Você está na página 1de 2

Tema: 

ALIANÇA COM DEUS


II Crônicas 7.11-22
Introdução: Salomão foi escolhido por Deus para construir o templo e para reinar sobre
Israel. Ele prosperou em tudo o que fez. Por isso Deus quis fazer com ele uma aliança
para que não se esquecesse da Aliança de Deus com Davi seu pai.
O sonho de construir o templo foi realizado, mas de nada adiantaria se ali não
estivesse a presença do Senhor. Por isso na hora da inauguração a presença da Glória de
Deus [SHEQUINAH] encheu o templo de forma maravilhosa (II Crônicas 7.1-3).
Do mesmo modo, de nada adiantaria Salomão receber o trono, o reino e a coroa de seu
pai e não conhecer pessoalmente o Deus de Davi. Então o Senhor apareceu duas vezes
para fazer Aliança com Salomão (I Reis 11.9).
Como é a Aliança com Deus?
Vamos refletir alguns princípios da Aliança de Deus com Salomão e aprender como
devemos fazer uma aliança com Deus:
1- Aliança de oração: v.14-16
   Uma marca dessa aliança de Deus com Salomão era a oração. Deus respondia a oração
de Salomão (v.12). O Senhor deixa claro para ele diversas vezes que se o mal viesse
sobre a terra, se acontecessem pragas ou desastres (v.13) eles deveriam orar e se
humilhar, então o Senhor restauraria sua sorte.
Contudo se o povo desobedecesse, haveria um castigo sobre sua terra e sobre a casa
que construíram para Deus (v.19-22). O povo pecou contra Deus e por isso perderam
sua terra anos mais tarde e o próprio Salomão quebrou sua Aliança com Deus adorando
outros deuses (I Reis 11.5, 9, 33). Enquanto Salomão orava a Deus ele prosperou (II
Crônicas 1.1), mas quando se envaideceu com a prosperidade ele perdeu a bênção.
Temo uma aliança com o Senhor de que tudo o que pedirmos em nome de Jesus Ele
nos concede (João 14.13,14), por isso é uma Aliança de Oração onde pedimos e temos a
certeza de que receberemos, batemos na porta e ela se abre, e procuramos e achamos na
presença de Deus (Mateus 7.7,9).
Faça com Deus um pacto de oração. Faça um propósito de antes de tudo orar em
primeiro lugar (Mateus 6.33), buscar ao Senhor mais do que tudo em sua vida.
Deus quer fazer uma Aliança de Oração com você!
 2- Aliança de Sabedoria: v.17-18
Deus apareceu em sonho ao rei Salomão quando ainda era jovem e começava a reinar.
Deus sabia que Salomão era um homem de oração, o Senhor lhe disse: “pede-me o que
quiseres que eu te dê” (II Crônicas 1.7) e Salomão pediu a Deus sabedoria para reinar
sobre o povo de Deus em lugar de seu pai Davi (II Crônicas 1.10-12). Se ele tivesse
pedido qualquer coisa teria recebido, mas sabia que riquezas, saúde, poder e tudo o mais
um dia acabaria e com sabedoria poderia alcançar muito mais.
Sabedoria não é apenas conhecimento e sim o temor de Deus que dirige nossas vidas.
Seu pedido foi bom por que queria fazer o bem para o povo. Então, por causa do bom
pedido que fez, o Senhor lhe deu sabedoria mais do que qualquer pessoa que já pisou
sobre a terra, além disso também recebeu riquezas e honra em um reino de paz e
prosperidade (II Crônicas 1.14-17).
Logo em seguida Salomão teve sua sabedoria provada (I Reis 3.16-28) e muito
conhecida por povos (I Reis 4.29-34) e a rainha de Sabá viajou de longe para ver sua
sabedoria (I Reis 10.1-13) duvidando um pouco de ser tão sábio, mas no final da visita
concluiu: “não me contaram metade” (I Reis 10.7).
Jesus também nos disse que podemos pedir o que quisermos (João 15.7). De fato
precisamos de muitas coisas, mas a sabedoria é a mais importante delas. Se não
tivermos sabedoria perdemos tudo o que temos. Mas com a Sabedoria conquistamos
tudo que precisamos “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus,
que a todos dá liberalmente e ... ser-lhe-á concedida” (Tiago 1.5).
Muitas vezes perdemos as bênçãos que Deus nos dá por que nos falta sabedoria para
administrar os tempos de ‘vacas gordas’ como fez José no Egito, e quando vem o tempo
das ‘vacas magras’ ficamos despreparados. Mas quando Deus nos dá sabedoria somos
vitoriosos em todos os momentos como José que enriqueceu no tempo da seca (Gênesis
41.39, 49).
Peça a Deus sabedoria para sua vida. Deus quer te ajudar a fazer escolhas sábias em
cada momento de sua vida. Faça com Deus uma Aliança de buscar sabedoria antes de
tudo de acordo com a vontade do Senhor.
Deus tem uma Aliança de Sabedoria para você!

