Você está na página 1de 30

Aula Química

09 3A

Propriedades periódicas II
Afinidade eletrônica ou eletroafinidade
É a variação de energia (energia liberada) que ocorre menor raio atômico e, consequentemente, maior atra-
quando um elétron é recebido por um átomo gasoso, ção sobre elétrons, os elementos situados à direita em
isolado e no estado fundamental. Seus valores são um período terão maior afinidade eletrônica.
expressos em elétron-volt (eV).
Representação:

Gases nobres
Cℓ(g) 1e– Cℓ–(g) Energia Afinidade eletrônica

17p+ e 17e– 17p+ e 18e–


Átomo neutro Íon negativo
(ânion)
Recebe 1
elétron
Libera energia Observações:
• A afinidade eletrônica do nitrogênio é menor
do que a afinidade eletrônica do carbono.
Variação da afinidade eletrônica • O cloro é o elemento de maior afinidade ele-
nos grupos trônica.

Em um grupo, a afinidade eletrônica aumenta


de baixo para cima. Eletronegatividade
É a tendência que um átomo possui de atrair elétrons
Explicação: Em um grupo, os elementos que estão em uma ligação química.
em cima possuem menor raio atômico. Quanto menor
o raio atômico, maior a atração exercida sobre o elétron Na verdade, a eletronegatividade é uma grandeza
a ser captado e, portanto, maior a energia liberada, ou que resulta da ação simultânea da energia de ionização
seja, a afinidade eletrônica. e da afinidade eletrônica. Essa tendência, como veremos,
é mais perceptível quando o átomo em questão estiver
participando de ligações químicas.
Variação da afinidade zeletrônica
nos períodos Variação da eletronegatividade
(de Pauling)
Em um período, a afinidade eletrônica
aumenta da esquerda para a direita.
Gases nobres

Explicação: Como o número de camadas ocupadas Eletronegatividade


é o mesmo em um período, à medida que o Z cresce
(esquerda para a direita), o raio diminui. Por possuírem

1
Observação: Variação da densidade nos grupos
Pelo fato de não apresentarem tendência a re- A densidade aumenta de cima para baixo.
ceber ou compartilhar elétrons, não falaremos em
eletronegatividade de Pauling para gases nobres. Variação da densidade nos períodos
A densidade aumenta das extremidades para o centro.

Eletropositividade

Aumenta
Propriedade que é o oposto da eletronegatividade.
Os
Aumenta Aumenta
Variação da eletropositividade

Volume atômico
Aumenta

Aumenta
Chama-se volume atômico de um elemento o volu-
me ocupado por um mol de átomos (6,02 ∙ 1023 átomos)
do elemento no estado sólido.
O volume atômico (Va) pode ser calculado pela fórmula:
Densidade
A densidade de um elemento é dada pela relação entre m (g)
a massa (m) e o volume (V) ocupado por esse elemento. Va =
d (g/cm3)
m
d Expressa em g/mL ou g/cm3
v
Variação do volume atômico na Tabela Periódica.
O ósmio é o elemento mais denso da tabela periódi-
ca. Sua densidade é igual a 22,57 g/cm3 a 20°C e 1 atm.
Interpretação: 1 cm3 ou 1 mL de ósmio apresenta
uma massa correspondente a 22,57 g.
A seguir, serão mostradas as densidades (g/cm3) de
alguns elementos:
Metais alcalinos:
Na = 0,97; Rb = 1,53; Cs = 1,90
Metais alcalinoterrosos: Pontos de fusão e pontos
Mg = 1,74; Sr = 2,63; Ba = 3,62 de ebulição
Aℓ = 2,70
Ponto de fusão (PF) é a temperatura constante na
Cr = 7,14; Fe = 7,87; Ni = 8,91; qual um sólido puro se transforma em líquido a uma
Cu = 8,95; Zn = 7,14; Ag = 10,49; determinada pressão.
Pt = 21,41; Au = 19,32; Hg = 13,53; Os = 22,57 Ponto de ebulição (PE) é a temperatura constante
na qual um líquido puro se transforma em vapor a uma
determinada pressão.
Observações:
• Metais cuja d < 5 g/cm3 são considerados Variação dos PF e PE nos grupos
metais leves, como, por exemplo, metais
alcalinos, alcalinoterrosos, Aℓ. Os PF e PE aumentam de cima para baixo. Exceção:
metais alcalinos e alcalinoterrosos (PF e PE aumentam
• Metais cuja d > 5 g/cm3 são considerados me-
tais pesados, como, por exemplo, Cr, Fe, Ni, Cu, de baixo para cima).
Zn, Ag, Pt, Au, Hg e Os.

2 Extensivo Terceirão
Aula 09

Variação dos PF e PE nos períodos


Os PF e PE aumentam das extremidades para o centro. Estado físico dos elementos em condições am-
bientes (25°C e 1 atm)
1A 2A 3A 4A Gases: hidrogênio, nitrogênio, oxigênio, flúor, cloro

Aumenta
Aumenta

e gases nobres.
Líquidos: mercúrio e bromo.
W
Aumenta
Sólidos: todos os demais.

Testes
b) O flúor é mais forte que o oxigênio? Explique sua resposta.
Assimilação
09.01. (UEMA) – Leia a notícia abaixo divulgada em jornal
maranhense.
“Furto de fiação elétrica, telefônica, de internet e de
TV causa prejuízos em São Luís”. São cabos de co-
bre e de alumínio, levados por bandidos que furtam
não apenas as redes de telefonia, mas principalmente
a rede elétrica. Esses materiais são visados por crimi-
nosos por causa do alto valor de venda no mercado. 09.03. (IFSUL – RS) – Com relação à classificação periódica
Jornal o Estado do Maranhão. Adaptado. dos elementos, afirma-se que o
Pode-se afirmar em relação às propriedades dos metais a) mercúrio é um ametal líquido à temperatura ambiente.
citados que b) hidrogênio é um metal alcalino localizado na 1ª. coluna.
a) ambos possuem alta eletronegatividade. c) potássio é o elemento mais eletropositivo do 4º. período.
b) o cobre forma cátion e o alumínio forma ânion. d) oxigênio é o elemento menos eletronegativo da 16ª.
c) ambos têm dificuldade de doar seus elétrons mais ex- coluna.
ternos. 09.04. (UNESP – SP) – Considere os elementos K, Co, As
d) ambos possuem alta eletropositividade. e Br, todos localizados no quarto período da Classificação
e) o cobre forma ânion e o alumínio forma cátion. Periódica. O elemento de maior densidade e o elemento
mais eletronegativo são, respectivamente,
09.02. (UEMA) – É curioso imaginar, no universo mi- a) K e As.
croscópico, dois átomos bem próximos um do outro
(digamos ligados!). Um começa a atrair os elétrons mais b) Co e Br.
extremos da eletrosfera do outro, enquanto o núcleo c) K e Br.
tenta segurá-lo. A uma competição, no mínimo ímpar, d) Co e As.
em que a capacidade que o átomo tem de capturar e) Co e K.
elétrons do outro (vencer a competição), dá-se o nome
de eletronegatividade.
Disponível em: <www.educação.uol.com.br>. Adaptado.
Aperfeiçoamento
Com base no texto e conhecimentos de propriedades peri- 09.05. (IFSUL – RS) – As pilhas, fontes de energia elétrica
ódicas, responda ao que se pede a seguir. tão comuns nos nossos dias, tiveram sua denominação a
a) Por que alguns elementos da tabela periódica se sobres- partir de um experimento realizado por Alessandro Volta em
saem mais que outros nessa competição? 1800, que consistia no empilhamento alternado de discos
de Cu (Eoxi = -0,34 V) e Zn (Eoxi = +0,76 V) intercalados por
feltro impregnado com solução ácida, conforme mostra a
figura abaixo:

Química 3A 3
d) quando derivados da união de dois núcleos atômicos me-
nores, sofrem um processo conhecido por fissão nuclear.
e) apresentam o valor 2 para o número quântico azimutal do
subnível mais energético de suas distribuições eletrônicas.
Cobre 09.07. (UDESC) – O planeta B possui sua própria tabela pe-
Zinco riódica, sendo que uma parte dela está representada abaixo.
As propriedades periódicas no planeta B seguem as mesmas
Feltro impregnado tendências observadas na Terra.
com solução ácida

X T
Z A D
Considerando os metais usados por Volta, é correto afirmar
que Q L
Dados: quarto período da classificação periódica.
Com base nas informações acima, analise as proposições.
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
I. O elemento Z possui raio atômico maior que Q.
Sc Ti V Cr Mn Fe Co Ni Cu Zn II. A ordem de eletronegatividade no segundo período é
a) são metais de transição interna. Z < A < D.
b) contêm raio atômico maiores que o do elemento ferro. III. O elemento L possui uma eletronegatividade maior que T.
c) apresentam somente três níveis de energia na eletrosfera. IV. O maior raio atômico, nessa parte da tabela periódica,
é o de Q.
d) apresentam, ambos, eletronegatividade menor que a
do oxigênio. V. O elemento X é menos eletronegativo que T.
Assinale a alternativa correta.
09.06. (PUCPR) – A tabela periódica ganhou quatro a) Somente as afirmativas II, IV e V são verdadeiras.
novos elementos químicos, conforme anunciado pela b) Somente as afirmativas I, II e V são verdadeiras.
União Internacional de Química Pura e Aplicada (IU-
c) Somente as afirmativas I, II, III e V são verdadeiras.
PAC). Por enquanto, os elementos são identificados
por nomes temporários e pelos números atômicos 113, d) Somente as afirmativas IV e V são verdadeiras.
115, 117 e 118, mas deverão ganhar nomes e símbolos e) Somente a afirmativa IV é verdadeira.
permanentes. A IUPAC convidou os descobridores
dos elementos do Japão, Rússia e Estados Unidos para 09.08. (UEFS – BA) – Os nutrientes necessários ao desen-
apresentarem sugestões. volvimento dos vegetais são absorvidos do solo pelas raízes
Fonte:<http://agenciabrasil.ebc.com.br/pesquisa-e-inovacao/noticia/2016-01/
sob a forma de íons em solução aquosa, a exemplo dos
tabela-periodica-ganha-quatro-novos-elementos-quimicos-0>. Acesso em: 16 de cátions potássio, K+, magnésio, Mg2+ e cálcio, Ca2+ e dos
março de 2016 ânions sulfato, SO42– nitrato, NO–3 e monoidrogenofosfato,
O texto faz referência aos avanços ocorridos na descoberta de HPO42–. Os símbolos dos elementos químicos nitrogênio,
novos elementos artificiais que, pelo menos até o momento, fósforo e potássio, NPK, aparecem impressos em destaque
completam a tabela periódica atual. Esses elementos artifi- em algumas embalagens de fertilizantes.
ciais possuem um núcleo atômico bastante pesado e instável, Considerando-se a informação, as propriedades periódicas
mas que diferem no valor de número de prótons, que é a e a posição dos elementos químicos na Tabela Periódica, é
identidade de cada elemento. Considerando a estrutura correto concluir:
atômica da matéria e o estudo das propriedades periódicas, a) O raio iônico do cálcio, Ca2+, é menor do que o raio do
observa-se que esses elementos: íon magnésio, Mg2+.
a) devem ter seus valores de eletronegatividade mais acen- b) A quantidade total de elétrons do ânion sulfato é igual à
tuados à medida que se localizem mais à direita da tabela do monoidrogenofosfato.
periódica em um mesmo período, com o elemento de c) O percentual do elemento químico nitrogênio, em massa,
número atômico 118 sendo o de mais alto valor. no íon nitrato é de 11,6%.
b) devem possuir valores de energia de ionização mais d) A saída de um elétron do átomo neutro de potássio, para
acentuados que os metais localizados no mesmo período. a formação do cátion K+, envolve liberação de energia.
c) devem possuir suas distribuições eletrônicas tendo o e) O cálcio e o magnésio apresentam propriedades químicas
subnível “ f ” como camada de valência, pois são átomos semelhantes porque pertencem a um mesmo período da
de elementos que possuem muitos elétrons. Tabela Periódica.

