Você está na página 1de 10

Óptica Geométrica

Exercícios complementares – Óptica parte 1


1. (UFRJ) No dia 3 de novembro de 1994
ocorreu o último eclipse total do Sol deste
milênio. No Brasil, o fenômeno foi mais bem
observado na Região Sul.
A figura mostra a Terra, a Lua e o Sol
alinhados num dado instante durante o
eclipse; neste instante, para um observador
no ponto P, o disco da Lua encobre
exatamente o disco do Sol.
Sabendo que a razão entre o raio do Sol (Rs)
e o raio da Lua (Rl) vale Rs/Rl = 4,00 x 10² e
que a distância do ponto P e ao centro da Lua
vale 3,75 x 105km, calcule a distância entre P
e o centro do Sol. Considere propagação
retilínea para a luz.

2. (UFRJ) No mundo artístico as antigas "câmaras escuras" voltaram à moda. Uma


câmara escura é uma caixa fechada de paredes opacas que possui um orifício em uma de
suas faces. Na face oposta à do orifício fica preso um filme fotográfico, onde se formam
as imagens dos objetos localizados no exterior da caixa, como mostra a figura.

Suponha que um objeto de 3m de altura esteja a uma distância de 5m do orifício, e que a


distância entre as faces seja de 6cm.
Calcule a altura h da imagem.

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 1


3. (UNIRIO) Num jogo de bilhar, um
dos jogadores, encontra-se numa
situação de sinuca, deseja marcar o
ponto C sobre a tabela da mesa de
forma que a bola 1 descreva a
trajetória mostrada na figura a seguir.
a) Determine a razão x/y.
Justifique a sua resposta.
b) Determine a que distância do
ponto A se encontra o ponto C.

4. (Fuvest) Admita que o sol subitamente "morresse", ou seja, sua luz deixasse de ser
emitida. 24 horas após este evento, um eventual sobrevivente, olhando para o céu, sem
nuvens, veria:
a) a Lua e estrelas.
b) somente a Lua.
c) somente estrelas.
d) uma completa escuridão.
e) somente os planetas do sistema solar.

5. (UFF) Para determinar a que altura H uma


fonte de luz pontual está do chão, plano e
horizontal, foi realizada a seguinte experiência.
Colocou-se um lápis de 0,10m,
perpendicularmente sobre o chão, em duas
posições distintas: primeiro em P e depois em Q.
A posição P está, exatamente, na vertical que
passa pela fonte e, nesta posição, não há
formação de sombra do lápis, conforme ilustra
esquematicamente a figura.
Na posição Q, a sombra do lápis tem
comprimento 49 (quarenta e nove) vezes menor
que a distância entre P e Q. A altura H é,
aproximadamente, igual a:
a) 0,49 m
b) 1,0 m
c) 1,5 m
d) 3,0 m
e) 5,0 m

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 2


6. (UFRRJ) Na figura a seguir, F é uma fonte de luz
extensa e A um anteparo opaco.
Pode-se afirmar que I, II e III são, respectivamente,
regiões de
a) sombra, sombra e penumbra.
b) sombra, sombra e sombra.
c) penumbra, sombra e penumbra.
d) sombra, penumbra e sombra.
e) penumbra, penumbra e sombra.

7. (Unesp) Um lápis encontra-se na


frente de um pequeno espelho plano
E, como mostra a figura. O lápis e a
imagem estão corretamente
representados na alternativa:

8. (UNIRIO) Durante a final da Copa do Mundo, um a) verde e branca.


cinegrafista, desejando alguns efeitos especiais, gravou b) verde e amarela.
cena em um estúdio completamente escuro, onde existia c) preta e branca.
uma bandeira da "Azurra" (azul e branca) que foi d) preta e amarela.
iluminada por um feixe de luz amarela monocromática. e) azul e branca.
Quando a cena foi exibida ao público, a bandeira apareceu:

9. (Cesgranrio) Na figura anterior a) 1


tem-se o perfil de um espelho plano b) 1,5
E, desenhado sobre um eixo OY. c) 2
Para que um raio luminoso emitido d) 2,5
por uma fonte pontual em A atinja o e) 3
ponto P, após refletir nesse espelho,
ele deve incidir em um ponto do
espelho cuja ordenada Y vale:

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 3


10. (Uerj) Uma garota, para observar seu
penteado, coloca-se em frente a um espelho
plano de parede, situado a 40cm de uma flor
presa na parte de trás dos seus cabelos.
Buscando uma visão melhor do arranjo da flor
no cabelo, ela segura, com uma das mãos, um
pequeno espelho plano atrás da cabeça, a 15cm
da flor.
A menor distância entre a flor e sua imagem,
vista pela garota no espelho de parede, está
próxima de:
a) 55 cm
b) 70 cm
c) 95 cm
d) 110 cm

11. (Ufmg) Oscar está na frente de um


espelho plano, observando um lápis,
como representado na figura:
Com base nessas informações, é
CORRETO afirmar que Oscar verá a
imagem desse lápis na posição indicada
pela letra.
a) K.
b) L.
c) M.
d) N.

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 4


12. (Unirio) Numa aula
prática de Física foi feito o
experimento esquematizado
nas figuras I e II, onde o
professor alternou a posição
da fonte e do observador.
Com esse experimento, o
professor pretendia
demonstrar uma aplicação
da(o):
a) reflexão difusa.
b) fenômeno da
difração.
c) princípio da
reflexão.
d) princípio da
reversibilidade da luz.
e) princípio da
independência dos
raios luminosos.

