Você está na página 1de 2

Para ajudar na fixação dos conteúdos ministrados, realizaremos

uma atividade avaliativa sobre MANDADO DE INJUNÇÃO E


MANDADO DE SEGURANÇA COLETIVO

1. O Mandado de Segurança está previsto na Constituição Federal como o


instrumento que tem por finalidade proteger direito líquido e certo, não
amparado por habeas corpus ou por habeas data, quando o responsável
pela ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de
pessoa jurídica no exercício de atribuições do Poder Público. De acordo
com as regras constitucionais e a jurisprudência do Supremo Tribunal
Federal, assinale a opção que se apresenta correta.
a) Partido político somente tem legitimidade para impetrar mandado de
segurança quando houver, no Congresso Nacional, representação
b) É inconstitucional lei que fixa prazo de decadência para impetração de
mandado de segurança
c) A entidade de classe tem legitimação para o mandado de segurança
ainda quando a pretensão veiculada interesse apenas a uma parte da
respectiva categoria
d) Não cabe mandado de segurança contra lei em tese, embora seja
cabível contra decisão judicial transitada em julgado
e) O pedido de reconsideração na via administrativa interrompe o prazo
para impetração do mandado de segurança

2. Partidos políticos com representação no Congresso Nacional têm legitimidade para


impetrar mandado de segurança a fim de coibir atos praticados no processo de
aprovação de leis e emendas constitucionais em que o vício de
inconstitucionalidade esteja diretamente relacionado a aspectos formais e
procedimentais da atuação legislativa.

a) Certo
b) Errado

3. Acerca do mandado de injunção, assinale a alternativa correta.


a) O deferimento da injunção irá determinar prazo de 120 dias para que o impetrado
promova a edição da norma regulamentadora.
b) Poderá o juiz estabelecer as condições em que se dará o exercício dos direitos,
independentemente de assinação de prazo para suprimento da mora legislativa.
c) Se comprovado que o impetrado deixou de atender, em mandado de injunção
anterior, ao prazo estabelecido para a edição da norma, deverá o juiz assinar
prazo de 90 dias para edição da norma regulamentadora.
d) A decisão terá eficácia subjetiva limitada às partes e continuará a produzir efeitos
após o advento da norma regulamentadora.
e) Poderá ser conferida eficácia ultra partes ou erga omnes à decisão, quando isso
for inerente ou indispensável ao exercício do direito, da liberdade ou da
prerrogativa objeto da impetração.

4. Assinale a afirmativa incorreta com relação aos remédios constitucionais previstos


na Constituição da República Federativa do Brasil.
a) Qualquer cidadão é parte legítima para propor ação popular que vise a anular ato
lesivo ao patrimônio público ou de entidade de que o Estado participe, à
moralidade administrativa, ao meio ambiente e ao patrimônio histórico e cultural,
ficando o autor, em qualquer hipótese, isento de custas judiciais e do ônus da
sucumbência.
b) O mandado de segurança será concedido para proteger direito líquido e certo, não
amparado por habeas corpus ou habeas data quando o responsável pela
ilegalidade ou abuso de poder for autoridade pública ou agente de pessoa jurídica
no exercício de atribuições do Poder Público.
c) O habeas data será concedido para assegurar o conhecimento de informações
relativas à pessoa do impetrante, constantes de registros ou bancos de dados de
entidades governamentais ou de caráter público ou para a retificação de dados,
quando não se prefira fazê-lo por processo sigiloso, judicial ou administrativo.
d) O habeas corpus será concedido sempre que alguém sofrer ou se achar
ameaçado de sofrer violência ou coação em sua liberdade de locomoção, por
ilegalidade ou abuso de poder.
e) O mandado de injunção será concedido sempre que a falta de norma
regulamentadora torne inviável o exercício dos direitos e liberdades constitucionais
e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania.

5. João, servidor público municipal, teve conhecimento de que a Constituição da


República de 1988 tinha assegurado determinado direito estatutário aos
servidores, mas condicionava o seu exercício à edição de lei que o
regulamentasse. Apesar de decorridos muitos anos desde a promulgação da
Constituição, a lei não foi editada, omissão que torna inviável o exercício do seu
direito. À luz da sistemática constitucional e da narrativa acima, o instrumento
passível de ser utilizado por João para a tutela dos seus interesses é:

a) o mandado de segurança;
b) o mandado de injunção;
c) a reclamação constitucional;
d) o habeas data;
e) o direito de petição.

Você também pode gostar