4 Extensivo Terceirão
Aula 09

09.09. (PUC – SP) – Observe as reações abaixo: Dados:


Aℓ(g) + X o Aℓ+(g) + e–
Elemento Ca Sc Ti V Cr Mn Fe Co Ni Cu Zn
Aℓ+(g) + Y o Aℓ2+
(g) + e

Número atômico (Z) 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
Aℓ2+ 3+
(g) + Z o Aℓ (g) + e

Elemento Cd
X, Y e Z correspondem ao valor de energia necessária para Número atômico (Z) 48
remover um ou mais elétrons de um átomo isolado no
estado gasoso. A alternativa que apresenta corretamente o Com base nessas informações, é INCORRETO afirmar que
nome dessa propriedade periódica e os valores de X, Y e Z, a) o subnível mais energético do Cd2+ é 4d10.
respectivamente, é: b) o cálcio possui eletronegatividade menor que o zinco.
a) eletroafinidade; 578 kJ, 1820kJ e 2750kJ. c) os dois metais de maior Z são elementos de transição.
b) energia de ionização; 2750kJ, 1820kJ e 578kJ. d) o cátion zinco apresenta dois elétrons na camada de
c) energia de ionização; 578kJ, 1820kJ e 2750kJ. valência.
d) eletroafinidade; 2750kJ, 1820kJ e 578kJ.
09.12. (ESPCEX – SP) – A representação a seguir correspon-
09.10. (IFSUL – RS) – Alguns metais podem causar intoxi- de à parte superior da tabela periódica, na qual as letras não
cações e graves problemas de saúde. Na tabela abaixo, estão correspondem aos verdadeiros símbolos dos elementos.
listados alguns desses metais e seus principais impactos na
TABELA PERIÓDICA
saúde humana.

Metal Principais impactos na saúde C


Chumbo Dores abdominais, paralisia nas mãos B
Inflamação nos pulmões, problemas no fígado
Cádmio
e nos rins
Perda de visão, debilitamento das funções
Mercúrio
cerebrais e coma
Arsênio Câncer A
Cromo Úlceras, inflamação nasal e câncer de pulmão
Níquel Doenças respiratórias e alergias Considere as afirmativas acerca dos elementos hipotéticos
(A, B, C) apresentados na Tabela Periódica.
I. Dentre os elementos hipotéticos, o elemento A é o de
Considerando os metais acima, é correto afirmar que o maior afinidade eletrônica (“energia liberada quando
a) Pb apresenta raio atômico menor que o elemento cau- um átomo isolado, no estado gasoso, captura um
sador de câncer. elétron”).
b) metal causador de inflamações nos pulmões é classificado USBERCO, João e SALVADOR, Edgard. Química, Vol. 2: Físico-Química. 12ª ed.
como elemento de transição interna. Reform - São Paulo: Ed. Saraiva, 2009, pág. 202.
c) elemento causador de perda de visão é o único ametal no II. Dentre os elementos hipotéticos, pode-se afirmar
estado líquido nas condições ambientes de temperatura que o elemento B é o de maior eletropositividade
e pressão. (“capacidade de um átomo perder elétrons, origi-
d) Ni possui eletronegatividade maior que o elemento nando cátions”).
causador de úlceras. USBERCO, João e SALVADOR, Edgard. Química, Vol. 2: Físico-Química. 12ª ed.
Reform - São Paulo: Ed. Saraiva, 2009, pág. 202.

Aprofundamento III. Dentre os elementos hipotéticos, pode-se afirmar


que o elemento C é o mais eletronegativo (“força de
atração exercida sobre os elétrons de uma ligação”).
09.11. (CFTMG) – O cádmio é um metal tóxico que, na sua
forma iônica (Cd2+) apresenta uma similaridade química (ta- USBERCO, João e SALVADOR, Edgard. Química, Vol. 2: Físico-Química. 12ª ed.
Reform – São Paulo: Ed. Saraiva, 2009, pág. 202.
manhos aproximados) com os íons dos metais cálcio e zinco,
importantes para o nosso organismo. Esse fato permite que, Das afirmativas feitas está(ão) correta(s) apenas
em casos de intoxicação com o íon cádmio, esse substitua a) I. b) II.
1. o cátion zinco (Zn2+) em certas enzimas do organismo c) III. d) I e II.
humano, o que provoca a falência dos rins e) II e III.
2. o cátion cálcio (Ca2+) no tecido ósseo, o que causa a
doença de itai-itai, caracterizada por ossos quebradiços.

Química 3A 5
09.13. (IME – RJ) – O processo de deposição de filmes finos 09.15. (UDESC) – A tabela periódica dos elementos quími-
de óxido de índio-estanho é extremamente importante na cos é uma das ferramentas mais úteis na Química. Por meio
fabricação de semicondutores. Os filmes são produzidos da tabela é possível prever as propriedades químicas dos
por pulverização catódica com radiofrequência assistida por elementos e dos compostos formados por eles. Com relação
campo magnético constante. aos elementos C, O e Si, analise as proposições.
Considere as afirmativas abaixo: I. O átomo de oxigênio apresenta maior energia de ioni-
I. O índio é um mau condutor de eletricidade. zação.
II. O raio atômico do índio é maior que o do estanho. II. O átomo de carbono apresenta o maior raio atômico.
III. A densidade do índio é menor que a do paládio. III. O átomo de silício é mais eletronegativo que o átomo
IV. O ponto de fusão do índio é maior que o do gálio. de carbono.
Analisando as afirmativas acima, conclui-se que IV. O átomo de silício apresenta maior energia de ionização.
V. O átomo de oxigênio apresenta o maior raio atômico.
a) todas estão corretas.
b) apenas a II e a III estão corretas. Assinale a alternativa correta.
c) apenas a II, a III e a IV estão corretas. a) Somente a afirmativa V é verdadeira.
d) apenas a I e a III estão corretas. b) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.
e) apenas a IV está correta. c) Somente as afirmativas IV e V são verdadeiras.
d) Somente a afirmativa I é verdadeira.
e) Somente a afirmativa III é verdadeira.

09.14. (UEPG – PR) – Sobre as propriedades periódicas dos


elementos químicos, assinale o que for correto. 09.16. (IFSUL – RS) – No interior do tubo da lâmpada fluo-
01) A segunda energia de ionização é sempre menor que a rescente existem átomos de argônio e átomos de mercúrio.
primeira energia de ionização. Quando a lâmpada está em funcionamento, os átomos de Ar
02) Dados dois elementos com a seguinte configuração ionizados chocam-se com os átomos de Hg. A cada choque,
dos níveis mais energéticos: A=3s23p1 e B=4s24p5, o o átomo de Hg recebe determinada quantidade de energia
que apresenta o maior raio iônico e afinidade eletrônica que faz com que seus elétrons passem de um nível de energia
é o elemento A. para outro, afastando-se do núcleo. Ao retornar ao seu nível
04) A energia de ionização dos átomos tende a decrescer de origem, os elétrons do átomo de Hg emitem grande
de cima para baixo no grupo, pois os elétrons mais ex- quantidade de energia na forma de radiação ultravioleta.
ternos ocupam uma camada mais afastada do núcleo Esses raios não são visíveis, porém eles excitam os elétrons
e, portanto, estes se encontram menos fortemente li- do átomo de P presente na lateral do tubo, que absorvem
gados. energia e emitem luz visível para o ambiente.
08) Os metais alcalinos terrosos são mais eletronegativos A configuração eletrônica do elemento que possui maior
que os halogênios. eletronegatividade, dentre os elementos presentes na lâm-
16) O Mg2+ apresenta um menor raio iônico que o Ca2+ pada fluorescente, é
sendo Mg (Z = 12) e Ca (Z = 20). a) 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p3.
b) 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6.
c) 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6, 4s2, 3d10, 4p6, 5s2, 4d10, 5p6, 6s2,
4f14, 5d10.
d) 1s2, 2s2, 2p6, 3s2, 3p6, 3d10, 4s2, 4p6, 4d10, 4f14, 5s2, 5p6,
5d10, 6s2.

