Você está na página 1de 17

ÃO

TRX420 19. SISTEMA DE FREIO


BU
INFORMAÇÕES DE SERVIÇO.......................................................................................................19-2

RI
DIAGNOSE DE DEFEITOS.............................................................................................................19-2

ST
COMPONENTES DO SISTEMA.....................................................................................................19-3

DI
TROCA DE FLUIDO DE FREIO/SANGRIA DE AR........................................................................19-5

A
LV
E
PASTILHA/DISCO DE FREIO.........................................................................................................19-6

SI
O

DA
CILINDRO MESTRE DIANTEIRO...................................................................................................19-7
ÇÃ

UE
CÁLIPER DO FREIO DIANTEIRO..................................................................................................19-9

IQ
DU

NR
TAMBOR/SAPATAS DO FREIO TRASEIRO................................................................................19-11
HE
RO

PEDAL DO FREIO TRASEIRO.....................................................................................................19-15


O
IG
DR
P
RO
RE

d-
iel
A
oF

19
DA

ot
-M
BI

0
57
OI

33
16
PR

19-1
ÃO
TRX420 SISTEMA DE FREIO


INFORMAÇÕES DE SERVIÇO

BU
INSTRUÇÕES GERAIS
! CUIDADO

RI
A inalação frequente da poeira das pastilhas de freio, independentemente da composição do material, pode ser
prejudicial para a saúde.
• Evite inalar as partículas de poeira.

ST
• Nunca use uma mangueira de ar ou escova para limpar os conjuntos do freio. Use um aspirador de pó aprovado
para essa finalidade.

DI
! ATENÇÃO

A
O fluido de freio danifica severamente as lentes dos instrumentos e as superfícies pintadas. O fluido também é

LV
prejudicial para algumas peças de borracha. Tenha sempre muito cuidado quando remover a tampa do reservatório;

E
certifique-se primeiro de que o reservatório do cilindro mestre dianteiro esteja na posição horizontal.

SI
• Discos, pastilhas, tambores ou sapatas de freio contaminados reduzem a força de frenagem. Descarte as pastilhas

O
ou sapatas de freio contaminadas e limpe o disco ou tambor contaminado com desengraxante para freio de alta

DA
qualidade.
ÇÃ
• Nunca permita que agentes contaminantes (como sujeira, água etc.) penetrem no reservatório aberto.

UE
• O sistema hidráulico deverá ser sangrado depois de ser aberto ou se o freio estiver esponjoso.
• Use sempre fluido de freio DOT 4 novo proveniente de um recipiente lacrado ao efetuar serviços no sistema. Não

IQ
misture tipos diferentes de fluido. Eles podem ser incompatíveis.
DU

NR
• Sempre verifique o funcionamento dos freios antes de pilotar a motocicleta.

DIAGNOSE DE DEFEITOS
HE
RO

FREIO DIANTEIRO A DISCO • Pistão do cáliper prendendo/desgastado


IG

• Pistão do cilindro mestre prendendo/desgastado


DR

Alavanca do freio muito macia ou esponjosa • O cáliper não desliza corretamente


P

• Ar no sistema hidráulico • Alavanca do freio empenada


RO
RE

• Vazamento no sistema hidráulico Freio arrastando


• Pastilha/disco de freio contaminados • Pastilha/disco de freio contaminados
d-

• Selo do pistão do cáliper desgastado • Pastilha/disco de freio excessivamente


• Retentores do pistão do cilindro mestre
iel

desgastados
A

desgastados • Disco de freio deformado/empenado


oF

• Pastilha/disco de freio desgastados • O cáliper não desliza corretamente


• Cáliper contaminado
DA

• Passagem de fluido obstruída/restrita


ot

• Cilindro mestre contaminado • Pistão do cáliper prendendo


-M

• O cáliper não desliza corretamente


• Baixo nível de fluido de freio FREIO TRASEIRO A TAMBOR
BI

• Passagem de fluido obstruída


0

Desempenho deficiente do freio


57

• Disco de freio deformado/empenado • Freio ajustado incorretamente


OI

• Pistão do cáliper prendendo/desgastado


33

• Sapatas do freio desgastadas ou contaminadas


• Pistão do cilindro mestre prendendo/desgastado • Tambor do freio desgastado ou contaminado
16

