Você está na página 1de 3

Atualizado em 01/03/2021

GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS


AULA 07 – ENTENDENDO AS VERSÕES DA CARACTERÍSTICA

Nas aulas anteriores, nós vimos como preencher as informações da tela de


Característica do Risco, aprendemos também a incluir medições. Mas em
alguns momentos, esbarramos em um termo ainda desconhecido, a versão da
característica.

Agora, nessa aula, vamos entender o que são essas versões e por que o SOC
organiza as características dessa forma.

Clicando no menu do canto direito da tela, veja que temos algumas ações
disponíveis, e nós vamos focar nas três primeiras para entender esses
conceitos.

Alterar período

Em Alterar período, nós visualizamos uma janela onde podemos mudar esse
período, colocando uma data final, por exemplo.

Mas por que precisamos definir esse período? No SOC, cada característica pode
possuir várias versões, sendo que cada versão é válida pelo período que você

Classificação: Sensível
Atualizado em 01/03/2021

configurar. Isso é necessário porque, como o GRO exige uma gestão dinâmica
e constante dos perigos e fatores de risco, você vai precisar informar uma nova
versão sempre que houver uma mudança relevante na forma como o risco se
comporta.

Por exemplo, quando for implementada uma nova medida coletiva que impacta
no resultado da análise do risco, ou quando a avaliação do risco for alterada de
forma significativa por conta do resultado de novas medições, entre diversas
outras situações.

Essa necessidade fica clara quando observamos que o item 1.5.7.2.1 da NR-1
estabelece que os documentos do PGR (Inventário de Riscos e Plano de Ação)
precisam estar sempre disponíveis para inspeção. Ou seja, as informações
precisam estar sempre atualizadas.

Sendo assim, nós poderemos ter sempre uma característica vigente, além de
várias outras com datas anteriores que vão compor um histórico, e também
versões com datas futuras, que serão identificadas como projeções.

Criar nova versão

E para incluir versões na característica, podemos usar o botão Criar nova


versão.

Clicando nele, seremos direcionados novamente à tela de inclusão, porém


dessa vez os campos já estarão preenchidos, pois o sistema aproveita as
informações da característica anterior. Então, basta alterar os dados
necessários e depois clicar em Salvar.

Então, devemos informar a data dessa nova versão. E aqui temos um detalhe
importante: não podemos colocar uma data que coincida com o período da
outra versão que já existe. Ou seja, cada versão vai ocupar um período
único, elas não podem se intercalar.

Feito isso, podemos confirmar a inclusão.

Visualizar outras versões

Usando o botão Visualizar outras versões, nós podemos acessar um resumo


das validades existentes. Para navegar entre elas, basta clicar na versão que
você deseja consultar.

Classificação: Sensível
Atualizado em 01/03/2021

Esse mecanismo de gerenciar as características com versões permitirá que você


atualize as informações sempre que precisar, mantendo o histórico da
exposição ao risco e ainda podendo registrar mudanças de forma antecipada,
criando versões de projeção!

Ainda temos outras ações que podem ser úteis:

 A opção CA EPIs de validades passadas é usada para consultar os


CAs dos EPIs que estavam vinculados na característica quando ainda era
usada a antiga gestão, antes da reformulação da tela e criação do
conceito de versões. É bem provável que você não precise usar esse
recurso, já que está aprendendo desde o começo a maneira mais
moderna de usar essa tela.
 Depois, nós temos atalhos para duas telas: a do PGR, que nós vamos
conhecer em seguida, e também a tela de cadastro do Risco, que vimos
lá no início do curso.
 Por último, se precisarmos excluir essa versão da característica,
podemos usar esse botão.

Aprendemos a usar todas as ferramentas dessa tela, e entendemos esse


conceito de versões, que é tão importante. Nas próximas aulas,
avançaremos no conteúdo passando pela tela do GRO, que vai atender às
demais exigências da NR 1, como o inventário de riscos, o plano de ação e
a emissão do PGR!

Classificação: Sensível