6 Extensivo Terceirão
Aula 09

09.17. (UECE) – Dados que podem ser usados para respon- 09.18. (UFPR) – A tabela periódica dos elementos é or-
der à questão a seguir. denada pelo número atômico de cada elemento. A sua
organização é útil para relacionar as propriedades eletrônicas
ELEMENTO NÚMERO MASSA dos átomos com as propriedades (químicas) das substâncias.
QUÍMICO ATÔMICO ATÔMICA Além disso, pode ser usada para prever comportamentos
H 1 1,0 de elementos não descobertos ou ainda não sintetizados.
Considere os elementos 9X, 16Y e 19Z (X, Y, Z são símbolos
C 6 12,0
fictícios).
N 7 14,0 a) Faça a distribuição eletrônica dos átomos X, Y e Z, indican-
O 8 16,0 do claramente a última camada preenchida.
Na 11 23,0
Mg 12 24,3
Aℓ 13 27,0
S 16 32,0
Cℓ 17 35,5
Ca 20 40,0
Ti 22 48,0
Cr 24 52,0
Fe 26 56,0
Co 27 59,0
Cd 48 112,5
Hg 80 200,6

As tatuagens já existem há alguns anos, mas seu uso ultima-


mente tem-se intensificado. A técnica utilizada nas tatuagens
permanentes consiste em introduzir na derme, com o auxílio b) A que período e grupo (ou família) pertencem os ele-
de agulhas, pigmentos que ficam retidos nas células da pele. mentos X, Y e Z?
Os pigmentos mais comuns e suas cores específicas são as
seguintes:

Cores Pigmentos
Preto Sulfeto de mercúrio
Preto Carbono (carvão)
Amarelo ou vermelho Sais de cádmio
Verde Sais de crômio
Castanho, rosa e amarelo Sais de ferro c) Coloque X, Y e Z em ordem crescente de raio atômico.
Branco Óxido de Titânio
Azul Sais de cobalto

No que diz respeito aos pigmentos e suas cores, assinale a d) Coloque X, Y e Z em ordem crescente de eletronegati-
afirmação verdadeira. vidade.
a) O sulfeto de mercúrio é tóxico, porque é um composto
químico orgânico.
b) O cádmio é um metal de transição localizado no quinto
período da tabela periódica.
c) O óxido de titânio apresenta a cor branca devido a sua
obtenção a partir da reação de um ácido e uma base.
d) A cor azul dos sais de cobalto é devido à ligação do hi-
drogênio com o metal.

Química 3A 7
b) Se o indivíduo designado pela letra F que está lendo o
Desafio livro, também faz uso de celular, então este elemento
comporta-se como um gás nobre.
09.19. (UEL – PR) – Analise a charge a seguir e responda
c) Se os indivíduos designados pelas letras G e D represen-
à(s) questão(ões).
tam, respectivamente, Cℓ (Z = 17) e Br (Z = 35), então D
é maior e possui menor eletronegatividade que G.
d) Se os indivíduos designados pelas letras M e P represen-
tam, respectivamente, Cr (Z = 24) e Mn (Z = 25), então o
número de elétrons na camada de valência é o mesmo
para os dois elementos químicos.
e) Se os indivíduos designados pelas letras J e Y represen-
tam, respectivamente, Sn (Z = 50) e Sb (Z = 51), então J
é menor e possui menor eletropositividade que Y.

Disponível em: <https://sociologiareflexaoeacao.files.wordpress.com/2015/07/


cena-cotidiana-autor-desconhecido-facebook.jpg>. Acesso em: 20 abr. 2016.

A tabela periódica classifica os elementos químicos em


períodos (faixas horizontais) e grupos (faixas verticais).
Essa classificação mostra que elementos químicos podem
apresentar propriedades físicas e químicas similares ou
completamente diferentes em função de sua localização
na tabela periódica. Uma observação mais detalhada da
charge, se inclinada a 90º à direita, permite remeter a uma
tabela periódica, pois indivíduos que fazem uso de celular 09.20. (UFRJ) – Um professor decidiu decorar seu laborató-
apresentam comportamentos diferentes em relação ao rio com um “relógio de Química” no qual, no lugar das horas,
indivíduo que está lendo o livro. estivessem alguns elementos, dispostos de acordo com seus
respectivos números atômicos, como mostra a figura.

Indique a hora que o relógio do professor marca quando:


a) O ponteiro dos minutos aponta para o elemento de menor
De acordo com a imagem, foram atribuídas algumas letras número atômico e o ponteiro das horas aponta para o
escolhidas arbitrariamente, mas que não correspondem elemento mais eletronegativo.
aos símbolos dos elementos químicos na tabela periódica.
Sobre os conhecimentos acerca da classificação e proprie-
dade periódica dos elementos e em consonância com a b) O ponteiro dos minutos aponta para o metal alcalino
imagem, assinale a alternativa correta. terroso de menor raio atômico e o ponteiro das horas
a) Se os indivíduos designados pelas letras A e X represen- aponta para o gás nobre do segundo período.
tam, respectivamente, Ca (Z = 20) e Sr (Z = 38), então o
número de elétrons na camada de valência é diferente
para os dois elementos químicos.

8 Extensivo Terceirão
Aula 09

Gabarito
09.01. d 09.13. c Calcogênios, pois tem 6 elétrons na
09.02. a) A maior eletronegatividade (capaci- 09.14. 20 (04 + 16) camada de valência.
dade ou tendência de atrair elétrons) 09.15. d Z pertence ao quarto período da ta-
se dá pelo núcleo, ou seja, quanto 09.16. a bela periódica, pois apresenta quatro
menor for o raio e maior a carga 09.17. b camadas e ao grupo 1 (família IA),
09.18. a) 9X : 1s2 2s
2 5
nuclear maior a chance de ganhar a  2p

Metais Alcalinos, pois tem 1 elétron
“competição”. Última camada
preenchida
na camada de valência.
b) Sim, ambos se encontram no mesmo c) O raio aumenta conforme o número
2 2 6 2 4
período da tabela periódica, porém o 16Y : 1s 2s 2p 3s
 3p

de camadas, portanto: X<Y<Z.
Última camada
flúor tem maior carga nuclear e me- preenchida d) A eletronegatividade aumenta con-
nor raio atômico o que faz dele mais 2 2 6 2 6 1 forme o raio diminui, pensando nas
eletronegativo. 19Z : 1s 2s 2p 3s 3p 4s
N famílias também temos que a ele-
Última camada
09.03. c preenchida
tronegatividade de um halogênio é
09.04. b b) X pertence ao segundo período da maior que de um calcogênio que é
09.05. d tabela periódica, pois apresenta duas maior que de um metal alcalino, por-
09.06. b camadas e ao grupo 17 (família VIIA), tanto:
09.07. a Halogênios, pois tem 7 elétrons na Z<Y<X.
09.08. b camada de valência. 09.19. c
09.09. c Y pertence ao terceiro período da 09.20. a) 9h05
09.10. d tabela periódica, pois apresenta três b) 10h20
09.11. d camadas e ao grupo 16 (família VIA),
09.12. c

Química 3A 9
Química
Aula 10 3A
Modelo do octeto e ligação iônica

Modelo do octeto
A seguir, serão mostradas as fórmulas representativas de algumas substâncias: HCℓ(g) (substância cloreto de hidro-
gênio), H2O(ℓ) (substância água) e NaCℓ(s) (substância cloreto de sódio).
Por que a substância cloreto de hidrogênio é representada pela fórmula HCℓ e não H2Cℓ ou HCℓ3? E a água, por que
H2O e não H3O4? Por que NaCℓ para o cloreto de sódio em vez de Na2Cℓ2?
Podemos ainda questionar por que o cloreto de hidrogênio é gasoso em condições ambientes, a água é líquida e
o cloreto de sódio é sólido.
Outra observação interessante é o fato de os átomos pertencentes ao grupo 18 da tabela periódica existirem na
natureza sob a forma de átomos isolados, ou seja, normalmente não formam compostos. Por que somente os elemen-
tos do grupo 18 são estáveis e os demais não?
Para responder a essas e a outras perguntas, vamos inicialmente analisar a teoria do octeto.
Para justificar a estabilidade dos gases nobres, os cientistas analisaram a distribuição eletrônica de seus átomos.
Constataram que, à exceção do hélio (2 e– no total), todos os demais possuem 8 elétrons na camada de valência.
Assim, atribuiu-se a estabilidade desses átomos ao fato de apresentarem a camada de valência contendo 8 elétrons
(ou um total de 2 elétrons, como o hélio).
Dessa forma, a configuração eletrônica, contendo a
GASES NOBRES  ELÉTRONS NOS NÍVEIS camada de valência semelhante à de um gás nobre, é
denominada configuração estável.
2He 10Ne 18Ar 36Kr 54Xe 86Rn
Os átomos dos demais elementos, por não apresen-
K 2 2 2 2 2 2 tarem 8 elétrons na camada de valência, são instáveis e
buscam a estabilidade ligando-se a outros átomos.
Kossel (alemão) e Lewis (americano), trabalhando
L 8 8 8 8 8
independentemente, propuseram, em 1916, uma teoria
para explicar a ligação entre os átomos, conhecida como a
M 8 18 18 18 teoria do octeto, que diz o seguinte:
Os átomos instáveis unem-se uns aos outros para
N 8 18 32 buscar a estabilidade, ou seja, possuir 8 elétrons na camada
de valência (ou 2 elétrons quando a única camada ocupada
O 8 18 é a K). Em outras palavras, adquirir a estabilidade é buscar
a configuração eletrônica do gás nobre mais próximo na
P 8 tabela periódica. Isso se consegue pela perda, ganho ou
compartilhamento de elétrons.

Ligação iônica
Ocorre quando existe uma acentuada diferença de eletronegatividade entre os átomos que se ligam (átomos de
metais com átomos de ametais ou átomos de certos metais com átomos de hidrogênio).
Metais apresentam alta eletropositividade, tendência de doar elétrons em busca da estabilidade, dando origem a
íons positivos ou cátions. Possuem 1, 2 ou 3 elétrons na camada de valência.