• Alavanca do freio empenada


PR

• Água no tambor do freio


Alavanca do freio dura • Braço do freio traseiro instalado incorretamente
• Obstrução/restrição do sistema de freio • Came do freio traseiro desgastado

19-2
PR
OI
BI
SISTEMA DE FREIO

DA
16 A
33
57
0
RE
-M P
ot
oF RO
COMPONENTES DO SISTEMA

iel
d- DU
RO
DR ÇÃ
IG O
O
HE E
NR
IQ DI
UE ST
DA
SI RI
LV
A
BU

ÃO
TRX420

19-3
19-4
TRX420

PR
OI
BI
DA
16 A
33
57
0
RE
-M P
ot
oF RO
iel
d- DU
RO
DR ÇÃ
IG O
O
HE E
NR
IQ DI
UE ST
DA
SI RI
LV
A
BU

ÃO
SISTEMA DE FREIO
ÃO
SISTEMA DE FREIO TRX420


TROCA DO FLUIDO DE FREIO/
SANGRIA DE AR

BU
DRENAGEM DO FLUIDO DE FREIO

RI
Gire o guidão para a esquerda até que o reservatório fique
nivelado, antes de remover a tampa [1] do reservatório.

ST
Remova os parafusos [2], a tampa do reservatório, a placa de
fixação e o diafragma.

DI

A
LV
Conecte uma mangueira de sangria [1] na válvula de sangria [2]

E
do cáliper do freio dianteiro.

SI
Desaperte a válvula de sangria e bombeie a alavanca do freio
dianteiro até que não haja mais fluido saindo pela válvula.

DA
Efetue o procedimento acima para a válvula de sangria do outro
lado. ÇÃ

UE
IQ
DU

NR
HE

ADIÇÃO DO FLUIDO DE FREIO/SANGRIA DE


RO

AR
O
IG

Feche cada válvula de sangria do cáliper do freio.


DR

Abasteça o reservatório do cilindro mestre até atingir o ressalto


P

fundido [1] com fluido de freio DOT 4 de um recipiente lacrado.


RO
RE

NOTA
Siga as instruções de operação do fabricante do equipamento.
d-

Verifique o nível de fluido frequentemente durante a sangria


iel

do freio para evitar que o ar seja bombeado para dentro do


A

sistema. Caso haja penetração de ar no dispositivo de sangria


oF

através da rosca da válvula de sangria, vede a rosca com fita


de teflon.
DA

ot

Conecte um dispositivo de sangria de freios disponível


-M

comercialmente na válvula de sangria.


Acione o dispositivo de sangria e desaperte a válvula de sangria.
BI

Se um sistema de reabastecimento automático não for utilizado,


57

adicione fluido de freio quando o nível de fluido no reservatório


OI

estiver baixo.
33

Efetue o procedimento de sangria até que todo o fluido do


16

sistema tenha sido lavado/sangrado.


PR

Efetue o procedimento de sangria de ar na válvula de sangria


do outro lado.
Após sangrar o ar, acione a alavanca do freio dianteiro.
Se ainda estiver esponjosa, efetue a sangria do sistema
novamente.

19-5
ÃO
TRX420 SISTEMA DE FREIO


Caso um dispositivo de sangria não esteja disponível, efetue o
seguinte procedimento.

BU
Pressurize o sistema acionando a alavanca do freio dianteiro
até sentir uma resistência.
Conecte uma mangueira de sangria [1] na válvula de sangria
[2] do cáliper do freio dianteiro e sangre o sistema conforme
descrito abaixo.

RI
NOTA
Não solte a alavanca do freio até que a válvula de sangria

ST
tenha sido fechada.
1. Pressione completamente a alavanca do freio e desaperte
a válvula de sangria em 1/4 volta. Espere vários segundos

DI
e então feche a válvula de sangria.

A
2. Libere a alavanca do freio lentamente e aguarde vários

LV
segundos após ela ter atingido o final do seu curso.

E
3. Repita as etapas 1 e 2 até que não haja mais bolhas de ar

SI
na mangueira de sangria.
Aperte a válvula de sangria.

DA
TORQUE: 5,4 N.m (0,6 kgf.m)
Efetue o procedimento de sangria de ar na válvula de sangria ÇÃ
do outro lado.

