Você está na página 1de 18

AVALIAÇÃO DE

IMPACTOS
AMBIENTAIS

Ronei Stein
Revisão técnica:
Vanessa de Souza Machado
Bióloga
Mestre e Doutora em Ciências

Ronei Stein
Engenheiro Ambiental
Mestre em Engenharia Civil e Preservação Ambiental

A945 Avaliação de impactos ambientais / Ronei Stein... [et al.] ;


[revisão técnica: Vanessa de Souza Machado, Ronei T.
Stein]. – Porto Alegre: SAGAH, 2018.
428 p. : il. ; 22,5 cm

ISBN 978-85-9502-344-4

1. Engenharia ambiental. I. Stein, Ronei.


CDU 502.13

Catalogação na publicação: Karin Lorien Menoncin CRB-10/2147

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 2 26/02/2018 16:48:10


Conceituação de
impactos ambientais
Objetivos de aprendizagem
Ao final deste texto, você deve apresentar os seguintes aprendizados:

 Reconhecer a importância dos impactos para o processo de Avaliação


de Impactos Ambientais.
 Identificar os impactos em processos de Avaliação de Impactos
Ambientais.
 Julgar a pertinência de um impacto ambiental em processos de Ava-
liação de Impactos Ambientais.

Introdução
Como futuro gestor ambiental, você terá contato com muitos conceitos
relacionados à área. Um dos conceitos que demandará grande parte do
seu dia a dia é o de impactos ambientais, seja nos processos de identifica-
ção, controle e/ou mitigação dos mesmos. Neste capítulo, você estudará
sobre esse importante conceito.

Importância da identificação
dos impactos ambientais
A Avaliação de Impactos Ambientais (AIA) consiste nos procedimentos le-
gais, institucionais e técnico-científicos que têm o objetivo de caracterizar e
identificar impactos potenciais na instalação futura de um empreendimento,
ou seja, prever a magnitude e a importância desses impactos. Na grande
maioria dos casos, a AIA está atrelada ao licenciamento ambiental, que tem
por objetivo a proteção do meio ambiente, mas sem deixar de lado o desen-
volvimento econômico.
Apesar de parecer simples com essa definição, na prática, esse é um assunto
que gera muita discussão porque, dependendo da atividade/empreendimento

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 67 26/02/2018 16:48:41


68 Conceituação de impactos ambientais

a ser construído, dificilmente não haverá impactos ambientais. Como exem-


plo, pode-se citar a construção de uma hidrelétrica, com a qual vastas áreas
acabam sendo inundadas. De um lado, está a necessidade do país em fornecer
energia à população; de outro, estão as questões ambientais e os impactos que
podem ocorrer.
Dessa forma, é essencial investir nos estudos ambientais visando des-
cobrir os prováveis impactos ambientais que determinada atividade poderá
ocasionar. Mas está enganado quem pensa que esses estudos estão voltados
unicamente ao meio biótico, característico dos seres vivos, ou que está
vinculado a eles. É preciso analisar, também, o meio abiótico (todas as
influências que os seres vivos possam receber em um ecossistema, deri-
vadas de aspectos físicos, químicos ou físico-químicos do meio ambiente)
e o socioeconômico, ou seja, a interferência na vida dos moradores e nas
atividades no entorno (Figura 1).

Figura 1. Os estudos ambientais devem analisar os impactos ambientais no meio biótico


(a), abiótico (b) e socioeconômico (c).
Fonte: SERGEI PRIMAKOV, Patrizio Martorana e SmartPhotoLab/Shutterstock.com.

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 68 26/02/2018 16:48:41


Conceituação de impactos ambientais 69

Os estudos ambientais têm por objetivo analisar, principalmente, os impactos nega-


tivos que determinada atividade pode ocasionar no meio ambiente. Esses estudos
são realizados, normalmente, durante o licenciamento ambiental, sendo que, para a
realização desse levantamento, o órgão ambiental competente poderá solicitar relatório
ambiental, plano e projeto de controle ambiental, relatório ambiental preliminar,
diagnóstico ambiental, plano de manejo, plano de recuperação de área degradada e
análise preliminar de risco (BRASIL, 2009).

