Você está na página 1de 3

25 de Outubro de 2021

Segunda-feira da XXX semana do Tempo Comum


Texto Orante: Centro de Iniciativas de Pastoral de Espiritualidade
CIPE

Motivação

Sinta a proximidade de Jesus junto a sua vida. Ele sempre o acompanha. Ele conhece suas
dificuldades, suas noites escuras. Enquanto puder, não esteja sem tão bom amigo ao lado.
Caminhe com Jesus. Hoje o convida a uma experiência de oração. A oração é um tempo em
solidão e silencio para que esteja com Deus, para que veja com mais clareza em que consiste
sua vida como seguidor(a) de Jesus.
Se o deseja, pode recordar as palavras de amor de Jesus à mulher encurvada, Ele as diz hoje
a você. Deixe-se querer e salvar por este Deus que não deseja outra coisa que amá-lo e fazê-
lo feliz. Deixe que sua palavra abra passagem e chega até seu coração e o libere de tantas
ataduras que o escravizam.

Do Evangelho de São Lucas 13, 10-17

Naquele tempo, Jesus estava ensinando numa sinagoga em dia de sábado. Havia aí uma
mulher que, fazia dezoito anos, estava com um espírito que a tornava doente. Era encurvada
e incapaz de se endireitar. Vendo-a, Jesus chamou-a e lhe disse: “Mulher, estás livre da tua
doença”. Jesus colocou as mãos sobre ela, e imediatamente a mulher se endireitou e
começou a louvar a Deus. O chefe da sinagoga ficou furioso, porque Jesus tinha feito uma
cura em dia de sábado. E, tomando a palavra, começou a dizer à multidão: “Existem seis dias
para trabalhar. Vinde, então, nesses dias para serdes curados, mas não em dia de sábado”.
O Senhor lhe respondeu: “Hipócritas! Cada um de vós não solta do curral o boi ou o jumento
para dar-lhe de beber, mesmo que seja dia de sábado? Esta filha de Abraão, que satanás
amarrou durante dezoito anos, não deveria ser libertada dessa prisão em dia de sábado?”
Esta resposta envergonhou todos os inimigos de Jesus. E a multidão inteira se alegrava com
as maravilhas que ele fazia.
Comentário Orante

O que Jesus realiza no sábado é uma celebração de seu sentido mais profundo. Para Jesus,
o sábado não foi feito para proibir as obras de misericórdia, mas para fomentá-las. As costas
dobradas daquela mulher é a imagem de todas as cargas, de todas as opressões, de todas as
humilhações e sofrimentos que vivem tantas mulheres no mundo.
Jesus quer que tenhamos vida em sua plenitude e se propõe libertar-nos de tudo o que nos
aprisione. Isto inclui a enfermidade, mas também atitudes humanas e julgamentos que nos
encarceram ou restringem.
Jesus o olha, o chama e o cura. Seu tempo é tempo de salvação. Esta é a verdadeira alegria
que ninguém poderá arrebatar-lhe.

PALAVRA DOS MÍSTICOS

Escreve Santa Teresa de Jesus:

«Nem aborrecestes, Senhor de minha alma, quando andavas pelo mundo, as mulheres,
antes as favorecestes sempre com muita piedade e achastes nelas tanto amor e mais fé que
nos homens, pois estava vossa sacratíssima Mãe, em cujos méritos merecemos, e por ter seu
hábito, o que desmerecemos por nossas culpas. Não basta, Senhor, que nos tenha o mundo
encurraladas e incapazes para que não façamos coisa que valha nada por vós em público
nem ousemos falar algumas verdades que choramos em segredo, mas que não nos havias
de ouvir petição tão justa? Não creio, Senhor, de vossa bondade e justiça, que sois justo juiz,
e não como os juízes do mundo, que como são filhos de Adão e, enfim, todos varões, não há
virtude de mulher que não tenham por suspeitosa. Sei, que algum dia haverá, Rei meu, que
se conheçam todos. Não falo por mim, que já tem conhecida ao mundo minha ruindade, e
folgo que seja pública, mas porque vejo os tempos de maneira que não é razão desejar
ânimos virtuosos e fortes, mesmo que sejam de mulheres».

(Caminho de Perfeição (E), 4,1)

ORAÇÃO

Jesus, olha a mim também.


Bem sei que teu olhar é amar,
e teu amor é misericórdia.
Chama-me e ponha tuas mãos
sobre mim.
Levanta-me de meus pessimismos
e tristezas.
Que minha alegria proclame tua glória.

CIPE

Referência:
• - Imagens disponíveis na WEB

Você também pode gostar