Você está na página 1de 6

2ª Lista do 3º BIM - Prof.

William
1. Calcular os zeros das seguintes funções:

a) f(x) = x2 - 3x – 10 b) f(x) = x2 + x – 20 c) f(x) = – x2 – x + 12

d) f(x) = – x2 + 4x – 4 e) f(x) = 36x2 + 12x + 1 f) f(x) = (2x + 3).(x – 2)

2. Calcular m para que:


a) a função f(x) = (m – 3)x2 + 4x – 7 seja côncava para cima.
b) a função f(x) = (2m + 8)x2 – 2x + 1 seja côncava para baixo.
c) a função f(x) = (m2 – 4)x2 – 4x + 3 seja quadrática.

3. Nas funções abaixo, calcule as coordenadas do vértice, dizendo se este é ponto de


máximo ou mínimo.

a) f(x) = x2 – 4x + 3
b) f(x) = – x2 – x + 2
c) f(x) = 4x2 + 4x + 1

obs.:
Quando :
a >0 o vértice estará mais em baixo, portanto o Yvértice será o mínimo.
a <0 o vértice estará mais em cima, portanto o Yvértice será o máximo.

4. Em cada função mostrada, calcule a concavidade, os zeros, as coordenadas do


vértice, crescimento e decaimento, esboço do gráfico, o foco e as equações do
eixo e diretriz das parábolas.

a) f(x) = x2 – 4x + 3
b) f(x) = – x2 + 4x – 4
c) f(x) = x2 + 3x + 4
d) f(x) = – x2 + 2x – 4

5. Sabe-se que o gráfico da função quadrática

f(x) = x² + ax + 3 passa por (1, 2). Então "a" é igual a:

a) 2

b) 1

c) (√2) - 3

d) -2

e) -2√2
2ª Lista do 3º BIM - Prof. William

6. Sobre a função f(x) = ax² + bx + c, representada no gráfico abaixo, a afirmativa


correta é

a) a > 0, b > 0, c > 0

b) a < 0, b < 0, c < 0

c) a < 0, b > 0, c < 0

d) a < 0, b > 0, c > 0

7. Para que a função f (x) = 2x² + 5x + m + 3 admita duas raízes reais e distintas, os
valores reais de m estão definidos em

a) m > 1/8

b) m < 1/8

c) m < -1/8

d) m > -1/8

8. O valor de m na função f(x) = 3x² + 6x - m para que ela tenha um valor mínimo
igual a 2 é

a) - 7

b) - 5

c) - 3

d) - 1

9. A função f: IR  IR definida por

f(x) = (x - 2)(4 - x) está representada corretamente pelo gráfico em


2ª Lista do 3º BIM - Prof. William

10. A função definida por f : 𝐼𝑅− → 𝐼𝑅 tal que

f(x) = - x², está corretamente representada em

11. A expressão que define a função quadrática f(x), cujo gráfico está esboçado, é:

a) f(x) = -2x² - 2x + 4.

b) f(x) = x² + 2x - 4.

c) f(x) = x² + x - 2.

d) f(x) = 2x² + 2x - 4.

e) f(x) = 2x² + 2x - 2.

Gabarito da Lista

1) Os zeros da função são os valores de “x” que anulam a função. Ou, os pontos onde
a parábola intersecta o eixo das abscissas, RAÍZES. Basta utilizar a fórmula de
resolução da equação de 2º grau.

 ( 3)  ( 3) 2  4(1)(10) 3  9  40 3  49 3  7


f ( x )  0  x 2  3 x  10  0  x     
a) 2(1) 2 2 2 .
 37
x 1  2  5
  S  {2, 5}
x  3  7  2

2
2
−(𝟏)±√(𝟏)𝟐 −𝟒.(𝟏).(−𝟐𝟎) −𝟏±√𝟖𝟏
b) 𝒇(𝒙) = 𝟎 → 𝒙𝟐 + 𝒙 − 𝟐𝟎 = 𝟎 → 𝒙 = =
𝟐.(𝟏) 𝟐
−𝟏 + 𝟗
𝒙𝟏 = =𝟒
{ 𝟐 → 𝑺 = {𝟒; −𝟓}
−𝟏 − 𝟗
𝒙𝟐 = = −𝟓
𝟐
2ª Lista do 3º BIM - Prof. William

 ( 1)  ( 1) 2  4( 1)(12) 1  1  48 1  49 1  7


f ( x )  0   x 2  x  12  0  x     
c) 2( 1) 2 2 2 .
 1 7
x 1   2  4

  S  {4, 3}
x  1  7  3


2
2

 ( 4)  ( 4) 2  4( 1)(4)
 4  16  16  4  0
d) f ( x )  0   x  4x  4  0  x   2.
2

2( 1) 2 2
S  2. Neste casoa parábolatan genciao eixo X no ponto 2, 0 

 (12)  (12) 2  4(36)(1)  12  144  144  12  0 1


f ( x)  0  36x 2  12x  1  0  x    
e) 2(36) 72 72 6 .
 1  1 
S   . Neste casoa parábolatan genciao eixo X no ponto   , 0 
 6  6 

f) A função já está da forma fatorada. Lembrando que, dados dois números reais “a” e “b”,
se a.b = 0, então a = 0 ou b = 0, temos:
 3
2x  3  0  x  
f ( x )  0  (2x  3)(x  2)  0  x   2 .

x  2  0  x  2
 3   1 
S   , 2. Neste casoa parábolatan genciao eixo X no ponto   , 0 
 2   6 
Ou faça pelo Baskhara

2.
a) Para que a concavidade seja para cima o coeficiente de x² deve ser positivo e diferente
de zero.
Logo, m – 3 > 0  m > 3.
b) Para que a concavidade seja para baixo o coeficiente de x² deve ser negativo e
diferente de zero.
Logo, 2m + 8 < 0  2m < -8  m < - 4.

c) A função quadrática é da forma ax² + bx + c = 0, com a ≠ 0. Logo, m² - 4 ≠ 0  m ≠ 2 e


m ≠ – 2.

3) O máximo ou mínimo, que serão definidos pelo sinal do coeficiente de grau 2, quando
for:
a >0 o vértice estará mais em baixo, portanto o Yvértice será o mínimo.
a <0 o vértice estará mais em cima, portanto o Yvértice será o máximo.
a  1  0
a)   b b  4ac   ( 4) ( 4)  4(1)(3)   4
2
16  12  . 2
f ( x )  x 2  4 x  3  b  4  V    ,     ,    ,    2,  1  mínimo
c  3  2a 4a   2(1) 4(1)  2 4 

a  1  0
b)   ( 1) ( 1)2  4( 1)(2)   1 1  8   1 9  .
f ( x )   x 2  x  2  b  1  V    ,     ,      ,   máximo
c  2  2( 1) 4( 1)   2  4   2 4 

2ª Lista do 3º BIM - Prof. William

c)
a  4  0
  b b2  4ac   ( 4) ( 4)2  4( 4)(1)   1 16  16   1 
f ( x )  4 x 2  4 x  1  b  4  V    ,     ,     ,      , 0   mínimo
c  1  2a 4a   2( 4) 4( 4)   2 4( 4)   2 

.
4) Em cada item serão utilizadas as fórmulas e as expressões estudadas na parábola.

a).

b)

.
2ª Lista do 3º BIM - Prof. William

c)

d)

5. [D] 6. [C] 7. [B] 8. [B] 9. [B] 10. [D] 11. [D]

Horário e dia da semana para atendimento ao discente:


Terça-feira: 14:00 às 15:00 no link: https://meet.google.com/ewq-nnco-sed

Você também pode gostar