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 5


RESPOSTAS dos complementares – Óptica parte 1

1. 1,5 . 108 km
2. h = 3,6 × 10-2 m
3. a) x/y = 1. A trajetória da bola de sinuca pode-se aplicar a lei da reflexão
onde o ângulo de incidência é sempre igual ao ângulo de reflexão, logo seus
ângulos complementares, x e y, também serão iguais entre si.

b) 100 cm.

4. C

5. E

6. C

7. A

8. D

9. C

10. D

11. B

12. D

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 6


Exercícios complementares – Óptica parte 2

1. (Cesgranrio) Um objeto a) real, invertida e se aproxima do espelho.


colocado muito além de C, b) virtual, direita e se afasta do espelho.
centro de curvatura de um c) real, invertida e se afasta do espelho.
espelho esférico côncavo, é d) virtual, invertida e se afasta do espelho.
aproximado vagarosamente do e) real, invertida, fixa num ponto qualquer.
mesmo. Estando o objeto
colocado perpendicularmente ao
eixo principal, a imagem do
objeto conjugada por este
espelho, antes de o objeto atingir
o foco, é:

2. (Cesgranrio) A vigilância de a) real e situada entre o foco e o centro da


uma loja utiliza um espelho curvatura do espelho.
convexo de modo a poder ter um b) real e situada entre o foco e o espelho.
ampla visão do seu interior. A c) real e situada entre o centro e o espelho.
imagem do interior dessa loja, d) virtual e situada entre o foco e o espelho.
vista através desse espelho, será: e) virtual e situada entre o foco e o centro de
curvatura do espelho.

3. (Fei) O espelho retrovisor de a) reduz o tamanho das imagens e aumenta o


uma motocicleta é convexo campo visual
porque: b) aumenta o tamanho das imagens e aumenta
o campo visual
c) reduz o tamanho das imagens e diminui o
campo visual
d) aumenta o tamanho das imagens e diminui
o campo visual
e) mantém o tamanho das imagens e aumenta
o campo visual

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 7


4. (Pucpr) Um objeto real,
representado pela seta, é
colocado em frente a um
espelho podendo ser plano ou
esférico conforme as figuras.
A imagem fornecida pelo
espelho será virtual:

a) apenas no caso I.
b) apenas no caso II.
c) apenas nos casos I e II.
d) nos casos I e IV e V.
e) nos casos I, II e III.

5. (Ufmg) Um estudante colocou uma a) maior, direta e virtual.


caneta a uma distância relativamente b) maior, invertida e real.
grande de uma colher bem polida e c) menor, invertida e virtual.
observou o tipo de imagem que aparecia d) menor, direta e real.
na parte interna da colher. e) menor, invertida e real.
A imagem que ele viu, comparada com
a caneta, era

6. (Ufrs) A imagem de um objeto real, a) real, invertida e maior do que o


formada por um espelho convexo, é objeto.
sempre: b) real, direita e menor do que o
objeto.
c) real, direita e maior do que o objeto.
d) virtual, invertida e maior do que o
objeto.
e) virtual, direita e menor do que o
objeto.

7. (Unesp) Isaac Newton foi o criador


do telescópio refletor. O mais caro
desses instrumentos até hoje fabricado
pelo homem, o telescópio espacial
Hubble (1,6 bilhão de dólares),
colocado em órbita terrestre em 1990,
apresentou em seu espelho côncavo,
dentre outros, um defeito de fabricação
que impede a obtenção de imagens bem
definidas das estrelas distantes(O
Estado de São Paulo, 01/08/91, p.14).
Qual das figuras a seguir representaria o
funcionamento perfeito do espelho do
telescópio?

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 8


8. (Mackenzie) Em frente a um espelho
esférico côncavo, de centro de curvatura C e
foco principal F, são colocados dois objetos,
A e B, conforme a ilustração a seguir. A
distância entre as respectivas imagens
conjugadas de A e B é:
a) 10 cm
b) 20 cm
c) 30 cm
d) 40 cm
e) 50 cm

9. (Pucpr) A figura apresenta uma montagem


utilizada por um professor de Física numa
aula experimental, sendo E1 um espelho
côncavo de distância focal 15 cm. E‚ é um
espelho plano, disposto paralelamente ao
eixo principal do espelho E1. F é uma fonte
luminosa, situada a 5 cm do ponto A, de
paredes opacas, dotada de uma abertura, de
forma que a luz incide inicialmente em E1.
Na figura, AO = AB = BC = CD =15cm.
A respeito da imagem final conjugada pelos
dois espelhos, pode-se afirmar:
a) É virtual e se forma no ponto C.
b) Não será projetável, pois E‚ conjuga
imagem virtual.
c) É real e se localiza entre E‚ e o eixo
principal de E1.
d) É real e vai se formar no ponto D.
e) É virtual e está localizada no ponto B.

10. (Uece) A figura a seguir ilustra um


espelho esférico côncavo E. Sobre o eixo
principal estão indicados pontos
eqüidistantes, entre os quais se encontram o
foco F e o centro da curvatura O.
Se um objeto real é colocado no ponto N, a
imagem conjugada pelo espelho se formará
no ponto:
a) M
b) Q
c) O
d) P

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 9


RESPOSTAS dos complementares – Óptica parte 2

1. C

2. D

3. A

4. D

5. E

6. E

7. D

8. D

9. D

10. B

Óptica Geométrica – prof. César Bastos 10

Você também pode gostar