Você está na página 1de 29

GEOLOGIA DE

ENGENHARIA
z
ROCHAS ÍGNEAS

Profa. Ma. Indira Q. Macambira Bezerra


z

MÁGMA
▪ Fuido natural muito quente, constituído predominantemente
por uma fusão de silicatos e mostrando proporções variadas
de água, elementos voláteis ou de cristais em processo de
crescimento.

▪ Origina-se de grandes profundidades, na parte inferior da


crosta ou na parte superior do manto.

▪ É um material em fusão que, ao se solidificar, dá origem as


rochas ígneas.
z

MÁGMA
Componentes:

▪ Fase líquida: mantida em fusão pela temperatura elevada,


constituída essencialmente por silicatos;

▪ Fase sólida: mantida em solução por pressão, constituída


predominantemente por H2O, quantidades menores de CO2,
HCl, HF, SO2;

▪ Fase gasosa: formada por cristais de composição silicática, em


fase de crescimento ou natureza residual.
z

MÁGMA
Tipo de atividades:

O magma pode apresentar grande mobilidade, tendendo a


ascender ao longo de fissuras da crosta, deslocando ou
englobando as rochas vizinhas.

▪ Plutonismo: consolidação do magma ocorre no interior da


crosta, dando origem às intrusivas (granito);

▪ Vulcanismo: magma irrompe e derrama-se á superfície,


formando rochas extrusivas (basalto)
z

MÁGMA

http://2.bp.blogspot.com/-
s_GeuP9IrB0/VgKokP7PHLI/AAAAAAAAClU/A1VD8FSlQEA/s1600/Vulcanismo%2Be%2BTect%25C
z

ROCHAS INTRUSIVAS
Podem ocorrer de várias maneiras, formando corpos de formas e
tamanho variados e que apresentam relações variadas com as
rochas encaixantes.

▪ Corpos de dimensões pequenas, associando-se a fenômenos


efusivos ou borda de rochas intrusivas maiores:
▪ Diques

▪ Sils

▪ Lacólitos

▪ Corpos de intrusão grandes:

▪ Batólitos

▪ Lapólitos
z

ROCHAS INTRUSIVAS
z

ROCHAS INTRUSIVAS

Rochas concordantes: os bordos (contatos) são paralelos à


estratificação das rochas encaixantes.

▪ Sils

▪ Lacólitos

▪ Lopólitos
z

ROCHAS INTRUSIVAS

Sil: formado quando o magma se aloja entre os estratos das


rochas sedimentares (estratos estão inclinados)
z

ROCHAS INTRUSIVAS

Lacólito: formado quando o magma é intrudido entre as camadas,


produzindo uma convexidade nas camadas superiores
z

ROCHAS INTRUSIVAS

Lapólito: a intrusão resulta em uma bacia, geralmente


preenchendo as depressões
z

ROCHAS INTRUSIVAS

Rochas discordantes: os bordos (contatos) não são paralelos à


estratificação das rochas encaixantes.

▪ Diques

▪ Batólitos
z

ROCHAS INTRUSIVAS

Batólito: cortam as estruturas da rochas existente

Dique: preenche uma fenda de rocha existente


z

CLASSIFICAÇÃO
ROCHAS ÍGNEAS
São de difícil classificação exata, exigindo análise química e
petrografia microscópica. Porém, podem identificadas de forma
aproximada considerando os seguintes critérios:

▪ Em geral são duras,

▪ Os cristais se dispõem por justaposição,

▪ Não apresentam estrutura segundo faixas ou camadas

▪ São maciças, quebram de forma irregular

▪ Apresentam textura cristalina, vítrea ou vesicular

▪ Não apresentam fósseis,

▪ Apresentam alto teor de feldspatos


z

CLASSIFICAÇÃO
ROCHAS ÍGNEAS

Modo de ocorrência:

▪ plutonismo,

▪ vucanismo,
z

CLASSIFICAÇÃO
ROCHAS ÍGNEAS
Textura:

▪ Grau de cristalização:
▪ Totalmente cristalina
▪ Parcialmente cristalina
▪ Não cristalina (vítrea)

▪ Tamanho dos cristais:


▪ Fanerítica: cristais percebidos a olho nu;
▪ Afanítica: cristais não percebidos a olho nu.

