com o pensamento de Santo Agostinho, um deles está errado. Escolha a alternativa que
NÃO está correta:

A influência de Santo Agostinho se estendeu até o período moderno.


Segundo Santo Agostinho a interioridade é o lugar da verdade.
É profundamente influenciado pela filosofia de Aristóteles, mais do que pela filosofia de Platão.
Encontramos em Santo Agostinho a oposição interior/exterior.
O pensamento de Santo Agostinho teve influência no desenvolvimento da noção ocidental do tempo histórico.
Respondido em 19/04/2020 21:25:28

Explicação:

Santo Agostinho foi influenciado pelo maniqueísmo, segundo o qual o mundo seria regido pelas `forças do bem e do
mal¿ (concepção de base platônica), bem como pelo neoplatonismo de Plotino (204 d.C - 240 d.C). Por outro lado, sua conversão
deu-se graças à oratória do bispo de Milão, Santo Ambrósio, o qual o batizou e influenciou em seus discursos. Foi responsável por
reforçar o conceito de 'pecado original' e desenvolver o conceito de Igreja como a cidade espiritual de Deus, distinta da cidade
material dos
homens. Também afirmou que a origem do mal estaria no livre-arbítrio, concedido por Deus, donde todo mal seria o resultado do
livre afastamento do bem. Era também defensor da predestinação divina.

Influência de Platão na Filosofia Agostiniana - A concepção de Deus para Platão era de um Deus do intelecto, para Agostinho este
conceito cai totalmente, para ele, Agostinho, Deus pode estar nos dois lugares ao mesmo tempo; tanto no intelecto, quanto criador
do mundo da natureza como ser criador de todas as coisas. Tal concepção do homem provinha de Platão, para o qual o homem é
definido como uma alma que se serve de um corpo. Agostinho mantém esse conceito com todas as consequências lógicas que ele
comporta. Assim o verdadeiro conhecimento não seria a apreensão de objetos exteriores ao sujeito, devido a sua variabilidade, e
sim, a descoberta de regras imutáveis, como o princípio ético segundo o qual é necessário fazer o bem e evitar o mal. Tal
conhecimento se refere às realidades não sensíveis cujo caráter fundamental seria a necessidade, pois são o que são e não podiam
ser diferentes.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

À luz da biologia é impossível uma virgem conceber um filho, no entanto, a fé católica coloca essa possibilidade como real e
possível admitindo a concepção de Jesus Cristo por Maria, sua mãe. Indique nas opções abaixo o significado da fé no período
medieval:

Um simples acreditar
Uma entrega a Deus.
Uma simples crença já bastaria.
Igual ao que pensamos nos dias de hoje.
Uma visão cética do real.
Respondido em 19/04/2020 21:25:46

Explicação:

A fé católica coloca essa possibilidade como real e possível admitindo a concepção de Jesus Cristo por Maria. É uma entrega

Gabarito
Coment.

7a Questão

A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas, para os que foram salvos, para nós, é uma força divina. Está escrito:
Destruirei a sabedoria dos sábios, e anularei a prudência dos prudentes {Is 29,14}. Onde está o sábio? Onde o erudito? Onde o
argumentador deste mundo? Acaso não declarou Deus por loucura a sabedoria deste mundo? 1 Coríntios 1:18-21. Nesta passagem
de Paulo de Tarso fica sintetizada a essência da filosofia cristã sob influência paulina, que pode ser resumida em uma das
premissas abaixo:

a razão deve ser superior à fé


a fé se submete à sabedoria pagã
a sebedoria pagã é totalmente aceita pela filosofia cristã
fé e razão são equivalentes
que o saber do mundo deveria ser submisso a fé em Deus

Respondido em 19/04/2020 21:25:43

Explicação:

As pessoas de pouco conhecimento na palavra de Deus ficam super poderosas e fazem coisas irreais, fazem algo que Deus não
mandou fazer. Ter fé para fazer algo sem base na palavra de Deus é loucura, Deus não concorda e não abençoa. Viver a graça não
é viver a fé e se desligar do natural, mas sim viver o natural.
Gabari
to
Come
nt.

8a
Questão

A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos
herdeiros até hoje é a síntese entre

A cultura grega e o cientificismo;


o judaísmo, o cristianismo e a cultura
grega; Cristianismo e a cultura romana;
Cristianismo o ortodoxo e a cultura
romana.
O judaísmo e o ortodoxo;

Respondido em 19/04/2020 21:26:03

Explicação:

A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos
herdeiros até hoje é a síntese entre o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega.

O helenismo permitiu a aproximação entre a cultura judaica e a filosofia grega que tornará possível mais tarde, o surgimento
de uma filosofia cristã.

1. A idade Média iniciou nos séculos IV e V, mas o cristianismo já havia surgido ainda no Império romano. O Período logo
após o nascimento de Cristo ficou conhecido como Filosofia cristã e representou:

o apoio à religiosidade dos romanos

o total rompimento com a filosofia clássica

greg a razão como superação da fé

tentativa de explicar e construir os princípios do cristianismo

o uso da razão no processo da reflexão religiosa

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿-
daí "Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos
pagãos e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito
Gabarito
Coment.
Coment.

2. O período cujo resultado é dos esforços dos apóstolos (João e Paulo), terminando por volta do
século VIII, e dos primeiros "Padres da Igreja" para conciliar a nova religião com o pensamento
filosófico
mais corrente da época entre os gregos e os romanos, embora tenha tomado como tarefa a
defesa da fé cristã, frente às diversas críticas advindas de valores teóricos e morais dos
"antigos". Essa 1ª fase da Idade Média denominou-se de:
Cosmológico.

Patrística;

Existencialismo;

Feudalismo;

Sistemático;

Explicação:

Chamamos de ¿Padres da Igreja¿ (Patrística) aqueles grandes homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII,
que foram no Oriente e no Ocidente como que ¿Pais¿ da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da
nossa fé, enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja;
sem dúvida, são a sua fonte mais rica. Padre ou Pai da Igreja se refere a um escritor leigo, sacerdote ou bispo, da Igreja
antiga, considerado pela Tradição como um testemunha da fé.

Normalmente se considera o período da Patrística o que vai dos Apóstolos até S. Isidoro de Sevilha (560-536) no Ocidente; e
até a morte de S. João Damasceno (675-749), no Oriente, o gigante que corajosamente combateu o iconoclasmo. Esses
gigantes da fé católica ao longo desses sete séculos defenderam e formularam a fé, a liturgia, a catequese, a moral, a
disciplina, os costumes e os dogmas cristãos; por isso são chamados de ¿Pais da Igreja¿ porque lhes traçaram o caminho.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.

3. O cristianismo é fruto do encontro de vários fatores e culturas. Porém, inicialmente e na sua


origem, o cristianismo está relacionado com uma determinada cultura. Escolha a alternativa
correta:

cultura grega

cultura estoica

cultura judaica

cultura romana

cultura oriental

Explicação:

O Cristianismo surgiu na Palestina, região sob o domínio romano desde 64 a.C. Tem como origem a tradição judaica de crença
na vinda de um Messias, o redentor, o salvador, o filho de Deus, cuja vinda seria uma redenção para todos aqueles que Nele
acreditasse.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
4. Indique o nome do pensador que conduziu a Patrística ao seu auge:

São Justino.

Santo Agostinho.

Clemente Romano.

Aristóteles.

Santo Tomás de Aquino.

Explicação:

A Patrística é contemporânea do último período do pensamento grego, o período religioso, com o qual tem fecundo contato,
entretanto dele diferenciado-se profundamente, sobretudo como o teísmo se diferencia do panteísmo. E é também
contemporâneo do império romano, com o qual também polemiza, e que terminará por se cristianizar depois de Constantino.
Dada a culminante grandeza deAgostinho, a Patrística será dividida em três períodos: antes de Agostinho, período em que,
filosoficamente, interessam especialmente os chamados apologistas e os padres alexandrinos ; Agostinho, que merece um
desenvolvimento à parte, visto ser o maior dos Padres; depois de Agostinho vem o período que, logo após a sistematização,
representa a decadência da Patrística.

Gabarito
Coment.

5. O período medieval corresponde ao longo período histórico que vai do final do helenismo até

o final do século XX

o século V

O período agostiniano, no século IV.

A idade contemporânea inicio do século XIX

Renascimento e início do pensamento moderno

Explicação:

A Idade Média (adj. medieval) é um período da história da Europa entre os séculos V e XV. Inicia-se com a Queda do
Império Romano do Ocidente e termina durante a transição para a Idade Moderna, com o Renascimento.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.

6. A corrente de pensamento que marcou o início da Filosofia cristã chamou-se Idade das Trevas
Panaceia

Ecumenica

Escolática

Patrística

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos
pagãos e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito
Coment.

7. A Filosofia Medieval é tradicionalmente dividida em dois grandes momentos, são eles:

A Escolástica e o Renascentismo.

O Renascentismo e o

Iluminismo. A Patrística e a

Escolástica.

O Humanismo e a Paideia.

A Patrística e a Paideia.

Explicação:

A filosofia que surge no início da Idade Média é uma tentativa de combinar o legado cultural greco-romano com a
herança religiosa judaico-cristã. A filosofia medieval é em geral dividida em dois grandes períodos: a patrística e a
escolástica. Por patrística se compreende o período inicial da filosofia na Idade Média, e que teve comogrande expoente
Santo Agostinho.

São Tomás de Aquino, por sua vez, foi um teólogo doséculo XIII, e principal intelectual de uma segunda fasedo pensamento
medieval, denominada escolástica. Este nome se deve à ideia de escola. Seu principal livro foi a Suma Teológica, na qual aborda
diversas questões de ordem moral e social.Sua base filosófica foram os escritos de Aristóteles,traduzidos pelos intelectuais árabes
Averróis e Avicena. Uma diferença entre o pensamento escolástico para o patrístico era a de que enquanto para a patrística era
preciso crer para compreender, a escolástica inverte o vetor, sendo considerado necessário compreender para crer.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.

8. Com o fim da Idade Média, foi possível obter:

Transformações sociais, econômicas e políticas


Transformações sociais, econômicas, mas não políticas
Transformações sociais e políticas, mas a economia continuou a

mesma N.d.a

Transformações econômicas e políticas, mas não mudou o social

Explicação:

As transformações sociais que ocorreram durante a Idade Média desenvolveram novas estruturas de pensamento. As
universidades surgem e tornam possível o desenvolvimento científico. Nesse momento ainda não há a universalização
desse conhecimento nem o acesso ao povo aos benefícios do novo modelo de educação.

1. Qual foi a cultura que permitiu a aproximação entre a cultura judaica e a filosofia grega, que tornou possível, mais tarde,
o surgimento de uma filosofia cristã?

A cultura persa.

A cultura romana;

A cultura islâmica;

A cultura egipcia ;

A cultura helênica ;

Explicação:

O helenismo foi o resultado da fusão dos elementos da cultura helênica grega com a cultura ocidental, destacando-se com
elementos originais e marcantes, que caracterizou as regiões conquistadas pelo Império de Alexandre Magno. Hélade, região
entre a Grécia central e a do norte, cujos habitantes, os helenos, emprestaram seu nome à civilização helenística, que se
estendeu Oriente afora, por meio não só de uma língua comum (koiné) mas também através das práticas da educação, do
artesanato, do comércio e da escultura.

Com a Macedônia e a Grécia, estas regiões formaram o maior império até então conhecido. Suas conquistas favoreceram o
surgimento de uma nova cultura herdada da grega, mas diferente dela pela enorme dosagem de elementos orientais - chamada
de "Cultura Helenística" ou "Helenismo"

Gabarito
Coment.

2. A revelação cristã, afirmava que a verdade estava escrita no que havia sido dito pelos "deuses
sagrados" e que todo o saber deveria basear-se nestas afirmações. Sobre isso, marque a
alternativa
ERRADA.

A Filosofia medieval procura redefinir os conceitos de temas consagrados na filosofia antiga (Universo, natureza
humana, moral) e apresentação de novos problemas à especulação racional.

Existe a assimilação dos pensadores cristãos sobre o pensamento filosófico grego mas sempre dentro dos limites da fé.

Na Idade Média, desenvolvem-se ideias filosóficas baseadas nas ideias cristãs, mas sempre criticando os dogmas e os
mitos.

Na Idade Média, a Igreja não detém nenhum poder social, por isso não consegue disseminar a verdade divina.

A Filosofia baseia-se, inicialmente, na leitura cristã do mundo e da realidade.

Explicação:
Na Era Medieval a igreja Católica era símbolo de maior poder perante a sociedade. Qualquer atitude que não fosse de acordo com
seus valores era radicalmente censurada, podendo inclusive, resultar na execução do indivíduo.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

3. Do ponto de vista filosófico, podemos dizer que a filosofia Cristã incorporou vários conceitos da
filosofia grega. Escolha a alternativa que NÃO está relacionada com os conceitos da filosofia
grega:

Conceitos de substância e essência

Busca de fundamentos racionais

A metafísica de Platão e

Aristóteles Enfoque dogmático da

Igreja

A lógica e retórica fornecendo meios de argumentação

Explicação:

Os dogmas da Igreja acontecem na Idade Média, a partir do século e não na Idade Antiga.

Gabarito
Coment.

4. Enquanto nos primeiros séculos do cristianismo o homem, tomado pelo desespero, abdica da
razão em nome da fé, agora a fé precisa da razão para iluminar-se, é quando temos:

patristica

apologia

apostolado

escolástica

paganismo

Explicação:

Oposto à Patrística, o pensamento de São Tomas de Aquino é construído em bases racionais e empíricas, separando filosofia de
teologia, apesar de subordinar a razão à fé. Assim, o papel da razão é demonstrar e ordenar os mistérios revelados pela fé.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
5. Conforme orientação dada pelo dicionário Aurélio (p. 365), o significado de conhecer é: ter noção,
conhecimento, informação, ser versado em, ficar certo de, apreciar, julgar, ter experiência de.
Esse
significado nos dá uma luz. Mas, a filosofia amplia tal significado relacionando com a verdade.
Por isso, para a filosofia, conhecer significa:

Ignorar descobertas científicas pois elas não provam nada, e aceitar o que dizem os livros

sagrados. Trazer a verdade à luz, mesmo que ela seja limitada.

Recusar explicações preestabelecidas, são sem a necessária validade.

É um ato impossível do ser humano para crer pois não somos capazes de conhecer as coisas.

Acreditar em Deus como a única verdade e não procurar outra verdade.

Explicação:

A filosofia toma para si a árdua tarefa de debater problemas ou especular sobre problemas que ainda não estão abertos aos
métodos científicos: o bem e o mal, o belo e o feio, a ordem e a liberdade, a vida e a morte, mesmo que estas questões se
mostrem limitadas.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

6. Marque a alternativa correta sobre a filosofia dos chamados Padres da Igreja, a qual destacou
entre os seus objetivos a evangelização dos povos e a defesa da religião cristã contra os
ataques
teóricos e morais.

Escolástica

Patrística

Helenistica

Grega

Tomista

Explicação:

Chama-se de «Padres da Igreja» (Patrística) aqueles homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII, que foram
no Oriente e no Ocidente como que «Pais» da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da nossa fé,
enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja; sem dúvida,
são a sua fonte mais rica.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
7. Podemos afirmar que a Idade Média foi

marcada: I-Pelo atraso econômico e político do

feudalismo

II- elas guerras religiosas e ideias retrógradas

III- o monopólio restrito da igreja nos campos da educação e

cultura IV-Pelas ideias contemporâneas e da educação privilegiada dos

povos. Está correta:

II, III e IV;

I, III e

IV; I, II e

III;

I, II, III e IV.

I, II e IV;

Explicação:

A Idade Média foi conhecida como a ¿Idade das Trevas¿, período obscuro e de ideias regressivas, marcada pelo atraso
econômico e político do feudalismo, ¿peste negra¿ e pelo monopólio restrito da Igreja na educação e cultura.

Gabarito
Gabarit Gabarito
Coment.
o Coment.
Coment.

8. Dentre as ideias abaixo, qual NÃO foi introduzida pela Patrística, na Idade Média?

Pecado original do homem.

Encarnação e morte de Deus.

Um Estado laico.

Deus como Trindade Uma.

Criação do mundo a partir do nada.

Explicação:

Filosofia Patrística (do século I ao século VII d.C.)

¿ Inicia-se com as Epístolas de São Paulo e o evangelho de São João e termina com o início da Filosofia
Medieval;

¿ Estabeleceu uma tentativa de conciliar o cristianismo com o pensamento filosófico greco-romano;


¿ Liga-se à tarefa religiosa da evangelização e à defesa da religião cristã contra os ataques dos ¿pagãos¿ e
contra as heresias;

¿ Divide-se em Patrística Grega (Igreja de Bizâncio) e Patrística Latina (Igreja Romana);

¿ Introduziu-se as idéias de criação do mundo a partir do nada, do pecado original do homem, de Deus como
trindade Uma, da encarnação da morte de Deus e ressurreição dos mortos;

¿ Precisou explicar a origem do mal, visto que tudo tem origem em Deus que é bondade pura;

¿ Transformou as idéias cristãs em verdades reveladas por Deus e, por serem decretos divinos, em dogmas;

1a Questão

Como denominamos a filosofia cristã dos primeiros sete séculos, elaborada pelos Padres ou Pais da Igreja, os primeiros teóricos,e
consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do Cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos "pagãos" e contra as
heresias?

Patrística.
Escolástica.
Helenismo.
Paganismo.
Cristianismo.
Respondido em 19/04/2020 21:34:06

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos e
contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito
Coment.

2a Questão

A filosofia que se produziu durante toda a Idade Média está intimamente ligada, em suas origens, a expansão do cristianismo. O
período que vai do século III ao século V é chamado de:

Helenístico
Escolástica;
Apologistas;
Patrística;
Moderno;

Respondido em 19/04/2020 21:34:15

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos e
contra todos que eram contra, denominadas heresias.
Foram os pais da Igreja responsáveis por confirmar e defender a fé católica, a liturgia, a disciplina, criar os costumes e decidir
os rumos da Igreja cristã, ao longo dos sete primeiros séculos do cristianismo. Basicamente, patrística é a filosofia responsável
pela elucidação progressiva dos dogmas cristãos e pelo que se chama hoje de tradição católica

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

Leia com atenção os conceitos relacionados com o pensamento de Santo Agostinho, um deles está errado. Escolha a alternativa que
NÃO está correta:

Segundo Santo Agostinho a interioridade é o lugar da verdade.


Encontramos em Santo Agostinho a oposição interior/exterior.
É profundamente influenciado pela filosofia de Aristóteles, mais do que pela filosofia de Platão.
O pensamento de Santo Agostinho teve influência no desenvolvimento da noção ocidental do tempo
histórico. A influência de Santo Agostinho se estendeu até o período moderno.
Respondido em 19/04/2020 21:34:22

Explicação:

Santo Agostinho foi influenciado pelo maniqueísmo, segundo o qual o mundo seria regido pelas `forças do bem e do
mal¿ (concepção de base platônica), bem como pelo neoplatonismo de Plotino (204 d.C - 240 d.C). Por outro lado, sua conversão
deu-se graças à oratória do bispo de Milão, Santo Ambrósio, o qual o batizou e influenciou em seus discursos. Foi responsável por
reforçar o conceito de 'pecado original' e desenvolver o conceito de Igreja como a cidade espiritual de Deus, distinta da cidade
material dos homens. Também afirmou que a origem do mal estaria no livre-arbítrio, concedido por Deus, donde todo mal seria o
resultado do livre afastamento do bem. Era também defensor da predestinação divina.

Influência de Platão na Filosofia Agostiniana - A concepção de Deus para Platão era de um Deus do intelecto, para Agostinho este
conceito cai totalmente, para ele, Agostinho, Deus pode estar nos dois lugares ao mesmo tempo; tanto no intelecto, quanto criador
do mundo da natureza como ser criador de todas as coisas. Tal concepção do homem provinha de Platão, para o qual o homem é
definido como uma alma que se serve de um corpo. Agostinho mantém esse conceito com todas as consequências lógicas que ele
comporta. Assim o verdadeiro conhecimento não seria a apreensão de objetos exteriores ao sujeito, devido a sua variabilidade, e
sim, a descoberta de regras imutáveis, como o princípio ético segundo o qual é necessário fazer o bem e evitar o mal. Tal
conhecimento se refere às realidades não sensíveis cujo caráter fundamental seria a necessidade, pois são o que são e não podiam
ser diferentes.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão

À luz da biologia é impossível uma virgem conceber um filho, no entanto, a fé católica coloca essa possibilidade como real e
possível admitindo a concepção de Jesus Cristo por Maria, sua mãe. Indique nas opções abaixo o significado da fé no período
medieval:

Igual ao que pensamos nos dias de hoje.


Um simples acreditar
Uma entrega a Deus.
Uma simples crença já bastaria.
Uma visão cética do real.
Respondido em 19/04/2020 21:35:07

Explicação:
A fé católica coloca essa possibilidade como real e possível admitindo a concepção de Jesus Cristo por Maria. É uma entrega

Gabarito
Coment.

5a Questão

A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos
herdeiros até hoje é a síntese entre

Cristianismo o ortodoxo e a cultura romana.


A cultura grega e o cientificismo;
O judaísmo e o ortodoxo;
Cristianismo e a cultura romana;
o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega;

Respondido em 19/04/2020 21:35:31

Explicação:

A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos herdeiros
até hoje é a síntese entre o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega.

O helenismo permitiu a aproximação entre a cultura judaica e a filosofia grega que tornará possível mais tarde, o surgimento de
uma filosofia cristã.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas, para os que foram salvos, para nós, é uma força divina. Está escrito:
Destruirei a sabedoria dos sábios, e anularei a prudência dos prudentes {Is 29,14}. Onde está o sábio? Onde o erudito? Onde o
argumentador deste mundo? Acaso não declarou Deus por loucura a sabedoria deste mundo? 1 Coríntios 1:18-21. Nesta passagem
de Paulo de Tarso fica sintetizada a essência da filosofia cristã sob influência paulina, que pode ser resumida em uma das
premissas abaixo:

fé e razão são equivalentes


a razão deve ser superior à fé
a sebedoria pagã é totalmente aceita pela filosofia cristã
que o saber do mundo deveria ser submisso a fé em Deus
a fé se submete à sabedoria pagã

Respondido em 19/04/2020 21:35:38

Explicação:

As pessoas de pouco conhecimento na palavra de Deus ficam super poderosas e fazem coisas irreais, fazem algo que Deus não
mandou fazer. Ter fé para fazer algo sem base na palavra de Deus é loucura, Deus não concorda e não abençoa. Viver a graça não
é viver a fé e se desligar do natural, mas sim viver o natural.

Gabarito
Coment.
7a Questão

O período cujo resultado é dos esforços dos apóstolos (João e Paulo), terminando por volta do século VIII, e dos primeiros "Padres
da Igreja" para conciliar a nova religião com o pensamento filosófico mais corrente da época entre os gregos e os romanos, embora
tenha tomado como tarefa a defesa da fé cristã, frente às diversas críticas advindas de valores teóricos e morais dos "antigos".
Essa 1ª fase da Idade Média denominou-se de:

Feudalismo;
Existencialismo
; Sistemático;
Patrística;
Cosmológico.

Respondido em 19/04/2020 21:35:41

Explicação:

Chamamos de ¿Padres da Igreja¿ (Patrística) aqueles grandes homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII,
que foram no Oriente e no Ocidente como que ¿Pais¿ da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da nossa
fé, enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja; sem
dúvida, são a sua fonte mais rica. Padre ou Pai da Igreja se refere a um escritor leigo, sacerdote ou bispo, da Igreja antiga,
considerado pela Tradição como um testemunha da fé.

Normalmente se considera o período da Patrística o que vai dos Apóstolos até S. Isidoro de Sevilha (560-536) no Ocidente; e até
a morte de S. João Damasceno (675-749), no Oriente, o gigante que corajosamente combateu o iconoclasmo. Esses gigantes da fé
católica ao longo desses sete séculos defenderam e formularam a fé, a liturgia, a catequese, a moral, a disciplina, os costumes e os
dogmas cristãos; por isso são chamados de ¿Pais da Igreja¿ porque lhes traçaram o caminho.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

O cristianismo é fruto do encontro de vários fatores e culturas. Porém, inicialmente e na sua origem, o cristianismo está relacionado
com uma determinada cultura. Escolha a alternativa correta:

cultura oriental
cultura judaica
cultura estoica
cultura grega
cultura romana

Respondido em 19/04/2020 21:36:09

Explicação:

O Cristianismo surgiu na Palestina, região sob o domínio romano desde 64 a.C. Tem como origem a tradição judaica de crença
na vinda de um Messias, o redentor, o salvador, o filho de Deus, cuja vinda seria uma redenção para todos aqueles que Nele
acreditasse.

1a Questão
A idade Média iniciou nos séculos IV e V, mas o cristianismo já havia surgido ainda no Império romano. O Período logo após o
nascimento de Cristo ficou conhecido como Filosofia cristã e representou:

o total rompimento com a filosofia clássica


greg a razão como superação da fé
tentativa de explicar e construir os princípios do cristianismo
o apoio à religiosidade dos romanos
o uso da razão no processo da reflexão religiosa
Respondido em 19/04/2020 21:38:00

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos e
contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

O período medieval corresponde ao longo período histórico que vai do final do helenismo
até

O período agostiniano, no século IV.


o século V
o final do século XX
Renascimento e início do pensamento moderno
A idade contemporânea inicio do século XIX
Respondido em 19/04/2020 21:38:09

Explicação:

A Idade Média (adj. medieval) é um período da história da Europa entre os séculos V e XV. Inicia-se com a Queda do Império
Romano do Ocidente e termina durante a transição para a Idade Moderna, com o Renascimento.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Indique o nome do pensador que conduziu a Patrística ao seu auge:

Santo Agostinho.
Aristóteles.
São Justino.
Santo Tomás de Aquino.
Clemente Romano.
Respondido em 19/04/2020 21:38:14

Explicação:

A Patrística é contemporânea do último período do pensamento grego, o período religioso, com o qual tem fecundo contato,
entretanto dele diferenciado-se profundamente, sobretudo como o teísmo se diferencia do panteísmo. E é também contemporâneo
do império romano, com o qual também polemiza, e que terminará por se cristianizar depois de Constantino. Dada a culminante
grandeza deAgostinho, a Patrística será dividida em três períodos: antes de Agostinho, período em que, filosoficamente,
interessam especialmente os chamados apologistas e os padres alexandrinos ; Agostinho, que merece um desenvolvimento à
parte, visto ser o maior dos Padres; depois de Agostinho vem o período que, logo após a sistematização, representa a decadência
da Patrística.

Gabarito
Coment.

4a Questão

A corrente de pensamento que marcou o início da Filosofia cristã chamou-se

Patrística
Ecumenica
Idade das Trevas
Panaceia
Escolática
Respondido em 19/04/2020 21:38:07

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos e
contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito
Coment.

5a Questão

A Filosofia Medieval é tradicionalmente dividida em dois grandes momentos, são eles:

O Renascentismo e o Iluminismo.
A Patrística e a Paideia.
A Patrística e a Escolástica.
O Humanismo e a Paideia.
A Escolástica e o Renascentismo.
Respondido em 19/04/2020 21:38:30

Explicação:

A filosofia que surge no início da Idade Média é uma tentativa de combinar o legado cultural greco-romano com a herança religiosa
judaico-cristã. A filosofia medieval é em geral dividida em dois grandes períodos: a patrística e a escolástica. Por patrística se
compreende o período inicial da filosofia na Idade Média, e que teve comogrande expoente Santo Agostinho.
São Tomás de Aquino, por sua vez, foi um teólogo doséculo XIII, e principal intelectual de uma segunda fasedo pensamento
medieval, denominada escolástica. Este nome se deve à ideia de escola. Seu principal livro foi a Suma Teológica, na qual aborda
diversas questões de ordem moral e social.Sua base filosófica foram os escritos de Aristóteles,traduzidos pelos intelectuais árabes
Averróis e Avicena. Uma diferença entre o pensamento escolástico para o patrístico era a de que enquanto para a patrística era
preciso crer para compreender, a escolástica inverte o vetor, sendo considerado necessário compreender para crer.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

Com o fim da Idade Média, foi possível obter:

Transformações sociais, econômicas e políticas


Transformações sociais, econômicas, mas não políticas
Transformações econômicas e políticas, mas não mudou o social
Transformações sociais e políticas, mas a economia continuou a mesma
N.d.a
Respondido em 19/04/2020 21:38:24

Explicação
:

As transformações sociais que ocorreram durante a Idade Média desenvolveram novas estruturas de pensamento. As
universidades surgem e tornam possível o desenvolvimento científico. Nesse momento ainda não há a universalização desse
conhecimento nem o acesso ao povo aos benefícios do novo modelo de educação.

7a Questão

Podemos afirmar que a Idade Média foi

marcada: I-Pelo atraso econômico e político do

feudalismo II-Pelas guerras religiosas e ideias

retrógradas

III- o monopólio restrito da igreja nos campos da educação e

cultura IV-Pelas ideias contemporâneas e da educação privilegiada dos

povos. Está correta:

I, II e IV;
I, II, III e
IV. II, III e
IV; I, II e
Respondido em 19/04/2020 21:38:41
III;
I, III e IV;

Explicação:
A Idade Média foi conhecida como a ¿Idade das Trevas¿, período obscuro e de ideias regressivas, marcada pelo atraso econômico e
político do feudalismo, ¿peste negra¿ e pelo monopólio restrito da Igreja na educação e cultura.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

A revelação cristã, afirmava que a verdade estava escrita no que havia sido dito pelos "deuses sagrados" e que todo o saber
deveria basear-se nestas afirmações. Sobre isso, marque a alternativa ERRADA.

Na Idade Média, desenvolvem-se ideias filosóficas baseadas nas ideias cristãs, mas sempre criticando os dogmas e os
mitos.
Na Idade Média, a Igreja não detém nenhum poder social, por isso não consegue disseminar a verdade divina.
Existe a assimilação dos pensadores cristãos sobre o pensamento filosófico grego mas sempre dentro dos limites da fé.
A Filosofia medieval procura redefinir os conceitos de temas consagrados na filosofia antiga (Universo, natureza
humana, moral) e apresentação de novos problemas à especulação racional.
A Filosofia baseia-se, inicialmente, na leitura cristã do mundo e da realidade.

Respondido em 19/04/2020 21:38:46

Explicação:

Na Era Medieval a igreja Católica era símbolo de maior poder perante a sociedade. Qualquer atitude que não fosse de acordo com
seus valores era radicalmente censurada, podendo inclusive, resultar na execução do indivíduo.

1a Questão

Na Idade Média, desenvolveram-se dentro da Igreja, instituições que tinham corporações de mestres e aprendizes, com privilégios
e autonomia administrativa, e significaram importante avanço intelectual. O texto anterior refere-se:

às Universidades.
aos Museus;
às Irmandades;
às Bibliotecas;
aos Conventos;
Respondido em 19/04/2020 21:40:59

Explicação:

Escolástica ou escolasticismo (do termo latino scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola,
instruído]) foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca dos séculos IX
ao XVI. Mais um método de aprendizagem do que uma verbo ou teologia, a escolástica nasceu nas escolas monásticas cristãs,[1]
de modo a conciliar a fé cristã com um sistema de pensamento racional, especialmente o da filosofia grega.[2] Colocava uma forte
ênfase na dialética para ampliar o conhecimento por inferência e resolver contradições. A obra-prima de Tomás de Aquino, Summa
Theologica, é, frequentemente, vista como exemplo maior da escolástica

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão
A crise da escolástica no século XIV traz um pensamento inovador que, por sua vez, prenuncia o período moderno com suas
novas teorias filosóficas e científicas, além de profundas transformações no mundo europeu denominado de:

Humanismo renascentista;
Racionalismo;
Estruturalismo.
Positivismo
Pragmatismo;
Respondido em 19/04/2020 21:40:53

Gabarito
Coment.

3a Questão

Sobre a Escolástica é CORRETO afirmar que: (a) Buscava conciliar a fé cristã com um pensamento racional; (b) Centralizava-se
apenas no pensamento racional; (c) Era o método do pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais
europeias; (d) Centralizava-se apenas na fé cristã; (e) Distanciava-se da conciliação entre a fé cristã e o pensamento racional.

As alternativas C e E estão corretas


As alternativas A e C estão corretas;
As alternativas C e D estão corretas;
Apenas a alternativa C está correta
As alternativas D e E estão corretas
Respondido em 19/04/2020 21:40:58

Explicação:

(a) Buscava conciliar a fé cristã com um pensamento racional - VERDADEIRO - Os filósofos medievais fizeram essa relação.

(b) Centralizava-se apenas no pensamento racional; FALSO. A razão estaria subordinada à fé.

(c) Era o método do pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias; VERDADEIRO. O método
escolástico predominou nas universidades que surgiram nessa ocasião, procedia-se à análise critica dos textos e dos documentos
da Igreja.

(d) Centralizava-se apenas na fé cristã; FALSO. Faziam comparações

(e) Distanciava-se da conciliação entre a fé cristã e o pensamento racional. FALSO. Era o oposto.

4a Questão

A Escolástica é a maior expressão da filosofia medieval cristã. No período pleno da Escolástica (entre os séculos XII e XIII),
podemos afirmar que:

os protestantes evitaram aceitar a fé;


os teólogos não acreditavam na fé e, tampouco, na razão.
os teólogos procuraram apoiar a fé na heresia e na sociologia. o s teólogos procuraram
apoiar a fé na razão e na filosofia;
os protestantes procuraram separar a razão da fé;

Respondido em 19/04/2020 21:41:17

Gabarito
Coment. Gabarito
Coment.

5a Questão

A Escolástica (ou Escolasticismo) é uma linha dentro da filosofia medieval, de acentos notadamente cristãos, surgida da necessidade de
responder às exigências da fé, ensinada pela Igreja, considerada então como a guardiã dos valores espirituais e morais de toda a
Cristandade. Por assim dizer, responsável pela unidade de toda a Europa, que comungava da mesma fé. Dessa forma, assinale a
alternativa que corresponde a questão chave que vai atravessar todo o pensamento escolástico:

A harmonização de duas esferas: a fé e a razão. A


compreensão que o mais importante é a razão.
O entendimento de que razão e fé são inconciliáveis
A compreensão que o mais importante é a fé. Nenhuma
das respostas acima.
Respondido em 19/04/2020 21:41:24

Gabarito Gabarito Gabarito Coment.


Coment. Coment.

6a Questão

As primeiras universidades católicas surgiram entre os séculos XI e XII, e estavam controladas pela igreja católica. Seus principais cursos
ministrados eram:

Teologia, Direito, Agronomia ; (D)


Teologia, Direito e Biologia; Teologia,
Direito e Medicina;
Medicina, Sociologia e Teologia; Teologia,
Arquitetura e Medicina;
Respondido em 19/04/2020 21:41:33

Gabarito Gabarito Coment.


Coment.

7a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 126-127), para entendermos o desenvolvimento do pensamento escolástico no século XIII, dois fatores,
característicos dessa época, devem ser considerados:

O surgimento das universidades e a criação das ordens religiosas.


Os meios de transporte dos árabes e a invenção da imprensa.
A criação das ordens religiosas e as grandes viagens comerciais.
As grandes viagens comerciais e as invenções científicas.
O surgimento das ordens religiosas e as invenções científicas.
Respondido em 19/04/2020 21:41:40

Explicação:

Duas ordens que surgiram no período da Escolástica foram: os franciscanos e os dominicanos. De seus quadros sairão os mestres
da Escolástica. Para seus próprios fins, como pregadores que precisam da lógica e da retórica para desenvolver uma eficaz
capacidade de convencer através da pregação, os Dominicanos utilizarão a Escolástica como base essencial de formação. Ja os
franciscanos, mais inspirados em Santo Agostinho, e também por vezes nos neo-platônicos. Ao fazerem suas reflexões serem
geradas principalmente de um movimento intimista produzido pela meditação, os escolásticos franciscanos contrastam de modo
geral com os dominicanos, para os quais o movimento inicial do saber procede da abstração.

Gabarito
Coment.

8a Questão

São Tomás de Aquino se tornou um grande pensador com criatividade e originalidade, desenvolveu uma filosofia própria, tratando
de todas as grandes questões da filosofia e da teologia.

Qual enunciado abaixo expressa sua contribuição para o pensamento cristão?

1. O tomismo tornou-se uma espécie de representante de uma filosofia cristã oficial, tendo por base a filosofia de Platão e
dos neoplatônicos.
4. Demonstrou a invalidade do pensamento de Aristóteles no que se refere as questões relativas ao Sagrado.
3. Demonstrou que a Filosofia de Aristóteles era sem dúvida alguma compatível com o cristianismo.
5. Defendeu o princípio da propriedade privada e da liberdade individual que servirá de base para o desenvolvimento
do pensamento moderno.
2. Demonstrou que a Filosofia de Platão e dos neoplatônicos, bem como, a ética de Epicuro, eram fundamentais para a
elaboração do pensamento cristão.
Respondido em 19/04/2020 21:41:34

Explicação:

Tomás de Aquino resgata o pensamento de Aristóteles.

1a Questão

A Filosofia Medieval, que abrange o período do final do Helenismo (séc VII) ate o Renascimento
(final séc XIV), foi um período propício para o surgimento da escolástica. Sobre a escolástica, todas
as alternativas estão incorretas, com exceção:

O objeto de estudo da escolástica é o silogismo, um raciocínio pelo qual, a partir de


determinadas premissas, chega-se a conclusão.
Escolástica significa os ensinamentos de Filosofia e Teologia ministrados nas escolas e
universidades eclesiásticas da Idade Media sob os princípios do cristianismo.
A característica principal da escolástica e a ausência de explicações pré-estabelecidas.

É composta de três partes fundamentais a física, a lógica e a ética.


A escolástica surge de uma insatisfação mítica da realidade.
Respondido em 19/04/2020 21:44:03
Explicação:

Escolástica significa os ensinamentos de Filosofia e Teologia ministrados nas escolas e universidades eclesiásticas
da Idade Media sob os princípios do cristianismo.

2a Questão

Santo Tomás de Aquino se apegou aos gregos para efetivar suas teorias. Indique o nome do Filósofo que exerceu maior influência
em suas teses:

Tales de Mileto.
Aristóteles
Platão.
Sócrates.
Anaxágoras.
Respondido em 19/04/2020 21:44:16

Explicação:

Aristóteles resgatou as ideias de Aristóteles para elaborar sua filosofia.

3a Questão

Escolástica ou Escolasticismo (do latim scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola, instruído]) foi
o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca de 1100 a 1500. São
Características da Escolástica: I. o grande desenvolvimento da filosofia escolástica, a partir do século XIII, foi devido à influência do
pensamento árabe. II. os cristãos da escolástica tiveram o primeiro contato com o pensamento de Aristóteles através dos núcleos
de cultura. III. São Tomás foi um dos grandes pensadores desse método e mostrou que a filosofia de Aristóteles era compatível
com o cristianismo. IV. Guilherme de Ockham foi o maior dos lógicos escolásticos. Ele combinou o racionalismo do pensamento
aristotélico com a fé revelada do cristianismo.

Somente I, V estão corretas


Somente II, III etão corretas
Todas estão corretas
Somente I e II estão corretas
Somente IV está correta
Respondido em 19/04/2020 21:44:36

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão
A filosofia de São Tomás de Aquino, que se aproximou dos textos de Aristóteles, resultou numa nova contribuição para o
desenvolvimento do pensamento

do pensamento primitivo greco


romano de Roma e sua política
de toda a Europa oriental.
da escolástica
da idade média
Respondido em 19/04/2020 21:44:53

Explicação:

A Escolástica foi uma filosofia que esteve inspirada nos ideais dos filósofos gregos Aristóteles e Platão, além de ter uma
fundamentação cristã.

Lembre-se que na Idade Média (V-XV), a Igreja possuía grande poder e comandava diversos aspectos sociais, políticos e
econômicos.

São Tomás de Aquino foi o principal filósofo dessa corrente. Segundo ele, o segredo era racionalizar o pensamento cristão, ou
seja, refletir sobre a aproximação entre a fé e a razão.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

Indique o nome do Filósofo que influenciou o pensamento de Santo Tomás de Aquino em sua proposta de estabelecimento de uma
fronteira entre razão e fé:

Guilherme de Okham
Sócrates.
Santo Agostinho.
Platão.
Aristóteles.

Respondido em 19/04/2020 21:44:59

Explicação:

São Tomás de Aquino resgata o pensamento de Aristóteles para reafirmar o pensamento da escolástica.

6a Questão

É comum fazer referência à idade média como a idade das trevas, devido à monopolização do conhecimento formal pela igreja
católica. Esse período teve bastante influência das leituras de Platão e Aristóteles. Foi nesse período que ocorreu o surgimento das:

Escolas Jônicas
Escolas técnicas
Catedrais e igrejas;
Escolas Filosóficas;
Escolas e universidades;

Respondido em 19/04/2020 21:45:21

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

No contexto da Escolástica é INCORRETO afirmar que:

houve o desenvolvimento da Teologia como área de conhecimento, além da Medicina e do Direito nas universidades.
Santo Tomás de Aquino foi um dos seus principais representantes e pensadores.
foram desconsideradas totalmente as relações entre a Fé e a Razão.
os estudos universitários seguiam o modelo da ¿lectio escolastica¿ (o mestre encaminha as leituras e tem a palavra) e
havia também o ¿disputatio¿ (debates entre professores e discípulos).
Nenhuma das alternativas anteriores.

Respondido em 19/04/2020 21:45:25

Explicação:

O pensamento tomista é construído em bases racionais e empíricas, separando filosofia de teologia, apesar de subordinar a
primeira à segunda. Assim, o papel da razão é demonstrar e ordenar os mistérios revelados pela fé.Razão e fé puderam ser, enfim,
harmonizadas, apesar de serem distintas, mesmo no que diz respeito às verdades que podem alcançar, conforme afirma Tomás de
Aquino em "Súmula contra os gentios".

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 118), é, portanto, em torno dos séculos XI-XIII que assistimos ao surgimento de uma filosofia
medieval. O termo que designa, de modo genérico, todos aqueles que pertencem a uma escola ou linha de pensamento é:

Medieválica
Acadêmica
Universitária
Renascentista
Escolástica

Respondido em 19/04/2020 21:45:36

Explicação:

A filosofia é a ciência que potencializa o valor da razão como veiculo de reflexão sobre temas muito importantes como felicidade e
ser humano.
1a Questão

O Período Medieval ocorreu entre os séculos V ao XV d.C e a Filosofia produzida nesse período foi marcada:

I - Pela união entre fé e razão

II - Pelo resgate de Platão por Santo Agostinho

III - pelo uso das ideias de Aristóteles por Santo Agostinho

Somente a afirmativa II está correta.


As afirmativas I e II estão corretas
Os enunciados I, II e III estão
corretos. Somente o enunciado I está
correto. Os enunciados II e III estão
corretos.
Respondido em 19/04/2020 21:47:34

Explicação:

O Período Medieval ocorreu entre os séculos V ao XV d.C e a Filosofia produzida nesse período foi marcada pela união entre fé e
razão em que Platão foi resgatado por Santo Agostinho e Aristóteles por Tomás de Aquino

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Com relação à Filosofia Medieval, é correto afirmar:

Identificava a incompatibilidade entre fé e razão na busca do conhecimento.


Foi marcada pelo dualismo entre fé e razão.
Comprovava que a existência de Deus somente poderia ser comprovada pela fé.
Buscava fundamentar a razão através da fé.
Condenava a punição dos cidadãos, pois eram imagem e semelhança de Deus.
Respondido em 19/04/2020 21:47:28

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

A crise da escolástica no século XIV traz um pensamento inovador que, por sua vez, prenuncia o período moderno com suas
novas teorias filosóficas e científicas, além de profundas transformações no mundo europeu denominado de:

Pragmatismo;
Humanismo renascentista;
Estruturalismo.
Racionalismo;
Positivismo
Respondido em 19/04/2020 21:47:49

Gabarit
o
Coment.

4a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 126-127), para entendermos o desenvolvimento do pensamento escolástico no século XIII, dois
fatores, característicos dessa época, devem ser considerados:

O surgimento das ordens religiosas e as invenções científicas.


Os meios de transporte dos árabes e a invenção da
imprensa. As grandes viagens comerciais e as invenções
científicas.
O surgimento das universidades e a criação das ordens
religiosas.
A criação das ordens religiosas e as grandes viagens comerciais.

Respondido em 19/04/2020 21:47:44

Explicação:

Duas ordens que surgiram no período da Escolástica foram: os franciscanos e os dominicanos. De seus quadros sairão os mestres
da Escolástica. Para seus próprios fins, como pregadores que precisam da lógica e da retórica para desenvolver uma eficaz
capacidade de convencer através da pregação, os Dominicanos utilizarão a Escolástica como base essencial de formação. Ja os
franciscanos, mais inspirados em Santo Agostinho, e também por vezes nos neo-platônicos. Ao fazerem suas reflexões serem
geradas principalmente de um movimento intimista produzido pela meditação, os escolásticos franciscanos contrastam de modo
geral com os dominicanos, para os quais o movimento inicial do saber procede da abstração.

Gabarito
Coment.

5a Questão

A Escolástica (ou Escolasticismo) é uma linha dentro da filosofia medieval, de acentos notadamente cristãos, surgida da necessidade
de responder às exigências da fé, ensinada pela Igreja, considerada então como a guardiã dos valores espirituais e morais de toda a
Cristandade. Por assim dizer, responsável pela unidade de toda a Europa, que comungava da mesma fé. Dessa forma, assinale a
alternativa que corresponde a questão chave que vai atravessar todo o pensamento escolástico:

A harmonização de duas esferas: a fé e a razão.


Nenhuma das respostas acima.
A compreensão que o mais importante é a fé.
O entendimento de que razão e fé são inconciliáveis
A compreensão que o mais importante é a razão.
Respondido em 19/04/2020 21:47:50

6a Questão Gabarito Gabarito Coment.


Coment.
G
a
b
a
r
i
t
o

C
o
m
e
n
t
.
A Escolástica é a maior expressão da filosofia medieval cristã. No período pleno da Escolástica (entre os séculos XII e XIII),
podemos afirmar que:

os teólogos procuraram apoiar a fé na razão e na filosofia;


os protestantes procuraram separar a razão da fé;
os teólogos procuraram apoiar a fé na heresia e na sociologia.
os teólogos não acreditavam na fé e, tampouco, na razão.
os protestantes evitaram aceitar a fé;
Respondido em 19/04/2020 21:48:02

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

Sobre a Escolástica é CORRETO afirmar que: (a) Buscava conciliar a fé cristã com um pensamento racional; (b) Centralizava-se
apenas no pensamento racional; (c) Era o método do pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais
europeias; (d) Centralizava-se apenas na fé cristã; (e) Distanciava-se da conciliação entre a fé cristã e o pensamento racional.

As alternativas C e E estão corretas


As alternativas C e D estão corretas;
As alternativas D e E estão corretas
Apenas a alternativa C está correta
As alternativas A e C estão corretas;

Respondido em 19/04/2020 21:48:20

Explicação:

(a) Buscava conciliar a fé cristã com um pensamento racional - VERDADEIRO - Os filósofos medievais fizeram essa relação.

(b) Centralizava-se apenas no pensamento racional; FALSO. A razão estaria subordinada à fé.

(c) Era o método do pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias; VERDADEIRO. O método
escolástico predominou nas universidades que surgiram nessa ocasião, procedia-se à análise critica dos textos e dos documentos
da Igreja.

(d) Centralizava-se apenas na fé cristã; FALSO. Faziam comparações

(e) Distanciava-se da conciliação entre a fé cristã e o pensamento racional. FALSO. Era o oposto.

8a Questão

Na Idade Média, desenvolveram-se dentro da Igreja, instituições que tinham corporações de mestres e aprendizes, com privilégios
e autonomia administrativa, e significaram importante avanço intelectual. O texto anterior refere-se:

às Bibliotecas;
às Irmandades;
às Universidades.
aos Museus;
aos Conventos;

Respondido em 19/04/2020 21:48:29

Explicação:

Escolástica ou escolasticismo (do termo latino scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola,
instruído]) foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca dos séculos IX
ao XVI. Mais um método de aprendizagem do que uma verbo ou teologia, a escolástica nasceu nas escolas monásticas cristãs,[1]
de modo a conciliar a fé cristã com um sistema de pensamento racional, especialmente o da filosofia grega.[2] Colocava uma forte
ênfase na dialética para ampliar o conhecimento por inferência e resolver contradições. A obra-prima de Tomás de Aquino, Summa
Theologica, é, frequentemente, vista como exemplo maior da escolástica

1a Questão

As primeiras universidades católicas surgiram entre os séculos XI e XII, e estavam controladas pela igreja católica. Seus principais
cursos ministrados eram:

Teologia, Arquitetura e Medicina;


Teologia, Direito, Agronomia ; (D)
Teologia, Direito e Biologia;
Medicina, Sociologia e Teologia;
Teologia, Direito e Medicina;

Respondido em 19/04/2020 21:50:17

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

São Tomás de Aquino se tornou um grande pensador com criatividade e originalidade, desenvolveu uma filosofia própria, tratando
de todas as grandes questões da filosofia e da teologia.

Qual enunciado abaixo expressa sua contribuição para o pensamento cristão?

4. Demonstrou a invalidade do pensamento de Aristóteles no que se refere as questões relativas ao Sagrado.


5. Defendeu o princípio da propriedade privada e da liberdade individual que servirá de base para o desenvolvimento
do pensamento moderno.
1. O tomismo tornou-se uma espécie de representante de uma filosofia cristã oficial, tendo por base a filosofia de Platão e
dos neoplatônicos.
2. Demonstrou que a Filosofia de Platão e dos neoplatônicos, bem como, a ética de Epicuro, eram fundamentais para a
elaboração do pensamento cristão.
3. Demonstrou que a Filosofia de Aristóteles era sem dúvida alguma compatível com o cristianismo.

Respondido em 19/04/2020 21:50:09

Explicação:

Tomás de Aquino resgata o pensamento de Aristóteles.


3a Questão

As ideias de Guilherme de Ockham, contribuíram para o desmantelamento do grande sistema filosófico medieval, culminando com o

Pragmatismo
Racionalismo
Protestantismo
Renascimento.
Ceticismo

Respondido em 19/04/2020 21:50:25

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

4a Questão

A partir do século XI e XII, a filosofia medieval ficou conhecida como

Escolástica;
Patrística;
Apologista;
Científica
Racionalista

Respondido em 19/04/2020 21:50:16

Explicação:

Escolástica foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca dos séculos
IX ao XVI. Mais um método de aprendizagem do que uma verbo ou teologia, a escolástica nasceu nas escolas monásticas cristãs
para conciliar a fé cristã com um sistema de pensamento racional, especialmente o da filosofia grega. Colocava uma forte ênfase na
dialética para ampliar o conhecimento por inferência e resolver contradições. A obra-prima de Tomás de Aquino, Summa
Theologica, é, frequentemente, vista como exemplo maior da escolástica

Gabarito
Coment.

5a Questão

Indique o filósofo que teve grande influência no pensamento de Santo Tomás de Aquino:

Platão.
Sócrates.
Aristóteles
Tales de Mileto
Górgias
Respondido em 19/04/2020 21:50:33
Explicação:

Tomás de Aquino abraçou as ideias de Aristóteles - a quem ele se referia como "o Filósofo" - e tentou sintetizar a filosofia aristotélica
com os princípios do cristianismo.

Gabarito
Coment.

6a Questão

O grande desenvolvimento da Filosofia Escolástica, a partir do século XIII, é devido à influência do pensamento árabe e da obra
científica e filosófica de

Aristóteles
.
Descartes;
Sócrates;
Bacon;
Platão
;
Respondido em 19/04/2020 21:50:37

Explicação:

Escolástica ou escolasticismo (do termo latino scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola,
instruído]) foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca dos séculos IX
ao XVI. Mais um método de aprendizagem do que uma verbo ou teologia, a escolástica nasceu nas escolas monásticas cristãs,[1]
de modo a conciliar a fé cristã com um sistema de pensamento racional, especialmente o da filosofia grega.[2] Colocava uma forte
ênfase na dialética para ampliar o conhecimento por inferência e resolver contradições. A obra-prima de Tomás de Aquino, Summa
Theologica, é, frequentemente, vista como exemplo maior da escolástica

Gabarito
Coment.

7a Questão

Foi um grande pensador pela sua criatividade e originalidade, tendo desenvolvido uma filosofia própria, tratando praticamente de
todas as grandes questões da Filosofia e da Teologia de sua época. Estudou em Nápoles. Estamos falando de:

São Justino;
São Tomás de Aquino;
Santo Agostinho;
São Alberto Magno.
Santo Anselmo;
Respondido em 19/04/2020 21:50:43

Explicação:

Tomás de Aquino nasceu em 1225, em Aquino, uma comuna italiana, no Castelo de Roccasecca. Filho do Conde Landulf de Aquino,
teve uma influente e apropriada educação; estudou na abadia de Roccasecca, no Mosteiro da Ordem de São Bento de Cassino. Mais
tarde, ingressou na Universidade de Nápoles, na Cátedra ¿Artes Liberais¿.
Com apenas 19 anos, em 1244, abandona o curso e decide seguir sua vocação religiosa tornando-se dominicano, ao ingressar na
Ordem dos Dominicanos, no convento Saint Jacques, em Paris. Permaneceu alguns anos em Paris, cidade importante para seu
desenvolvimento espiritual, intelectual e profissional.

Entretanto, foi na cidade de Colônia, na Alemanha, que Aquino escreve suas primeiras obras, sendo discípulo do bispo, filósofo e
teólogo alemão Santo Alberto Magno (1206 d.C-1280 d.C.), conhecido como Alberto, o grande.

Mais tarde, em 1252, Tomás de Aquino retorna à Paris donde se gradua em Teologia e seguindo a carreira de professor.
Ademais, ministrou aulas em Roma, Nápoles e outras cidades da Itália. Ficou conhecido como Doutor Angélico, cujo trabalho de
vida esteve dedicado a fé, a esperança e a caridade constituindo assim, um pregador cristão da razão e da prudência.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

O tomismo tornou-se uma espécie de representante de "uma filosofia cristã oficial", isto se deu devido à grandeza da obra de
São Tomás e da complexidade das questões tratadas. Como exemplo disso, ele desenvolveu as

Cinco vias da prova da existência de Deus.


Dez vias da prova da existência de Deus.
Quatro vias da prova da existência de Deus.
Três vias da prova da existência de Deus.
Duas vias da prova da existência de Deus;

1a Questão

A época medieval traz mudanças na sociedade. Ocorre o declínio do Império Romano e conseqentemente a ascensão de uma
instituição religiosa que passa a intervir na política, na economia e dominou a educação. Qual foi esta instituição?

Cristianismo
Igreja Anglicana
Racionalismo
Reforma
Patrística
Respondido em 19/04/2020 21:53:12

Explicação:

O cristianismo começou a se espalhar a partir de Jerusalém, e depois em todo o Oriente Médio, acabando por se tornar a religião
oficial da Armênia em 301, da Etiópia em 325, da Geórgia em 337, e depois a Igreja estatal do Império Romano em 380. Tornando-
se comum em toda a Europa na Idade Média, ela se expandiu em todo o mundo durante a Era dos Descobrimentos.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

A filosofia de São Tomás de Aquino, que resultou numa nova contribuição para o desenvolvimento da escolástica estava relacionada
com os textos de
Pitágoras.
Platão;
Sócrates;
Aristóteles;
Protágoras;

Respondido em 19/04/2020 21:53:30

Explicação:

Tomás abraçou as ideias de Aristóteles - a quem ele se referia como "o Filósofo" - e tentou sintetizar a filosofia aristotélica com os
princípios do cristianismo.

Gabarito Gabarito Coment.


Coment.

3a Questão

A Filosofia Medieval, que abrange o período do final do Helenismo (séc VII) ate o Renascimento (final
séc XIV), foi um período propício para o surgimento da escolástica. Sobre a escolástica, todas as
alternativas estão incorretas, com exceção:

A escolástica surge de uma insatisfação mítica da realidade.

É composta de três partes fundamentais a física, a lógica e a ética.


O objeto de estudo da escolástica é o silogismo, um raciocínio pelo qual, a partir de
determinadas premissas, chega-se a conclusão.
Escolástica significa os ensinamentos de Filosofia e Teologia ministrados nas escolas e
universidades eclesiásticas da Idade Media sob os princípios do cristianismo.
A característica principal da escolástica e a ausência de explicações pré-estabelecidas.

Respondido em 19/04/2020 21:53:21

Explicação:

Escolástica significa os ensinamentos de Filosofia e Teologia ministrados nas escolas e universidades eclesiásticas da
Idade Media sob os princípios do cristianismo.

4a Questão

É comum fazer referência à idade média como a idade das trevas, devido à monopolização do conhecimento formal pela igreja católica.
Esse período teve bastante influência das leituras de Platão e Aristóteles. Foi nesse período que ocorreu o surgimento das:

Catedrais e igrejas; Escolas


Jônicas
Escolas e universidades;
Escolas técnicas Escolas
Filosóficas;
Respondido em 19/04/2020 21:53:38
Gabarit Gabarito
o Coment.
5a Questão Coment.

A filosofia de São Tomás de Aquino, que se aproximou dos textos de Aristóteles, resultou numa nova contribuição para o
desenvolvimento do pensamento

da escolástica
do pensamento primitivo greco romano
de Roma e sua política
de toda a Europa
oriental. da idade média
Respondido em 19/04/2020 21:53:45

Explicação:

A Escolástica foi uma filosofia que esteve inspirada nos ideais dos filósofos gregos Aristóteles e Platão, além de ter uma
fundamentação cristã.

Lembre-se que na Idade Média (V-XV), a Igreja possuía grande poder e comandava diversos aspectos sociais, políticos e
econômicos.

