Você está na página 1de 2

Brasil – Formação Socioeconômica e Territorial (parte1).

A aula citada compõe a Disciplina de Geografia, instruída pelos Docentes


Antônio Russo e Carlos Néri, professores de Geografia e Historia, no centro de
Midias da Educação de São Paulo no dia 20/05/2021 com duração de 26
minutos e 30 segundos transmitida as10:00 horas,direcionada ao 7°ano do
Ensino Fundamental II.

A vídeo aula disponibiliza através do chat a participação de alunos e


professores sob o intuito de incentivar o intelectual, a percepção e o
entendimento. Versa o conhecimento histórico do Brasil e sua formação
socioeconômica e territorial sobre a influencia dos fluxos econômicos e
populacionais, empregando habilidades de analise da influencia dos fluxos
populacionais na formação sócio econômica e territorial, enfatizando os
conflitos, tensões históricas e contemporâneas do Brasil em excepcional no
Estado de São Paulo.

Como unidade temática aplica-se conexões de escala com objeto de


conhecimento referente a formação territorial do Brasil

Inicia-se a aula referindo-se ao Tratado de Tordesilhas com imagens retratando


o desenvolvimento do Brasil, as divisões do país, extensões dos portugueses
para outras regiões pertencentes a Espanha através de acordos traçados no
decorrer histórico do Brasil até a década de 90.

Trata-se de acordos conflitantes resultantes de choques de interesses políticos


e econômicos adquiridos durante a década de 1860 entre as nações platinas
com planos expansionistas originando a Guerra do Paraguai que aconteceu de
dezembro de 1864 a março de 1870 colocando-o contra o Brasil, Argentina e
Uruguai. E conflitos entre as elites, muitos deles com acordos pacíficos como o
Acre que teve seus conflitos anteriores ao Tratado de Petrópolis sem
necessidade de conflitos de guerra e armamento

O século XVI é visto como o período de desenvolvimento e imposicionamento


da civilização ocidental onde Portugal e Espanha exploraram os oceanos do
mundo expandindo os caminhos comerciais marítimos, quando inúmeras
expedições partiram das grandes potencias européias buscando alcançar as
terras do extremo Oriente.ocasionando o processo de desagregação dos
grupos indiginas e todo o território americano desde a America do norte até a
America do sul.

Os professores reforçam que cada grupo social constrói sua própria identidade
cultural.Exploraram o mapa da divisão do Tratado de Tordesilhas ressaltando a
exploração do pau-brasil e o aumento da extensão do atual Brasil

Mensionaram as características do processo de ocupação e de colonização, a


busca por mercadorias que alimentavam o comercio europeu iniciando a
exploração do pau-brasil, a exploração na colonização, o etnocídio da
população indígena por inúmeros aspectos, mão de obra escravizada,
contensão de movimentos sociais por meio da violência e opressões, com a
finalidade de explorar as riquezas territoriais.

No ano de 1534 implementa-se por Dom João III, o regime de Capitanias


Hereditarias administrado pela Coroa Portuguesa, iniciando-se a ocupação
portuguesa do litoral Brasileiro. Durante a expansão territorial as principais
atividades econômicas do Brasil concentravam-se na cana de açúcar,
refinamento do açúcar e pecuária. Retratou por meio de imagens a fundação
da vila de são Paulo em 1554, ressaltando a importância das tradições culturas
indígenas e africanas que perduram na sociedade.

Estende-se ao acordo da União Ibérica que ocorreu de 1580 a 1640 para a


divisão do continente americano, unificação das Coroas espanhola e
portuguesa e a coroação do rei Filipi II.

Por fim relembram previamente as primeiras expedições dos bandeirantes em


são Paulo, a economia como um fator de extrema importancia para a expansão
do Brasil, a exploração da Amazônia por suas drogas do sertão, cacau, pau-
cravo, castanha do parã, guaraná, entre outras, as importantes cidades
nordestinas sua pecuária extensiva, o algodão e a descoberta do ouro no final
do século XVII.

https://www.youtube.com/watch?v=DKWeNEEDCXQ