3- Aliança com a casa de Deus: v.16


O templo de Jerusalém era uma construção gloriosa, feita com adornos em ouro, prata,
bronze, pedras e madeiras raras bem trabalhadas. Aquele lindo templo não seria nada se
ali não estivesse a Glória do Deus que enche os céus e a terra. Quem ali entrava como
Isaías, nem reparava a beleza física do templo diante da glória de Deus que enchia a
casa (Isaías 6.1,2).
Salomão tinha um compromisso de edificar uma casa para Deus, ele foi perseverante e
durante vinte anos para construir a Casa de Deus (I Reis 9.10). Deus lhe havia advertido
de que se abandonassem aquela casa, ela seria destruída e o povo seria humilhado ao se
lembrar da Glória daquele Templo (v.21). O próprio Salomão caiu em idolatria e
prostituição construiu templos para deuses pagãos a quem suas amantes serviam
(Neemias 13.26).
Nós somos o templo do Espírito de Deus (I Coríntios 3.16), mas temos um
compromisso com a casa de Deus. Devemos dizer como Davi que pensava que um dia
na casa de Deus vale mais do que mil (Salmos 84.10) e pediu ao senhor para habitar na
casa do Senhor todos os dias de sua vida (Salmos 23.6; 27.4).
Seja uma “coluna na Casa de Deus” (Apocalipse 3.12), não uma “pedra de
tropeço” (I Pedro 2.8). gaste seus melhores dias na presença do Senhor, congregue o
máximo que puder (Hebreus 10.25) e sirva ao Senhor em seu templo.
Faça com Deus uma Aliança de trabalhar na Sua Casa e se dedicar ao Serviço na Obra
do Senhor.
Deus quer fazer com você uma Aliança com a Casa de Deus!
Faça uma Aliança de oração, de sabedoria e com a Casa de Deus!
-CONCLUSÃO:
Embora saibamos que Salomão não foi fiel em sua Aliança com Deus, creio que a
Palavra de Deus registrou isso para dar exemplo do que acontece com quem não é fiel
até o fim. Salomão teve tudo o que quis e quando abandonou a presença de Deus, por
causa de vaidades, se tornou uma pessoa infeliz e sem perspectiva de futuro.
Ao escrever o livro de Eclesiastes Salomão demonstra ser uma pessoa desanimada da
vida (Eclesiastes 1.14), neste texto ele fala da vida vazia do pecado que experimentou
dando seu testemunho para os jovens. Mas no livro de Provérbios Salomão apresenta
toda a Sabedoria que Deus lhe permitiu adquirir com o “temor do Senhor” (Provérbios
9.10). Talvez por sua sabedoria iniciante, Deus tenha tido misericórdia de Salomão e
este tenha se arrependido a tempo por isso diz no fim de seu último livro Eclesiastes
12.13  “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus
mandamentos; porque isto é o dever de todo homem”.
Não vacile como Salomão, seja perseverante como diz Mateus 24.13   “Aquele,
porém, que perseverar até o fim, esse será salvo”.

Você também pode gostar