Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA

CAMPUS TIJUCA
CURSO DE PSICOLOGIA

TOXICODEPENDENCIA
Professor (a): CLARA INEM

POR

CAROLINE RITA TEJEDA- 20141110189

Rio de Janeiro
2021.1
A2
Questão 1 (valor 2,5 pontos) A psicanálise postula um desejo inconsciente e uma
ética, Nesse sentido, o enunciado "sou toxicômano" não é suficiente para
aceitação de um paciente em tratamento. Com base nessa afirmação, discorra
sobre a importância do início do tratamento preconizado por Freud em 1913.
RESPOSTA:
Em psicanálise, a demanda de análise é correlata a elaboração do
sintoma enquanto sintoma analítico. Ou seja, a demanda em analise não deve
ser aceita em seu estado bruto. O que se aprende na disciplina é que a
toxicomania vela, encobre o sintoma, ela é uma resposta bastante eficaz para o
sintoma. Para a aceitação do paciente em tratamento, a toxicomania deve sair
do estatuto de resposta para o estatuto de uma questão para o sujeito.

Questão 2 (valor 2,5 pontos) Freud localizou na função paterna a possibilidade


do sujeito estruturar-se de forma a ter algum recurso para lidar com o
"impossível" a evitar ou seja, a castração. É a função paterna que inscreve o
sujeito na Lei constitutiva do desejo. Tomando por base o enunciado,
correlacione a transgressão e o abuso de drogas na adolescência com o declínio
da função paterna.
RESPOSTA:
O uso de substâncias na adolescência pode apontar para uma tentativa
de reivindicação de um espaço, de um lugar para que seu desejo opere e ao
mesmo tempo revela a tentativa do sujeito de rejeição ao domínio do desejo do
Outro. Assim, para localizar o seu desejo, o sujeito declina com a lei. Para
escapar, o adolescente se faz por meio de atuações que muitas vezes o põe em
risco. A droga, pode então aparecer como substituto daquilo que lhe falta e ao
mesmo tempo como um apelo ao Outro da lei.

Questão 3(valor 2,5 pontos) Comente os principais impasses da clínica com


usuários de drogas.
RESPOSTA:
Os principais impasses da clínica com usuário de drogas são a demanda
terceirizada, o sujeito chega para o tratamento pela via da família, da escola, da
justiça sem se implicar no seu processo. O diagnóstico diferencial entre o
fenômeno e a estrutura clínica. Aabstinência em função da situação de
dependência química do corpo, a dependência receitada. A patologia do ato que
se refere a um favorecimento do fazer em detrimento do dizer além da baixa
aderência ao tratamento, trata-se de uma clínica fortemente marcada pelo
abandono dos paciente ao tratamento.

Questão 4: (valor2,5 pontos)A experiência clínica com pacientes usuários de


drogas indica uma certa satisfação pulsional que cria obstáculos para o trabalho
psicanalítico. Como opera o psicanalista na clínica com sujeitos que apresentam
dificuldades em estabelecer a transferência e não atribuem uma suposição de
saber ao analista?
A satisfação pulsional do usuário de drogas aponta para uma fixidez de
objeto da pulsão, sendo sempre a droga o objeto de satisfação da pusão. O
sujeito toxicômano chega para o analista na posição de objeto. Assim, o
psicanalista pode operar na direção de alternância de posição, de objeto para
sujeito, buscando reverter uma posição passível do sujeito em relação a droga.
Questionar por que ele se droga e pra quem o sujeito se droga. Dessa forma, o
psicanalista poderá colocar a prática drogaditiva entre parênteses e privilegiar o
sujeito.

Você também pode gostar