Você está na página 1de 3

DIREITO PENAL MILITAR

- Art. 142 da CF:

Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela


Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com
base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da
República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes
constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.

- As instituições militares federais e estaduais são baseadas na disciplina e hierarquia


rigorosamente/ao pé da letra

- art. 144 §5° e 6° CF:

 5º Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem


pública; aos corpos de bombeiros militares, além das atribuições definidas em lei,
incumbe a execução de atividades de defesa civil.

    § 6º As polícias militares e corpos de bombeiros militares, forças auxiliares e


reserva do Exército, subordinam-se, juntamente com as polícias civis, aos
Governadores dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios.

- art. 42 CF:

Art. 42 Os membros das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares, instituições


organizadas com base na hierarquia e disciplina, são militares dos Estados, do Distrito
Federal e dos Territórios. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 18, de 1998)

- PM: policiamento ostensivo, garantir a ordem publica

- CBM: garantir defesa civil

- Oficiais realizam a função de comando e os praças execução

- A JUSTIÇA MILITAR SÓ JULGA CRIME MILITAR!!

- Art. 22, I CF, par. Ú.

NOSSÕES SOBRE AS INSTITUIÇÕES MILITARES

- Art. 142 §3°, I, IV, V d CF

- Militares são agentes públicos Federais e não servidor público;

- O militar só garante a Estabilidade com 10 anos de serviço, somente aí poderá se candidatar


sem ir direto para reserva

- Policias militares e corpos de bombeiros militares Art. 144, §6°

- PM: Policiamento Ostensivo e a Preservação da Ordem Pública.


- CBMs: atividade de defesa civil

- São forças auxiliares e reserva do Exército;

- Todas as forças auxiliares são baseadas na DISCIPLINA e HIERARQUIA:

. DISCIPLINA: poder do superior da Ordem legal e dos subordinados cumprirem

. HIERARQUIA: vínculo de subordinação escalonada e graduada de inferior a superior

- Forças militares são instituições inalienáveis do Estado (Alexandre de Carvalho)

- Cada uma das instituições militares tem seus Regulamentos Disciplinares

- Ler art. 19 do CPM;

- As transgressões disciplinares (DL 1001/69) são julgadas pelos COMANDANTES, CHEFES E


DIRETORES DAS INSTITUIÇÕES MILITARES:

. para apurar há o processo administrativo disciplinar militar;

. o documento que explicita o ilícito é a nota de punição;

. somente é aplicada a militares;

. a sanção é uma punição disciplinar;

- Os crimes militares são julgados pelos membros do Judiciário:

. para apurar há o processo penal militar;

. o documento que explicita o ilícito é a sentença/acórdão;

. são aplicadas a militares e civis: ex.: uma pessoa passa em frente ao quartel do Exercito e tem
uma motocicleta do exercito dando mole, está diante de um crime de furto e esse furto foi
cometido por um civil o qual será um crime militar, civil não comete transgressão disciplinar
somente militar.

. a sanção é uma pena: 7 são suas penas principais – a qual uma delas é a PENA DE MORTE; 8
são as penas acessórias.

NOÇÕES SOBRE AS JUSTIÇAS MILITARES

No Brasil, com o intuito meramente pedagógico e didático, a Justiça se divide em:

. Justiça Ordinária/comum – demandas cotidianas – segue o rito ordinário, estão as áreas cíveis
e penais;

. Justiça Especial/Extraordinária – compreende matérias exclusivas e determinadas:

1) Justiça do Trabalho: conflitos das relações trabalhistas;

2) Justiça Eleitoral: conflitos relacionados com o pleito eleitoral

3) Justiça Militar: conflitos relacionados a crimes militares.

. art 124 da CF
- Justiça Militar Federal ou da União – julga os delitos castrense relacionados com as Forças
Armadas;

- Justiça Militar Estadual – julga os crimes militares ligados as Polícias Militares e CBM.

Você também pode gostar