Você está na página 1de 8

Nome: ____________________________________________ Ano: ______

Data:____/______/________

7º Ano | FQ
1. O Universo é feito de corpos celestes, como estrelas e planetas, organizados em diferentes
estruturas.
1.1 Seleciona a opção que completa sequencialmente e de forma correta a seguinte frase.
Os planetas não são corpos celestes ______ pois ______ luz própria, enquanto as
estrelas ______
luz própria.
 A – ... luminosos ... têm ... não têm ...
 B – ... iluminados ... não têm ... têm ...
 C – ... luminosos ... não têm ... têm ...
 D – ... iluminados ... têm ... não têm ...
1.2 Sistemas planetários, galáxias, enxames de galáxias e enxames de estrelas são alguns
dos tipos de estruturas do Universo.
1.2.1 Classifica cada uma das afirmações que se seguem como verdadeira (V) ou falsa
(F).
a) Um sistema planetário é um conjunto de planetas. ____
b) As galáxias não são constituídas apenas por estrelas. ____
c) As estrelas dos enxames de estrelas estão em constante movimento em
torno de um mesmo ponto. ____
d) Aos conjuntos de estrelas com a mesma origem e que se movem em torno de
um mesmo ponto chama-se galáxias. ____
e) Nas galáxias há estrelas com idades muito diferentes. ____
f) As nuvens de gases e poeiras que existem nas galáxias chamam-se nebulosas.
____
1.2.2 Escreve o nome das estruturas do Universo referidas em 1.2. por ordem
crescente de tamanho.
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
1.2.3 Explica em que consiste um enxame de galáxias.
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
1.3 Completa os espaços da frase que se segue de modo a obteres a localização correta da
Terra no Universo.
A Terra é o terceiro (1)__________ do (2)__________, contado a partir do Sol,
pertence galáxia (3)__________ e ao enxame de (4)__________ chamado
(5)__________
2. O conhecimento que hoje temos do Universo deve-se muito à utilização de telescópios cada
vez mais sofisticados para a observação dos corpos celestes.
Na Antiguidade, e até ao início do século XVI, a observação era feita olhando para o céu
diretamente com os olhos.
2.1 Os astrónomos Cláudio Ptolomeu e Nicolau Copérnico imaginaram a organização dos
corpos celestes no Universo a partir da observação direta do céu.
2.1.1 Efetua o preenchimento do quadro que se segue para os modelos do Universo
defendidos por estes astrónomos.
2
Nome do
Astrónomo modelo do Descrição do modelo Século
Universo

Cláudio
Ptolomeu

Nicolau
Copérnico

2.1.2 Classifica a afirmação que se segue como verdadeira ou falsa. Justifica a tua
resposta.
"O modelo para o Universo atualmente aceite é muito diferente do modelo de
Nicolau Copérnico."
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
2.1.3 Indica duas razões que justifiquem o facto de durante vários séculos ninguém ter
contrariado o modelo de Ptolomeu.
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
2.2 Seleciona as afirmações verdadeiras para os telescópios.
 A – Os telescópios permitem ampliar corpos celestes muito pequenos, quase
microscópicos.
 B – Todos os telescópios captam luz enviada pelos corpos celestes.
 C – Os telescópios só conseguem observar corpos celestes muito longínquos.
 D – Um telescópio mais potente consegue observar corpos celestes muito
longínquos.
 E – Há telescópios que não conseguem captar luz visível enviada pelos corpos
celestes.
2.3 Seleciona as afirmações que podem ser associadas a Galileu Galilei.
 A – Foi o astrónomo que utilizou pela primeira vez o radiotelescópio.
 B – Foi um defensor do modelo geocêntrico para o Universo.
 C – Foi pioneiro na observação dos astros com o telescópio.
 D – Foi o inventor do primeiro telescópio.
 E – Apoiou o modelo de Nicolau Copérnico.
2.4 Após sucessivas observações com a sua luneta, Galileu concluiu que o planeta Júpiter
tinha quatro luas, ou seja, quatro corpos que giravam à sua volta.
3
Explica de que modo esta conclusão contribuiu para que Galileu discordasse
definitivamente do modelo de Ptolomeu.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________

3. O Hubble, um importante telescópio, permitiu aos


astrónomos conhecerem zonas do Universo cada
vez mais distantes. Telescópios cada vez maiores e
mais potentes, instalados em locais privilegiados da
superfície terrestre, têm permitido observar o
Universo primitivo em busca de pistas sobre a sua
origem e evolução.
3.1 Indica a designação que se atribui a todos os
telescópios que, como o Hubble, orbitam a
Terra.
______________________________________
__________
3.2 A figura mostra dois telescópios, de dois tipos diferentes, instalados na superfície
terrestre.

