Você está na página 1de 3

Qualquer pessoa pode elaborar uma excelente redação desde que siga um método certo.

A redação é extremamente importante e te proporciona uma oportunidade.


O método é diferente de modelos prontos, os modelos são muito perigosos, afinal, fazem
com que o entendimento sobre a escrita da língua portuguesa não seja desenvolvido. Ter a
capacidade de analisar o tema e desenvolver seu senso crítico é totalmente diferente de escrever
um modelo de redação.
Muitas bancas penalizam a colagem e plágio de texto, anulando as redações e perdendo
pontos do candidato na prova escrita.
Dois equívocos que fazem você ir mal na redação:
1º Decorar o jeito de escrever bem não significa escrever bem.
2º Achar que não possui dom para a escrita é limitar seu aprendizado e a oportunidade de
crescimento.

O que faz você ainda não evoluir na escrita da redação.


1. Achar que o modelo de tema que você escolheu vale para todos os outros.
- isso além de, comprometer a originalidade pedida nos editais.
2. Tira isso da sua cabeça. “Redação é receita de bolo”
- Redação requer capacidade crítica e adaptação a cada tipo de tema, e isso requer
trabalho.
3. Decorar não é sinônimo de aprender.
- então mesmo que você passe em um concurso com a nota mínima, continuará mínima. E
assim qualquer pessoa pode passar na sua frente.
4. Treinando se aprende e não existe fórmula mágica.

Não vou decorar modelos de redação.


Vou aprender a escrever de verdade.

Redação não é aula teórica, é aula prática.

A primeira coisa para saber sobre como escrever uma redação excelente é entender qual o tipo de
texto é cobrado em concursos públicos.
-O texto dissertativo.
A dissertação é uma organização textual que permite defender um ponto de vista utilizando
argumentos com intuito de convencer quem lê.
Além disso é um texto utilizado para reconhecer problemas que ocorrem na sociedade e
por meio de argumentos plausíveis tentar aplicar soluções para eles que é exatamente o que vem
sido cobrado em provas que avaliam a capacidade de análise crítica e elaboração de uma
intervenção que solucione a questão.
Para isso é necessário reconhecer a existência de um problema a ser resolvido.
-embora a dissertação defenda uma opinião/um ponto de vista, não se pode usar
marcas de pessoalidade, ou seja, nada de usar primeira pessoa do singular.
Nem verbos como: “acho, penso, sugiro…” nem o uso expresso da palavra “eu” ou
pronomes que remetam essa pessoa.

Lógica da estrutura----
INTRODUÇÃO:
Uma introdução que reconhece um problema ou marca a definição de um tema mais técnico.
Reconhecer o problema ou definição.

DESENVOLVIMENTO:
Que aponte os fatores que geraram aquele problema e MUITO IMPORTANTE - com acréscimo de
exemplos- dissertação sem exemplos em um desenvolvimento é pedir para sair, pois, são os
exemplos que comprovam o que se diz.

Causas, consequências, culpados, todos os lados da questão;


CONCLUSÃO:
Uma conclusão que resolva a questão com soluções possíveis de serem realmente seguidas e
tenham profundidade.
Soluções plausíveis, levando-se em conta tudo que deve ser resolvido para se implementar a
solução.
O seu texto deve ser crível.

O que é a estrutura?
1. É o alinhamento dos parágrafos
2. Letra legível
3. Devemos ou não colocar título
4. Como se deve corrigir o texto caso se erre
5. Respeito às margens
3.1-Só coloque título se for pedido, caso não seja não precisa colocar. E não pule uma linha isso
desconta a nota em vários concursos, comece logo na primeira linha. Só elabore o título, se pedir,
depois que terminar a redação e analisar a ideia central do seu texto, sendo um título criativo.

Título não conta linha.

Como que eu corrijo o texto quando eu erro?


Primeiramente, você não pode se deixar errar, afinal a folha de rascunho serve pra isso.
-leve o rascunho a sério e preste atenção ao passar a limpo, faça devagar.
-o corretor não vai ler a sua folha de rascunho.
-do nada uma ideia pitoresca e brilhante, não coloque.
-no rascunho escreva a redação com 23 a 27 linhas, porque no momento em que você passar a
limpo se na folha oficial ganhar mais linhas vai dar tudo certo.
-se corrigir risque, um risco limpo só um traço, e segue.
-translineação, ao lado, embaixo não existe na linha portuguesa.
-sua letra não tem que ser bonita, legível.
-cursiva, bastão ou de forma, se for forma escreve pra diferenciar a maiúscula da minúscula.
-i tem pingo.
-tá na dúvida não escreve a palavra, escreve o significado.
-acento grave, é pra esquerda, e acento para a direita é agudo.
-não escreva o que talvez acetem, escreva o que aceitam.

Não escreverei aquilo que, talvez, possa me tirar pontos! A minha redação não é o
momento certo para eu me arriscar.

Alinhamento de parágrafos e respeito às margens.


Quatro parágrafos, um de introdução, dois de desenvolvimento e um de conclusão.
-4, pois assim você tem um desenvolvimento mais extenso do desenvolvimento, pois é nele que
acrescentamos exemplos e aprofundar a de6fesa da redação, logo a parte mais extensa do texto.
As linhas, sem buraco nas margens.

Adequação vocabular, escrever um vocabulário adequado é de extrema importância, deixa a


redação mais profunda e elegante.
1º conselho: tire o verbo fazer do seu texto.
Esse verbo é m verbo usado para substituir os demais verbos, e seu uso é associado a falta de
vocabulário.
2º conselho: não escreva coisa na sua redação.
Coisa é pra qualquer coisa, muito abrangente, escreva do que se trata, não se ditados populares
enfraquecem o texto.
-aguá mole pedra dura tanto bate até que fura→ persistência leva o êxito.
-nada de letra de música na escrita
-nada de linguagem figurada, além de vaga, confusa.
-não copie nada dos textos motivadores, ou estruturas idênticas.
-nem mesmo da prova objetiva
Aula 2- Como começo uma redação
1-É refletir sobre o tema depois começar, primeiro pensar nas possibilidades.
2-Anotar as ideias se você só pensa em exemplos.
3-comece com a conclusão se só consegue pensar na solução.

Como não começar:


– não comece com as palavras do tema
1-início clichê-é notório que-. As vezes apenas cortar algumas expressões faz do texto mais
autentico.
2-todos sabem que, absurdo, afirmação genérica.
-Muito se discute sobre, Muito se debate…e suas variações.
3-Atualmente, a redação já é sobre um tema atual. Quando nos referenciamos a acontecimentos
passados aí sim pode-se usar atualmente, pois se faz uma oposição ou comparação ao tempo
passado.

Como começar?
1-pensar se aquele tema envolve algo que eu julgue bom ou ruim
E a partir disso formular uma frase inicial que comporte uma c´ritica, um problema a ser resolvido.
2-afirme.
3-deixar brechas na introdução pra esclarecer nos desenvolvimentos e comprovado pelos
exemplos
4-o início do texto não responde as questões só anuncia os problemas com quais causas ele se
relaciona.
5-quando o meu texto começar a reproduzir questionamentos sobre o tema e antecipar possívei6z
respostas de quem pensa o oposto ele terá alcançado a desenvoltura ideal.
→ o texto de antecipar o questionamento dos leitores e não ignorar a existência de outros pontos
de vista.

CONTRADITÓRIO

Você também pode gostar