Você está na página 1de 2

Lucas Coelho Neves – 180950025

Os sistemas de proteção devem oferecer os meios eficientes para eliminar


os efeitos danosos causados pelo contato ou arco acidental entre partes sob
potências diferentes e ou de uma ou mais dessas partes para a terra, num
sistema elétrico energizado. Um importante componente do sistema de proteção
é o relé sendo o equipamento que ao ser submetido a uma condição anormal ele
emite um sinal de alerta ou isola a parte afetada quando o desligamento imediato
é necessário.
A oscilografia tem como objetivo auxiliar as diversas análises durante os
momentos de pré e pós-falta com um registro das grandezas elétricas analógicas
e digitais do sistema de potência. As oscilografias analisadas nesse estudo foram
disparadas no relé digital de uma linha de transmissão denominada LT AB de
500 kV, operando em 525kV, sob condições de faltas monofásica, bifásica e
trifásica e colhidas à uma frequência de amostragem de 1200 amostras por
segundo. O relé digital da linha em estudo está configurado para oscilografar
cada falta com um tempo total de 6500 milissegundos, incluso o tempo de pré-
falta. A linha de transmissão estudada trata-se de uma LT conectada à um
barramento de 500kV ligados por meio de 2 disjuntores, o 3U4 e o 4U4. Neste
estudo só serão apresentadas as oscilografias referentes ao terminal da
subestação elétrica A.
Ao ocorrer uma falta no sistema de potência, os relés digitais associados
salvam continuamente os valores medidos e os sinais binários dos eventos que
resultaram na perturbação. Esses dados são colhidos e salvos em formato
COMTRADE. Neste trabalho utilizou-se o software SIGRA da Siemens, para ler
os arquivos em formato COMTRADE, para realizar as análises das oscilografias.
Uma importante etapa para que os dados sejam visualizados corretamente é a
parametrização do software. Para isso, deve-se ter o conhecimento da relação
de transformação dos transformadores de corrente e potencial presentes na
linha, o seu comprimento, suas características aéreas, suas resistências,
reatâncias e capacitâncias. Além disso o software SIGRA usa os valores
medidos de tensão e corrente para calcular outras variáveis: variáveis do sistema
trifásico, componentes simétricas, valores r.m.s, harmônicos, vetores e
impedância de sequência positiva.
Durante o estudo de caso são analisados uma falta monofásica fase A para
terra cuja duração persistiu por um tempo de 63,3ms, uma falta bifásica nas
fases B e C, e de uma falta trifásica. O software SIGRA utilizado apresenta uma
análise dos registros obtidos durante o evento de falta oferecendo uma exibição
gráfica. Sendo os sinais oscilográficos apresentados nos seguintes diagramas
de visuzlizações:
• Localizador de faltas: Apresenta a qual distância da linha de
transmissão ocorreu a falta.
• Harmônicos: Apresenta a amplitude dos harmônicos presentes nas
variáveis medidas.
• Diagrama de Vetores: Apresenta as grandezas elétricas medidas e
suas componentes simétricas como vetores complexos.
• Diagramas de Círculo: Apresenta o plano de impedância complexa
com diversos valores plotados coo pequenos quadrados.
• Sinais de Tempo: Apresenta as formas de onda em função do
tempo e disponibiliza suas medições a partir da posição do cursor.
• Tabela: Apresenta os valores das grandezas elétricas medidas e
calculadas.
Por fim a autora evidência a importância e a necessidade da oscilografia
para auxiliar na verificação do correto funcionamento do sistema de proteção,
identificar falhas nos equipamentos do sistema elétrico e monitorar o
comportamento do sistema elétrico de potência diante de uma falta. Tal como a
importância de uma vasta revisão em diversos conceitos que alimentam e
solidificam a análise oscilográfica, visto que uma única entrada de informação
incorreta pode levar a conclusões errôneas.

Você também pode gostar