São Tomás de Aquino foi o principal filósofo dessa corrente. Segundo ele, o segredo era racionalizar o pensamento cristão, ou
seja, refletir sobre a aproximação entre a fé e a razão.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

Indique o nome do Filósofo que influenciou o pensamento de Santo Tomás de Aquino em sua proposta de estabelecimento de uma
fronteira entre razão e fé:

Aristóteles.
Santo
Agostinho.
Sócrates.
Guilherme de Okham
Platão.
Respondido em 19/04/2020 21:53:54

Explicação:

São Tomás de Aquino resgata o pensamento de Aristóteles para reafirmar o pensamento da escolástica.
7a Questão

No contexto da Escolástica é INCORRETO afirmar que:

Santo Tomás de Aquino foi um dos seus principais representantes e pensadores.


houve o desenvolvimento da Teologia como área de conhecimento, além da Medicina e do Direito nas universidades.
Nenhuma das alternativas anteriores.
foram desconsideradas totalmente as relações entre a Fé e a Razão.
os estudos universitários seguiam o modelo da ¿lectio escolastica¿ (o mestre encaminha as leituras e tem a palavra) e
havia também o ¿disputatio¿ (debates entre professores e discípulos).
Respondido em 19/04/2020 21:53:52

Explicação:

O pensamento tomista é construído em bases racionais e empíricas, separando filosofia de teologia, apesar de subordinar a
primeira à segunda. Assim, o papel da razão é demonstrar e ordenar os mistérios revelados pela fé.Razão e fé puderam ser, enfim,
harmonizadas, apesar de serem distintas, mesmo no que diz respeito às verdades que podem alcançar, conforme afirma Tomás de
Aquino em "Súmula contra os gentios".

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 118), é, portanto, em torno dos séculos XI-XIII que assistimos ao surgimento de uma filosofia
medieval. O termo que designa, de modo genérico, todos aqueles que pertencem a uma escola ou linha de pensamento é:

Escolástica
Universitária
Medieválica
Acadêmica
Renascentista
Respondido em 19/04/2020 21:53:58

Explicação:

A filosofia é a ciência que potencializa o valor da razão como veiculo de reflexão sobre temas muito importantes como felicidade e
ser humano.

1a Questão

Na modernidade a ideia de progresso e a valorização do indivíduo, são decorrentes de fatores históricos, qual foi a doutrina filosófica
pós socrática que se tornou um desses fatores?

A Redescoberta do Ceticismo;
A redescoberta do Epicurismo;
Redescoberta do Platonismo
A Redescoberta do Cinismo;
A redescoberta do Estoicismo;
Respondido em 19/04/2020 21:56:33

Gabarit
o
Coment.

2a Questão

Em relação à filosofia moderna e ao contexto histórico e cultural em que foi produzida a modernidade, é falso afirmar:

A descoberta de um Novo Mundo abala a confiança na antiga concepção geográfica do mundo e nos principais autores que
tematizavam os aspectos naturais, tais como a fauna e a flora.
A filosofia cristã ressurgiu de maneira forte, como forma de retorno aos clássicos escolásticos que defendiam a
impossibilidade da razão humana chegar aos mistérios da fé.
O humanismo Renascentista foi buscar o seu lema no filósofo grego da sofística, Protágoras, em seu célebre fragmento: O
homem é a medida de todas as coisas.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição,
representada pela Igreja.
O modelo astronômico defendido por Copérnico e Galileu questionou os pressupostos metafísico e teológicos da época
baseados na Sagrada Escritura, em Aristóteles e em Ptolomeu.
Respondido em 19/04/2020 21:56:38

Explicação:

O humanismo Renascentista coloca o homem em primeiro lugar, retirando portanto Deus do centro de todas as coisas, por isso
buscam em Protágoras, em seu célebre fragmento: O homem é a medida de todas as coisas.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição, representada
pela Igreja.
Os modelos científicos de Copérnico e Galileu enfraquece com os padrões teológicos sobre a Terra baseados na Sagrada
Escritura
O período renascentista é marcado pela hegemonia da razão humana e não da fé.

Descobrir novos territórios faz com que as pessoas passem a desacreditar na verdades impostas pela Idade Média.

3a Questão

Na luta contra a Reforma Protestante, na Igreja Católica do século XVI, surgem novas ordens religiosas de caráter militante,
fazendo parte da Contra-Reforma. Uma de entre as apresentadas abaixo surge nesta época. Escolha a alternativa correta:

Ordem dos Beneditinos


Ordem dos Franciscanos
Companhia de Jesus de santo Inácio de Loyola
Ordem de santo Agostinho
Ordem dops Dominicanos
Respondido em 19/04/2020 21:56:45

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
4a Questão

A Reforma de Lutero é o ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja católica desde os últimos séculos da
Idade Média. Escolha a alternativa que NÃO faz parte desse processo de contestação:

a necessidade da Igreja obter grandes recursos financeiros, vendendo


indulgências a transferência da sede da Igreja para Avignon
a influência dos reis franceses sobre o papa
envolvimento dos papas nas questões políticas da
época as grandes descobertas marítimas

Respondido em 19/04/2020 21:56:50

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

O ideário humanista do Renascimento trata da rejeição da tradição escolástica, em favor de uma recuperação da natureza
humana individual. Esses questionamentos estão presentes, também, no campo político, especialmente na obra "O Príncipe",
publicado em 1532.

Escolha, entre os pensadores abaixo, o autor de "O


príncipe"

Erasmo de Roterdã
Galileu Galilei
Lutero
Saint-Exupéry
Nicolau Maquiavel

Respondido em 19/04/2020 21:57:08

Gabarito
Coment.

6a Questão

Escolha a alternativa correta. Do ponto de vista filosófico, a discussão de Lutero em torno da "regra de fé" é importante, pois:

incentiva o conhecimento científico


abre o caminho para o importante problema dos critérios de conhecimento
permite que cada um faça o que quiser
incentiva o comportamento religioso
incentiva o progresso econômico
Respondido em 19/04/2020 21:57:16

Gabarito
Coment.
7a Questão

Ainda no século XVI, a Igreja católica inicia uma ofensiva contra o protestantismo: a Contra-Reforma. Escolha a alternativa que
NÃO faz parte da Contra-Reforma

fundação da Companhia de Jesus de Santo Inácio de Loyola


valorização da autoridade do papa
valorização da obra de são Tomás de Aquino
realização do Concílio de Trento
acabou com a Inquisição

Respondido em 19/04/2020 21:57:07

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

Leia com atenção as afirmações abaixo. Quatro delas estão relacionadas com a revolução científica moderna de forma correta.
Contudo, uma quinta afirmativa não está correta. Escolha a alternativa que NÃO está correta:

a Revolução científica moderna teve seu ponto de partida na obra de Nicolau Copérnico "Sobre a revolução dos orbes
celestes"
rompeu com o sistema geocêntrico
do ponto de vista da ideia da cîência predomina a ideia da ciência contemplativa em oposição ao método
experimental a revolução moderna inspirou-se em Platão que já havia antecipado o modelo heliocêntrico
em 1609, o astrônomo alemão Johannes Kepler defendeu a ideia de que o universo é regido por leis matemáticas

1a Questão

Entre uma das medidas importantes da Contra-Reforma, a Igreja católica organiza um importante Concílio(1545-63) que
estabelece as bases doutrinárias e litúrgicas do catolicismo. Escolha a alternativa correta, identificando o Concílio:

Concílio de Trento
Concílio de Florença
Concílio do Vaticano II
Concílio de Avignon
Concílio de Roma
Respondido em 19/04/2020 22:07:10

Gabarito
Coment.

2a Questão
A revolução científica do século XVII é um dos mais importantes fatores históricos que estão na origem da filosofia moderna. Porém,
já no século XVI (1543) encontramos a obra de um pensador que é considerada o ponto de partida da revolução científica. Escolha
a alternativa correta:

o "Tratado do céu" de Aristóteles


a obra "Princípios matemáticos da filosofia" de Isaac Newton
a obra "Almagesto" de Claudio Ptolomeu
a obra "Sobre a revolução dos orbes celestes" de Nicolau
Copérnico "O fim das certezas..." de Ilya Prigogine
Respondido em 19/04/2020 22:07:16

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

O espírito inovador do Renascimento manifestou-se inclusive na religião, com a crítica à estrutura autoritária da Igreja, centrada
no poder papal. A crise maior da Igreja aconteceu no século XVI, com a Reforma Protestante. A autoridade moral e teológica da
Igreja foi contestada pela Reforma, pois a Igreja se corrompeu, e os papas, teólogos e concílios cometeram erros no passado,
como mostrou Lutero. Consequências da Reforma para a Igreja Católica. Assinale a alternativa correta
I- Igreja perde prestígio e credibilidade;

II- Transferência da escola para o controle do Estado, nos países

protestantes III-Perda de fiéis e consequentemente a sua reação para

retomar o poder

IV-A expansão do Protestantismo em nada afetou o poder da Igreja Católica

e. Todos os enunciados estão corretos


a. Somente os enunciados I, III e IV estão corretos
c. Somente os enunciados II e IV estão corretos
b. Somente os enunciados I e III estão corretos
d. Somente os enunciados I, II e III estão corretos

Respondido em 19/04/2020 22:07:08

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

4a Questão

Considerando a Reforma de Lutero como ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja Católica, desde os
últimos séculos da Idade Média, analise as afirmações abaixo e verifique as que estão de acordo com esta Reforma.

I - A Igreja necessitava manter exércitos, sustentar os seus estados e os territórios governados pelos papas na Itália.

II- Os papas não se envolviam nas questões políticas da época dedicando as questões da alma.

III- A Igreja necessitava de recursos financeiros, obtidos através da venda de indulgências e de outros

favores. A opção correta é:


Apenas a afirmativa II está correta
Apenas as afirmativas I e III estão corretas
Apenas as afirmativas I e II estão corretas
Apenas a afirmativa I está correta
Apenas a afirmativa III está correta
Respondido em 19/04/2020 22:07:28

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

Quais os três fatores que possibilitaram o nascimento do pensamento moderno e a ideia de modernidade?

4. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna.


1. Humanismo Renascentista; Retomada do Ceticismo Clássico; a Escolástica Medieval.
3. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; a concepção de ciência segundo a metafísica de Aristóteles.
2. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Filosofia Patrística.
5. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Ética de Epicuro.

Respondido em 19/04/2020 22:07:33

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Santo Agostinho, foi sem dúvida, um filósofo muito importante na idade média importante, devido a sua criatividade e
originalidade, a surgir no pensamento antigo desde Platão e Aristóteles. Um pensador, ainda ligado aos clássicos, mas já refletindo
em sua visão de mundo e em suas preocupações com grandes mudanças. Uma de suas contribuições ao desenvolvimento da
filosofia destaca-se:

Em sua teoria do conhecimento a ênfase entre objetividade e o


realismo As relações entre Teologia e Filosofia, entre razão e fé.
O desenvolvimentos das cinco vias da prova da existência do Universo.
O filosofo deveria ser um professor disciplinador e austero para a formação do
homem. Sua teoria histórica baseada na santíssima Trindade e apologia ao pecado
original.
Respondido em 19/04/2020 22:07:26

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

Qual filósofo escolástico escreveu as ¿Cinco Vias¿ da prova da existência de Deus?


Santo Agostinho
Averrois
São Tomás de
Aquino São Paulo
Santo Anselmo

Respondido em 19/04/2020 22:07:41

Gabarit
o
Coment
.

8a Questão

Escolha a alternativa correta. O conceito de Renascimento abrange os séculos XV e XVI, período intermediário entre o medieval e o
moderno, mas com identidade própria. Podemos dizer que o traço mais característico desse período é:

a obediência à
Igreja a
religiosidade
a Escolástica
o sistema
feudal o
humanismo

1a Questão

A Ética protestante, principalmente calvinista, ao considerar os protestantes predestinados, valoriza determinados


posicionamentos. Escolha a alternativa que NÃO está relacionada com a Ética protestante:

valorização da liberdade individual


surgimento de uma classe burguesa detentora de riqueza e poder político
valorização do acúmulo do capital
valorização da pobreza para alcançar a graça de
Deus valorização da livre iniciativa e austeridade
Respondido em 19/04/2020 22:09:49

Gabarit Gabarito
o Coment.
Comen
t.

2a
Questão

A Reforma Protestante e a Contra-Reforma envolveram aspectos ligados à doutrina da religião cristã e à forma como se
organizava a Igreja Católica com sede em Roma. No contexto desses movimentos, considere as afirmativas abaixo: I. Os
protestantes eram contrários à autoridade do Papa e à intermediação dos padres na leitura da Bíblia. II. Os protestantes eram
contrários ao casamento dos padres e ao sacramento da confissão. III. As idéias protestantes tiveram grande aceitação por
parte dos monarcas portugueses, espanhóis e ingleses. IV. Os jesuítas foram designados para a ação missionária nas terras da
América, Ásia e África, a fim de garantir a expansão da fé católica. V. O Concílio de Trento definiu algumas ações para reagir
à expansão do protestantismo, como o fortalecimento dos sacramentos e uma melhor formação do clero para o atendimento
dos fiéis. Assinale a alternativa correta.
Somente as afirmativas II e III são
verdadeiras. Somente as afirmativas III e
V são verdadeiras. Somente a afirmativa
IV é verdadeira.
Somente as afirmativas I e II são
verdadeiras.
Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.

Respondido em 19/04/2020 22:09:53

Explicação:

A Reforma, foi considerada uma Renovação Religiosa ocorrida na Europa durante


o Século XVI. Entendida como uma volta às Origens do cristianismo. a Reforma
protestante apresenta-se como uma das vias de realização do retorno dos
principais lema do Renascimento. No domínio religioso, o retorno aos princípios
levava a negar o valor da tradição, portanto da Igreja, que se julgava sua
depositária e intérprete. Lutero contrapunha à tradição eclesiástica a todos os
rituais e interpretações por ela acumulados durante séculos o retorno direto à
palavra de Jesus Cristo concretizada no Evangelho. Segundo Lutero, o
ensinamento fundamentado no Evangelho é justificado por meio da fé, implicando
a negação do valor das obras como Técnicas religiosas(ritos , sacrifícios,
cerimônias), e a Redução dos sacramentos aos mencionados Na Bíblia(batismo,
Penitência e eucaristia), E sem qualquer supervisão sacerdotal sendo eles
considerados expressão da relação direta do homem com Deus

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Sobre o método científico identifique as alternativas corretas: I - A observação complexa exige a utilização de instrumentos,
técnicas e tecnologias mais refinadas. II - O experimento precisa ser replicável, reproduzido e confirmado quantas vezes for
necessário. III - Toda hipótese científica tem que atingir um estatuto de validade no passado e presente.

Somente a alternativa III está correta.


Todas as alternativas estão corretas.
Somente a alternativa I está correta.
Somente a alternativa II está correta.
Nenhuma alternativa está correta.

Respondido em 19/04/2020 22:09:59

Explicação:

Todas as opções estão corretas porque mostram a valorização da observação, do método experimental que se opõe à ciência
contemplativa dos antigos.

4a Questão

Na modernidade a ideia de progresso e a valorização do indivíduo, são decorrentes de fatores históricos, qual foi a doutrina
filosófica pós socrática que se tornou um desses fatores?

A Redescoberta do Ceticismo;
A Redescoberta do
Cinismo;
A redescoberta do
Epicurismo; A redescoberta do
Estoicismo; Redescoberta do
Platonismo
Respondido em 19/04/2020 22:10:03

Gabarit
o
Coment.

5a Questão

A Reforma de Lutero é o ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja católica desde os últimos séculos da
Idade Média. Escolha a alternativa que NÃO faz parte desse processo de contestação:

a influência dos reis franceses sobre o papa


a transferência da sede da Igreja para Avignon
a necessidade da Igreja obter grandes recursos financeiros, vendendo indulgências
envolvimento dos papas nas questões políticas da época
as grandes descobertas marítimas

Respondido em 19/04/2020 22:10:18

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Na luta contra a Reforma Protestante, na Igreja Católica do século XVI, surgem novas ordens religiosas de caráter militante,
fazendo parte da Contra-Reforma. Uma de entre as apresentadas abaixo surge nesta época. Escolha a alternativa correta:

Companhia de Jesus de santo Inácio de Loyola


Ordem de santo Agostinho
Ordem dos Franciscanos
Ordem dos Beneditinos
Ordem dops Dominicanos

Respondido em 19/04/2020 22:10:09

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

O ideário humanista do Renascimento trata da rejeição da tradição escolástica, em favor de uma recuperação da natureza
humana individual. Esses questionamentos estão presentes, também, no campo político, especialmente na obra "O Príncipe",
publicado em 1532.

Escolha, entre os pensadores abaixo, o autor de "O


príncipe"
Lutero
Nicolau
Maquiavel
Erasmo de
Roterdã Galileu
Galilei
Respondido em 19/04/2020 22:10:12
Saint-Exupéry

Gabarit
o
Coment
.

8a Questão

Em relação à filosofia moderna e ao contexto histórico e cultural em que foi produzida a modernidade, é falso afirmar:

O humanismo Renascentista foi buscar o seu lema no filósofo grego da sofística, Protágoras, em seu célebre
fragmento: O homem é a medida de todas as coisas.
A filosofia cristã ressurgiu de maneira forte, como forma de retorno aos clássicos escolásticos que defendiam a
impossibilidade da razão humana chegar aos mistérios da fé.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição,
representada pela Igreja.
A descoberta de um Novo Mundo abala a confiança na antiga concepção geográfica do mundo e nos principais autores
que tematizavam os aspectos naturais, tais como a fauna e a flora.
O modelo astronômico defendido por Copérnico e Galileu questionou os pressupostos metafísico e teológicos da época
baseados na Sagrada Escritura, em Aristóteles e em Ptolomeu.
Respondido em 19/04/2020 22:10:15

Explicação:

O humanismo Renascentista coloca o homem em primeiro lugar, retirando portanto Deus do centro de todas as coisas, por
isso buscam em Protágoras, em seu célebre fragmento: O homem é a medida de todas as coisas.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição,
representada pela Igreja.
Os modelos científicos de Copérnico e Galileu enfraquece com os padrões teológicos sobre a Terra baseados na Sagrada
Escritura
O período renascentista é marcado pela hegemonia da razão humana e não da fé.

Descobrir novos territórios faz com que as pessoas passem a desacreditar na verdades impostas pela Idade Média.

1a Questão

Leia com atenção as afirmações abaixo. Quatro delas estão relacionadas com a revolução científica moderna de forma
correta. Contudo, uma quinta afirmativa não está correta. Escolha a alternativa que NÃO está correta:

a Revolução científica moderna teve seu ponto de partida na obra de Nicolau Copérnico "Sobre a revolução dos orbes
celestes"
do ponto de vista da ideia da cîência predomina a ideia da ciência contemplativa em oposição ao método
experimental em 1609, o astrônomo alemão Johannes Kepler defendeu a ideia de que o universo é regido por leis
matemáticas
a revolução moderna inspirou-se em Platão que já havia antecipado o modelo heliocêntrico
rompeu com o sistema geocêntrico
Respondido em 19/04/2020 22:12:14
2a Questão

Ainda no século XVI, a Igreja católica inicia uma ofensiva contra o protestantismo: a Contra-Reforma. Escolha a alternativa que
NÃO faz parte da Contra-Reforma

realização do Concílio de Trento


valorização da autoridade do papa
fundação da Companhia de Jesus de Santo Inácio de Loyola
acabou com a Inquisição
valorização da obra de são Tomás de Aquino

Respondido em 19/04/2020 22:12:07

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Escolha a alternativa correta. Do ponto de vista filosófico, a discussão de Lutero em torno da "regra de fé" é importante, pois:

incentiva o progresso econômico


incentiva o conhecimento científico
permite que cada um faça o que quiser
incentiva o comportamento religioso
abre o caminho para o importante problema dos critérios de conhecimento

Respondido em 19/04/2020 22:12:13

Gabarito
Coment.

4a Questão

Considerando a Reforma de Lutero como ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja Católica, desde os
últimos séculos da Idade Média, analise as afirmações abaixo e verifique as que estão de acordo com esta Reforma.

I - A Igreja necessitava manter exércitos, sustentar os seus estados e os territórios governados pelos papas na Itália.

II- Os papas não se envolviam nas questões políticas da época dedicando as questões da alma.

III- A Igreja necessitava de recursos financeiros, obtidos através da venda de indulgências e de outros

favores. A opção correta é:

Apenas as afirmativas I e III estão corretas


Apenas a afirmativa II está correta
Apenas a afirmativa I está correta
Apenas as afirmativas I e II estão
corretas Apenas a afirmativa III está
correta
Respondido em 19/04/2020 22:12:29

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

Qual filósofo escolástico escreveu as ¿Cinco Vias¿ da prova da existência de Deus?

Averrois
Santo Anselmo
São Paulo
Santo Agostinho
São Tomás de Aquino

Respondido em 19/04/2020 22:12:20

Gabarit
o
Coment.

6a Questão

Entre uma das medidas importantes da Contra-Reforma, a Igreja católica organiza um importante Concílio(1545-63) que
estabelece as bases doutrinárias e litúrgicas do catolicismo. Escolha a alternativa correta, identificando o Concílio:

Concílio de Florença
Concílio do Vaticano II
Concílio de Avignon
Concílio de Trento
Concílio de Roma

Respondido em 19/04/2020 22:12:26

Gabarito
Coment.

7a Questão

A revolução científica do século XVII é um dos mais importantes fatores históricos que estão na origem da filosofia moderna. Porém,
já no século XVI (1543) encontramos a obra de um pensador que é considerada o ponto de partida da revolução científica. Escolha
a alternativa correta:

"O fim das certezas..." de Ilya Prigogine


a obra "Almagesto" de Claudio Ptolomeu
a obra "Princípios matemáticos da filosofia" de Isaac Newton
a obra "Sobre a revolução dos orbes celestes" de Nicolau Copérnico
o "Tratado do céu" de Aristóteles

Respondido em 19/04/2020 22:12:41

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

Santo Agostinho, foi sem dúvida, um filósofo muito importante na idade média importante, devido a sua criatividade e
originalidade, a surgir no pensamento antigo desde Platão e Aristóteles. Um pensador, ainda ligado aos clássicos, mas já refletindo
em sua visão de mundo e em suas preocupações com grandes mudanças. Uma de suas contribuições ao desenvolvimento da
filosofia destaca-se:

Sua teoria histórica baseada na santíssima Trindade e apologia ao pecado original.


O filosofo deveria ser um professor disciplinador e austero para a formação do homem.
As relações entre Teologia e Filosofia, entre razão e fé.
O desenvolvimentos das cinco vias da prova da existência do Universo.
Em sua teoria do conhecimento a ênfase entre objetividade e o realismo

1a Questão

Quais os três fatores que possibilitaram o nascimento do pensamento moderno e a ideia de modernidade?

1. Humanismo Renascentista; Retomada do Ceticismo Clássico; a Escolástica Medieval.


2. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Filosofia Patrística.
4. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna.
3. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; a concepção de ciência segundo a metafísica de
Aristóteles. 5. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Ética de Epicuro.
Respondido em 19/04/2020 22:15:31

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

O espírito inovador do Renascimento manifestou-se inclusive na religião, com a crítica à estrutura autoritária da Igreja, centrada
no poder papal. A crise maior da Igreja aconteceu no século XVI, com a Reforma Protestante. A autoridade moral e teológica da
Igreja foi contestada pela Reforma, pois a Igreja se corrompeu, e os papas, teólogos e concílios cometeram erros no passado,
como mostrou Lutero. Consequências da Reforma para a Igreja Católica. Assinale a alternativa correta
I- Igreja perde prestígio e credibilidade;

II- Transferência da escola para o controle do Estado, nos países

protestantes III-Perda de fiéis e consequentemente a sua reação para

retomar o poder
IV-A expansão do Protestantismo em nada afetou o poder da Igreja Católica

c. Somente os enunciados II e IV estão corretos


e. Todos os enunciados estão corretos
a. Somente os enunciados I, III e IV estão corretos
d. Somente os enunciados I, II e III estão
corretos b. Somente os enunciados I e III estão
corretos
Respondido em 19/04/2020 22:15:35

Gabarito Gabarito Coment.


Coment.

3a Questão

Escolha a alternativa correta. O conceito de Renascimento abrange os séculos XV e XVI, período intermediário entre o medieval e o
moderno, mas com identidade própria. Podemos dizer que o traço mais característico desse período é:

a obediência à Igreja a
Escolástica
o sistema feudal o
humanismo
a religiosidade
Respondido em 19/04/2020 22:15:40

Gabarito Gabarito Gabarito Coment.


Coment. Coment.

4a Questão

Em relação à filosofia moderna e ao contexto histórico e cultural em que foi produzida a modernidade, é falso afirmar:

O modelo astronômico defendido por Copérnico e Galileu questionou os pressupostos metafísico e teológicos da época
baseados na Sagrada Escritura, em Aristóteles e em Ptolomeu.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição, representada
pela Igreja.
O humanismo Renascentista foi buscar o seu lema no filósofo grego da sofística, Protágoras, em seu célebre fragmento: O
homem é a medida de todas as coisas.
A filosofia cristã ressurgiu de maneira forte, como forma de retorno aos clássicos escolásticos que defendiam a impossibilidade
da razão humana chegar aos mistérios da fé.
A descoberta de um Novo Mundo abala a confiança na antiga concepção geográfica do mundo e nos principais autores que
tematizavam os aspectos naturais, tais como a fauna e a flora.
Respondido em 19/04/2020 22:15:44

Explicação:

O humanismo Renascentista coloca o homem em primeiro lugar, retirando portanto Deus do centro de todas as coisas, por isso buscam
em Protágoras, em seu célebre fragmento: O homem é a medida de todas as coisas.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição, representada pela
Igreja.
Os modelos científicos de Copérnico e Galileu enfraquece com os padrões teológicos sobre a Terra baseados na Sagrada Escritura
O período renascentista é marcado pela hegemonia da razão humana e não da fé.
Descobrir novos territórios faz com que as pessoas passem a desacreditar na verdades impostas pela Idade Média.

5a Questão
A Reforma Protestante e a Contra-Reforma envolveram aspectos ligados à doutrina da religião cristã e à forma como se organizava
a Igreja Católica com sede em Roma. No contexto desses movimentos, considere as afirmativas abaixo: I. Os protestantes eram
contrários à autoridade do Papa e à intermediação dos padres na leitura da Bíblia. II. Os protestantes eram contrários ao
casamento dos padres e ao sacramento da confissão. III. As idéias protestantes tiveram grande aceitação por parte dos monarcas
portugueses, espanhóis e ingleses. IV. Os jesuítas foram designados para a ação missionária nas terras da América, Ásia e África, a
fim de garantir a expansão da fé católica. V. O Concílio de Trento definiu algumas ações para reagir à expansão do
protestantismo, como o fortalecimento dos sacramentos e uma melhor formação do clero para o atendimento dos fiéis. Assinale a
alternativa correta.

Somente as afirmativas III e V são verdadeiras.


Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.
Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.
Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.
Somente a afirmativa IV é verdadeira.
Respondido em 19/04/2020 22:15:40

Explicação:

A Reforma, foi considerada uma Renovação Religiosa ocorrida na Europa durante


o Século XVI. Entendida como uma volta às Origens do cristianismo. a Reforma
protestante apresenta-se como uma das vias de realização do retorno dos
principais lema do Renascimento. No domínio religioso, o retorno aos princípios
levava a negar o valor da tradição, portanto da Igreja, que se julgava sua
depositária e intérprete. Lutero contrapunha à tradição eclesiástica a todos os
rituais e interpretações por ela acumulados durante séculos o retorno direto à
palavra de Jesus Cristo concretizada no Evangelho. Segundo Lutero, o
ensinamento fundamentado no Evangelho é justificado por meio da fé, implicando
a negação do valor das obras como Técnicas religiosas(ritos , sacrifícios,
cerimônias), e a Redução dos sacramentos aos mencionados Na Bíblia(batismo,
Penitência e eucaristia), E sem qualquer supervisão sacerdotal sendo eles
considerados expressão da relação direta do homem com Deus

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

Sobre o método científico identifique as alternativas corretas: I - A observação complexa exige a utilização de instrumentos,
técnicas e tecnologias mais refinadas. II - O experimento precisa ser replicável, reproduzido e confirmado quantas vezes for
necessário. III - Toda hipótese científica tem que atingir um estatuto de validade no passado e presente.

Nenhuma alternativa está correta.


Todas as alternativas estão corretas.
Somente a alternativa III está correta.
Somente a alternativa II está correta.
Somente a alternativa I está correta.

Respondido em 19/04/2020 22:15:58

Explicação:

Todas as opções estão corretas porque mostram a valorização da observação, do método experimental que se opõe à ciência
contemplativa dos antigos.
7a Questão

O ideário humanista do Renascimento trata da rejeição da tradição escolástica, em favor de uma recuperação da natureza
humana individual. Esses questionamentos estão presentes, também, no campo político, especialmente na obra "O Príncipe",
publicado em 1532.

Escolha, entre os pensadores abaixo, o autor de "O


príncipe"

Nicolau
Maquiavel Lutero
Galileu Galilei
Saint-Exupéry
Erasmo de Roterdã

Respondido em 19/04/2020 22:16:04

Gabarito
Coment.

8a Questão

A Ética protestante, principalmente calvinista, ao considerar os protestantes predestinados, valoriza determinados posicionamentos.
Escolha a alternativa que NÃO está relacionada com a Ética protestante:

surgimento de uma classe burguesa detentora de riqueza e poder político


valorização da pobreza para alcançar a graça de Deus
valorização da liberdade individual
valorização da livre iniciativa e
austeridade
valorização do acúmulo do capital

1a Questão

O argumento do cogito é um dos mais famosos argumentos da tradição filosófica. Quem não terá ouvido a célebre forma ¿Penso,
logo existo¿! Que significa:

Significa que Descartes aceita que uma intuição psicológica fundamente a certeza subjetiva de que o mundo existe tal
qual o pensamos.
Significa que Descartes acredita nos sentidos, pois nunca se enganam.
Significa que Descartes encontra na existência da mente pensante uma primeira verdade evidente, mais básica e
originária do que a dúvida.
Significa que Descartes, ante a impossibilidade de a mente chegar a uma idéia clara e distinta, deve se contentar com a
intuição de que somos seres viventes.
Significa que a crença na existência implica que eu tenha um conhecimento certo, imune ao erro e ao engano.

Respondido em 19/04/2020 22:25:34

Explicação:
Para Descartes, a certeza da possibilidade de pensar antecede a dúvida. Ele pretende fundamentar a possibilidade de
conhecimento científico encontrando uma verdade inquestionável e refutando o ceticismo. Encontra no próprio pensamento a
certeza que não pode
ser posta em questão pelo cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento (argumento do cogito).
(MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

2a Questão

O modo de pensar substancialista, que identificava profundidades, é substituído pela matemática enquanto modelo da realidade
física, coisa impensável para os escolásticos. Aquele mundo composto de qualidades, significados e fins, que a matemática não
podia interpretar, é suplantado por um mundo quantitativo e, portanto, matematizável, no qual não há mais traços de qualidades,
de valores, de fins e de profundidade. O mundo qualitativo, de origem aristotélica, cede e desaparece lentamente. (...) "A
natureza é opaca, silenciosa, inodora e incolor: é apenas a impetuosa sucessão da matéria, sem fim e sem motivo". (...) O
movimento e a quantidade substituem os genera e as species da cosmologia tradicional (...) Na natureza, deixa de haver a visão
hierárquica e as finalidades das coisas." (Reali e Antiseri, 1990, p.137) Essas características apresentadas são de um Filósofo que
considerou a Matemática como modelo de sua reflexão filosófica e, com isso, pretendia elaborar uma matemática universal para
todos os assuntos. Ele é:

Hegel.
Aristóteles.
Descartes.
John Locke.
Kant.
Respondido em 19/04/2020 22:25:39

Explicação:

Para Descartes, o bem conhecer devia envolver o saber matemático. A ordem da matemática, particularmente visível na álgebra, é
para nós um modelo. O conhecimento da matemática e das suas longas cadeias de razões é a ocasião para Descartes de imaginar o
meio de adquirir a certeza de todas as coisas. O saber universal só pode se realizar pelo estabelecimento de uma ordem entre todos
os nossos pensamentos ( BEYSSSADE, Michelle. Descartes. Lisboa: Porto; 1972).

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

Segundo Descartes, o erro resulta do mau uso da razão. Portanto, a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Escolha a
alternativa que corresponde a uma das 4 regras do método de Descartes:

Dar mais importância ao objeto do que ao sujeito


Partir da experiência sensorial como única fonte do conhecimento
Ênfase na experimentação
Elaboração de hipóteses
Dividir cada dificuldade a ser examinada em tantas partes quantas possíveis e necessárias para resolvê-las

Respondido em 19/04/2020 22:25:45

Explicação:

Essa é a regra da Análise. As outras três regras são: a da evidência, a da síntese e a da enumeração.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
4a Questão

O ponto de partida da filosofia de Rousseau é uma concepção de natureza humana representada pela famosa ideia: O homem
nasce bom, a sociedade o corrompe. (Contrato Social, livro I, cap. 1), à qual se acrescenta a ideia de que:

"todo homem nasce livre".


"todo pensamento passa pela razão".
"razão e fé se completam".
"a sociedade é feita para ser corrompida".
"o homem nasce livre e por toda parte se encontra acorrentado".

Respondido em 19/04/2020 22:25:50

Explicação:

Embora Rousseau tenha escrito que o homem nasce bom, a sociedade o corrrompe e que nasce livre, mas se encontra
acorrentado, ele acredita em uma vontade geral que zele pelo interesse e bem estar de todos, o que é obtido por meio de um
contrato, um acordo no qual a vontade particular é submetida ao interesse coletivo. Isso é obtido pela educação que deve
transformar o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

O humanismo renascentista dos séculos XV e XVI significou I. A retomada do ideal clássico greco-romano em oposição à escolástica
medieval. II. A valorização do homem como indivíduo, de sua iniciativa e de sua criatividade. III. Uma concepção específica de
Filosofia e do estilo de filosofar. IV. A defesa dos princípios filosóficos da patrística e da escolástica desenvolvidas pelos pensadores
cristãos.

Somente os enunciados I e II estão corretos


TODOS OS ITENS ESTÃO ERRADOS
Somente o enunciado I e III estão corretos
Somente os enunciados III e IV estão corretos.
Somente os enunciados II e IV estão corretos
Respondido em 19/04/2020 22:25:54

Explicação:

O humanismo renascentista representa um movimento intelectual e filosófico que se desenvolveu durante o período do
Renascimento (séculos XV e XVI) e que resgatou o homem para o centro do mundo e modificou o pensamento filosófico da época.

6a Questão
Os céticos sustentavam que não podemos ter certeza acerca de nada, uma vez que nossas faculdades de conhecimento são falhas
e as teorias científicas que formulamos incompletas e sujeitas ao erro.

Diante disto, Descartes propõe-se


à:

3. Encontrar uma certeza básica que reafirme os princípios do ceticismo e refute as teorias da ciência moderna.
2. Encontrar uma certeza básica que corrobore as dúvidas céticas.
5. Encontrar meios de se conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a fim de podermos ter clareza das
experiências sensíveis que nos permite conhecer.
1. Encontrar uma certeza básica que refute a ciência moderna e o ceticismo.
4. Encontrar uma certeza básica, imune às dúvidas céticas, que possa servir de base e fundamento para a construção da
nova teoria científica.
Respondido em 19/04/2020 22:26:10

Explicação
:

René Descartes em seu argumento do cogito, "Encontra no próprio pensamento a certeza que não pode ser posta em questão pelo
cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio
de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

Indique a temática central da filosofia de Rousseau:

O estudo das contradições para se chegar ao saber.


A questão da natureza humana e sua relação com a vida social.
Revelar a fragilidade do entendimento humano sobre as coisas através da maiêutica.
Abandono do mundo sensível e a busca pelo mundo das ideias.
A arte de argumentar e persuadir por meio do discurso.
Respondido em 19/04/2020 22:26:01

Explicação:

Para Rousseau, o indivíduo, por meio da educação, pode se tornar um cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
particulares a uma vontade geral firmada no que ele chamou de Contrato Social.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

Para qual filósofo é possível formular a ideia de sociedade em que os homens sejam livres e iguais. Ideal este que servirá de
inspiração para a Revolução Francesa?

Rosseau
Bacon
Hume
Ma
rx
Loc
Respondido em 19/04/2020 22:26:17
ke

Explicação:

Para Rousseau, por meio da educação, é possível transformar o indivíduo em cidadão, submetendo os seus interesses e
desejos individuais à vontade geral, por meio de um acordo ou o que ele chama de o contrato social.

1a Questão

Escolha a alternativa correta. Nos séculos XVII e XVIII encontramos grandes e importantes filósofos. Contudo, um deles é
conhecido como o "Pai da Modernidade". estamos fazendo referência a:

Lock
e
Hum
e
Augusto
Comte
Kant
Descartes

Respondido em 19/04/2020 22:27:40

Explicação:

Descartes inaugura uma nova forma de fazer ciência, pois, de acordo com Marcondes, "A crença no poder crítico da razão
humana individual, a metáfora da luz e da clareza que se opõem à escuridão e ao obscurantismo, e a ideia de busca de
progresso que orienta a própria tarefa da filosofia são alguns dos traços fundamentais da modernidade de Descartes".
(MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 160)

Gabarit Gabarito
o Coment.
Comen
t.

2a
Questão

Escolha a alternativa que NÂO corresponde ao pensamento de Descartes:

Crença no poder crítico da razão


humana Valorização do sujeito
pensante
A matemática é considerada o modelo da reflexão filosófica
A única verdade aceitável é a que parte da experiência dos sentidos
O pensamento filosófico de Descartes é o resultado da reflexão sobre a experiência da
Respondido em 19/04/2020 22:27:59
vida

Explicação:

Descartes era Racionalista. Acreditava no racionalismo inato, ou seja, que nascemos com a capacidade de, utilizando o método
correto de pensamento, baseado na razão, conhecermos a verdade.
Gabarito Gabarit Gabarito
Coment. o Coment.
Coment
.
3a Questão

Eis a razão pelo qual, tão logo a idade me permitiu sair da sujeição de meus preceptores, abandonei inteiramente o estudo das letras. E decidindo-me a não mais
procurar outra ciência, além daquela que pudesse existir em mim próprio, ou então no grande livro do mundo, passei o resto de minha mocidade viajando [...],
recolhendo diferentes experiências, testando a mim mesmo nas armadilhas que a sorte me proporcionava e, por toda a parte, fazendo uma tal reflexão sobre as coisas
que se me apresentavam, para que pudesse tirar algum proveito (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia: dos pré-socráticos à Wittgenstein¿. 2003:
168).

Deste fragmento podemos compreender que:

1. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, busca conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a
fim de podermos ter clareza das experiências sensíveis que nos permite conhecer.
4. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, refuta a possibilidade um conhecimento válido.
5. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia como uma expressão da experiência de vida do homem, em uma
manifestação típica do individualismo que marca o pensamento moderno.
2. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia um pensamento meramente especulativo com a finalidade de reafirmar os
princípios da tradição.
3. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, reafirma os princípios do ceticismo clássico e defende a
construção social do saber.
Respondido em 19/04/2020 22:28:05

Explicação:

Para a "nova ciência" que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram
suficientes. Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Descartes defende a necessidade do método para o desenvolvimento da ciência. A finalidade do método cartesiano é: por a razão
no bom caminho. Qual das alternativas abaixo contém a enunciação das quatro regras do método de Descartes?

Dialética, disputa, intuição e rejeição.


Dedução, falseabilidade, confirmação e avaliação.
Obliteração, sondagem, intuição e verificação.
Evidência, análise, síntese e enumeração.
Exame, comprovação, validação e divulgação.

Respondido em 19/04/2020 22:28:01

Explicação:

René Descartes em seu método nos mostra quatro etapas. A primeira se refere à evidência. Como percebe que os sentidos podem
levar ao engano, ele se pergunta se seria possível aceitar a evidência dos sentidos. A segunda etapa é a da análise, isto é, dividir
cada uma das dificuldades examinadas em tantas parcelas quanto possíveis e quantas necessárias para melhor resolvê-las. A
terceira etapa é a síntese, ou, conduzir ordenadamente os pensamentos, começando pelos mais simples para chegar aos mais
complexos. A última etapa é a enumeração: fazer em toda parte enumerações completas e revisões gerais que permitam a
certeza de nada omitir.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
5a Questão

Analise as proposições parafraseadas do pensamento de Descartes, a seguir. Afirma Descartes:

1. Que desde a infância nutriu-se das letras, por estar persuadido de que estas poderiam levar a um conhecimento claro e seguro
de tudo o que fosse útil à vida, e ele queria aprender. Todavia, ao completar os estudos numa das melhores escolas da França,
achava- se com tantas dúvidas e indecisões que todos aqueles anos de estudos pareciam não ter servido, senão ao propósito de
revelar cada vez mais sua ignorância.

2. Que tão logo adquiriu independência, abandonou o estudo das letras e passou a procurar a ciência, que estivesse nele próprio e
no grande livro do mundo. Passou, portanto, a dedicar sua mocidade a viajar e recolher experiências diversificadas, testando-se a
si mesmo e refletindo de forma profunda sobre as coisas para chegar a algum proveito. (MARCONDES, Danilo, Zahar)

Sobre as proposições, escolha a opção corretamente formulada.

ao desistir das letras, descartes desistiu da ciência.


Descartes descobre que a escola não se propunha a ensinar a ciência.
os anos de estudo escolares de Descartes não tiveram qualquer
serventia. Descartes aconselha o abandono da escola, pois é uma
instituição inútil. Descartes descobre que o ensino na escola era feito por
métodos errados.

Respondido em 19/04/2020 22:28:09

Explicação:

Para a nova ciência que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram suficientes.
Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição.

Gabarito
Coment.

6a Questão

René Descartes é considerado na História da Filosofia como sendo o Pai da Filosofia Moderna. Uma de suas principais obras é o Discurso do Método, onde afirma:

I. Ser o bom senso, isto é, a racionalidade, uma luz natural ao homem.

II. O erro resulta na realidade de mau uso da razão e a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Portanto, o método visa o conhecimento, a elaboração
de uma teoria científica.

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

5. Somente o enunciado III está correto


2. Somente o enunciado II está correto
4. Somente os enunciados I e II estão corretos
1. Somente o enunciado I está correto
3. Somente os enunciados II e III estão corretos

Respondido em 19/04/2020 22:28:15

Explicação:

Razão e fé são inconciliáveis, embora Descartes recorra "à existência de Deus para garantir a correspondência entre o pensamento
e o real no processo de conhecimento, retomando alguns pressupostos do realismo escolástico". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à
História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)
Gabarito
Coment.

7a
Questão

Para qual filósofo é possível formular a ideia de sociedade em que os homens sejam livres e iguais. Ideal este que servirá de
inspiração para a Revolução Francesa?

Rossea
u
Locke
Bacon
Hume
Marx
Respondido em 19/04/2020 22:28:37

Explicação:

Para Rousseau, por meio da educação, é possível transformar o indivíduo em cidadão, submetendo os seus interesses e
desejos individuais à vontade geral, por meio de um acordo ou o que ele chama de o contrato social.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Comen
t.

8a
Questão

Segundo Descartes, o erro resulta do mau uso da razão. Portanto, a finalidade do método é por a razão no bom caminho.
Escolha a alternativa que corresponde a uma das 4 regras do método de Descartes:

Dividir cada dificuldade a ser examinada em tantas partes quantas possíveis e necessárias para
resolvê-las Elaboração de hipóteses
Ênfase na experimentação
Partir da experiência sensorial como única fonte do
conhecimento Dar mais importância ao objeto do que ao
sujeito
Respondido em 19/04/2020 22:28:45

Explicação:

Essa é a regra da Análise. As outras três regras são: a da evidência, a da síntese e a da enumeração.

1a Questão

O argumento do cogito é um dos mais famosos argumentos da tradição filosófica. Quem não terá ouvido a célebre forma
¿Penso, logo existo¿! Que significa:

Significa que a crença na existência implica que eu tenha um conhecimento certo, imune ao erro e ao engano.
Significa que Descartes aceita que uma intuição psicológica fundamente a certeza subjetiva de que o mundo
existe tal
qual o pensamos.
Significa que Descartes, ante a impossibilidade de a mente chegar a uma idéia clara e distinta, deve se contentar com
a intuição de que somos seres viventes.
Significa que Descartes encontra na existência da mente pensante uma primeira verdade evidente, mais básica e
originária do que a dúvida.
Significa que Descartes acredita nos sentidos, pois nunca se enganam.

Respondido em 19/04/2020 22:32:09

Explicação:

Para Descartes, a certeza da possibilidade de pensar antecede a dúvida. Ele pretende fundamentar a possibilidade de
conhecimento científico encontrando uma verdade inquestionável e refutando o ceticismo. Encontra no próprio pensamento a
certeza que não pode ser posta em questão pelo cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento (argumento
do cogito). (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

2a Questão

O modo de pensar substancialista, que identificava profundidades, é substituído pela matemática enquanto modelo da realidade
física, coisa impensável para os escolásticos. Aquele mundo composto de qualidades, significados e fins, que a matemática não
podia interpretar, é suplantado por um mundo quantitativo e, portanto, matematizável, no qual não há mais traços de qualidades,
de valores, de fins e de profundidade. O mundo qualitativo, de origem aristotélica, cede e desaparece lentamente. (...) "A
natureza é opaca, silenciosa, inodora e incolor: é apenas a impetuosa sucessão da matéria, sem fim e sem motivo". (...) O
movimento e a quantidade substituem os genera e as species da cosmologia tradicional (...) Na natureza, deixa de haver a visão
hierárquica e as finalidades das coisas." (Reali e Antiseri, 1990, p.137) Essas características apresentadas são de um Filósofo que
considerou a Matemática como modelo de sua reflexão filosófica e, com isso, pretendia elaborar uma matemática universal para
todos os assuntos. Ele é:

Kant.
Descartes.
John Locke.
Aristóteles.
Hegel.

Respondido em 19/04/2020 22:32:17

Explicação:

Para Descartes, o bem conhecer devia envolver o saber matemático. A ordem da matemática, particularmente visível na álgebra, é
para nós um modelo. O conhecimento da matemática e das suas longas cadeias de razões é a ocasião para Descartes de imaginar o
meio de adquirir a certeza de todas as coisas. O saber universal só pode se realizar pelo estabelecimento de uma ordem entre todos
os nossos pensamentos ( BEYSSSADE, Michelle. Descartes. Lisboa: Porto; 1972).

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

O ponto de partida da filosofia de Rousseau é uma concepção de natureza humana representada pela famosa ideia: O homem
nasce bom, a sociedade o corrompe. (Contrato Social, livro I, cap. 1), à qual se acrescenta a ideia de que:

"todo homem nasce livre".


"o homem nasce livre e por toda parte se encontra acorrentado".
"razão e fé se completam".

"a sociedade é feita para ser corrompida". "todo


pensamento passa pela razão".

Respondido em 19/04/2020 22:32:10

Explicação:

Embora Rousseau tenha escrito que o homem nasce bom, a sociedade o corrrompe e que nasce livre, mas se encontra
acorrentado, ele acredita em uma vontade geral que zele pelo interesse e bem estar de todos, o que é obtido por meio de um
contrato, um acordo no qual a vontade particular é submetida ao interesse coletivo. Isso é obtido pela educação que deve
transformar o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

4a Questão

O humanismo renascentista dos séculos XV e XVI significou I. A retomada do ideal clássico greco-romano em oposição à escolástica
medieval. II. A valorização do homem como indivíduo, de sua iniciativa e de sua criatividade. III. Uma concepção específica de
Filosofia e do estilo de filosofar. IV. A defesa dos princípios filosóficos da patrística e da escolástica desenvolvidas pelos pensadores
cristãos.

Somente o enunciado I e III estão corretos


Somente os enunciados III e IV estão corretos.
Somente os enunciados I e II estão corretos
Somente os enunciados II e IV estão corretos
TODOS OS ITENS ESTÃO ERRADOS
Respondido em 19/04/2020 22:32:28

Explicação:

O humanismo renascentista representa um movimento intelectual e filosófico que se desenvolveu durante o período do
Renascimento (séculos XV e XVI) e que resgatou o homem para o centro do mundo e modificou o pensamento filosófico da época.

5a Questão

Indique a temática central da filosofia de Rousseau:

A questão da natureza humana e sua relação com a vida


social. Abandono do mundo sensível e a busca pelo mundo das
ideias. O estudo das contradições para se chegar ao saber.
A arte de argumentar e persuadir por meio do
discurso.
Revelar a fragilidade do entendimento humano sobre as coisas através da
maiêutica.

Respondido em 19/04/2020 22:32:21

Explicação:
Para Rousseau, o indivíduo, por meio da educação, pode se tornar um cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
particulares a uma vontade geral firmada no que ele chamou de Contrato Social.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

Os céticos sustentavam que não podemos ter certeza acerca de nada, uma vez que nossas faculdades de conhecimento são falhas
e as teorias científicas que formulamos incompletas e sujeitas ao erro.

Diante disto, Descartes propõe-se


à:

5. Encontrar meios de se conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a fim de podermos ter clareza das
experiências sensíveis que nos permite conhecer.
1. Encontrar uma certeza básica que refute a ciência moderna e o ceticismo.
4. Encontrar uma certeza básica, imune às dúvidas céticas, que possa servir de base e fundamento para a construção da
nova teoria científica.
3. Encontrar uma certeza básica que reafirme os princípios do ceticismo e refute as teorias da ciência moderna.
2. Encontrar uma certeza básica que corrobore as dúvidas céticas.
Respondido em 19/04/2020 22:32:38

Explicação
:

René Descartes em seu argumento do cogito, "Encontra no próprio pensamento a certeza que não pode ser posta em questão pelo
cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio
de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

Para qual filósofo é possível formular a ideia de sociedade em que os homens sejam livres e iguais. Ideal este que servirá de
inspiração para a Revolução Francesa?

Locke
Rosseau
Bacon
Marx
Hume
Respondido em 19/04/2020 22:32:38

Explicação:

Para Rousseau, por meio da educação, é possível transformar o indivíduo em cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
individuais à vontade geral, por meio de um acordo ou o que ele chama de o contrato social.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
8a Questão

Escolha a alternativa que NÂO corresponde ao pensamento de Descartes:

Valorização do sujeito pensante


A única verdade aceitável é a que parte da experiência dos sentidos
O pensamento filosófico de Descartes é o resultado da reflexão sobre a experiência da
vida A matemática é considerada o modelo da reflexão filosófica
Crença no poder crítico da razão humana
Respondido em 19/04/2020 22:32:59

Explicação:

Descartes era Racionalista. Acreditava no racionalismo inato, ou seja, que nascemos com a capacidade de, utilizando o método
correto de pensamento, baseado na razão, conhecermos a verdade.

1a Questão

Segundo Descartes, o erro resulta do mau uso da razão. Portanto, a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Escolha a
alternativa que corresponde a uma das 4 regras do método de Descartes:

Dividir cada dificuldade a ser examinada em tantas partes quantas possíveis e necessárias para resolvê-las
Dar mais importância ao objeto do que ao sujeito
Partir da experiência sensorial como única fonte do conhecimento
Elaboração de hipóteses
Ênfase na experimentação
Respondido em 19/04/2020 22:35:40

Explicação:

Essa é a regra da Análise. As outras três regras são: a da evidência, a da síntese e a da enumeração.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Eis a razão pelo qual, tão logo a idade me permitiu sair da sujeição de meus preceptores, abandonei inteiramente o estudo das letras. E decidindo-me a não mais
procurar outra ciência, além daquela que pudesse existir em mim próprio, ou então no grande livro do mundo, passei o resto de minha mocidade viajando [...],
recolhendo diferentes experiências, testando a mim mesmo nas armadilhas que a sorte me proporcionava e, por toda a parte, fazendo uma tal reflexão sobre as coisas
que se me apresentavam, para que pudesse tirar algum proveito (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia: dos pré-socráticos à Wittgenstein¿. 2003:
168).

Deste fragmento podemos compreender que:

4. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, refuta a possibilidade um conhecimento válido.


1. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, busca conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a fim
de podermos ter clareza das experiências sensíveis que nos permite conhecer.
2. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia um pensamento meramente especulativo com a finalidade de reafirmar os
princípios da tradição.
3. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, reafirma os princípios do ceticismo clássico e defende a
construção social do saber.
5. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia como uma expressão da experiência de vida do homem, em uma manifestação
típica do individualismo que marca o pensamento moderno.
Respondido em 19/04/2020 22:35:46

Explicação:

Para a "nova ciência" que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram
suficientes. Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição.

Gabarito
Coment.

3a Questão

Escolha a alternativa correta. Nos séculos XVII e XVIII encontramos grandes e importantes filósofos. Contudo, um deles é
conhecido como o "Pai da Modernidade". estamos fazendo referência a:

Locke
Descartes
Augusto
Comte
Hume
Kant
Respondido em 19/04/2020 22:35:51

Explicação:

Descartes inaugura uma nova forma de fazer ciência, pois, de acordo com Marcondes, "A crença no poder crítico da razão humana
individual, a metáfora da luz e da clareza que se opõem à escuridão e ao obscurantismo, e a ideia de busca de progresso que
orienta a própria tarefa da filosofia são alguns dos traços fundamentais da modernidade de Descartes". (MARCONDES, Danilo.
Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 160)

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

4a Questão

Descartes defende a necessidade do método para o desenvolvimento da ciência. A finalidade do método cartesiano é: por a razão
no bom caminho. Qual das alternativas abaixo contém a enunciação das quatro regras do método de Descartes?

Dialética, disputa, intuição e rejeição.


Evidência, análise, síntese e enumeração.
Dedução, falseabilidade, confirmação e avaliação.
Obliteração, sondagem, intuição e verificação.
Exame, comprovação, validação e divulgação.

Respondido em 19/04/2020 22:35:56


Explicação:

René Descartes em seu método nos mostra quatro etapas. A primeira se refere à evidência. Como percebe que os sentidos podem
levar ao engano, ele se pergunta se seria possível aceitar a evidência dos sentidos. A segunda etapa é a da análise, isto é, dividir
cada uma das dificuldades examinadas em tantas parcelas quanto possíveis e quantas necessárias para melhor resolvê-las. A
terceira etapa é a síntese, ou, conduzir ordenadamente os pensamentos, começando pelos mais simples para chegar aos mais
complexos. A última etapa é a enumeração: fazer em toda parte enumerações completas e revisões gerais que permitam a
certeza de nada omitir.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

Analise as proposições parafraseadas do pensamento de Descartes, a seguir. Afirma Descartes:

1. Que desde a infância nutriu-se das letras, por estar persuadido de que estas poderiam levar a um conhecimento claro e seguro
de tudo o que fosse útil à vida, e ele queria aprender. Todavia, ao completar os estudos numa das melhores escolas da França,
achava- se com tantas dúvidas e indecisões que todos aqueles anos de estudos pareciam não ter servido, senão ao propósito de
revelar cada vez mais sua ignorância.

2. Que tão logo adquiriu independência, abandonou o estudo das letras e passou a procurar a ciência, que estivesse nele próprio e
no grande livro do mundo. Passou, portanto, a dedicar sua mocidade a viajar e recolher experiências diversificadas, testando-se a
si mesmo e refletindo de forma profunda sobre as coisas para chegar a algum proveito. (MARCONDES, Danilo, Zahar)

Sobre as proposições, escolha a opção corretamente formulada.

Descartes descobre que o ensino na escola era feito por métodos errados.
os anos de estudo escolares de Descartes não tiveram qualquer
serventia. ao desistir das letras, descartes desistiu da ciência.
Descartes descobre que a escola não se propunha a ensinar a
ciência.
Descartes aconselha o abandono da escola, pois é uma instituição inútil.

Respondido em 19/04/2020 22:36:03

Explicação:

Para a nova ciência que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram suficientes.
Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição.

Gabarito
Coment.

6a Questão

O argumento do cogito é um dos mais famosos argumentos da tradição filosófica. Quem não terá ouvido a célebre forma ¿Penso,
logo existo¿! Que significa:

Significa que Descartes, ante a impossibilidade de a mente chegar a uma idéia clara e distinta, deve se contentar com a
intuição de que somos seres viventes.
Significa que Descartes encontra na existência da mente pensante uma primeira verdade evidente, mais básica e
originária do que a dúvida.
Significa que Descartes aceita que uma intuição psicológica fundamente a certeza subjetiva de que o mundo existe tal
qual o pensamos.
Significa que a crença na existência implica que eu tenha um conhecimento certo, imune ao erro e ao
engano.
Significa que Descartes acredita nos sentidos, pois nunca se
enganam.
Respondido em 19/04/2020 22:35:56

Explicação:

Para Descartes, a certeza da possibilidade de pensar antecede a dúvida. Ele pretende fundamentar a possibilidade de
conhecimento científico encontrando uma verdade inquestionável e refutando o ceticismo. Encontra no próprio pensamento a
certeza que não pode ser posta em questão pelo cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento (argumento
do cogito). (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

7a Questão

O modo de pensar substancialista, que identificava profundidades, é substituído pela matemática enquanto modelo da realidade
física, coisa impensável para os escolásticos. Aquele mundo composto de qualidades, significados e fins, que a matemática não
podia interpretar, é suplantado por um mundo quantitativo e, portanto, matematizável, no qual não há mais traços de qualidades,
de valores, de fins e de profundidade. O mundo qualitativo, de origem aristotélica, cede e desaparece lentamente. (...) "A
natureza é opaca, silenciosa, inodora e incolor: é apenas a impetuosa sucessão da matéria, sem fim e sem motivo". (...) O
movimento e a quantidade substituem os genera e as species da cosmologia tradicional (...) Na natureza, deixa de haver a visão
hierárquica e as finalidades das coisas." (Reali e Antiseri, 1990, p.137) Essas características apresentadas são de um Filósofo que
considerou a Matemática como modelo de sua reflexão filosófica e, com isso, pretendia elaborar uma matemática universal para
todos os assuntos. Ele é:

John Locke.
Hegel.
Aristóteles.
Descartes.
Kant.
Respondido em 19/04/2020 22:36:39

Explicação:

Para Descartes, o bem conhecer devia envolver o saber matemático. A ordem da matemática, particularmente visível na álgebra, é
para nós um modelo. O conhecimento da matemática e das suas longas cadeias de razões é a ocasião para Descartes de imaginar o
meio de adquirir a certeza de todas as coisas. O saber universal só pode se realizar pelo estabelecimento de uma ordem entre todos
os nossos pensamentos ( BEYSSSADE, Michelle. Descartes. Lisboa: Porto; 1972).