10 Extensivo Terceirão
Aula 10

Ametais apresentam alta eletronegatividade, ten- • Ligação entre cálcio e flúor:


dência de receber elétrons em busca da estabilidade, Sejam os átomos neutros de 20Ca e 9F:
dando origem a íons negativos ou ânions. Possuem 2 2 6 2 6 2
20Ca o 1s 2s 2p 3s 3p 4s
5, 6 ou 7 elétrons na camada de valência e também o Precisa doar 2e–
hidrogênio, que possui apenas 1 elétron. –
2e na camada de valência (instável)
Exemplos:
• Ligação entre sódio e cloro:
9F o 1s2 2s2 2p5
Sejam os átomos neutros de 11Na e 17Cℓ: Precisa ganhar 1e–

11Na o 1s2 2s2 2p6 3s1 7e– na camada de valência (instável)



Precisa doar 1e

1e na camada de valência (instável) Cada átomo de Ca doa 2e– e cada átomo de F precisa
ganhar 1e–. Assim:
17Cℓ o 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5
Precisa ganhar 1e– 2+
– 20Ca o 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6
7e na camada de valência (instável)
8e– na camada de valência (íon Ca2+ estável)
Cada átomo de Na doa 1e– e cada átomo de Cℓ
precisa ganhar 1e–. Assim: –
o 1s2 2s2 2p6
9F
+
11Na o 1s2 2s2 2p6 8e– na camada de valência (íon F– estável)
8e– na camada de valência Como possuem cargas elétricas de sinais contrários,
(íon Na+ estável) os íons Ca2+ e F– se atraem e formam o composto fluore-
to de cálcio (CaF2).

17Cℓ o 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 Assim: [Ca2+]1 [F – ]2 CaF2
8e– na camada de valência
(íon Cℓ– estável)
Observação:
Como possuem cargas elétricas de sinais contrários, No composto formado por meio da ligação
os íons Na+ e Cℓ– se atraem e formam o composto clore- iônica, a carga total positiva (total de elétrons
to de sódio (NaCℓ), conhecido como sal de cozinha. doados) deve ser igual à carga total negativa
Representação: (total de elétrons recebidos), ou seja, o composto
formado deve ser eletricamente neutro.
Na + Cℓ → Na+Cℓ– Representação:
Se cada Ca doa 2e– e
F cada F recebe 1e–,
No estado sólido, esse composto é formado por um serão necessários 2 F
arranjo ordenado de cátions Na+ e ânions Cℓ–, deno- Ca + o [Ca2+] [F1–]2 para que o total de
elétrons doados seja
minado retículo cristalino iônico. Nesse retículo, cada igual ao total de
íon Na+ é rodeado por 6 íons Cℓ– e cada íon Cℓ–, por 6 F elétrons recebidos.
íons Na+. A representação do retículo cristalino iônico do
NaCℓ é mostrada abaixo:
Generalizando, temos:
Cℓ– Na+ Cℓ–
Na+ Cℓ– Na+
Cℓ– Na+ Cℓ– (Cátiony+)x (Ânionx–)y
Na+ Cℓ– Na+
Cℓ– Na+ Cℓ–
Na+ Cℓ– Na+
• Ligação entre alumínio e oxigênio:
Cℓ– Na+ Cℓ– Sejam os átomos neutros de 13Aℓ e 8O:
Na+ Cℓ– Na+
2 2 6 2 1
13Aℓ o 1s 2s 2p 3s 3p

Cℓ Na+ –
Cℓ
Precisa doar 3e–

3e na camada de valência (instável)

Química 3A 11
8O o 1s2 2s2 2p4 Como possuem cargas elétricas de sinais contrários,
Precisa ganhar 2e– os íons Na1+ e H– se atraem e formam o composto hidre-
6e– na camada de valência (instável) to de sódio (NaH).

Assim: [Na1+] [H–] NaH


Cada átomo de Aℓ doa 3e– e cada átomo de O precisa
ganhar 2e–. Assim: Veja, na tabela a seguir, alguns íons comuns com
3+
13Aℓ o 1s2 2s2 2p6 configurações eletrônicas do gás nobre mais próximo na
8e– na camada de valência (íon Aℓ3+ estável) tabela periódica

2–
8O o 1s2 2s2 2p6 Grupo Grupo Grupo Grupo Grupo Configuração
– 2– 1 2 13 16 17 Eletrônica
8e na camada de valência (íon O estável)
Li+ [He]
3+ 2–
O cátion Aℓ e o ânion O , pelo fato de possuírem Na +
Mg 2+
Aℓ 3+
O 2–
F–
[Ne]
cargas elétricas de sinais contrários, atraem-se por força + 2+ 2– –
K Ca S Cℓ [Ar]
eletrostática, formando o composto óxido de alumínio

(Aℓ2O3). Br [Kr]
Como cada Aℓ doa 3e– e cada O recebe 2e–, para que
o total de elétrons doados seja igual ao total de elétrons
recebidos, podemos escrever:
Propriedades dos
[Aℓ3+]2 [O2–]3 Aℓ2O3
compostos iônicos
Como consequência da intensa atração eletrostá-
• Ligação entre sódio e hidrogênio: tica (entre íons de cargas opostas, cátions e ânions) na
formação do retículo cristalino iônico, os compostos de
Sejam os átomos neutros de 11Na e 1H:
natureza iônica, como por exemplo os sais inorgânicos e
11Na o 1s2 2s2 2p6 3s1 orgânicos apresentam-se:
Precisa doar 1e–
a) sólidos nas condições ambientes (25°C e 1 atm);
1H o 1s1
b) possuem elevados pontos de fusão e ebulição;
Precisa ganhar 1e– para adquirir a estrutura do hélio
Exemplo: NaCℓ P.F. = 808°C
Cada átomo de Na doa 1e– e cada átomo de H precisa c) apresentam alta condutividade elétrica, quando em
ganhar 1e–. Assim: solução aquosa ou quando fundidos, como conse-
Na1+ o 1s2 2s2 2p6 quência do fenômeno de dissociação iônica;
8e– na camada de valência (íon Na1+ estável) Exemplo: Na+Cℓ–(s) Na+(aq) + Cℓ–(aq)
d) de um modo geral, apresentam boa solubilidade em

1H o 1s2 água;
2e– no total (íon H– estável) e) não conduzem corrente elétrica no estado sólido.

Testes
Assimilação
10.01. (IFSUL – RS) – O tipo de ligação e a fórmula do composto que ocorre ao combinarmos átomos dos elementos químicos
Ca e F são, respectivamente,
a) covalente dativa e Ca2F2. b) iônica e CaF2.
c) covalente normal e CaF. d) metálica e Ca2F.

12 Extensivo Terceirão
Aula 10

Instrução: Texto para as próximas 3 questões. 10.04. (CPS – PR) – Leia o trecho do poema A Arte de
Considere a imagem, que apresenta algumas peças de um Cozinhar, de Vânia Jesus.
quebra-cabeça de cátions e ânions, para responder à(s) Mais um pouco de alecrim por favor
questão(ões): e uma pitada de sal
não ficava nada mal!
Prova-se o gosto
verificam-se os temperos,
fazem-se poemas com ingredientes,
agora uma batata, ora uma cenoura,
junta-se coentros, um fio de azeite,
depois o tomate, o lume acende-se
e a magia acontece…
Disponível em: <https://tinyurl.com/ybs2sxe8> Acesso em: 23.10.2018. Adaptado.

Na segunda linha, a autora faz referência a um tempero


muito utilizado em nossas cozinhas. Assinale a alternativa
que apresenta, corretamente, os números das peças do
quebra-cabeça que representam a fórmula do principal
componente desse tempero.
10.02. (CPS – PR) – Sabendo que os compostos devem
CÁTION ÂNION
apresentar a neutralidade de cargas, um aluno do 9º. ano do
Ensino Fundamental está usando as peças do quebra-cabeça a) 4 3
para descobrir as fórmulas de algumas substâncias químicas. b) 5 4
Quando ele unir as peças que apresentam os íons K+ e NO–3, c) 6 2
estará representando um composto
d) 3 3
a) iônico, denominado nitrato de potássio.
e) 3 4
b) iônico, denominado potássico de nitrogênio.
c) molecular, denominado nitrato de potássio.
d) molecular, denominado potássio de nitrogênio.
e) metálico, denominado nitrato de potássio.

10.03. (CPS – PR) – Unindo as peças do quebra-cabeça de


cátions e ânions, o aluno pode concluir, corretamente, que
o cloreto de bário apresenta a fórmula
a) BaCℓ.
b) BaCℓ2.
c) CℓBa.
d) CℓBa2.
e) Ba2Cℓ2.

Química 3A 13
10.08. (IFCE) – Sobre os elementos da primeira coluna da
Aperfeiçoamento tabela periódica, é incorreto afirmar-se que
a) os elementos representam os metais alcalinos.
10.05. (IFSUL – RS) – O principal componente do sal de
b) os elementos apresentam um elétron desemparelhado.
cozinha é o cloreto de sódio. Este composto se apresenta
no estado sólido nas condições ambientes (temperatura de c) os elementos apresentam um elétron a menos do que a
25 °C e pressão de 1atm) em decorrência das fortes atrações configuração do gás nobre.
que se estabelecem entre seus cátions e ânions. d) os elementos podem formar ligação iônica com os
Quando dissolvido em água, são rompidas as ligações halogênios.
químicas e) apresentam ponto de fusão que diminuem com o au-
a) dativas. mento do número atômico.
b) iônicas.
c) metálicas.
d) covalentes.

10.09. (PUC – RS) – Analise o texto a seguir.


Durante o verão, verificam-se habitualmente tempestades
10.06. (CFTMG) – A poluição das águas superficiais por meio em muitas regiões do Brasil. São chuvas intensas e de curta
da eutrofização artificial, é um problema recorrente em lagos duração, acompanhadas muitas vezes de raios. No litoral,
e reservatórios. Esse processo ocorre devido ao aporte exces- essas tempestades constituem um risco para os banhistas,
sivo de nutrientes tais como fósforo e nitrogênio, oriundos pois a água salgada é eletricamente condutora. Isso se explica
principalmente do fosfato(PO43–) e nitrato (NO–3) que provoca pelo fato de a água salgada conter grande quantidade de
o crescimento descontrolado de algas. Em relação aos ânions __________, como Na+ e Cℓ–, livres para transportar carga
responsáveis por fornecer os nutrientes que promovem a elétrica no meio. Uma maneira de liberar essas partículas é
eutrofização artificial, é correto afirmar que o dissolver sal de cozinha em um copo de água. Nesse proces-
so, os __________ existentes no sal sofrem __________.
a) fosfato, ao se ligar a um metal alcalino M, poderá formar
um composto iônico de fórmula unitária M3(PO4). As expressões que completam corretamente o texto são,
b) elemento químico comum desses ânions possui oito pró- respectivamente:
tons e duas camadas eletrônicas totalmente preenchidas. a) átomos – cátions e ânions – ionização.
c) nitrato e o fosfato são espécies químicas formadas por b) átomos – átomos e moléculas – dissociação.
elementos representativos do quinto e sexto períodos. c) íons – elétrons livres – hidrólise.
d) nitrato, ao ligar-se ao elemento do terceiro período, d) íons – cátions e ânions – dissociação.
cuja espécie mais estável é um cátion bivalente, forma e) moléculas – átomos e moléculas – ionização.
o Mg2NO3.