A B

Indica a classificação atribuída a cada um destes telescópios e explica o que os


distingue.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
3.3 A teoria do Big Bang é atualmente a mais aceite para descrever a origem e a evolução
do Universo.
3.3.1 Classifica como verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das seguintes afirmações.
a) O Big Bang ocorreu há cerca de 14 biliões de anos. ____
b) A formação das galáxias não ocorreu logo após o Big Bang. ____
c) Após o Big Bang, o Universo começou a aquecer e a expandir-se em todas as
direções. ____
d) Após o Big Bang, o Universo tem estado em constante expansão porque o
4
tamanho das galáxias é sucessivamente maior. ____
e) Os astrónomos pensam que, se fosse possível recuar no tempo, as galáxias se
aproximariam sucessivamente umas das outras, até ficar tudo concentrado
como no início do Universo. ____
3.3.2 Na frase que se segue assinala, entre as palavras destacadas, a alternativa
correta.
A teoria do Big Bang surgiu após observações de Galileu Galilei / Edwin Hubble
que levaram os astrónomos a concluir que as galáxias / estrelas têm estado
constantemente a afastar-se / aproximar-se umas das outras, após a sua
formação.

4. Ano-luz e unidade astronómica são duas unidades adequadas para exprimir distâncias
muito grandes, como as que separam os corpos celestes.
4.1 Efetua todas as associações possíveis entre os elementos das colunas I e II.

Coluna I Coluna II
a. Corresponde à distância média da Terra ao Sol.
b. É adequada para as distâncias entre corpos do Sistema
1. Ano-luz Solar.
2. Unidade c. É igual à distância percorrida pela luz durante um ano.
astronómica d. Corresponde à distância média do Sol ao extremo do
Sistema Solar.
e. É aproximadamente igual a 150 milhões de km.

1 – __________; 2 – __________
4.2 O planeta Júpiter está a cerca de 5,2 ua do Sol.
4.2.1 Completa corretamente os espaços da frase seguinte.
Se Júpiter está a cerca de 5,20 ua do Sol, a distância média entre (1)________ e
(2)________ é 5,2 vezes maior do que a distância média entre (3) ________ e (4)
________.
4.2.2 Prova que, sendo a distância média da Terra ao Sol 150 000 000 km, a distância
média de Júpiter ao Sol, em quilómetros, é 780 milhões de km.
4.3 Sabendo que a distância da estrela Capela à Terra é 42 a.l., seleciona, entre as
afirmações seguintes, a incorreta.
 A – A luz da estrela Capela demora 42 anos-luz para chegar à Terra.
 B – A luz da estrela Capela percorre a distância de 42 anos-luz para chegar à Terra.
 C – A luz da estrela Capela demora 42 anos para chegar à Terra.
 D – A luz da estrela Capela que hoje chega à Terra saiu daquela estrela há 42 anos.
5
5. Considera a tabela, onde estão indicados alguns valores que caracterizam quatro planetas
do Sistema Solar, apresentados por ordem crescente da distância ao Sol.

Temperatura Número
Período de Período de
Planeta média à de
translação rotação
superfície satélites
225 dias 243 dias
Vénus 465 ºC 0
terrestres terrestres

24 horas e
687 dias
Marte 35 minutos -23 ºC 2
terrestres
terrestres

9 horas e
12 anos
Júpiter 50 minutos -180 ºC 63
terrestres
terrestres

15 horas e
164 anos
Neptuno 48 minutos -210 ºC 27
terrestres
terrestres

5.1 Explica o significado de período de translação de um planeta.


_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
5.2 Indica, de entre os planetas considerados, o nome do:
5.2.1 planeta telúrico mais afastado do Sol.
____________________________________________
5.2.2 planeta que tem maior órbita de translação.
________________________________________
5.2.3 planeta gigante gasoso com menor período de translação.
_____________________________
5.2.4 planeta que realiza mais rapidamente uma volta completa em torno do seu eixo.
__________________________________________________________________
5.2.5 planeta que dá mais voltas ao Sol durante o mesmo tempo.
____________________________
5.3 Indica o nome de um planeta que não tem satélites, além do mencionado na tabela.
_______________________________________________________________________