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Indique a temática central da filosofia de Rousseau: id


ei
as
Revelar a fragilidade do entendimento humano sobre as coisas através da
.
maiêutica. A questão da natureza humana e sua relação com a vida social.
O
Abandono do mundo sensível e a busca pelo mundo das
estudo das contradições para se chegar ao saber.
A arte de argumentar e persuadir por meio do discurso.

Respondido em 19/04/2020 22:36:45


Explicação:

Para Rousseau, o indivíduo, por meio da educação, pode se tornar um cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
particulares a uma vontade geral firmada no que ele chamou de Contrato Social.

1a Questão

Para qual filósofo é possível formular a ideia de sociedade em que os homens sejam livres e iguais. Ideal este que servirá de
inspiração para a Revolução Francesa?

Locke
Bacon
Hume
Rosseau
Marx

Respondido em 19/04/2020 22:38:49

Explicação:

Para Rousseau, por meio da educação, é possível transformar o indivíduo em cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
individuais à vontade geral, por meio de um acordo ou o que ele chama de o contrato social.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Escolha a alternativa que NÂO corresponde ao pensamento de Descartes:

A matemática é considerada o modelo da reflexão filosófica


Valorização do sujeito pensante
Crença no poder crítico da razão humana
A única verdade aceitável é a que parte da experiência dos sentidos
O pensamento filosófico de Descartes é o resultado da reflexão sobre a experiência da vida

Respondido em 19/04/2020 22:38:54

Explicação:

Descartes era Racionalista. Acreditava no racionalismo inato, ou seja, que nascemos com a capacidade de, utilizando o método
correto de pensamento, baseado na razão, conhecermos a verdade.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão
Os céticos sustentavam que não podemos ter certeza acerca de nada, uma vez que nossas faculdades de conhecimento são falhas
e as teorias científicas que formulamos incompletas e sujeitas ao erro.

Diante disto, Descartes propõe-se


à:

2. Encontrar uma certeza básica que corrobore as dúvidas céticas.


3. Encontrar uma certeza básica que reafirme os princípios do ceticismo e refute as teorias da ciência moderna.
5. Encontrar meios de se conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a fim de podermos ter clareza das
experiências sensíveis que nos permite conhecer.
4. Encontrar uma certeza básica, imune às dúvidas céticas, que possa servir de base e fundamento para a construção
da nova teoria científica.
1. Encontrar uma certeza básica que refute a ciência moderna e o ceticismo.

Respondido em 19/04/2020 22:38:47

Explicação
:

René Descartes em seu argumento do cogito, "Encontra no próprio pensamento a certeza que não pode ser posta em questão pelo
cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio
de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

4a Questão

O humanismo renascentista dos séculos XV e XVI significou I. A retomada do ideal clássico greco-romano em oposição à escolástica
medieval. II. A valorização do homem como indivíduo, de sua iniciativa e de sua criatividade. III. Uma concepção específica de
Filosofia e do estilo de filosofar. IV. A defesa dos princípios filosóficos da patrística e da escolástica desenvolvidas pelos pensadores
cristãos.

Somente os enunciados II e IV estão corretos


Somente os enunciados III e IV estão corretos.
Somente os enunciados I e II estão corretos
Somente o enunciado I e III estão corretos
TODOS OS ITENS ESTÃO ERRADOS
Respondido em 19/04/2020 22:39:07

Explicação:

O humanismo renascentista representa um movimento intelectual e filosófico que se desenvolveu durante o período do
Renascimento (séculos XV e XVI) e que resgatou o homem para o centro do mundo e modificou o pensamento filosófico da época.

5a Questão

O ponto de partida da filosofia de Rousseau é uma concepção de natureza humana representada pela famosa ideia: O homem
nasce bom, a sociedade o corrompe. (Contrato Social, livro I, cap. 1), à qual se acrescenta a ideia de que:

"todo homem nasce livre".


"todo pensamento passa pela razão".
"a sociedade é feita para ser corrompida".
"o homem nasce livre e por toda parte se encontra
acorrentado". "razão e fé se completam".

Respondido em 19/04/2020 22:39:13

Explicação:

Embora Rousseau tenha escrito que o homem nasce bom, a sociedade o corrrompe e que nasce livre, mas se encontra
acorrentado, ele acredita em uma vontade geral que zele pelo interesse e bem estar de todos, o que é obtido por meio de um
contrato, um acordo no qual a vontade particular é submetida ao interesse coletivo. Isso é obtido pela educação que deve
transformar o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

René Descartes é considerado na História da Filosofia como sendo o Pai da Filosofia Moderna. Uma de suas principais obras é o Discurso do Método, onde afirma:

I. Ser o bom senso, isto é, a racionalidade, uma luz natural ao homem.

II. O erro resulta na realidade de mau uso da razão e a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Portanto, o método visa o conhecimento, a elaboração
de uma teoria científica.

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

5. Somente o enunciado III está correto


3. Somente os enunciados II e III estão corretos
4. Somente os enunciados I e II estão corretos
2. Somente o enunciado II está correto
1. Somente o enunciado I está correto

Respondido em 19/04/2020 22:39:20

Explicação:

Razão e fé são inconciliáveis, embora Descartes recorra "à existência de Deus para garantir a correspondência entre o pensamento
e o real no processo de conhecimento, retomando alguns pressupostos do realismo escolástico". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à
História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito
Coment.

7a Questão

Indique a temática central da filosofia de Rousseau:

O estudo das contradições para se chegar ao saber.


Revelar a fragilidade do entendimento humano sobre as coisas através da maiêutica.
A questão da natureza humana e sua relação com a vida social.
A arte de argumentar e persuadir por meio do discurso.
Abandono do mundo sensível e a busca pelo mundo das ideias.
Respondido em 19/04/2020 22:39:25

Explicação:

Para Rousseau, o indivíduo, por meio da educação, pode se tornar um cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
particulares a uma vontade geral firmada no que ele chamou de Contrato Social.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

Escolha a alternativa correta. Nos séculos XVII e XVIII encontramos grandes e importantes filósofos. Contudo, um deles é conhecido
como o "Pai da Modernidade". estamos fazendo referência a:

Kant
Augusto
Comte Hume
Descartes
Locke

Respondido em 19/04/2020 22:39:41

Explicação:

Descartes inaugura uma nova forma de fazer ciência, pois, de acordo com Marcondes, "A crença no poder crítico da razão humana
individual, a metáfora da luz e da clareza que se opõem à escuridão e ao obscurantismo, e a ideia de busca de progresso que
orienta a própria tarefa da filosofia são alguns dos traços fundamentais da modernidade de Descartes". (MARCONDES, Danilo.
Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 160)

1a Questão

A mente humana é como uma folha em branco, a tabula rasa, na qual a experiência deixa as suas marcas. Qual dos filósofos
empiristas que defendeu este princípio?

4. Francis Bacon
2. David Hume
1. Immanuel Kant
5. John Locke
3. George Berckley

Respondido em 19/04/2020 22:43:28

Explicação:

John Locke era um filósofo empirista, para quem todo o conhecimento advinha das experiências no mundo, ao contrário dos
racionalistas, para os quais já possímos, a priori, alguns princípios e concepções.

Gabarito
Coment.
2a Questão

O filósofo empirista David Hume celebrizou-se por sua crítica à concepção clássica da causalidade. Qual das afirmações abaixo
resume a posição desse filósofo acerca da relação de causa e efeito?

A causalidade é inteiramente estéril para o conhecimento dos objetos da experiência.


A causalidade é uma relação externa aos objetos, tributária do hábito e da repetição de seqüências observáveis na
experiência.
A causalidade indica uma ligação essencial, pois o ser do efeito está contido em potência no ser da
causa. A causalidade é dada a priori para o entendimento humano.
A causalidade é inteiramente desprovida de validade no quadro conceitual do ceticismo humiano.
Respondido em 19/04/2020 22:43:45

Explicação:

Para Hume, "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção constante entre fenômenos, e não uma conexão necesssária
que chamamos de causalidade. (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p.
182)

3a Questão

Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo
empirista, antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento. Assinale a afirmativa que representa as ideias deste filósofo:

Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo
empirista, antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento.
Nenhuma das respostas anteriores
Para Locke a mente já nasce com a experiência deixa as suas marcas.
A Linguagem não é a expressão de um pensamento e é independente
dele. As ideias são inatas. Isto é, o conhecimento é inato.
Respondido em 19/04/2020 22:43:49

Explicação
:

John Locke foi um empirista, para quem nascemos como tábulas rasas, folhas em branco. O empirismo valoriza a experiência
sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do princípio do método indutivo,
da probabilidade.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

4a Questão

A palavra empirismo, deriva da palavra grega ¿empeiria¿, que significa:

Saber derivado da experiência sensível, e de informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a realização
de fins práticos.
Saber intuitivo, dependente da razão instrumental, e que resulta da impossibilidade de confiar nos sentidos.
Saber baseado em impressões sensíveis que devem ser submetidas ao crivo da razão crítica, conforme o modelo
kantiano. Saber transcendental, separado dos sentidos, e cujo fundamento reside em formas puras, conforme a teoria de
Platão. Saber inato, separado da experiência e da sensibilidade, fruto da intuição racional.
Respondido em 19/04/2020 22:43:52

Explicação:

O empirismo tem a ver com a ideia de que a fonte de nosso conhecimento advem da nosssa experiência sensível no mundo. O
conhecimento deriva dessas experiências, não sendo inato. Opõe-se ao Racionalismo.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

O Ceticismo de David Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige dois princípios ou pressupostos fundamentais da tradição filosófica. São eles:

I. A noção de causalidade, ou seja, a crença na existência de um princípio causal que relaciona os fenômenos naturais, constituindo-se em uma lei
universal, explicando a racionalidade do real em termos da relação causa-efeito, e estabelecendo assim um nexo, um elo causal entre tudo o que acontece.

II. A crítica à identidade pessoal, sustentando que não podemos ter nenhuma representação de nossa mente independente de nossa experiência, ou seja, de
nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.

III. O argumento do cogito como sendo um ponto de partida radical, de uma certeza, pois depende da noção de pensamento.

Assinale a alternativa correta:

4. Somente o enunciado I é correto.


3. Somente o enunciado III é correto.
5. Somente o enunciado II é correto.
2. Somente os enunciados II e III são corretos.
1. Somente os enunciados I e II são corretos.

Respondido em 19/04/2020 22:43:57

Explicação:

O Ceticismo, de forma geral, não admite a ideia de certezas. Para Hume, as nossas ideias sobre o real derivam da experiência
sensível como fonte do conhecimento e, tal concepção, levada às últimas consequências, o leva ao ceticismo.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Teoria epistemológica que afirma a radical derivação, direta ou indireta, de todo conhecimento da experiência sensível, seja ele
interna ou externa:

Postulado.
Racionalismo.
Iluminismo.
Darwinismo
Empirismo.

Respondido em 19/04/2020 22:44:02

Explicação:

O empirismo valoriza a experiência sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do
princípio do método indutivo, da probabilidade.

Gabarito
Coment.

7a Questão

De acordo com Francis Bacon, existem quatro tipos de ídolos e de imagens que formam opiniões cristalizadas e preconceitos que
impedem o conhecimento da verdade. Não é um deles:

Ídolos do
Fórum. Ídolos
das ideias Ídolos
da Tribo.
Ídolos da Caverna.
Ídolos da Fama.

Respondido em 19/04/2020 22:43:55

Explicação:

Para Francis Bacon, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o verdadeiro conhecimento. Em
sua teoria dos ídolos, temos:

1. ídolos da tribo que significam a espécie humana ;

2. ídolos da caverna que são consquência das características individuais de cada ser humano, de suas cacaterísticas físicas
e mentais;

3. ídolos do foro (ou do mercado) que resultam das relações entre as pessoas, da comunicação e do discurso.

4. ídolos do teatro que derivam das doutrinas filosóficas e científicas antigas e novas, que figuram mundos fictícios e

teatrais. (MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 178 e 179.

Gabarito
Coment.

8a Questão

Segundo a teoria do contrato social, é papel da educação a formação da vontade geral dos membros da sociedade transformando,
assim, o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade. A soberania pertence ao povo por direito. Marque, abaixo, o
pensador contratualista que defendeu essas ideias.

Emmanuel Kant
Jean-Jacques Rousseau
Thomas Hobbes
Karl Marx
Émille Durkheim

Respondido em 19/04/2020 22:44:12

Explicação:

Rousseau entendia que a sociedade precisa estabelecer um contrato social, ou seja, um acordo que regula a convivência das
pessoas em sociedade de maneira organizada através de um Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

1a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Essa é uma concepção de pensamento crítico contida na teoria:

das ideias.
da história.
dos pensamentos.
dos ídolos.
da fama.

Respondido em 19/04/2020 22:45:54

Explicação:

Para Francis Bacon, em a Teoria dos Ídolos, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o
verdadeiro conhecimento.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

O ceticismo de Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige a dois princípios ou pressupostos fundamentais
da tradição filosófica:

A Filosofia.
a causalidade e a identidade pessoal.
A ideia e o pensamento.
a terra e o céu.
a razão e a fé.
Respondido em 19/04/2020 22:46:10

Explicação:

De acordo com Marcondes, Hume critica a noção de causalidade porque "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção
constante entre fenômenos, e não uma conexão necessária que chamamos de causalidade" A crítica à Identidade Pessoal é uma
crítica ao modelo cartesiano de mente pensante como substância , sustentando que não podemos ter nenhuma representação de
nossa mente independente de nossa experiência , ou seja, de nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.
Não há como nos representarmos o pensamento puro , independente de qualquer conteúdo. Para Huma, jamais posso apreender
a mim mesmo sem algum tipo de percepção". (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Flosofia. Rio de Janeiro: Jorge
Zahar Editor, 2001. p. 183)

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
3a Questão

Hobbes, Locke e Rousseau foram defensores do contrato social. O contrato social é uma nova concepção sobre a origem e o
fundamento do Estado. Marque a única alternativa que expressa corretamente a ideia de contrato social.

O contrato social impede que o povo exerça a liberdade e não considera natural o direito à propriedade, uma vez que todos
devem ser súditos dos reis que governam por direito divino.
O contrato social garante o direito natural à vida, mas não defende o direito de propriedade e nem o direito à liberdade,
uma vez que todos nascem súditos.
O contrato social garante que o poder divino seja o fundamento do direito dos Reis e dos Príncipes, herança que receberam
de Adão, o primeiro patriarca a quem Deus concedeu o direito de governar o mundo.
O contrato social revoga os direitos naturais à vida, à liberdade e à propriedade porque tais direitos só podem ser garantidos
artificialmente quando a sociedade conseguir organizar a forma de Estado e o regime de governo.
O contrato social, tendo por fundamento o direito natural, defende que o poder do Estado nasce da livre decisão dos
cidadãos em ceder parte de seus direitos para que tenham garantidos os direitos à vida e à propriedade.
Respondido em 19/04/2020 22:46:14

Explicação:

O contrato social é a ideia de um acordo que regula a convivência das pessoas em sociedade de maneira organizada através de um
Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

4a Questão

Pode-se dizer que a nova Ciência da Natureza ou Filosofia Natural possui as seguintes características:

I. A passagem da ciência especulativa para a ativa, na continuidade do projeto renascentista de dominação da Natureza e cuja fórmula se encontra em Francis
Bacon: Saber é Poder.

II. A passagem da explicação qualitativa e finalística dos naturais para a explicação quantitativa e mecanicista: é o abandono das concepções aristotélico-medievais
sobre as diferenças qualitativas entre as coisas como fonte de explicação de suas operações (leve, pesado, natural, artificial, grande, pequeno, localizado no baixo ou
no alto).

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

3. Somente o enunciado II está correto


4. Somente os enunciados II e III estão corretos
1. Somente o enunciado I está correto
5. Somente o enunciado III está correto
2. Somente os enunciados I e II estão corretos

Respondido em 19/04/2020 22:46:19

Explicação:

Na Nova Filosofia Natural razão e fé não são conciliáveis, ou seja, não é possível explicar as coisas da fé por meio da razão.

Gabarito
Coment.
5a Questão

A respeito do pensamento do filósofo empirista David Hume, é correto afirmar que:

I. Nossas ideias sobre o real se originam de nossa experiência sensível.

II. A observação é a outra fonte de ideias que podemos ter.

III. As ideais são sempre de natureza particular.

IV. Defendeu um pensamento metafísico-especulativo que visa conciliar razão e fé no plano teórico e prático.

Assinale a alternativa correta:

5. Somente os enunciados I, II e III estão corretos


3. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos
2. Somente os enunciados II e III estão corretos
1. Somente os enunciados I e III estão corretos
4. Somente os enunciados II e IV estão corretos
Respondido em 19/04/2020 22:46:14

Explicação:

O Empirismo, que também é conhecido como a Doutrina ou a Teoria do


conhecimento, afirma que todo conhecimento humano deriva, direta ou
indiretamente, da experiência sensível externa ou interna, sendo que
frequentemente, a tendência é a de entender e comentar o "empírico" como sendo
algo que é decorrente da experiência, das sensações e das percepções, isto é
relativamente aos encadeamentos da razão. O empirismo, principalmente o de
Locke e o de Hume, demonstra que não há outra fonte do conhecimento senão a
experiência e a sensação. As ideias só nascem em razão do enfraquecimento da
sensação, e não podem ser inatas. Daí o empirismo rejeitar todas as especulações
como vãs e impossíveis de circunscrever. Seu grande argumento: "Nada se aloja no
espírito que não tenha, antes, estado nos sentidos."

6a Questão

O filósofo inglês John Locke (1632-1704) é considerado como um dos principais teóricos do Empirismo. De acordo com Locke:

Todo conhecimento possível é inato, ou seja, já nasce com o indivíduo.


todas as nossas representações do real são derivadas de percepções sensíveis, não havendo outra fonte para o
conhecimento.
o conhecimento só é possível mediante a razão.
nossas representações do real não são derivadas de percepções sensíveis.
a mente do homem não se altera mediante as suas experiências.
Respondido em 19/04/2020 22:46:20

Explicação:
Locke afirma que todas as nossas representações do real são derivadas de percepções sensíveis, não havendo outra fonte para o
conhecimento. Portanto, não existem ideias inatas. Isto é, o conhecimento não é inato, mas resulta da maneira como elaboramos
os dados que nos vêm da sensibilidade por meio da experiência.

7a Questão

Para Locke as concepções da natureza do conhecimento tem como conceitos:

acordo com concepções muito diferentes sobre a natureza do conhecimento, há certa similaridade entre Locke e Kant,
somente no que diz respeito à intenção de "averiguar quais objetos são e quais não são adequados para serem tratados por
nossos entendimentos".
concepção sobre os limites do conhecimento alicerçou a metafísica moderna.
a perplexidade relatada por Locke em nada se relaciona com as pesquisas filosóficas futuramente empreendidas por David
Hume.
os resultados da pesquisa empreendida por Locke o levaram a contestar as bases da corrente empirista da filosofia.
as conclusões relatadas por Locke serviram como fundamento para a formulação da concepção de verdades absolutas na
filosofia.
Respondido em 19/04/2020 22:46:25

Explicação:

Locke era empirista. Kant buscou conciliar empirismo e racionalismo. Para Kant, partia-se da experiência sensível para depois
conhecer pela razão.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com a formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Este é um dos sentidos primordiais do pensamento crítico, que marcará fortemente a filosofia moderna,
vendo a tarefa da filosofia como a libertação do homem de preconceitos, ilusões e superstições. É neste contexto que
encontramos sua teoria dos ídolos.

Segundo Bacon, os ídolos são:

2. Ilusões ou distorções que permitem o desenvolvimento do pensamento humano.


4. Ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana.
1. Princípios que permitem refutar os elementos advindos de uma experiência sensível.
5. Princípios que permitem o desenvolvimento da autonomia intelectual e de uma prática transformadora.
3. Princípios que permitem verificar a validade de um princípio racional.
Respondido em 19/04/2020 22:46:32

Explicação:

Para Francis Bacon, na teoria dos ídolos, esses bloqueiam a mente humana e impedem o verdadeiro conhecimento. Eles, segundo
Marcondes, podem ser de quatro tipos: 1. ídolos da tribo; 2. ídolos da caverna; 3. ídolos do foro e 4. ídolos do teatro.
(MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. pp. 178 e 179)
1a Questão

De acordo com Francis Bacon, existem quatro tipos de ídolos e de imagens que formam opiniões cristalizadas e preconceitos que
impedem o conhecimento da verdade. Não é um deles:

Ídolos da Tribo.
Ídolos da Caverna.
Ídolos das ideias
Ídolos do Fórum.
Ídolos da Fama.

Respondido em 19/04/2020 22:47:56

Explicação:

Para Francis Bacon, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o verdadeiro conhecimento. Em
sua teoria dos ídolos, temos:

1. ídolos da tribo que significam a espécie humana ;

2. ídolos da caverna que são consquência das características individuais de cada ser humano, de suas cacaterísticas físicas
e mentais;

3. ídolos do foro (ou do mercado) que resultam das relações entre as pessoas, da comunicação e do discurso.

4. ídolos do teatro que derivam das doutrinas filosóficas e científicas antigas e novas, que figuram mundos fictícios e

teatrais. (MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 178 e 179.

Gabarito
Coment.

2a Questão

O filósofo empirista David Hume celebrizou-se por sua crítica à concepção clássica da causalidade. Qual das afirmações abaixo
resume a posição desse filósofo acerca da relação de causa e efeito?

A causalidade é dada a priori para o entendimento humano.


A causalidade é inteiramente estéril para o conhecimento dos objetos da experiência.
A causalidade indica uma ligação essencial, pois o ser do efeito está contido em potência no ser da causa.
A causalidade é uma relação externa aos objetos, tributária do hábito e da repetição de seqüências observáveis na
experiência.
A causalidade é inteiramente desprovida de validade no quadro conceitual do ceticismo humiano.

Respondido em 19/04/2020 22:48:01

Explicação:

Para Hume, "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção constante entre fenômenos, e não uma conexão necesssária que
chamamos de causalidade. (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 182)
3a Questão

Teoria epistemológica que afirma a radical derivação, direta ou indireta, de todo conhecimento da experiência sensível, seja ele
interna ou externa:

Racionalismo.
Iluminismo.
Postulado.
Empirismo.
Darwinismo

Respondido em 19/04/2020 22:48:18

Explicação:

O empirismo valoriza a experiência sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do
princípio do método indutivo, da probabilidade.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo
empirista, antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento. Assinale a afirmativa que representa as ideias deste filósofo:

A Linguagem não é a expressão de um pensamento e é independente dele.


Nenhuma das respostas anteriores
Para Locke a mente já nasce com a experiência deixa as suas marcas.
As ideias são inatas. Isto é, o conhecimento é inato.
Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo
empirista, antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento.
Respondido em 19/04/2020 22:48:11

Explicação
:

John Locke foi um empirista, para quem nascemos como tábulas rasas, folhas em branco. O empirismo valoriza a experiência
sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do princípio do método indutivo,
da probabilidade.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

A palavra empirismo, deriva da palavra grega ¿empeiria¿, que significa:

Saber inato, separado da experiência e da sensibilidade, fruto da intuição racional.


Saber baseado em impressões sensíveis que devem ser submetidas ao crivo da razão crítica, conforme o modelo
kantiano. Saber transcendental, separado dos sentidos, e cujo fundamento reside em formas puras, conforme a teoria de
Platão.
Saber derivado da experiência sensível, e de informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a realização
de fins práticos.
Saber intuitivo, dependente da razão instrumental, e que resulta da impossibilidade de confiar nos sentidos.

Respondido em 19/04/2020 22:48:27

Explicação:

O empirismo tem a ver com a ideia de que a fonte de nosso conhecimento advem da nosssa experiência sensível no mundo. O
conhecimento deriva dessas experiências, não sendo inato. Opõe-se ao Racionalismo.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

A mente humana é como uma folha em branco, a tabula rasa, na qual a experiência deixa as suas marcas. Qual dos filósofos
empiristas que defendeu este princípio?

2. David Hume
3. George Berckley
4. Francis Bacon
5. John Locke
1. Immanuel Kant

Respondido em 19/04/2020 22:48:30

Explicação:

John Locke era um filósofo empirista, para quem todo o conhecimento advinha das experiências no mundo, ao contrário dos
racionalistas, para os quais já possímos, a priori, alguns princípios e concepções.

Gabarito
Coment.

7a Questão

O Ceticismo de David Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige dois princípios ou pressupostos fundamentais da tradição filosófica. São eles:

I. A noção de causalidade, ou seja, a crença na existência de um princípio causal que relaciona os fenômenos naturais, constituindo-se em uma lei
universal, explicando a racionalidade do real em termos da relação causa-efeito, e estabelecendo assim um nexo, um elo causal entre tudo o que acontece.

II. A crítica à identidade pessoal, sustentando que não podemos ter nenhuma representação de nossa mente independente de nossa experiência, ou seja, de
nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.

III. O argumento do cogito como sendo um ponto de partida radical, de uma certeza, pois depende da noção de pensamento.

Assinale a alternativa correta:

2. Somente os enunciados II e III são corretos.


1. Somente os enunciados I e II são corretos.
4. Somente o enunciado I é correto.
3. Somente o enunciado III é correto.
5. Somente o enunciado II é correto.
Respondido em 19/04/2020 22:48:36

Explicação:

O Ceticismo, de forma geral, não admite a ideia de certezas. Para Hume, as nossas ideias sobre o real derivam da experiência
sensível como fonte do conhecimento e, tal concepção, levada às últimas consequências, o leva ao ceticismo.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Segundo a teoria do contrato social, é papel da educação a formação da vontade geral dos membros da sociedade transformando,
assim, o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade. A soberania pertence ao povo por direito. Marque, abaixo, o
pensador contratualista que defendeu essas ideias.

Jean-Jacques Rousseau
Emmanuel Kant
Émille Durkheim
Thomas Hobbes
Karl Marx
Respondido em 19/04/2020 22:48:29

Explicação:

Rousseau entendia que a sociedade precisa estabelecer um contrato social, ou seja, um acordo que regula a convivência das
pessoas em sociedade de maneira organizada através de um Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

1a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com a formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Este é um dos sentidos primordiais do pensamento crítico, que marcará fortemente a filosofia moderna,
vendo a tarefa da filosofia como a libertação do homem de preconceitos, ilusões e superstições. É neste contexto que
encontramos sua teoria dos ídolos.

Segundo Bacon, os ídolos são:

3. Princípios que permitem verificar a validade de um princípio racional.


1. Princípios que permitem refutar os elementos advindos de uma experiência sensível.
5. Princípios que permitem o desenvolvimento da autonomia intelectual e de uma prática transformadora.
4. Ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana.
2. Ilusões ou distorções que permitem o desenvolvimento do pensamento humano.

Respondido em 19/04/2020 22:50:21

Explicação:

Para Francis Bacon, na teoria dos ídolos, esses bloqueiam a mente humana e impedem o verdadeiro conhecimento. Eles, segundo
Marcondes, podem ser de quatro tipos: 1. ídolos da tribo; 2. ídolos da caverna; 3. ídolos do foro e 4. ídolos do teatro.
(MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. pp. 178 e 179)

Gabarito
Gabarit Gabarito
Coment.
o Coment.
Coment.
2a Questão

O filósofo inglês John Locke (1632-1704) é considerado como um dos principais teóricos do Empirismo. De acordo com Locke:

a mente do homem não se altera mediante as suas experiências.


o conhecimento só é possível mediante a razão.
todas as nossas representações do real são derivadas de percepções sensíveis, não havendo outra fonte para o
conhecimento.
nossas representações do real não são derivadas de percepções sensíveis.
Todo conhecimento possível é inato, ou seja, já nasce com o indivíduo.
Respondido em 19/04/2020 22:50:38

Explicação:

Locke afirma que todas as nossas representações do real são derivadas de percepções sensíveis, não havendo outra fonte para o
conhecimento. Portanto, não existem ideias inatas. Isto é, o conhecimento não é inato, mas resulta da maneira como elaboramos
os dados que nos vêm da sensibilidade por meio da experiência.

3a Questão

O ceticismo de Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige a dois princípios ou pressupostos fundamentais
da tradição filosófica:

a terra e o céu.
a razão e a fé.
A Filosofia.
A ideia e o pensamento.
a causalidade e a identidade pessoal.

Respondido em 19/04/2020 22:50:48

Explicação:

De acordo com Marcondes, Hume critica a noção de causalidade porque "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção
constante entre fenômenos, e não uma conexão necessária que chamamos de causalidade" A crítica à Identidade Pessoal é uma
crítica ao modelo cartesiano de mente pensante como substância , sustentando que não podemos ter nenhuma representação de
nossa mente independente de nossa experiência , ou seja, de nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.
Não há como nos representarmos o pensamento puro , independente de qualquer conteúdo. Para Huma, jamais posso apreender
a mim mesmo sem algum tipo de percepção". (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Flosofia. Rio de Janeiro: Jorge
Zahar Editor, 2001. p. 183)

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão
Para Locke as concepções da natureza do conhecimento tem como conceitos:

acordo com concepções muito diferentes sobre a natureza do conhecimento, há certa similaridade entre Locke e Kant,
somente no que diz respeito à intenção de "averiguar quais objetos são e quais não são adequados para serem tratados por
nossos entendimentos".
os resultados da pesquisa empreendida por Locke o levaram a contestar as bases da corrente empirista da filosofia.
a perplexidade relatada por Locke em nada se relaciona com as pesquisas filosóficas futuramente empreendidas por David
Hume.
concepção sobre os limites do conhecimento alicerçou a metafísica moderna.
as conclusões relatadas por Locke serviram como fundamento para a formulação da concepção de verdades absolutas na
filosofia.
Respondido em 19/04/2020 22:50:55

Explicação:

Locke era empirista. Kant buscou conciliar empirismo e racionalismo. Para Kant, partia-se da experiência sensível para depois
conhecer pela razão.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

Pode-se dizer que a nova Ciência da Natureza ou Filosofia Natural possui as seguintes características:

I. A passagem da ciência especulativa para a ativa, na continuidade do projeto renascentista de dominação da Natureza e cuja fórmula se encontra em Francis
Bacon: Saber é Poder.

II. A passagem da explicação qualitativa e finalística dos naturais para a explicação quantitativa e mecanicista: é o abandono das concepções aristotélico-medievais
sobre as diferenças qualitativas entre as coisas como fonte de explicação de suas operações (leve, pesado, natural, artificial, grande, pequeno, localizado no baixo ou
no alto).

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

2. Somente os enunciados I e II estão corretos


4. Somente os enunciados II e III estão corretos
1. Somente o enunciado I está correto
5. Somente o enunciado III está correto
3. Somente o enunciado II está correto
Respondido em 19/04/2020 22:50:59

Explicação:

Na Nova Filosofia Natural razão e fé não são conciliáveis, ou seja, não é possível explicar as coisas da fé por meio da razão.

Gabarito
Coment.

6a Questão
A respeito do pensamento do filósofo empirista David Hume, é correto afirmar que: II. A observação é a outra fonte de
ideias que podemos ter.
I. Nossas ideias sobre o real se originam de nossa experiência sensível.
III. As ideais são sempre de natureza
particular.
IV. Defendeu um pensamento metafísico-especulativo que visa conciliar razão e fé no plano teórico e
prático.

Assinale a alternativa correta:

4. Somente os enunciados II e IV estão corretos


2. Somente os enunciados II e III estão corretos
3. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos
5. Somente os enunciados I, II e III estão corretos
1. Somente os enunciados I e III estão corretos

Respondido em 19/04/2020 22:51:05

Explicação:

O Empirismo, que também é conhecido como a Doutrina ou a Teoria do


conhecimento, afirma que todo conhecimento humano deriva, direta ou
indiretamente, da experiência sensível externa ou interna, sendo que
frequentemente, a tendência é a de entender e comentar o "empírico" como sendo
algo que é decorrente da experiência, das sensações e das percepções, isto é
relativamente aos encadeamentos da razão. O empirismo, principalmente o de
Locke e o de Hume, demonstra que não há outra fonte do conhecimento senão a
experiência e a sensação. As ideias só nascem em razão do enfraquecimento da
sensação, e não podem ser inatas. Daí o empirismo rejeitar todas as especulações
como vãs e impossíveis de circunscrever. Seu grande argumento: "Nada se aloja no
espírito que não tenha, antes, estado nos sentidos."

7a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Essa é uma concepção de pensamento crítico contida na teoria:

dos
ídolos.
das ideias.
da fama.
da
história.
dos
pensamentos.
Respondido em 19/04/2020 22:51:01

Explicação:

Para Francis Bacon, em a Teoria dos Ídolos, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o
verdadeiro conhecimento.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
8a Questão

Hobbes, Locke e Rousseau foram defensores do contrato social. O contrato social é uma nova concepção sobre a origem e o
fundamento do Estado. Marque a única alternativa que expressa corretamente a ideia de contrato social.

O contrato social garante o direito natural à vida, mas não defende o direito de propriedade e nem o direito à liberdade, uma
vez que todos nascem súditos.
O contrato social revoga os direitos naturais à vida, à liberdade e à propriedade porque tais direitos só podem ser garantidos
artificialmente quando a sociedade conseguir organizar a forma de Estado e o regime de governo.
O contrato social impede que o povo exerça a liberdade e não considera natural o direito à propriedade, uma vez que todos
devem ser súditos dos reis que governam por direito divino.
O contrato social garante que o poder divino seja o fundamento do direito dos Reis e dos Príncipes, herança que receberam
de Adão, o primeiro patriarca a quem Deus concedeu o direito de governar o mundo.
O contrato social, tendo por fundamento o direito natural, defende que o poder do Estado nasce da livre decisão dos
cidadãos em ceder parte de seus direitos para que tenham garantidos os direitos à vida e à propriedade.
Respondido em 19/04/2020 22:51:07

Explicação:

O contrato social é a ideia de um acordo que regula a convivência das pessoas em sociedade de maneira organizada através de
um Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

1a Questão

De acordo com Francis Bacon, existem quatro tipos de ídolos e de imagens que formam opiniões cristalizadas e preconceitos que
impedem o conhecimento da verdade. Não é um deles:

Ídolos da Fama.
Ídolos do Fórum.
Ídolos da Tribo.
Ídolos da Caverna.
Ídolos das ideias
Respondido em 19/04/2020 22:53:13

Explicação:

Para Francis Bacon, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o verdadeiro conhecimento.
Em sua teoria dos ídolos, temos:

1. ídolos da tribo que significam a espécie humana ;

2. ídolos da caverna que são consquência das características individuais de cada ser humano, de suas cacaterísticas físicas
e mentais;

3. ídolos do foro (ou do mercado) que resultam das relações entre as pessoas, da comunicação e do discurso.

4. ídolos do teatro que derivam das doutrinas filosóficas e científicas antigas e novas, que figuram mundos fictícios e

teatrais. (MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 178 e 179.

Gabarito
Coment.
2a Questão

O filósofo empirista David Hume celebrizou-se por sua crítica à concepção clássica da causalidade. Qual das afirmações abaixo
resume a posição desse filósofo acerca da relação de causa e efeito?

A causalidade é inteiramente estéril para o conhecimento dos objetos da experiência.


A causalidade indica uma ligação essencial, pois o ser do efeito está contido em potência no ser da causa.
A causalidade é uma relação externa aos objetos, tributária do hábito e da repetição de seqüências observáveis na
experiência.
A causalidade é inteiramente desprovida de validade no quadro conceitual do ceticismo
humiano. A causalidade é dada a priori para o entendimento humano.
Respondido em 19/04/2020 22:53:21

Explicação:

Para Hume, "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção constante entre fenômenos, e não uma conexão necesssária que
chamamos de causalidade. (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p.
182)

3a Questão

Teoria epistemológica que afirma a radical derivação, direta ou indireta, de todo conhecimento da experiência sensível, seja ele
interna ou externa:

Empirismo.
Racionalismo.
Postulado.
Iluminismo.
Darwinismo
Respondido em 19/04/2020 22:53:28

Explicação:

O empirismo valoriza a experiência sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do
princípio do método indutivo, da probabilidade.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo empirista,
antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento. Assinale a afirmativa que representa as ideias deste filósofo:

Nenhuma das respostas anteriores


Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo
empirista, antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento.
A Linguagem não é a expressão de um pensamento e é independente dele.
Para Locke a mente já nasce com a experiência deixa as suas marcas.
As ideias são inatas. Isto é, o conhecimento é inato.
Respondido em 19/04/2020 22:53:22

Explicação
:

John Locke foi um empirista, para quem nascemos como tábulas rasas, folhas em branco. O empirismo valoriza a experiência
sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do princípio do método indutivo,
da probabilidade.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

A palavra empirismo, deriva da palavra grega ¿empeiria¿, que significa:

Saber transcendental, separado dos sentidos, e cujo fundamento reside em formas puras, conforme a teoria de Platão.
Saber derivado da experiência sensível, e de informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a realização
de fins práticos.
Saber baseado em impressões sensíveis que devem ser submetidas ao crivo da razão crítica, conforme o modelo
kantiano. Saber intuitivo, dependente da razão instrumental, e que resulta da impossibilidade de confiar nos sentidos.
Saber inato, separado da experiência e da sensibilidade, fruto da intuição racional.
Respondido em 19/04/2020 22:53:42

Explicação:

O empirismo tem a ver com a ideia de que a fonte de nosso conhecimento advem da nosssa experiência sensível no mundo. O
conhecimento deriva dessas experiências, não sendo inato. Opõe-se ao Racionalismo.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

A mente humana é como uma folha em branco, a tabula rasa, na qual a experiência deixa as suas marcas. Qual dos filósofos
empiristas que defendeu este princípio?

5. John Locke
1. Immanuel Kant
2. David Hume
4. Francis Bacon
3. George Berckley

Respondido em 19/04/2020 22:54:11

Explicação:

John Locke era um filósofo empirista, para quem todo o conhecimento advinha das experiências no mundo, ao contrário dos
racionalistas, para os quais já possímos, a priori, alguns princípios e concepções.
Gabarito
Coment.

7a Questão

O Ceticismo de David Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige dois princípios ou pressupostos fundamentais da tradição filosófica. São eles:

I. A noção de causalidade, ou seja, a crença na existência de um princípio causal que relaciona os fenômenos naturais, constituindo-se em uma lei
universal, explicando a racionalidade do real em termos da relação causa-efeito, e estabelecendo assim um nexo, um elo causal entre tudo o que acontece.

II. A crítica à identidade pessoal, sustentando que não podemos ter nenhuma representação de nossa mente independente de nossa experiência, ou seja, de
nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.

III. O argumento do cogito como sendo um ponto de partida radical, de uma certeza, pois depende da noção de pensamento.

Assinale a alternativa correta:

5. Somente o enunciado II é correto.


1. Somente os enunciados I e II são corretos.
2. Somente os enunciados II e III são corretos.
4. Somente o enunciado I é correto.
3. Somente o enunciado III é correto.
Respondido em 19/04/2020 22:54:19

Explicação:

O Ceticismo, de forma geral, não admite a ideia de certezas. Para Hume, as nossas ideias sobre o real derivam da experiência
sensível como fonte do conhecimento e, tal concepção, levada às últimas consequências, o leva ao ceticismo.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

O ceticismo de Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige a dois princípios ou pressupostos fundamentais
da tradição filosófica:

a terra e o céu.
A ideia e o pensamento.
a razão e a fé.
a causalidade e a identidade
pessoal. A Filosofia.
Respondido em 19/04/2020 22:55:05

Explicação:

De acordo com Marcondes, Hume critica a noção de causalidade porque "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção
constante entre fenômenos, e não uma conexão necessária que chamamos de causalidade" A crítica à Identidade Pessoal é uma
crítica ao modelo cartesiano de mente pensante como substância , sustentando que não podemos ter nenhuma representação de
nossa mente independente de nossa experiência , ou seja, de nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos. Não
há como nos representarmos o pensamento puro , independente de qualquer conteúdo. Para Huma, jamais posso apreender a
mim mesmo sem algum tipo de percepção". (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Flosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar
Editor, 2001. p. 183)

1a Questão

Eles propõem a formação humana moderna, com maior controle racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior extensão
de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens:

Lutero, Kant e Maquiavel


Descartes, Lutero e Newton
Platão e Sócrates
Epicuro e Comenius
Comenius, Rousseau e Kant

Respondido em 19/04/2020 22:57:49

Explicação: Comenius, Rousseau, Kant e também o pensador Locke, propõem a formação humana moderna, com maior controle
racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

2a Questão

O empirismo e o racionalismo (pensamento cartesiano) constituíram conjuntamente algumas das principais correntes do pensamento moderno na sua fase inicial.
Sobre o empirismo podemos afirmar que:

I - A palavra empirismo, deriva da palavra grega empiria, que significa basicamente uma forma de saber derivado da experiência sensível, e de
informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a realização de fins práticos.

II - Podemos dizer que o empirismo é a posição filosófica que toma a experiência como guia e critério de validade de suas afirmações, especialmente nos campos
da teoria do conhecimento e da filosofia da ciência.

III - O grito de guerra do empirismo é a frase de inspiração aristotélica: Nada está no intelecto que não tenha passado antes pelos sentidos. Ou seja, todo
conhecimento resulta de uma base empírica, de percepções ou impressões sensíveis sobre o real, elaborando-se e desenvolvendo-se a partir desses dados da realidade
sensorial.

IV - Os empiristas, portanto, defendem a noção de ideias inatas ou de um conhecimento anterior à experiência ou independente desta.

Assinale a alternativa correta:

1. Somente os enunciados I e III estão corretos.


5. Somente os enunciados II e IV estão corretos.
3. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos.
2. Somente os enunciados II e III estão corretos.
4. Somente os enunciados I, II e III estão corretos.

Respondido em 19/04/2020 22:58:07

Explicação:

Os racionalistas são os pensadores que defendem a noção de que existem ideias inatas ou de um conhecimento anterior à
experiência ou independente desta. Dentre eles está, por exemplo, René Descartes.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
3a Questão

Importante pensador contemporâneo, que afirma que a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio
para pensarmos uma dimensão ampliada da experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como
ser de conhecimento, cultura e educação:

Freinet
Kant
Hobbes
Martim Lutero
Maria Montessori
Respondido em 19/04/2020 22:58:00

Explicação: Para Kant, a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio para pensarmos uma dimensão ampliada da
experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como ser de conhecimento, cultura e educação.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão

De acordo com Danilo Marcondes, o Iluminismo, ou Século da Luzes, foi um movimento de pensamento europeu característico basicamente da segunda metade do
século XVIII. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, sobretudo a literatura, as ciências, a teoria política e a doutrina jurídica. A respeito
deste movimento iluminista dos século XVIII podemos afirmar que:

I. Através da metáfora da luz e da claridade, uma oposição às trevas, ao obscurantismo, à ignorância, à superstição, ou seja, à existência de algo oculto.

II. O seu grande instrumento é a consciência individual, autônoma em sua capacidade de conhecer o real; suas armas são, portanto, o conhecimento, a ciência e
a educação.

III. Somente alguns homens são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam
o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Assinale a alternativa correta:

1. Somente os enunciados II e III são corretos.


2. Somente o enunciado III é correto.
4. Somente o enunciado II é correto.
Somente os enunciados I e II são corretos.
3. Somente o enunciado I é correto.

Respondido em 19/04/2020 22:58:06

Explicação:

Para os iluministas, todos os seres humanos são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade
natural de aprender, capaz de permitir que conheçam o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Gabarito
Coment.
5a Questão

Na obra "Crítica da Razão Pura", Imannuel Kant, examinando o problema do conhecimento humano, distinguiu duas formas básicas
do ato de conhecer. Assinale a alternativa CORRETA:

O conhecimento religioso e o conhecimento ateu.


O conhecimento mítico e o conhecimento cético.
O conhecimento sofístico e o conhecimento ideológico.
O conhecimento empírico e o conhecimento puro.
O conhecimento científico e o conhecimento racional

Respondido em 19/04/2020 22:58:25

Explicação:

De acordo com Marcondes, Imannuel Kant foi um filósofo que pretendeu conciliar empirismo e racionalismo. Em sua obra Lógica,
Kant define a filosofia como "a ciência da relação de todo conhecimento e de todo uso da razão com o fim último da razão
humana", caracterizando-se pelo tratamento de quatro questões fundamentais:

1. O que posso saber?

2. O que devo fazer?

3. O que posso esperar?

4. O que é o homem?"

MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 207

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Sua obra pode ser vista como um marco na filosofia moderna e se notabiliza por duas obras clássicas, em especial: a "Crítica da
Razão Pura" e a "Crítica da Razão Prática".

Hegel
Platão
Descartes
Kant
Marx
Respondido em 19/04/2020 22:58:34

Explicação:

Imannuel Kant (1724-1804) escreveu A Crítica da Razão Pura (trabalho muito influente na História da Filosofia e que dá início ao
Idealismo Alemão) em 1781 e A Crítica da Razão Prática (é voltada para uma moral com pretensão universalista) em 1788.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
7a Questão

O Iluminismo ficou conhecido como período do Esclarecimento , da Ilustração ou Século das Luzes. Indique os fatores defendidos
por esta proposta de conhecimento:

a noção de liberdade individual e os direitos dos homens contra a ideia de autoritarismo.


A incapacidade dos homens para aprender.
a inexistência da racionalidade nos homens
A noção de liberdade individual e a construção de uma sociedade autoritária e
centralizada. O individualismo e o autoritarismo na sociedade vigente.
Respondido em 19/04/2020 22:58:41

Explicação:

Os iluministas, ideólogos da burguesia, negavam os privilégios e benesses concedidos à aristocracia e ao clero. Afirmavam a
igualdade entre todos os seres humanos.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

Qual dos filósofos abaixo compreende que o conhecimento do objeto resulta da contribuição das faculdades da nossa mente, ou de
nossa razão, da estrutura ou forma da sensibilidade e a estrutura ou forma do entendimento?

Immanuel Kant
David Hume
Adam Smith
René Descartes
Francis Bacon
Respondido em 19/04/2020 22:58:34

Explicação:

Kant, em sua concepção de uma filosofia transcendental, isto é, uma investigação que se ocupa tanto do objeto a ser conhecido,
como do conhecimento que formulamos sobre o objeto. Esta é a sua teoria do conhecimento que busca também conciliar o
empirismo com o racionalismo.

1a Questão

O século XVIII foi o século Iluminista, que pode ser definido como:

Um movimento pautado na defesa da ciência, valorizando seu caráter confessional e atuando no processo de
desenvolvimento do saber pautado no enciclopedismo.
Um movimento que defendia o paganismo como forma de crítica ao obscurantismo da Igreja Católica, e que ignorava os
avanços da ciência.
Um movimento que propunha usar a razão como guia do conhecimento e da ação humana, buscando a ciência como
explicação para os fatos e fenômenos da natureza e da sociedade.
Um movimento que defendia a introdução de técnicas de leitura que fugisse a perseguição política, por isso o uso de velas a
noite, na proteção do lar deu o nome ao movimento.
Um movimento exclusivamente político, que exigia o fim do absolutismo. Propunha para seu lugar uma estrutura conhecida
como ditadura do proletariado.
Respondido em 19/04/2020 23:03:51

Explicação:

o termo iluminismo de oriegme do francês ou Esclarecimento da tradução alemã, trazem a ideia de época das luzes, época da razão.

2a Questão

O Iluminismo, movimento intelectual do século XVIII, representou o


(a);

expansão do pensamento religioso protestante.


revolução ideológica da aristocracia.
afirmação das ideias revolucionárias da burguesia.
fortalecimento do Estado absolutista.
renascer do pensamento clássico greco-romano.
Respondido em 19/04/2020 23:04:08

Explicação:

O Iluminismo foi um movimento de grande importância, que teve início a partir da segunda metade do século XVIII. Sua área de
abrangência se estende sobre o pensamento filosófico, as artes, as ciências e as teorias políticas, as teorias pedagógicas e
jurídicas. Exaltava-se a razão e abominava-se qualquer privilégio da aristocracia e do clero (é um movimento laico e secular),
pois os iluministas, ideólogos da burguesia, acreditavam que esses privilégios não tinham qualquer tipo de fundamentação
racional.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Qual dos filósofos abaixo pretende superar a dicotomia entre razão teórica (ou cognitiva) e razão prática (ou moral), considerando
a faculdade do juízo como uma faculdade Intermediária?

Francis Bacon
John Locke
David Hume
Rene Descartes
Immanuel Kant

Respondido em 19/04/2020 23:04:16

Explicação:

David Hume, Francis Bacon e John Locke eram empiristas, ou seja, acreditavam que o conhecimento advinha da experiência no
mundo. René Descartes era racionalista inatista. Kant tenta conciliar empirismo e racionalismo por meio da ideia de juízo.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
4a Questão

"O homem é um ser essencialmente racional e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral,
submetido as leis causais, mas sim aos princípios morais derivados de sua razão, ao dever, portanto".

Tal pensamento expressa a ética do dever do filósofo:

Rene Descartes
David Hume
Francis Bacon
Aristóteles
Immanuel Kant

Respondido em 19/04/2020 23:04:08

Explicação:

Para Kant, a questão da ética era muito relevante. De acordo com Danilo Marcondes, "o homem é essencialmente um ser racional
e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral, submetido às leis causais, mas sim aos princípios
morais derivados de sua razão, ao dever, portanto. É este o sentido da liberdade humana no plano moral. A moral é assim
independente do mundo da natureza." MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor,
2001. p. 213

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

O Pensador Comenius que viveu no período de 1592 a 1670, propõe em sua teoria o primeiro projeto moderno de educação com
matizes utópicas. Indique nas opções abaixo aquela que trata corretamente do modelo de escola proposta por este pensador:

Dissociação entre escola der homens e mulheres e de ricos e pobres.


Sua tese é a recusa da universalidade da educação.
O pensador propõe a universalização da educação e afirmava que a humanidade é construída pela educação.
Para este pensador a educação nada tem a ver com o processo de humanização.
Comenius afirma a impossibilidade de que o homem se torne racional a partir do processo educativo.
Respondido em 19/04/2020 23:04:27

Explicação:

Conforme Karen Fernanda Bertoloti, Comenius,"em sua obra mais significativa, Didática Magna, apresenta um método que deveria
servir para ensinar a todas as crianças agradavelmente. Trata-se de um método baseado na maturação da mente da criança e nos
princípios que governam a evolução da mente humana. Comênio, na realidade, pretendia, através de experiências, facilitar o
processo de aprendizagem, tornando-o mais interessante e envolvente para o educando. Estes princípios substituiriam a estrutura
formal lógica, por uma configuração psicológica". BERTOLOTI, Karen Fernanda. História da Educação. Rio de Janeiro: SESES, 2015.
p. 215

Gabarito
Gabarito
Coment.
Coment.
6a Questão

Eles propõem a formação humana moderna, com maior controle racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior
extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens:

Comenius, Rousseau e Kant


Epicuro e Comenius
Lutero, Kant e Maquiavel
Descartes, Lutero e Newton
Platão e Sócrates
Respondido em 19/04/2020 23:04:30

Explicação: Comenius, Rousseau, Kant e também o pensador Locke, propõem a formação humana moderna, com maior controle
racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

7a Questão

De acordo com Danilo Marcondes, o Iluminismo, ou Século da Luzes, foi um movimento de pensamento europeu característico basicamente da segunda metade do
século XVIII. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, sobretudo a literatura, as ciências, a teoria política e a doutrina jurídica. A respeito
deste movimento iluminista dos século XVIII podemos afirmar que:

I. Através da metáfora da luz e da claridade, uma oposição às trevas, ao obscurantismo, à ignorância, à superstição, ou seja, à existência de algo oculto.

II. O seu grande instrumento é a consciência individual, autônoma em sua capacidade de conhecer o real; suas armas são, portanto, o conhecimento, a ciência e
a educação.

III. Somente alguns homens são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam
o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Assinale a alternativa correta:

1. Somente os enunciados II e III são corretos.


3. Somente o enunciado I é correto.
2. Somente o enunciado III é correto.
4. Somente o enunciado II é correto.
Somente os enunciados I e II são corretos.

Respondido em 19/04/2020 23:04:38

Explicação:

Para os iluministas, todos os seres humanos são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade
natural de aprender, capaz de permitir que conheçam o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Gabarito
Coment.

8a Questão
O empirismo e o racionalismo (pensamento cartesiano) constituíram conjuntamente algumas das principais correntes do pensamento moderno na sua fase inicial.
Sobre o empirismo podemos afirmar que:

I - A palavra empirismo, deriva da palavra grega empiria, que significa basicamente uma forma de saber derivado da experiência sensível, e de
informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a realização de fins práticos.

II - Podemos dizer que o empirismo é a posição filosófica que toma a experiência como guia e critério de validade de suas afirmações, especialmente nos campos
da teoria do conhecimento e da filosofia da ciência.

III - O grito de guerra do empirismo é a frase de inspiração aristotélica: Nada está no intelecto que não tenha passado antes pelos sentidos. Ou seja, todo
conhecimento resulta de uma base empírica, de percepções ou impressões sensíveis sobre o real, elaborando-se e desenvolvendo-se a partir desses dados da realidade
sensorial.

IV - Os empiristas, portanto, defendem a noção de ideias inatas ou de um conhecimento anterior à experiência ou independente desta.

Assinale a alternativa correta:

5. Somente os enunciados II e IV estão corretos.


4. Somente os enunciados I, II e III estão corretos.
2. Somente os enunciados II e III estão corretos.
3. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos.
1. Somente os enunciados I e III estão corretos.

1a Questão

Sua obra pode ser vista como um marco na filosofia moderna e se notabiliza por duas obras clássicas, em especial: a "Crítica da
Razão Pura" e a "Crítica da Razão Prática".

Descartes
Kant
Hegel
Marx
Platã
o
Respondido em 19/04/2020 23:07:26

Explicação:

Imannuel Kant (1724-1804) escreveu A Crítica da Razão Pura (trabalho muito influente na História da Filosofia e que dá início ao
Idealismo Alemão) em 1781 e A Crítica da Razão Prática (é voltada para uma moral com pretensão universalista) em 1788.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Qual dos filósofos abaixo compreende que o conhecimento do objeto resulta da contribuição das faculdades da nossa mente, ou de
nossa razão, da estrutura ou forma da sensibilidade e a estrutura ou forma do entendimento?

Immanuel Kant
David Hume
Adam Smith
Francis Bacon
René Descartes
Respondido em 19/04/2020 23:07:46

Explicação:

Kant, em sua concepção de uma filosofia transcendental, isto é, uma investigação que se ocupa tanto do objeto a ser conhecido,
como do conhecimento que formulamos sobre o objeto. Esta é a sua teoria do conhecimento que busca também conciliar o
empirismo com o racionalismo.

Gabarito
Coment.

3a Questão

O Iluminismo ficou conhecido como período do Esclarecimento , da Ilustração ou Século das Luzes. Indique os fatores defendidos
por esta proposta de conhecimento:

A incapacidade dos homens para aprender.


a noção de liberdade individual e os direitos dos homens contra a ideia de
autoritarismo. a inexistência da racionalidade nos homens
O individualismo e o autoritarismo na sociedade vigente.
A noção de liberdade individual e a construção de uma sociedade autoritária e centralizada.
Respondido em 19/04/2020 23:07:38

Explicação:

Os iluministas, ideólogos da burguesia, negavam os privilégios e benesses concedidos à aristocracia e ao clero. Afirmavam a
igualdade entre todos os seres humanos.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão

Na obra "Crítica da Razão Pura", Imannuel Kant, examinando o problema do conhecimento humano, distinguiu duas formas básicas
do ato de conhecer. Assinale a alternativa CORRETA:

O conhecimento empírico e o conhecimento puro.


O conhecimento científico e o conhecimento racional
O conhecimento sofístico e o conhecimento
ideológico. O conhecimento mítico e o conhecimento
cético.
O conhecimento religioso e o conhecimento ateu.
Respondido em 19/04/2020 23:07:59

Explicação:

De acordo com Marcondes, Imannuel Kant foi um filósofo que pretendeu conciliar empirismo e racionalismo. Em sua obra Lógica,
Kant define a filosofia como "a ciência da relação de todo conhecimento e de todo uso da razão com o fim último da razão
humana", caracterizando-se pelo tratamento de quatro questões fundamentais:

1. O que posso saber?


2. O que devo fazer?

3. O que posso esperar?

4. O que é o homem?"

MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 207

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

Importante pensador contemporâneo, que afirma que a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio
para pensarmos uma dimensão ampliada da experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como
ser de conhecimento, cultura e educação:

Hobbes
Kant
Freinet
Martim Lutero
Maria Montessori

Respondido em 19/04/2020 23:08:05

Explicação: Para Kant, a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio para pensarmos uma dimensão ampliada da
experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como ser de conhecimento, cultura e educação.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

Qual dos filósofos abaixo pretende superar a dicotomia entre razão teórica (ou cognitiva) e razão prática (ou moral), considerando
a faculdade do juízo como uma faculdade Intermediária?

David Hume
John Locke
Immanuel Kant
Francis Bacon
Rene Descartes
Respondido em 19/04/2020 23:07:58

Explicação:

David Hume, Francis Bacon e John Locke eram empiristas, ou seja, acreditavam que o conhecimento advinha da experiência no
mundo. René Descartes era racionalista inatista. Kant tenta conciliar empirismo e racionalismo por meio da ideia de juízo.

Gabarito
Gabarito
Coment.
Coment.
7a Questão

O Iluminismo, movimento intelectual do século XVIII, representou o (a);

afirmação das ideias revolucionárias da burguesia.


expansão do pensamento religioso protestante.
renascer do pensamento clássico greco-romano.
fortalecimento do Estado absolutista.
revolução ideológica da aristocracia.
Respondido em 19/04/2020 23:08:05

Explicação:

O Iluminismo foi um movimento de grande importância, que teve início a partir da segunda metade do século XVIII. Sua área de
abrangência se estende sobre o pensamento filosófico, as artes, as ciências e as teorias políticas, as teorias pedagógicas e jurídicas.
Exaltava-se a razão e abominava-se qualquer privilégio da aristocracia e do clero (é um movimento laico e secular), pois os
iluministas, ideólogos da burguesia, acreditavam que esses privilégios não tinham qualquer tipo de fundamentação racional.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

De acordo com Danilo Marcondes, o Iluminismo, ou Século da Luzes, foi um movimento de pensamento europeu característico basicamente da segunda metade do
século XVIII. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, sobretudo a literatura, as ciências, a teoria política e a doutrina jurídica. A respeito
deste movimento iluminista dos século XVIII podemos afirmar que:

I. Através da metáfora da luz e da claridade, uma oposição às trevas, ao obscurantismo, à ignorância, à superstição, ou seja, à existência de algo oculto.

