Você está na página 1de 5

Modelo Binomial

2º semestre de 2007- Gabarito 4


Distribuição Binomial – ME414

Exercício 01 Acredita-se que 20% dos moradores das proximidades de uma grande
indústria siderúrgica tem alergia aos poluentes lançados ao ar. Admitindo que este
percentual de alérgicos é real (correto), calcule a probabilidade de que pelo menos 4
moradores tenham alergia entre 13 selecionados ao acaso.

Seja X o número de moradores que têm alergia.


p: probabilidade de um indivíduo, selecionado ao acaso, ter alergia; p=0,2.
X ~b (13; 0,20),
ou seja, a variável aleatória X tem distribuição binomial com parâmetros n = 13 e p =
0,20, com função de probabilidade dada por:

n
P(X=k) =   p k (1-p)n-k , k=0, 1, ..., n
k

Assim, a probabilidade de que pelo menos 4 moradores tenham alergia é dada por:

P(X ≥ 4) = P(X=4) + P(X=5) + … + P(X=13) = 0,1535 + 0,0694 + … + 0,0000 = 0,2526


ou
P(X ≥ 4) = 1 - P(X≤ 3) = 1 – (P(X=0) + P(X=1) + P(X=2) + P(X=3))= 0,2526

Exercício 02
Três em cada quatro alunos de uma universidade fizeram cursinho antes de prestar
vestibular. Se 16 alunos são selecionados ao acaso, qual é a probabilidade de que:

(a) Pelo menos 12 tenham feito cursinho?

Seja X o número de alunos que fizeram cursinho


p: probabilidade de um aluno, selecionado ao acaso, ter feito cursinho; p = 0,75.
X ~b (16; 0,75),
ou seja, a variável aleatória X tem distribuição binomial com parâmetros n = 16 e p =
0,75.

Assim, a probabilidade de que pelo menos 12 tenham feito cursinho é dada por:

Página 1 de 5
Modelo Binomial
2º semestre de 2007- Gabarito 4
Distribuição Binomial – ME414
P(X ≥ 12) = P(X=12) + P(X=13) + P(X=14) + P(X=15) + P(X=16) = 0,2252+0,2079+0,1336+
+0,0535+0,0100= 0,6302

(b) No máximo 13 tenham feito cursinho?


Utilizando a função de distribuição apresentada no item (a) temos,
P(X ≤ 13) = P(X=0) + P(X =1) + … + P(X=13) = 0,0000 + … + 0,2079 = 0,8029
ou
P(X ≤ 13) = 1 - P(X ≥ 14) = 1 – (P(X =14) + P(X =15) + P(X =16) = 0,8029

(c) (0,5) Exatamente 12 tenham feito cursinho?


Utilizando a função de probabilidade apresentada no item (a) temos,
P(X =12) = 0,2252

(d) Em um grupo de 80 alunos selecionados ao acaso, qual é o número esperado de


alunos que fizeram cursinho? E a variância?

Y: número de alunos que fizeram cursinho entre os 80 selecionados


Y~B(80; 0,75)
O número esperado de alunos que fizeram cursinho é dado por:

µ = E(X) = n*p = 80 * 0,75 = 60

A variância é dada por:

σ 2 = Var(x) = n * p * (1-p) = 15

Exercício 03
Admita que, respectivamente, 90% e 80% dos indivíduos das populações A e B sejam
alfabetizados. Se 12 pessoas da população A e 10 da população B forem selecionadas
ao acaso, qual é a probabilidade de que pelo menos uma não seja alfabetizada? Que
suposições você fez para responder a esta questão?

Considere,
D: as 12 pessoas selecionadas da popualção A são alfabetizadas.
E: as 10 pessoas selecionadas da popualção B são alfabetizadas.
F: pelo menos uma pessoa entre as 22 selecionadas não é alfabetizada.