5.4 Indica quantas vezes a Terra completa a sua órbita à volta do Sol enquanto Júpiter
completa uma vez a sua órbita
_______________________________________________________________________ 6
_______________________________________________________________________
5.5 Os satélites dos planetas também têm movimentos de rotação e de translação. Explica
em que consiste a translação de um satélite.
_______________________________________________________________________
_______________________________________________________________________
5.6 Mercúrio, um planeta mais próximo do Sol do que Vénus, tem uma temperatura média
de 427 ºC durante o dia e de -170 ºC durante a noite, sendo por isso menos quente do
que Vénus.
5.6.1 Indica a causa do enorme arrefecimento noturno de Mercúrio.
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
5.6.2 Explica o facto de Vénus ter uma temperatura média tão elevada.
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
1.1 C.
1.2.1 a) F; b) V; c) V; d) F; e) V; f) V.
1.2.2 Sistemas planetários, enxames de estrelas, galáxias, enxames de galáxias.
1.2.3 Enxames de galáxias são conjuntos de galáxias que se movem em torno de um mesmo
ponto.
1.3 (1) planeta; (2) Sistema Solar; (3) Via Láctea;(4) galáxias; (5) Grupo Local.
7
2.1.1
Nome do
Astrónomo modelo do Descrição do modelo Século
Universo

A Terra, imóvel, ocupava o centro do


Cláudio Modelo Universo e à sua volta giravam a Lua, o
Séc. II d. C.
Ptolomeu geocêntrico Sol, os planetas e, por último, uma
esfera com as estrelas.

O Sol, imóvel, ocupava o centro do


Nicolau Modelo Universo e à sua volta giravam a Lua, Séc. XVI d.
Copérnico heliocêntrico os planetas e, por último, uma esfera C.
com as estrelas.

2.1.2 A afirmação é verdadeira. Atualmente sabe-se que o Sol não se encontra imóvel no
centro do Universo, como pensava Copérnico. De acordo com o modelo atual, o Sol e
todo o Sistema Solar encontram-se num dos braços da Via Láctea, movendo-se em
conjunto em torno do centro da galáxia.
2.1.3 ∙ Este modelo estava de acordo com o que era possível ver da Terra olhando diretamente
para o céu: a Terra imóvel, com o Sol, a Lua e até as estrelas fixos numa cúpula a
moverem-se à volta dela.
∙ A igreja defendia este modelo porque atribuía à Terra e, por isso, ao ser humano, um
lugar privilegiado que era o centro do Universo.
2.2 B, D e E.
2.3 C e E.
2.4 Ao observar corpos que se moviam à volta de Júpiter e não à volta da Terra, Galileu foi
levado a pensar que nem todos os corpos celestes se moviam à volta da Terra, logo, esta
não seria o centro do Universo, como pensava Ptolomeu.
3.1 Telescópios espaciais.
3.2 A – Radiotelescópio e B – Telescópio ótico. Os radiotelescópios captam luz não visível
emitida pelos corpos celestes, enquanto que os telescópios óticos captam luz visível.
3.3.1 a) F; b) V; c) F; d) F; e) V.
3.3.2 Edwin Hubble / galáxias / afastar-se.
4.1 1 – c; 2 – a, b, e.
4.2.1 (1) Júpiter; (2) Sol; (3) Terra; (4) Sol.
4.2.2 150 000 000 km -------------- 1 ua
x -------------- 5,2 ua
x = 150 000 000 x 5,20 = 780 000 000 km
x = 780 milhões km
4.3 A.
5.1 Período de translação de um planeta é o tempo necessário para o planeta descrever uma 8
órbita completa à volta do Sol.
5.2.1 Marte.
5.2.2 Neptuno.
5.2.3 Júpiter.
5.2.4 Júpiter.
5.2.5 Vénus.
5.3 Mercúrio.
5.4 A Terra completa a sua órbita 12 vezes. O tempo que a Terra demora a completar uma
órbita é 1 ano e Júpiter demora 12 anos terrestres. Em 12 anos terrestres a Terra completa
12 vezes a sua órbita.
5.5 A translação de um satélite é o movimento que realiza em torno do respetivo planeta.
5.6.1 É o facto de Mercúrio não ter atmosfera que causa o enorme arrefecimento noturno à
sua superfície.
5.6.2 Vénus tem uma atmosfera muito densa de dióxido de carbono, o que impede a perda de
energia para o exterior, conservando-se a sua temperatura sempre muito elevada.

Você também pode gostar