II. O seu grande instrumento é a consciência individual, autônoma em sua capacidade de conhecer o real; suas armas são, portanto, o conhecimento, a ciência e
a educação.

III. Somente alguns homens são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam
o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Assinale a alternativa correta:

4. Somente o enunciado II é correto.


3. Somente o enunciado I é correto.
Somente os enunciados I e II são corretos.
2. Somente o enunciado III é correto.
1. Somente os enunciados II e III são corretos.

Respondido em 19/04/2020 23:08:25

Explicação:

Para os iluministas, todos os seres humanos são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade
natural de aprender, capaz de permitir que conheçam o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

1a Questão

O século XVIII foi o século Iluminista, que pode ser definido como:
Um movimento exclusivamente político, que exigia o fim do absolutismo. Propunha para seu lugar uma estrutura conhecida
como ditadura do proletariado.
Um movimento que propunha usar a razão como guia do conhecimento e da ação humana, buscando a ciência como
explicação para os fatos e fenômenos da natureza e da sociedade.
Um movimento pautado na defesa da ciência, valorizando seu caráter confessional e atuando no processo de
desenvolvimento do saber pautado no enciclopedismo.
Um movimento que defendia o paganismo como forma de crítica ao obscurantismo da Igreja Católica, e que ignorava os
avanços da ciência.
Um movimento que defendia a introdução de técnicas de leitura que fugisse a perseguição política, por isso o uso de velas a
noite, na proteção do lar deu o nome ao movimento.
Respondido em 19/04/2020 23:15:11

Explicação:

o termo iluminismo de oriegme do francês ou Esclarecimento da tradução alemã, trazem a ideia de época das luzes, época da razão.

2a Questão

O Pensador Comenius que viveu no período de 1592 a 1670, propõe em sua teoria o primeiro projeto moderno de educação
com matizes utópicas. Indique nas opções abaixo aquela que trata corretamente do modelo de escola proposta por este
pensador:

Dissociação entre escola der homens e mulheres e de ricos e pobres.


Sua tese é a recusa da universalidade da educação.
Para este pensador a educação nada tem a ver com o processo de humanização.
O pensador propõe a universalização da educação e afirmava que a humanidade é construída pela
educação. Comenius afirma a impossibilidade de que o homem se torne racional a partir do processo
educativo.
Respondido em 19/04/2020 23:15:30

Explicação:

Conforme Karen Fernanda Bertoloti, Comenius,"em sua obra mais significativa, Didática Magna, apresenta um método que deveria
servir para ensinar a todas as crianças agradavelmente. Trata-se de um método baseado na maturação da mente da criança e nos
princípios que governam a evolução da mente humana. Comênio, na realidade, pretendia, através de experiências, facilitar o
processo de aprendizagem, tornando-o mais interessante e envolvente para o educando. Estes princípios substituiriam a estrutura
formal lógica, por uma configuração psicológica". BERTOLOTI, Karen Fernanda. História da Educação. Rio de Janeiro: SESES, 2015.
p. 215

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

"O homem é um ser essencialmente racional e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral,
submetido as leis causais, mas sim aos princípios morais derivados de sua razão, ao dever, portanto".

Tal pensamento expressa a ética do dever do filósofo:


Immanuel Kant
Aristóteles
Francis Bacon
David Hume
Rene Descartes
Respondido em 19/04/2020 23:15:26

Explicação:

Para Kant, a questão da ética era muito relevante. De acordo com Danilo Marcondes, "o homem é essencialmente um ser racional
e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral, submetido às leis causais, mas sim aos princípios
morais derivados de sua razão, ao dever, portanto. É este o sentido da liberdade humana no plano moral. A moral é assim
independente do mundo da natureza." MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor,
2001. p. 213

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

4a Questão

Eles propõem a formação humana moderna, com maior controle racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior
extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens:

Lutero, Kant e
Maquiavel Platão e
Sócrates Epicuro e
Comenius
Comenius, Rousseau e Kant
Descartes, Lutero e Newton

Respondido em 19/04/2020 23:15:46

Explicação: Comenius, Rousseau, Kant e também o pensador Locke, propõem a formação humana moderna, com maior controle
racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

O empirismo e o racionalismo (pensamento cartesiano) constituíram conjuntamente algumas das principais correntes do pensamento moderno na sua fase inicial.
Sobre o empirismo podemos afirmar que:

I - A palavra empirismo, deriva da palavra grega empiria, que significa basicamente uma forma de saber derivado da experiência sensível, e de
informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a realização de fins práticos.

II - Podemos dizer que o empirismo é a posição filosófica que toma a experiência como guia e critério de validade de suas afirmações, especialmente nos campos
da teoria do conhecimento e da filosofia da ciência.

III - O grito de guerra do empirismo é a frase de inspiração aristotélica: Nada está no intelecto que não tenha passado antes pelos sentidos. Ou seja, todo
conhecimento resulta de uma base empírica, de percepções ou impressões sensíveis sobre o real, elaborando-se e desenvolvendo-se a partir desses dados da realidade
sensorial.

IV - Os empiristas, portanto, defendem a noção de ideias inatas ou de um conhecimento anterior à experiência ou independente desta.

Assinale a alternativa correta:


5. Somente os enunciados II e IV estão corretos.
4. Somente os enunciados I, II e III estão
corretos.
1. Somente os enunciados I e III estão corretos.
2. Somente os enunciados II e III estão corretos.
3. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos.
Respondido em 19/04/2020 23:15:41

Explicação:

Os racionalistas são os pensadores que defendem a noção de que existem ideias inatas ou de um conhecimento anterior à
experiência ou independente desta. Dentre eles está, por exemplo, René Descartes.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Sua obra pode ser vista como um marco na filosofia moderna e se notabiliza por duas obras clássicas, em especial: a "Crítica da
Razão Pura" e a "Crítica da Razão Prática".

Platão
Marx
Descartes
Hegel
Kant

Respondido em 19/04/2020 23:15:55

Explicação:

Imannuel Kant (1724-1804) escreveu A Crítica da Razão Pura (trabalho muito influente na História da Filosofia e que dá início ao
Idealismo Alemão) em 1781 e A Crítica da Razão Prática (é voltada para uma moral com pretensão universalista) em 1788.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

De acordo com Danilo Marcondes, o Iluminismo, ou Século da Luzes, foi um movimento de pensamento europeu característico basicamente da segunda metade do
século XVIII. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, sobretudo a literatura, as ciências, a teoria política e a doutrina jurídica. A respeito
deste movimento iluminista dos século XVIII podemos afirmar que:

I. Através da metáfora da luz e da claridade, uma oposição às trevas, ao obscurantismo, à ignorância, à superstição, ou seja, à existência de algo oculto.

II. O seu grande instrumento é a consciência individual, autônoma em sua capacidade de conhecer o real; suas armas são, portanto, o conhecimento, a ciência e
a educação.

III. Somente alguns homens são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam
o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Assinale a alternativa correta:


Somente os enunciados I e II são corretos. correto.
4. Somente o enunciado II é 3. Somente o
correto. enunciado I é
correto.
2. Somente o enunciado III é
1. Somente os enunciados II e III são
corretos.

Respondido em 19/04/2020 23:16:17

Explicação:

Para os iluministas, todos os seres humanos são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma
capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam o real e ajam livre e adequadamente para a realização de
seus fins.

Gab
arit
o
Co
me
nt.

8a Questão

Qual dos filósofos abaixo pretende superar a dicotomia entre razão teórica (ou cognitiva) e razão prática (ou moral),
considerando a faculdade do juízo como uma faculdade Intermediária?

John Locke
Immanuel
Kant Rene
Descartes
David Hume
Francis Bacon
Respondido em 19/04/2020 23:16:13

Explicação:

David Hume, Francis Bacon e John Locke eram empiristas, ou seja, acreditavam que o conhecimento advinha da experiência
no mundo. René Descartes era racionalista inatista. Kant tenta conciliar empirismo e racionalismo por meio da ideia de juízo.

1a Questão

Na obra "Crítica da Razão Pura", Imannuel Kant, examinando o problema do conhecimento humano, distinguiu duas formas
básicas do ato de conhecer. Assinale a alternativa CORRETA:

O conhecimento empírico e o conhecimento


puro. O conhecimento religioso e o
conhecimento ateu.
O conhecimento sofístico e o conhecimento ideológico.
O conhecimento científico e o conhecimento
racional O conhecimento mítico e o
conhecimento cético.
Respondido em 19/04/2020 23:18:08

Explicação:
De acordo com Marcondes, Imannuel Kant foi um filósofo que pretendeu conciliar empirismo e racionalismo. Em sua obra
Lógica, Kant define a filosofia como "a ciência da relação de todo conhecimento e de todo uso da razão com o fim último da
razão humana", caracterizando-se pelo tratamento de quatro questões fundamentais:

1. O que posso saber?


2. O que devo fazer?

3. O que posso esperar?

4. O que é o homem?"

MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 207

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Qual dos filósofos abaixo compreende que o conhecimento do objeto resulta da contribuição das faculdades da nossa mente, ou de
nossa razão, da estrutura ou forma da sensibilidade e a estrutura ou forma do entendimento?

Adam Smith
David Hume
Immanuel Kant
Francis Bacon
René Descartes
Respondido em 19/04/2020 23:18:15

Explicação:

Kant, em sua concepção de uma filosofia transcendental, isto é, uma investigação que se ocupa tanto do objeto a ser conhecido,
como do conhecimento que formulamos sobre o objeto. Esta é a sua teoria do conhecimento que busca também conciliar o
empirismo com o racionalismo.

Gabarito
Coment.

3a Questão

O Iluminismo ficou conhecido como período do Esclarecimento , da Ilustração ou Século das Luzes. Indique os fatores defendidos
por esta proposta de conhecimento:

A noção de liberdade individual e a construção de uma sociedade autoritária e


centralizada. a noção de liberdade individual e os direitos dos homens contra a ideia de
autoritarismo.
O individualismo e o autoritarismo na sociedade vigente.
A incapacidade dos homens para aprender.
a inexistência da racionalidade nos homens
Respondido em 19/04/2020 23:18:21

Explicação:

Os iluministas, ideólogos da burguesia, negavam os privilégios e benesses concedidos à aristocracia e ao clero. Afirmavam a
igualdade entre todos os seres humanos.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
4a Questão

O Iluminismo, movimento intelectual do século XVIII, representou o


(a);

afirmação das ideias revolucionárias da burguesia.


renascer do pensamento clássico greco-romano.
fortalecimento do Estado absolutista.
expansão do pensamento religioso protestante.
revolução ideológica da aristocracia.
Respondido em 19/04/2020 23:18:26

Explicação:

O Iluminismo foi um movimento de grande importância, que teve início a partir da segunda metade do século XVIII. Sua área de
abrangência se estende sobre o pensamento filosófico, as artes, as ciências e as teorias políticas, as teorias pedagógicas e
jurídicas. Exaltava-se a razão e abominava-se qualquer privilégio da aristocracia e do clero (é um movimento laico e secular), pois
os iluministas, ideólogos da burguesia, acreditavam que esses privilégios não tinham qualquer tipo de fundamentação racional.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

Importante pensador contemporâneo, que afirma que a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio
para pensarmos uma dimensão ampliada da experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como
ser de conhecimento, cultura e educação:

Hobbes
Martim
Lutero Kant
Freinet
Maria Montessori
Respondido em 19/04/2020 23:18:33

Explicação: Para Kant, a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio para pensarmos uma dimensão ampliada da
experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como ser de conhecimento, cultura e educação.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

6a Questão

Qual dos filósofos abaixo pretende superar a dicotomia entre razão teórica (ou cognitiva) e razão prática (ou moral), considerando
a faculdade do juízo como uma faculdade Intermediária?
David Hume Rene Descartes
Immanuel Kant John Locke
Francis Bacon

Respondido em 19/04/2020 23:18:43

Explicação:

David Hume, Francis Bacon e John Locke eram empiristas, ou seja, acreditavam que o conhecimento advinha da experiência no
mundo. René Descartes era racionalista inatista. Kant tenta conciliar empirismo e racionalismo por meio da ideia de juízo.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

Sua obra pode ser vista como um marco na filosofia moderna e se notabiliza por duas obras clássicas, em especial: a "Crítica da
Razão Pura" e a "Crítica da Razão Prática".

Marx
Platão
Hegel
Descartes
Kant

Respondido em 19/04/2020 23:18:37

Explicação:

Imannuel Kant (1724-1804) escreveu A Crítica da Razão Pura (trabalho muito influente na História da Filosofia e que dá início ao
Idealismo Alemão) em 1781 e A Crítica da Razão Prática (é voltada para uma moral com pretensão universalista) em 1788.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

De acordo com Danilo Marcondes, o Iluminismo, ou Século da Luzes, foi um movimento de pensamento europeu característico basicamente da segunda metade do
século XVIII. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, sobretudo a literatura, as ciências, a teoria política e a doutrina jurídica. A respeito
deste movimento iluminista dos século XVIII podemos afirmar que:

I. Através da metáfora da luz e da claridade, uma oposição às trevas, ao obscurantismo, à ignorância, à superstição, ou seja, à existência de algo oculto.

II. O seu grande instrumento é a consciência individual, autônoma em sua capacidade de conhecer o real; suas armas são, portanto, o conhecimento, a ciência e
a educação.

III. Somente alguns homens são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam
o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Assinale a alternativa correta:


Somente os enunciados I e II são corretos.
2. Somente o enunciado III é
correto.
1. Somente os enunciados II e III são
corretos.
4. Somente o enunciado II é
correto.
Respondido em 19/04/2020 23:18:45
3. Somente o enunciado I é
correto.

Explicação:

Para os iluministas, todos os seres humanos são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma
capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam o real e ajam livre e adequadamente para a realização de
seus fins.

1a Questão

"O indivíduo é um todo cujas partes devem ser cultivadas: a unidade espírito-coração -mão corresponde à tríplice atividade
conhecer-querer -agir, por meio da qual se dá o aprimoramento da inteligência, da moral e da técnica." De quem é a autoria
desse estudo?

Rous
seau
Pest
aloz
zi
Freu
d
K
a
n
t
Hegel

Respondido em 19/04/2020 23:20:27

Explicação:

Dentre os pensadores presentes nas alternativas da questão, Pestalozzi foi o que mais se prendeu à concepção de indivíduo.
Embora seja um dos mais ferrenhos defensores da escola popular por reconhecer a função social da educação. Para ele, devia-se
partir da vivência intuitiva para, posteriormente, introduzir conceitos.

Gab
arit
o
Co
me
nt.

2a Questão

Para Comte, a humanidade (e o próprio indivíduo na sua trajetória pessoal), passa por diversos estágios até alcançar o estado
"positivo", que se caracteriza pela maturidade do espírito humano. Sobre o positivismo de Comte, podemos afirmar que:

I. exprime a exaltação provocada no século XIX pelo avanço da ciência moderna, capaz de revolucionar o mundo com
uma tecnologia cada vez mais eficaz: "Saber é poder".

II. defende que o método das ciências da natureza (baseado na observação, experimentação e matematização),
deveria ser estendido a todos os campos de indagação e a todas as atividades humanas, inclusive na educação.

III. o termo "positivo" designa o "real", em oposição às formas teológicas ou metafísicas da explicação do
mundo que predominavam na Filosofia.

Assinale a alternativa correta:

Todos os enunciados são corretos.


Somente os enunciados I e II são
corretos. Somente o enunciado I é
correto.
Somente o enunciado III é correto.
Somente os enunciados II e III são corretos.
Respondido em 19/04/2020 23:20:50

Explicação:

Auguste Comte (1798-1857) fundou o Positivismo, doutrina filosófica que utilizou em variadas áreas, inclusive na Educação. Para
ele, era importante que os seres humanos chegassem ao Estado Positivo, onde abandonariam os estágios anteriores e vistos por
ele como mais atrasados e deixando de lado as explicações teológicas e metafísicas da realidade,

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

O alemão Friedrich Froebel (1782-1852) trouxe valiosa contribuição para a educação. Marque a única das alternativas que NÃO se
refere às contribuições de Froebel:

Fundou pioneiramente o ¿jardim de infância¿, em alusão ao jardineiro cuidando da planta desde pequenina para que cresça
bem, pressupondo que os primeiros anos são básicos para a formação humana.
Foi precursor da pedagogia não-diretiva, de modo que a criança é quem deveria assumir a centralidade do processo de
educação, enquanto os docentes apenas deveriam observá-la em atividade, sem nunca intervir.
Destacou as ocupações: tecelagem, dobradura, recorte e, também, o canto e a poesia como instrumentos importantes para
facilitar, sobretudo, a educação moral e religiosa da criança.
Valorizou as atividades lúdicas no trabalho com as crianças, por perceber o significado funcional do jogo e do brinquedo para
o desenvolvimento sensório-motor, e inventou métodos para aperfeiçoar as habilidades.
Defendeu alegria do jogo como estratégia pedagógica fundamental para a educação da criança, em especial, para aceitar o
trabalho de forma mais tranquila.
Respondido em 19/04/2020 23:20:56

Explicação:

Para Froebel, ao docente cabia cultivar a criança como flores em um jardim, utilizando o aspecto lúdico na aprendizagem. O
docente é quem dirige as atividades dos educandos.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão

Educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância, defendia um ensino sem obrigações porque o aprendizado
depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática:

Froebel
Paulo Freire
Pestalozzi
Marx
Montessori

Respondido em 19/04/2020 23:20:50

Explicação: Froebel foi um importante educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância defendia um ensino sem
obrigações porque o aprendizado depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática. Ele afirmava que ¿Por meio da
educação, a criança vai se reconhecer como membro vivo do todo¿.
5a Questão
nt.
Gabari Gabarit Gabarito
to o Coment.
Come Coment.

Estamos falando de um filósofo da educação que deu atenção especial à educação da primeira infância, fundando o "jardim de
infância", pressupondo que os primeiros anos são básicos para a formação humana. Valorizou, também, as atividades lúdicas no
trabalho com as crianças. Escolha a alternativa correta:

Herbart
Anísio Teixeira
Augusto Comte
Pestalozzi
Froebel

Respondido em 19/04/2020 23:21:07

Explicação:

Friedrich Froebel foi influenciado por Pestalozzi e valorizou muito a brincadeira e o contato das crianças com a natureza. Para ele,
esse "cultivo" devia ocorrer na fase anterior ao ensino fundamental.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Estudioso de Rousseau, Pestalozzi sempre se interessou pela educação elementar, especialmente das crianças pobres, e fez
algumas tentativas educacionais inéditas e audaciosas ao trabalhar com crianças em situação social de risco. Por isso, ele é
considerado um dos defensores da escola popular extensiva a todos. Sobre Pestalozzi é certo afirmar:

Entende que a religião é danosa para a educação das crianças, pois reforça a ideia equivocada de que os homens são
submissos a Deus e às suas leis, de modo que inibe a necessária confiança na razão, mãe de toda a aprendizagem.
O método mais adequado para se educar se funda em um princípio simples: fazer violência à natureza desordenada da
criança, tornando-a capaz de abandonar os instintos da animalidade e aprimora-se intelectualmente já que é um ser
racional.
O indivíduo é um todo cujas partes devem ser cultivadas: a unidade espírito-coração-mão corresponde ao importante
desenvolvimento da tríplice atividade conhecer-querer-agir, por meio da qual se dá o aprimoramento da inteligência, da
moral e da técnica.
As crianças pobres devem ser internadas em escolas capazes de separá-las de suas famílias, como forma de cercear as
influências perniciosas dos adultos que não adquiririam educação intelectual e moral por causa de sua pobreza.
Aceita os ensinamentos de Thomas Hobbes para quem o ¿homem é o lobo do homem¿; significa que a criança é má e
perversa por natureza; por isso, deve ser educada com máximo rigor e disciplina.
Respondido em 19/04/2020 23:21:01

Explicação:

Segundo Karen Fernanda Bertoloti, para Pestalozzi, "a educação não se limita à existência: deve agir sobre a essência, visando à
autonomia moral e à transcendência espiritual do homem. Desejava convencer a todos de que o objetivo final da educação não é o
de aperfeiçoar as noções escolares mas sim o de preparar para a vida não te dar o hábito da obediência cega da diligência como
nada mas se preparar para o agir autônomo". Bertoloti, Karen Fernanda. História da Educação. Rio de Janeiro: SESES, 2015. p.
170
7a Questão

Augusto Comte estava convencido de que a educação deveria levar em conta, em cada indivíduo, as etapas que a humanidade
percorrera: o pensamento fetichista da criança seria superado pela concepção metafísica, e esta, finalmente, pela positivista, no
momento em que atingisse a idade madura. Marque a alternativa que corresponde aos três estados, percorridos pela humanidade,
ao longo da história, segundo Augusto Comte:

Religioso, metafísico e pós-moderno.


Antigo, pré-moderno e moderno.
Teológico, empirista e positivo.
Teológico, metafísico e positivo.
Helênico, medievo e contemporâneo.

Respondido em 19/04/2020 23:21:09

Explicação:

Para Auguste Comte, o conhecimento verdadeiro é positivo:o conhecimento pela experiência ,capaz de alcançar a objetividade ao
decifrar as leis universais da ciência. Caberia à educação fazer o indivíduo passar pelos dois outros estágios e atingir o estágio
positivo.

Gabarito
Coment.

8a Questão

Herbart, convicto de que a educação tradicional ensina muita coisa inútil para a ação, julga importante a conduta pedagógica que
deve seguir três procedimentos básicos, que são:

Preparação, assimilação e
disciplina Disciplina , instrução e a
pedagogia Governo, a instrução e a
disciplina
Governo , disciplina e
representação Instrução,
assimilação e governo
Respondido em 19/04/2020 23:21:14

Explicação:

Segundo Herbart, a conduta pedagógica deveria seguir três princípios básicos: o governo, a instrução e a disciplina.

De acordo com Karen Fernanda Bertolotti, no livro História da Educação, o governo seria o controle da agitação infantil
para submeter a criança às regras do mundo e tornar possível o início da instrução, sem negligenciar as punições
ponderadas, que combinassem autoridade e amor.
A instrução teria a ver com o desenvolvimento dos interesses, o qual é um poder ativo que determina quais idéias e experiências
receberão atenção. A instrução é compreendida como construção, o que o leva a não separar a instrução intelectual da moral porque
uma seria a condição da outra.
A disciplina seria o terceiro procedimento básico da conduta pedagógica. A disciplina manteria firme a vontade educando-a no
propósito da virtude. A disciplina conduziria a autodeterminação característica do amadurecimento moral, que levaria á formação
do caráter proposta por Herbart.

1a Questão
Augusto Comte estava convencido de que a educação deveria levar em conta, em cada indivíduo, as etapas que a humanidade
percorrera: o pensamento fetichista da criança seria superado pela concepção metafísica, e esta, finalmente, pela positivista, no
momento em que atingisse a idade madura. Marque a alternativa que corresponde aos três estados, percorridos pela humanidade,
ao longo da história, segundo Augusto Comte:

Teológico, empirista e positivo.


Antigo, pré-moderno e moderno.
Teológico, metafísico e positivo.
Religioso, metafísico e pós-moderno.
Helênico, medievo e contemporâneo.
Respondido em 19/04/2020 23:25:37

Explicação:

Para Auguste Comte, o conhecimento verdadeiro é positivo:o conhecimento pela experiência ,capaz de alcançar a objetividade ao
decifrar as leis universais da ciência. Caberia à educação fazer o indivíduo passar pelos dois outros estágios e atingir o estágio
positivo.

Gabarito
Coment.

2a Questão

O alemão Friedrich Froebel (1782-1852) trouxe valiosa contribuição para a educação. Marque a única das alternativas que NÃO se
refere às contribuições de Froebel:

Defendeu alegria do jogo como estratégia pedagógica fundamental para a educação da criança, em especial, para aceitar o
trabalho de forma mais tranquila.
Destacou as ocupações: tecelagem, dobradura, recorte e, também, o canto e a poesia como instrumentos importantes para
facilitar, sobretudo, a educação moral e religiosa da criança.
Valorizou as atividades lúdicas no trabalho com as crianças, por perceber o significado funcional do jogo e do brinquedo
para o desenvolvimento sensório-motor, e inventou métodos para aperfeiçoar as habilidades.
Foi precursor da pedagogia não-diretiva, de modo que a criança é quem deveria assumir a centralidade do processo de
educação, enquanto os docentes apenas deveriam observá-la em atividade, sem nunca intervir.
Fundou pioneiramente o ¿jardim de infância¿, em alusão ao jardineiro cuidando da planta desde pequenina para que cresça
bem, pressupondo que os primeiros anos são básicos para a formação humana.
Respondido em 19/04/2020 23:25:53

Explicação:

Para Froebel, ao docente cabia cultivar a criança como flores em um jardim, utilizando o aspecto lúdico na aprendizagem. O
docente é quem dirige as atividades dos educandos.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Herbart, convicto de que a educação tradicional ensina muita coisa inútil para a ação, julga importante a conduta pedagógica que
deve seguir três procedimentos básicos, que são:

Instrução, assimilação e governo


Governo, a instrução e a disciplina
Disciplina , instrução e a pedagogia
Preparação, assimilação e disciplina
Governo , disciplina e representação
Respondido em 19/04/2020 23:26:02

Explicação:

Segundo Herbart, a conduta pedagógica deveria seguir três princípios básicos: o governo, a instrução e a disciplina.

De acordo com Karen Fernanda Bertolotti, no livro História da Educação, o governo seria o controle da agitação infantil
para submeter a criança às regras do mundo e tornar possível o início da instrução, sem negligenciar as punições
ponderadas, que combinassem autoridade e amor.
A instrução teria a ver com o desenvolvimento dos interesses, o qual é um poder ativo que determina quais idéias e experiências
receberão atenção. A instrução é compreendida como construção, o que o leva a não separar a instrução intelectual da moral porque
uma seria a condição da outra.
A disciplina seria o terceiro procedimento básico da conduta pedagógica. A disciplina manteria firme a vontade educando-a no
propósito da virtude. A disciplina conduziria a autodeterminação característica do amadurecimento moral, que levaria á formação
do caráter proposta por Herbart.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

4a Questão

Estudioso de Rousseau, Pestalozzi sempre se interessou pela educação elementar, especialmente das crianças pobres, e fez
algumas tentativas educacionais inéditas e audaciosas ao trabalhar com crianças em situação social de risco. Por isso, ele é
considerado um dos defensores da escola popular extensiva a todos. Sobre Pestalozzi é certo afirmar:

Aceita os ensinamentos de Thomas Hobbes para quem o ¿homem é o lobo do homem¿; significa que a criança é má e
perversa por natureza; por isso, deve ser educada com máximo rigor e disciplina.
O método mais adequado para se educar se funda em um princípio simples: fazer violência à natureza desordenada da
criança, tornando-a capaz de abandonar os instintos da animalidade e aprimora-se intelectualmente já que é um ser
racional.
O indivíduo é um todo cujas partes devem ser cultivadas: a unidade espírito-coração-mão corresponde ao importante
desenvolvimento da tríplice atividade conhecer-querer-agir, por meio da qual se dá o aprimoramento da inteligência, da
moral e da técnica.
As crianças pobres devem ser internadas em escolas capazes de separá-las de suas famílias, como forma de cercear as
influências perniciosas dos adultos que não adquiririam educação intelectual e moral por causa de sua pobreza.
Entende que a religião é danosa para a educação das crianças, pois reforça a ideia equivocada de que os homens são
submissos a Deus e às suas leis, de modo que inibe a necessária confiança na razão, mãe de toda a aprendizagem.
Respondido em 19/04/2020 23:25:55

Explicação:

Segundo Karen Fernanda Bertoloti, para Pestalozzi, "a educação não se limita à existência: deve agir sobre a essência, visando à
autonomia moral e à transcendência espiritual do homem. Desejava convencer a todos de que o objetivo final da educação não é o
de aperfeiçoar as noções escolares mas sim o de preparar para a vida não te dar o hábito da obediência cega da diligência como
nada mas se preparar para o agir autônomo". Bertoloti, Karen Fernanda. História da Educação. Rio de Janeiro: SESES, 2015. p.
170

5a Questão
O Iluminismo foi um movimento de grande importância a partir da segunda metade do século XVIII. Sobre o iluminismo é correto afirmar que:

I. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, as ciências, a teoria política, as teorias pedagógicas e a doutrina jurídica.

II. Reflete a necessidade de tornar transparente à razão. O pressuposto básico do iluminismo afirma que todos os homens são dotados de racionalidade que é
uma espécie de luz natural.

III. Volta-se contra toda autoridade que não esteja submetida à razão e a experiência. O homem poderá atingir o que Kant chama de sua maioridade, quer dizer
pensar por si mesmo. Por isso o Iluminismo tem caráter ético e emancipador.

IV. Possui caráter pedagógico, pois o pensamento iluminista é fortemente voltado para as questões relativas ao Sagrado.

Assinale a alternativa correta:

2. Somente os enunciados I e III estão corretos


4. Somente os enunciados I, II e III estão corretos
1. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos
3. Somente os enunciados II e III estão corretos
5. Somente os enunciados II e IV estão corretos
Respondido em 19/04/2020 23:26:12

Explicação:

O Iluminismo não é voltado ao Sagrado, apesar de reivindicar tolerância religiosa. Os iluministas concebiam os seres humanos
como capazes de ver o mundo por meio da Razão e não do Sagrado.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Educador do período contemporâneo, inovador da educação moderna ao conceber um sistema de ensino prático e flexível, que
procurava estimular as faculdades intelectuais e físicas da criança. Para ele, a educação estava ligada ao amor:

Freud
Pestalozzi
Maquiavel
Piaget
Rousseau

Respondido em 19/04/2020 23:26:19

Explicação: Pestalozzi foi um importante educador contemporâneo, inovador da educação moderna ao conceber um sistema de
ensino prático e flexível, que procurava estimular as faculdades intelectuais e físicas da criança. Para ele, a educação estava ligada
ao amor.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

Escolha a alternativa correta. A tentativa de implantação da escola tecnicista no Brasil, na década de 1970, foi influenciada pelo
pensamento:
de Herbart
do
positivismo de
Comênio de
Froebel
de Pestalozzi

Respondido em 19/04/2020 23:26:14

Explicação:

A tendência tecnicista tem suas origens no Positivismo de Kant, pois buscava formar os seres humanos que, por meio da ordem,
trariam progresso para o Brasil, a partir do cientificismo e da técnica.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância, defendia um ensino sem obrigações porque o aprendizado
depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática:

Paulo Freire
Pestalozzi
Montessori
Froebel
Marx
Respondido em 19/04/2020 23:26:32

Explicação: Froebel foi um importante educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância defendia um ensino sem
obrigações porque o aprendizado depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática. Ele afirmava que ¿Por meio da
educação, a criança vai se reconhecer como membro vivo do todo¿.

1a Questão

Para Comte, a humanidade (e o próprio indivíduo na sua trajetória pessoal), passa por diversos estágios até alcançar o estado
"positivo", que se caracteriza pela maturidade do espírito humano. Sobre o positivismo de Comte, podemos afirmar que:

I. exprime a exaltação provocada no século XIX pelo avanço da ciência moderna, capaz de revolucionar o mundo com
uma tecnologia cada vez mais eficaz: "Saber é poder".

II. defende que o método das ciências da natureza (baseado na observação, experimentação e matematização), deveria
ser estendido a todos os campos de indagação e a todas as atividades humanas, inclusive na educação.

III. o termo "positivo" designa o "real", em oposição às formas teológicas ou metafísicas da explicação do mundo
que predominavam na Filosofia.

Assinale a alternativa correta:

Somente o enunciado III é correto.


Somente os enunciados II e III são corretos.
Todos os enunciados são corretos.
Somente o enunciado I é correto.
Somente os enunciados I e II são corretos.
Respondido em 19/04/2020 23:30:08

Explicação:

Auguste Comte (1798-1857) fundou o Positivismo, doutrina filosófica que utilizou em variadas áreas, inclusive na Educação. Para
ele, era importante que os seres humanos chegassem ao Estado Positivo, onde abandonariam os estágios anteriores e vistos por
ele como mais atrasados e deixando de lado as explicações teológicas e metafísicas da realidade,

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Quem propôs uma abordagem realista da pedagogia, baseada na busca de maior rigor dos métodos, cujas linhas principais são
dadas pela Psicologia ?

Herbart
Pestalozzi
Roesseau
Comte
Hegel
Respondido em 19/04/2020 23:30:25

Explicação:

Johann Friedrich Herbart (17776-1841) é conhecido como o pai da Pedagogia como ciência. Para ele, havia cinco etapas para o ato
de ensinar. A primeira era a preparação, ou seja, o processo de relacionar o novo conteúdo a conhecimentos ou lembranças que o
educando já possuía, para que ele adquirisse interesse na matéria. Em seguida, temos a apresentação ou demonstração do
conteúdo. A terceira etapa era a associação, na qual a assimilação do assunto se torna completa através de comparações
minuciosas com conteúdos prévios. A generalização, quarta etapa do processo, parte do conteúdo recém-aprendido para a
formulação de regras globais; esta fase é muito importante para desenvolver a mente além da percepção imediata. A quinta etapa
é a aplicação, cujo objetivo é mostrar utilidade para o que se aprendeu.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

3a Questão

"O indivíduo é um todo cujas partes devem ser cultivadas: a unidade espírito-coração -mão corresponde à tríplice atividade
conhecer-querer -agir, por meio da qual se dá o aprimoramento da inteligência, da moral e da técnica." De quem é a autoria desse
estudo?

Hegel
Kant
Rousseau
Pestalozzi
Freud

Respondido em 19/04/2020 23:30:33

Explicação:
Dentre os pensadores presentes nas alternativas da questão, Pestalozzi foi o que mais se prendeu à concepção de indivíduo.
Embora seja um dos mais ferrenhos defensores da escola popular por reconhecer a função social da educação. Para ele, devia-se
partir da vivência intuitiva para, posteriormente, introduzir conceitos.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Estamos falando de um filósofo da educação que deu atenção especial à educação da primeira infância, fundando o "jardim de
infância", pressupondo que os primeiros anos são básicos para a formação humana. Valorizou, também, as atividades lúdicas no
trabalho com as crianças. Escolha a alternativa correta:

Anísio Teixeira
Pestalozzi
Froebel
Herbart
Augusto Comte

Respondido em 19/04/2020 23:30:29

Explicação:

Friedrich Froebel foi influenciado por Pestalozzi e valorizou muito a brincadeira e o contato das crianças com a natureza. Para ele,
esse "cultivo" devia ocorrer na fase anterior ao ensino fundamental.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

Educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância, defendia um ensino sem obrigações porque o aprendizado
depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática:

Paulo Freire
Montessori
Pestalozzi
Froebel
Marx
Respondido em 19/04/2020 23:30:52

Explicação: Froebel foi um importante educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância defendia um ensino sem
obrigações porque o aprendizado depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática. Ele afirmava que ¿Por meio da
educação, a criança vai se reconhecer como membro vivo do todo¿.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
6a Questão

Educador do período contemporâneo, inovador da educação moderna ao conceber um sistema de ensino prático e flexível, que
procurava estimular as faculdades intelectuais e físicas da criança. Para ele, a educação estava ligada ao amor:

Rousseau
Piaget
Pestalozzi
Freud
Maquiavel

Respondido em 19/04/2020 23:30:57

Explicação: Pestalozzi foi um importante educador contemporâneo, inovador da educação moderna ao conceber um sistema de
ensino prático e flexível, que procurava estimular as faculdades intelectuais e físicas da criança. Para ele, a educação estava
ligada ao amor.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

7a Questão

O alemão Friedrich Froebel (1782-1852) trouxe valiosa contribuição para a educação. Marque a única das alternativas que NÃO se
refere às contribuições de Froebel:

Destacou as ocupações: tecelagem, dobradura, recorte e, também, o canto e a poesia como instrumentos importantes para
facilitar, sobretudo, a educação moral e religiosa da criança.
Foi precursor da pedagogia não-diretiva, de modo que a criança é quem deveria assumir a centralidade do processo de
educação, enquanto os docentes apenas deveriam observá-la em atividade, sem nunca intervir.
Valorizou as atividades lúdicas no trabalho com as crianças, por perceber o significado funcional do jogo e do brinquedo
para o desenvolvimento sensório-motor, e inventou métodos para aperfeiçoar as habilidades.
Defendeu alegria do jogo como estratégia pedagógica fundamental para a educação da criança, em especial, para aceitar o
trabalho de forma mais tranquila.
Fundou pioneiramente o ¿jardim de infância¿, em alusão ao jardineiro cuidando da planta desde pequenina para que cresça
bem, pressupondo que os primeiros anos são básicos para a formação humana.
Respondido em 19/04/2020 23:30:52

Explicação:

Para Froebel, ao docente cabia cultivar a criança como flores em um jardim, utilizando o aspecto lúdico na aprendizagem. O
docente é quem dirige as atividades dos educandos.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

Escolha a alternativa correta. A tentativa de implantação da escola tecnicista no Brasil, na década de 1970, foi influenciada pelo
pensamento:

de Pestalozzi
de Froebel
de
Comênio de
Herbart
do positivismo

Respondido em 19/04/2020 23:30:59

Explicação:

A tendência tecnicista tem suas origens no Positivismo de Kant, pois buscava formar os seres humanos que, por meio da ordem,
trariam progresso para o Brasil, a partir do cientificismo e da técnica.

1a Questão

O Iluminismo foi um movimento de grande importância a partir da segunda metade do século XVIII. Sobre o iluminismo é correto afirmar que:

I. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, as ciências, a teoria política, as teorias pedagógicas e a doutrina jurídica.

II. Reflete a necessidade de tornar transparente à razão. O pressuposto básico do iluminismo afirma que todos os homens são dotados de racionalidade que é
uma espécie de luz natural.

III. Volta-se contra toda autoridade que não esteja submetida à razão e a experiência. O homem poderá atingir o que Kant chama de sua maioridade, quer dizer
pensar por si mesmo. Por isso o Iluminismo tem caráter ético e emancipador.

IV. Possui caráter pedagógico, pois o pensamento iluminista é fortemente voltado para as questões relativas ao Sagrado.

Assinale a alternativa correta:

3. Somente os enunciados II e III estão corretos


4. Somente os enunciados I, II e III estão corretos
1. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos
5. Somente os enunciados II e IV estão corretos
2. Somente os enunciados I e III estão corretos

Respondido em 19/04/2020 23:33:33

Explicação:

O Iluminismo não é voltado ao Sagrado, apesar de reivindicar tolerância religiosa. Os iluministas concebiam os seres humanos
como capazes de ver o mundo por meio da Razão e não do Sagrado.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

Herbart, convicto de que a educação tradicional ensina muita coisa inútil para a ação, julga importante a conduta pedagógica que
deve seguir três procedimentos básicos, que são:

Instrução, assimilação e governo


Governo, a instrução e a disciplina
Preparação, assimilação e disciplina
Disciplina , instrução e a pedagogia
Governo , disciplina e representação
Respondido em 19/04/2020 23:33:37
Explicação:

Segundo Herbart, a conduta pedagógica deveria seguir três princípios básicos: o governo, a instrução e a disciplina.

De acordo com Karen Fernanda Bertolotti, no livro História da Educação, o governo seria o controle da agitação infantil
para submeter a criança às regras do mundo e tornar possível o início da instrução, sem negligenciar as punições
ponderadas, que combinassem autoridade e amor.
A instrução teria a ver com o desenvolvimento dos interesses, o qual é um poder ativo que determina quais idéias e experiências
receberão atenção. A instrução é compreendida como construção, o que o leva a não separar a instrução intelectual da moral
porque uma seria a condição da outra.
A disciplina seria o terceiro procedimento básico da conduta pedagógica. A disciplina manteria firme a vontade educando-a no
propósito da virtude. A disciplina conduziria a autodeterminação característica do amadurecimento moral, que levaria á formação
do caráter proposta por Herbart.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Augusto Comte estava convencido de que a educação deveria levar em conta, em cada indivíduo, as etapas que a humanidade
percorrera: o pensamento fetichista da criança seria superado pela concepção metafísica, e esta, finalmente, pela positivista, no
momento em que atingisse a idade madura. Marque a alternativa que corresponde aos três estados, percorridos pela humanidade,
ao longo da história, segundo Augusto Comte:

Teológico, metafísico e positivo.


Religioso, metafísico e pós-moderno.
Helênico, medievo e contemporâneo.
Teológico, empirista e positivo.
Antigo, pré-moderno e moderno.
Respondido em 19/04/2020 23:33:55

Explicação:

Para Auguste Comte, o conhecimento verdadeiro é positivo:o conhecimento pela experiência ,capaz de alcançar a objetividade ao
decifrar as leis universais da ciência. Caberia à educação fazer o indivíduo passar pelos dois outros estágios e atingir o estágio
positivo.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Estudioso de Rousseau, Pestalozzi sempre se interessou pela educação elementar, especialmente das crianças pobres, e fez
algumas tentativas educacionais inéditas e audaciosas ao trabalhar com crianças em situação social de risco. Por isso, ele é
considerado um dos defensores da escola popular extensiva a todos. Sobre Pestalozzi é certo afirmar:

O indivíduo é um todo cujas partes devem ser cultivadas: a unidade espírito-coração-mão corresponde ao importante
desenvolvimento da tríplice atividade conhecer-querer-agir, por meio da qual se dá o aprimoramento da inteligência, da
moral e da técnica.
Aceita os ensinamentos de Thomas Hobbes para quem o ¿homem é o lobo do homem¿; significa que a criança é má e
perversa por natureza; por isso, deve ser educada com máximo rigor e disciplina.
Entende que a religião é danosa para a educação das crianças, pois reforça a ideia equivocada de que os homens são
submissos a Deus e às suas leis, de modo que inibe a necessária confiança na razão, mãe de toda a aprendizagem.
As crianças pobres devem ser internadas em escolas capazes de separá-las de suas famílias, como forma de cercear as
influências perniciosas dos adultos que não adquiririam educação intelectual e moral por causa de sua pobreza.
O método mais adequado para se educar se funda em um princípio simples: fazer violência à natureza desordenada da
criança, tornando-a capaz de abandonar os instintos da animalidade e aprimora-se intelectualmente já que é um ser
racional.
Respondido em 19/04/2020 23:34:02

Explicação:

Segundo Karen Fernanda Bertoloti, para Pestalozzi, "a educação não se limita à existência: deve agir sobre a essência, visando à
autonomia moral e à transcendência espiritual do homem. Desejava convencer a todos de que o objetivo final da educação não é o
de aperfeiçoar as noções escolares mas sim o de preparar para a vida não te dar o hábito da obediência cega da diligência como
nada mas se preparar para o agir autônomo". Bertoloti, Karen Fernanda. História da Educação. Rio de Janeiro: SESES, 2015. p.
170

5a Questão

Estamos falando de um filósofo da educação que deu atenção especial à educação da primeira infância, fundando o "jardim de
infância", pressupondo que os primeiros anos são básicos para a formação humana. Valorizou, também, as atividades lúdicas no
trabalho com as crianças. Escolha a alternativa correta:

Augusto Comte
Pestalozzi
Anísio Teixeira
Froebel
Herbart
Respondido em 19/04/2020 23:34:08

Explicação:

Friedrich Froebel foi influenciado por Pestalozzi e valorizou muito a brincadeira e o contato das crianças com a natureza. Para ele,
esse "cultivo" devia ocorrer na fase anterior ao ensino fundamental.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

O alemão Friedrich Froebel (1782-1852) trouxe valiosa contribuição para a educação. Marque a única das alternativas que NÃO se
refere às contribuições de Froebel:

Foi precursor da pedagogia não-diretiva, de modo que a criança é quem deveria assumir a centralidade do processo de
educação, enquanto os docentes apenas deveriam observá-la em atividade, sem nunca intervir.
Valorizou as atividades lúdicas no trabalho com as crianças, por perceber o significado funcional do jogo e do brinquedo para
o desenvolvimento sensório-motor, e inventou métodos para aperfeiçoar as habilidades.
Fundou pioneiramente o ¿jardim de infância¿, em alusão ao jardineiro cuidando da planta desde pequenina para que cresça
bem, pressupondo que os primeiros anos são básicos para a formação humana.
Defendeu alegria do jogo como estratégia pedagógica fundamental para a educação da criança, em especial, para aceitar o
trabalho de forma mais tranquila.
Destacou as ocupações: tecelagem, dobradura, recorte e, também, o canto e a poesia como instrumentos importantes para
facilitar, sobretudo, a educação moral e religiosa da criança.
Respondido em 19/04/2020 23:34:31
Explicação:

Para Froebel, ao docente cabia cultivar a criança como flores em um jardim, utilizando o aspecto lúdico na aprendizagem. O
docente é quem dirige as atividades dos educandos.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

7a Questão

Educador do período contemporâneo, inovador da educação moderna ao conceber um sistema de ensino prático e flexível, que
procurava estimular as faculdades intelectuais e físicas da criança. Para ele, a educação estava ligada ao amor:

Maquiavel
Piaget
Freud
Rousseau
Pestalozzi

Respondido em 19/04/2020 23:34:25

Explicação: Pestalozzi foi um importante educador contemporâneo, inovador da educação moderna ao conceber um sistema de
ensino prático e flexível, que procurava estimular as faculdades intelectuais e físicas da criança. Para ele, a educação estava ligada
ao amor.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância, defendia um ensino sem obrigações porque o aprendizado
depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática:

Paulo Freire
Marx
Montessori
Pestalozzi
Froebel

Respondido em 19/04/2020 23:34:33

Explicação: Froebel foi um importante educador do período contemporâneo, criador dos jardins de infância defendia um ensino sem
obrigações porque o aprendizado depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática. Ele afirmava que ¿Por meio da
educação, a criança vai se reconhecer como membro vivo do todo¿.

1a Questão

Uma das principais críticas à educação feita por Paulo Freire é o fato de que o aluno é considerado passivo e o professor é aquele
que detém o conhecimento onde se dá uma relação hierárquica e mecânica. Indique como o grande educador denominava este
processo:
Educação Bancária.
Educação Crítica dos Conteúdos.
Educação Libertária.
Educação Histórico - Crítica.
Educação Libertadora.

Respondido em 19/04/2020 23:36:49

Explicação:

Para Paulo Freire, a educação deveria ser emancipadora, libertadora e não tecnicista, preparando o ser humano apenas para o
mercado de trabalho, para ser um trabalhador adequado, centrada no professor e compromissada com a mera reprodução dos
conhecimentos.

Gabarito
Coment.

2a Questão

O Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova foi publicado em 1932 e assinado por 26 educadores brasileiros, entre eles Anísio
Teixeira, Fernando de Azevedo e Lourenço Filho. Nos trechos a seguir, aparecem algumas de suas principais ideias. ¿Mas, do direito de
cada indivíduo à sua educação integral, decorre logicamente para o Estado que o reconhece e o proclama, o dever de considerar a
educação, na variedade de seus graus e manifestações, como uma função social e eminentemente pública, que ele é chamado a
realizar, com a cooperação de todas as instituições sociais.¿ ¿A consciência desses princípios fundamentais da laicidade, gratuidade e
obrigatoriedade, consagrados na legislação universal, já penetrou profundamente os espíritos, como condições essenciais à
organização de um regime escolar, lançado, em harmonia com os direitos do indivíduo, sobre as bases da unificação do ensino, com
todas as suas consequências.¿ Com base nesses trechos, conclui-se que, em seu contexto histórico, o Manifesto era

inovador, pois compreendia a educação como um direito social.


conservador, na medida em que entendia a educação pública como privilégio. autoritário, já
que defendia a obrigatoriedade escolar.
elitista, porque pregava a dualidade do sistema de ensino.
libertário, pois pregava o fim do Estado
Respondido em 19/04/2020 23:37:07

Explicação:

O Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova (1932) foi inovador na educação brasileira, pois ligava a educação à democratização da
sociedade e pregava que a educação deveria ser laica, gratuita, pública e universal.

Gabarito Gabarito Gabarito Coment.


Coment. Coment.

3a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 111), podemos dizer que a leitura que os primeiros pensadores cristãos fazem da filosofia grega é sempre
altamente seletiva, tomando aquilo que consideram compatível com o cristianismo enquanto religião revelada. Portanto, o critério de
adoção de doutrinas e conceitos filosóficos é, via de regra, determinado por sua relação com os ensinamentos da religião. As opções
abaixo contêm elementos que foram privilegiados nessa escolha. A única opção que NÃO CONTÉM opção correta na perspectiva do autor
é:

A retórica dos estoicos.


A metafísica platônica, com seu dualismo entre mundo material e espiritual.
A ética dos estóicos, com ênfase na resignação, na austeridade e no autocontrole.
A concepção de conhecimento dos céticos, que a tudo olhavam com desconfiança
filosófica. A lógica aristotélica, com seus recursos demonstrativos e dialéticos.
Respondido em 19/04/2020 23:37:12

Explicação
:

Hoje, na filosofia da educação, resgatamos uma concepção de conhecimento que vem desde os autores céticos, (desconfiança
filosófica). Segundo essa vertente houve uma certa manipulação desde os primeiros filósofos cristãos. Esses selecionavam, na
filosofia clássica, tudo aquilo que consideravam compatível com a visão da igreja e do cristianismo da época. Os
ensinamentos clássicos eram adaptados aos interesses da religião dominante. (Marcondes, 2008: 111).

4a Questão

Indique a tarefa do professor na visão da pedagogia de Paulo Freire:

Posicionamento como indivíduo superior procurando frear a autonomia do aluno.


Problematizador da realidade e mediador de abordagens na ação pedagógica.
Depositante de conteúdo aos alunos sem relação dialética.
Adquirir conhecimentos e repassar aos educandos que terão o papel de memorizar e arquivar as informações.
Repasse de conteúdos sendo depositante destes para os alunos.

Respondido em 19/04/2020 23:37:20

Explicação:

Paulo Freire considerava que a educação convencional era o que ele chamava de "educação bancária", pois o professor depositava
os seus conhecimentos nos alunos, meros reprodutores de conteúdos que nem sempre tinham a ver com suas realidades.O
professor, para ele, devia ser mediador e problematizador.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

Paulo Freire se notabilizou como um dos principais pensadores mundiais acerca da prática pedagógica. Indique nas opções abaixo a
principal característica da educação na visão deste autor:

Educação que despreza a autonomia do educando.


Educação visando a manutenção dos status quo sem possibilidades de transformação.
Formação da consciência política dos indivíduos através da neutralidade do ato educacional.
Educação neutra e desvinculada da realidade vivida pelo educando.
Educação como um ato político sendo impossível a neutralidade.

Respondido em 19/04/2020 23:37:25

Explicação:
Segundo Paulo Freire, a educação tinha caráter político, pois poderia ser libertadora para o educando, trazendo-lhe autonomia. Não
havia possibilidade de neutralidade, pois o seu método novo nasce do cotidiano do aluno.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

Dewey, apoiando-se em Willian James, afirma que o essencial no processo educativo consiste na educação pela ação manual e
intelectual, bases da própria experiência. O processo educativo consiste, portanto:

Na transmissão do conhecimento pelo professor;


No disciplinamento do aluno;
Na reconstrução da experiência.
No conhecimento teórico;
Na concretude da ciência;
Respondido em 19/04/2020 23:37:17

Explicação:

Para John Dewey, os alunos aprendiam melhor quando realizavam tarefas relacionadas aos conteúdos ensinados, preocupando-se
com seu desenvovimento físico, intelectual e emocional. Por isso, para ele, a pesquisa é tão importante.

Gabarito
Coment.

7a Questão

John Dewey entende a educação como uma reconstrução da experiência, isto é, uma atividade
contínua. Na visão do filósofo, o método ideal para ensinar e aprender é o que:

o professor assume o papel central do processo educacional.


estimula e promove a reflexão e o pensamento mediante as
experiências. fundamenta-se no ideal de uma sociedade autoritária.
fundamenta-se na memorização dos conteúdos.
fundamenta-se nas relações ideológicas da sociedade.
Respondido em 19/04/2020 23:37:33

Explicação:

Dewey introduz a experiência em sua pedagogia e entende que a escola precisa considerar a liberdade como parte do
desenvolvimento escolar do aluno. Por isso, o ensino deve ser realizado por etapas que se comunicam. Os conteúdos não devem
ser apenas transmitidos, mas construídos com os alunos.O método ideal é o que estimula e promove a reflexão e o pensamento
mediante as experiências.
8a Questão

John Dewey foi filósofo e educador sendo considerado um dos fundadores do movimento filosófico conhecido como pragmatismo.
Em relação ao este educador considere as afirmações a seguir: 1) John Dewey enxergou na educação o meio para se atingir o
verdadeiro ideal democrático. 2) A construção de um modelo de escola para todos era para Dewey um modo de se atingir uma
sociedade democrática. 3) Dewey entende a educação como uma reconstrução da experiência sendo uma atividade contínua. Os
itens corretos são:

1 e2
Apenas 2
Apenas 1
2e3
Todos os ítens estão corretos.

Respondido em 19/04/2020 23:37:38

Explicação:

Para John Dewey, o conhecimento só é válido se tem utilidade na vida dos seres humanos, por isso é considerado pragmatista.
Desta forma, o papel da ciência é resolver problemas e transformar para melhor a realidade. Para esse autor, o estudante é
protagonista e o professor é um facilitador da aprendizagem.

1a Questão

A Educação Brasileira, ao longo de sua história, foi marcada por diferentes pedagogias. Qual a corrente Pedagógica pertencia o
pensador Dewey:

Pedagogia Libertadora.
Pedagogia Histórico-Crítica.
Pedagogia da autonomia
Pedagogia da Escola Nova.
Pedagogia Tradicional.

Respondido em 19/04/2020 23:39:18

Explicação:

John Dewey (1859-1952) era um filósofo pragmatista e devotou muito de sua atenção à educação, que devia ocorrer considerando
a criança como um todo: intelectual, físico e emocional. Para ele, era necessário que o educando pudesse experimentar para
aprender. Preocupava-se muito em formar indivíduos aptos a viver em uma sociedade democrática, democracia essa que deveria
estar presente dentro da escola também.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

A educação que Paulo Freire criticou foi denominada Educação Bancária, indique a opção que contém as características corretas
deste modelo de educação:

O aluno é considerado passivo e o professor é aquele que detêm o conhecimento.


O homem neste processo é o sujeito da educação.
Há o enraizamento da educação na vida e na sua rede de relações.
Seu foco não é o conteúdo mas o despertar para uma nova forma de relação com a experiência vivida.
Procedimento educacional libertador , político.
Respondido em 19/04/2020 23:39:24

Explicação:

Paulo Freire considerava que a educação convencional era o que ele chamava de "edcação bancária", pois o professor depositava os
seus conhecimentos nos alunos, meros reprodutores de conteúdos que nem sempre tinham a ver com suas realidades.

3a Questão

Sobre a proposta de educação do grande educador brasileiro Paulo Freire, podemos afirmar que:

I. Parte da análise da realidade vivida pelo povo brasileiro, apostando em um processo educativo que reconheça os direitos das massas populares a uma
educação popular; e reconhecendo a urgência da democratização da cultura nacional.

II. O sucesso do processo educativo depende essencialmente da liberdade do educando. É tendo liberdade que este será motivado para uma participação crítica
no processo educativo e, consequentemente, social.

III. Sua visão o leva a substituir a escola tradicional, monoliticamente estruturada, por outro veículo educativo mais maleável, mais participativo e baseado no
diálogo: o círculo de cultura.

IV. Defende a autoridade máxima do professor tendo em vista que o mesmo é detentor do conhecimento e deve transmitir o mesmo de forma neutra e objetiva.

Assinale a alternativa correta:

2. Somente os enunciados I e III estão corretos


3. Somente os enunciados II e III estão corretos
1. Somente os enunciados II e IV estão corretos
4. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos

5. Somente os enunciados I, II e III estão corretos

Respondido em 19/04/2020 23:39:30

Explicação:

Para Paulo Freire, a educação deveria ser emancipadora e partir dos elementos que dão significado ao universo dos educandos. Para
esse autor, o método silábico, por exemplo, não era suficiene para tanto.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Para Dewey a eficácia de todo o processo educativo depende de quê?

Do interesse exclusivo do Educador;


Do interesse exclusivo da família do educando;
Do interesse da Comunidade.
Do interesse produtivo da Unidade Escolar;
Do interesse produtivo do aluno;

Respondido em 19/04/2020 23:39:37

Explicação:

Para John Dewey, o aluno deixa de ser mero objeto do aprendizado e passa a ter protagonismo no processo de ensino e
aprendizagem. Seu interesse produtivo é que dá eficácia a todo o processo educativo.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

Como o processo educativo deve agrupar os educandos?

Pelos Interesses da Unidade Escolar


Por nível de Instrução;
Por idade;
Pela condição social;
Por interesses reais e grau de capacidade intelectual;

Respondido em 19/04/2020 23:39:30

Explicação:

Os educandos devem ser agrupados por interesse real e grau de capacidade intelectual . Dessa forma, é possível explorar as
potencialidades e dirimir as fraquezas de cada grupo. A atenção fica mais concentrada no foco de interesse.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

6a Questão

A proposta pedagógica de Paulo Freire teve grande repercussão e aceitação no Brasil e em várias partes do mundo. Indique as
características corretas acerca desta proposta:

Valorização e uso das próprias vivências do educando.


Freamento do processo de autonomia do educando.
Aluno visto como depósito de conhecimento.
Educandos com a mera função de memorizadores do conteúdo passado.
Desprezo ao conhecimento empírico que o educando possui.