Assim, é fundamental identificar todos os impactos ambientais que a


implantação de uma determinada atividade ou empreendimento possa ocasio-
nar. Mas o que é impacto ambiental? Segundo o Artigo 1º da Resolução nº
001/86 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA, 1986), impacto
ambiental é:

[...] qualquer alteração das propriedades físicas, químicas, biológicas do meio


ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das
atividades humanas que afetem diretamente ou indiretamente:
A saúde, a segurança, e o bem estar da população;
As atividades sociais e econômicas;
A biota (conjunto de todos seres vivos de um determinado ambiente ou de
um determinado período);
As condições estéticas e sanitárias ambientais;
A qualidade dos recursos ambientais.

A NBR ISO 14.001:2004 descreve impacto ambiental como “qualquer modi-


ficação do meio ambiente, adversa ou benéfica, que resulte, no todo ou em parte,
das atividades, produtos ou serviços de uma organização” (ASSOCIAÇÃO...,
2004). Dessa forma, Sánchez (2013) apresenta a importância de conhecer o
conceito de impacto ambiental adotado por essa norma porque muitas empresas
e outras organizações têm adotado sistemas de gestão ambiental nela baseados.
De tal ponto de vista, impacto ambiental é uma consequência de “atividades,
produtos ou serviços” de uma organização, ou seja, um processo industrial
(atividade), um agrotóxico (produto) ou o transporte de uma mercadoria (serviço
ou atividade) são causas de modificações ambientais ou impactos.

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 69 26/02/2018 16:48:41


70 Conceituação de impactos ambientais

Impactos ambientais são alterações no ambiente causadas pelo desenvolvimento das


atividades humanas no espaço geográfico. Podem ser positivos, quando resultam em
melhorias para o ambiente, ou negativos, quando essas alterações causam algum risco
para o ser humano ou para os recursos naturais encontrados no espaço. Normalmente,
o termo impacto ambiental é mais comumente usados para atividades negativas.

Classificação dos impactos ambientais


Existem diferentes classificações de impactos ambientais, que podem ser,
segundo Sánchez (2013) e Rosa, Fraceto e Moschini-Carlos (2008):

 impactos positivos ou benéficos: quando a ação resulta na melhoria da


qualidade de um fator ou parâmetro ambiental;
 impactos negativos ou adversos: quando a ação resulta em danos à
qualidade de um fator ou parâmetro ambiental;
 impactos diretos: quando resultam de uma simples relação de causa e
efeito, também chamados impactos primários ou de primeira ordem;
 impactos indiretos: quando são uma reação secundária em relação à
ação ou quando são parte de uma cadeia de reações;
 impactos locais: quando a ação afeta apenas o próprio sítio e suas
imediações;
 impactos regionais: quando o efeito se propaga por uma área e suas
imediações;
 impactos estratégicos: ocorrem quando se afeta um componente ou
recurso ambiental de importância coletiva ou nacional;
 impactos imediatos: quando o efeito surge no instante em que se dá a ação;
 impactos a médio e longo prazo: quando o efeito se manifesta depois
de decorrido certo tempo após a ação;
 impactos temporários: quando o efeito permanece por um tempo
determinado;
 impactos permanentes: quando, uma vez executada a ação, os efeitos
não cessam de se manifestar num horizonte temporal conhecido.

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 70 26/02/2018 16:48:41


Conceituação de impactos ambientais 71

Análise dos impactos ambientais


em processos de AIA
Segundo Rosa, Fraceto e Moschini-Carlos (2012), os problemas ambientais
sempre existiram, o que tem variado é sua escala, dimensão da problemática
ambiental para a qual têm contribuído muitas causas:

 Elevado crescimento demográfico;


 Desenvolvimento e difusão da tecnologia industrial;
 Avanços da medicina e do saneamento e seus efeitos sobre a demografia;
 Avanços da comunicação;
 Crescente urbanização.

Além disso, os mesmos autores ressaltam que a análise dos impactos


ambientais durante a Avaliação de Impactos Ambientais (AIA) tem como
objetivo central realizar as previsões, ou seja, é necessário prever o que a
implantação de determinada atividade pode ocasionar no meio ambiente.
Essas previsões podem ser integrais ou parciais, ou seja, podem ser aplicadas
total ou parcialmente, sendo que, para tal, deve-se adotar (ROSA; FRACETO;
MOSCHINI-CARLOS, 2012):

a) Distintas alternativas de um mesmo projeto ou ação;


b) Estudos prévios ou preliminares detalhados;
c) Distintas fases do projeto (preliminar, na fase de construção e/ou na
fase de operação).