10.07. Os elementos X, Y e Z apresentam as seguintes con- 10.10. Sobre o lítio e seus compostos, é CORRETO afirmar
figurações eletrônicas: que:
X 1s2 2s2 2p6 3s1 a) Um átomo de lítio apresenta massa igual a 7 g.
b) Os halogenetos de lítio, quando estão no estado sólido,
Y 1s2 2s2 2p6 3s2 3p5 são ótimos condutores de eletricidade.
Z 1s2 2s2 2p6 c) O óxido de lítio é um composto iônico de fórmula LiO.
A respeito desses elementos, pode-se afirmar que d) O lítio é um metal pouco reativo, não apresentando
tendência em reagir com a água.
a) X e Y tendem a formar ligação iônica.
e) Trata-se de um metal alcalino que se combina com áto-
b) Y e Z tendem a formar ligação iônica.
mos de cloro por meio de ligações iônicas, formando um
c) X não tende a fazer ligações nem com Y nem com Z. composto de fórmula LiCℓ.
d) dois átomos de X tendem a fazer ligação iônica entre si.
e) dois átomos de Z tendem a fazer ligação iônica entre si.

14 Extensivo Terceirão
Aula 10

10.13. (ESPCEX – SP) – Sobre as propriedades e característi-


Aprofundamento cas de compostos iônicos são feitas as seguintes afirmativas:
I. apresentam brilho metálico.
10.11. (MACK – SP) – Na tabela periódica abaixo, alguns
II. apresentam elevadas temperaturas de fusão e ebulição.
elementos químicos foram representados aleatoriamente
pelos algarismos romanos I, II, III, IV e V. III. apresentam boa condutibilidade elétrica quando em
solução aquosa.
IV. são sólidos nas condições ambiente (25 °C e 1 atm).
IV V. são pouco solúveis em solventes polares como a água.
Das afirmativas apresentadas estão corretas apenas
II I III a) II, IV e V.
b) II, III e IV.
c) I, III e V.
V
d) I, IV e V.
e) I, II e III.

A respeito desses elementos químicos, é correto afirmar que


a) I é um elemento de transição e está no grupo 6 da tabela
periódica.
b) II possui o maior raio atômico e é um exemplo de metal
alcalino terroso. 10.14. (IME – RJ) – No esboço da Tabela Periódica abaixo
c) III possui a configuração eletrônica da camada de valência estão discriminados os números de nêutrons dos isótopos
ns2np1. mais estáveis de alguns elementos.
d) IV possui a tendência de receber elétrons quando faz
1’ 18
ligação com o elemento II.
0 2 13 14 15 16 17 He
e) V é um metal nobre e possui uma elevada energia de
ionização. 4 5 6 6 7 8 10 Ne
12 12 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 14 14 16 16 18 Ar
20 20 24 26 28 28 30 30 32 30 34 34 38 42 42 46 44 Kr
48 50 50 50 52 56 55 58 58 60 60 66 66 70 70 78 74 Xe
Rd

Considere agora um composto iônico binário, em que:


I. o cátion, de carga +2, possui 12 prótons;
10.12. Sobre os átomos representados a seguir, é correto II. o ânion, de carga –3, possui 10 elétrons.
afirmar: A massa de 1 mol deste composto é aproximadamente
16
O 23
Na 24
Mg 35
Cn igual a:
8 11 12 17
a) 38 g
01) Os átomos de sódio e magnésio são isótonos entre si. b) 100 g
02) Os átomos de cloro e oxigênio apresentam elevada c) 122 g
eletronegatividade e tendência em formar ânions mo- d) 90 g
novalentes.
e) 50 g
04) Os átomos de sódio, magnésio e cloro localizam-se no
mesmo período da tabela periódica.
08) O átomo de oxigênio forma compostos não iônicos
com átomos de magnésio.
16) Os átomos de sódio e cloro formam compostos iônicos
quando ligados.

Química 3A 15
10.15. (ALBERT EINSTEIN – SP) – A temperatura de fusão 10.17. (UEM – PR) – Sobre sais minerais, assinale o que for
de compostos iônicos está relacionada à energia reticular, correto.
ou seja, à intensidade da atração entre cátions e ânions na 01) Os sais minerais encontram-se dissolvidos na água
estrutura do retículo cristalino iônico. do corpo humano, na forma de íons, pois a água atua
A força de atração entre cargas elétricas opostas depende como solvente, dispersando as atrações eletrostáticas
do produto das cargas e da distância entre elas. De modo que existem entre esses íons.
geral, quanto maior o produto entre os módulos das cargas 02) O sal mineral composto pelo íon X2+, de configuração
elétricas dos íons e menores as distâncias entre os seus eletrônica 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6, auxilia no processo de
núcleos, maior a energia reticular. coagulação do sangue.
Considere os seguintes pares de substâncias iônicas: 04) O átomo de potássio, pertencente à classe dos micro-
minerais, é mais estável que o seu respectivo cátion.
I. MgF2 e MgO
08) O elemento ferro, componente dos ossos e dos dentes,
II. KF e CaO possui oito elétrons na camada de valência.
III. LiF e KBr 16) Os macrominerais Na+ e Mg2+ são espécies isoeletrônicas.
As substâncias que apresentam a maior temperatura de fusão
nos grupos I, II e III são, respectivamente,
a) MgO, CaO e LiF 10.18.
b) MgF2, KF e KBr Jogos Olímpicos Rio 2016: o que é o pó que os
c) MgO, KF e LiF ginastas passam nas mãos antes da competição?
d) MgF2, CaO e KBr

10.16. (FAMERP – SP) – Cloreto de cálcio anidro é utilizado


em produtos antimofo, uma vez que é um poderoso secante,
que absorve a umidade do ar. Esse composto pode ser obti-
do pela reação entre carbonato de cálcio e ácido clorídrico, O pó branco utilizado pelos atletas nas mãos e pés em
seguida de secagem: competições de ginástica artística é comumente conhe-
cido como “pó de magnésio”. Esse pó é, na realidade,
CaCO3(s) + 2 HCℓ(aq) o CaCℓ2(aq) + H2O(ℓ) + CO2(g) o carbonato de magnésio, que possui ação antiumec-
CaCℓ2(aq) o CaCℓ2(s) tante, utilizado para diminuir a sensação escorregadia
secagem durante as acrobacias. O pó atua absorvendo o suor e
diminuindo os riscos de o ginasta cair e se machucar.
Dados: Ca = 40; C = 12; O = 16; Cℓ = 35,5. Sem a utilização do “pó de magnésio”, o risco de lesões
a) Qual o tipo de ligação química existente no cloreto de seria maior, mas apenas os atletas utilizam, já que o pó
cálcio anidro? Justifique sua resposta de acordo com a desidrata a pele e pode causar manchas.
Disponível em: <http://www.vavel.com/br/mais-esportes/647755-ginastica-artisti-
posição dos elementos Ca e Cℓ na Classificação Periódica. ca-tudo-o-que-voc-precisa-saber-para-o-rio-2016.html>. [Adaptado].
Dados: Mg = 24,3; C = 12; O = 16.
Sobre o assunto, é correto afirmar que:
01) o contato do carbonato de magnésio com o suor pro-
b) Calcule a massa de cloreto de cálcio anidro e o volume duzido nas mãos de um ginasta resulta na produção de
de dióxido de carbono medido nas CATP, obtidos pela íons Mg2+ e CO32+.
reação de 1,0 kg de carbonato de cálcio. Considere que 02) na forma de íons Mg2+, o magnésio possui dez elétrons
o rendimento seja 100% e que o volume molar de gás distribuídos em dois níveis eletrônicos.
nas CATP seja 25 L/mol. Apresente os cálculos efetuados. 04) ao espalhar 8,43 g de carbonato de magnésio nas
mãos, o ginasta estará utilizando 0,100 mol de magné-
sio e 0,100 mol de carbonato.
08) o magnésio é classificado como um metal de transição.
16) existem 243 g de magnésio em 10,0 mol de carbonato
de magnésio.

16 Extensivo Terceirão
Aula 10

10.20. (UNESP – SP) – Analise o gráfico que mostra a varia-


Desafio ção da eletronegatividade em função do número atômico.
10.19. (IFSUL – RS) – Considere que os átomos dos ele-
mentos X e Z apresentam, respectivamente, os seguintes
conjuntos de números quânticos para seus elétrons de
diferenciação:
Átomo X: n = 4; l = 0; m = 0; s = +1/2.
Átomo Z: n = 5; l = 1; m = 0; s = +1/2.
(Convenção do spin do 1º. elétron = –1/2)
Qual é a afirmativa correta?
a) O elemento X é um metal alcalino e o elemento Z é um
gás nobre.
b) Os números atômicos dos elementos X e Z são, respec-
tivamente, 30 e 51. John B. Russell. Química Geral, 1981. Adaptado.

c) O elemento X possui 2 elétrons de valência e o Z possui Devem unir-se entre si por ligação iônica os elementos de
5 elétrons. números atômicos
d) A fórmula do composto formado por átomos de X e Z a) 17 e 35.
é XZ2. b) 69 e 70.
c) 17 e 57.
d) 15 e 16.
e) 12 e 20.

Gabarito
10.01. b 10.13. b b) massa de CaCℓ2 = 1,11kg
10.02. a 10.14. b volume de CO2 = 250L
10.03. b 10.15. a 10.17. 19 (01 + 02 + 16)
10.04. e 10.16. a) O composto apresenta ligação iô- 10.18. 22 (02 + 04 + 16)
10.05. b nica, pois o cálcio, sendo um metal 10.19. d
10.06. a alcalino terroso, apresenta grande 10.20. c
10.07. a eletropositividade, enquanto o cloro,
10.08. c halogênio, é um elemento bastante
10.09. d eletronegativo. Essa grande diferença
10.10. e de eletronegatividade entre os ele-
10.11. d mentos faz com que ocorra transfe-
10.12. 21 (01 + 04 + 16) rência de elétrons entre eles.