UE
Após sangrar o ar, acione a alavanca do freio dianteiro.
Se ainda estiver esponjosa, efetue a sangria do sistema

IQ
novamente.
DU

Abasteça o reservatório do cilindro mestre até atingir o ressalto


fundido com fluido de freio DOT 4 de um recipiente lacrado. NR
HE
Instale o diafragma, a placa de fixação e a tampa do reservatório,
e aperte os parafusos.
RO

TORQUE: 2 N.m (0,2 kgf.m)


O
IG

PASTILHA/DISCO DE FREIO
DR

SUBSTITUIÇÃO DAS PASTILHAS DE FREIO


P
RO
RE

Remova a roda dianteira (página 17-10).


Remova os bujões [1] dos pinos das pastilhas.
d-

Desaperte os pinos das pastilhas [2].


Remova os dois parafusos de fixação [3] e o cáliper [4] do freio.
iel

NOTA
A
oF

Verifique o nível de fluido no reservatório do cilindro mestre,


pois esta operação faz com que o nível de fluido suba.
DA

ot

Empurre totalmente o pistão do cáliper para dentro, empurrando


-M

as pastilhas de freio para permitir a instalação das novas


pastilhas.
BI

Puxe os pinos [1] das pastilhas para fora do cáliper, enquanto


0

empurra as pastilhas de freio [2] contra a mola [3] das pastilhas,


57

e removas as pastilhas.
OI

NOTA
33

Certifique-se de que a mola das pastilhas esteja instalada


16
PR

corretamente. Sempre substitua as pastilhas de freio em


pares a fim de assegurar uma pressão uniforme sobre o disco.

Instale as novas pastilhas de freio no corpo do cáliper.


Alinhe os orifícios dos pinos das pastilhas no corpo do cáliper
e nas pastilhas, empurrando as pastilhas contra a mola das
pastilhas, e instale os pinos das pastilhas.

19-6
ÃO
SISTEMA DE FREIO TRX420


Instale o cáliper [1] do freio de maneira que o disco fique
posicionado entre as pastilhas, tomando cuidado para não

BU
danificar as pastilhas.
Instale e aperte os novos parafusos de fixação [2] no torque
especificado.
TORQUE: 30 N.m (3,1 kgf.m)

RI
Aperte os pinos [3] das pastilhas no torque especificado.
TORQUE: 17,2 N.m (1,8 kgf.m)

ST
Instale e aperte os bujões [4] dos pinos das pastilhas no torque
especificado.
TORQUE: 2,4 N.m (0,2 kgf.m)

DI
Acione a alavanca do freio dianteiro para assentar o pistão do
cáliper nas pastilhas.

A
Instale a roda dianteira (página 17-10).

LV
E
INSPEÇÃO DO DISCO DE FREIO

SI
O
Inspecione visualmente o disco de freio quanto a danos ou

DA
trincas.
ÇÃ
Meça o disco de freio de acordo com ESPECIFICAÇÕES DO

UE
SISTEMA DE FREIO (página 1-11) e substitua-o, se necessário.

IQ
DU

NR
HE
RO

CILINDRO MESTRE DIANTEIRO


IG
DR

DESMONTAGEM/MONTAGEM
P
RO
RE

Drene o fluido de freio (página 19-5).


NOTA
d-

Ao retirar o parafuso de conexão, cubra a extremidade da


iel

mangueira para evitar contaminação.


A
oF

Remova os seguintes itens:


–– conectores [1] do interruptor da luz do freio
DA

ot

–– parafuso de conexão [2]


-M

–– arruelas de vedação [3]


–– mangueira de freio [4] FA1/FA2 MOSTRADO:
BI

Solte o parafuso [1] e gire o alojamento [2] do acelerador para


57

a frente.
OI

33
16
PR

19-7
ÃO
TRX420 SISTEMA DE FREIO


Remova os parafusos [1], o suporte [2] e o cilindro mestre [3].

BU
RI
ST
DI
Desmonte e monte as peças remanescentes conforme mostrado

A
na ilustração.

LV
• Substitua o pistão do cilindro mestre, mola, retentores do

E
pistão e anel elástico em conjunto.

SI
• Não permita que os lábios dos retentores do pistão virem ao
contrário.

DA
• Certifique-se de que o anel elástico esteja assentado
firmemente na ranhura.
ÇÃ

UE
SEPARADOR

IQ
DU

NR
HE
MOLA DO
PISTÃO DO
PISTÃO
CILINDRO
RO

MESTRE RETENTOR
O
IG
DR
P

(Área de contato
da alavanca)
RO
RE

ANEL ELÁSTICO
d-
iel
A
oF

PROTETOR DE (Articulação
BORRACHA DO PISTÃO da alavanca)
DA

ALAVANCA DO FREIO
ot
-M

Instale o cilindro mestre [1], suporte [2] (marca “UP” [3] virada
BI

para cima) e parafusos [4].