Muitas pessoas, e até mesmo profissionais da área ambiental, pensam que


apenas os impactos ambientais negativos devem ser analisados. No entanto,
esse é um grande erro, já que a possibilidade de ocorrerem impactos ambientais
positivos é uma noção que deve ser bem assimilada. Um exemplo comum de
impacto positivo, encontrado em muitos estudos de impactos ambientais, é
descrito como “criação de empregos”, impacto que se refere a um impacto
social e econômico (SÁNCHEZ, 2013).

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 71 26/02/2018 16:48:41


72 Conceituação de impactos ambientais

Também há impactos positivos sobre componentes físicos e bióticos do meio. Um projeto


que envolve a coleta e o tratamento de esgotos resultará em melhoria da qualidade das
águas, em recuperação do habitat aquático e em benefícios sobre a saúde pública. Outro
exemplo é o de uma indústria que irá substituir uma caldeira a óleo pesado por uma
caldeira a gás, de modo que menos poluentes serão emitidos na atmosfera, ao mesmo
tempo em que poderão ser eliminadas as emissões dos caminhões de transporte de
óleo e os incômodos causados pelo tráfego pesado (SÁNCHEZ, 2013).

Como vimos anteriormente, os impactos ambientais se constituem pela


ação humana no meio ambiente, mas quais seriam as ações causadas pelo
homem? Observe, no Quadro 1, alguns dos principais exemplos.

Quadro 1. Exemplos de alguns impactos ambientais causados por atividades antrópicas.

Descrição do
impacto ambiental Exemplo prático

Supressão de Supressão de componentes do


certos elementos ecossistema, como a vegetação;
do ambiente Destruição completa de habitats (desmatamento,
queimadas ou aterramentos);
Destruição de componentes físicos
da paisagem (escavações);
Supressão de elementos significativos
do ambiente construído;
Supressão de referências físicas à memória
(como cemitérios, praças, locais de encontro
da comunidade, entre outros);
Supressão de elementos ou componentes valorizados
do ambiente (paisagens notáveis, cavernas, cachoeiras).
Inserção de certos Introdução de uma espécie exótica;
elementos no Introdução de componentes construídos, como
ambiente barragens, rodovias, edifícios, entre outros.
Sobrecarga do Geração de qualquer poluente;
ambiente, gerando Introdução de uma espécie exótica;
desequilíbrio Redução do habitat ou da disponibilidade
de recursos para uma dada espécie;
Aumento da demanda por bens e serviços
públicos (educação, saúde).

Fonte: Sánchez (2013).

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 72 26/02/2018 16:48:42


Conceituação de impactos ambientais 73

Entre os principais impactos ambientais que um determinado empreen-


dimento/atividade possa ocasionar, pode-se citar: supressão da vegetação;
fragmentação de habitats, interferência em Áreas de Preservação Permanente
(APPs); barreira de deslocamento da fauna; danos no patrimônio arqueológico;
desapropriações; processos erosivos; bota-foras; ruídos e vibrações; poluição
(emissões); entre outros (Figura 2).

Figura 2. Exemplos de impactos ambientais causados pelo homem.


Fonte: Dudarev Mikhail, Egoreichenkov Evgenii e Sangib Kumar Barma/Shutterstock.com.

O que deve ser englobado na AIA


De acordo com a Resolução CONAMA 001/86, a análise de impactos am-
bientais deve considerar alguns atributos, como:

 Natureza: os impactos são benéficos ou adversos; positivos ou negativos?


 Duração: os impactos são temporários ou permanentes?
 Incidência: os impactos são diretos (ocorrem na área onde irá ocorrer
o empreendimento) ou indiretos (podem afetar outras áreas)?
 Reversibilidade: os impactos são reversíveis ou irreversíveis?
 Sinergia: os impactos são cumulativos ou sinérgicos (acumulativos)?