Química 3A 17
Química
Aula 11 3A
Ligação covalente

Introdução Cada átomo de flúor precisa ganhar 1 elétron para se


estabilizar com o octeto de valência. Assim, os elétrons
A ligação iônica, apresentada no capítulo anterior, desemparelhados de cada um são compartilhados, de
ocorre entre um átomo que apresenta baixa energia de modo que cada um dos átomos usufrui do par de elé-
ionização – principalmente metais dos grupos 1 e 2, e trons adquirindo configuração eletrônica de gás nobre.
outro átomo com uma alta afinidade eletrônica. Assim um Representação:
ou mais elétrons podem ser transferidos do primeiro para o
segundo átomo, ocasionando a ligação acima mencionada.
F + F o F F
Ligação covalente (Substância flúor – F2)
Quando os dois átomos que reagem para formar uma
ligação apresentam as mesmas tendências de ganhar Essa representação recebe o nome de fórmula
ou de perder elétrons, ou uma pequena diferença de eletrônica ou “Fórmula de Lewis” e indica os elétrons
eletronegatividade, a transferência total de um elétron pertencentes à camada de valência e os compartilhados
de um átomo para outro átomo não ocorre. Em vez dis- pelos átomos. Os elétrons compartilhados são atraídos
so, os elétrons ficam compartilhados entre os átomos, simultaneamente pelos dois núcleos, sendo os respon-
ocasionando a chamada ligação covalente. sáveis pela ligação entre os átomos.
A ligação tipicamente covalente ocorre entre átomos Os compostos formados por ligações covalentes são
de ametais. denominados compostos moleculares.
Representação de um par de elétrons compartilha- Esquematizando, temos:
dos por dois átomos de hidrogênio:
ligação
Átomos Moléculas
covalente
H H

Ligação covalente normal


Exemplo de formação da Na ligação covalente normal, cada um dos átomos
ligação covalente ligados contribui com um elétron para a formação do
par eletrônico ligante. Esse par eletrônico pertencerá
simultaneamente aos dois átomos.
Ligação entre flúor e flúor: Exemplos:
Sejam os átomos neutros de 9F:
2 2 5 H + H o H H (H2)
9F o 1s 2s 2p
7e– na camada de valência (instável)

H + Cℓ o H Cℓ (HCℓ)
9F o 1s2 2s2 2p5
7e– na camada de valência (instável)
O átomo neutro de flúor também pode ser represen-
tado por: 2H + O o H O H (H2O)
F

18 Extensivo Terceirão
Aula 11

3H + N o H N H (NH3) Observação:
H A ligação covalente pode ser representada por
um traço [–], que substitui os “dois pontos” do par
H eletrônico. Assim, temos as fórmulas estruturais.
Exemplos:
4H + C o H C H (CH4)
H Fórmula Fórmula
Substância
eletrônica estrutural

Ligação covalente adicional H2 H H H–H


(ou dativa)
A ligação covalente adicional é um modelo utilizado H2O O O
para explicar a formação de algumas moléculas, embora H H H H
muitas vezes substituído por outros modelos mais inte-
ressantes. Nesse modelo o par eletrônico compartilhado
é proveniente de um único átomo. S S
SO2 O O O O
1o. exemplo – formação do dióxido de enxofre (SO2):
ligação “dativa”

2 O + S o O S
O Polaridade de ligações
Considere uma molécula de HCℓ (gás clorídrico). O
O octeto para o enxofre foi estabelecido com a liga- par de elétrons compartilhado (ligação covalente) não
ção do primeiro átomo de oxigênio, quando ocorreu o é atraído igualmente por ambos os átomos, visto que o
compartilhamento entre os elétrons desemparelhados átomo de cloro é mais eletronegativo que o de hidro-
de ambos os átomos. Surgiram duas ligações covalentes gênio, ou seja, o par de elétrons encontra-se deslocado
(uma dupla ligação), cada uma delas formada por um para o lado do cloro.
elétron do átomo de oxigênio e por um elétron do Verifica-se, então, que no cloro aparece uma carga
átomo de enxofre. A ligação entre o segundo átomo de parcial negativa e, no hidrogênio, uma carga parcial
oxigênio e o enxofre será feita por meio da covalência positiva. A ligação é chamada covalente polar.
adicional: o átomo de oxigênio se liga ao átomo de
G + G–
enxofre por um par de elétrons que pertence ao átomo
H – Cℓ
de enxofre. Após a ligação, ambos compartilham o par
Ligação covalente polar
eletrônico e atingem a estrutura do octeto. Forma-se,
assim, o composto dióxido de enxofre, SO2. Agora vamos analisar a molécula de Cℓ2. Os átomos
Observando atentamente a fórmula eletrônica, que formam a molécula possuem a mesma eletronega-
constatamos que ainda é possível o SO2 receber um tividade, não havendo polarização da ligação. Dizemos,
terceiro átomo de oxigênio por intermédio de uma nova então, que se trata de uma ligação covalente apolar.
ligação covalente (dativa) e formar o composto SO3. Cℓ – Cℓ
2o. exemplo – formação do cátion amônio (NH+4) Ligação covalente apolar

Podemos dizer que a ligação covalente polar apre-


3H + N o H N H (NH3) senta algum grau de caráter iônico. Quanto maior a
diferença de eletronegatividade entre os átomos que se
H ligam, maior o grau de caráter iônico e, quanto menor é
a diferença de eletronegatividade entre os participantes
H+ + H N H o H +
(NH4)+ da ligação, maior é o caráter covalente.

H H N H
H

Química 3A 19
Testes
Assimilação Aperfeiçoamento
11.01. (UFSCAR – SP) – Apresentam somente ligações 11.05. (IFSUL – RS) – As ligações químicas existentes na for-
covalentes: mação das substâncias NaCℓ, HCℓ e Cℓ2 são, respectivamente,
a) NaCℓ e H2SO4. a) iônica, covalente polar, covalente apolar.
b) Mn2O3 e MgH2. b) iônica, covalente apolar e covalente polar.
c) HCℓ e Cℓ2O3. c) covalente polar, covalente apolar e iônica.
d) KNO3 e LiF. d) covalente apolar, covalente polar e iônica.
e) LiOH e CsI.

11.02. (MACK – SP) – São exemplos de compostos mole-


culares:
Dados: K, Na, Li (metais alcalinos); Ca, Mg (metais alcalino-
-terrosos).
a) CO2, H2O e H2O2.
b) CO, KCℓ e NaCℓO. 11.06. (IFSUL – RS) – Para o processo de purificação da
c) NaF, MgO e C12H22O11. água, são adicionadas substâncias como sulfato de alumínio,
Aℓ2(SO4)3, para formação de flocos com a sujeira da água;
d) H2O, Li2O e CH4.
cloro, Cℓ2, para desinfecção; óxido de cálcio, CaO, para ajuste
e) KNO3, Ca(OH)2 e NaH. de pH, e flúor, F2, para prevenção de cáries.
O tipo de ligação que une os elementos das substâncias
utilizadas no processo de purificação da água é
a) covalente/iônica, iônica, covalente e iônica.
11.03. Considerando-se os elementos químicos e seus res-
pectivos números atômicos H (Z = 1), Na (Z = 11), Cℓ (Z = 17) b) covalente/iônica, covalente, covalente e iônica.
e Ca (Z = 20), assinale o que for correto: c) iônica/covalente, covalente, iônica e covalente.
a) No composto CaCℓ2 encontra-se uma ligação covalente d) iônica/covalente, iônica, iônica, covalente.
apolar.
b) No composto NaCℓ encontra-se uma ligação covalente polar.
c) No composto Cℓ2 encontra-se uma ligação covalente polar.
d) No composto HCℓ encontra-se uma ligação covalente polar.
e) No composto H2 encontra-se uma ligação iônica.

11.07. (PUC – MG) – Todas as afirmações em relação às


ligações químicas estão corretas, exceto:
11.04. (PUC – RJ) – O flúor é um elemento de número atô- a) Não-metal + hidrogênio o ligação covalente.
mico 9 e possui apenas um isótopo natural, o 19F. Sobre esse b) Não-metal + não-metal o ligação covalente.
elemento e seus compostos, é correto afirmar que: c) Substância que apresenta ligações iônicas e covalentes é
a) o isótopo natural do flúor possui 9 nêutrons. classificada como covalente.
b) o íon F– tem 8 elétrons. d) Metal + metal o ligação metálica.
c) o flúor é um elemento da família dos elementos calco- e) Metal + hidrogênio o ligação iônica.
gênios.
d) no gás flúor, F2, se tem uma ligação covalente polar.
e) na molécula do ácido fluorídrico, HF, o flúor é mais
eletronegativo que o hidrogênio.

20 Extensivo Terceirão
Aula 11

11.08. (OBQ) – Algumas informações sobre dois elementos 11.10. Dois elementos X e Y com número atômico 8 e 16,
químicos são apresentadas a seguir. respectivamente, ao se combinarem formam um composto
com as seguintes características, exceto:
a) Ponto de fusão e ebulição baixos.
b) Não apresenta íons em solução aquosa.
c) Não conduz corrente elétrica.
d) Não possui brilho metálico.
e) É formado por íons.

Considerando os dados apresentados, é correto afirmar que Aprofundamento


o cálcio e o cloro:
a) formam ligações covalentes. 11.11. (ULBRA – RS) – No capítulo O Jardim de Mende-
leiev, Sacks discorre sobre uma de suas paixões, a Tabela
b) são do mesmo período da tabela periódica.
Periódica. Segundo suas palavras, “A Tabela Periódica
c) formam uma substância iônica, o CaCℓ2. era incrivelmente bela, a coisa mais bela que eu já vira.
d) pertencem à mesma família da tabela periódica. Eu nunca seria capaz de analisar adequadamente o que
‘beleza’ significava neste caso para mim – simplicida-
de? Coerência? Ritmo? Inevitabilidade? Ou talvez a
simetria, a abrangência do fato de cada elemento estar
firmemente encerrado em seu lugar, sem lacunas, sem
exceções, cada coisa subentendendo todo o resto.”
(SACKS, O. Tio Tungstênio: Memórias de uma infância química. São Paulo: Cia. das
Letras, 2002).