0

Alinhe a extremidade do cilindro mestre com a marca de punção


57

do guidão, aperte primeiro o parafuso superior e, em seguida,


OI

aperte o parafuso inferior no torque especificado.


33

TORQUE: 12 N.m (1,2 kgf.m)


16
PR

19-8
ÃO
SISTEMA DE FREIO TRX420


Alinhe a lingueta do alojamento [1] do acelerador com a linha de FA1/FA2 MOSTRADO:
referência do suporte e do cilindro mestre, e aperte o parafuso [2].

BU
RI
ST
DI

A
LV
Instale a mangueira de freio [1] com arruelas de vedação [2]

E
novas e parafuso de conexão [3], posicionando a conexão da

SI
mangueira de freio entre a ranhura do batente no cilindro mestre.
Aperte o parafuso de conexão no torque especificado.

DA
TORQUE: 34 N.m (3,5 kgf.m)
ÇÃ
Acople os conectores [4] do interruptor da luz do freio.

UE
Abasteça e sangre o sistema hidráulico (página 19-5).

IQ
DU

NR
HE
RO

INSPEÇÃO
IG
DR

Verifique os componentes abaixo quanto a arranhões, riscos,


P

deterioração ou danos.
RO

–– cilindro mestre
RE

–– pistão do cilindro mestre


d-

–– retentores do pistão
–– mola
iel

–– protetor de pó
A

Meça os componentes de acordo com ESPECIFICAÇÕES DO


oF

SISTEMA DE FREIO (página 1-11) e substitua-os, se necessário.


DA

ot
-M

CÁLIPER DO FREIO DIANTEIRO


BI

DESMONTAGEM/MONTAGEM
57
OI

33

Remova a roda dianteira (página 17-10).


16

Drene o fluido de freio (página 19-5).


PR

Exceto TM1/TE1: Remova os dois parafusos [1] e o protetor


externo [2].

19-9
ÃO
TRX420 SISTEMA DE FREIO


NOTA
Ao retirar o parafuso de conexão, cubra a extremidade da

BU
mangueira para evitar contaminação.

Remova os seguintes itens:


–– parafuso de conexão [1]

RI
–– arruelas de vedação [2]
–– mangueira de freio [3]

ST
–– bujão [4] do pino deslizante
Desaperte o pino deslizante [5].
Remova as pastilhas de freio (página 19-6).

DI

A
LV
Desmonte e monte as peças remanescentes conforme mostrado

E
na ilustração.

SI
O

DA
CORPO DO CÁLIPER
0,4 g
mínimo ÇÃ SELO DO PISTÃO

UE
PINO DESLIZANTE

IQ
0,2 g
mínimo
BUJÃO DO PINO
DU

DESLIZANTE
NR PROTETOR DE
BORRACHA DO PISTÃO
HE
PISTÃO DO CÁLIPER
RO

MOLA DAS PASTILHAS


O
IG
DR
P
RO

PROTETOR DE BORRACHA
RE

PROTETOR DE PÓ DO PINO DO SUPORTE DO PINO DESLIZANTE

0,4 g
d-

mínimo
iel

SUPORTE
A
oF
DA

ot

SUPORTE DO CÁLIPER
ARRUELA ELÁSTICA
-M

Aperte o pino deslizante [1] no torque especificado.


BI

TORQUE: 22 N.m (2,2 kgf.m)


0

Instale o bujão [2] do pino deslizante.


57

Apoie a conexão [3] da mangueira de freio no batente do corpo


OI

33

do cáliper.
Conecte a mangueira de freio [4] com o parafuso de conexão [5]
16
PR

e novas arruelas de vedação [6], e aperte o parafuso de conexão


no torque especificado.
TORQUE: 34 N.m (3,5 kgf.m)

19-10
ÃO
SISTEMA DE FREIO TRX420


Exceto TM1/TE1: Instale o protetor externo [1] e aperte os
parafusos [2] no torque especificado.

BU
TORQUE: 11 N.m (1,1 kgf.m)
Abasteça e sangre o sistema hidráulico (página 19-5).
Instale a roda dianteira (página 17-10).