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 73 26/02/2018 16:48:42


74 Conceituação de impactos ambientais

Os métodos de análise de impactos ambientais objetivam comparar,


organizar e analisar informações sobre impactos ambientais de uma de-
terminada atividade, incluindo formas de apresentação escrita e visual
desses dados.
Existem algumas metodologias que visam avaliar os impactos ambientais
durante a Avaliação de Impactos ambientais (AIA), sendo os mais utilizados:

 Listagens de controle (checklist): apresentam uma relação dos impactos


mais relevantes, associando-os, ou não, ao respectivo aspecto (a causa
do impacto) ou mesmo ao meio afetado (físico, biológico, socioeco-
nômico). Além disso, o método permite avaliar os impactos por meio
da atribuição de qualificações ou da quantificação de atributos como
magnitude, natureza, entre outros. A aplicação desse método também
permite a elaboração e a aplicação de questionários. Como vantagem,
esse método pode ser considerado simples e de fácil visualização, no
entanto, não permite caracterizar e discutir de forma mais minuciosa
cada impacto.
 Matrizes de interação (matriz de Leopold): método que apresenta os
impactos em uma matriz bidimensional. Em um eixo, são relacio-
nadas as características do ambiente e, no outro, as ações (aspectos)
do projeto. Na quadrícula de interação entre os dois eixos, é possível
identificar e avaliar o impacto quanto aos atributos avaliadores pro-
postos no método. Entre as vantagens do método, está a facilidade
de observação dos impactos, além da avaliação e da interação dos
atributos; no entanto, por outro lado, a quantidade de atributos ava-
liadores é menor do que na aplicação de outros métodos, como o
checklist, por exemplo.

Pertinência dos impactos ambientais na AIA


Segundo ressalta Sánchez (2013), o impacto ambiental é, claramente, o resul-
tado de uma ação humana que é a sua causa. Dessa forma, é importante não
confundir a causa com a consequência. Por exemplo, uma rodovia não é um
impacto ambiental, mas pode causar impactos ambientais. Do mesmo modo,

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 74 26/02/2018 16:48:42


Conceituação de impactos ambientais 75

um reflorestamento com espécies nativas não é um impacto ambiental bené-


fico, mas uma ação (humana) que tem o propósito de atingir certos objetivos
ambientais, como a proteção do solo e dos recursos hídricos ou a recriação
do habitat da vida selvagem (Figura 3).

Figura 3. Exemplo de reflorestamento de uma área desmatada.


Fonte: Nina Lishchuk, Matt Kay, Freedom_Studio e nicepix/Shutterstock.com.

O plantio de mudas é considerado o método mais usual para recuperação de


áreas degradadas e apresenta como objetivo principal a aceleração do processo
de sucessão natural, visando proteger rapidamente o solo contra a erosão
e garantir o aceleramento e o sucesso da regeneração. Uma das principais
vantagens desse método é o controle da densidade de plantio, que deve ser
próximo ao original, bem como o controle da composição florística inicial.
Os espaçamentos mais usuais entre mudas são 2m x 2m (2.500 plantas/ha) e
3m x 2m (1.667 plantas/ha), conforme a EMBRAPA (2017).

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 75 26/02/2018 16:48:42


76 Conceituação de impactos ambientais

É importante não confundir impacto ambiental com poluição. Impacto ambiental é um


conceito mais amplo e substancialmente distinto de poluição, que tem somente uma
conotação negativa, diferentemente de impacto ambiental, que pode ser benéfico
ou adverso (positivo ou negativo).

Como já descrito anteriormente, várias ações humanas causam significativo


impacto ambiental sem que estejam fundamentalmente associadas à emissão
de poluentes. Como exemplo, pode-se citar a construção de barragens ou a
instalação de um parque de geradores eólicos. Ou seja, a poluição é uma das
causas de impactos ambientais, mas os impactos podem ser ocasionados por
outras ações além do ato de poluir. Toda poluição causa impacto ambiental, mas
nem todo impacto ambiental tem a poluição como causa (SÁNCHEZ, 2013).
Porém, não basta apenas “descobrir” os impactos ambientais que determi-
nada atividade ou certo empreendimento irá ocasionar. Após a identificação e
valoração dos impactos ambientais, é preciso indicar as medidas mitigadoras
e compensatórias para cada impacto detectado no estudo. As medidas miti-
gadoras podem ser classificadas no que se refere à sua: natureza (preventiva
ou corretiva); fase (construção, operação e/ou desativação); duração (curta,
média ou longa); e responsabilidade (do empreendedor ou do poder público).
As medidas de mitigação, segundo Gestão Ambiental (2017), buscam rever-
ter danos parciais e minimizar situações de risco e de impactos ambientais por
meio da intervenção em áreas vulneráveis e da implementação de programas
operacionais que permitam, a curto prazo, mitigar situações críticas com base
na definição de prioridades. Eles devem ser implantados com base numa gestão
adaptativa, fundamentada em mecanismos que levem em conta a dinâmica de
determinadas zonas naturais. Entre os principais planos de mitigação, estão:

 Manter, em estado próximo do natural, a maior parte das zonas degradadas;


 Condicionar as explorações agrícola e pecuária;
 Impedir a ocupação com habitação nas áreas delimitadas de proteção;
 Condicionar as instalações industriais;
 Desviar vias e transferir construções em zonas de risco;
 Limitar a construção de estradas marginais e a intensidade de tráfego;
 Controlar a ocupação de terras e extrações.
 Investir em tecnologias que visam à sustentabilidade (por exemplo: o
reuso da água, a redução de energia elétrica, entre outros).

