Você está na página 1de 9

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA

Disciplina: ENG 364 – Produção e Transporte de Calor Semestre: 2021-1


Curso: Engenharia Química
Prof.: Silvio A. B. Vieira de Melo Data: 12/04/2021
Assinatura do Aluno(a):______________ _____________
No. de Matrícula:____________ Prova Tipo:_____

1ª. Avaliação

Instruções:
a) Identifique o TIPO da sua prova, através da seguinte equação:
ó =
√ . í − 14100
143

Considere apenas o inteiro positivo do “código”, aproximando-o para cima ou para baixo,
conforme o valor do primeiro decimal. Em seguida identifique a sua prova: Tipo A:
código entre 0 e 1
Tipo B: código entre 2 e 3
Tipo C: código 4
Tipo D: código 5

A seleção errada do tipo da prova levará à atribuição de nota ZERO.

b) Duração da prova: máximo de 4 h


c) A prova deverá ser feita à mão, usando caneta de tinta AZUL, em papel BRANCO sem
linhas. Todas as folhas deverão ser assinadas, inclusive as que constituem o presente arquivo.
Após concluída a prova, o(a) aluno(a) deverá digitalizar tanto as folhas de questões quando as
folhas de respostas, e convertê-las em um ÚNICO arquivo de formato PDF, com tamanho de no
máximo 10 MB. Questões resolvidas a lápis ou ilegíveis não serão consideradas.
d) O envio do arquivo PDF ao professor deverá ser feito exclusivamente através da
plataforma AVA do Moodle.
e) O descumprimento de quaisquer das instruções acima levará à atribuição de nota ZERO.

Questão 1 (Valor = 3,0 pontos)

A tabela a seguir apresenta, conforme o tipo da prova, as vazões dos fluidos quente e frio que entram
em um trocador de calor. As temperaturas de entrada e saída permitam estimar as seguintes
propriedades para o fluido quente: CP = 4179 J.kg-1.K-1; = 997 kg/m3; = 8,55.10-4 N.s.m-2; e
k = 0,613 W.m-1.K-1. Analogamente, para o fluido frio, tem-se: CP = 2564 J.kg-1.K-1; = 1247
kg/m3; = 1,68.10-4 N.s.m-2; e k = 0,287 W.m-1.K-1. Qual o fluido que limita a taxa de
transferência de calor no trocador? Justifique sua resposta.

PROVA: Tipo A Tipo B Tipo C Tipo D


Vazão (m3/h) Vazão (m3/h) Vazão (m3/h) Vazão (m3/h)
Fluido quente 14 15 13 17
Fluido frio 16 15 17 13
Questão 2 (Valor = 3,5 pontos)

Um trocador de calor casco e tubos 1-2 é usado para aquecer a água de alimentação que
abastece uma caldeira. Sob condições normais de operação, a água entra nos tubos a 10
kg/s e 290 K, sendo aquecida pela condensação de vapor d´água saturado a 1 atm sobre
a superfície externa dos tubos. O trocador possui 100 tubos com paredes delgadas,
diâmetro de 20 mm e comprimento (por passe) de 2 m. O coeficiente de transferência de
calor no lado do vapor saturado é de 10.000 W/m2/K.
a) Usando o método da efetividade, calcule a temperatura de saída da água.
b) Supondo um fator de incrustação (vide tabela conforme o tipo de prova),
recalcule a temperatura de saída da água e o excesso de área (%) necessário para
compensar a incrustação.

PROVA: Tipo A Tipo B Tipo C Tipo D


2 Rd (m2.K/W) Rd (m2.K/W) Rd (m2.K/W)
Fator de incrustação Rd (m .K/W)
0,0002 0,0003 0,0005 0,0006

Questão 3 (Valor = 3,5 pontos)

Um trocador bitubular, caracterizado por um coeficiente global de transferência de calor


uniforme, é operado sob as condições da tabela a seguir, conforme o tipo da prova.

PROVA: Tipo A Tipo B Tipo C Tipo D


Vazão (kg/s) Vazão (kg/s) Vazão (kg/s) Vazão (kg/s)
Fluido frio 0,125 0,135 0,145 0,155
Fluido quente 0,125 0,135 0,145 0,155

Sabendo-se que o fluido frio entra no trocador a 40 oC e sai a 95 oC (CP = 4200 J.kg-1.K-1),
enquanto o fluido quente entra a 210 oC (CP = 2100 J.kg-1.K-1), calcule:
a) A taxa de transferência de calor máxima possível;
b) A efetividade do trocador;
c) O trocador deve ser operado em paralelo ou contra-corrente? Justifique sua
resposta.
d) Qual a razão entre a área do escoamento em contra-corrente e a área do
escoamento em paralelo?

BOA SORTE!

Você também pode gostar