RI
ST
DI

A
LV
INSPEÇÃO

SI
Verifique o cilindro e pistão do cáliper quanto a riscos,
escoriações ou danos.

DA
–– cilindro do cáliper
–– pistão do cáliper
ÇÃ

UE
Meça o disco de freio de acordo com ESPECIFICAÇÕES DO
SISTEMA DE FREIO (página 1-11) e substitua-o, se necessário.

IQ
DU

NR
HE
RO

TAMBOR/SAPATAS DO FREIO
IG

TRASEIRO
DR
P
RO

REMOÇÃO DO TAMBOR DO FREIO


RE

d-

Remova a roda traseira direita (página 18-4).


Remova os seguintes itens:
iel

–– cupilha [1]
A
oF

–– porca [2] do cubo


–– cubo [3] da roda
DA

ot
-M

–– seis parafusos [1]


BI

–– tampa [2] do tambor


0

–– retentor de pó [3]
57
OI

33
16
PR

19-11
ÃO
TRX420 SISTEMA DE FREIO


–– anel de vedação [1]
–– tambor [2] do freio

BU
RI
ST
DI

A
LV
INSPEÇÃO

SI
Verifique se o retentor de pó no espelho de freio está desgastado
ou danificado.

DA
Meça o tambor do freio de acordo com ESPECIFICAÇÕES DO
SISTEMA DE FREIO (página 1-11) e substitua-o, se necessário.ÇÃ

UE
Para os procedimentos de substituição do retentor de pó,
consulte o capítulo Mecanismo de Transmissão Traseiro (página

IQ
21-6).
DU

NR
HE
RO

DESMONTAGEM
IG
DR

NOTA
P

Sempre substitua o par de sapatas de freio.


RO
RE

Remova os seguintes itens:


d-

–– cupilhas [1]
–– placa de fixação [2]
iel
A

–– sapatas [3] do freio


oF

–– molas [4]
DA

ot
-M

–– porcas de ajuste [1]


BI

–– cabos [2] do freio


0

–– pinos de união [3]


57

–– molas [4]
OI

33

–– parafuso de drenagem [5] do espelho de freio e arruela [6]


16
PR

19-12
ÃO
SISTEMA DE FREIO TRX420


–– porca [1] e parafuso [2]
–– braço [3] do freio

BU
–– indicador de desgaste [4]
–– mola de retorno [5]
–– came [6] do freio
–– retentor de feltro

RI
–– retentor de pó

ST
DI

A
LV
MONTAGEM

SI
Aplique graxa no lábio do novo retentor de pó [1] e instale-o com
o lado plano virado na direção do braço do freio até que fique

DA
completamente assentado.
Aplique 0,2 – 0,3 g da graxa no eixo do came [2] do freio e
ÇÃ

UE
instale-o.

IQ
DU

NR
HE
RO

Aplique óleo de motor no novo retentor de feltro [1] e instale-o


IG

sobre o came do freio.


DR

Instale a mola de retorno [2], alinhando sua extremidade com


P

o orifício [3].
RO

Instale o indicador de desgaste [4], alinhando o dente largo com


RE

a ranhura larga.
d-
iel
A
oF
DA

ot
-M

Instale o braço [1] do freio, alinhando as marcas de punção.


BI

Instale o parafuso de fixação [2] pelo lado da marca de punção


0

e a porca [3], e aperte a porca.


57

TORQUE: 20 N.m (2,0 kgf.m)


OI

33
16
PR

19-13
ÃO
TRX420 SISTEMA DE FREIO


Instale os cabos [1] do freio nos suportes dos cabos no espelho
de freio (suporte superior para o cabo da alavanca do freio e

BU
suporte inferior para o cabo do pedal do freio).
Instale as molas [2] dos cabos nos cabos e os pinos de conexão
[3] no braço do freio.
Conecte os cabos do freio no braço do freio com as porcas de

RI
ajuste [4].
Instale o parafuso de drenagem do espelho de freio com uma
nova arruela de vedação [5] e aperte o parafuso [6].

ST
TORQUE: 12 N.m (1,2 kgf.m)

DI

A
LV
Aplique 0,20 – 0,30 g de graxa em cada ranhura do pino de

E
ancoragem e nas superfícies deslizantes do came do freio.

SI
NOTA

DA
Não permita que a graxa contamine as lonas das sapatas.