Respondido em 19/04/2020 23:39:50

Explicação:

Paulo Freire valorizava muito a vivência do próprio aluno no processo de aprendizagem, por isso, via o professor como um
problematizador da realidade e um mediador de abordagens na ação pedagógica.
7a Questão
arito Coment.
Gaba Gabarito G
rito Coment. a
Come b
nt.

Preencha corretamente o espaço:

Na Filosofia de John Dewey, a Educação assume um papel , uma vez que é vista como um
elemento chave para a construção da democracia.

Econômico;
Politico;
Secundário;
Religioso;
Alienante;

Respondido em 19/04/2020 23:39:55

Explicação:

John Dewey elabora um conjunto de elementos que visa a efetivação de uma escola modelo da democracia. Ou seja, a
democracia deveria começar dentro da própria escola.

8a Questão

Educadores brasileiros, que trouxeram para cá, em 1932, as concepções da Escola Nova:

Kant, Marx e Engels


Lourenço Filho, Froebel e Freinet
Anísio Teixeira, Dewey e Fernando de
Azevedo Paulo freire, Saviani e Fernando de
Azevedo
Anísio Teixeira, Fernando de Azevedo e Lourenço Filho

Respondido em 19/04/2020 23:40:00

Explicação: Anísio Teixeira, Fernando de Azevedo e Lourenço Filho são educadores brasileiros, que trouxeram para cá, em
1932, as concepções da Escola Nova.

1a Questão

Qual dos teóricos abaixo compreendia na Educação a possibilidade de transformação da realidade através da conscientização
do que o educando tinha de si próprio e dos problemas que afetam a sociedade?

2. Anísio Teixeira
3. Paulo Freire
5. Lourenço Filho
4. Johann F. Herbart
1. Friedrich Froebel

Respondido em 19/04/2020 23:41:44


Explicação:

Para Paulo Freire, é a partir da análise da realidade vivida pelo educando e reconhecendo os direitos do povo à educação e a
urgência da democratização da cultura nacional que se chegaria à emancipação do povo brasileiro.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

2a Questão

O Pragmatismo (prática/ação) defendido pelo filósofo e pedagogo Jonh Dewey e a Escola Nova foram trazidos para o Brasil através
do educador Anísio Teixeira que foi aluno e seu admirador nos Estados Unidos. Dewey preconizava que:

O processo educacional deveria priorizar a formação de mão de obra qualificada para servir ao mercado de trabalho
capitalista.
A educação não deveria se restringir à transmissão do conhecimento como algo acabado ¿ mas que o saber e habilidade
adquiridos pelo estudante pudessem ser integrados à sua vida como cidadão, como pessoa.
A educação deveria privilegiar o intelectualismo, o dogmatismo e uma burocracia onipotente.
O processo educacional deveria centrar-se na figura do professor como detentor dos saberes socialmente construídos.
Todas as respostas estão corretas.
Respondido em 19/04/2020 23:41:50

Explicação:

Para John Dewey, muito interessado em formar um ser umano capaz de agir no mundo e um cidadão capaz de viver em uma
sociedade democrática, era importante que o aluno se tornasse o foco do processo de ensino e aprendizagem e utilizasse a
experimentação como forma de recriar e reconstruir o conhecimento.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

3a Questão

Assim são os gênios: descobrem ou inventam o óbvio que ninguém vê. Assim aconteceu com Paulo Freire que descobriu que o
"vovô absolutamente não viu o ovo", nem a "vovó viu a ave coisa nenhuma", mas, ao contrário ¿ com certeza ¿, o pedreiro viu a
pedra; a cozinheira, o feijão: o lavrador, a enxada, a soja e o trigo. BOAL, Augusto. Paulo Freire, meu último pai. Pátio ¿ Revista
Pedagógica. Porto Alegre: ago/out.1997, p.50 Partindo da idéia implícita no texto, pode-se afirmar que NÃO faz parte da concepção
de educação de Paulo Freire:

a dialogicidade.
a tomada de consciência da situação existencial.
a inserção do dominado na cultura da elite.
o compromisso com a transformação social.
a utilização de conhecimentos prévios do educando.
Respondido em 19/04/2020 23:41:53

Explicação:
Para Paulo Freire, a educação devia ser emancipadora e devia partir dos elementos que tinham sentido dentro do universo dos
educandos. O método silábico, a decoreba e uma educação voltada para a elite, para esse autor, não cumpriam essa função.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Paulo Freire tem como visão um processo educativo voltado para a emancipação dos homens. Fez uma crítica contumaz à
educação de sua época denominada por ele :

Educação do Sentimento.
Educação Crítica.
Educação dialógica.
Educação Estética.
Educação Bancária.

Respondido em 19/04/2020 23:41:58

Explicação:

Freire denuncia que a educação realizada hoje em dia é bancária pois os professores só depositam informação nos alunos.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

5a Questão

Analisando a Educação Brasileira, entre seus maiores expoentes, temos Paulo Freire. Sua contribuição é reconhecida no mundo
todo e, resumidamente, pode ser referida como:

a família é a base da renovação da formação educacional da


criança. a pedagogia tem de provocar o processo de emancipação
do sujeito a cultura popular fica mais rica à medida que faz parte do
currículo.
Somente o Estado pode estar atento a todas as práticas didáticas modernas.
a escola tem que se adequar às condições dos pobres, sempre.
Respondido em 19/04/2020 23:42:02

Explicação:

A Educação deve ser vista como algo que, a partir da inclusão de coisas significativas do educando, o emancipa. Para Paulo Freire,
a metodologia adequada aos mecanismos de uma educação emancipadora, deveria respeitar o conjunto de pessoas com as quais
iria trabalhar.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
6a Questão

A Educação no cenário brasileiro possui grande influência do pensamento de Paulo Freire. Sua pedagogia levanta ideias relevantes
para a área, dentre as quais, a de que a alfabetização e a educação de adultos devem ocorrer

a partir de conteúdos socialmente valorizados, de modo a promover o acesso dos oprimidos às culturas
hegemônicas. a partir do trabalho com temas e palavras geradoras, extraídas de suas histórias de vida, de modo a
promover a
consciência crítica em relação ao mundo.
a fim de permitir que esses sujeitos estudem de forma autônoma
de maneira coerente com os universos culturais dos educadores para que possam ser eficientes e conscientizadoras.
a partir dos métodos herbartianos, de modo que esses sujeitos dominem os códigos linguísticos de forma emancipatória.
Respondido em 19/04/2020 23:42:08

Explicação
:

Para Paulo Freire, a educação deveria ser emancipadora, libertadora e não tecnicista, preparando o ser humano apenas para o
mercado de trabalho, para ser um trabalhador adequado, centrada no professor e compromissada com a mera reprodução
dos conhecimentos. Assim, o método silábico não era adequado para essa alfabetização transformadora.

Gabarito
Coment.

7a Questão

A ideia de que o processo educativo depende essencialmente da ligação da escola ao lar e à comunidade de que o educando faz
parte foi preconizada por:

Johann Heinrich
Pestalozzi Johann F.
Herbart Friedrich Froebel
John Dewey
Jean-Jacques Rousseau

Respondido em 19/04/2020 23:42:01

Explicação:

John Dewey (1859-1952) era um filósofo pragmatista e devotou muito de sua atenção à educação, que devia ocorrer considerando
a criança como um todo: intelectual, físico e emocional. Para ele, era necessário que o educando pudesse experimentar para
aprender. Preocupava-se muito em formar indivíduos aptos a viver em uma sociedade democrática, democracia essa que deveria
estar presente dentro da escola também.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Coment.

8a Questão

Paulo Freire criticou a educação de sua época, denunciando-a como educação bancária, na qual o aluno é um ser passivo e o
professor detentor do conhecimento em uma relação mecânica e hierárquica. Seu processo educativo é voltado para a
Passividade do aluno;
Transmissão do saber pelo
docente; Pedagogia do
adestramento Emancipação dos
homens;
Verticalidade do processo;
Respondido em 19/04/2020 23:42:23

Explicação:

Segundo Paulo Freire, a "educação bancária" é aquela em que o professor "deposita" conhecimentos nos educandos que os
recebem passivamente. Ele propõe uma educação que faça sentido dentro do universo do educando que passa a ter
protagonismo no processo de ensino e aprendizagem, para que a educação seja libertadora, emancipadora.

1a Questão

Os educadores que pensam a educação concebem-na como um processo que permite ao educando recriar e reconstruir o
conhecimento da realidade através da...

Ensino
Teórico;
Seminários;
Experimenta
ção;
Pesquisa;
Ensino Profissionalizante

Respondido em 19/04/2020 23:44:11

Explicação:

Nesta questão, a resposta correta é a Experimentação, pois esta é muito mais relacionada a recriar e reconstruir o
conhecimento pelos alunos.

Gabarit Gabarito
o Coment.
Comen
t.

2a
Questão

Paulo Freire se notabilizou como um dos principais pensadores mundiais acerca da prática pedagógica. Indique nas opções
abaixo a principal característica da educação na visão deste autor:

Educação neutra e desvinculada da realidade vivida pelo educando.


Educação visando a manutenção dos status quo sem possibilidades de transformação.
Educação como um ato político sendo impossível a neutralidade.
Formação da consciência política dos indivíduos através da neutralidade do ato educacional.
Educação que despreza a autonomia do educando.

Respondido em 19/04/2020 23:44:04

Explicação:

Segundo Paulo Freire, a educação tinha caráter político, pois poderia ser libertadora para o educando, trazendo-lhe
autonomia. Não havia possibilidade de neutralidade, pois o seu método novo nasce do cotidiano do aluno.
Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
3a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 111), podemos dizer que a leitura que os primeiros pensadores cristãos fazem da filosofia grega é
sempre altamente seletiva, tomando aquilo que consideram compatível com o cristianismo enquanto religião revelada. Portanto, o
critério de adoção de doutrinas e conceitos filosóficos é, via de regra, determinado por sua relação com os ensinamentos da
religião. As opções abaixo contêm elementos que foram privilegiados nessa escolha. A única opção que NÃO CONTÉM opção correta
na perspectiva do autor é:

A retórica dos estoicos.


A lógica aristotélica, com seus recursos demonstrativos e dialéticos.
A ética dos estóicos, com ênfase na resignação, na austeridade e no autocontrole.
A concepção de conhecimento dos céticos, que a tudo olhavam com desconfiança
filosófica. A metafísica platônica, com seu dualismo entre mundo material e espiritual.

Respondido em 19/04/2020 23:44:08

Explicação:

Hoje, na filosofia da educação, resgatamos uma concepção de conhecimento que vem desde os autores céticos, (desconfiança
filosófica). Segundo essa vertente houve uma certa manipulação desde os primeiros filósofos cristãos. Esses selecionavam, na
filosofia clássica, tudo aquilo que consideravam compatível com a visão da igreja e do cristianismo da época. Os
ensinamentos clássicos eram adaptados aos interesses da religião dominante. (Marcondes, 2008: 111).

4a Questão

Indique a tarefa do professor na visão da pedagogia de Paulo Freire:

Posicionamento como indivíduo superior procurando frear a autonomia do


aluno. Repasse de conteúdos sendo depositante destes para os alunos.
Depositante de conteúdo aos alunos sem relação dialética.
Adquirir conhecimentos e repassar aos educandos que terão o papel de memorizar e arquivar as informações.
Problematizador da realidade e mediador de abordagens na ação pedagógica.

Respondido em 19/04/2020 23:44:24

Explicação:

Paulo Freire considerava que a educação convencional era o que ele chamava de "educação bancária", pois o professor depositava
os seus conhecimentos nos alunos, meros reprodutores de conteúdos que nem sempre tinham a ver com suas realidades.O
professor, para ele, devia ser mediador e problematizador.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão
John Dewey entende a educação como uma reconstrução da experiência, isto é, uma atividade
contínua. Na visão do filósofo, o método ideal para ensinar e aprender é o que:

estimula e promove a reflexão e o pensamento mediante as experiências.

fundamenta-se nas relações ideológicas da sociedade.


fundamenta-se no ideal de uma sociedade autoritária.
fundamenta-se na memorização dos conteúdos.
o professor assume o papel central do processo educacional.

Respondido em 19/04/2020 23:44:28

Explicação:

Dewey introduz a experiência em sua pedagogia e entende que a escola precisa considerar a liberdade como parte do
desenvolvimento escolar do aluno. Por isso, o ensino deve ser realizado por etapas que se comunicam. Os conteúdos não devem
ser apenas transmitidos, mas construídos com os alunos.O método ideal é o que estimula e promove a reflexão e o pensamento
mediante as experiências.

6a Questão

John Dewey foi filósofo e educador sendo considerado um dos fundadores do movimento filosófico conhecido como pragmatismo.
Em relação ao este educador considere as afirmações a seguir: 1) John Dewey enxergou na educação o meio para se atingir o
verdadeiro ideal democrático. 2) A construção de um modelo de escola para todos era para Dewey um modo de se atingir uma
sociedade democrática. 3) Dewey entende a educação como uma reconstrução da experiência sendo uma atividade contínua. Os
itens corretos são:

2e3
1 e2
Todos os ítens estão corretos.
Apenas 1
Apenas 2

Respondido em 19/04/2020 23:44:32

Explicação:

Para John Dewey, o conhecimento só é válido se tem utilidade na vida dos seres humanos, por isso é considerado pragmatista.
Desta forma, o papel da ciência é resolver problemas e transformar para melhor a realidade. Para esse autor, o estudante é
protagonista e o professor é um facilitador da aprendizagem.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

7a Questão

Dewey, apoiando-se em Willian James, afirma que o essencial no processo educativo consiste na educação pela ação manual e
intelectual, bases da própria experiência. O processo educativo consiste, portanto:
Na transmissão do conhecimento pelo professor;
No conhecimento teórico;
Na reconstrução da
experiência. No disciplinamento
do aluno; Na concretude da
ciência;

Respondido em 19/04/2020 23:44:23

Explicação:

Para John Dewey, os alunos aprendiam melhor quando realizavam tarefas relacionadas aos conteúdos ensinados, preocupando-se
com seu desenvovimento físico, intelectual e emocional. Por isso, para ele, a pesquisa é tão importante.

Gabarito
Coment.

8a Questão

O Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova foi publicado em 1932 e assinado por 26 educadores brasileiros, entre eles Anísio
Teixeira, Fernando de Azevedo e Lourenço Filho. Nos trechos a seguir, aparecem algumas de suas principais ideias. ¿Mas, do
direito de cada indivíduo à sua educação integral, decorre logicamente para o Estado que o reconhece e o proclama, o dever de
considerar a educação, na variedade de seus graus e manifestações, como uma função social e eminentemente pública, que ele é
chamado a realizar, com a cooperação de todas as instituições sociais.¿ ¿A consciência desses princípios fundamentais da
laicidade, gratuidade e obrigatoriedade, consagrados na legislação universal, já penetrou profundamente os espíritos, como
condições essenciais à organização de um regime escolar, lançado, em harmonia com os direitos do indivíduo, sobre as bases da
unificação do ensino, com todas as suas consequências.¿ Com base nesses trechos, conclui-se que, em seu contexto histórico, o
Manifesto era

libertário, pois pregava o fim do Estado


elitista, porque pregava a dualidade do sistema de ensino.
inovador, pois compreendia a educação como um direito social.
autoritário, já que defendia a obrigatoriedade escolar.
conservador, na medida em que entendia a educação pública como privilégio.

Respondido em 19/04/2020 23:44:38

Explicação:

O Manifesto dos Pioneiros da Escola Nova (1932) foi inovador na educação brasileira, pois ligava a educação à democratização da
sociedade e pregava que a educação deveria ser laica, gratuita, pública e universal.

1a Questão

Uma das principais críticas à educação feita por Paulo Freire é o fato de que o aluno é considerado passivo e o professor é aquele
que detém o conhecimento onde se dá uma relação hierárquica e mecânica. Indique como o grande educador denominava este
processo:

Educação Bancária.
Educação Crítica dos Conteúdos.
Educação Histórico - Crítica.
Educação Libertadora.
Educação Libertária.
Respondido em 19/04/2020 23:46:23

Explicação:
Para Paulo Freire, a educação deveria ser emancipadora, libertadora e não tecnicista, preparando o ser humano apenas para o
mercado de trabalho, para ser um trabalhador adequado, centrada no professor e compromissada com a mera reprodução
dos conhecimentos.

Gabarito
Coment.

2a Questão

A educação que Paulo Freire criticou foi denominada Educação Bancária, indique a opção que contém as características corretas
deste modelo de educação:

Procedimento educacional libertador , político.


Seu foco não é o conteúdo mas o despertar para uma nova forma de relação com a experiência vivida.
O homem neste processo é o sujeito da educação.
O aluno é considerado passivo e o professor é aquele que detêm o conhecimento.
Há o enraizamento da educação na vida e na sua rede de relações.

Respondido em 19/04/2020 23:46:29

Explicação:

Paulo Freire considerava que a educação convencional era o que ele chamava de "edcação bancária", pois o professor depositava os
seus conhecimentos nos alunos, meros reprodutores de conteúdos que nem sempre tinham a ver com suas realidades.

3a Questão

Sobre a proposta de educação do grande educador brasileiro Paulo Freire, podemos afirmar que:

I. Parte da análise da realidade vivida pelo povo brasileiro, apostando em um processo educativo que reconheça os direitos das massas populares a uma
educação popular; e reconhecendo a urgência da democratização da cultura nacional.

II. O sucesso do processo educativo depende essencialmente da liberdade do educando. É tendo liberdade que este será motivado para uma participação crítica
no processo educativo e, consequentemente, social.

III. Sua visão o leva a substituir a escola tradicional, monoliticamente estruturada, por outro veículo educativo mais maleável, mais participativo e baseado no
diálogo: o círculo de cultura.

IV. Defende a autoridade máxima do professor tendo em vista que o mesmo é detentor do conhecimento e deve transmitir o mesmo de forma neutra e objetiva.

Assinale a alternativa correta:

4. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos

2. Somente os enunciados I e III estão corretos


5. Somente os enunciados I, II e III estão corretos
1. Somente os enunciados II e IV estão corretos
3. Somente os enunciados II e III estão corretos

Respondido em 19/04/2020 23:46:23


Explicação:

Para Paulo Freire, a educação deveria ser emancipadora e partir dos elementos que dão significado ao universo dos educandos. Para
esse autor, o método silábico, por exemplo, não era suficiene para tanto.

Gabarito
Coment.

4a Questão

Para Dewey a eficácia de todo o processo educativo depende de quê?

Do interesse da Comunidade.
Do interesse exclusivo do Educador;
Do interesse exclusivo da família do educando;
Do interesse produtivo da Unidade Escolar;
Do interesse produtivo do aluno;

Respondido em 19/04/2020 23:46:27

Explicação:

Para John Dewey, o aluno deixa de ser mero objeto do aprendizado e passa a ter protagonismo no processo de ensino e
aprendizagem. Seu interesse produtivo é que dá eficácia a todo o processo educativo.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

5a Questão

A proposta pedagógica de Paulo Freire teve grande repercussão e aceitação no Brasil e em várias partes do mundo. Indique
as características corretas acerca desta proposta:

Aluno visto como depósito de conhecimento.


Valorização e uso das próprias vivências do educando.
Educandos com a mera função de memorizadores do conteúdo passado.
Desprezo ao conhecimento empírico que o educando possui.
Freamento do processo de autonomia do educando.

Respondido em 19/04/2020 23:46:32

Explicação:

Paulo Freire valorizava muito a vivência do próprio aluno no processo de aprendizagem, por isso, via o professor como um
problematizador da realidade e um mediador de abordagens na ação pedagógica.

Gabarito Gabarit Gabarito


Coment. o Coment.
Coment.
6a Questão

Preencha corretamente o espaço:

Na Filosofia de John Dewey, a Educação assume um papel , uma vez que é vista como um elemento
chave para a construção da democracia.

Alienante;
Secundário;
Politico;
Religioso;
Econômico;

Respondido em 19/04/2020 23:46:39

Explicação:

John Dewey elabora um conjunto de elementos que visa a efetivação de uma escola modelo da democracia. Ou seja, a
democracia deveria começar dentro da própria escola.

7a Questão

Educadores brasileiros, que trouxeram para cá, em 1932, as concepções da Escola Nova:

Kant, Marx e Engels


Lourenço Filho, Froebel e Freinet
Paulo freire, Saviani e Fernando de Azevedo
Anísio Teixeira, Fernando de Azevedo e Lourenço Filho
Anísio Teixeira, Dewey e Fernando de Azevedo

Respondido em 19/04/2020 23:46:55

Explicação: Anísio Teixeira, Fernando de Azevedo e Lourenço Filho são educadores brasileiros, que trouxeram para cá, em 1932, as
concepções da Escola Nova.

Gabarit Gabarit Gabarito


o o Coment.
Coment. Coment.

8a Questão

A Educação Brasileira, ao longo de sua história, foi marcada por diferentes pedagogias. Qual a corrente Pedagógica pertencia
o pensador Dewey:

Pedagogia da Escola Nova.


Pedagogia da autonomia
Pedagogia Histórico-Crítica.
Pedagogia Tradicional.
Pedagogia Libertadora.
Respondido em 19/04/2020 23:46:59

Explicação:

John Dewey (1859-1952) era um filósofo pragmatista e devotou muito de sua atenção à educação, que devia ocorrer considerando
a criança como um todo: intelectual, físico e emocional. Para ele, era necessário que o educando pudesse experimentar para
aprender. Preocupava-se muito em formar indivíduos aptos a viver em uma sociedade democrática, democracia essa que deveria
estar presente dentro da escola também.

1a Questão

A Filosofia pode ser definida como: I- Reflexiva, que significa dizer que ela é um pensamento consciente de si mesmo, capaz de
avaliar-se, de verificar o grau de adequação que mantém com os dados objetivos, de medir-se com o real. II- Radical, quer dizer,
é preciso que se vá até às raízes da questão, até seus fundamentos. Em outras palavras, exige-se que se opere uma reflexão em
profundidade. III- Crítica, palavra que vem do grego e significa julgamento, o que implica a análise do objeto em questão sob os
mais diferentes aspectos, para que se desenvolva um conhecimento a seu respeito que supere os preconceitos do senso comum e
as generalizações apressadas da ciência. IV- De conjunto, ou seja, o problema não pode ser examinado de modo parcial, mas
numa perspectiva de conjunto, relacionando-se o aspecto em questão com os demais aspectos do contexto em que está inserido.

I, II e IV

II e IV

I e II

II e III

  Todas estão corretas.

Respondido em 02/05/2020 01:15:12

Explicação:

A filosofia aborda a verdade, a capacidade de conhecer, as condições de possibilidade do pensar, procedimentos intelectuais para
conhecer fatos, relações entre teoria e prática, correção e acúmulo de saberes. São questões filosóficas essenciais. (CHAUÍ, M.de
S. Convite à filosofia. São Paulo, Ática. 1995).

  2a Questão

O nascimento da polis (cidade), no século VIII a.C., provou grandes transformações na Grécia Antiga. Dentre as quais podemos destacar:

I.  O saber deixou de ser sagrado e tornou-se objeto de discussão.

II. Os cidadãos da polis, passaram a ir à ágora (praça pública) para debaterem os problemas comuns e para decidirem os rumos da cidade.

III. A política, por sua vez, permitiu aos cidadãos debatem e traçarem o seu destino em praça pública.

IV. A democracia grega possibilitou aos escravos, comerciantes e mulheres foram reconhecidos como cidadãos e assim participarem das decisões políticas.

Assinale a alternativa correta:


Apenas os enunciados I, III e IV estão corretos.

Apenas os enunciados II e IV estão corretos.

  Apenas os enunciados I,  II  e III estão corretos.

Apenas os enunciados I e II  estão corretos.

Apenas os enunciados II e III estão corretos.

Respondido em 02/05/2020 01:15:16

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão
Segundo Chauí (Ática), a filosofia, tal como se conhece no ocidente, é um fenômeno grego, porque os gregos:

elaboraram um pensamento capaz de promover rupturas políticas importantes

foram os primeiros a utilizar a sabedoria como interpretação do mundo.

construíram um tipo de pensamento que estabeleceu rupturas com o mito.

  elaboraram um tipo de pensamento que traz explicações sobre as coisas por meio de ideias que exprimem contradições.

  foram os primeiros a elaborar um tipo de raciocínio explicativo que estabelece certas concepções e formas de expressão
do pensamento que tem marcas originais.
Respondido em 02/05/2020 01:15:21

Explicação:

A Filosofia  é uma das cinco leituras que se pode fazer do real


ao lado do senso comum, da arte, da religião e da ciência. Sua
importância consiste na capacidade de abstração, ou seja, na
reflexão sobre os objetos no âmbito do pensamento. Filosofia
é uma forma de pensar que toma a razão como fundamento e
analisa em que medida algo pode ser falso ou verdadeiro
(lógica), certo ou errado (ética), conhecido ou ideológico
(teoria do conhecimento), belo ou não (estética), e por fim,
em que medida a existência pode espelhar a essência  Na
Grécia Antiga, os gregos encontravam as respostas
fundamentais para solucionar suas questões da existência na
religião e no mito. No século VI a.C, alguns pensadores
propuseram uma outra forma de  investigar e explicar  a
existência e origem do mundo, utilizando argumentos
racionais.  Os Pré-Socráticos partindo de elementos presentes
no mundo natural (a natureza) não invocam nenhum auxílio
sobrenatural, nem a religião e nem o mito..O Mito segundo
Japiassu "É o relato simbólico que não revela
imediatamente qualquer reflexão sobre fatos realizados por
agentes impessoais ou forças da natureza, mas representados
por seres pessoais. Esses relatos constituem, em suma, a
mitologia,acrescentando-se neles as crenças respectivas. a
Filosofia é a produção constante de novos conhecimentos,
partindo do questionamento e alcançado através da busca, da
investigação e que depois de sistematizado deve ser aplicado
com Ética, a filosofia é um não a mesmice e a acomodação.

  4a Questão

A Filosofia estabeleceu um novo critério para alcançar a "verdade", não mais recorrendo aos mitos e ao discurso religioso. Através
da intuição racional e da lógica, os filósofos creem encontrar as causas explicativas da "realidade" no próprio mundo, e não fora
dele. A origem de todas as coisas fundamenta-se num princípio originário ou "arché".

Assinale a única afirmação ERRADA.

Para Pitágoras os números são o princípio de todas as coisas. Se o número é ordem, tudo é ordem ou kósmos, em
grego.
  Heráclito, o obscuro, indicou o número como princípio da physis, o que o levou a concordar com a teoria de Parmênides
que entendeu que o seu era uno, imóvel e perfeito.
Anaxímenes escolhe o ar infinito como princípio primordial, porque se presta melhor às variações e transformações
necessárias à diversidade das coisas.
  Anaximandro defendeu que o princípio primordial de toda a realidade será o á-peiron, que significa o infinito (privado de
limites).
Tales identificou a água como princípio, pois constatou que o elemento líquido está presente em todo lugar em que há
vida.
Respondido em 02/05/2020 01:15:42

Explicação:

Heráclito, concordou com a teoria de Parmênides de que as ideias da Filosofia se distanciam do misticismo de Pitágoras. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

Como sugere o nome, os filósofos pré-socráticos são aqueles que antecedem a Sócrates. Contudo, essa divisão se dá mais propriamente devido ao objeto de sua
filosofia (o interesse pelo estudo da natureza) em relação à novidade introduzida por Sócrates, do que em relação à cronologia. Já que, temporalmente, alguns dos
ditos pré-socráticos são contemporâneos a Sócrates, ou mesmo posteriores a ele (como no caso de alguns sofistas).

Assinale a alternativa que NÃO corresponde à filosofia dos pré-socráticos.

Também chamados de naturalistas e tinham como escopo especulativo o problema cosmológico e buscavam o princípio
(arché das coisas).
Cada filósofo pré-socrático sugeriu um elemento primordial ou causa de todas as coisas que compõem a realidade física.

Tales de Mileto, Heráclito, Demócrito e Pitágoras são representantes desta filosofia.

 
Buscaram construir uma explicação racional da natureza (physis) a partir de causas naturais e não sobrenaturais.

  Dedicaram seus estudos à problemática do sagrado e dos mistérios da fé.

Respondido em 02/05/2020 01:15:33

Gabarito
Coment.

  6a Questão

O nascimento da reflexão filosófica na Grécia antiga está associado aos pensadores que antecederam a Sócrates, os chamados
pré-socráticos. As questões fundamentais propostas por esses filósofos são de âmbito eminentemente:

  cosmológico.

religioso.

  político.

moral.

educacional.

Respondido em 02/05/2020 01:15:51

Explicação:

Os pré-socráticos se ocuparam com a origem e a ordem do mundo, com o cosmo (Kosmos). Esta filosofia inicial era uma
cosmologia. Indagavam sobre a  existência  e a ordem do mundo, a origem da natureza e as causas  de sua transformação
( CHAUÍ, M.de S. Convite à filosofia. São Paulo, Ática. 1995).

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
 

  7a Questão

Identifique as alternativas que indicam os fatos que contribuíram para o surgimento da


Filosofia no séc.VI a.C (500 a.C):
I - A escrita alfabética que possibilitou novas formas de comunicação e o desenvolvimento
da linguagem.
II - As viagens marítimas e o contato com outros povos que ampliou a forma de
compreensão do mundo.
III - A invenção da moeda e do calendário que provocaram o desenvolvimento da
matemática e o poder de abstração intelectual.
IV - O desenvolvimento das cidades e do comércio que estabeleceu novas formas de
produção material e social.
V - A invenção da política e o desenvolvimento do pensamento argumentativo.
Os enunciados II, III, IV e V estão corretos.
Os enunciados I, II, III e V estão corretos.
  Todos os enunciados estão corretos.
  Os enunciados II, III e IV estão corretos.
Os enunciados I, II, III e IV estão corretos.
Respondido em 02/05/2020 01:15:56

Explicação:

As condições materiais que propiciaram o surgimento da filosofia na Grécia foram: a escrita alfabética que possibilitou novas
formas de comunicação e o desenvolvimento da linguagem; as viagens marítimas e o contato com outros povos que ampliou a
forma de compreensão do mundo, a invenção da moeda e do calendário que provocaram o desenvolvimento da matemática e o
poder de abstração intelectual, o desenvolvimento das cidades e do comércio que estabeleceu novas formas de produção material
e social e a invenção da política e o desenvolvimento do pensamento argumentativo.

  8a Questão

O pensamento mítico consiste em uma forma, muito particular, de conhecimento, pela qual um povo explica aspectos essenciais
da realidade em que vive: a origem do mundo, o funcionamento da natureza... etc. Escolha a alternativa que NÃO se relaciona
com as explicações míticas:

Afirmam que tudo é governado por uma realidade exterior

  São fruto da elaboração de um determinado e único indivíduo

  São parte da tradição cultural e folclórica de um povo

Não se justificam nem se fundamentam

Pressupõem a adesão e aceitação dos indivíduos...

1a Questão

Apologia, como se sabe, é um diálogo escrito por Platão que descreve a defesa, o julgamento e a condenação de Sócrates pela
democracia ateniense. Ao longo do texto, o próprio Sócrates se apresenta aos juízes como mestre do cuidado de si, aquele que
tem como tarefa estimular os outros à ocupação com eles mesmos. Sócrates, acusado injustamente de corromper a juventude e
desrespeitar os deuses da cidade, é quem interpela os cidadãos, advertindo-os que não devem se ocupar com riquezas, glórias,
honras, mas com as virtudes e a alma. O método utilizado por Sócrates, com o objetivo de contribuir para o pensamento crítico e
reflexivo, sem oferecer respostas prontas, mas provocar a inquietações no interlocutor, denomina-se:

  Hermenêutica

Empirismo

  Maiêutica
Racionalismo

Metafísica

Respondido em 02/05/2020 01:30:23

  2a Questão

Atenienses, eu vos sou reconhecido e vos quero bem, mas obedecerei antes ao Deus que a vós, enquanto tiver alento e puder
fazê-lo, jamais deixarei de filosofar, de vos dirigir exortações, de ministrar ensinamentos. Em tais palavras Sócrates deixa patente
a ideia de que

a filosofia deveria ser mantida no âmbito de uma reflexão apenas contemplativa

  havia uma missão no ato de fazer filosofia e que esta estava acima dos interesses individuais

não deveria haver nenhum vínculo entre filosofia e povo

a filosofia deveria ter um caráter dogmático

a filosofia deveria servir apenas aos políticos

Respondido em 02/05/2020 01:30:12

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

Para Platão o conhecimento inteligível significa:

  as idéias só alcançadas pelo pensamento

  o que é impossível de comprovar.

o mistério,só alcançado pela fé.

o que podemos perceber pelos sentidos.

a cópia da realidade.

Respondido em 02/05/2020 01:30:16

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

O processo reflexivo ao qual Sócrates submetia aqueles com quem conversava visava contribuir para que o sujeito superasse uma
visão fragmentada, ingênua, superficial e contraditória do mundo para atingir uma visão estruturada por conceitos sólidos. Esse
processo se dava em dois momentos que podem ser assim expressos:

  Ironia e Maiêutica

Propedêutica e sofística

  Sofistica e idolatria

Crítica e razão

Patrística e ironia

Respondido em 02/05/2020 01:30:21

Explicação: Ironia e Maiêutica são dois momentos da estratégia de Sócrates destinados à evidenciar contradições contidas em
explicações superficiais e a provocar a reflexão profunda apoiada em fundamentos.
 

  5a Questão

Sócrates, o fundador da filosofia clássica, defendia que a verdade estava no interior do homem. E através do método dialético esta
verdade poderia ser extraída como fosse um nascimento(parto), o que ficou conhecido como:

racionalidade

ironia

  maiêutica

metafísica

dialógica

Respondido em 02/05/2020 01:30:38

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

A metafísica platônica, filosofia que procura a essência/origem de todas as coisas - suas causas e porquês - situa-se além do
mundo dos conhecimentos físicos e é entendida como um mundo de conhecimentos pré-existentes denominado: Mundo Inteligível,
no qual é possível encontrar as respostas verdadeiras e últimas de todos os questionamentos. I - Para Platão, o dualismo
(separação) entre mundo inteligível e o mundo sensível é inevitável Porque II - Os conhecimentos obtidos através da filosofia, com
o uso da razão (intelecto), não se relacionam com os conhecimentos adquiridos através dos sentidos. Marque a resposta correta
sobre as duas sentenças acima:

Somente a segunda sentença está correta.

Somente primeira sentença está correta.

  A segunda sentença não justifica a primeira.

  As duas sentenças estão corretas.

As duas sentenças estão erradas.

Respondido em 02/05/2020 01:30:42

Explicação:

Platão dizia que o mundo que conhecemos - aquele que podemos perceber ao nosso redor, com os cinco sentidos - não é o
verdadeiro. Assim, ele, a realidade não esta no que podemos ver, tocar, ouvir, perceber. A verdade está no mundo das ideias,
mundo  imutável , permanente, eterno. Mas como encontrar essa verdade? Só o pensamento pode nos levar até lá.

Gabarito
Coment.

  7a Questão

Platão escreveu um dos mais belos textos da filosofia ocidental, o Mito ou Alegoria da Caverna. Consta no texto que um homem
sai de uma caverna, onde era prisioneiro, e encontra do lado de fora o Sol, símbolo da verdade única ou conhecimento verdadeiro.
Considerando este encontro, Platão demonstra como se dá a relação entre conhecimento verdadeiro e a formação do cidadão.
Assim sendo, de acordo com o filósofo:

O fato do homem não ter acesso ao conhecimento verdadeiro, não implica em nenhum efeito sobre sua conduta cidadã

  Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o cidadão agiria sempre voltado para o bem de todos os
cidadãos
Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o homem deveria agir em função somente do próprio progresso
individual, se afastando da caverna
O acesso ao conhecimento verdadeiro não implica em qualquer atitude ética

O homem ao entrar em contato com o sol, deve retornar à caverna e abdicar de qualquer transformação política

Respondido em 02/05/2020 01:30:33


Gabarito
Coment.

  8a Questão

Como alternativa à crítica platônica, Aristóteles propôs sua Metafísica como concepção do real, que explica a origem de todas as
coisas, que parte da Substância Primeira (Ser Individual), composto por Matéria e Forma. Aristóteles afirmou que a Forma se
constitui por elementos da alma, humana ou animal, que se diferenciam em suas combinações e classificou-as em três categorias.

A partir do exposto acima, associe os conceitos da primeira coluna às definições correspondentes na segunda coluna:

(1) Vegetativa

(2) Sensitiva

(3) Intelectiva

( ) Com objetivo de buscar os prazeres e os sentidos internos.

( ) Com objetivo de operar o pensamento, abstrações, juízo e raciocínio.

( ) Com objetivo de nutrição, crescimento e reprodução.

  123

312

213

321

  231

1a Questão

A solução metafísica dada para solucionar o problema do conhecimento, foi estabelecida por qual filósofo da antiguidade?

Pitágoras

  Diógenes

Platão

Sócrates

  Aristóteles

Respondido em 02/05/2020 01:38:32

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Sócrates também utilizou a técnica da ironia como instrumento desestabilizador das crenças humanas, levando o interlocutor a
cair em contradições no decorrer de suas falas. A ironia desperta dúvidas sobre os valores e as crenças estabelecidas, além de
contribuir para a percepção da ignorância humana diante do saber. A ironia socrática levava os interlocutores ao desespero por
não conseguirem entender as palavras em seus sentidos habituais. "Só sei que nada sei" é uma fórmula socrática reconhecida
como ironia porque induz o sujeito a reconhecer:

Sua autoridade para julgar os outros

  Sua ignorância diante de tanto conhecimento

  Sua certeza de tudo saber

Sua capacidade de tudo saber

Sua falta de humildade porque é certo tudo saber


Respondido em 02/05/2020 01:38:37

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

Em um momento de sua reflexão, Michel Foucault começa a pensar as artes de governar ou o governo dos outros e procura
articular essa discussão a dois conceitos socrático-platônicos:

liberdade de todos e cuidade de si

sei que nada sei e liberdade coietiva

  cuidado de si e conhece-te a ti mesmo

sei que nada sei

conhece primeiro o outro e cuida de si

Respondido em 02/05/2020 01:38:54

Gabarito
Coment.

  4a Questão

A palavra democracia vem do grego "demos" e "Kratia". Marque o significado dessas palavras:

( ) cidade e pátria

( ) direito e instituição

  ( ) cidade e estado

( ) cidadão e propriedade

  ( ) povo e governo

Respondido em 02/05/2020 01:38:45

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

Tratando-se de uma filosofia poderosamente ancorada no dever, para governar os outros era necessário cuidar de si. Assim
sendo:

cuidar de si, implicava cuidar da própria saúde

  o homem deve primeiro cuidar de si, para depois cuidar do outro

  a questão ética deveria ser colocada em segundo plano, valorizando-se mais o ato político

o homem deve olhar primeiro o outro para tentar entender a si próprio

o cuidar de si era apenas um cuidado espiritual

Respondido em 02/05/2020 01:39:01

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão
No famoso Mito da Caverna, Platão imagina uma caverna onde estão acorrentados os homens desde a infância, de tal forma que,
não podendo se voltar para a entrada, apenas enxergam o fundo da caverna. Aí são projetadas as sombras das coisas que passam
às suas costas, onde há uma fogueira. Se um desses homens conseguisse se soltar das correntes para contemplar à luz do dia os
verdadeiros objetos, quando regressasse, relatando o que viu aos seus antigos companheiros, esse o tomariam por louco, não
acreditando em suas palavras. Assinale a alternativa que não tem relação com as lições proporcionadas pelo Mito:

No Mito, o homem preso na caverna representa o senso comum.

  No Mito, a luz é o conhecimento científico e filosófico.

No Mito, as sombras são imagens distorcidas da realidade.

  No Mito, os que estão na caverna são os detentores do conhecimento científico.

No Mito, sair da caverna representa a superação do senso comum.

Respondido em 02/05/2020 01:38:50

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  7a Questão

Em oposição aos sofistas, Platão propõe um novo método que vai das palavras às ideias. Estas constituem a própria essência,
fundamento e modelo das coisas sensíveis e individuais. Este método é o

Indutivo

Eclético

  Dialético

Dedutivo

Sintético

Respondido em 02/05/2020 01:38:56

Explicação:

Platão define a dialética como a arte de pensar, questionar e hierarquizar ideias. O termo dialética é utilizado por Platão na
referência a qualquer método que possa ser recomendado como veículo da filosofia. Para Platão, a dialética é um instrumento que
permite o alcance a verdade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

A metafísica platônica, filosofia que procura a essência/origem de todas as coisas - suas causas e porquês - situa-se além do
mundo dos conhecimentos físicos e é entendida como um mundo de conhecimentos pré-existentes denominado: Mundo Inteligível,
no qual é possível encontrar as respostas verdadeiras e últimas de todos os questionamentos. I - Para Platão, o dualismo
(separação) entre mundo inteligível e o mundo sensível é inevitável Porque II - Os conhecimentos obtidos através da filosofia, com
o uso da razão (intelecto), não se relacionam com os conhecimentos adquiridos através dos sentidos. Marque a resposta correta
sobre as duas sentenças acima:

A segunda sentença não justifica a primeira.

  As duas sentenças estão corretas.

Somente primeira sentença está correta.

As duas sentenças estão erradas.

Somente a segunda sentença está correta.

Respondido em 02/05/2020 01:38:59

1a Questão

Platão escreveu um dos mais belos textos da filosofia ocidental, o Mito ou Alegoria da Caverna. Consta no texto que um homem
sai de uma caverna, onde era prisioneiro, e encontra do lado de fora o Sol, símbolo da verdade única ou conhecimento verdadeiro.
Considerando este encontro, Platão demonstra como se dá a relação entre conhecimento verdadeiro e a formação do cidadão.
Assim sendo, de acordo com o filósofo:

O acesso ao conhecimento verdadeiro não implica em qualquer atitude ética

  Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o cidadão agiria sempre voltado para o bem de todos os
cidadãos
  O fato do homem não ter acesso ao conhecimento verdadeiro, não implica em nenhum efeito sobre sua conduta cidadã

O homem ao entrar em contato com o sol, deve retornar à caverna e abdicar de qualquer transformação política

Uma vez em contato com o conhecimento verdadeiro, o homem deveria agir em função somente do próprio progresso
individual, se afastando da caverna
Respondido em 02/05/2020 01:40:01

Gabarito
Coment.

  2a Questão

Para Platão o conhecimento inteligível significa:

  as idéias só alcançadas pelo pensamento

  a cópia da realidade.

o que é impossível de comprovar.

o mistério,só alcançado pela fé.

o que podemos perceber pelos sentidos.

Respondido em 02/05/2020 01:40:06

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

Atenienses, eu vos sou reconhecido e vos quero bem, mas obedecerei antes ao Deus que a vós, enquanto tiver alento e puder
fazê-lo, jamais deixarei de filosofar, de vos dirigir exortações, de ministrar ensinamentos. Em tais palavras Sócrates deixa patente
a ideia de que

a filosofia deveria ser mantida no âmbito de uma reflexão apenas contemplativa

a filosofia deveria ter um caráter dogmático

  havia uma missão no ato de fazer filosofia e que esta estava acima dos interesses individuais

não deveria haver nenhum vínculo entre filosofia e povo

a filosofia deveria servir apenas aos políticos

Respondido em 02/05/2020 01:40:09

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

O processo reflexivo ao qual Sócrates submetia aqueles com quem conversava visava contribuir para que o sujeito superasse uma
visão fragmentada, ingênua, superficial e contraditória do mundo para atingir uma visão estruturada por conceitos sólidos. Esse
processo se dava em dois momentos que podem ser assim expressos:

Patrística e ironia

  Sofistica e idolatria

Crítica e razão
  Ironia e Maiêutica

Propedêutica e sofística

Respondido em 02/05/2020 01:40:11

Explicação: Ironia e Maiêutica são dois momentos da estratégia de Sócrates destinados à evidenciar contradições contidas em
explicações superficiais e a provocar a reflexão profunda apoiada em fundamentos.

  5a Questão

Apologia, como se sabe, é um diálogo escrito por Platão que descreve a defesa, o julgamento e a condenação de Sócrates pela
democracia ateniense. Ao longo do texto, o próprio Sócrates se apresenta aos juízes como mestre do cuidado de si, aquele que
tem como tarefa estimular os outros à ocupação com eles mesmos. Sócrates, acusado injustamente de corromper a juventude e
desrespeitar os deuses da cidade, é quem interpela os cidadãos, advertindo-os que não devem se ocupar com riquezas, glórias,
honras, mas com as virtudes e a alma. O método utilizado por Sócrates, com o objetivo de contribuir para o pensamento crítico e
reflexivo, sem oferecer respostas prontas, mas provocar a inquietações no interlocutor, denomina-se:

Metafísica

  Maiêutica

Empirismo

Racionalismo

  Hermenêutica

Respondido em 02/05/2020 01:40:14

  6a Questão

Como alternativa à crítica platônica, Aristóteles propôs sua Metafísica como concepção do real, que explica a origem de todas as
coisas, que parte da Substância Primeira (Ser Individual), composto por Matéria e Forma. Aristóteles afirmou que a Forma se
constitui por elementos da alma, humana ou animal, que se diferenciam em suas combinações e classificou-as em três categorias.

A partir do exposto acima, associe os conceitos da primeira coluna às definições correspondentes na segunda coluna:

(1) Vegetativa

(2) Sensitiva

(3) Intelectiva

( ) Com objetivo de buscar os prazeres e os sentidos internos.

( ) Com objetivo de operar o pensamento, abstrações, juízo e raciocínio.

( ) Com objetivo de nutrição, crescimento e reprodução.

321

  231

312

123

213

Respondido em 02/05/2020 01:40:20

  7a Questão
Sócrates, o fundador da filosofia clássica, defendia que a verdade estava no interior do homem. E através do método dialético esta
verdade poderia ser extraída como fosse um nascimento(parto), o que ficou conhecido como:

  metafísica

dialógica

  maiêutica

racionalidade

ironia

Respondido em 02/05/2020 01:40:26

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

O filósofo grego Aristóteles é considerado um dos mais fecundos pensadores de todos os tempos. Sobre a metafísica Aristotélica podemos afirmar que:

I. É a ciência que estuda o ser enquanto ser, ou os princípios e as causas do ser e de seus atributos essenciais.

II. Estrutura-se em torno de quatro questões gerais: potência e ato; matéria e forma; particular e universal; e movido e motor.

III. É uma metáfora da condição humana perante o mundo, no que diz respeito à importância do conhecimento filosófico e à educação como forma de superação da
ignorância.

Assinale a alternativa correta:

Apenas o enunciado III está correto

   Apenas os enunciados I e II estão corretos

  Apenas o enunciado II está correto

Apenas os enunciados II e III estão corretos

Apenas o enunciado I está correto

1a Questão

Os filósofos pré-socráticos foram denominados por Aristóteles de physiólogos (logos = estudiosos e physis = natureza), pois seus
objetos de investigação se encontravam no (a):

Mundo sobrenatural

Mundo inteligível

  Mundo sensível

Mundo transcendente

  Mundo natural

Respondido em 02/05/2020 01:42:00

Explicação:

Os pré-socráticos, também chamados naturalistas ou filósofos da natureza, observam os elementos naturais. Tinham como objeto
de observação o problema cosmológico e buscavam o princípio (ou arché) das coisas.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Para os sofistas, que construíram seu pensamento num momento de conflitos entre diversas ontologias, é impossível o
conhecimento do Ser. Apenas se pode chegar a opiniões, oriundas de convenções circunstanciais.

A conclusão correta retirada desta tese é:

a verdade pode ser refutada pelos filósofos.

  a verdade é uma questão de revelação cabível a poucos.

  a verdade não existe, pois é fruto de convenções e pode ser derrubada pelos argumentos

a verdade está condicionada à ciência.

a verdade é impossível para os homens, mas não para Deus.

Respondido em 02/05/2020 01:42:04

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

Sócrates, com o objetivo de entender a realidade, criou um método denominado de dialético, que era constituído por duas partes:

ironia e dialétic

dialética e racionalismo

  racionalismo e ética

ialética e racionalismo

  ironia e maiêutica

Respondido em 02/05/2020 01:42:08

  4a Questão

"Com Sócrates a filosofia saiu do céu para a terra ,transformando cidades e casas em sua moradia e levando as pessoas a refletir
sobre a vida e os costumes ,sobre o bem e o mal. Segundo o filosófo Romano Cícero, podemos concluir que as teorias socráticas:

nega as questões religiosas,destacando o aspecto místico da existência .

são moralistas e religiosas ,valorizando as questões metafísicas e místicas

provocam uma ruptura com a physis, fragmentando a visão de natureza.

  são materialistas e realistas, desprezando questões que extrapolem o presente.

  inauguram o pensamento racional,afirmando a razão como caminho do conhecimento.

Respondido em 02/05/2020 01:42:11

Explicação:

Sócrates era conhecedor das doutrinas filosóficas anteriores dos chamados pré socráticos (Parmênides, Zenão, Heráclito) e  dos
Sofistas seus  contemporâneas participou do movimento de renovação da cultura empreendido pelos sofistas, mas se revelou um
inimigo destes. Foi quem consolidou a filosofia, nada deixou escrito. Participou ativamente da vida da cidade, dominada pela
desordem intelectual e social, submetida à demagogia dos que sabiam falar bem. Convidado a fazer parte do Conselho dos 500,
manifestou sua liberdade de espírito combatendo as medidas que julgava injustas. Permaneceu independente em relação às lutas
travadas entre os partidários da democracia e da aristocracia. Realizou uma tarefa de educador público e gratuito. Colocou os
homens em face da seguinte evidência oculta: as opiniões não são verdades, pois não resistem ao diálogo critico. São
contraditórias. Acreditamos saber, mas precisamos descobrir que não sabemos. A verdade, escondida em cada um de nós, só é
visível aos olhos da razão.  Foi acusado e de corromper a juventude, durante  o seu julgamento  irritou seus juízes com sua
mordaz ironia. Morreu tomando cicuta. E conhecido seu famoso método, sua arte de interrogar, sua "maiêutica", que consiste em
forçar o interlocutor a desenvolver seu pensamento sobre uma questão que ele pensa conhecer, para conduzi-lo, de consequência
em consequência, a contradizer-se, e, portanto. a confessar que nada sabe. As etapas do saber são: a) ignorar sua ignorância; b)
conhecer sua ignorância; c) ignorar seu saber; d) conhecer seu saber. Sua famosa expressão "conhece -te a ti mesmo" não é uma
investigação psicológica, mas um método de se adquirir a ciência dos valores que o homem traz em si.

 
Gabarito Gabarito Gabarito
Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

Segundo Marilena Chauí Sócrates é considerado o patrono da Filosofia por diversas razões.Observe as razões abaixo: I ¿ Porque
jamais se contentou com as opiniões estabelecidas, com os preconceitos de sua sociedade, com as crenças inquestionadas de seus
conterrâneos. II ¿ Porque costumava dizer que era impelido por um espírito interior que o levava a desconfiar das aparências e
procurar a realidade verdadeira de todas as coisas. III ¿ Porque era filho de uma parteira e dizia que sua mãe ajudava o
nascimento dos corpos e que ele também era um parteiro, mas não de corpos e sim de almas. IV ¿ Porque ele vivia numa caverna
de ilusões, como vivem todos os filósofos, até se libertar dela e enxergar claramente a realidade. Estão corretas:

as razões II, III e IV.

  as razões I, III e IV.

as razões I, II e IV.

  as razões I, II e III.

somente as razões III e IV.

Respondido em 02/05/2020 01:42:17

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

Aristóteles desenvolveu uma teoria realista "segundo a qual a imutabilidade do conceito e o movimento das coisas podem ser
compreendidos a partir das coisas mesmas, recusando, portanto, o artifício do mundo das ideias" (ARANHA, 2015, p. 74). Sobre a
teoria do conhecimento de Aristóteles, podemos afirmar:  

I-  O processo do conhecimento se inicia com os sentidos.

II-  O conhecimento é o resultado do esforço sistemático sobre o que é experienciado por meio dos sentidos.

III-  todo conhecimento só pode ser alcançado pela razão, uma vez que os sentidos só oferecem uma ilusão da realidade.  

IV-  A virtude é um hábito e todo hábito é possível de ser ensinado.

III e IV

I, II e III

  II, III e IV

I e III

  I, II e IV

Respondido em 02/05/2020 01:42:22

Explicação:

Aristóteles desenvolveu uma teoria realista ¿segundo a qual a imutabilidade do conceito e o movimento das coisas podem ser
compreendidos a partir das coisas mesmas, recusando, portanto, o artifício do mundo das ideias¿ (ARANHA, 2015, p. 74). Sobre a
teoria do conhecimento de Aristóteles, podemos afirmar:  

I-  O processo do conhecimento se inicia com os sentidos;

II-  O conhecimento é o resultado do esforço sistemático sobre o que é experienciado por meio dos sentidos.

IV-  A virtude é um hábito e todo hábito é possível de ser ensinado.

 
  7a Questão

A experiência humana difere totalmente da atividade do animal, já que a ação do homem estrutura-se a partir de sua capacidade
de reflexão, o que lhe permite diferentes formas de conhecimento da realidade. Indique V ou F para as assertivas abaixo, que se
referem a diferentes formas de conhecimento, possíveis ao homem e marque a alternativa correta:

( ) O mito difere da ciência porque se restringe às fantasias, imaginação e emoção do homem para explicar a realidade.

( )O senso comum é um tipo de conhecimento que nasce de um acostumar-se a uma explicação ou compreensão do real.

( )O mito está presente tanto na consciência do homem primitivo quanto na do homem contemporâneo.

( ) A filosofia surge para substituir o mito, mas não consegue. Acaba apresentando as mesmas características do mito: a
imaginação e a fantasia.

( ) O saber rigoroso e elaborado da ciência, a partir do século XVII, permitiu grandes transformações tecnológicas que mudaram a
face do mundo.

F-F-V-V-V

  V-V-V-F-V

V-F-V-F-V

F-V-V-V-F

V-V-F-F-F

Respondido em 02/05/2020 01:42:28

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

A metafísica platônica, filosofia que procura a essência/origem de todas as coisas - suas causas e porquês - situa-se além do
mundo dos conhecimentos físicos e é entendida como um mundo de conhecimentos pré-existentes denominado: Mundo Inteligível,
no qual é possível encontrar as respostas verdadeiras e últimas de todos os questionamentos. I - Para Platão, o dualismo
(separação) entre mundo inteligível e o mundo sensível é inevitável Porque II - Os conhecimentos obtidos através da filosofia, com
o uso da razão (intelecto), não se relacionam com os conhecimentos adquiridos através dos sentidos. Marque a resposta correta
sobre as duas sentenças acima:

Somente primeira sentença está correta.

A segunda sentença não justifica a primeira.

  As duas sentenças estão erradas.

Somente a segunda sentença está correta.

  As duas sentenças estão corretas.

1a Questão

A solução metafísica dada para solucionar o problema do conhecimento, foi estabelecida por qual filósofo da antiguidade?

  Aristóteles

Platão

Pitágoras

Diógenes

Sócrates

Respondido em 02/05/2020 01:43:25

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

 
  2a Questão

Sócrates também utilizou a técnica da ironia como instrumento desestabilizador das crenças humanas, levando o interlocutor a
cair em contradições no decorrer de suas falas. A ironia desperta dúvidas sobre os valores e as crenças estabelecidas, além de
contribuir para a percepção da ignorância humana diante do saber. A ironia socrática levava os interlocutores ao desespero por
não conseguirem entender as palavras em seus sentidos habituais. "Só sei que nada sei" é uma fórmula socrática reconhecida
como ironia porque induz o sujeito a reconhecer:

  Sua falta de humildade porque é certo tudo saber

Sua autoridade para julgar os outros

Sua certeza de tudo saber

  Sua ignorância diante de tanto conhecimento

Sua capacidade de tudo saber

Respondido em 02/05/2020 01:43:30

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

Em um momento de sua reflexão, Michel Foucault começa a pensar as artes de governar ou o governo dos outros e procura
articular essa discussão a dois conceitos socrático-platônicos:

sei que nada sei

  conhece primeiro o outro e cuida de si

  cuidado de si e conhece-te a ti mesmo

sei que nada sei e liberdade coietiva

liberdade de todos e cuidade de si

Respondido em 02/05/2020 01:43:35

Gabarito
Coment.

  4a Questão

A palavra democracia vem do grego "demos" e "Kratia". Marque o significado dessas palavras:

( ) cidade e pátria

  ( ) povo e governo

( ) direito e instituição

( ) cidade e estado

( ) cidadão e propriedade

Respondido em 02/05/2020 01:43:39

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

Tratando-se de uma filosofia poderosamente ancorada no dever, para governar os outros era necessário cuidar de si. Assim
sendo:

o cuidar de si era apenas um cuidado espiritual


a questão ética deveria ser colocada em segundo plano, valorizando-se mais o ato político

  o homem deve primeiro cuidar de si, para depois cuidar do outro

o homem deve olhar primeiro o outro para tentar entender a si próprio

cuidar de si, implicava cuidar da própria saúde

Respondido em 02/05/2020 01:43:46

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

No famoso Mito da Caverna, Platão imagina uma caverna onde estão acorrentados os homens desde a infância, de tal forma que,
não podendo se voltar para a entrada, apenas enxergam o fundo da caverna. Aí são projetadas as sombras das coisas que passam
às suas costas, onde há uma fogueira. Se um desses homens conseguisse se soltar das correntes para contemplar à luz do dia os
verdadeiros objetos, quando regressasse, relatando o que viu aos seus antigos companheiros, esse o tomariam por louco, não
acreditando em suas palavras. Assinale a alternativa que não tem relação com as lições proporcionadas pelo Mito:

No Mito, a luz é o conhecimento científico e filosófico.

No Mito, sair da caverna representa a superação do senso comum.

  No Mito, os que estão na caverna são os detentores do conhecimento científico.

No Mito, o homem preso na caverna representa o senso comum.

No Mito, as sombras são imagens distorcidas da realidade.