▪ Tamanho e relação mútua dos cristais:


▪ Equigranulares: cristais tem aproximadamente o mesmo tamanho
▪ inequigranulares: cristais apresentam dimensões diferentes
z

CLASSIFICAÇÃO
ROCHAS ÍGNEAS
Estrutura:

▪ Vesicular e amigdalóide: ocorre em rochas vulcânicas que


apresentam pequena cavidade esférica ou de outras formas
originadas pela expansão dos gases na sua formação.

▪ Bloco e brechas: a porção superficial de derrame se apresenta


com a forma de blocos envoltos por larva ou material
secundário (arenito, calcita, etc)

▪ Fuidais: estruturas bandeadas, originadas de diversas


maneiras em larvas viscosas;

▪ Fraturação primária: se originam da solidificação de rochas


ígneas e podem formar diversos sistemas de fraturas paralelas
entre si, dispostas normalmente às paredes de fresfriamento.
z

CLASSIFICAÇÃO
ROCHAS ÍGNEAS

Composição Mineralógica:

▪ Os minerais mais abundantes são o quartzo, o feldspato,


ferromagnesianos e biotita.

▪ A coloração da rocha será em função da cor do mineral,


quartzo e feldspato são claro, ferromagnesianos e biotita são
escuros
z

CLASSIFICAÇÃO
ROCHAS ÍGNEAS
Composição Química:

▪ Rochas com predominância de quartzo são ricas em sílica,


consequentemente são ácidas.

▪ Rochas com predominância de feldspatos e pouco quartzo são


intermediárias ou básicas.

▪ Rochas com predominância de ferro são básicas.

▪ Rochas composta quase que na totalidade por ferro são


ultrabásicas.
z

ROCHAS ÍGNEAS

Granito:

▪ Rocha intrusiva, encontrada em batólitos, stocks e outras


massas muito grande de rocha.

▪ Fanerítica, granulação média a grossa

▪ Cores: rosadas, esbranquiçadas, acinzentadas

▪ Sempre com muito quartzo e feldspatos


z

ROCHAS ÍGNEAS
Granito:

https://st2.depositphotos.com/1077338/12355/i/950/depositphotos_123553078-stock-photo-
collection-from-specimens-of-granite.jpg
z

ROCHAS ÍGNEAS

Riolito:

▪ É a variedade do magma granítico (vulcanismo ácido);

▪ Composição mineralógica similar ao granito;

▪ Afanítica

▪ Coloração vermelho-acinzentado
z

ROCHAS ÍGNEAS
Riolito:

https://cdn.britannica.com/64/144464-050-36A5A119/Rhyolite.jpg
z

ROCHAS ÍGNEAS

Sienito:

▪ Intrusiva;

▪ Pouco ou nada de quartzo;

▪ Fanerítica

▪ Cores mais escuras que o granito


z

ROCHAS ÍGNEAS
Sienito:

https://st2.depositphotos.com/1077338/12254/i/950/depositphotos_122542548-stock-photo-
nepheline-syenite-mineral-isolated-on.jpg
z

ROCHAS ÍGNEAS

Gabro:

▪ Intrusiva;

▪ Predominâcia de feldspato, não possue quartzo;

▪ Ganulação média a grosseira

▪ Cores muito escuras


z

ROCHAS ÍGNEAS

Diabásio:

▪ Similar ao gabro, porém ganulação média a fina;


z

ROCHAS ÍGNEAS

Basalto:

▪ Variedade efusiva do diabásio;

▪ Cristalização fina a afanitica;

▪ Cores escuras de vermelho a preto.


z

ROCHAS ÍGNEAS
Basalto, Diabásio, Gabro:

https://www.researchgate.net/profile/Yuri-
Zinn/publication/303785198/figure/fig1/AS:368967907594240@1464980212029/Figura-2-
Texturas-de-rochas-igneas-basicas-afanitica-basalto-subfaneritica.png

Você também pode gostar