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 76 26/02/2018 16:48:42


Conceituação de impactos ambientais 77

Em alguns casos, não é possível prevenir ou mitigar os impactos ambientais; assim,


deve-se buscar alternativas em outras áreas ou pontos. Por exemplo, indústrias que
possuam chaminés acabam emitindo poluentes atmosféricos e, como ainda não
há tecnologias disponíveis no mercado que as tirem de linha, é preciso realizar a
compensação ambiental. As indústrias podem realizar o plantio ou doar mudas de
árvores ou, então, realizar o pagamento para órgãos ambientais, que investem na
proteção de unidades de conservação (UC).

Os impactos ambientais podem ocorrer durante a instalação do empreendi-


mento e após o seu término (durante a fase de operação). Por exemplo, imaginando
que um parque industrial irá ser construído, haverá impacto ambientais negativos
durante a sua construção (fase de implantação), como emissão de material par-
ticulado, corte de vegetação, entre outros. Já durante a fase de operação, poderá
haver geração de resíduos sólidos e efluentes, lançamento de material particulado,
entre outros. Para compreender melhor quais critérios devem ser avaliados
durante a AIA (na instalação e operação) de empreendimentos, acompanhe o
Quadro 2, que apresenta, também, alguns planos de monitoramento ambiental.

Quadro 2. Itens que devem ser avaliados ao longo da Avaliação de Impactos Ambientais
(AIA), visando encontrar medidas mitigadoras.

Etapa do
empreendimento Itens a serem avaliados

Instalação do Redução das interferências e transtornos


empreendimento à população no que se refere a emissões
atmosféricas, ruídos, tráfego de máquinas;
Controle dos impactos resultantes das obras de
terraplanagem (erosão e instabilidade do solo);
Mitigação da retirada de cobertura vegetal;
Proteção de nascentes, cursos d’água
e lagoas existentes na área;
Proteção do patrimônio histórico e paisagístico;
Mitigação do incremento da impermeabilização do solo;
Mitigação dos efeitos do lançamento das águas pluviais;
Destinação final adequada para efluentes sanitários
e resíduos sólidos gerados no canteiro de obras
e demais instalações de apoio administrativo.

(Continua)

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 77 26/02/2018 16:48:42


78 Conceituação de impactos ambientais

(Continuação)

Quadro 2. Itens que devem ser avaliados ao longo da Avaliação de Impactos Ambientais
(AIA), visando encontrar medidas mitigadoras.

Etapa do
empreendimento Itens a serem avaliados

Operação do Garantia de segurança à população do entorno;


empreendimento Garantia de atendimento de transporte
coletivo ao empreendimento;
Tratamento e disposição final de efluentes
sanitários do empreendimento;
Coleta e destino final de resíduos sólidos;
Arborização do sistema viário e espaços de uso comum;
Recuperação e revegetação das áreas degradas.
Planos de O monitoramento proposto deverá abordar, no mínimo:
monitoramento Plano de avaliação das obras destinadas à
contenção de encostas e drenagem pluvial;
Plano de acompanhamento do
desenvolvimento da arborização;
Plano de monitoramento do sistema de
abastecimento e da qualidade da água;
Plano de monitoramento do sistema de
tratamento de efluentes líquidos.

