Você está na página 1de 3

O MELHOR AMIGO 20/11/2020

O MELHOR AMIGO
Amigo, você já ouviu muitas vezes que
“ter um amigo é como possuir um
tesouro”! É bem verdade. Mas, detenha em
seu pensamento de que “ser um amigo fiel
é importante”, pois isso representa um
enorme potencial de riqueza interior.
Você pode fazer tanto bem ao seu
semelhante, tornando-se verdadeiro amigo,
sobretudo quando ele não tem nada mais a
lhe oferecer e tem tanto para lhe pedir e de
você receber...
Pense em como você pode emprestar a Deus as forças espirituais e materiais, físicas e
mentais, para que Ele, por seu intermédio, ajude alguém!
Pois bem. A palavra amigo é definida pelo Dicionário Académico, Porto Editora, como
“uma pessoa que tem com outra uma relação de amizade1”. E, traz consigo os sinónimos
de: Companheiro, Aliado e Cumplice.
Segundo o Dicionário, Companheiro é a pessoa com quem se vive maritalmente2 ou em
união de facto;
Aliado é uma pessoa, uma entidade ou nação que se liga a outra, por um acordo, para
defender algo;
Finalmente, Cumplice é uma pessoa que colaborou com outro (s) num crime.
Todavia, todas estas definições fornecem-nos um vislumbre minguado daquilo que é o
significado absoluto de um verdadeiro amigo; a não ser que recorramos à Bíblia, o Sagrado
Livro de Deus.
Das três palavras,
somente duas
podemos relacionar
na pessoa do Amigo
por Excelência,
Jesus. No entanto,
Jesus é o nosso
Companheiro,
porque unimo-nos
com Ele pelo
baptismo; é o Aliado do Pai e do Espírito Santo, porque, mediante o Seu sangue, fez um
acordo para nos defender diante do trono, com Seus braços abertos. E jamais Ele foi ou será
Cumplice de alguém.

1
uma relação afectiva entre os indivíduos
2
Matrimonialmente, conjugalmente
Zeferino Muipa
O MELHOR AMIGO 20/11/2020

No evangelho de João, a palavra amigo é pronunciada quatro vezes por Jesus e em apenas
dois capítulos. Talvez possas encontrar mais.
A primeira vez está em João 11:11, quando Jesus disse: “o nosso amigo Lázaro está
dormindo, mas eu vou acordá-lo”. Aqui, Jesus se identifica como o Amigo que desperta o
Seu amigo da morte.
As três últimas vezes aparecem nos versículos 13, 14 e 15 do capítulo 15 no Evangelho de
João.
13 – “O maior amor que alguém pode ter pelos seus amigos é dar a
vida por eles”.
14 – “Vós sereis meus amigos se fizerdes o que eu vos mando”.
15 – “Não chamo vocês de escravos, porque o escravo não sabe que o seu dono faz; mas
tenho-vos chamado amigos, porque tenho-vos feito conhecer tudo quanto ouvi de meu Pai”.
Prezado, a Bíblia me apresenta de que um amigo é aquele que dá sua própria vida em resgate
de alguém.

Na veracidade3 universal, muitos deram a sua vida em resgate de outrem. Muitos morreram
como mártir. Isto não é garantia da salvação eterna, mas sim, é o resultado como resposta da
compreensão do amor do Grande Amigo, nas passagens seguintes:
“... amai-vos uns aos outros, como eu vos amei” (João 15:12).
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo
aquele nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16).
“... E a vida eterna é esta: que te conheçam a Ti como único Deus verdadeiro e a Jesus
Cristo a quem enviaste” (João 17:3).

Amigo parceiro é aquele que duplica a sua


felicidade e divide seu sofrimento.

3
Qualidade do é verdadeiro ou verídico
Zeferino Muipa
O MELHOR AMIGO 20/11/2020

Prezado em Cristo Jesus, conhecer Deus envolve um


companheirismo pessoal com Ele e sentir o impacto da morte
de Jesus em sua vida.
Jesus é o Grande Amigo, pois Ele nos conduz pela mão;
Jesus é o Melhor Amigo, pois Ele Se compadece do nosso
sofrimento;
Jesus é o Amigo sem
igual, pois Ele sabe das nossas lutas;
Jesus é o Verdadeiro Amigo, pois Ele morreu em
nosso lugar, garantindo, dessa maneira, a salvação
eterna.
“Vinde pois...” (Isaías 1:18) é o carinhoso convite que
Deus faz para seus amigos.
O Grande, o Melhor, o Verdadeiro e o Amigo sem
igual chama-nos para acertar nossa situação com Ele.
Se formos à Ele, a despeito4 de nossa profunda vida
pecaminosa, Deus está disposto a nos perdoar e nos
purificar de todo pecado, por meio do sangue de Cristo.
A escolha e a decisão são nossas. O que você
escolhe? Aos que somos objecto do amor de
Cristo, Ele nunca nos abandonará, porque nos
perdoou quando ainda éramos inimigos e não
nos desamparará agora que somos Seus
amigos.
Convido-te a tomar a decisão de ir ao
encontro de Deus e permitir que Seu plano de
resgate seja eficaz em sua vida. Amém!

4
Desgosto ou ressentimento
Zeferino Muipa

Você também pode gostar