Monte as sapatas [1] do freio e as molas [2] de maneira que


ÇÃ

UE
as extremidades das molas fiquem viradas para fora, conforme
mostrado, e instale o conjunto no espelho de freio.

IQ
NOTA
DU

As cupilhas são instaladas pelo lado dianteiro. NR


HE
Instale a placa de fixação [3] com o lado chanfrado (lado com
RO

a borda laminada) virado para dentro e fixe-a com cupilhas [4]


O

novas.
IG

INSTALAÇÃO DO TAMBOR DO FREIO


DR
P

NOTA
RO
RE

Não permita que a graxa contamine as sapatas e o tambor


do freio.
d-

Instale o tambor [1] do freio no eixo até que fique completamente


iel

assentado.
A
oF

Lubrifique um novo anel de vedação [2] com graxa e instale-o


na ranhura do espelho de freio [3].
DA

ot
-M

Preencha o lábio do novo retentor de pó [1] com 3 – 4 g de graxa.


BI

Instale o retentor de pó na tampa do tambor de forma que fique


0

nivelado com a superfície da tampa.


57

FERRAMENTAS:
OI

33

Instalador/extrator [2] 07749-0010000


Adaptador, 62 x 68 mm [3] 07746-0010500
16
PR

Conjunto da base 56 x 66 mm [4] 070MF-MEC0300

19-14
ÃO
SISTEMA DE FREIO TRX420


Instale a tampa [1] do tambor, alinhando os orifícios dos
parafusos.

BU
Instale os seis parafusos [2] e aperte-os.

RI
ST
DI

A
LV
NOTA

SI
Não permita que a graxa contamine a rosca do eixo.

DA
Aplique graxa à base de bissulfeto de molibdênio no estriado [1]
do eixo e instale o cubo [2] da roda no eixo. ÇÃ

UE
IQ
DU

NR
HE
RO

Aplique junta líquida na rosca da porca do cubo.


IG

Instale a porca [1] do cubo e aperte-a no torque especificado. Em


DR

seguida, aperte mais um pouco até que suas ranhuras fiquem


P

alinhadas com o orifício da cupilha.


RO

TORQUE: 137 N.m (14,0 kgf.m)


RE

Instale uma cupilha [2] nova.


d-

Instale a roda traseira direita (página 18-4).


Ajuste o freio traseiro (página 3-25).
iel
A
oF
DA

ot
-M

PEDAL DO FREIO TRASEIRO


BI

REMOÇÃO/INSTALAÇÃO
57
OI

33

Remova o para-barro direito (página 2-5).


16

Desconecte o cabo do pedal do freio do braço do freio (página


PR

19-12).
Remova os seguintes itens:
–– mola [1] do interruptor
–– mola de retorno [2]
–– cabo [3] do freio (do suporte [4] do cabo e do pedal)

19-15
ÃO
TRX420 SISTEMA DE FREIO


–– cupilha [1]
–– arruela [2]

BU
RI
ST
DI

A
LV
–– pedal [1] do freio

E
–– retentores de pó [2]

SI
A instalação é efetuada na ordem inversa da remoção.

O
• Substitua os retentores de pó e a cupilha por novos.

DA
• Aplique graxa na superfície deslizante da articulação do pedal
ÇÃ
de freio e lábios do retentor de pó.

UE
• Instale os retentores de pó com o lado plano virado para fora
de forma que fiquem nivelados com o pedal.

IQ
• Instale a mola de retorno [3] e a mola [4] do interruptor na
DU

direção mostrada.
Ajuste a folga livre do pedal do freio (página 3-26).
NR
HE
RO

O
IG
DR
P
RO
RE

d-
iel
A
oF
DA

ot
-M
BI

0
57
OI

33
16
PR

19-16
ÃO
TRX420

COMO USAR ESTE MANUAL ÍNDICE GERAL


Este manual descreve os procedimentos de serviço para a INFORMAÇÕES GERAIS 1

BU
motocicleta:
CHASSI/CARENAGENS/SISTEMA
– Manual de Serviços TRX420TM1/TE1/FM1/FM2/FE1/FA1/FA2 DE ESCAPAMENTO 2
(2014 ~ 2015)
3

RI
Os capítulos 1 e 3 aplicam-se para toda a motocicleta. MANUTENÇÃO
O capítulo 2 descreve os procedimentos de remoção/
instalação dos componentes necessários para possibilitar SISTEMA PGM-FI 4

ST
os serviços dos capítulos a seguir.
Os capítulos 4 a 25 descrevem as peças da motocicleta, SISTEMA DE IGNIÇÃO 5

MOTOR/TRANSMISSÃO/SISTEMA ELÉTRICO DO MOTOR


agrupadas de acordo com sua localização.