Respondido em 02/05/2020 01:43:50

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  7a Questão

Em oposição aos sofistas, Platão propõe um novo método que vai das palavras às ideias. Estas constituem a própria essência,
fundamento e modelo das coisas sensíveis e individuais. Este método é o

Dedutivo

  Dialético

  Eclético

Indutivo

Sintético

Respondido em 02/05/2020 01:44:07

Explicação:

Platão define a dialética como a arte de pensar, questionar e hierarquizar ideias. O termo dialética é utilizado por Platão na
referência a qualquer método que possa ser recomendado como veículo da filosofia. Para Platão, a dialética é um instrumento que
permite o alcance a verdade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

Sócrates, o fundador da filosofia clássica, defendia que a verdade estava no interior do homem. E através do método dialético esta
verdade poderia ser extraída como fosse um nascimento(parto), o que ficou conhecido como:

racionalidade
  metafísica

  maiêutica

dialógica

ironia

1a Questão

A corrente de pensamento que marcou o início da Filosofia cristã chamou-se

  Ecumenica

Escolática

Idade das Trevas

  Patrística

Panaceia

Respondido em 02/05/2020 01:45:20

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito
Coment.

  2a Questão

A Filosofia Medieval é tradicionalmente dividida em dois grandes momentos, são eles:

A Escolástica e o Renascentismo.

O Humanismo e a Paideia.

  A Patrística e a Paideia.

O Renascentismo e o Iluminismo.

  A Patrística e a Escolástica.

Respondido em 02/05/2020 01:45:24

Explicação:

A filosofia que surge no início da Idade Média é uma tentativa de combinar o legado cultural greco-romano com a herança
religiosa judaico-cristã. A filosofia medieval é em geral dividida em dois grandes períodos: a patrística e a escolástica. Por
patrística se compreende o período inicial da filosofia na Idade Média, e que teve comogrande expoente Santo Agostinho.

São Tomás de Aquino, por sua vez, foi um teólogo doséculo XIII, e principal intelectual de uma segunda fasedo pensamento
medieval, denominada escolástica. Este nome se deve à ideia de escola. Seu principal livro foi a Suma Teológica, na qual aborda
diversas questões de ordem moral e social.Sua base filosófica foram os escritos de Aristóteles,traduzidos pelos intelectuais árabes
Averróis e Avicena. Uma diferença entre o pensamento escolástico para o patrístico era a de que enquanto para a patrística era
preciso crer para compreender, a escolástica inverte o vetor, sendo considerado necessário compreender para crer.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

O período medieval corresponde ao longo período histórico que vai do final do helenismo até
O período agostiniano, no século IV.

  A idade contemporânea inicio do século XIX

o século V

o final do século XX

  Renascimento e início do pensamento moderno

Respondido em 02/05/2020 01:45:41

Explicação:

A Idade Média (adj. medieval) é um período da história da Europa entre os séculos V e XV. Inicia-se com a Queda do Império
Romano do Ocidente e termina durante a transição para a Idade Moderna, com o Renascimento.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos
herdeiros até hoje é a síntese entre

  o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega;

A cultura grega e o cientificismo;

Cristianismo e a cultura romana;

O judaísmo e o ortodoxo;

  Cristianismo o ortodoxo e a cultura romana.

Respondido em 02/05/2020 01:45:32

Explicação:

A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos


herdeiros até hoje é a síntese entre o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega. 

O helenismo permitiu a aproximação entre a cultura judaica e a filosofia grega que tornará possível mais tarde, o surgimento de
uma filosofia cristã.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

O cristianismo é fruto do encontro de vários fatores e culturas. Porém, inicialmente e na sua origem, o cristianismo está
relacionado com uma determinada cultura. Escolha a alternativa correta:

cultura romana

cultura grega

  cultura judaica

  cultura oriental

cultura estoica

Respondido em 02/05/2020 01:45:35

Explicação:

O Cristianismo surgiu na Palestina, região sob o domínio romano desde 64 a.C. Tem como origem a tradição judaica de crença na
vinda de um Messias, o redentor, o salvador, o filho de Deus, cuja vinda seria uma redenção para todos aqueles que Nele
acreditasse.
Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

Do ponto de vista filosófico, podemos dizer que a filosofia Cristã incorporou vários conceitos da filosofia grega.  Escolha a
alternativa que NÃO está relacionada com os conceitos da filosofia grega:

Busca de fundamentos racionais

Conceitos de substância e essência

A lógica e retórica fornecendo meios de argumentação

  Enfoque dogmático da Igreja

  A metafísica de Platão e Aristóteles

Respondido em 02/05/2020 01:45:52

Explicação:

Os dogmas da Igreja acontecem na Idade Média, a partir do século  e não na Idade Antiga.

Gabarito
Coment.

  7a Questão

O período cujo resultado é dos esforços dos apóstolos (João e Paulo), terminando por volta do século VIII, e dos primeiros "Padres
da Igreja" para conciliar a nova religião com o pensamento filosófico mais corrente da época entre os gregos e os romanos,
embora tenha tomado como tarefa a defesa da fé cristã, frente às diversas críticas advindas de valores teóricos e morais dos
"antigos". Essa 1ª fase da Idade Média denominou-se de:

Cosmológico.

Existencialismo;

  Feudalismo;

Sistemático;

  Patrística;

Respondido em 02/05/2020 01:45:56

Explicação:

Chamamos de ¿Padres da Igreja¿ (Patrística) aqueles grandes homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII,
que foram no Oriente e no Ocidente como que ¿Pais¿ da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da
nossa fé, enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja; sem
dúvida, são  a sua fonte mais rica. Padre ou Pai da Igreja se refere a um escritor leigo, sacerdote ou bispo, da Igreja antiga,
considerado pela Tradição como um testemunha da fé.

Normalmente se considera o período da Patrística o que vai dos Apóstolos até S. Isidoro de Sevilha (560-536) no Ocidente; e até
a morte de S. João Damasceno (675-749), no Oriente, o gigante que corajosamente combateu o iconoclasmo. Esses gigantes da
fé católica ao longo desses sete séculos defenderam e formularam a fé, a liturgia, a catequese, a moral, a disciplina, os costumes
e os dogmas cristãos; por isso são chamados de ¿Pais da Igreja¿ porque lhes traçaram o caminho.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão
Conforme orientação dada pelo dicionário Aurélio (p. 365), o significado de conhecer é: ter noção, conhecimento, informação, ser
versado em, ficar certo de, apreciar, julgar, ter experiência de. Esse significado nos dá uma luz. Mas, a filosofia amplia tal
significado relacionando com a verdade. Por isso, para a filosofia, conhecer significa:

Acreditar em Deus como a única verdade e não procurar outra verdade.

Recusar explicações preestabelecidas, são sem a necessária validade.

  Trazer a verdade à luz, mesmo que ela seja limitada.

  É um ato impossível do ser humano para crer pois não somos capazes de conhecer as coisas.

Ignorar descobertas científicas pois elas não provam nada, e aceitar o que dizem os livros sagrados.

1a Questão

A filosofia que se produziu durante toda a Idade Média está intimamente ligada, em suas origens, a expansão do cristianismo. O
período que vai do século III ao século V é chamado de:

  Moderno;

  Patrística;

Helenístico

Apologistas;

Escolástica;

Respondido em 02/05/2020 01:46:31

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Foram os pais da Igreja responsáveis por confirmar e defender a fé católica, a liturgia, a disciplina, criar os costumes e decidir os
rumos da Igreja cristã, ao longo dos sete primeiros séculos do cristianismo. Basicamente, patrística é a filosofia responsável pela
elucidação progressiva dos dogmas cristãos e pelo que se chama hoje de tradição católica

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Qual foi a cultura que permitiu a aproximação entre a cultura judaica e a filosofia grega, que tornou possível, mais tarde, o
surgimento de uma filosofia cristã?

  A cultura helênica ;

A cultura islâmica;

A cultura egipcia ;

  A cultura persa.

A cultura romana;

Respondido em 02/05/2020 01:46:49

Explicação:

O helenismo  foi o resultado da fusão dos elementos da cultura helênica grega com a cultura ocidental, destacando-se com
elementos originais e marcantes, que caracterizou as regiões conquistadas pelo Império de Alexandre Magno. Hélade, região entre
a Grécia central e a do norte, cujos habitantes, os helenos, emprestaram seu nome à civilização helenística, que se estendeu
Oriente afora, por meio não só de uma língua comum (koiné) mas também através das práticas da educação, do artesanato, do
comércio e da escultura.

Com a Macedônia e a Grécia, estas regiões formaram o maior império até então conhecido. Suas conquistas favoreceram o
surgimento de uma nova cultura herdada da grega, mas diferente dela pela enorme dosagem de elementos orientais - chamada
de "Cultura Helenística" ou "Helenismo"
Gabarito
Coment.

  3a Questão

Como denominamos a filosofia cristã dos primeiros sete séculos, elaborada pelos Padres ou Pais da Igreja, os primeiros teóricos,e
consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do Cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos "pagãos" e contra as
heresias?

Paganismo.

Cristianismo.

  Helenismo.

Escolástica.

  Patrística.

Respondido em 02/05/2020 01:46:53

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito
Coment.

  4a Questão

Enquanto nos primeiros séculos do cristianismo o homem, tomado pelo desespero, abdica da razão em nome da fé, agora a fé
precisa da razão para iluminar-se, é quando temos:

  escolástica

  patristica

paganismo

apostolado

apologia

Respondido em 02/05/2020 01:46:44

Explicação:

Oposto à Patrística, o pensamento de São Tomas de Aquino é construído em bases racionais e empíricas, separando filosofia de
teologia, apesar de subordinar a razão à fé.  Assim, o papel da razão é demonstrar e ordenar os mistérios revelados pela fé.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

Sobre a Filosofia Cristã, é correto afirmar que:

I. Os primeiros representantes desta filosofia pertencem à chamada escola neoplatônica cristã de Alexandria.

 II. Defesa de que o papel pedagógico da filosofia é uma preparação do espírito humano para a revelação divina.

III. Para os seus pensadores, os filósofos gregos são vistos, em grande parte, principalmente figuras como Sócrates, Platão e
alguns estoicos ¿ como precursores do Cristianismo por sua sabedoria e virtude.

IV. Defesa de que o papel pedagógico da filosofia é a preparação do homem para o exercício do poder político.

 Assinale a alternativa correta:

Somente os enunciados II e III estão corretos

  Somente os enunciados I, II e III estão corretos

  Somente os enunciados I e III e IV estão corretos

Somente o enunciado II está correto

Somente o enunciado I está correto

Respondido em 02/05/2020 01:46:47

Explicação:
 
Dentre os filósofos mais importantes estão Fílon de Alexandria, Aristarco de Samos, Berossus, Cirilo de
Alexandria e muitos outros, mas queremos destacar principalmente a filósofa e matemática neoplatônica
Hipátia de Alexandria.

  6a Questão

Leia com atenção os conceitos relacionados com o pensamento de Santo Agostinho, um deles está errado. Escolha a alternativa
que NÃO está correta:

A influência de Santo Agostinho se estendeu até o período moderno.

  É profundamente influenciado pela filosofia de Aristóteles, mais do que pela filosofia de Platão.

Segundo Santo Agostinho a interioridade é o lugar da verdade.

Encontramos em Santo Agostinho a oposição interior/exterior.

O pensamento de Santo Agostinho teve influência no desenvolvimento da noção ocidental do tempo histórico.

Respondido em 02/05/2020 01:47:04

Explicação:

 Santo Agostinho foi influenciado pelo maniqueísmo, segundo o qual o mundo seria regido pelas `forças do bem e do
mal¿ (concepção de base platônica), bem como pelo neoplatonismo de Plotino (204 d.C - 240 d.C). Por outro lado, sua conversão
deu-se graças à oratória do bispo de Milão, Santo Ambrósio, o qual o batizou e influenciou em seus discursos. Foi responsável por
reforçar o conceito de 'pecado original' e desenvolver o conceito de Igreja como a cidade espiritual de Deus, distinta da cidade
material dos homens. Também afirmou que a origem do mal estaria no livre-arbítrio, concedido por Deus, donde todo mal seria o
resultado do livre afastamento do bem. Era também defensor da predestinação divina.

Influência de Platão na Filosofia Agostiniana - A concepção de Deus para Platão era de um Deus do intelecto, para Agostinho este
conceito cai totalmente, para ele, Agostinho, Deus pode estar nos dois lugares ao mesmo tempo; tanto no intelecto, quanto
criador do mundo da natureza como ser criador de todas as coisas. Tal concepção do homem provinha de Platão, para o qual o
homem é definido como uma alma que se serve de um corpo. Agostinho mantém esse conceito com todas as consequências
lógicas que ele comporta. Assim o verdadeiro conhecimento não seria a apreensão de objetos exteriores ao sujeito, devido a sua
variabilidade, e sim, a descoberta de regras imutáveis, como o princípio ético segundo o qual é necessário fazer o bem e evitar o
mal. Tal conhecimento se refere às realidades não sensíveis cujo caráter fundamental seria a necessidade, pois são o que são e
não podiam ser diferentes. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

Marque a alternativa correta sobre a filosofia dos chamados Padres da Igreja, a qual destacou entre os seus objetivos a
evangelização dos povos e a defesa da religião cristã contra os ataques teóricos e morais.
Escolástica

Grega

  Tomista

Helenistica

  Patrística

Respondido em 02/05/2020 01:47:08

Explicação:

Chama-se de «Padres da Igreja» (Patrística) aqueles  homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII, que foram
no Oriente e no Ocidente como que «Pais» da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da nossa fé,
enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja; sem dúvida,
são a sua fonte mais rica. 

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

Dentre as ideias abaixo, qual NÃO foi introduzida pela Patrística, na Idade Média?

  Deus como Trindade Uma.

Pecado original do homem.

Criação do mundo a partir do nada.

Encarnação e morte de Deus.

  Um Estado laico.

1a Questão

Indique o nome do pensador que conduziu a Patrística ao seu auge:

  Santo Agostinho.

  Clemente Romano.

Aristóteles.

São Justino.

Santo Tomás de Aquino.

Respondido em 02/05/2020 01:47:46

Explicação:

A Patrística é contemporânea do último período do pensamento grego, o período religioso, com o qual tem fecundo contato,
entretanto dele diferenciado-se profundamente, sobretudo como o teísmo se diferencia do panteísmo. E é também contemporâneo
do império romano, com o qual também polemiza, e que terminará por se cristianizar depois de Constantino. Dada a culminante
grandeza deAgostinho, a Patrística será dividida em três períodos: antes de Agostinho, período em que, filosoficamente,
interessam especialmente os chamados apologistas e os padres alexandrinos ; Agostinho, que merece um desenvolvimento à
parte, visto ser o maior dos Padres; depois de Agostinho vem o período que, logo após a sistematização, representa a decadência
da Patrística.

Gabarito
Coment.

  2a Questão

À luz da biologia é impossível uma virgem conceber um filho, no entanto, a fé católica coloca essa possibilidade como real e
possível admitindo a concepção de Jesus Cristo por Maria, sua mãe. Indique nas opções abaixo o significado da fé no período
medieval:
Um simples acreditar

  Uma entrega a Deus.

Uma simples crença já bastaria.

Uma visão cética do real.

Igual ao que pensamos nos dias de hoje.

Respondido em 02/05/2020 01:47:42

Explicação:

A  fé católica coloca essa possibilidade como real e possível admitindo a concepção  de Jesus Cristo por Maria. É uma entrega

Gabarito
Coment.

  3a Questão

A idade Média iniciou nos séculos IV e V, mas o cristianismo já havia surgido ainda no Império romano. O Período logo após o
nascimento de Cristo ficou conhecido como Filosofia cristã e representou:

o uso da razão no processo da reflexão religiosa

  tentativa de explicar e construir os princípios do cristianismo

o total rompimento com a filosofia clássica greg

a razão como superação da fé

o apoio à religiosidade dos romanos

Respondido em 02/05/2020 01:47:46

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas, para os que foram salvos, para nós, é uma força divina. Está escrito:
Destruirei a sabedoria dos sábios, e anularei a prudência dos prudentes {Is 29,14}. Onde está o sábio? Onde o erudito? Onde o
argumentador deste mundo? Acaso não declarou Deus por loucura a sabedoria deste mundo? 1 Coríntios 1:18-21. Nesta
passagem de Paulo de Tarso fica sintetizada a essência da filosofia cristã sob influência paulina, que pode ser resumida em uma
das premissas abaixo:

  que o saber do mundo deveria ser submisso a fé em Deus

  a fé se submete à sabedoria pagã

a razão deve ser superior à fé

fé e razão são equivalentes

a sebedoria pagã é totalmente aceita pela filosofia cristã

Respondido em 02/05/2020 01:48:04

Explicação:

As pessoas de pouco conhecimento na palavra de Deus ficam super poderosas e fazem coisas irreais, fazem algo que Deus não
mandou fazer. Ter fé para fazer algo sem base na palavra de Deus é loucura, Deus não concorda e não abençoa. Viver a graça
não é viver a fé e se desligar do natural, mas sim viver o natural.
Gabarito
Coment.

  5a Questão

Podemos afirmar que a Idade Média foi marcada:

I-Pelo atraso econômico e político do feudalismo

II-Pelas guerras religiosas e ideias retrógradas

III-Pelo monopólio restrito da igreja nos campos da educação e cultura

IV-Pelas ideias contemporâneas e da educação privilegiada dos povos.

Está correta:

  II, III e IV;

I, II e IV;

I, III e IV;

  I, II e III;

I, II, III e IV.

Respondido em 02/05/2020 01:47:54

Explicação:

A Idade Média foi conhecida como a ¿Idade das Trevas¿, período obscuro e de ideias regressivas, marcada pelo atraso econômico
e político do feudalismo, ¿peste negra¿ e pelo monopólio restrito da Igreja na educação e cultura. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

O período cujo resultado é dos esforços dos apóstolos (João e Paulo), terminando por volta do século VIII, e dos primeiros "Padres
da Igreja" para conciliar a nova religião com o pensamento filosófico mais corrente da época entre os gregos e os romanos,
embora tenha tomado como tarefa a defesa da fé cristã, frente às diversas críticas advindas de valores teóricos e morais dos
"antigos". Essa 1ª fase da Idade Média denominou-se de:

Existencialismo;

  Cosmológico.

  Patrística;

Sistemático;

Feudalismo;

Respondido em 02/05/2020 01:47:56

Explicação:

Chamamos de ¿Padres da Igreja¿ (Patrística) aqueles grandes homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII,
que foram no Oriente e no Ocidente como que ¿Pais¿ da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da
nossa fé, enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja; sem
dúvida, são  a sua fonte mais rica. Padre ou Pai da Igreja se refere a um escritor leigo, sacerdote ou bispo, da Igreja antiga,
considerado pela Tradição como um testemunha da fé.

Normalmente se considera o período da Patrística o que vai dos Apóstolos até S. Isidoro de Sevilha (560-536) no Ocidente; e até
a morte de S. João Damasceno (675-749), no Oriente, o gigante que corajosamente combateu o iconoclasmo. Esses gigantes da
fé católica ao longo desses sete séculos defenderam e formularam a fé, a liturgia, a catequese, a moral, a disciplina, os costumes
e os dogmas cristãos; por isso são chamados de ¿Pais da Igreja¿ porque lhes traçaram o caminho.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

O período medieval corresponde ao longo período histórico que vai do final do helenismo até

o final do século XX

o século V

  Renascimento e início do pensamento moderno

O período agostiniano, no século IV.

A idade contemporânea inicio do século XIX

Respondido em 02/05/2020 01:48:13

Explicação:

A Idade Média (adj. medieval) é um período da história da Europa entre os séculos V e XV. Inicia-se com a Queda do Império
Romano do Ocidente e termina durante a transição para a Idade Moderna, com o Renascimento.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

A Filosofia Medieval é tradicionalmente dividida em dois grandes momentos, são eles:

O Renascentismo e o Iluminismo.

  A Patrística e a Escolástica.

  O Humanismo e a Paideia.

A Escolástica e o Renascentismo.

A Patrística e a Paideia.

1a Questão

A filosofia que se produziu durante toda a Idade Média está intimamente ligada, em suas origens, a expansão do cristianismo. O
período que vai do século III ao século V é chamado de:

Helenístico

  Moderno;

Apologistas;

Escolástica;

  Patrística;

Respondido em 02/05/2020 01:48:50

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.
Foram os pais da Igreja responsáveis por confirmar e defender a fé católica, a liturgia, a disciplina, criar os costumes e decidir os
rumos da Igreja cristã, ao longo dos sete primeiros séculos do cristianismo. Basicamente, patrística é a filosofia responsável pela
elucidação progressiva dos dogmas cristãos e pelo que se chama hoje de tradição católica

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Dentre as ideias abaixo, qual NÃO foi introduzida pela Patrística, na Idade Média?

Criação do mundo a partir do nada.

  Encarnação e morte de Deus.

Deus como Trindade Uma.

Pecado original do homem.

  Um Estado laico.

Respondido em 02/05/2020 01:48:54

Explicação:

 Filosofia Patrística (do século I ao século VII d.C.)

¿ Inicia-se com as Epístolas de São Paulo e o evangelho de São João e termina com o início da Filosofia
Medieval;

¿ Estabeleceu uma tentativa de conciliar o cristianismo com o pensamento filosófico greco-romano;

¿ Liga-se à tarefa religiosa da evangelização e à defesa da religião cristã contra os ataques dos ¿pagãos¿ e
contra as heresias;

¿ Divide-se em Patrística Grega (Igreja de Bizâncio) e Patrística Latina (Igreja Romana);

¿ Introduziu-se as idéias de criação do mundo a partir do nada, do pecado original do homem, de Deus como
trindade Uma, da encarnação da morte de Deus e ressurreição dos mortos;

¿ Precisou explicar a origem do mal, visto que tudo tem origem em Deus que é bondade pura;

¿ Transformou as idéias cristãs em verdades reveladas por Deus e, por serem decretos divinos, em dogmas;

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

Leia com atenção os conceitos relacionados com o pensamento de Santo Agostinho, um deles está errado. Escolha a alternativa
que NÃO está correta:

O pensamento de Santo Agostinho teve influência no desenvolvimento da noção ocidental do tempo histórico.

A influência de Santo Agostinho se estendeu até o período moderno.

  É profundamente influenciado pela filosofia de Aristóteles, mais do que pela filosofia de Platão.

Segundo Santo Agostinho a interioridade é o lugar da verdade.

Encontramos em Santo Agostinho a oposição interior/exterior.

Respondido em 02/05/2020 01:49:00

Explicação:
 Santo Agostinho foi influenciado pelo maniqueísmo, segundo o qual o mundo seria regido pelas `forças do bem e do
mal¿ (concepção de base platônica), bem como pelo neoplatonismo de Plotino (204 d.C - 240 d.C). Por outro lado, sua conversão
deu-se graças à oratória do bispo de Milão, Santo Ambrósio, o qual o batizou e influenciou em seus discursos. Foi responsável por
reforçar o conceito de 'pecado original' e desenvolver o conceito de Igreja como a cidade espiritual de Deus, distinta da cidade
material dos homens. Também afirmou que a origem do mal estaria no livre-arbítrio, concedido por Deus, donde todo mal seria o
resultado do livre afastamento do bem. Era também defensor da predestinação divina.

Influência de Platão na Filosofia Agostiniana - A concepção de Deus para Platão era de um Deus do intelecto, para Agostinho este
conceito cai totalmente, para ele, Agostinho, Deus pode estar nos dois lugares ao mesmo tempo; tanto no intelecto, quanto
criador do mundo da natureza como ser criador de todas as coisas. Tal concepção do homem provinha de Platão, para o qual o
homem é definido como uma alma que se serve de um corpo. Agostinho mantém esse conceito com todas as consequências
lógicas que ele comporta. Assim o verdadeiro conhecimento não seria a apreensão de objetos exteriores ao sujeito, devido a sua
variabilidade, e sim, a descoberta de regras imutáveis, como o princípio ético segundo o qual é necessário fazer o bem e evitar o
mal. Tal conhecimento se refere às realidades não sensíveis cujo caráter fundamental seria a necessidade, pois são o que são e
não podiam ser diferentes. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

Como denominamos a filosofia cristã dos primeiros sete séculos, elaborada pelos Padres ou Pais da Igreja, os primeiros teóricos,e
consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do Cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos "pagãos" e contra as
heresias?

Helenismo.

Escolástica.

  Patrística.

Paganismo.

  Cristianismo.

Respondido em 02/05/2020 01:49:21

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito
Coment.

  5a Questão

Marque a alternativa correta sobre a filosofia dos chamados Padres da Igreja, a qual destacou entre os seus objetivos a
evangelização dos povos e a defesa da religião cristã contra os ataques teóricos e morais.

Escolástica

  Grega

  Patrística

Tomista

Helenistica

Respondido em 02/05/2020 01:49:13

Explicação:

Chama-se de «Padres da Igreja» (Patrística) aqueles  homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII, que foram
no Oriente e no Ocidente como que «Pais» da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da nossa fé,
enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja; sem dúvida,
são a sua fonte mais rica. 
Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

À luz da biologia é impossível uma virgem conceber um filho, no entanto, a fé católica coloca essa possibilidade como real e
possível admitindo a concepção de Jesus Cristo por Maria, sua mãe. Indique nas opções abaixo o significado da fé no período
medieval:

Uma simples crença já bastaria.

Uma visão cética do real.

  Um simples acreditar

  Uma entrega a Deus.

Igual ao que pensamos nos dias de hoje.

Respondido em 02/05/2020 01:49:18

Explicação:

A  fé católica coloca essa possibilidade como real e possível admitindo a concepção  de Jesus Cristo por Maria. É uma entrega

Gabarito
Coment.

  7a Questão

O período cujo resultado é dos esforços dos apóstolos (João e Paulo), terminando por volta do século VIII, e dos primeiros "Padres
da Igreja" para conciliar a nova religião com o pensamento filosófico mais corrente da época entre os gregos e os romanos,
embora tenha tomado como tarefa a defesa da fé cristã, frente às diversas críticas advindas de valores teóricos e morais dos
"antigos". Essa 1ª fase da Idade Média denominou-se de:

Existencialismo;

Feudalismo;

Sistemático;

  Patrística;

Cosmológico.

Respondido em 02/05/2020 01:49:22

Explicação:

Chamamos de ¿Padres da Igreja¿ (Patrística) aqueles grandes homens da Igreja, aproximadamente do século II ao século VII,
que foram no Oriente e no Ocidente como que ¿Pais¿ da Igreja, no sentido de que foram eles que firmaram os conceitos da
nossa fé, enfrentaram muitas heresias e, de certa forma foram responsáveis pelo que chamamos hoje de Tradição da Igreja; sem
dúvida, são  a sua fonte mais rica. Padre ou Pai da Igreja se refere a um escritor leigo, sacerdote ou bispo, da Igreja antiga,
considerado pela Tradição como um testemunha da fé.

Normalmente se considera o período da Patrística o que vai dos Apóstolos até S. Isidoro de Sevilha (560-536) no Ocidente; e até
a morte de S. João Damasceno (675-749), no Oriente, o gigante que corajosamente combateu o iconoclasmo. Esses gigantes da
fé católica ao longo desses sete séculos defenderam e formularam a fé, a liturgia, a catequese, a moral, a disciplina, os costumes
e os dogmas cristãos; por isso são chamados de ¿Pais da Igreja¿ porque lhes traçaram o caminho.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão
Indique o nome do pensador que conduziu a Patrística ao seu auge:

  Santo Tomás de Aquino.

São Justino.

Aristóteles.

Clemente Romano.

  Santo Agostinho.

1a Questão

A idade Média iniciou nos séculos IV e V, mas o cristianismo já havia surgido ainda no Império romano. O Período logo após o
nascimento de Cristo ficou conhecido como Filosofia cristã e representou:

o uso da razão no processo da reflexão religiosa

  tentativa de explicar e construir os princípios do cristianismo

  a razão como superação da fé

o apoio à religiosidade dos romanos

o total rompimento com a filosofia clássica greg

Respondido em 02/05/2020 01:50:13

Explicação:

Patrística é o nome dado à filosofia cristã dos três primeiros séculos, elaborada pelos Pais da Igreja, os primeiros teóricos ¿- daí
"Patrística" ¿ e consiste na elaboração doutrinal das verdades de fé do cristianismo e na sua defesa contra os ataques dos pagãos
e contra todos que eram contra, denominadas heresias.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas, para os que foram salvos, para nós, é uma força divina. Está escrito:
Destruirei a sabedoria dos sábios, e anularei a prudência dos prudentes {Is 29,14}. Onde está o sábio? Onde o erudito? Onde o
argumentador deste mundo? Acaso não declarou Deus por loucura a sabedoria deste mundo? 1 Coríntios 1:18-21. Nesta
passagem de Paulo de Tarso fica sintetizada a essência da filosofia cristã sob influência paulina, que pode ser resumida em uma
das premissas abaixo:

a sebedoria pagã é totalmente aceita pela filosofia cristã

a razão deve ser superior à fé

fé e razão são equivalentes

  que o saber do mundo deveria ser submisso a fé em Deus

  a fé se submete à sabedoria pagã

Respondido em 02/05/2020 01:50:03

Explicação:

As pessoas de pouco conhecimento na palavra de Deus ficam super poderosas e fazem coisas irreais, fazem algo que Deus não
mandou fazer. Ter fé para fazer algo sem base na palavra de Deus é loucura, Deus não concorda e não abençoa. Viver a graça
não é viver a fé e se desligar do natural, mas sim viver o natural.

Gabarito
Coment.

  3a Questão
A Filosofia Medieval é tradicionalmente dividida em dois grandes momentos, são eles:

A Patrística e a Paideia.

O Renascentismo e o Iluminismo.

A Escolástica e o Renascentismo.

  A Patrística e a Escolástica.

  O Humanismo e a Paideia.

Respondido em 02/05/2020 01:50:06

Explicação:

A filosofia que surge no início da Idade Média é uma tentativa de combinar o legado cultural greco-romano com a herança
religiosa judaico-cristã. A filosofia medieval é em geral dividida em dois grandes períodos: a patrística e a escolástica. Por
patrística se compreende o período inicial da filosofia na Idade Média, e que teve comogrande expoente Santo Agostinho.

São Tomás de Aquino, por sua vez, foi um teólogo doséculo XIII, e principal intelectual de uma segunda fasedo pensamento
medieval, denominada escolástica. Este nome se deve à ideia de escola. Seu principal livro foi a Suma Teológica, na qual aborda
diversas questões de ordem moral e social.Sua base filosófica foram os escritos de Aristóteles,traduzidos pelos intelectuais árabes
Averróis e Avicena. Uma diferença entre o pensamento escolástico para o patrístico era a de que enquanto para a patrística era
preciso crer para compreender, a escolástica inverte o vetor, sendo considerado necessário compreender para crer.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

Podemos afirmar que a Idade Média foi marcada:

I-Pelo atraso econômico e político do feudalismo

II-Pelas guerras religiosas e ideias retrógradas

III-Pelo monopólio restrito da igreja nos campos da educação e cultura

IV-Pelas ideias contemporâneas e da educação privilegiada dos povos.

Está correta:

  I, II e III;

  I, II, III e IV.

I, II e IV;

I, III e IV;

II, III e IV;

Respondido em 02/05/2020 01:50:22

Explicação:

A Idade Média foi conhecida como a ¿Idade das Trevas¿, período obscuro e de ideias regressivas, marcada pelo atraso econômico
e político do feudalismo, ¿peste negra¿ e pelo monopólio restrito da Igreja na educação e cultura. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

O período medieval corresponde ao longo período histórico que vai do final do helenismo até
O período agostiniano, no século IV.

o século V

  Renascimento e início do pensamento moderno

A idade contemporânea inicio do século XIX

  o final do século XX

Respondido em 02/05/2020 01:50:25

Explicação:

A Idade Média (adj. medieval) é um período da história da Europa entre os séculos V e XV. Inicia-se com a Queda do Império
Romano do Ocidente e termina durante a transição para a Idade Moderna, com o Renascimento.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

Qual foi a cultura que permitiu a aproximação entre a cultura judaica e a filosofia grega, que tornou possível, mais tarde, o
surgimento de uma filosofia cristã?

A cultura romana;

A cultura egipcia ;

  A cultura helênica ;

A cultura persa.

  A cultura islâmica;

Respondido em 02/05/2020 01:50:15

Explicação:

O helenismo  foi o resultado da fusão dos elementos da cultura helênica grega com a cultura ocidental, destacando-se com
elementos originais e marcantes, que caracterizou as regiões conquistadas pelo Império de Alexandre Magno. Hélade, região entre
a Grécia central e a do norte, cujos habitantes, os helenos, emprestaram seu nome à civilização helenística, que se estendeu
Oriente afora, por meio não só de uma língua comum (koiné) mas também através das práticas da educação, do artesanato, do
comércio e da escultura.

Com a Macedônia e a Grécia, estas regiões formaram o maior império até então conhecido. Suas conquistas favoreceram o
surgimento de uma nova cultura herdada da grega, mas diferente dela pela enorme dosagem de elementos orientais - chamada
de "Cultura Helenística" ou "Helenismo"

Gabarito
Coment.

  7a Questão

A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos
herdeiros até hoje é a síntese entre

Cristianismo o ortodoxo e a cultura romana.

  o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega;

A cultura grega e o cientificismo;

O judaísmo e o ortodoxo;

  Cristianismo e a cultura romana;

Respondido em 02/05/2020 01:50:31

Explicação:
A religião cristã originária do judaísmo surge e se desenvolve no contexto do helenismo. A cultura ocidental da qual somos
herdeiros até hoje é a síntese entre o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega. 

O helenismo permitiu a aproximação entre a cultura judaica e a filosofia grega que tornará possível mais tarde, o surgimento de
uma filosofia cristã.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

O cristianismo é fruto do encontro de vários fatores e culturas. Porém, inicialmente e na sua origem, o cristianismo está
relacionado com uma determinada cultura. Escolha a alternativa correta:

cultura romana

  cultura judaica

cultura oriental

cultura grega

  cultura estoica

1a Questão

Santo Tomás de Aquino se apegou aos gregos para efetivar suas teorias. Indique o nome do Filósofo que exerceu maior influência
em suas teses:

  Sócrates.

Platão.

Tales de Mileto.

Anaxágoras.

  Aristóteles

Respondido em 02/05/2020 01:51:28

Explicação:

Aristóteles resgatou as ideias de Aristóteles para elaborar sua filosofia. 

  2a Questão

São Tomás de Aquino se tornou um grande pensador com criatividade e originalidade, desenvolveu uma filosofia própria,
tratando de todas as grandes questões da  filosofia e da teologia.

Qual enunciado abaixo expressa sua contribuição para o pensamento cristão?

5. Defendeu o princípio da propriedade privada e da liberdade individual que servirá de base para o desenvolvimento do
pensamento moderno.
  4. Demonstrou a invalidade do pensamento de Aristóteles no que se refere as questões relativas ao Sagrado.

  3. Demonstrou que a Filosofia de Aristóteles era sem dúvida alguma compatível com o cristianismo.

1. O tomismo tornou-se uma espécie de representante de uma filosofia cristã oficial, tendo por base a filosofia de Platão e
dos neoplatônicos.
2. Demonstrou que a Filosofia de Platão e dos neoplatônicos, bem como, a ética de Epicuro, eram fundamentais para a
elaboração do pensamento cristão.
Respondido em 02/05/2020 01:51:18

Explicação:
Tomás de Aquino resgata o pensamento de Aristóteles.

  3a Questão

Escolástica ou Escolasticismo (do latim scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola, instruído])
foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca de 1100 a 1500. São
Características da Escolástica: I. o grande desenvolvimento da filosofia escolástica, a partir do século XIII, foi devido à influência
do pensamento árabe. II. os cristãos da escolástica tiveram o primeiro contato com o pensamento de Aristóteles através dos
núcleos de cultura. III. São Tomás foi um dos grandes pensadores desse método e mostrou que a filosofia de Aristóteles era
compatível com o cristianismo. IV. Guilherme de Ockham foi o maior dos lógicos escolásticos. Ele combinou o racionalismo do
pensamento aristotélico com a fé revelada do cristianismo.

  Todas estão corretas

Somente I, V estão corretas

  Somente II, III etão corretas

Somente I e II estão corretas

Somente IV está correta

Respondido em 02/05/2020 01:51:22

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

Com relação à Filosofia Medieval, é correto afirmar:

Buscava fundamentar a razão através da fé.

Identificava a incompatibilidade entre fé e razão na busca do conhecimento.

  Condenava a punição dos cidadãos, pois eram imagem e semelhança de Deus.

Comprovava que a existência de Deus somente poderia ser comprovada pela fé.

  Foi marcada pelo dualismo entre fé e razão.

Respondido em 02/05/2020 01:51:26

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 126-127), para entendermos o desenvolvimento do pensamento escolástico no século XIII, dois
fatores, característicos dessa época, devem ser considerados:

Os meios de transporte dos árabes e a invenção da imprensa.

  O surgimento das universidades e a criação das ordens religiosas.

As grandes viagens comerciais e as invenções científicas.

A criação das ordens religiosas e as grandes viagens comerciais.

  O surgimento das ordens religiosas e as invenções científicas.

Respondido em 02/05/2020 01:51:29

Explicação:

Duas ordens que surgiram no período da Escolástica foram: os franciscanos e os dominicanos. De seus quadros sairão os mestres
da Escolástica. Para seus próprios fins, como pregadores que precisam da lógica e da retórica para desenvolver uma eficaz
capacidade de convencer através da pregação, os Dominicanos utilizarão a Escolástica como base essencial de formação. Ja
os franciscanos, mais inspirados em Santo Agostinho, e também por vezes nos neo-platônicos. Ao fazerem suas reflexões serem
geradas principalmente de um movimento intimista produzido pela meditação, os escolásticos franciscanos contrastam de modo
geral com os dominicanos, para os quais o movimento inicial do saber procede da abstração.

Gabarito
Coment.

  6a Questão

É comum fazer referência à idade média como a idade das trevas, devido à monopolização do conhecimento formal pela igreja
católica. Esse período teve bastante influência das leituras de Platão e Aristóteles. Foi nesse período que ocorreu o surgimento
das:

Catedrais e igrejas;

  Escolas Jônicas

Escolas Filosóficas;

Escolas técnicas

  Escolas e universidades;

Respondido em 02/05/2020 01:51:34

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  7a Questão

A filosofia de São Tomás de Aquino, que se aproximou dos textos de Aristóteles, resultou numa nova contribuição para o
desenvolvimento do pensamento

da idade média

de Roma e sua política

de toda a Europa oriental.

do pensamento primitivo greco romano

  da escolástica

Respondido em 02/05/2020 01:51:37

Explicação:

A Escolástica foi uma filosofia que esteve inspirada nos ideais dos filósofos gregos Aristóteles e Platão, além de ter uma
fundamentação cristã.

Lembre-se que na Idade Média (V-XV), a Igreja possuía grande poder e comandava diversos aspectos sociais, políticos e
econômicos.

São Tomás de Aquino foi o principal filósofo dessa corrente. Segundo ele, o segredo era racionalizar o pensamento cristão, ou
seja, refletir sobre a aproximação entre a fé e a razão.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 118), é, portanto, em torno dos séculos XI-XIII que assistimos ao surgimento de uma filosofia
medieval. O termo que designa, de modo genérico, todos aqueles que pertencem a uma escola ou linha de pensamento é:
Acadêmica

Medieválica

  Escolástica

Universitária

  Renascentista

1a Questão

As primeiras universidades católicas surgiram entre os séculos XI e XII, e estavam controladas pela igreja católica. Seus principais
cursos ministrados eram:

Teologia, Arquitetura e Medicina;

  Teologia, Direito e Medicina;

  Teologia, Direito e Biologia;

Medicina, Sociologia e Teologia;

Teologia, Direito, Agronomia ; (D)

Respondido em 02/05/2020 01:53:18

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

No contexto da Escolástica é INCORRETO afirmar que:

  foram desconsideradas totalmente as relações entre a Fé e a Razão.

Nenhuma das alternativas anteriores.

Santo Tomás de Aquino foi um dos seus principais representantes e pensadores.

houve o desenvolvimento da Teologia como área de conhecimento, além da Medicina e do Direito nas universidades.

  os estudos universitários seguiam o modelo da ¿lectio escolastica¿ (o mestre encaminha as leituras e tem a palavra) e
havia também o ¿disputatio¿ (debates entre professores e discípulos).
Respondido em 02/05/2020 01:53:21

Explicação:

O pensamento tomista é construído em bases racionais e empíricas, separando filosofia de teologia, apesar de subordinar a
primeira à segunda. Assim, o papel da razão é demonstrar e ordenar os mistérios revelados pela fé.Razão e fé puderam ser,
enfim, harmonizadas, apesar de serem distintas, mesmo no que diz respeito às verdades que podem alcançar, conforme afirma
Tomás de Aquino em "Súmula contra os gentios".

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

Indique o filósofo que teve grande influência no pensamento de Santo Tomás de Aquino:

Tales de Mileto

Górgias

Sócrates.
  Aristóteles

  Platão.

Respondido em 02/05/2020 01:53:25

Explicação:

Tomás de Aquino abraçou as ideias de Aristóteles - a quem ele se referia como "o Filósofo" - e tentou sintetizar a filosofia
aristotélica com os princípios do cristianismo.

Gabarito
Coment.

  4a Questão

Na Idade Média, desenvolveram-se dentro da Igreja, instituições que tinham corporações de mestres e aprendizes, com privilégios
e autonomia administrativa, e significaram importante avanço intelectual. O texto anterior refere-se:

às Bibliotecas;

aos Museus;

aos Conventos;

às Irmandades;

  às Universidades.

Respondido em 02/05/2020 01:53:28

Explicação:

Escolástica ou escolasticismo (do termo latino scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola,
instruído]) foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca dos séculos
IX ao XVI. Mais um método de aprendizagem do que uma verbo ou teologia, a escolástica nasceu nas escolas monásticas cristãs,
[1] de modo a conciliar a fé cristã com um sistema de pensamento racional, especialmente o da filosofia grega.[2] Colocava uma
forte ênfase na dialética para ampliar o conhecimento por inferência e resolver contradições. A obra-prima de Tomás de Aquino,
Summa Theologica, é, frequentemente, vista como exemplo maior da escolástica

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

A Escolástica (ou Escolasticismo) é uma linha dentro da filosofia medieval, de acentos notadamente cristãos, surgida da
necessidade de responder às exigências da fé, ensinada pela Igreja, considerada então como a guardiã dos valores espirituais e
morais de toda a Cristandade. Por assim dizer, responsável pela unidade de toda a Europa, que comungava da mesma fé. Dessa
forma, assinale a alternativa que corresponde a questão chave que vai atravessar todo o pensamento escolástico:

  A harmonização de duas esferas: a fé e a razão.

A compreensão que o mais importante é a fé.

Nenhuma das respostas acima.

  A compreensão que o mais importante é a razão.

O entendimento de que razão e fé são inconciliáveis

Respondido em 02/05/2020 01:53:32

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão
O tomismo tornou-se uma espécie de representante de "uma filosofia cristã oficial", isto se deu devido à grandeza da obra de São
Tomás e da complexidade das questões tratadas. Como exemplo disso, ele desenvolveu as

  Cinco vias da prova da existência de Deus.

Dez vias da prova da existência de Deus.

Quatro vias da prova da existência de Deus.

Duas vias da prova da existência de Deus;

  Três vias da prova da existência de Deus.  

Respondido em 02/05/2020 01:53:36

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

A crise da escolástica no século XIV traz um pensamento inovador que, por sua vez, prenuncia o período moderno com suas novas
teorias filosóficas e científicas, além de profundas transformações no mundo europeu denominado de:

Estruturalismo.

Positivismo

Racionalismo;

Pragmatismo;

  Humanismo renascentista;

Respondido em 02/05/2020 01:53:39

Gabarito
Coment.

  8a Questão

A Filosofia Medieval, que abrange o período do final do Helenismo (séc VII) ate o Renascimento
(final séc XIV), foi um período propício para o surgimento da escolástica. Sobre a escolástica,
todas as alternativas estão incorretas, com exceção:  
É composta de três partes fundamentais a física, a lógica e a ética.
Escolástica significa os ensinamentos de Filosofia e Teologia ministrados nas escolas e
universidades eclesiásticas da Idade Media sob os princípios do cristianismo.
O objeto de estudo da escolástica é o silogismo, um raciocínio pelo qual, a partir de
determinadas premissas, chega-se a conclusão.
A escolástica surge de uma insatisfação mítica da realidade.

  A característica principal da escolástica e a ausência de explicações pré-estabelecidas.

1a Questão

A partir do século XI e XII, a filosofia medieval ficou conhecida como

Racionalista

  Patrística;

Científica

Apologista;

  Escolástica;

Respondido em 02/05/2020 02:03:15


Explicação:

Escolástica  foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca dos séculos
IX ao XVI. Mais um método de aprendizagem do que uma verbo ou teologia, a escolástica nasceu nas escolas monásticas cristãs
para conciliar a fé cristã com um sistema de pensamento racional, especialmente o da filosofia grega. Colocava uma forte ênfase
na dialética para ampliar o conhecimento por inferência e resolver contradições. A obra-prima de Tomás de Aquino, Summa
Theologica, é, frequentemente, vista como exemplo maior da escolástica

Gabarito
Coment.

  2a Questão

Sobre a Escolástica é CORRETO afirmar que: (a) Buscava conciliar a fé cristã com um pensamento racional; (b) Centralizava-se
apenas no pensamento racional; (c) Era o método do pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais
europeias; (d) Centralizava-se apenas na fé cristã; (e) Distanciava-se da conciliação entre a fé cristã e o pensamento racional.

Apenas a alternativa C está correta

  As alternativas C e E estão corretas

  As alternativas A e C estão corretas;

As alternativas C e D estão corretas;

As alternativas D e E estão corretas

Respondido em 02/05/2020 02:03:21

Explicação:

(a) Buscava conciliar a fé cristã com um pensamento racional - VERDADEIRO - Os filósofos medievais fizeram essa relação.

(b) Centralizava-se apenas no pensamento racional; FALSO. A razão estaria subordinada à fé.

(c) Era o método do pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias; VERDADEIRO. O método
escolástico predominou nas universidades que surgiram nessa ocasião, procedia-se à análise critica dos textos e dos documentos
da Igreja.

(d) Centralizava-se apenas na fé cristã; FALSO. Faziam comparações

(e) Distanciava-se da conciliação entre a fé cristã e o pensamento racional. FALSO. Era o oposto.

  3a Questão

Santo Tomás de Aquino se apegou aos gregos para efetivar suas teorias. Indique o nome do Filósofo que exerceu maior influência
em suas teses:

Sócrates.

  Platão.

Tales de Mileto.

Anaxágoras.

  Aristóteles

Respondido em 02/05/2020 02:03:24

Explicação:

Aristóteles resgatou as ideias de Aristóteles para elaborar sua filosofia. 

 
  4a Questão

São Tomás de Aquino se tornou um grande pensador com criatividade e originalidade, desenvolveu uma filosofia própria,
tratando de todas as grandes questões da  filosofia e da teologia.

Qual enunciado abaixo expressa sua contribuição para o pensamento cristão?

2. Demonstrou que a Filosofia de Platão e dos neoplatônicos, bem como, a ética de Epicuro, eram fundamentais para a
elaboração do pensamento cristão.
4. Demonstrou a invalidade do pensamento de Aristóteles no que se refere as questões relativas ao Sagrado.

1. O tomismo tornou-se uma espécie de representante de uma filosofia cristã oficial, tendo por base a filosofia de Platão
e dos neoplatônicos.
5. Defendeu o princípio da propriedade privada e da liberdade individual que servirá de base para o desenvolvimento do
pensamento moderno.
  3. Demonstrou que a Filosofia de Aristóteles era sem dúvida alguma compatível com o cristianismo.

Respondido em 02/05/2020 02:03:40

Explicação:

Tomás de Aquino resgata o pensamento de Aristóteles.

  5a Questão

A filosofia de São Tomás de Aquino, que se aproximou dos textos de Aristóteles, resultou numa nova contribuição para o
desenvolvimento do pensamento

da idade média

  da escolástica

de Roma e sua política

de toda a Europa oriental.

  do pensamento primitivo greco romano

Respondido em 02/05/2020 02:03:42

Explicação:

A Escolástica foi uma filosofia que esteve inspirada nos ideais dos filósofos gregos Aristóteles e Platão, além de ter uma
fundamentação cristã.

Lembre-se que na Idade Média (V-XV), a Igreja possuía grande poder e comandava diversos aspectos sociais, políticos e
econômicos.

São Tomás de Aquino foi o principal filósofo dessa corrente. Segundo ele, o segredo era racionalizar o pensamento cristão, ou
seja, refletir sobre a aproximação entre a fé e a razão.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 126-127), para entendermos o desenvolvimento do pensamento escolástico no século XIII, dois
fatores, característicos dessa época, devem ser considerados:

As grandes viagens comerciais e as invenções científicas.

  O surgimento das ordens religiosas e as invenções científicas.

A criação das ordens religiosas e as grandes viagens comerciais.

Os meios de transporte dos árabes e a invenção da imprensa.


  O surgimento das universidades e a criação das ordens religiosas.

Respondido em 02/05/2020 02:03:31

Explicação:

Duas ordens que surgiram no período da Escolástica foram: os franciscanos e os dominicanos. De seus quadros sairão os mestres
da Escolástica. Para seus próprios fins, como pregadores que precisam da lógica e da retórica para desenvolver uma eficaz
capacidade de convencer através da pregação, os Dominicanos utilizarão a Escolástica como base essencial de formação. Ja
os franciscanos, mais inspirados em Santo Agostinho, e também por vezes nos neo-platônicos. Ao fazerem suas reflexões serem
geradas principalmente de um movimento intimista produzido pela meditação, os escolásticos franciscanos contrastam de modo
geral com os dominicanos, para os quais o movimento inicial do saber procede da abstração.

Gabarito
Coment.

  7a Questão

Segundo Marcondes (2008, p. 118), é, portanto, em torno dos séculos XI-XIII que assistimos ao surgimento de uma filosofia
medieval. O termo que designa, de modo genérico, todos aqueles que pertencem a uma escola ou linha de pensamento é:

  Escolástica

Medieválica

  Universitária

Renascentista

Acadêmica

Respondido em 02/05/2020 02:03:34

Explicação:

A filosofia é a ciência que potencializa o valor da razão como veiculo de reflexão sobre temas muito importantes como felicidade
e ser humano.

  8a Questão

É comum fazer referência à idade média como a idade das trevas, devido à monopolização do conhecimento formal pela igreja
católica. Esse período teve bastante influência das leituras de Platão e Aristóteles. Foi nesse período que ocorreu o surgimento
das:

Escolas técnicas

  Escolas e universidades;

Escolas Filosóficas;

Catedrais e igrejas;

  Escolas Jônicas

1a Questão

Com relação à Filosofia Medieval, é correto afirmar:

Identificava a incompatibilidade entre fé e razão na busca do conhecimento.

Condenava a punição dos cidadãos, pois eram imagem e semelhança de Deus.

  Foi marcada pelo dualismo entre fé e razão.

Comprovava que a existência de Deus somente poderia ser comprovada pela fé.

Buscava fundamentar a razão através da fé.

Respondido em 02/05/2020 02:04:00


Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Escolástica ou Escolasticismo (do latim scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola, instruído])
foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca de 1100 a 1500. São
Características da Escolástica: I. o grande desenvolvimento da filosofia escolástica, a partir do século XIII, foi devido à influência
do pensamento árabe. II. os cristãos da escolástica tiveram o primeiro contato com o pensamento de Aristóteles através dos
núcleos de cultura. III. São Tomás foi um dos grandes pensadores desse método e mostrou que a filosofia de Aristóteles era
compatível com o cristianismo. IV. Guilherme de Ockham foi o maior dos lógicos escolásticos. Ele combinou o racionalismo do
pensamento aristotélico com a fé revelada do cristianismo.

Somente I e II estão corretas

  Todas estão corretas

Somente II, III etão corretas

Somente IV está correta

Somente I, V estão corretas

Respondido em 02/05/2020 02:04:03

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

A Escolástica (ou Escolasticismo) é uma linha dentro da filosofia medieval, de acentos notadamente cristãos, surgida da
necessidade de responder às exigências da fé, ensinada pela Igreja, considerada então como a guardiã dos valores espirituais e
morais de toda a Cristandade. Por assim dizer, responsável pela unidade de toda a Europa, que comungava da mesma fé. Dessa
forma, assinale a alternativa que corresponde a questão chave que vai atravessar todo o pensamento escolástico:

  A harmonização de duas esferas: a fé e a razão.

Nenhuma das respostas acima.

  O entendimento de que razão e fé são inconciliáveis

A compreensão que o mais importante é a razão.

A compreensão que o mais importante é a fé.

Respondido em 02/05/2020 02:04:06

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

A Filosofia Medieval, que abrange o período do final do Helenismo (séc VII) ate o Renascimento
(final séc XIV), foi um período propício para o surgimento da escolástica. Sobre a escolástica,
todas as alternativas estão incorretas, com exceção:  
A característica principal da escolástica e a ausência de explicações pré-estabelecidas.

A escolástica surge de uma insatisfação mítica da realidade.

Escolástica significa os ensinamentos de Filosofia e Teologia ministrados nas escolas e


universidades eclesiásticas da Idade Media sob os princípios do cristianismo.
  O objeto de estudo da escolástica é o silogismo, um raciocínio pelo qual, a partir de
determinadas premissas, chega-se a conclusão.
É composta de três partes fundamentais a física, a lógica e a ética.
Respondido em 02/05/2020 02:04:25
Explicação:

Escolástica significa os ensinamentos de Filosofia e Teologia ministrados nas escolas e universidades eclesiásticas
da Idade Media sob os princípios do cristianismo.

  5a Questão

A crise da escolástica no século XIV traz um pensamento inovador que, por sua vez, prenuncia o período moderno com suas novas
teorias filosóficas e científicas, além de profundas transformações no mundo europeu denominado de:

Pragmatismo;

  Positivismo

Racionalismo;

Estruturalismo.

  Humanismo renascentista;

Respondido em 02/05/2020 02:04:27

Gabarito
Coment.

  6a Questão

Indique o filósofo que teve grande influência no pensamento de Santo Tomás de Aquino:

Sócrates.

Tales de Mileto

Górgias

  Aristóteles

  Platão.

Respondido em 02/05/2020 02:04:16

Explicação:

Tomás de Aquino abraçou as ideias de Aristóteles - a quem ele se referia como "o Filósofo" - e tentou sintetizar a filosofia
aristotélica com os princípios do cristianismo.

Gabarito
Coment.

  7a Questão

Na Idade Média, desenvolveram-se dentro da Igreja, instituições que tinham corporações de mestres e aprendizes, com privilégios
e autonomia administrativa, e significaram importante avanço intelectual. O texto anterior refere-se:

às Irmandades;

  às Bibliotecas;

aos Conventos;

aos Museus;

  às Universidades.

Respondido em 02/05/2020 02:04:32


Explicação:

Escolástica ou escolasticismo (do termo latino scholasticus, e este por sua vez do grego σχολαστικός [que pertence à escola,
instruído]) foi o método de pensamento crítico dominante no ensino nas universidades medievais europeias de cerca dos séculos
IX ao XVI. Mais um método de aprendizagem do que uma verbo ou teologia, a escolástica nasceu nas escolas monásticas cristãs,
[1] de modo a conciliar a fé cristã com um sistema de pensamento racional, especialmente o da filosofia grega.[2] Colocava uma
forte ênfase na dialética para ampliar o conhecimento por inferência e resolver contradições. A obra-prima de Tomás de Aquino,
Summa Theologica, é, frequentemente, vista como exemplo maior da escolástica

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

No contexto da Escolástica é INCORRETO afirmar que:

houve o desenvolvimento da Teologia como área de conhecimento, além da Medicina e do Direito nas universidades.

  os estudos universitários seguiam o modelo da ¿lectio escolastica¿ (o mestre encaminha as leituras e tem a palavra) e
havia também o ¿disputatio¿ (debates entre professores e discípulos).
Nenhuma das alternativas anteriores.

  foram desconsideradas totalmente as relações entre a Fé e a Razão.

Santo Tomás de Aquino foi um dos seus principais representantes e pensadores.

1a Questão

As primeiras universidades católicas surgiram entre os séculos XI e XII, e estavam controladas pela igreja católica. Seus principais
cursos ministrados eram:

  Teologia, Direito e Medicina;

  Teologia, Direito e Biologia;

Medicina, Sociologia e Teologia;

Teologia, Direito, Agronomia ; (D)

Teologia, Arquitetura e Medicina;

Respondido em 02/05/2020 02:05:05

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

O tomismo tornou-se uma espécie de representante de "uma filosofia cristã oficial", isto se deu devido à grandeza da obra de São
Tomás e da complexidade das questões tratadas. Como exemplo disso, ele desenvolveu as

  Cinco vias da prova da existência de Deus.

  Quatro vias da prova da existência de Deus.

Duas vias da prova da existência de Deus;

Três vias da prova da existência de Deus.  

Dez vias da prova da existência de Deus.

Respondido em 02/05/2020 02:05:09

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

 
  3a Questão

A filosofia de São Tomás de Aquino, que resultou numa nova contribuição para o desenvolvimento da escolástica estava
relacionada com os textos de

Pitágoras.

  Sócrates;

  Aristóteles;

Platão;

Protágoras;

Respondido em 02/05/2020 02:05:25

Explicação:

Tomás abraçou as ideias de Aristóteles - a quem ele se referia como "o Filósofo" - e tentou sintetizar a filosofia aristotélica com os
princípios do cristianismo.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

As ideias de Guilherme de Ockham, contribuíram para o desmantelamento do grande sistema filosófico medieval, culminando com
o

  Renascimento.

Pragmatismo

  Ceticismo

Racionalismo

Protestantismo

Respondido em 02/05/2020 02:05:14

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

Indique o nome do Filósofo que influenciou o pensamento de Santo Tomás de Aquino em sua proposta de estabelecimento de uma
fronteira entre razão e fé:

  Aristóteles.

Platão.

Sócrates.

Guilherme de Okham

  Santo Agostinho.

Respondido em 02/05/2020 02:05:17

Explicação:

São Tomás de Aquino resgata o pensamento de Aristóteles para reafirmar o pensamento da escolástica.