Usando a Tabela Periódica dos Elementos, indique se cada


afirmação abaixo é Verdadeira ou Falsa.
I. O metal alcalino do terceiro período e o calcogênio de
11.09. Um elemento X de número atômico 6 combina-se menor massa atômica formam um composto iônico de
com um elemento Y de número atômico 8, a fórmula mole- fórmula Na2O.
cular e o tipo de ligação entre estes elementos é: II. O ferro forma dois cátions estáveis: Fe2+ e Fe3+. As fór-
a) XY2, iônica. mulas dos cloretos desses cátions são, respectivamente,
b) XY2, covalente. Fe2Cℓ e Fe3Cℓ.
c) X2Y, iônica. III. Os elementos carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio
formam diversos compostos covalentes, como, por exem-
d) X2Y, covalente.
plo, a ureia, representada pela fórmula estrutural abaixo.
e) X3Y, covalente.
O
||
C
H2N NH2
IV. A fórmula C2H6O pode representar compostos diferentes
como o etanol e o metóxi-metano.
A sequência correta é:
a) I. Falsa; II. Verdadeira; III. Verdadeira; IV. Falsa.
b) I. Falsa; II. Falsa; III. Verdadeira; IV. Falsa.
c) I. Falsa; II. Verdadeira; III. Falsa; IV. Verdadeira.
d) I. Verdadeira; II. Verdadeira; III. Falsa; IV. Falsa.
e) I. Verdadeira; II. Falsa; III. Verdadeira; IV. Verdadeira.

Química 3A 21
11.12. (CFTRJ) – Considere as seguintes afirmativas: 11.15. Poucas ligações químicas são exclusivamente iôni-
I. o flúor e o cloro estão no mesmo período da classificação cas, covalentes ou metálicas. A grande maioria das ligações
periódica dos elementos. químicas possui características intermediárias entre estas
II. o magnésio faz parte da família dos metais alcalino-ter- três. A figura abaixo mostra como pode ser a distribuição
rosos. destas três ligações.
III. o sódio e o alumínio possuem o mesmo número de A
elétrons na camada de valência. Li
Na2Mg
Na
IV. na molécula de CCℓ4, as ligações entre o átomo de car-
Na4Si Mg
bono e os átomos de cloro são do tipo iônica.
Al
V. uma ligação dupla é uma ligação covalente na qual dois Na3P Si
átomos compartilham dois pares de elétrons. P4
Na3N
A opção que apresenta as afirmativas corretas é: S8
a) I, III e V. Na2O I2
b) III, IV e V. B C
c) II e V. PF5 AlF3 F2
SF6 SiF4 BeF2
d) I e IV.
Em cada vértice da figura encontra-se um tipo predominante
de ligação. Isto indica que, quanto mais próximo do vértice,
maior é o caráter da ligação da substância indicada em cada
ponto ao longo da linha entre os vértices. Com base nestas
11.13. Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações informações, pode-se afirmar que os tipos de ligação química
abaixo, referentes a compostos inorgânicos. indicados por cada letra é:
( ) O fosfato de sódio, embora seja considerado um com- a) A – Ligação Iônica; B – Ligação Metálica; C – Ligação
posto iônico, possui ligações covalentes no íon fosfato. Covalente.
( ) Compostos iônicos tendem a ter pontos de fusão e b) A – Ligação Iônica; B – Ligação Covalente; C – Ligação
ebulição mais elevados do que os compostos molecu- Metálica.
lares.
( ) F2 obedece à regra do octeto. c) A – Ligação Metálica; B – Ligação Iônica; C – Ligação
Covalente.
A sequência correta de preenchimento dos parênteses, de
cima para baixo, é d) A – Ligação Metálica; B – Ligação Covalente; C – Ligação
Iônica.
a) V – V – V.
e) A – Ligação Covalente; B – Ligação Metálica; C – Ligação
b) V – V – F. Iônica.
c) V – F – F.
d) F – F – V.
e) F – F – F.

11.16. (UFSM – RS) – Analise as seguintes afirmações:


11.14. Um material sólido apresenta as seguintes caracte-
rísticas: I. O composto nitreto de potássio, K3N, obedece a regra
do octeto.
– conduz corrente elétrica em solução aquosa;
II. Na ligação covalente polar, os pares eletrônicos que
– não conduz corrente elétrica no estado sólido; constituem a ligação são igualmente compartilhados
– não apresenta brilho metálico; pelos dois átomos.
– é solúvel em água; III. Na ligação coordenada, os dois elétrons que constituem
– não sofre fusão quando aquecido a 400 °C. o par eletrônico compartilhado vêm de um só átomo.
Com base nos modelos de ligação química, pode-se concluir Das preposições, está(ão) correta(s):
que, provavelmente, trata-se de um sólido: a) apenas I
a) iônico b) apenas II
b) covalente c) apenas I e III
c) molecular d) apenas II e III
d) metálico e) I, II e III
e) monoatômico

22 Extensivo Terceirão
Aula 11

11.17. Considere os átomos abaixo e marque V para afirma-


tivas verdadeiras e F para falsas: Desafio
20A 19B 8C 17D 11.19. (VUNESP – SP) – Tem-se dois elementos químicos A e
( ) Ao se combinarem A e D formam um composto cova- B, com números atômicos iguais a 20 e 35, respectivamente.
lente de fórmula AD2.
( ) Ao se combinarem, os átomos B e C, formam um com- a) Escrever as configurações eletrônicas dos dois elementos.
posto iônico de fórmula molecular BC2. Com base nas configurações, dizer a que grupo da tabela
( ) Os átomos A e B fazem ligações covalentes entre si. periódica pertence cada um dos elementos em questão.
( ) Os átomos C e D fazem ligações covalentes polares
entre si.
( ) O elemento C é um elemento de alta eletronegativi-
dade.

b) Qual será a fórmula mínima do composto formado entre


os elementos A e B? Que tipo de ligação existirá entre A
e B no composto formado? Justificar.

11.18. (UEM – PR) – Quando dois átomos se combinam


entre si, dizemos que entre eles se estabeleceu uma ligação
química, e esse fenômeno envolve energia. Sobre esse as-
sunto, assinale o que for correto.
01) Na combinação dos íons cloro e sódio, para formação
do sal de cozinha, o tipo de energia envolvida é a ener-
gia nuclear.
02) A formação da molécula de bromo (Br2) se dá pela atra-
ção de dois átomos de bromo, por meio de uma força
de origem eletrostática.
04) Uma reação de combustão é um exemplo de transfor-
mação de energia em que ocorre a transformação de 11.20. A ligação entre o elemento de menor raio atômico
energia química em energia térmica. do grupo XV e o elemento que não pode ser classificado em
08) Os íons flúor e potássio não formam ligação química famílias por ser aperiódico é do tipo? Justifique sua resposta
entre si devido à repulsão eletrostática existente. e apresente a fórmula molecular do composto formado.
16) Os átomos neutros com camada de valência ns2 np4
formam ligações químicas doando quatro elétrons,
pois assim adquirem configuração eletrônica do gás
nobre hélio.

Química 3A 23
Gabarito
11.01. c 11.17. F, F, F, V, V 11.20. O elemento de menor raio atômico do
11.02. a 11.18. 06 (02 + 04) grupo XV é o nitrogênio, e o elemento
11.03. d 11.19. a) 20A = 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 pertence aperiódico é o hidrogênio, formam uma
11.04. e ao grupo II da Tabela Periódica. ligação covalente polar pois entre ametal
11.05. a 2 2 6 2 6 2
35B = 1s 2s 2p 3s 3p 4s 3d 4p
10 5
e hidrogênio ocorre compartilhamento
11.06. c pertence ao grupo XVII da Tabela Peri- de elétrons, afinal a diferença de eletro-
11.07. c ódica. negatividade é baixa. O composto for-
11.08. c b) A fórmula mínima do composto for- mado possui fórmula NH3.
11.09. b mado entre A e B será AB2 e a ligação
11.10. e será predominantemente iônica, pois
11.11. e o elemento A sendo do grupo II (me-
11.12. c tais alcalinos terrosos) apresenta forte
11.13. a tendência a doar elétrons, enquanto
11.14. a B sendo do grupo XVII (halogênios)
11.15. c possui alta eletronegatividade, o que
11.16. c favorece a transferência entre eles.

24 Extensivo Terceirão
Química
Aula 12 3A
Fórmulas eletrônicas e
estruturais planas

Formulação de compostos moleculares


A montagem das fórmulas eletrônicas e estruturais planas para os compostos moleculares depende basica-
mente do conhecimento das configurações eletrônicas de seus átomos formadores e da tabela periódica.
Um composto é considerado molecular quando apresenta exclusivamente ligações covalentes normais ou dativas.
Ex.: H2O, CO2, Cℓ2, NH3, etc.
Nesse caso, a molécula é realmente a menor partícula que representa a substância.

Família Hidrogênio Grupo 14 (4A) Grupo 15 (5A) Grupo 16 (6A) Grupo 17 (7A)

O F
N
Principais elementos que S Cℓ
fazem ligações covalentes.
H C P
Se Br
As
Te I

Camada de valência
H C N S Cℓ
típica da família.

C
N
Ligações covalentes normais S
necessárias para atingir a C
H N Cℓ
estabilidade (teoria da ligação
de valência – octeto). C S
N
C

Número máximo de dativas


que o átomo pode fornecer.
nenhuma nenhuma uma duas três

Dativas que o átomo


pode receber.
nenhuma uma uma uma nenhuma

Regras básicas
a) Para a montagem da fórmula estrutural plana, primeiro faça todas as ligações covalentes normais que os
átomos devem fazer. Sobrando algum átomo sem completar o octeto, utilize ligações adicionais (dativas).
b) Nos oxiácidos, o hidrogênio ionizável (H+) deve estar ligado ao átomo de oxigênio, que é o elemento de maior
eletronegatividade na estrutura.