DI
Encontre o capítulo desejado nesta página e consulte o índice PARTIDA ELÉTRICA 6
na primeira página do capítulo.

A
SISTEMA DE ALIMENTAÇÃO 7

LV
A maioria dos capítulos apresenta inicialmente a ilustração de

E
um conjunto ou sistema, informações de serviço e diagnose

SI
de defeitos para aquele capítulo. As páginas seguintes SISTEMA DE ARREFECIMENTO 8
apresentam procedimentos detalhados.

DA
Consulte a diagnose de defeitos de cada capítulo de acordo SISTEMA DE LUBRIFICAÇÃO 9
com a falha ou sintoma. No caso de algum problema no motor,
ÇÃ

UE
consulte primeiro a diagnose de defeitos do capítulo PGM-FI. CABEÇOTE/VÁLVULA 10

IQ
TODAS AS INFORMAÇÕES, ILUSTRAÇÕES, INS-
TRUÇÕES E ESPECIFICAÇÕES INCLUÍDAS NESTA
CILINDRO/PISTÃO 11
DU

PUBLICAÇÃO SÃO BASEADAS NAS INFORMAÇÕES


MAIS RECENTES DISPONÍVEIS NA OCASIÃO DA
NR
EMBREAGEM/SELETOR DE MARCHA
(EXCETO FA1/FA2) 12
HE
APROVAÇÃO DA IMPRESSÃO DO MANUAL. A MOTO
TRANSMISSÃO COM DUPLA EMBREAGEM
HONDA DA AMAZÔNIA LTDA. SE RESERVA O DIREI- 13
RO

(FA1/FA2)
TO DE ALTERAR AS CARACTERÍSTICAS DA MOTO-
O

CICLETA A QUALQUER MOMENTO E SEM PRÉVIO


14
IG

ALTERNADOR/EMBREAGEM DE PARTIDA
AVISO, NÃO INCORRENDO, ASSIM, EM OBRIGA-
DR

ÇÕES DE QUALQUER ESPÉCIE. NENHUMA PARTE CARCAÇA DO MOTOR/TRANSMISSÃO/


15
P

DESTA PUBLICAÇÃO PODE SER REPRODUZIDA ÁRVORE DE MANIVELAS/BALANCEIRO


SEM PERMISSÃO POR ESCRITO. ESTE MANUAL FOI
RO

16
RE

ELABORADO PARA PESSOAS QUE TENHAM CONHE- REMOÇÃO/INSTALAÇÃO DO MOTOR


CIMENTOS BÁSICOS SOBRE A MANUTENÇÃO DAS
MOTOCICLETAS HONDA.
d-

RODA DIANTEIRA/SUSPENSÃO/DIREÇÃO 17
iel

MOTO HONDA DA AMAZÔNIA LTDA.


18
A

Departamento de Serviços Pós-Venda RODA TRASEIRA/SUSPENSÃO


CHASSIS
oF

(Setor de Publicações Técnicas)


SISTEMA DE FREIO 19
DA

ot

MECANISMO DE TRANSMISSÃO DIANTEIRO


20
-M

(EXCETO TM1/TE1)

MECANISMO DE TRANSMISSÃO TRASEIRO 21


BI

0
57

BATERIA/SISTEMA DE CARGA 22
SISTEMA ELÉTRICO
OI

33

DO CHASSI

LUZES/INSTRUMENTOS/INTERRUPTORES 23
16
PR

PROGRAMA DE MUDANÇA ELÉTRICA


(ESP: TE1/FE1) 24
MANUAL DE SERVIÇOS: 00X6B-HR3-002
DERIVADO DO DRAFT: 62HR300-01/ 62HR300Z
DIREÇÃO ELÉTRICA (EPS: FM2/FA2) 25
DATA DE EMISSÃO: Maio/2015
CÓDIGO DO FORNECEDOR: 2#4OT
DIAGRAMAS ELÉTRICOS 26
SUPLEMENTO TRX420 27

Você também pode gostar