1. Em uma reunião gerencial, Nacional de Meio Ambiente. Nela,


você, gestor ambiental de uma um impacto ambiental é definido
importante indústria, exalta a como qualquer alteração das
importância da realização de um propriedades físicas, químicas
mapeamento dos aspectos e e biológicas do meio ambiente,
impactos ambientais para evitar causada por qualquer forma de
futuros problemas legais. Nesse matéria ou energia resultante das
momento, o diretor da empresa atividades humanas que, direta
solicita que você indique um ou indiretamente, afetam os
instrumento legal que apresente seguintes itens, com exceção de:
uma definição de impacto a) saúde, segurança e bem-estar
ambiental. Prontamente, você cita da população.
a Resolução 01/86 do Conselho

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 78 26/02/2018 16:48:43


Conceituação de impactos ambientais 79

b) atividades sociais e econômicas.


c) elementos relacionados a
atividades, produtos ou serviços
de uma organização que podem
interagir com o meio ambiente.
d) condições estéticas e sanitárias b)
do meio ambiente.
e) qualidade dos recursos
ambientais.
2. Ao realizar uma Avaliação de
Impactos Ambientais, você se
depara com inúmeras situações em c)
diferentes setores da empresa onde
atua. Lembrando que um impacto
ambiental compreende qualquer
alteração das propriedades físicas,
químicas e biológicas do meio
ambiente, selecione, dentre as d)
opções listadas abaixo, quais seriam
consideradas impactos ambientais.
a) Impressão de folhas.
b) Consumo de energia elétrica.
c) Operação de estação de
tratamento de efluentes. e)
d) Aumento na concentração 4. A direção da empresa onde você
de CO2 na atmosfera. atua solicitou a realização de uma
e) Consumo de água. Avaliação de Impactos Ambientais
3. Avalie as imagens presentes nas diretamente relacionados aos
alternativas desta questão. Como operários que atuam na linha de
gestor ambiental, você deve produção. Com isso, a empresa
indicar qual delas representa pretende minimizar os riscos
um impacto ambiental. relacionados à geração de algum
passivo trabalhista. Após alguns
dias, sua equipe se reúne para
discutir as informações que foram
coletadas durante as vistorias
nos setores de produção. Alguns
a) impactos relatados deverão ser
imediatamente eliminados ou

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 79 26/02/2018 16:48:46


80 Conceituação de impactos ambientais

mitigados. Entretanto, alguns dos d) Ruído emitido pela


itens listados pela equipe não movimentação de
se caracterizam como impactos empilhadeiras.
ambientais. Dentre as opções e) Lavagem de instrumentos.
listadas abaixo, indique uma que 5. Dentre os impactos listados abaixo,
não compreende um impacto. identifique o que tem relação direta
a) Operação de esteira com o meio socioeconômico.
transportadora de produtos. a) Contratação de mão de obra.
b) Etiquetagem de produtos. b) Treinamento de mão de obra.
c) Consumo de energia c) Aumento da renda per capita.
para resfriamento de d) Transporte de trabalhadores.
setor de estoque. e) Demissão de trabalhadores.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRAS DE NORMAS TÉCNICAS. Norma Brasileira ABNT NBR ISO


14001. Sistemas da gestão ambiental - Requisitos com orientações para uso. São Paulo:
ABNT, 2004.BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Caderno de licenciamento ambiental.
Brasília, DF: MMA, 2009. (Programa Nacional de Capacitação de Gestores Ambientais).
CONAMA. Resolução CONAMA nº 001, de 23 de janeiro de 1986. Diário Oficial da
União, Brasília, DF, sec. 1, p. 2548-2549,17 fev. 1986.
EMBRAPA. Estratégia de recuperação: plantio em área total, plantio por mudas. Brasília,
DF, 2017. Disponível em: <https://www.embrapa.br/codigo-florestal/plantio-por-
-mudas>. Acesso em: 08 dez. 2017.
GESTÃO AMBIENTAL. Conheça as medidas de prevenção, mitigação e remediação
ambiental. Mercado em Foco, Tubarão, 2017. Disponível em: <http://mercadoemfoco.
unisul.br/conheca-as-medidas-de-prevencao-mitigacao-e-remediacao-ambiental/>.
Acesso em: 08 dez. 2017.
ROSA, A. H.; FRACETO, L. F.; MOSCHINI-CARLOS, V. (Org.). Meio Ambiente e Sustentabi-
lidade. Porto Alegre: Bookman, 2012.
SÁNCHEZ, L. E. Avaliação de impacto ambiental: conceitos e métodos. 2. ed. São Paulo:
Oficina de Textos, 2013.

Avaliacao_de_Impactos_Ambientais_Book.indb 80 26/02/2018 16:48:46


Encerra aqui o trecho do livro disponibilizado para
esta Unidade de Aprendizagem. Na Biblioteca Virtual
da Instituição, você encontra a obra na íntegra.

Você também pode gostar