P(F) = 1 – P(Fc) = 1 – P(D ∩ E) = 1 – P(D)*P(E)

eventos independentes
Página 2 de 5
Modelo Binomial
2º semestre de 2007- Gabarito 4
Distribuição Binomial – ME414

Cálculo da probabilidade de D:
Seja X: número de pessoas alfabetizadas entre as 12 selecionadas da população A.
X~b(12; 0,9)

1  1 22 1−1 21 2 2
P(D) =
P(X 1 )==  0,9 2(1− 0,9 ) 0 = 0,9 = 0,2 8 2 4
1  2
Cálculo da probabilidade de E:
Seja Y: número de pessoas alfabetizadas entre as 10 selecionadas da população B.
Y~b(10; 0,8)

1  1 00 1−1 01 0 0
P(E)=
P(Y 1 )==  0,8 (01− 0,8 ) 0= 0,8 = 0,1 0 7 4
Portanto,
1  0
P(que pelo menos uma pessoa não seja alfabetizada) = P(F) =1 – (0,2824*0,1074) = 0,9697.

Para responder esta questão supões-se que:


a) As duas populações são bem grandes;
b) Os processos de seleção de pessoas das populações A e B são independentes

Exercício 04

Página 3 de 5
Modelo Binomial
2º semestre de 2007- Gabarito 4
Distribuição Binomial – ME414
Um agricultor cultiva laranjas e também produz mudas para vender. Após alguns meses
a muda pode ser atacada por fungos com probabilidade 0,02 e, nesse caso, ela tem
probabilidade 0,5 de ser recuperável. O custo de cada muda produzida é R$ 1,20, que
será acrescido de mais R$ 0,50 se precisar ser recuperada. As irrecuperáveis são
descartadas. Sabendo que cada muda é vendida a R$ 3,50, encontre a distribuição da
variável aleatória “lucro por muda produzida”.

Seja L: lucro por muda produzida

3, 50 − 1, 20 = 2,30 , muda sem ataque



L = 3, 50 − 1, 70 = 1,80 , muda atacada e recuperada
0 − 1, 20 = −1, 20 muda atacada e descartada

O diagrama de árvores (ou árvore de probabilidades), será

0,50 R P(L=1,80) = 0,02*0,50 = 0,01


A
0,02 0,50 D P(L=-1,20) = 0,02*0,50 = 0,01

0,98 P(L=2,30) = 0,98


S

Assim, a distribuição da variável aleatória “lucro por muda produzida” é dada por:

l -1,20 1,80 2,30


P(L=l) 0,01 0,01 0,98

Página 4 de 5
Modelo Binomial
2º semestre de 2007- Gabarito 4
Distribuição Binomial – ME414

(a) Qual é o lucro médio por muda produzida?


O lucro médio por muda produzida é dado por:
E(L)= -1,20*P(L=l-1,20) + 1,80*P(L=l1,80) + 2,30*P(L=l2,30) = -1,20*0,01+1,80*0,01+2,30* 0,98
= = 2,26
Assim, o lucro médio por muda produzida é de R$2,26.

(b) Em uma plantação de 10000 mudas, qual é o lucro esperado?

10000*E(L) = 10000 * 2,26 = 22600


Assim, em uma plantação de 10000 mudas , o lucro esperado é R$22600,00

(c) Em um lote de 50 mudas, qual é a probabilidade de que pelo menos


45 sejam aproveitáveis?

Seja X o número de mudas aproveitáveis.


p: probabilidade de uma muda, selecionada ao acaso, ser aproveitável; p=0,99
X ~b (50;0,99),

ou seja, a variável aleatória X tem distribuição binomial com parâmetros n=50 e


p=0,99.

Assim, a probabilidade de que pelo menos 45 sejam aproveitáveis é dada por:

P(X≥ 45) = P(X=45) + P(X=46) + P(X=47) + P(X=48) + P(X=49) + P(X=50) =

=0,0001 + 0,0015 + 0,0122 + 0,0756 + 0,3056 + 0,6050 ≅ 1 ≅ 100%

Página 5 de 5