Química 3A 25
Represente as fórmulas estruturais para os compostos:

1. ácido sulfúrico: 2. ácido fosfórico: 3. ácido fosforoso:

4. ácido hipofosforoso: 5. ácido nítrico: 6. ácido carbônico:

Formulação de compostos iônicos que contêm ligações


iônicas e moleculares
Um composto é considerado iônico desde que possua uma única ligação iônica, mesmo apresentando várias
ligações covalentes.
Ex.: K2SO4, NaNO3, Na3PO4, CaCO3
Represente as fórmulas estruturais para os compostos:

1. sulfato de potássio: 2. nitrato de sódio:

3. fosfato de sódio: 4. carbonato de cálcio:

26 Extensivo Terceirão
Aula 12

Testes
12.04. (UFPA) – Na fórmula eletrônica (ou de Lewis) da
Assimilação molécula de nitrogênio, o número de pares de elétrons
compartilhados é
12.01. (UEL – PR) – A melhor representação para a fórmula
estrutural da molécula de dióxido de carbono é: Dado: número atômico nitrogênio = 7.
a) CO2. a) 1.
b) C = O = O. b) 2.
c) O = C = O. c) 3.
d) O – C – O. d) 4.
e) O o C o O. e) 5.

Aperfeiçoamento
12.02. (UFU – MG) – O fosgênio (COCℓ2), um gás, é prepa-
rado industrialmente por meio da reação entre o monóxido 12.05. (UFV – MG) – A tabela abaixo apresenta estruturas
de carbono e o cloro. A fórmula estrutural da molécula do de Lewis para alguns elementos. (Os pontos representam
fosgênio apresenta: elétrons de valência).
a) uma ligação dupla e duas ligações simples.
b) uma ligação dupla e três ligações simples. I II III IV V VI
c) duas ligações duplas e duas ligações simples.
d) uma ligação tripla e duas ligações simples. Na Mg Fe N C Xe
e) duas ligações duplas e uma ligação simples.
Estão corretamente representadas as seguintes estruturas:
a) I, II, III.
b) II, III, V.
c) I, IV, V.
d) III, V, VI.
12.03. (UFJF – MG) – O óxido nitroso (N2O(g)), também e) II, IV, VI.
conhecido como gás hilariante, foi o primeiro anestésico
utilizado em cirurgias. Hoje, também pode ser utilizado
na indústria automobilística para aumentar a potência de
motores de combustão interna. Abaixo, está representada
uma possibilidade da estrutura de Lewis dessa molécula.
+ –
N N O 12.06. No íon amônio, uma das espécies químicas encon-
tradas nos fertilizantes NPK, estão presentes:
De acordo com a fórmula apresentada, marque a opção que Dados: números atômicos: H = 1; N = 7
descreve CORRETAMENTE as ligações existentes no N2O. a) uma ligação iônica e três ligações covalentes.
a) Uma ligação iônica e duas ligações covalentes simples. b) uma ligação covalente e três ligações iônicas.
b) Duas ligações covalentes, sendo uma tripla e uma simples. c) uma ligação covalente-dativa e três ligações iônicas.
c) Duas ligações covalentes simples. d) uma ligação metálica e três ligações covalentes.
d) Duas ligações iônicas. e) quatro ligações covalentes.
e) Duas ligações covalentes, sendo uma dupla e uma
simples.

Química 3A 27
12.07. (FEI – SP) – Dentre os compostos a seguir, indique
qual deles apresenta apenas ligações covalentes simples. Aprofundamento
a) SO3
12.11. (PUC – SP) – O sódio e o hidrogênio reagem com
b) NaCℓ
cloro para formar:
c) NH3 a) um sal e uma base.
d) O3 b) um composto iônico e um molecular.
e) H2SO4 c) dois sais.
d) dois compostos iônicos.
e) dois compostos moleculares.

12.08. (ESAL – MG) – O número máximo de ligações coor-


denadas ou dativas que o cloro pode efetuar é igual a:
Dados: número atômico do cloro = 17
12.12. (FAEE – GO) – Pela fórmula eletrônica:
a) 1. ×× 1–
1+
b) 2. Na ×O × Cℓ
××
c) 3.
d) 4. percebe-se que:
e) 5. a) ocorre ligação covalente normal entre o sódio e o oxi-
gênio.
b) o oxigênio está com o octeto completo.
c) o cloro está instável, tendo que ainda fazer três ligações.
12.09. As moléculas do dióxido de enxofre (SO2) e do dióxido d) representa um óxido normal.
de carbono (CO2) possuem diferenças nas suas estruturas e) o composto em questão é um peróxido.
moleculares. Assinale a alternativa correta:
Dados: C (Z = 6), S (Z = 16), O (Z = 8).
a) SO2 tem ligações iônicas e CO2, ligações covalentes.
b) SO2 tem duas ligações covalentes simples e CO2 tem duas
ligações covalentes simples e duas dativas.
c) Ambas possuem duas ligações covalentes dativas. 12.13. A posição relativa dos átomos, na molécula do ácido
d) SO2 possui duas ligações covalentes simples e uma dupla, sulfúrico, é melhor representada por:
e CO2 possui quatro ligações covalentes simples. O
e) SO2 possui uma ligação covalente dupla e uma dativa e |
CO2 duas ligações covalentes dupla. a) O — O — S — H
|
O
|
O
12.10. (MACK – SP) –
b) H — O — O — O — O — S — H
2–
O O
Ca2+ S O
O O |
c) H — O — S — O — H
Relativamente à fórmula estrutural acima, dados os números |
atômicos Ca = 20, O = 8 e S = 16, é correto afirmar que: O
a) existem somente ligações covalentes normais. O
b) o oxigênio cede dois elétrons para o cálcio. |
c) o enxofre recebe dois elétrons do cálcio. d) H — O — O — S — H
d) o cálcio, no estado fundamental, apresenta seis elétrons |
na camada de valência. O
e) existem duas ligações iônicas, duas ligações covalentes e) H — O — O — S — H
normais e duas ligações dativas (ou covalentes coorde- |
nadas). O
28 Extensivo Terceirão
Aula 12

12.14. (UFS – SE) – A seguinte representação mostra a 12.17. Das fórmulas estruturais a seguir, assinale a(s)
ligação de um cátion a: correta(s).
H + 01) CO2: C — O — O
l O–H
H – O – H + H+ o H – O – H 02) H3PO4: O — P O – H
O–H
a) dois pares de elétrons.
b) um par de elétrons. O
04) HNO3: O — N
c) um elétron. O–H
d) um nêutron. +
e) um próton. H H
08) NH+4: N
H H

16) HCN: H — C = N
O
12.15. (UNITAU – SP) – Somando-se o número de ligações 32) HCOOH: H — C
covalentes dativas das moléculas: HNO3, SO3 e HCℓO4, tere- O–H
mos um valor igual a:
a) 4.
b) 5.
c) 6.
d) 7.
e) 8.
12.18. (UFF – RJ) – O gráfico a seguir representa a decom-
posição da molécula de hidrogênio.

12.16. (UNICAP – PE) – Nas fórmulas estruturais dos com-


postos abaixo
I II
O H–O
Na+O– – X O H–O X O
O H–O

III IV Analisando o gráfico assinale a alternativa correta.


+ –
H–O Na O O a) X representa em módulo a energia de dissociação da
X O X molécula de hidrogênio em íons H1+ e H1–.
H–O Na+O– O b) Os átomos de hidrogênio, isoladamente, são mais estáveis
do que a molécula de hidrogênio.
X representa um elemento químico, que corretamente
pode ser: c) A formação da molécula de hidrogênio a partir de seus
átomos nêutrons isolados é um processo com ganho de
[Números atômicos: C = 6; Aℓ = 13; Si = 14; S = 16 e Cℓ = 17] energia.
01) Si no composto IV; d) A partir da formação da ligação, a energia aumenta devido
02) Aℓ no composto II; ao distanciamento entre os núcleos dos átomos.
04) Cℓ no composto I;
e) No ponto de menor energia do gráfico ocorreu a formação
08) C no composto III;
de uma ligação covalente simples.
16) S no composto IV.

Química 3A 29
d) Explique por que as duas substâncias puras não condu-
Aprofundamento zem corrente elétrica.
12.19. (UFJF – MG) – Considere as substâncias puras KOH
e HNO3 e suas propriedades apresentadas na Tabela 1 e
responda aos itens abaixo.
Tabela 1: Propriedades físicas e químicas das subs-
tâncias puras KOH e HNO3
Substância KOH HNO3
Ponto de fusão/°C 360 –42
Ponto de ebulição/°C 1320 83
Condutividade elétrica a 25 °C Não conduz Não conduz
Fonte: CRC Handbook of Chemistry and Physics, 95th Edition, William M. Haynes 12.20. (VUNESP – SP) – Para as moléculas N2 e N2H4 (hidra-
(ed.) 2014-2015.
zina) pede-se:
a) Escreva o nome das substâncias e seus estados físicos (Dados: números atômicos: H = 1, N = 7)
a 25 °C. a) Escrever as respectivas estruturas de Lewis.

b) Quais são os tipos de ligação química existentes nas duas


substâncias puras?
b) Em qual das duas moléculas a distância de ligação nitro-
gênio - nitrogênio é menor? Justifique a resposta.

c) Escreva a fórmula estrutural do HNO3.

Gabarito
12.01. c b) KOH – ligação iônica entre potássio e hidróxido, ligação covalen-
12.02. a te entre oxigênio e hidrogênio.
12.03. b HNO3 – somente ligações covalentes.
12.04. c O O
12.05. e c) HO – N HO – N
12.06. e O O
12.07. c d) Para conduzir corrente elétrica é necessário possuir mobilidade
12.08. c de cargas, o KOH puro no estado sólido possui íons que estão
12.09. e com suas cargas imobilizadas no retículo cristalino, logo não
12.10. e conduz corrente elétrica e o HNO3 apesar de estar no estado
12.11. b líquido é um composto covalente e por isso não apresenta íons
12.12. b quando puro. Ambos seriam capazes de conduzir corrente elé-
12.13. c trica quando dissolvidos em água.
12.14. b
12.15. c 12.20. a) N N H N N H
12.16. 28 (04 + 08 + 16)
12.17. 10 (02 + 08) H H
12.18. e
b) Na molécula de nitrogênio, pois quanto mais ligações entre 2
12.19. a) KOH – hidróxido de potássio a 25 °C encontra-se no estado sólido.
átomos menor a distância entre eles, ou seja, a ligação covalente
HNO3 – ácido nítrico a 25 °C encontra-se no estado líquido.
tripla tem uma distância menor que a ligação covalente simples.

30 Extensivo Terceirão