 
  6a Questão

O Período Medieval ocorreu entre os séculos V ao XV d.C e a Filosofia produzida nesse período foi marcada:

I - Pela união entre fé e razão

II - Pelo resgate de Platão por Santo Agostinho 

III - pelo uso das ideias de Aristóteles por Santo Agostinho

  Os enunciados I, II e III estão corretos.

Somente o enunciado I está correto.

  As afirmativas I e II estão corretas

Os enunciados II e III estão corretos.

Somente a afirmativa II está correta.

Respondido em 02/05/2020 02:05:25

Explicação:

O Período Medieval ocorreu entre os séculos V ao XV d.C e a Filosofia produzida nesse período foi marcada pela união entre fé e
razão em que Platão foi resgatado por Santo Agostinho e Aristóteles por Tomás de Aquino

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  7a Questão

Foi um grande pensador pela sua criatividade e originalidade, tendo desenvolvido uma filosofia própria, tratando praticamente de
todas as grandes questões da Filosofia e da Teologia de sua época. Estudou em Nápoles. Estamos falando de:

Santo Agostinho;

  São Tomás de Aquino;

São Justino;

Santo Anselmo;

São Alberto Magno.

Respondido em 02/05/2020 02:05:28

Explicação:

Tomás de Aquino nasceu em 1225, em Aquino, uma comuna italiana, no Castelo de Roccasecca. Filho do Conde Landulf de
Aquino, teve uma influente e apropriada educação; estudou na abadia de Roccasecca, no Mosteiro da Ordem de São Bento de
Cassino. Mais tarde, ingressou na Universidade de Nápoles, na Cátedra ¿Artes Liberais¿.

Com apenas 19 anos, em 1244, abandona o curso e decide seguir sua vocação religiosa tornando-se dominicano, ao ingressar na
Ordem dos Dominicanos, no convento Saint Jacques, em Paris. Permaneceu alguns anos em Paris, cidade importante para seu
desenvolvimento espiritual, intelectual e profissional.

Entretanto, foi na cidade de Colônia, na Alemanha, que Aquino escreve suas primeiras obras, sendo discípulo do bispo, filósofo e
teólogo alemão Santo Alberto Magno (1206 d.C-1280 d.C.), conhecido como Alberto, o grande.

Mais tarde, em 1252, Tomás de Aquino retorna à Paris donde se gradua em Teologia e seguindo a carreira de professor. Ademais,
ministrou aulas em Roma, Nápoles e outras cidades da Itália. Ficou conhecido como Doutor Angélico, cujo trabalho de vida esteve
dedicado a fé, a esperança e a caridade constituindo assim, um pregador cristão da razão e da prudência.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

 
  8a Questão

A época medieval traz mudanças na sociedade. Ocorre o declínio do Império Romano e conseqentemente a ascensão de uma
instituição religiosa que passa a intervir na política, na economia e dominou a educação. Qual foi esta instituição?

  Reforma

Igreja Anglicana

Racionalismo

Patrística

  Cristianismo

1a Questão

Quais os três fatores que possibilitaram o nascimento do pensamento moderno e a ideia de modernidade?

2. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Filosofia Patrística.

1. Humanismo Renascentista; Retomada do Ceticismo Clássico; a Escolástica Medieval.

  5. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Ética de Epicuro.

3. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; a concepção de ciência segundo a metafísica de Aristóteles.

  4. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna.

Respondido em 02/05/2020 02:09:52

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Entre uma das medidas importantes da Contra-Reforma, a Igreja católica organiza um importante Concílio(1545-63) que
estabelece as bases doutrinárias e litúrgicas do catolicismo.   Escolha a alternativa correta, identificando o Concílio:

Concílio de Florença

Concílio de Avignon

Concílio de Roma

  Concílio de Trento

  Concílio do Vaticano II

Respondido em 02/05/2020 02:09:57

Gabarito
Coment.

  3a Questão

A Reforma de Lutero é o ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja católica desde os últimos séculos
da Idade Média.   Escolha a alternativa que NÃO faz parte desse processo de contestação:

a influência dos reis franceses sobre o papa

envolvimento dos papas nas questões políticas da época

a transferência da sede da Igreja para Avignon

  as grandes descobertas marítimas

  a necessidade da Igreja obter grandes recursos financeiros, vendendo indulgências

Respondido em 02/05/2020 02:10:01


Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

Ainda no século XVI, a Igreja católica inicia uma ofensiva contra o protestantismo: a Contra-Reforma. Escolha a alternativa que
NÃO faz parte da Contra-Reforma

valorização da obra de são Tomás de Aquino

realização do Concílio de Trento

valorização da autoridade do papa

  acabou com a Inquisição

  fundação da Companhia de Jesus de Santo Inácio de Loyola

Respondido em 02/05/2020 02:10:03

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

A revolução científica do século XVII é um dos mais importantes fatores históricos que estão na origem da filosofia moderna.
Porém, já no século XVI (1543) encontramos a obra de um pensador que é considerada o ponto de partida da revolução
científica.    Escolha a alternativa correta:

a obra "Princípios matemáticos da filosofia" de Isaac Newton

  a obra "Sobre a revolução dos orbes celestes" de Nicolau Copérnico

"O fim das certezas..." de Ilya Prigogine

a obra "Almagesto" de Claudio Ptolomeu

  o "Tratado do céu" de Aristóteles

Respondido em 02/05/2020 02:09:52

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

Santo Agostinho, foi sem dúvida, um filósofo muito importante na idade média importante, devido a sua criatividade e
originalidade, a surgir no pensamento antigo desde Platão e Aristóteles. Um pensador, ainda ligado aos clássicos, mas já refletindo
em sua visão de mundo e em suas preocupações com grandes mudanças. Uma de suas contribuições ao desenvolvimento da
filosofia destaca-se:

  As relações entre Teologia e Filosofia, entre razão e fé.

O desenvolvimentos das cinco vias da prova da existência do Universo.

O filosofo deveria ser um professor disciplinador e austero para a formação do homem.

Em sua teoria do conhecimento a ênfase entre objetividade e o realismo

  Sua teoria histórica baseada na santíssima Trindade e apologia ao pecado original.

Respondido em 02/05/2020 02:09:55

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

 
  7a Questão

Na modernidade a ideia de progresso e a valorização do indivíduo, são decorrentes de fatores históricos, qual foi a doutrina
filosófica pós socrática que se tornou um desses fatores?

A Redescoberta do Cinismo;

A redescoberta do Estoicismo;

A redescoberta do Epicurismo;

  A Redescoberta do Ceticismo;

  Redescoberta do Platonismo

Respondido em 02/05/2020 02:09:58

Gabarito
Coment.

  8a Questão

Na luta contra a Reforma Protestante,  na Igreja Católica do século XVI, surgem novas ordens religiosas de caráter militante,
fazendo parte da Contra-Reforma. Uma de entre as apresentadas abaixo surge nesta época. Escolha a alternativa correta:

Ordem dos Franciscanos

  Companhia de Jesus de santo Inácio de Loyola

Ordem de santo Agostinho

Ordem dops Dominicanos

  Ordem dos Beneditinos

1a Questão

Leia com atenção as afirmações abaixo. Quatro delas estão relacionadas com a revolução científica moderna de forma correta.
Contudo, uma quinta afirmativa não está correta. Escolha a alternativa que NÃO está correta:

a Revolução científica moderna teve seu ponto de partida na obra de Nicolau Copérnico "Sobre a revolução dos orbes
celestes"
rompeu com o sistema geocêntrico

em 1609, o astrônomo alemão Johannes Kepler defendeu a ideia de que o universo é regido por leis matemáticas

  a revolução moderna inspirou-se em Platão que já havia antecipado o modelo heliocêntrico

  do ponto de vista da ideia da cîência predomina a ideia da ciência contemplativa em oposição ao método experimental

Respondido em 02/05/2020 02:11:11

  2a Questão

A Reforma Protestante e a Contra-Reforma envolveram aspectos ligados à doutrina da religião cristã e à forma como se
organizava a Igreja Católica com sede em Roma. No contexto desses movimentos, considere as afirmativas abaixo: I. Os
protestantes eram contrários à autoridade do Papa e à intermediação dos padres na leitura da Bíblia. II. Os protestantes eram
contrários ao casamento dos padres e ao sacramento da confissão. III. As idéias protestantes tiveram grande aceitação por parte
dos monarcas portugueses, espanhóis e ingleses. IV. Os jesuítas foram designados para a ação missionária nas terras da América,
Ásia e África, a fim de garantir a expansão da fé católica. V. O Concílio de Trento definiu algumas ações para reagir à expansão do
protestantismo, como o fortalecimento dos sacramentos e uma melhor formação do clero para o atendimento dos fiéis. Assinale a
alternativa correta.

Somente a afirmativa IV é verdadeira.

Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

  Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.

Somente as afirmativas III e V são verdadeiras.

Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.


Respondido em 02/05/2020 02:11:16

Explicação:

A Reforma, foi considerada uma Renovação Religiosa ocorrida na Europa durante


o Século XVI. Entendida como uma volta às Origens do cristianismo.  a Reforma
protestante apresenta-se como uma das vias de realização do retorno dos
principais lema do Renascimento.  No domínio religioso, o retorno aos princípios
levava a negar o valor da tradição, portanto da Igreja, que se julgava sua
depositária e intérprete. Lutero contrapunha à tradição eclesiástica a todos os
rituais e interpretações por ela acumulados durante séculos o retorno direto à
palavra de Jesus Cristo concretizada no Evangelho. Segundo Lutero, o
ensinamento fundamentado no Evangelho é justificado por meio da fé,
implicando a negação do valor das obras como Técnicas religiosas(ritos ,
sacrifícios, cerimônias), e a Redução dos sacramentos aos mencionados  Na
Bíblia(batismo, Penitência e eucaristia),  E sem qualquer supervisão sacerdotal
sendo eles considerados expressão da relação direta do homem com Deus
Gabarito Gabarito Gabarito
Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

Qual filósofo escolástico escreveu as ¿Cinco Vias¿ da prova da existência de Deus?

Santo Anselmo

Santo Agostinho

São Paulo

  Averrois

  São Tomás de Aquino

Respondido em 02/05/2020 02:11:08

Gabarito
Coment.

  4a Questão

O ideário humanista do Renascimento trata da rejeição da tradição escolástica, em favor de uma recuperação da natureza humana
individual. Esses questionamentos estão presentes, também, no campo político, especialmente na obra "O Príncipe", publicado em
1532.

Escolha, entre os pensadores abaixo, o autor de "O príncipe"

Erasmo de Roterdã

  Nicolau Maquiavel

Saint-Exupéry

  Galileu Galilei

Lutero

Respondido em 02/05/2020 02:11:12

Gabarito
Coment.

 
  5a Questão

Considerando a Reforma de Lutero como ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja Católica, desde os
últimos séculos da Idade Média, analise as afirmações abaixo e verifique as que estão de acordo com esta Reforma.

I - A Igreja necessitava manter exércitos, sustentar os seus estados e os territórios governados pelos papas na Itália.

II- Os papas não se envolviam nas questões políticas da época dedicando as questões da alma.

III- A Igreja necessitava de recursos financeiros, obtidos através da venda de indulgências e de outros favores.

A opção correta é:

Apenas a afirmativa III está correta

  Apenas as afirmativas I e III estão corretas

Apenas a afirmativa I está correta

Apenas as afirmativas I e II estão corretas

Apenas a afirmativa II está correta

Respondido em 02/05/2020 02:11:29

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

Em relação à filosofia moderna e ao contexto histórico e cultural em que foi produzida a modernidade, é falso afirmar:

A descoberta de um Novo Mundo abala a confiança na antiga concepção geográfica do mundo e nos principais autores que
tematizavam os aspectos naturais, tais como a fauna e a flora.
  A filosofia cristã ressurgiu de maneira forte, como forma de retorno aos clássicos escolásticos que defendiam a
impossibilidade da razão humana chegar aos mistérios da fé.
  O modelo astronômico defendido por Copérnico e Galileu questionou os pressupostos metafísico e teológicos da época
baseados na Sagrada Escritura, em Aristóteles e em Ptolomeu.
O humanismo Renascentista foi buscar o seu lema no filósofo grego da sofística, Protágoras, em seu célebre fragmento: O
homem é a medida de todas as coisas.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição,
representada pela Igreja.
Respondido em 02/05/2020 02:11:19

Explicação:

O humanismo Renascentista coloca o homem em primeiro lugar, retirando portanto Deus do centro de todas as coisas, por isso
buscam em Protágoras, em seu célebre fragmento: O homem é a medida de todas as coisas.
    A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição, representada
pela Igreja.
    Os modelos científicos de Copérnico e Galileu enfraquece com os padrões teológicos sobre a Terra baseados na Sagrada
Escritura
    O período renascentista é marcado pela hegemonia da razão humana e não da fé.

    Descobrir novos territórios faz com que as pessoas passem a desacreditar na verdades impostas pela Idade Média.
 

  7a Questão

Escolha a alternativa correta. O conceito de Renascimento abrange os séculos XV e XVI, período intermediário entre o medieval e
o moderno, mas com identidade própria. Podemos dizer que o traço mais característico desse período é:

a religiosidade

  o sistema feudal
a Escolástica

  o humanismo

a obediência à Igreja

Respondido em 02/05/2020 02:11:36

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

Escolha a alternativa correta. Do ponto de vista filosófico, a discussão de Lutero em torno da "regra de fé" é importante, pois:

incentiva o progresso econômico

incentiva o conhecimento científico

  abre o caminho para o importante problema dos critérios de conhecimento

incentiva o comportamento religioso

  permite que cada um faça o que quiser

1a Questão

A Ética protestante, principalmente calvinista, ao considerar os protestantes predestinados, valoriza determinados


posicionamentos. Escolha a alternativa que NÃO está relacionada com a Ética protestante:

valorização do acúmulo do capital

surgimento de uma classe burguesa detentora de riqueza e poder político

  valorização da pobreza para alcançar a graça de Deus

valorização da livre iniciativa e austeridade

valorização da liberdade individual

Respondido em 02/05/2020 02:12:20

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Sobre o método científico identifique as alternativas corretas: I - A observação complexa exige a utilização de instrumentos,
técnicas e tecnologias mais refinadas. II - O experimento precisa ser replicável, reproduzido e confirmado quantas vezes for
necessário. III - Toda hipótese científica tem que atingir um estatuto de validade no passado e presente.

Somente a alternativa III está correta.

Somente a alternativa I está correta.

  Somente a alternativa II está correta.

  Todas as alternativas estão corretas.

Nenhuma alternativa está correta.

Respondido em 02/05/2020 02:12:37

Explicação:

Todas as opções estão corretas porque mostram a valorização da observação, do método experimental que se opõe à ciência
contemplativa dos antigos.

 
  3a Questão

O espírito inovador do Renascimento manifestou-se inclusive na religião, com a crítica à estrutura autoritária da Igreja, centrada
no poder papal. A crise maior da Igreja aconteceu no século XVI, com a Reforma Protestante. A autoridade moral e teológica da
Igreja foi contestada pela Reforma, pois a Igreja se corrompeu, e os papas, teólogos e concílios cometeram erros no passado,
como mostrou Lutero. Consequências da Reforma para a Igreja Católica. Assinale a alternativa correta   
I- Igreja perde prestígio e credibilidade;

II- Transferência da escola para o controle do Estado, nos países protestantes

 III-Perda de fiéis e consequentemente a sua reação para retomar o poder

IV-A expansão do Protestantismo em nada afetou o poder da Igreja Católica

c. Somente os enunciados II e IV estão corretos

  d. Somente os enunciados I, II e III estão corretos

  a. Somente os enunciados I, III e IV estão corretos

b. Somente os enunciados I e III estão corretos

e. Todos os enunciados estão corretos

Respondido em 02/05/2020 02:12:27

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

Entre uma das medidas importantes da Contra-Reforma, a Igreja católica organiza um importante Concílio(1545-63) que
estabelece as bases doutrinárias e litúrgicas do catolicismo.   Escolha a alternativa correta, identificando o Concílio:

Concílio de Roma

  Concílio de Trento

Concílio do Vaticano II

Concílio de Avignon

Concílio de Florença

Respondido em 02/05/2020 02:12:45

Gabarito
Coment.

  5a Questão

A Reforma de Lutero é o ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja católica desde os últimos séculos
da Idade Média.   Escolha a alternativa que NÃO faz parte desse processo de contestação:

envolvimento dos papas nas questões políticas da época

a necessidade da Igreja obter grandes recursos financeiros, vendendo indulgências

  as grandes descobertas marítimas

a transferência da sede da Igreja para Avignon

a influência dos reis franceses sobre o papa

Respondido em 02/05/2020 02:12:48

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

 
  6a Questão

Na luta contra a Reforma Protestante,  na Igreja Católica do século XVI, surgem novas ordens religiosas de caráter militante,
fazendo parte da Contra-Reforma. Uma de entre as apresentadas abaixo surge nesta época. Escolha a alternativa correta:

Ordem dops Dominicanos

Ordem de santo Agostinho

  Ordem dos Franciscanos

Ordem dos Beneditinos

  Companhia de Jesus de santo Inácio de Loyola

Respondido em 02/05/2020 02:12:36

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  7a Questão

A revolução científica do século XVII é um dos mais importantes fatores históricos que estão na origem da filosofia moderna.
Porém, já no século XVI (1543) encontramos a obra de um pensador que é considerada o ponto de partida da revolução
científica.    Escolha a alternativa correta:

a obra "Princípios matemáticos da filosofia" de Isaac Newton

"O fim das certezas..." de Ilya Prigogine

  a obra "Almagesto" de Claudio Ptolomeu

  a obra "Sobre a revolução dos orbes celestes" de Nicolau Copérnico

o "Tratado do céu" de Aristóteles

Respondido em 02/05/2020 02:12:38

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

Ainda no século XVI, a Igreja católica inicia uma ofensiva contra o protestantismo: a Contra-Reforma. Escolha a alternativa que
NÃO faz parte da Contra-Reforma

valorização da obra de são Tomás de Aquino

valorização da autoridade do papa

  realização do Concílio de Trento

  acabou com a Inquisição

fundação da Companhia de Jesus de Santo Inácio de Loyola

1a Questão

Quais os três fatores que possibilitaram o nascimento do pensamento moderno e a ideia de modernidade?

2. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Filosofia Patrística.

1. Humanismo Renascentista; Retomada do Ceticismo Clássico; a Escolástica Medieval.

  4. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna.

  5. Reforma Protestante; Nascimento da Ciência Moderna; a Ética de Epicuro.

3. Humanismo Renascentista; Reforma Protestante; a concepção de ciência segundo a metafísica de Aristóteles.

Respondido em 02/05/2020 02:13:56


Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Na modernidade a ideia de progresso e a valorização do indivíduo, são decorrentes de fatores históricos, qual foi a doutrina
filosófica pós socrática que se tornou um desses fatores?

  A Redescoberta do Ceticismo;

A Redescoberta do Cinismo;

  Redescoberta do Platonismo

A redescoberta do Epicurismo;

A redescoberta do Estoicismo;

Respondido em 02/05/2020 02:14:00

Gabarito
Coment.

  3a Questão

Santo Agostinho, foi sem dúvida, um filósofo muito importante na idade média importante, devido a sua criatividade e
originalidade, a surgir no pensamento antigo desde Platão e Aristóteles. Um pensador, ainda ligado aos clássicos, mas já refletindo
em sua visão de mundo e em suas preocupações com grandes mudanças. Uma de suas contribuições ao desenvolvimento da
filosofia destaca-se:

Sua teoria histórica baseada na santíssima Trindade e apologia ao pecado original.

  Em sua teoria do conhecimento a ênfase entre objetividade e o realismo

O desenvolvimentos das cinco vias da prova da existência do Universo.

O filosofo deveria ser um professor disciplinador e austero para a formação do homem.

  As relações entre Teologia e Filosofia, entre razão e fé.

Respondido em 02/05/2020 02:14:16

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

Qual filósofo escolástico escreveu as ¿Cinco Vias¿ da prova da existência de Deus?

Averrois

  Santo Agostinho

  São Tomás de Aquino

Santo Anselmo

São Paulo

Respondido em 02/05/2020 02:14:05

Gabarito
Coment.

  5a Questão
Considerando a Reforma de Lutero como ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja Católica, desde os
últimos séculos da Idade Média, analise as afirmações abaixo e verifique as que estão de acordo com esta Reforma.

I - A Igreja necessitava manter exércitos, sustentar os seus estados e os territórios governados pelos papas na Itália.

II- Os papas não se envolviam nas questões políticas da época dedicando as questões da alma.

III- A Igreja necessitava de recursos financeiros, obtidos através da venda de indulgências e de outros favores.

A opção correta é:

Apenas as afirmativas I e II estão corretas

  Apenas a afirmativa II está correta

Apenas a afirmativa III está correta

Apenas a afirmativa I está correta

  Apenas as afirmativas I e III estão corretas

Respondido em 02/05/2020 02:14:21

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

Escolha a alternativa correta. Do ponto de vista filosófico, a discussão de Lutero em torno da "regra de fé" é importante, pois:

incentiva o conhecimento científico

  abre o caminho para o importante problema dos critérios de conhecimento

  incentiva o comportamento religioso

permite que cada um faça o que quiser

incentiva o progresso econômico

Respondido em 02/05/2020 02:14:24

Gabarito
Coment.

  7a Questão

A Reforma Protestante e a Contra-Reforma envolveram aspectos ligados à doutrina da religião cristã e à forma como se
organizava a Igreja Católica com sede em Roma. No contexto desses movimentos, considere as afirmativas abaixo: I. Os
protestantes eram contrários à autoridade do Papa e à intermediação dos padres na leitura da Bíblia. II. Os protestantes eram
contrários ao casamento dos padres e ao sacramento da confissão. III. As idéias protestantes tiveram grande aceitação por parte
dos monarcas portugueses, espanhóis e ingleses. IV. Os jesuítas foram designados para a ação missionária nas terras da América,
Ásia e África, a fim de garantir a expansão da fé católica. V. O Concílio de Trento definiu algumas ações para reagir à expansão do
protestantismo, como o fortalecimento dos sacramentos e uma melhor formação do clero para o atendimento dos fiéis. Assinale a
alternativa correta.

Somente as afirmativas III e V são verdadeiras.

Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.

  Somente as afirmativas I, IV e V são verdadeiras.

  Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

Somente a afirmativa IV é verdadeira.

Respondido em 02/05/2020 02:14:14

Explicação:
A Reforma, foi considerada uma Renovação Religiosa ocorrida na Europa durante
o Século XVI. Entendida como uma volta às Origens do cristianismo.  a Reforma
protestante apresenta-se como uma das vias de realização do retorno dos
principais lema do Renascimento.  No domínio religioso, o retorno aos princípios
levava a negar o valor da tradição, portanto da Igreja, que se julgava sua
depositária e intérprete. Lutero contrapunha à tradição eclesiástica a todos os
rituais e interpretações por ela acumulados durante séculos o retorno direto à
palavra de Jesus Cristo concretizada no Evangelho. Segundo Lutero, o
ensinamento fundamentado no Evangelho é justificado por meio da fé,
implicando a negação do valor das obras como Técnicas religiosas(ritos ,
sacrifícios, cerimônias), e a Redução dos sacramentos aos mencionados  Na
Bíblia(batismo, Penitência e eucaristia),  E sem qualquer supervisão sacerdotal
sendo eles considerados expressão da relação direta do homem com Deus
Gabarito Gabarito Gabarito
Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

O ideário humanista do Renascimento trata da rejeição da tradição escolástica, em favor de uma recuperação da natureza humana
individual. Esses questionamentos estão presentes, também, no campo político, especialmente na obra "O Príncipe", publicado em
1532.

Escolha, entre os pensadores abaixo, o autor de "O príncipe"

  Nicolau Maquiavel

Lutero

Erasmo de Roterdã

Galileu Galilei

Saint-Exupéry

1a Questão

Em relação à filosofia moderna e ao contexto histórico e cultural em que foi produzida a modernidade, é falso afirmar:

O modelo astronômico defendido por Copérnico e Galileu questionou os pressupostos metafísico e teológicos da época
baseados na Sagrada Escritura, em Aristóteles e em Ptolomeu.
A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição,
representada pela Igreja.
  O humanismo Renascentista foi buscar o seu lema no filósofo grego da sofística, Protágoras, em seu célebre fragmento: O
homem é a medida de todas as coisas.
  A filosofia cristã ressurgiu de maneira forte, como forma de retorno aos clássicos escolásticos que defendiam a
impossibilidade da razão humana chegar aos mistérios da fé.
A descoberta de um Novo Mundo abala a confiança na antiga concepção geográfica do mundo e nos principais autores que
tematizavam os aspectos naturais, tais como a fauna e a flora.
Respondido em 02/05/2020 02:16:01

Explicação:

O humanismo Renascentista coloca o homem em primeiro lugar, retirando portanto Deus do centro de todas as coisas, por isso
buscam em Protágoras, em seu célebre fragmento: O homem é a medida de todas as coisas.
    A Reforma Protestante, ao defender o livre exame da Palavra de Deus, abalou a fonte da autoridade e a tradição, representada
pela Igreja.
    Os modelos científicos de Copérnico e Galileu enfraquece com os padrões teológicos sobre a Terra baseados na Sagrada
Escritura
    O período renascentista é marcado pela hegemonia da razão humana e não da fé.

    Descobrir novos territórios faz com que as pessoas passem a desacreditar na verdades impostas pela Idade Média.
 
 

  2a Questão

Leia com atenção as afirmações abaixo. Quatro delas estão relacionadas com a revolução científica moderna de forma correta.
Contudo, uma quinta afirmativa não está correta. Escolha a alternativa que NÃO está correta:

rompeu com o sistema geocêntrico

em 1609, o astrônomo alemão Johannes Kepler defendeu a ideia de que o universo é regido por leis matemáticas

a revolução moderna inspirou-se em Platão que já havia antecipado o modelo heliocêntrico

  a Revolução científica moderna teve seu ponto de partida na obra de Nicolau Copérnico "Sobre a revolução dos orbes
celestes"
  do ponto de vista da ideia da cîência predomina a ideia da ciência contemplativa em oposição ao método experimental

Respondido em 02/05/2020 02:15:52

  3a Questão

Escolha a alternativa correta. O conceito de Renascimento abrange os séculos XV e XVI, período intermediário entre o medieval e
o moderno, mas com identidade própria. Podemos dizer que o traço mais característico desse período é:

  o humanismo

  a religiosidade

a obediência à Igreja

a Escolástica

o sistema feudal

Respondido em 02/05/2020 02:16:09

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

A Ética protestante, principalmente calvinista, ao considerar os protestantes predestinados, valoriza determinados


posicionamentos. Escolha a alternativa que NÃO está relacionada com a Ética protestante:

valorização do acúmulo do capital

  valorização da pobreza para alcançar a graça de Deus

valorização da livre iniciativa e austeridade

valorização da liberdade individual

surgimento de uma classe burguesa detentora de riqueza e poder político

Respondido em 02/05/2020 02:15:58

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

Sobre o método científico identifique as alternativas corretas: I - A observação complexa exige a utilização de instrumentos,
técnicas e tecnologias mais refinadas. II - O experimento precisa ser replicável, reproduzido e confirmado quantas vezes for
necessário. III - Toda hipótese científica tem que atingir um estatuto de validade no passado e presente.
Nenhuma alternativa está correta.

  Somente a alternativa II está correta.

Somente a alternativa III está correta.

Somente a alternativa I está correta.

  Todas as alternativas estão corretas.

Respondido em 02/05/2020 02:16:14

Explicação:

Todas as opções estão corretas porque mostram a valorização da observação, do método experimental que se opõe à ciência
contemplativa dos antigos.

  6a Questão

O espírito inovador do Renascimento manifestou-se inclusive na religião, com a crítica à estrutura autoritária da Igreja, centrada
no poder papal. A crise maior da Igreja aconteceu no século XVI, com a Reforma Protestante. A autoridade moral e teológica da
Igreja foi contestada pela Reforma, pois a Igreja se corrompeu, e os papas, teólogos e concílios cometeram erros no passado,
como mostrou Lutero. Consequências da Reforma para a Igreja Católica. Assinale a alternativa correta   
I- Igreja perde prestígio e credibilidade;

II- Transferência da escola para o controle do Estado, nos países protestantes

 III-Perda de fiéis e consequentemente a sua reação para retomar o poder

IV-A expansão do Protestantismo em nada afetou o poder da Igreja Católica

  d. Somente os enunciados I, II e III estão corretos

  c. Somente os enunciados II e IV estão corretos

e. Todos os enunciados estão corretos

a. Somente os enunciados I, III e IV estão corretos

b. Somente os enunciados I e III estão corretos

Respondido em 02/05/2020 02:16:05

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  7a Questão

Entre uma das medidas importantes da Contra-Reforma, a Igreja católica organiza um importante Concílio(1545-63) que
estabelece as bases doutrinárias e litúrgicas do catolicismo.   Escolha a alternativa correta, identificando o Concílio:

Concílio de Avignon

  Concílio de Trento

Concílio do Vaticano II

Concílio de Florença

  Concílio de Roma

Respondido em 02/05/2020 02:16:08

Gabarito
Coment.

  8a Questão
A Reforma de Lutero é o ponto culminante de um processo de contestação dos rumos da Igreja católica desde os últimos séculos
da Idade Média.   Escolha a alternativa que NÃO faz parte desse processo de contestação:

a necessidade da Igreja obter grandes recursos financeiros, vendendo indulgências

  as grandes descobertas marítimas

  a transferência da sede da Igreja para Avignon

a influência dos reis franceses sobre o papa

envolvimento dos papas nas questões políticas da época

1a Questão

O modo de pensar substancialista, que identificava profundidades, é substituído pela matemática enquanto modelo da realidade
física, coisa impensável para os escolásticos. Aquele mundo composto de qualidades, significados e fins, que a matemática não
podia interpretar, é suplantado por um mundo quantitativo e, portanto, matematizável, no qual não há mais traços de qualidades,
de valores, de fins e de profundidade. O mundo qualitativo, de origem aristotélica, cede e desaparece lentamente. (...) "A
natureza é opaca, silenciosa, inodora e incolor: é apenas a impetuosa sucessão da matéria, sem fim e sem motivo". (...) O
movimento e a quantidade substituem os genera e as species da cosmologia tradicional (...) Na natureza, deixa de haver a visão
hierárquica e as finalidades das coisas." (Reali e Antiseri, 1990, p.137) Essas características apresentadas são de um Filósofo que
considerou a Matemática como modelo de sua reflexão filosófica e, com isso, pretendia elaborar uma matemática universal para
todos os assuntos. Ele é:

  Descartes.

John Locke.

  Aristóteles.

Hegel.

Kant.

Respondido em 02/05/2020 02:39:30

Explicação:

Para Descartes, o bem conhecer devia envolver o saber matemático. A ordem da matemática, particularmente visível na álgebra,
é para nós um modelo. O conhecimento da matemática e das suas longas cadeias de razões é a ocasião para Descartes de
imaginar o meio de adquirir a certeza de todas as coisas. O saber universal só pode se realizar pelo estabelecimento de uma
ordem entre todos os nossos  pensamentos ( BEYSSSADE, Michelle. Descartes. Lisboa: Porto; 1972).

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

O ponto de partida da filosofia de Rousseau é uma concepção de natureza humana representada pela famosa ideia: O homem
nasce bom, a sociedade o corrompe. (Contrato Social, livro I, cap. 1), à qual se acrescenta a ideia de que:

"a sociedade é feita para ser corrompida".

"razão e fé se completam".

  "o homem nasce livre e por toda parte se encontra acorrentado".

"todo homem nasce livre".

"todo pensamento passa pela razão".

Respondido em 02/05/2020 02:39:35

Explicação:

Embora Rousseau tenha escrito que o homem nasce bom, a sociedade o corrrompe e que nasce livre, mas se encontra
acorrentado, ele acredita em uma vontade geral que zele pelo interesse e bem estar de todos, o que é obtido por meio de um
contrato, um acordo no qual a vontade particular é submetida ao interesse coletivo.  Isso é obtido pela educação que deve
transformar o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
 

  3a Questão

O humanismo renascentista dos séculos XV e XVI significou I. A retomada do ideal clássico greco-romano em oposição à
escolástica medieval. II. A valorização do homem como indivíduo, de sua iniciativa e de sua criatividade. III. Uma concepção
específica de Filosofia e do estilo de filosofar. IV. A defesa dos princípios filosóficos da patrística e da escolástica desenvolvidas
pelos pensadores cristãos.

TODOS OS ITENS ESTÃO ERRADOS

Somente os enunciados III e IV estão corretos.

Somente os enunciados II e IV estão corretos

  Somente o enunciado I e III estão corretos

  Somente os enunciados I e II estão corretos

Respondido em 02/05/2020 02:39:38

Explicação:

O  humanismo renascentista representa um movimento intelectual e filosófico que se desenvolveu durante o período do
Renascimento (séculos XV e XVI) e que resgatou o homem para o centro do mundo e modificou o pensamento filosófico da época.

  4a Questão

Segundo Descartes, o erro resulta do mau uso da razão. Portanto, a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Escolha
a alternativa que corresponde a uma das 4 regras do método de Descartes:

Dar mais importância ao objeto do que ao sujeito

  Ênfase na experimentação

Partir da experiência sensorial como única fonte do conhecimento

Elaboração de hipóteses

  Dividir cada dificuldade a ser examinada em tantas partes quantas possíveis e necessárias para resolvê-las

Respondido em 02/05/2020 02:39:42

Explicação:

Essa é a regra da Análise. As outras três regras são: a da evidência, a da síntese e a da enumeração.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

Os céticos sustentavam que não podemos ter certeza acerca de nada, uma vez que nossas faculdades de conhecimento são falhas
e as teorias científicas que formulamos incompletas e sujeitas ao erro.

Diante disto, Descartes propõe-se à:

  4. Encontrar uma certeza básica, imune às dúvidas céticas, que possa servir de base e fundamento para a construção
da nova teoria científica.
1. Encontrar uma certeza  básica que refute a ciência moderna e o ceticismo.

  2. Encontrar uma certeza básica que corrobore as dúvidas céticas.

5. Encontrar meios de se conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a fim de podermos ter clareza das
experiências sensíveis que nos permite conhecer.
3. Encontrar uma certeza básica que reafirme os princípios do ceticismo e refute as teorias da ciência moderna.

Respondido em 02/05/2020 02:39:45

Explicação:

René Descartes em seu argumento do cogito, "Encontra no próprio pensamento a certeza que não pode ser posta em questão pelo
cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio
de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

Descartes defende a necessidade do método para o desenvolvimento da ciência. A finalidade do método cartesiano é: por a razão
no bom caminho. Qual das alternativas abaixo contém a enunciação das quatro regras do método de Descartes?

Exame, comprovação, validação e divulgação.

  Dialética, disputa, intuição e rejeição.

  Evidência, análise, síntese e enumeração.

Dedução, falseabilidade, confirmação e avaliação.

Obliteração, sondagem, intuição e verificação.

Respondido em 02/05/2020 02:39:47

Explicação:

René Descartes em seu método nos mostra quatro etapas. A primeira se refere à evidência. Como percebe que os sentidos podem
levar ao engano, ele se pergunta se seria possível aceitar a evidência dos sentidos. A segunda etapa é a da análise, isto é, dividir
cada uma das dificuldades examinadas em tantas parcelas quanto possíveis e quantas necessárias para melhor resolvê-las. A
terceira etapa é a síntese, ou, conduzir ordenadamente os pensamentos, começando pelos mais simples   para chegar aos mais
complexos. A última etapa é a enumeração: fazer em toda parte enumerações completas e revisões gerais que permitam a
certeza de nada omitir.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

René Descartes é considerado na História da Filosofia como sendo o Pai da Filosofia Moderna. Uma de suas principais obras é o Discurso do Método, onde
afirma:

I. Ser o bom senso, isto é, a racionalidade, uma luz natural ao homem.

II. O erro resulta na realidade de mau uso da razão e a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Portanto, o método visa o conhecimento, a elaboração de
uma teoria científica.

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:


1. Somente o enunciado I está correto

2. Somente o enunciado II está correto

  4. Somente os enunciados I e II estão corretos

5. Somente o enunciado III está correto

  3. Somente os enunciados II e III estão corretos

Respondido em 02/05/2020 02:39:52

Explicação:
Razão e fé são inconciliáveis, embora Descartes recorra "à existência de Deus para garantir a correspondência entre o pensamento
e o real no processo de conhecimento, retomando alguns pressupostos do realismo escolástico". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à
História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito
Coment.

  8a Questão

 Analise as proposições parafraseadas do pensamento de Descartes, a seguir. Afirma Descartes:

1. Que desde a infância nutriu-se das letras, por estar persuadido de que estas poderiam levar a um conhecimento claro e seguro
de tudo o que fosse útil à vida, e ele queria aprender. Todavia, ao completar os estudos numa das melhores escolas da França,
achava-se com tantas dúvidas e indecisões que todos aqueles anos de estudos pareciam não ter servido, senão ao propósito de
revelar cada vez mais sua ignorância.

2. Que tão logo adquiriu independência, abandonou o estudo das letras e passou a procurar a ciência, que estivesse nele próprio e
no grande livro do mundo. Passou, portanto, a dedicar sua mocidade a viajar e recolher experiências diversificadas, testando-se a
si mesmo e refletindo de forma profunda sobre as coisas para chegar a algum proveito. (MARCONDES, Danilo, Zahar)

Sobre as proposições, escolha a opção corretamente formulada.

Descartes aconselha o abandono da escola, pois é uma instituição inútil.

  Descartes descobre que a escola não se propunha a ensinar a ciência.

ao desistir das letras, descartes desistiu da ciência.

os anos de estudo escolares de Descartes não tiveram qualquer serventia.

  Descartes descobre que o ensino na escola era feito por métodos errados.

1a Questão

Escolha a alternativa correta. Nos séculos XVII e XVIII encontramos grandes e importantes filósofos. Contudo, um deles é
conhecido como o "Pai da Modernidade". estamos fazendo referência a:

  Augusto Comte

Hume

Locke

  Descartes

Kant

Respondido em 02/05/2020 02:40:45

Explicação:

Descartes inaugura uma nova forma de fazer ciência, pois, de acordo com Marcondes, "A crença no poder crítico da razão humana
individual, a metáfora da luz e da clareza que se opõem à escuridão e ao obscurantismo, e a ideia de busca de progresso que
orienta a própria tarefa da filosofia são alguns dos traços fundamentais da modernidade de Descartes". (MARCONDES, Danilo.
Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 160)

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Escolha a alternativa que NÂO corresponde ao pensamento de Descartes:

Valorização do sujeito pensante

  A única verdade aceitável é a que parte da experiência dos sentidos


O pensamento filosófico de Descartes é o resultado da reflexão sobre a experiência da vida

A matemática é considerada o modelo da reflexão filosófica

Crença no poder crítico da razão humana

Respondido em 02/05/2020 02:40:49

Explicação:

Descartes era Racionalista. Acreditava no racionalismo inato, ou seja, que nascemos com a capacidade de, utilizando o método
correto de pensamento, baseado na razão, conhecermos a verdade.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

Para qual filósofo é possível formular a ideia de sociedade em que os homens sejam livres e iguais. Ideal este que servirá de
inspiração para a Revolução Francesa?

Marx

Hume

  Locke

  Rosseau

Bacon

Respondido em 02/05/2020 02:40:52

Explicação:

Para Rousseau, por meio da educação, é possível transformar o indivíduo em cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
individuais à vontade geral, por meio de um acordo ou o que ele chama de o contrato social.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

Eis a razão pelo qual, tão logo a idade me permitiu sair da sujeição de meus preceptores, abandonei inteiramente o estudo das letras. E decidindo-me a não mais
procurar outra ciência, além daquela que pudesse existir em mim próprio, ou então no grande livro do mundo, passei o resto de minha mocidade viajando [...],
recolhendo diferentes experiências, testando a mim mesmo nas armadilhas que a sorte me proporcionava e, por toda a parte, fazendo uma tal reflexão sobre as coisas
que se me apresentavam, para que pudesse tirar algum proveito (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia: dos pré-socráticos à Wittgenstein¿.
2003: 168).

Deste fragmento podemos compreender que:

  3. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, reafirma os princípios do ceticismo clássico e defende a
construção social do saber.
4. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, refuta a possibilidade um conhecimento válido.

  5. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia como uma expressão da experiência de vida do homem, em uma
manifestação típica do individualismo que marca o pensamento moderno.
2. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia um pensamento meramente especulativo com a finalidade de reafirmar os
princípios da tradição.
1. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, busca conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a
fim de podermos ter clareza das experiências sensíveis que nos permite conhecer.
Respondido em 02/05/2020 02:40:55

Explicação:

Para a "nova ciência" que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram
suficientes. Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição. 
Gabarito
Coment.

  5a Questão

Indique a temática central da filosofia de Rousseau:

Revelar a fragilidade do entendimento humano sobre as coisas através da maiêutica.

  Abandono do mundo sensível e a busca pelo mundo das ideias.

O estudo das contradições para se chegar ao saber.

A arte de argumentar e persuadir por meio do discurso.

  A questão da natureza humana e sua relação com a vida social.

Respondido em 02/05/2020 02:40:58

Explicação:

Para Rousseau, o indivíduo, por meio da educação, pode se tornar um cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
particulares a uma vontade geral firmada no que ele chamou de Contrato Social. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

O argumento do cogito é um dos mais famosos argumentos da tradição filosófica. Quem não terá ouvido a célebre forma ¿Penso,
logo existo¿! Que significa:

Significa que Descartes aceita que uma intuição psicológica fundamente a certeza subjetiva de que o mundo existe tal
qual o pensamos.
Significa que Descartes, ante a impossibilidade de a mente chegar a uma idéia clara e distinta, deve se contentar com
a intuição de que somos seres viventes.
Significa que a crença na existência implica que eu tenha um conhecimento certo, imune ao erro e ao engano.

  Significa que Descartes encontra na existência da mente pensante uma primeira verdade evidente, mais básica e
originária do que a dúvida.
  Significa que Descartes acredita nos sentidos, pois nunca se enganam.

Respondido em 02/05/2020 02:41:01

Explicação:

Para Descartes, a certeza da possibilidade de pensar antecede a dúvida. Ele pretende fundamentar a possibilidade de
conhecimento científico encontrando uma verdade inquestionável e refutando o ceticismo. Encontra no próprio pensamento a
certeza que não pode ser posta em questão pelo cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento (argumento
do cogito). (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia.  Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

Segundo Descartes, o erro resulta do mau uso da razão. Portanto, a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Escolha
a alternativa que corresponde a uma das 4 regras do método de Descartes:

Ênfase na experimentação

Partir da experiência sensorial como única fonte do conhecimento

Dar mais importância ao objeto do que ao sujeito


  Elaboração de hipóteses

  Dividir cada dificuldade a ser examinada em tantas partes quantas possíveis e necessárias para resolvê-las

Respondido em 02/05/2020 02:41:03

Explicação:

Essa é a regra da Análise. As outras três regras são: a da evidência, a da síntese e a da enumeração.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

O ponto de partida da filosofia de Rousseau é uma concepção de natureza humana representada pela famosa ideia: O homem
nasce bom, a sociedade o corrompe. (Contrato Social, livro I, cap. 1), à qual se acrescenta a ideia de que:

"todo homem nasce livre".

  "o homem nasce livre e por toda parte se encontra acorrentado".

"todo pensamento passa pela razão".

"razão e fé se completam".

  "a sociedade é feita para ser corrompida".

1a Questão

O modo de pensar substancialista, que identificava profundidades, é substituído pela matemática enquanto modelo da realidade
física, coisa impensável para os escolásticos. Aquele mundo composto de qualidades, significados e fins, que a matemática não
podia interpretar, é suplantado por um mundo quantitativo e, portanto, matematizável, no qual não há mais traços de qualidades,
de valores, de fins e de profundidade. O mundo qualitativo, de origem aristotélica, cede e desaparece lentamente. (...) "A
natureza é opaca, silenciosa, inodora e incolor: é apenas a impetuosa sucessão da matéria, sem fim e sem motivo". (...) O
movimento e a quantidade substituem os genera e as species da cosmologia tradicional (...) Na natureza, deixa de haver a visão
hierárquica e as finalidades das coisas." (Reali e Antiseri, 1990, p.137) Essas características apresentadas são de um Filósofo que
considerou a Matemática como modelo de sua reflexão filosófica e, com isso, pretendia elaborar uma matemática universal para
todos os assuntos. Ele é:

Hegel.

  Aristóteles.

John Locke.

  Descartes.

Kant.

Respondido em 02/05/2020 02:41:49

Explicação:

Para Descartes, o bem conhecer devia envolver o saber matemático. A ordem da matemática, particularmente visível na álgebra,
é para nós um modelo. O conhecimento da matemática e das suas longas cadeias de razões é a ocasião para Descartes de
imaginar o meio de adquirir a certeza de todas as coisas. O saber universal só pode se realizar pelo estabelecimento de uma
ordem entre todos os nossos  pensamentos ( BEYSSSADE, Michelle. Descartes. Lisboa: Porto; 1972).

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

O humanismo renascentista dos séculos XV e XVI significou I. A retomada do ideal clássico greco-romano em oposição à
escolástica medieval. II. A valorização do homem como indivíduo, de sua iniciativa e de sua criatividade. III. Uma concepção
específica de Filosofia e do estilo de filosofar. IV. A defesa dos princípios filosóficos da patrística e da escolástica desenvolvidas
pelos pensadores cristãos.
Somente o enunciado I e III estão corretos

  Somente os enunciados I e II estão corretos

Somente os enunciados III e IV estão corretos.

Somente os enunciados II e IV estão corretos

  TODOS OS ITENS ESTÃO ERRADOS

Respondido em 02/05/2020 02:42:54

Explicação:

O  humanismo renascentista representa um movimento intelectual e filosófico que se desenvolveu durante o período do
Renascimento (séculos XV e XVI) e que resgatou o homem para o centro do mundo e modificou o pensamento filosófico da época.

  3a Questão

Descartes defende a necessidade do método para o desenvolvimento da ciência. A finalidade do método cartesiano é: por a razão
no bom caminho. Qual das alternativas abaixo contém a enunciação das quatro regras do método de Descartes?

  Evidência, análise, síntese e enumeração.

  Dialética, disputa, intuição e rejeição.

Obliteração, sondagem, intuição e verificação.

Dedução, falseabilidade, confirmação e avaliação.

Exame, comprovação, validação e divulgação.

Respondido em 02/05/2020 02:41:55

Explicação:

René Descartes em seu método nos mostra quatro etapas. A primeira se refere à evidência. Como percebe que os sentidos podem
levar ao engano, ele se pergunta se seria possível aceitar a evidência dos sentidos. A segunda etapa é a da análise, isto é, dividir
cada uma das dificuldades examinadas em tantas parcelas quanto possíveis e quantas necessárias para melhor resolvê-las. A
terceira etapa é a síntese, ou, conduzir ordenadamente os pensamentos, começando pelos mais simples   para chegar aos mais
complexos. A última etapa é a enumeração: fazer em toda parte enumerações completas e revisões gerais que permitam a
certeza de nada omitir.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

Os céticos sustentavam que não podemos ter certeza acerca de nada, uma vez que nossas faculdades de conhecimento são falhas
e as teorias científicas que formulamos incompletas e sujeitas ao erro.

Diante disto, Descartes propõe-se à:

1. Encontrar uma certeza  básica que refute a ciência moderna e o ceticismo.

  2. Encontrar uma certeza básica que corrobore as dúvidas céticas.

5. Encontrar meios de se conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a fim de podermos ter clareza das
experiências sensíveis que nos permite conhecer.
3. Encontrar uma certeza básica que reafirme os princípios do ceticismo e refute as teorias da ciência moderna.

  4. Encontrar uma certeza básica, imune às dúvidas céticas, que possa servir de base e fundamento para a construção
da nova teoria científica.
Respondido em 02/05/2020 02:42:00

Explicação:
René Descartes em seu argumento do cogito, "Encontra no próprio pensamento a certeza que não pode ser posta em questão pelo
cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio
de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

René Descartes é considerado na História da Filosofia como sendo o Pai da Filosofia Moderna. Uma de suas principais obras é o Discurso do Método, onde
afirma:

I. Ser o bom senso, isto é, a racionalidade, uma luz natural ao homem.

II. O erro resulta na realidade de mau uso da razão e a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Portanto, o método visa o conhecimento, a elaboração de
uma teoria científica.

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

3. Somente os enunciados II e III estão corretos

  4. Somente os enunciados I e II estão corretos

  5. Somente o enunciado III está correto

1. Somente o enunciado I está correto

2. Somente o enunciado II está correto

Respondido em 02/05/2020 02:42:04

Explicação:

Razão e fé são inconciliáveis, embora Descartes recorra "à existência de Deus para garantir a correspondência entre o pensamento
e o real no processo de conhecimento, retomando alguns pressupostos do realismo escolástico". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à
História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito
Coment.

  6a Questão

 Analise as proposições parafraseadas do pensamento de Descartes, a seguir. Afirma Descartes:

1. Que desde a infância nutriu-se das letras, por estar persuadido de que estas poderiam levar a um conhecimento claro e seguro
de tudo o que fosse útil à vida, e ele queria aprender. Todavia, ao completar os estudos numa das melhores escolas da França,
achava-se com tantas dúvidas e indecisões que todos aqueles anos de estudos pareciam não ter servido, senão ao propósito de
revelar cada vez mais sua ignorância.

2. Que tão logo adquiriu independência, abandonou o estudo das letras e passou a procurar a ciência, que estivesse nele próprio e
no grande livro do mundo. Passou, portanto, a dedicar sua mocidade a viajar e recolher experiências diversificadas, testando-se a
si mesmo e refletindo de forma profunda sobre as coisas para chegar a algum proveito. (MARCONDES, Danilo, Zahar)

Sobre as proposições, escolha a opção corretamente formulada.

  Descartes descobre que o ensino na escola era feito por métodos errados.

ao desistir das letras, descartes desistiu da ciência.

  Descartes descobre que a escola não se propunha a ensinar a ciência.

os anos de estudo escolares de Descartes não tiveram qualquer serventia.

Descartes aconselha o abandono da escola, pois é uma instituição inútil.

Respondido em 02/05/2020 02:42:09


Explicação:

Para a nova ciência que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram
suficientes. Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição. 

Gabarito
Coment.

  7a Questão

Indique a temática central da filosofia de Rousseau:

  A questão da natureza humana e sua relação com a vida social.

Abandono do mundo sensível e a busca pelo mundo das ideias.

O estudo das contradições para se chegar ao saber.

  A arte de argumentar e persuadir por meio do discurso.

Revelar a fragilidade do entendimento humano sobre as coisas através da maiêutica.

Respondido em 02/05/2020 02:42:12

Explicação:

Para Rousseau, o indivíduo, por meio da educação, pode se tornar um cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
particulares a uma vontade geral firmada no que ele chamou de Contrato Social. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

Escolha a alternativa correta. Nos séculos XVII e XVIII encontramos grandes e importantes filósofos. Contudo, um deles é
conhecido como o "Pai da Modernidade". estamos fazendo referência a:

  Descartes

Kant

Hume

  Augusto Comte

Locke

1a Questão

Eis a razão pelo qual, tão logo a idade me permitiu sair da sujeição de meus preceptores, abandonei inteiramente o estudo das letras. E decidindo-me a não mais
procurar outra ciência, além daquela que pudesse existir em mim próprio, ou então no grande livro do mundo, passei o resto de minha mocidade viajando [...],
recolhendo diferentes experiências, testando a mim mesmo nas armadilhas que a sorte me proporcionava e, por toda a parte, fazendo uma tal reflexão sobre as coisas
que se me apresentavam, para que pudesse tirar algum proveito (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia: dos pré-socráticos à Wittgenstein¿.
2003: 168).

Deste fragmento podemos compreender que:

3. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, reafirma os princípios do ceticismo clássico e defende a
construção social do saber.
  4. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, refuta a possibilidade um conhecimento válido.

  5. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia como uma expressão da experiência de vida do homem, em uma
manifestação típica do individualismo que marca o pensamento moderno.
2. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, considera a filosofia um pensamento meramente especulativo com a finalidade de reafirmar os
princípios da tradição.
1. Descartes, através de uma linguagem autobiográfica, busca conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a
fim de podermos ter clareza das experiências sensíveis que nos permite conhecer.
Respondido em 02/05/2020 02:43:38
Explicação:

Para a "nova ciência" que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram
suficientes. Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição. 

Gabarito
Coment.

  2a Questão

Escolha a alternativa que NÂO corresponde ao pensamento de Descartes:

  A única verdade aceitável é a que parte da experiência dos sentidos

O pensamento filosófico de Descartes é o resultado da reflexão sobre a experiência da vida

A matemática é considerada o modelo da reflexão filosófica

  Valorização do sujeito pensante

Crença no poder crítico da razão humana

Respondido em 02/05/2020 02:43:28

Explicação:

Descartes era Racionalista. Acreditava no racionalismo inato, ou seja, que nascemos com a capacidade de, utilizando o método
correto de pensamento, baseado na razão, conhecermos a verdade.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

Para qual filósofo é possível formular a ideia de sociedade em que os homens sejam livres e iguais. Ideal este que servirá de
inspiração para a Revolução Francesa?

Bacon

  Rosseau

Locke

  Marx

Hume

Respondido em 02/05/2020 02:43:33

Explicação:

Para Rousseau, por meio da educação, é possível transformar o indivíduo em cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
individuais à vontade geral, por meio de um acordo ou o que ele chama de o contrato social.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  4a Questão

Segundo Descartes, o erro resulta do mau uso da razão. Portanto, a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Escolha
a alternativa que corresponde a uma das 4 regras do método de Descartes:

Dar mais importância ao objeto do que ao sujeito


  Ênfase na experimentação

Partir da experiência sensorial como única fonte do conhecimento

Elaboração de hipóteses

  Dividir cada dificuldade a ser examinada em tantas partes quantas possíveis e necessárias para resolvê-las

Respondido em 02/05/2020 02:43:37

Explicação:

Essa é a regra da Análise. As outras três regras são: a da evidência, a da síntese e a da enumeração.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

O ponto de partida da filosofia de Rousseau é uma concepção de natureza humana representada pela famosa ideia: O homem
nasce bom, a sociedade o corrompe. (Contrato Social, livro I, cap. 1), à qual se acrescenta a ideia de que:

"todo homem nasce livre".

"razão e fé se completam".

  "o homem nasce livre e por toda parte se encontra acorrentado".

"todo pensamento passa pela razão".

"a sociedade é feita para ser corrompida".

Respondido em 02/05/2020 02:43:41

Explicação:

Embora Rousseau tenha escrito que o homem nasce bom, a sociedade o corrrompe e que nasce livre, mas se encontra
acorrentado, ele acredita em uma vontade geral que zele pelo interesse e bem estar de todos, o que é obtido por meio de um
contrato, um acordo no qual a vontade particular é submetida ao interesse coletivo.  Isso é obtido pela educação que deve
transformar o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

O argumento do cogito é um dos mais famosos argumentos da tradição filosófica. Quem não terá ouvido a célebre forma ¿Penso,
logo existo¿! Que significa:

Significa que Descartes acredita nos sentidos, pois nunca se enganam.

  Significa que Descartes encontra na existência da mente pensante uma primeira verdade evidente, mais básica e
originária do que a dúvida.
Significa que a crença na existência implica que eu tenha um conhecimento certo, imune ao erro e ao engano.

  Significa que Descartes aceita que uma intuição psicológica fundamente a certeza subjetiva de que o mundo existe tal
qual o pensamos.
Significa que Descartes, ante a impossibilidade de a mente chegar a uma idéia clara e distinta, deve se contentar com
a intuição de que somos seres viventes.
Respondido em 02/05/2020 02:43:46

Explicação:

Para Descartes, a certeza da possibilidade de pensar antecede a dúvida. Ele pretende fundamentar a possibilidade de
conhecimento científico encontrando uma verdade inquestionável e refutando o ceticismo. Encontra no próprio pensamento a
certeza que não pode ser posta em questão pelo cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento (argumento
do cogito). (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia.  Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)
Gabarito Gabarito Gabarito
Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

Escolha a alternativa correta. Nos séculos XVII e XVIII encontramos grandes e importantes filósofos. Contudo, um deles é
conhecido como o "Pai da Modernidade". estamos fazendo referência a:

Kant

Augusto Comte

  Locke

  Descartes

Hume

Respondido em 02/05/2020 02:43:50

Explicação:

Descartes inaugura uma nova forma de fazer ciência, pois, de acordo com Marcondes, "A crença no poder crítico da razão humana
individual, a metáfora da luz e da clareza que se opõem à escuridão e ao obscurantismo, e a ideia de busca de progresso que
orienta a própria tarefa da filosofia são alguns dos traços fundamentais da modernidade de Descartes". (MARCONDES, Danilo.
Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 160)

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

O humanismo renascentista dos séculos XV e XVI significou I. A retomada do ideal clássico greco-romano em oposição à
escolástica medieval. II. A valorização do homem como indivíduo, de sua iniciativa e de sua criatividade. III. Uma concepção
específica de Filosofia e do estilo de filosofar. IV. A defesa dos princípios filosóficos da patrística e da escolástica desenvolvidas
pelos pensadores cristãos.

TODOS OS ITENS ESTÃO ERRADOS

Somente o enunciado I e III estão corretos

  Somente os enunciados I e II estão corretos

Somente os enunciados III e IV estão corretos.

Somente os enunciados II e IV estão corretos

1a Questão

O modo de pensar substancialista, que identificava profundidades, é substituído pela matemática enquanto modelo da realidade
física, coisa impensável para os escolásticos. Aquele mundo composto de qualidades, significados e fins, que a matemática não
podia interpretar, é suplantado por um mundo quantitativo e, portanto, matematizável, no qual não há mais traços de qualidades,
de valores, de fins e de profundidade. O mundo qualitativo, de origem aristotélica, cede e desaparece lentamente. (...) "A
natureza é opaca, silenciosa, inodora e incolor: é apenas a impetuosa sucessão da matéria, sem fim e sem motivo". (...) O
movimento e a quantidade substituem os genera e as species da cosmologia tradicional (...) Na natureza, deixa de haver a visão
hierárquica e as finalidades das coisas." (Reali e Antiseri, 1990, p.137) Essas características apresentadas são de um Filósofo que
considerou a Matemática como modelo de sua reflexão filosófica e, com isso, pretendia elaborar uma matemática universal para
todos os assuntos. Ele é:

John Locke.

Kant.

Hegel.

  Descartes.

Aristóteles.

Respondido em 02/05/2020 02:44:59


Explicação:

Para Descartes, o bem conhecer devia envolver o saber matemático. A ordem da matemática, particularmente visível na álgebra,
é para nós um modelo. O conhecimento da matemática e das suas longas cadeias de razões é a ocasião para Descartes de
imaginar o meio de adquirir a certeza de todas as coisas. O saber universal só pode se realizar pelo estabelecimento de uma
ordem entre todos os nossos  pensamentos ( BEYSSSADE, Michelle. Descartes. Lisboa: Porto; 1972).

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Indique a temática central da filosofia de Rousseau:

  A questão da natureza humana e sua relação com a vida social.

Abandono do mundo sensível e a busca pelo mundo das ideias.

O estudo das contradições para se chegar ao saber.

  Revelar a fragilidade do entendimento humano sobre as coisas através da maiêutica.

A arte de argumentar e persuadir por meio do discurso.

Respondido em 02/05/2020 02:44:49

Explicação:

Para Rousseau, o indivíduo, por meio da educação, pode se tornar um cidadão, submetendo os seus interesses e desejos
particulares a uma vontade geral firmada no que ele chamou de Contrato Social. 

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

Descartes defende a necessidade do método para o desenvolvimento da ciência. A finalidade do método cartesiano é: por a razão
no bom caminho. Qual das alternativas abaixo contém a enunciação das quatro regras do método de Descartes?

  Evidência, análise, síntese e enumeração.

Exame, comprovação, validação e divulgação.

  Dedução, falseabilidade, confirmação e avaliação.

Obliteração, sondagem, intuição e verificação.

Dialética, disputa, intuição e rejeição.

Respondido em 02/05/2020 02:44:53

Explicação:

René Descartes em seu método nos mostra quatro etapas. A primeira se refere à evidência. Como percebe que os sentidos podem
levar ao engano, ele se pergunta se seria possível aceitar a evidência dos sentidos. A segunda etapa é a da análise, isto é, dividir
cada uma das dificuldades examinadas em tantas parcelas quanto possíveis e quantas necessárias para melhor resolvê-las. A
terceira etapa é a síntese, ou, conduzir ordenadamente os pensamentos, começando pelos mais simples   para chegar aos mais
complexos. A última etapa é a enumeração: fazer em toda parte enumerações completas e revisões gerais que permitam a
certeza de nada omitir.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão
Os céticos sustentavam que não podemos ter certeza acerca de nada, uma vez que nossas faculdades de conhecimento são falhas
e as teorias científicas que formulamos incompletas e sujeitas ao erro.

Diante disto, Descartes propõe-se à:

2. Encontrar uma certeza básica que corrobore as dúvidas céticas.

3. Encontrar uma certeza básica que reafirme os princípios do ceticismo e refute as teorias da ciência moderna.

  1. Encontrar uma certeza  básica que refute a ciência moderna e o ceticismo.

  4. Encontrar uma certeza básica, imune às dúvidas céticas, que possa servir de base e fundamento para a construção
da nova teoria científica.
5. Encontrar meios de se conciliar a tradição com o pensamento mais elevado a fim de podermos ter clareza das
experiências sensíveis que nos permite conhecer.
Respondido em 02/05/2020 02:45:11

Explicação:

René Descartes em seu argumento do cogito, "Encontra no próprio pensamento a certeza que não pode ser posta em questão pelo
cético, já que duvidar é pensar e a dúvida pressupõe o pensamento". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio
de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

René Descartes é considerado na História da Filosofia como sendo o Pai da Filosofia Moderna. Uma de suas principais obras é o Discurso do Método, onde
afirma:

I. Ser o bom senso, isto é, a racionalidade, uma luz natural ao homem.

II. O erro resulta na realidade de mau uso da razão e a finalidade do método é por a razão no bom caminho. Portanto, o método visa o conhecimento, a elaboração de
uma teoria científica.

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

  3. Somente os enunciados II e III estão corretos

2. Somente o enunciado II está correto

1. Somente o enunciado I está correto

  4. Somente os enunciados I e II estão corretos

5. Somente o enunciado III está correto

Respondido em 02/05/2020 02:45:01

Explicação:

Razão e fé são inconciliáveis, embora Descartes recorra "à existência de Deus para garantir a correspondência entre o pensamento
e o real no processo de conhecimento, retomando alguns pressupostos do realismo escolástico". (MARCONDES, Danilo. Iniciação à
História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 174)

Gabarito
Coment.

  6a Questão

 Analise as proposições parafraseadas do pensamento de Descartes, a seguir. Afirma Descartes:

1. Que desde a infância nutriu-se das letras, por estar persuadido de que estas poderiam levar a um conhecimento claro e seguro
de tudo o que fosse útil à vida, e ele queria aprender. Todavia, ao completar os estudos numa das melhores escolas da França,
achava-se com tantas dúvidas e indecisões que todos aqueles anos de estudos pareciam não ter servido, senão ao propósito de
revelar cada vez mais sua ignorância.

2. Que tão logo adquiriu independência, abandonou o estudo das letras e passou a procurar a ciência, que estivesse nele próprio e
no grande livro do mundo. Passou, portanto, a dedicar sua mocidade a viajar e recolher experiências diversificadas, testando-se a
si mesmo e refletindo de forma profunda sobre as coisas para chegar a algum proveito. (MARCONDES, Danilo, Zahar)

Sobre as proposições, escolha a opção corretamente formulada.

  Descartes descobre que o ensino na escola era feito por métodos errados.

  ao desistir das letras, descartes desistiu da ciência.

Descartes descobre que a escola não se propunha a ensinar a ciência.

os anos de estudo escolares de Descartes não tiveram qualquer serventia.

Descartes aconselha o abandono da escola, pois é uma instituição inútil.

Respondido em 02/05/2020 02:45:08

Explicação:

Para a nova ciência que estava se formando naquele momento histórico, as certezas dos conteúdos escolares não eram
suficientes. Descartes constatou uma crise das ciências e do saber em geral da sua época. Questiona a tradição. 

Gabarito
Coment.

  7a Questão

Escolha a alternativa correta. Nos séculos XVII e XVIII encontramos grandes e importantes filósofos. Contudo, um deles é
conhecido como o "Pai da Modernidade". estamos fazendo referência a:

Kant

Hume

  Descartes

Locke

Augusto Comte

Respondido em 02/05/2020 02:45:16

Explicação:

Descartes inaugura uma nova forma de fazer ciência, pois, de acordo com Marcondes, "A crença no poder crítico da razão humana
individual, a metáfora da luz e da clareza que se opõem à escuridão e ao obscurantismo, e a ideia de busca de progresso que
orienta a própria tarefa da filosofia são alguns dos traços fundamentais da modernidade de Descartes". (MARCONDES, Danilo.
Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 160)

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

O humanismo renascentista dos séculos XV e XVI significou I. A retomada do ideal clássico greco-romano em oposição à
escolástica medieval. II. A valorização do homem como indivíduo, de sua iniciativa e de sua criatividade. III. Uma concepção
específica de Filosofia e do estilo de filosofar. IV. A defesa dos princípios filosóficos da patrística e da escolástica desenvolvidas
pelos pensadores cristãos.

Somente o enunciado I e III estão corretos

Somente os enunciados II e IV estão corretos

  Somente os enunciados I e II estão corretos

Somente os enunciados III e IV estão corretos.


TODOS OS ITENS ESTÃO ERRADOS

1a Questão

Hobbes, Locke e Rousseau foram defensores do contrato social. O contrato social é uma nova concepção sobre a origem e o
fundamento do Estado. Marque a única alternativa que expressa corretamente a ideia de contrato social.

  O contrato social, tendo por fundamento o direito natural, defende que o poder do Estado nasce da livre decisão dos
cidadãos em ceder parte de seus direitos para que tenham garantidos os direitos à vida e à propriedade.
  O contrato social garante o direito natural à vida, mas não defende o direito de propriedade e nem o direito à liberdade,
uma vez que todos nascem súditos.
O contrato social impede que o povo exerça a liberdade e não considera natural o direito à propriedade, uma vez que
todos devem ser súditos dos reis que governam por direito divino.
O contrato social garante que o poder divino seja o fundamento do direito dos Reis e dos Príncipes, herança que
receberam de Adão, o primeiro patriarca a quem Deus concedeu o direito de governar o mundo.
O contrato social revoga os direitos naturais à vida, à liberdade e à propriedade porque tais direitos só podem ser
garantidos artificialmente quando a sociedade conseguir organizar a forma de Estado e o regime de governo.
Respondido em 02/05/2020 03:06:51

Explicação:

O contrato social é a ideia de um acordo que regula a convivência das pessoas em sociedade de maneira organizada através de
um Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

  2a Questão

O ceticismo de Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige a dois princípios ou pressupostos fundamentais
da tradição filosófica:

A ideia e o pensamento.

A Filosofia.

a terra e o céu.

  a causalidade e a identidade pessoal.

a razão e a fé.

Respondido em 02/05/2020 03:06:55

Explicação:

De acordo com Marcondes, Hume critica a noção de causalidade porque "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção
constante entre fenômenos, e não uma conexão necessária que chamamos de causalidade" A crítica à Identidade Pessoal é uma
crítica ao modelo cartesiano de mente pensante como substância , sustentando que não podemos ter nenhuma representação de
nossa mente independente de nossa experiência , ou seja, de nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos. Não
há como nos representarmos o pensamento puro , independente  de qualquer conteúdo. Para Huma, jamais posso apreender a
mim  mesmo  sem algum tipo de percepção". (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Flosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar
Editor, 2001. p. 183)

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

A palavra empirismo, deriva da palavra grega ¿empeiria¿, que significa:

Saber inato, separado da experiência e da sensibilidade, fruto da intuição racional.

  Saber intuitivo, dependente da razão instrumental, e que resulta da impossibilidade de confiar nos sentidos.

  Saber derivado da experiência sensível, e de informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a
realização de fins práticos.
Saber transcendental, separado dos sentidos, e cujo fundamento reside em formas puras, conforme a teoria de Platão.
Saber baseado em impressões sensíveis que devem ser submetidas ao crivo da razão crítica, conforme o modelo
kantiano.
Respondido em 02/05/2020 03:06:57

Explicação:

O empirismo tem a ver com a ideia de que a fonte de nosso conhecimento advem da nosssa experiência sensível no mundo. O
conhecimento deriva dessas experiências, não sendo inato. Opõe-se ao Racionalismo.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

Segundo a teoria do contrato social, é papel da educação a formação da vontade geral dos membros da sociedade transformando,
assim, o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade. A soberania pertence ao povo por direito. Marque, abaixo, o
pensador contratualista que defendeu essas ideias.

Émille Durkheim

Emmanuel Kant

Karl Marx

  Thomas Hobbes

  Jean-Jacques Rousseau

Respondido em 02/05/2020 03:06:59

Explicação:

Rousseau entendia que a sociedade precisa estabelecer um contrato social, ou seja, um acordo que regula a convivência das
pessoas em sociedade de maneira organizada através de um Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

  5a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com a formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Este é um dos sentidos primordiais do pensamento crítico, que marcará fortemente a filosofia moderna,
vendo a tarefa da filosofia como a libertação do homem de preconceitos, ilusões e superstições. É neste contexto que encontramos
sua teoria dos ídolos.

Segundo Bacon, os ídolos são:

  4. Ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana.

  3. Princípios que permitem verificar a validade de um princípio racional.

2. Ilusões ou distorções que permitem o desenvolvimento do pensamento humano.

1. Princípios que permitem refutar os elementos advindos de uma experiência sensível.

5. Princípios que permitem o desenvolvimento da autonomia intelectual e de uma prática transformadora.

Respondido em 02/05/2020 03:07:01

Explicação:

Para Francis Bacon, na teoria dos ídolos, esses bloqueiam a mente humana e impedem o verdadeiro conhecimento. Eles, segundo
Marcondes, podem ser de quatro tipos: 1. ídolos da tribo; 2. ídolos da caverna; 3. ídolos do foro e 4. ídolos do teatro.
(MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. pp. 178 e 179)

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.
 

  6a Questão

Pode-se dizer que a nova Ciência da Natureza ou Filosofia Natural possui as seguintes características:

I. A passagem da ciência especulativa para a ativa, na continuidade do projeto renascentista de dominação da Natureza e cuja fórmula se encontra em Francis Bacon:
Saber é Poder.

II. A passagem da explicação qualitativa e finalística dos naturais para a explicação quantitativa e mecanicista: é o abandono das concepções aristotélico-medievais
sobre as diferenças qualitativas entre as coisas como fonte de explicação de suas operações (leve, pesado, natural, artificial, grande, pequeno, localizado no baixo ou
no alto).

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

  2. Somente os enunciados I e II estão corretos

1. Somente o enunciado I está correto

  4. Somente os enunciados II e III estão corretos

5. Somente o enunciado III está correto

 3. Somente o enunciado II está correto

Respondido em 02/05/2020 03:07:05

Explicação:

Na Nova Filosofia Natural razão e fé não são conciliáveis, ou seja, não é possível explicar as coisas da fé por meio da razão.

Gabarito
Coment.

  7a Questão

O Ceticismo de David Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige dois princípios ou pressupostos fundamentais da tradição filosófica. São
eles:

I.  A noção de causalidade, ou seja, a crença na existência de um princípio causal que relaciona os fenômenos naturais, constituindo-se em uma lei universal,
explicando a racionalidade do real em termos da relação causa-efeito, e estabelecendo assim um nexo, um elo causal entre tudo o que acontece.

II.  A crítica à identidade pessoal, sustentando que não podemos ter nenhuma representação de nossa mente independente de nossa experiência, ou seja, de nossas
impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.

III. O argumento do cogito como sendo um ponto de partida radical, de uma certeza, pois depende da noção de pensamento.

Assinale a alternativa correta:

4. Somente o enunciado I é correto.

2. Somente os enunciados II e III são corretos.

3. Somente o enunciado III é correto.

  1. Somente os enunciados I e II são corretos.

5. Somente o enunciado II é correto.

Respondido em 02/05/2020 03:07:12

Explicação:

O Ceticismo, de forma geral, não admite a ideia de certezas. Para Hume, as nossas ideias sobre o real derivam da experiência
sensível como fonte do conhecimento e, tal concepção, levada às últimas consequências, o leva ao ceticismo.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
 

  8a Questão

O filósofo empirista David Hume celebrizou-se por sua crítica à concepção clássica da causalidade. Qual das afirmações abaixo
resume a posição desse filósofo acerca da relação de causa e efeito?

  A causalidade é inteiramente estéril para o conhecimento dos objetos da experiência.

A causalidade indica uma ligação essencial, pois o ser do efeito está contido em potência no ser da causa.

A causalidade é inteiramente desprovida de validade no quadro conceitual do ceticismo humiano.

A causalidade é dada a priori para o entendimento humano.

  A causalidade é uma relação externa aos objetos, tributária do hábito e da repetição de seqüências observáveis na
experiência.

1a Questão

Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo empirista,
antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento. Assinale a afirmativa que representa as ideias deste filósofo:

  Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo
empirista, antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento.
As ideias são inatas. Isto é, o conhecimento é inato.

Nenhuma das respostas anteriores

Para Locke a mente já nasce com a experiência deixa as suas marcas.

  A Linguagem não é a expressão de um pensamento e é independente dele.

Respondido em 02/05/2020 03:07:43

Explicação:

John Locke foi um empirista, para quem nascemos como tábulas rasas, folhas em branco. O empirismo valoriza a experiência
sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do princípio do método indutivo, da
probabilidade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Para Locke as concepções da natureza do conhecimento tem como conceitos:

as conclusões relatadas por Locke serviram como fundamento para a formulação da concepção de verdades absolutas na
filosofia.
  acordo com concepções muito diferentes sobre a natureza do conhecimento, há certa similaridade entre Locke e Kant,
somente no que diz respeito à intenção de "averiguar quais objetos são e quais não são adequados para serem tratados
por nossos entendimentos".
  concepção sobre os limites do conhecimento alicerçou a metafísica moderna.

os resultados da pesquisa empreendida por Locke o levaram a contestar as bases da corrente empirista da filosofia.

a perplexidade relatada por Locke em nada se relaciona com as pesquisas filosóficas futuramente empreendidas por David
Hume.
Respondido em 02/05/2020 03:07:47

Explicação:

Locke era empirista. Kant buscou conciliar empirismo e racionalismo. Para Kant, partia-se da experiência sensível para depois
conhecer pela razão. 

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

 
  3a Questão

O filósofo inglês John Locke (1632-1704) é considerado como um dos principais teóricos do Empirismo. De acordo com Locke: 

a mente do homem não se altera mediante as suas experiências. 

nossas representações do real não são derivadas de percepções sensíveis.

   todas as nossas representações do real são derivadas de percepções sensíveis, não havendo outra fonte para o
conhecimento.
Todo conhecimento possível é inato, ou seja, já nasce com o indivíduo. 

  o conhecimento só é possível mediante a razão. 

Respondido em 02/05/2020 03:07:50

Explicação:

Locke afirma que todas as nossas representações do real são derivadas de percepções sensíveis, não havendo outra fonte para o
conhecimento. Portanto, não existem ideias inatas. Isto é, o conhecimento não é inato, mas resulta da maneira como elaboramos
os dados que nos vêm da sensibilidade por meio da experiência.
 

  4a Questão

A mente humana é como uma folha em branco, a tabula rasa, na qual a experiência deixa as suas marcas. Qual dos filósofos
empiristas que defendeu este princípio?

  5. John Locke

1. Immanuel Kant

3. George Berckley

4. Francis Bacon

  2. David Hume

Respondido em 02/05/2020 03:07:53

Explicação:

John Locke era um filósofo empirista, para quem todo o conhecimento advinha das experiências no mundo, ao contrário dos
racionalistas, para os quais já possímos,  a priori, alguns princípios e concepções.

Gabarito
Coment.

  5a Questão

Teoria epistemológica que afirma a radical derivação, direta ou indireta, de todo conhecimento da experiência sensível, seja ele
interna ou externa:

  Empirismo.

Postulado.

Racionalismo.

Iluminismo.

  Darwinismo

Respondido em 02/05/2020 03:08:11

Explicação:
O empirismo valoriza a experiência sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do
princípio do método indutivo, da probabilidade.

Gabarito
Coment.

  6a Questão

De acordo com Francis Bacon, existem quatro tipos de ídolos e de imagens que formam opiniões cristalizadas e preconceitos que
impedem o conhecimento da verdade. Não é um deles:

Ídolos da Caverna.

Ídolos da Tribo.

Ídolos das ideias

Ídolos do Fórum.

  Ídolos da Fama.

Respondido em 02/05/2020 03:07:59

Explicação:

 Para Francis Bacon, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o verdadeiro conhecimento.
Em sua teoria dos ídolos, temos:

1. ídolos da tribo que significam a espécie humana ;

2. ídolos da caverna que são consquência das características individuais de cada ser humano, de suas cacaterísticas físicas e
mentais;

3. ídolos do foro (ou do mercado) que resultam das relações entre as pessoas, da comunicação e do discurso.

4. ídolos do teatro que derivam das  doutrinas filosóficas e científicas antigas e novas, que figuram mundos fictícios e teatrais. 

(MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 178 e 179.

Gabarito
Coment.

  7a Questão

A respeito do pensamento do filósofo empirista David Hume, é correto afirmar que:

I.  Nossas ideias sobre o real se originam de nossa experiência sensível.

II. A observação é a outra fonte de ideias que podemos ter.

III. As ideais são sempre de natureza particular.

IV. Defendeu um pensamento metafísico-especulativo que visa conciliar razão e fé no plano teórico e prático.

Assinale a alternativa correta:

2. Somente os enunciados II e III estão corretos

3. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos

1. Somente os enunciados I e III estão corretos

  5. Somente os enunciados I, II e III estão corretos

  4. Somente os enunciados II e IV estão corretos

Respondido em 02/05/2020 03:08:05


Explicação:

O Empirismo, que também é conhecido como a Doutrina ou a Teoria do


conhecimento, afirma que  todo conhecimento humano deriva, direta ou
indiretamente, da experiência sensível externa ou interna, sendo que
frequentemente, a tendência é a de entender e comentar o "empírico" como sendo
algo que  é decorrente da experiência, das sensações e das percepções, isto é
relativamente aos encadeamentos da razão. O empirismo, principalmente o  de
Locke e o de Hume, demonstra que não há outra fonte do conhecimento senão a
experiência e a sensação. As ideias só nascem em razão do enfraquecimento da
sensação, e não podem ser inatas. Daí o empirismo rejeitar todas as especulações
como vãs e impossíveis de circunscrever. Seu grande argumento: "Nada se aloja no
espírito que não tenha, antes, estado nos sentidos."

  8a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Essa é uma concepção de pensamento crítico contida na teoria:

da fama.

da história.

das ideias.

  dos ídolos.

dos pensamentos.

1a Questão

O filósofo empirista David Hume celebrizou-se por sua crítica à concepção clássica da causalidade. Qual das afirmações abaixo
resume a posição desse filósofo acerca da relação de causa e efeito?

  A causalidade é inteiramente desprovida de validade no quadro conceitual do ceticismo humiano.

A causalidade indica uma ligação essencial, pois o ser do efeito está contido em potência no ser da causa.

  A causalidade é uma relação externa aos objetos, tributária do hábito e da repetição de seqüências observáveis na
experiência.
A causalidade é dada a priori para o entendimento humano.

A causalidade é inteiramente estéril para o conhecimento dos objetos da experiência.

Respondido em 02/05/2020 03:08:38

Explicação:

Para Hume, "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção constante entre fenômenos, e não uma conexão necesssária
que chamamos de causalidade. (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p.
182)

  2a Questão

O Ceticismo de David Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige dois princípios ou pressupostos fundamentais da tradição filosófica. São
eles:

I.  A noção de causalidade, ou seja, a crença na existência de um princípio causal que relaciona os fenômenos naturais, constituindo-se em uma lei universal,
explicando a racionalidade do real em termos da relação causa-efeito, e estabelecendo assim um nexo, um elo causal entre tudo o que acontece.

II.  A crítica à identidade pessoal, sustentando que não podemos ter nenhuma representação de nossa mente independente de nossa experiência, ou seja, de nossas
impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.

III. O argumento do cogito como sendo um ponto de partida radical, de uma certeza, pois depende da noção de pensamento.

Assinale a alternativa correta:

5. Somente o enunciado II é correto.

  1. Somente os enunciados I e II são corretos.

  4. Somente o enunciado I é correto.

3. Somente o enunciado III é correto.

2. Somente os enunciados II e III são corretos.

Respondido em 02/05/2020 03:08:56

Explicação:

O Ceticismo, de forma geral, não admite a ideia de certezas. Para Hume, as nossas ideias sobre o real derivam da experiência
sensível como fonte do conhecimento e, tal concepção, levada às últimas consequências, o leva ao ceticismo.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com a formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Este é um dos sentidos primordiais do pensamento crítico, que marcará fortemente a filosofia moderna,
vendo a tarefa da filosofia como a libertação do homem de preconceitos, ilusões e superstições. É neste contexto que encontramos
sua teoria dos ídolos.

Segundo Bacon, os ídolos são:

  4. Ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana.

1. Princípios que permitem refutar os elementos advindos de uma experiência sensível.

2. Ilusões ou distorções que permitem o desenvolvimento do pensamento humano.

3. Princípios que permitem verificar a validade de um princípio racional.

5. Princípios que permitem o desenvolvimento da autonomia intelectual e de uma prática transformadora.

Respondido em 02/05/2020 03:08:46

Explicação:

Para Francis Bacon, na teoria dos ídolos, esses bloqueiam a mente humana e impedem o verdadeiro conhecimento. Eles, segundo
Marcondes, podem ser de quatro tipos: 1. ídolos da tribo; 2. ídolos da caverna; 3. ídolos do foro e 4. ídolos do teatro.
(MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. pp. 178 e 179)

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

O ceticismo de Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige a dois princípios ou pressupostos fundamentais
da tradição filosófica:

A ideia e o pensamento.

a razão e a fé.

A Filosofia.

a terra e o céu.

  a causalidade e a identidade pessoal.


Respondido em 02/05/2020 03:09:04

Explicação:

De acordo com Marcondes, Hume critica a noção de causalidade porque "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção
constante entre fenômenos, e não uma conexão necessária que chamamos de causalidade" A crítica à Identidade Pessoal é uma
crítica ao modelo cartesiano de mente pensante como substância , sustentando que não podemos ter nenhuma representação de
nossa mente independente de nossa experiência , ou seja, de nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos. Não
há como nos representarmos o pensamento puro , independente  de qualquer conteúdo. Para Huma, jamais posso apreender a
mim  mesmo  sem algum tipo de percepção". (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Flosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar
Editor, 2001. p. 183)

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

A palavra empirismo, deriva da palavra grega ¿empeiria¿, que significa:

  Saber derivado da experiência sensível, e de informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a
realização de fins práticos.
Saber inato, separado da experiência e da sensibilidade, fruto da intuição racional.

Saber baseado em impressões sensíveis que devem ser submetidas ao crivo da razão crítica, conforme o modelo
kantiano.
Saber intuitivo, dependente da razão instrumental, e que resulta da impossibilidade de confiar nos sentidos.

  Saber transcendental, separado dos sentidos, e cujo fundamento reside em formas puras, conforme a teoria de Platão.

Respondido em 02/05/2020 03:08:53

Explicação:

O empirismo tem a ver com a ideia de que a fonte de nosso conhecimento advem da nosssa experiência sensível no mundo. O
conhecimento deriva dessas experiências, não sendo inato. Opõe-se ao Racionalismo.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

Segundo a teoria do contrato social, é papel da educação a formação da vontade geral dos membros da sociedade transformando,
assim, o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade. A soberania pertence ao povo por direito. Marque, abaixo, o
pensador contratualista que defendeu essas ideias.

Karl Marx

  Jean-Jacques Rousseau

Thomas Hobbes

Emmanuel Kant

  Émille Durkheim

Respondido em 02/05/2020 03:08:57

Explicação:

Rousseau entendia que a sociedade precisa estabelecer um contrato social, ou seja, um acordo que regula a convivência das
pessoas em sociedade de maneira organizada através de um Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

 
  7a Questão

Pode-se dizer que a nova Ciência da Natureza ou Filosofia Natural possui as seguintes características:

I. A passagem da ciência especulativa para a ativa, na continuidade do projeto renascentista de dominação da Natureza e cuja fórmula se encontra em Francis Bacon:
Saber é Poder.

II. A passagem da explicação qualitativa e finalística dos naturais para a explicação quantitativa e mecanicista: é o abandono das concepções aristotélico-medievais
sobre as diferenças qualitativas entre as coisas como fonte de explicação de suas operações (leve, pesado, natural, artificial, grande, pequeno, localizado no baixo ou
no alto).

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

5. Somente o enunciado III está correto

1. Somente o enunciado I está correto

   3. Somente o enunciado II está correto

4. Somente os enunciados II e III estão corretos

  2. Somente os enunciados I e II estão corretos

Respondido em 02/05/2020 03:09:14

Explicação:

Na Nova Filosofia Natural razão e fé não são conciliáveis, ou seja, não é possível explicar as coisas da fé por meio da razão.

Gabarito
Coment.

  8a Questão

Hobbes, Locke e Rousseau foram defensores do contrato social. O contrato social é uma nova concepção sobre a origem e o
fundamento do Estado. Marque a única alternativa que expressa corretamente a ideia de contrato social.

  O contrato social, tendo por fundamento o direito natural, defende que o poder do Estado nasce da livre decisão dos
cidadãos em ceder parte de seus direitos para que tenham garantidos os direitos à vida e à propriedade.
O contrato social garante o direito natural à vida, mas não defende o direito de propriedade e nem o direito à liberdade,
uma vez que todos nascem súditos.
  O contrato social revoga os direitos naturais à vida, à liberdade e à propriedade porque tais direitos só podem ser
garantidos artificialmente quando a sociedade conseguir organizar a forma de Estado e o regime de governo.
O contrato social garante que o poder divino seja o fundamento do direito dos Reis e dos Príncipes, herança que
receberam de Adão, o primeiro patriarca a quem Deus concedeu o direito de governar o mundo.
O contrato social impede que o povo exerça a liberdade e não considera natural o direito à propriedade, uma vez que
todos devem ser súditos dos reis que governam por direito divino.

1a Questão

A respeito do pensamento do filósofo empirista David Hume, é correto afirmar que:

I.  Nossas ideias sobre o real se originam de nossa experiência sensível.

II. A observação é a outra fonte de ideias que podemos ter.

III. As ideais são sempre de natureza particular.

IV. Defendeu um pensamento metafísico-especulativo que visa conciliar razão e fé no plano teórico e prático.

Assinale a alternativa correta:

4. Somente os enunciados II e IV estão corretos

  2. Somente os enunciados II e III estão corretos

1. Somente os enunciados I e III estão corretos


  5. Somente os enunciados I, II e III estão corretos

3. Somente os enunciados I, II e IV estão corretos

Respondido em 02/05/2020 03:09:54

Explicação:

O Empirismo, que também é conhecido como a Doutrina ou a Teoria do


conhecimento, afirma que  todo conhecimento humano deriva, direta ou
indiretamente, da experiência sensível externa ou interna, sendo que
frequentemente, a tendência é a de entender e comentar o "empírico" como sendo
algo que  é decorrente da experiência, das sensações e das percepções, isto é
relativamente aos encadeamentos da razão. O empirismo, principalmente o  de
Locke e o de Hume, demonstra que não há outra fonte do conhecimento senão a
experiência e a sensação. As ideias só nascem em razão do enfraquecimento da
sensação, e não podem ser inatas. Daí o empirismo rejeitar todas as especulações
como vãs e impossíveis de circunscrever. Seu grande argumento: "Nada se aloja no
espírito que não tenha, antes, estado nos sentidos."

  2a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Essa é uma concepção de pensamento crítico contida na teoria:

dos pensamentos.

  dos ídolos.

  das ideias.

da história.

da fama.

Respondido em 02/05/2020 03:10:01

Explicação:

Para Francis Bacon, em a Teoria dos Ídolos, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o
verdadeiro conhecimento.  

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

De acordo com Francis Bacon, existem quatro tipos de ídolos e de imagens que formam opiniões cristalizadas e preconceitos que
impedem o conhecimento da verdade. Não é um deles:

Ídolos da Caverna.

  Ídolos do Fórum.

Ídolos das ideias

Ídolos da Tribo.

  Ídolos da Fama.

Respondido em 02/05/2020 03:09:52

Explicação:

 Para Francis Bacon, os ídolos são ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana, impedindo o verdadeiro conhecimento.
Em sua teoria dos ídolos, temos:

1. ídolos da tribo que significam a espécie humana ;

2. ídolos da caverna que são consquência das características individuais de cada ser humano, de suas cacaterísticas físicas e
mentais;

3. ídolos do foro (ou do mercado) que resultam das relações entre as pessoas, da comunicação e do discurso.

4. ídolos do teatro que derivam das  doutrinas filosóficas e científicas antigas e novas, que figuram mundos fictícios e teatrais. 

(MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 178 e 179.

Gabarito
Coment.

  4a Questão

Teoria epistemológica que afirma a radical derivação, direta ou indireta, de todo conhecimento da experiência sensível, seja ele
interna ou externa:

Darwinismo

Racionalismo.

Postulado.

  Empirismo.

  Iluminismo.

Respondido em 02/05/2020 03:09:56

Explicação:

O empirismo valoriza a experiência sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do
princípio do método indutivo, da probabilidade.

Gabarito
Coment.

  5a Questão

Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo empirista,
antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento. Assinale a afirmativa que representa as ideias deste filósofo:

Para Locke a mente já nasce com a experiência deixa as suas marcas.

  Locke vê a filosofia como uma tarefa crítica e preparatória para a construção da ciência. Ele desenvolve um modelo
empirista, antiespeculativo e antimetafísico de conhecimento.
  A Linguagem não é a expressão de um pensamento e é independente dele.

Nenhuma das respostas anteriores

As ideias são inatas. Isto é, o conhecimento é inato.

Respondido em 02/05/2020 03:10:06

Explicação:

John Locke foi um empirista, para quem nascemos como tábulas rasas, folhas em branco. O empirismo valoriza a experiência
sensível como fonte de conhecimento e a concepção de conhecimento do empirismo parte do princípio do método indutivo, da
probabilidade.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.
 

  6a Questão

Para Locke as concepções da natureza do conhecimento tem como conceitos:

concepção sobre os limites do conhecimento alicerçou a metafísica moderna.

os resultados da pesquisa empreendida por Locke o levaram a contestar as bases da corrente empirista da filosofia.

  acordo com concepções muito diferentes sobre a natureza do conhecimento, há certa similaridade entre Locke e Kant,
somente no que diz respeito à intenção de "averiguar quais objetos são e quais não são adequados para serem tratados
por nossos entendimentos".
as conclusões relatadas por Locke serviram como fundamento para a formulação da concepção de verdades absolutas na
filosofia.
a perplexidade relatada por Locke em nada se relaciona com as pesquisas filosóficas futuramente empreendidas por David
Hume.
Respondido em 02/05/2020 03:10:10

Explicação:

Locke era empirista. Kant buscou conciliar empirismo e racionalismo. Para Kant, partia-se da experiência sensível para depois
conhecer pela razão. 

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  7a Questão

A mente humana é como uma folha em branco, a tabula rasa, na qual a experiência deixa as suas marcas. Qual dos filósofos
empiristas que defendeu este princípio?

4. Francis Bacon

1. Immanuel Kant

  5. John Locke

  3. George Berckley

2. David Hume

Respondido em 02/05/2020 03:10:12

Explicação:

John Locke era um filósofo empirista, para quem todo o conhecimento advinha das experiências no mundo, ao contrário dos
racionalistas, para os quais já possímos,  a priori, alguns princípios e concepções.

Gabarito
Coment.

  8a Questão

O filósofo inglês John Locke (1632-1704) é considerado como um dos principais teóricos do Empirismo. De acordo com Locke: 

nossas representações do real não são derivadas de percepções sensíveis.

a mente do homem não se altera mediante as suas experiências. 

o conhecimento só é possível mediante a razão. 

   todas as nossas representações do real são derivadas de percepções sensíveis, não havendo outra fonte para o
conhecimento.
Todo conhecimento possível é inato, ou seja, já nasce com o indivíduo. 
O filósofo empirista David Hume celebrizou-se por sua crítica à concepção clássica da causalidade. Qual das afirmações abaixo
resume a posição desse filósofo acerca da relação de causa e efeito?

A causalidade indica uma ligação essencial, pois o ser do efeito está contido em potência no ser da causa.

A causalidade é dada a priori para o entendimento humano.

  A causalidade é uma relação externa aos objetos, tributária do hábito e da repetição de seqüências observáveis na
experiência.
A causalidade é inteiramente desprovida de validade no quadro conceitual do ceticismo humiano.

A causalidade é inteiramente estéril para o conhecimento dos objetos da experiência.

Respondido em 02/05/2020 03:10:53

Explicação:

Para Hume, "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção constante entre fenômenos, e não uma conexão necesssária
que chamamos de causalidade. (MARCONDES, Danilo. Iniciação à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p.
182)

  2a Questão

O Ceticismo de David Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige dois princípios ou pressupostos fundamentais da tradição filosófica. São
eles:

I.  A noção de causalidade, ou seja, a crença na existência de um princípio causal que relaciona os fenômenos naturais, constituindo-se em uma lei universal,
explicando a racionalidade do real em termos da relação causa-efeito, e estabelecendo assim um nexo, um elo causal entre tudo o que acontece.

II.  A crítica à identidade pessoal, sustentando que não podemos ter nenhuma representação de nossa mente independente de nossa experiência, ou seja, de nossas
impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos.

III. O argumento do cogito como sendo um ponto de partida radical, de uma certeza, pois depende da noção de pensamento.

Assinale a alternativa correta:


2. Somente os enunciados II e III são corretos.

  5. Somente o enunciado II é correto.

3. Somente o enunciado III é correto.

  1. Somente os enunciados I e II são corretos.

4. Somente o enunciado I é correto.

Respondido em 02/05/2020 03:10:57

Explicação:

O Ceticismo, de forma geral, não admite a ideia de certezas. Para Hume, as nossas ideias sobre o real derivam da experiência
sensível como fonte do conhecimento e, tal concepção, levada às últimas consequências, o leva ao ceticismo.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

A preocupação fundamental de Bacon é com a formulação de um método que evite o erro e coloque o homem no caminho do
conhecimento correto. Este é um dos sentidos primordiais do pensamento crítico, que marcará fortemente a filosofia moderna,
vendo a tarefa da filosofia como a libertação do homem de preconceitos, ilusões e superstições. É neste contexto que encontramos
sua teoria dos ídolos.

Segundo Bacon, os ídolos são:

  4. Ilusões ou distorções que bloqueiam a mente humana.

5. Princípios que permitem o desenvolvimento da autonomia intelectual e de uma prática transformadora.


1. Princípios que permitem refutar os elementos advindos de uma experiência sensível.

  2. Ilusões ou distorções que permitem o desenvolvimento do pensamento humano.

3. Princípios que permitem verificar a validade de um princípio racional.

Respondido em 02/05/2020 03:11:14

Explicação:

Para Francis Bacon, na teoria dos ídolos, esses bloqueiam a mente humana e impedem o verdadeiro conhecimento. Eles, segundo
Marcondes, podem ser de quatro tipos: 1. ídolos da tribo; 2. ídolos da caverna; 3. ídolos do foro e 4. ídolos do teatro.
(MARCONDES, Danilo. Introdução á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. pp. 178 e 179)

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

O ceticismo de Hume pode ser interpretado a partir do questionamento que dirige a dois princípios ou pressupostos fundamentais
da tradição filosófica:

A ideia e o pensamento.

a terra e o céu.

a razão e a fé.

  a causalidade e a identidade pessoal.

A Filosofia.

Respondido em 02/05/2020 03:11:05

Explicação:

De acordo com Marcondes, Hume critica a noção de causalidade porque "tudo o que a experiência nos revela é uma conjunção
constante entre fenômenos, e não uma conexão necessária que chamamos de causalidade" A crítica à Identidade Pessoal é uma
crítica ao modelo cartesiano de mente pensante como substância , sustentando que não podemos ter nenhuma representação de
nossa mente independente de nossa experiência , ou seja, de nossas impressões sensíveis e da maneira como as elaboramos. Não
há como nos representarmos o pensamento puro , independente  de qualquer conteúdo. Para Huma, jamais posso apreender a
mim  mesmo  sem algum tipo de percepção". (MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Flosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar
Editor, 2001. p. 183)

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  5a Questão

A palavra empirismo, deriva da palavra grega ¿empeiria¿, que significa:

  Saber derivado da experiência sensível, e de informações acumuladas com base nesta experiência, permitindo a
realização de fins práticos.
Saber inato, separado da experiência e da sensibilidade, fruto da intuição racional.

Saber intuitivo, dependente da razão instrumental, e que resulta da impossibilidade de confiar nos sentidos.

Saber transcendental, separado dos sentidos, e cujo fundamento reside em formas puras, conforme a teoria de Platão.

  Saber baseado em impressões sensíveis que devem ser submetidas ao crivo da razão crítica, conforme o modelo
kantiano.
Respondido em 02/05/2020 03:11:08

Explicação:

O empirismo tem a ver com a ideia de que a fonte de nosso conhecimento advem da nosssa experiência sensível no mundo. O
conhecimento deriva dessas experiências, não sendo inato. Opõe-se ao Racionalismo.
Gabarito Gabarito Gabarito
Coment. Coment. Coment.

  6a Questão

Segundo a teoria do contrato social, é papel da educação a formação da vontade geral dos membros da sociedade transformando,
assim, o indivíduo em cidadão, em membro de uma comunidade. A soberania pertence ao povo por direito. Marque, abaixo, o
pensador contratualista que defendeu essas ideias.

Émille Durkheim

Emmanuel Kant

  Karl Marx

Thomas Hobbes

  Jean-Jacques Rousseau

Respondido em 02/05/2020 03:11:12

Explicação:

Rousseau entendia que a sociedade precisa estabelecer um contrato social, ou seja, um acordo que regula a convivência das
pessoas em sociedade de maneira organizada através de um Estado que protege os direitos e a liberdade dos seus membros.

  7a Questão

Pode-se dizer que a nova Ciência da Natureza ou Filosofia Natural possui as seguintes características:

I. A passagem da ciência especulativa para a ativa, na continuidade do projeto renascentista de dominação da Natureza e cuja fórmula se encontra em Francis Bacon:
Saber é Poder.

II. A passagem da explicação qualitativa e finalística dos naturais para a explicação quantitativa e mecanicista: é o abandono das concepções aristotélico-medievais
sobre as diferenças qualitativas entre as coisas como fonte de explicação de suas operações (leve, pesado, natural, artificial, grande, pequeno, localizado no baixo ou
no alto).

III. Defesa de que razão e fé são compatíveis, ou seja, uma não se opõe a outra.

Assinale a alternativa correta:

  2. Somente os enunciados I e II estão corretos

5. Somente o enunciado III está correto

  1. Somente o enunciado I está correto

 3. Somente o enunciado II está correto

4. Somente os enunciados II e III estão corretos

Respondido em 02/05/2020 03:11:34

Explicação:

Na Nova Filosofia Natural razão e fé não são conciliáveis, ou seja, não é possível explicar as coisas da fé por meio da razão.

Gabarito
Coment.

  8a Questão
Hobbes, Locke e Rousseau foram defensores do contrato social. O contrato social é uma nova concepção sobre a origem e o
fundamento do Estado. Marque a única alternativa que expressa corretamente a ideia de contrato social.

  O contrato social, tendo por fundamento o direito natural, defende que o poder do Estado nasce da livre decisão dos
cidadãos em ceder parte de seus direitos para que tenham garantidos os direitos à vida e à propriedade.
O contrato social garante o direito natural à vida, mas não defende o direito de propriedade e nem o direito à liberdade,
uma vez que todos nascem súditos.
O contrato social garante que o poder divino seja o fundamento do direito dos Reis e dos Príncipes, herança que
receberam de Adão, o primeiro patriarca a quem Deus concedeu o direito de governar o mundo.
O contrato social impede que o povo exerça a liberdade e não considera natural o direito à propriedade, uma vez que
todos devem ser súditos dos reis que governam por direito divino.
  O contrato social revoga os direitos naturais à vida, à liberdade e à propriedade porque tais direitos só podem ser
garantidos artificialmente quando a sociedade conseguir organizar a forma de Estado e o regime de governo.

1a Questão

O Iluminismo, movimento intelectual do século XVIII, representou o (a);

  afirmação das ideias revolucionárias da burguesia.

  renascer do pensamento clássico greco-romano.

fortalecimento do Estado absolutista.

revolução ideológica da aristocracia.

expansão do pensamento religioso protestante.

Respondido em 02/05/2020 03:13:29

Explicação:

O Iluminismo foi um movimento de grande importância, que teve início a partir da segunda metade do século XVIII. Sua área de
abrangência se estende sobre o pensamento filosófico, as artes, as ciências e as teorias políticas, as teorias pedagógicas e
jurídicas. Exaltava-se a razão  e abominava-se qualquer privilégio da aristocracia e do clero (é um movimento laico e secular),
pois os iluministas, ideólogos da burguesia, acreditavam que esses privilégios não tinham qualquer tipo de fundamentação
racional.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  2a Questão

"O homem é um ser essencialmente racional e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral,
submetido as leis causais, mas sim aos princípios morais derivados de sua razão, ao dever, portanto".

Tal pensamento expressa a ética do dever do filósofo:

  Rene Descartes

David Hume

Francis Bacon

Aristóteles

  Immanuel Kant

Respondido em 02/05/2020 03:13:49

Explicação:

Para Kant, a questão da ética era muito relevante. De acordo com Danilo Marcondes, "o homem  é essencialmente um ser racional
e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral, submetido às leis causais, mas sim  aos princípios
morais derivados de sua razão, ao dever, portanto. É este o sentido da liberdade humana no plano moral. A moral é assim
independente do mundo da natureza." MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor,
2001. p. 213

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

 
  3a Questão

Importante pensador contemporâneo, que afirma que a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio para
pensarmos uma dimensão ampliada da experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como ser de
conhecimento, cultura e educação:

Freinet

  Kant

Martim Lutero

Maria Montessori

Hobbes

Respondido em 02/05/2020 03:13:52

Explicação: Para Kant, a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio para pensarmos uma dimensão ampliada da
experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como ser de conhecimento, cultura e educação.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  4a Questão

O Pensador Comenius que viveu no período de 1592 a 1670, propõe em sua teoria o primeiro projeto moderno de educação com
matizes utópicas. Indique nas opções abaixo aquela que trata corretamente do modelo de escola proposta por este pensador:

Para este pensador a educação nada tem a ver com o processo de humanização.

Sua tese é a recusa da universalidade da educação.

Dissociação entre escola der homens e mulheres e de ricos e pobres.

  O pensador propõe a universalização da educação e afirmava que a humanidade é construída pela educação.

  Comenius afirma a impossibilidade de que o homem se torne racional a partir do processo educativo.

Respondido em 02/05/2020 03:13:42

Explicação:

Conforme Karen Fernanda Bertoloti, Comenius,"em sua obra mais significativa, Didática Magna, apresenta um método que deveria
servir para ensinar a todas as crianças agradavelmente. Trata-se de um método baseado na maturação da mente da criança e nos
princípios que governam a evolução da mente humana. Comênio, na realidade, pretendia, através de experiências, facilitar o
processo de aprendizagem, tornando-o mais interessante e envolvente para o educando. Estes princípios substituiriam a estrutura
formal lógica, por uma configuração psicológica". BERTOLOTI, Karen Fernanda. História da Educação. Rio de Janeiro: SESES,
2015. p. 215

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão

De acordo com Danilo Marcondes, o Iluminismo, ou Século da Luzes, foi um movimento de pensamento europeu característico basicamente da segunda metade do
século XVIII. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, sobretudo a literatura, as ciências, a teoria política e a doutrina jurídica. A respeito
deste movimento iluminista dos século XVIII podemos afirmar que:

I.  Através da metáfora da luz e da claridade, uma oposição às trevas, ao obscurantismo, à ignorância, à superstição, ou seja, à existência de algo oculto.

II.  O seu grande instrumento é a consciência individual, autônoma em sua capacidade de conhecer o real; suas armas são, portanto, o conhecimento, a ciência e a
educação.

III.  Somente alguns homens são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam
o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Assinale a alternativa correta:

3. Somente o enunciado I é correto.

  Somente os enunciados I e II são corretos.

2. Somente o enunciado III é correto.

  1. Somente os enunciados II e III são corretos.

4. Somente o enunciado II é correto.

Respondido em 02/05/2020 03:13:46

Explicação:

Para os iluministas, todos os seres humanos são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade
natural de aprender, capaz de permitir que conheçam o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Gabarito
Coment.

  6a Questão

Eles propõem a formação humana moderna, com maior controle racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior
extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens:

Epicuro e Comenius

Lutero, Kant e Maquiavel

Descartes, Lutero e Newton

  Comenius, Rousseau e Kant

  Platão e Sócrates

Respondido em 02/05/2020 03:13:52

Explicação: Comenius, Rousseau, Kant e também o pensador Locke, propõem a formação humana moderna, com maior controle
racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

Na obra "Crítica da Razão Pura", Imannuel Kant, examinando o problema do conhecimento humano, distinguiu duas formas
básicas do ato de conhecer. Assinale a alternativa CORRETA:

O conhecimento científico e o conhecimento racional

  O conhecimento empírico e o conhecimento puro.

  O conhecimento sofístico e o conhecimento ideológico.

O conhecimento religioso e o conhecimento ateu.

O conhecimento mítico e o conhecimento cético.

Respondido em 02/05/2020 03:13:56

Explicação:

De acordo com Marcondes, Imannuel Kant foi um filósofo que pretendeu conciliar empirismo e racionalismo. Em sua obra Lógica,
Kant define a filosofia como "a ciência da relação de todo conhecimento e de todo uso da razão com o fim último da razão
humana", caracterizando-se pelo tratamento de quatro questões fundamentais:

1. O que posso saber?

2. O que devo fazer?

3. O que posso esperar?

4. O que é o homem?"

MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 207

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  8a Questão

O Iluminismo ficou conhecido como período do Esclarecimento , da Ilustração ou Século das Luzes. Indique os fatores defendidos
por esta proposta de conhecimento:

A incapacidade dos homens para aprender.

A noção de liberdade individual e a construção de uma sociedade autoritária e centralizada.

a inexistência da racionalidade nos homens

  O individualismo e o autoritarismo na sociedade vigente.

  a noção de liberdade individual e os direitos dos homens contra a ideia de autoritarismo.

1a Questão

O século XVIII foi o século Iluminista, que pode ser definido como:

  Um movimento que defendia o paganismo como forma de crítica ao obscurantismo da Igreja Católica, e que ignorava os
avanços da ciência.
Um movimento exclusivamente político, que exigia o fim do absolutismo. Propunha para seu lugar uma estrutura
conhecida como ditadura do proletariado.
Um movimento que defendia a introdução de técnicas de leitura que fugisse a perseguição política, por isso o uso de velas
a noite, na proteção do lar deu o nome ao movimento.
Um movimento pautado na defesa da ciência, valorizando seu caráter confessional e atuando no processo de
desenvolvimento do saber pautado no enciclopedismo.
  Um movimento que propunha usar a razão como guia do conhecimento e da ação humana, buscando a ciência como
explicação para os fatos e fenômenos da natureza e da sociedade.
Respondido em 02/05/2020 03:15:05

Explicação:

o termo iluminismo de oriegme do francês ou Esclarecimento da tradução alemã, trazem a ideia de época das luzes, época da
razão.

  2a Questão

Qual dos filósofos abaixo pretende superar a dicotomia entre razão teórica (ou cognitiva) e razão prática (ou moral), considerando
a faculdade do juízo como uma faculdade Intermediária?

Rene Descartes

  John Locke

  Immanuel Kant

David Hume
Francis Bacon

Respondido em 02/05/2020 03:14:55

Explicação:

David Hume, Francis Bacon e John Locke eram empiristas, ou seja, acreditavam que o conhecimento advinha da experiência no
mundo. René Descartes era racionalista inatista. Kant tenta conciliar empirismo e racionalismo por meio da ideia de juízo.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  3a Questão

Qual dos filósofos abaixo compreende que o conhecimento do objeto resulta da contribuição das faculdades da nossa mente, ou de
nossa razão, da estrutura ou forma da sensibilidade e a estrutura ou forma do entendimento?

David Hume

  Immanuel Kant

Francis Bacon

René Descartes

Adam Smith

Respondido em 02/05/2020 03:14:58

Explicação:

Kant, em sua concepção de uma filosofia transcendental, isto é, uma investigação que se ocupa tanto do objeto a ser conhecido,
como do conhecimento que formulamos sobre o objeto. Esta é a sua teoria do conhecimento que busca também conciliar o
empirismo com o racionalismo.

Gabarito
Coment.

  4a Questão

Sua obra pode ser vista como um marco na filosofia moderna e se notabiliza por duas obras clássicas, em especial: a "Crítica da
Razão Pura" e a "Crítica da Razão Prática".

Marx

Platão

  Hegel

Descartes

  Kant

Respondido em 02/05/2020 03:15:02

Explicação:

Imannuel Kant (1724-1804) escreveu A Crítica da Razão Pura (trabalho muito influente na História da Filosofia e que dá início ao
Idealismo Alemão) em 1781 e A Crítica da Razão Prática (é voltada para uma moral com pretensão universalista) em 1788.

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  5a Questão
Na obra "Crítica da Razão Pura", Imannuel Kant, examinando o problema do conhecimento humano, distinguiu duas formas
básicas do ato de conhecer. Assinale a alternativa CORRETA:

O conhecimento científico e o conhecimento racional

O conhecimento mítico e o conhecimento cético.

O conhecimento sofístico e o conhecimento ideológico.

  O conhecimento religioso e o conhecimento ateu.

  O conhecimento empírico e o conhecimento puro.

Respondido em 02/05/2020 03:15:05

Explicação:

De acordo com Marcondes, Imannuel Kant foi um filósofo que pretendeu conciliar empirismo e racionalismo. Em sua obra Lógica,
Kant define a filosofia como "a ciência da relação de todo conhecimento e de todo uso da razão com o fim último da razão
humana", caracterizando-se pelo tratamento de quatro questões fundamentais:

1. O que posso saber?

2. O que devo fazer?

3. O que posso esperar?

4. O que é o homem?"

MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 2001. p. 207

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  6a Questão

O Iluminismo ficou conhecido como período do Esclarecimento , da Ilustração ou Século das Luzes. Indique os fatores defendidos
por esta proposta de conhecimento:

O individualismo e o autoritarismo na sociedade vigente.

a inexistência da racionalidade nos homens

A noção de liberdade individual e a construção de uma sociedade autoritária e centralizada.

A incapacidade dos homens para aprender.

  a noção de liberdade individual e os direitos dos homens contra a ideia de autoritarismo.

Respondido em 02/05/2020 03:15:12

Explicação:

Os iluministas, ideólogos da burguesia, negavam os privilégios e benesses concedidos à aristocracia e ao clero. Afirmavam a
igualdade entre todos os seres humanos.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  7a Questão

Importante pensador contemporâneo, que afirma que a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio para
pensarmos uma dimensão ampliada da experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como ser de
conhecimento, cultura e educação:

Maria Montessori

  Kant
  Martim Lutero

Hobbes

Freinet

Respondido em 02/05/2020 03:15:16

Explicação: Para Kant, a estética pode ser, para nós educadores, um importante meio para pensarmos uma dimensão ampliada da
experiência do homem com o mundo, ampliando também sua relação como ser de conhecimento, cultura e educação.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  8a Questão

O Pensador Comenius que viveu no período de 1592 a 1670, propõe em sua teoria o primeiro projeto moderno de educação com
matizes utópicas. Indique nas opções abaixo aquela que trata corretamente do modelo de escola proposta por este pensador:

Sua tese
éa
recusa da
universali
dade da
educação
.
  Dissociaç
ão entre
escola
der
homens e
mulheres
e de ricos
e pobres.
Para este
pensador
a
educação
nada tem
a ver
com o
processo
de
humaniza
ção.
Comenius
afirma a
impossibil
idade de
que o
homem
se torne
racional a
partir do
processo
educativo
.
  O
pensador
propõe a
universali
zação da
educação
e
afirmava
que a
humanid
ade é
construíd
a pela
educação
.
Respondido em 02/05/2020 03:15:20

Explicação:
Conforme Karen Fernanda Bertoloti, Comenius,"em sua obra mais significativa, Didática Magna, apresenta um método que deveria
servir para ensinar a todas as crianças agradavelmente. Trata-se de um método baseado na maturação da mente da criança e nos
princípios que governam a evolução da mente humana. Comênio, na realidade, pretendia, através de experiências, facilitar o
processo de aprendizagem, tornando-o mais interessante e envolvente para o educando. Estes princípios substituiriam a estrutura
formal lógica, por uma configuração psicológica". BERTOLOTI, Karen Fernanda. História da Educação. Rio de Janeiro: SESES,
2015. p. 215

1a Questão

"O homem é um ser essencialmente racional e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral,
submetido as leis causais, mas sim aos princípios morais derivados de sua razão, ao dever, portanto".

Tal pensamento expressa a ética do dever do filósofo:

  Rene Descartes

Aristóteles

Francis Bacon

David Hume

  Immanuel Kant

Respondido em 02/05/2020 03:17:46

Explicação:

Para Kant, a questão da ética era muito relevante. De acordo com Danilo Marcondes, "o homem  é essencialmente um ser racional
e por isso se distingue da ordem natural, não estando, no campo do agir moral, submetido às leis causais, mas sim  aos princípios
morais derivados de sua razão, ao dever, portanto. É este o sentido da liberdade humana no plano moral. A moral é assim
independente do mundo da natureza." MARCONDES, Danilo. Introdução à História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor,
2001. p. 213

Gabarito Gabarito
Coment. Coment.

  2a Questão

Eles propõem a formação humana moderna, com maior controle racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior
extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens:

Platão e Sócrates

  Comenius, Rousseau e Kant

  Lutero, Kant e Maquiavel

Epicuro e Comenius

Descartes, Lutero e Newton

Respondido em 02/05/2020 03:17:37

Explicação: Comenius, Rousseau, Kant e também o pensador Locke, propõem a formação humana moderna, com maior controle
racional, uso de técnicas didáticas, escola cobrindo maior extensão de pessoas e a ideia da escola única para mulheres e homens.

Gabarito Gabarito Gabarito


Coment. Coment. Coment.

  3a Questão

De acordo com Danilo Marcondes, o Iluminismo, ou Século da Luzes, foi um movimento de pensamento europeu característico basicamente da segunda metade do
século XVIII. Abrange não só o pensamento filosófico, mas também as artes, sobretudo a literatura, as ciências, a teoria política e a doutrina jurídica. A respeito
deste movimento iluminista dos século XVIII podemos afirmar que:

I.  Através da metáfora da luz e da claridade, uma oposição às trevas, ao obscurantismo, à ignorância, à superstição, ou seja, à existência de algo oculto.

II.  O seu grande instrumento é a consciência individual, autônoma em sua capacidade de conhecer o real; suas armas são, portanto, o conhecimento, a ciência e a
educação.

III.  Somente alguns homens são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade natural de aprender, capaz de permitir que conheçam
o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Assinale a alternativa correta:


1. Somente os enunciados II e III são corretos.

4. Somente o enunciado II é correto.

  2. Somente o enunciado III é correto.

  Somente os enunciados I e II são corretos.

3. Somente o enunciado I é correto.

Respondido em 02/05/2020 03:17:41

Explicação:

Para os iluministas, todos os seres humanos são dotados de uma espécie de luz natural, de uma racionalidade, uma capacidade
natural de aprender, capaz de permitir que conheçam o real e ajam livre e adequadamente para a realização de seus fins.

Gabarito
Coment.

  4a Questão

O Iluminismo, m