Você está na página 1de 48

CRIMINOLOGIA GERAL( https://www.tecconcursos.com.

br/s/Q1mW0L )

Criminologia

Questão 201: FUNDEP - DP MG/DPE MG/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Analise o trecho a seguir.

“De acordo com o Infopen, um sistema de informações estatísticas do sistema penitenciário brasileiro desenvolvido pelo Ministério
da Justiça, o Brasil tem a quarta maior população carcerária do mundo. São aproximadamente 700 mil presos sem a
infraestrutura para comportar este número. A realidade é de celas superlotadas, alimentação precária e violência. Situação que
faz do sistema carcerário um grave problema social e de segurança pública. Além da precariedade do sistema carcerário, as
políticas de encarceramento e aumento de pena se voltam, via de regra, contra a população negra e pobre. Entre os presos,
61,7% são pretos ou pardos. Vale lembrar que 53,63% da população brasileira têm essa característica. Os brancos, inversamente,
são 37,22% dos presos, enquanto são 45,48% na população em geral. E, ainda, de acordo com o Departamento Penitenciário
Nacional (Depen), em 2014, 75% dos encarcerados têm até o ensino fundamental completo, um indicador de baixa renda.”

Disponível em: <http://www2.camara.leg.br/atividadelegislativa/ comissoes/comissoes-permanentes/cdhm/noticias/ sistema-carcerario-brasileiro-


negros-e-pobres-na-prisao>.

Acesso em: 17 jan. 2019. Entre as Teorias Macrossociológicas da Criminalidade, qual alternativa a seguir melhor identifica a
realidade do sistema penal e carcerário brasileiro, de acordo com o trecho citado?

  a)  Teoria da Lei e Ordem, classificada como uma teoria de consenso. Essa teoria parte da premissa de que os pequenos
delitos devem ser rejeitados de plano, fazendo com que os delitos mais graves sejam inibidos, atuando como prevenção geral.

 b)  Teoria do Labelling Approach, classificada como uma teoria de consenso. A teoria afirma que o comportamento criminoso é
apreendido, mas nunca herdado, criado ou desenvolvido pelo sujeito ativo.

 c)  Teoria da Associação Diferencial, classificada como uma teoria de conflito. Referida teoria afirma ser o capitalismo a base
da criminalidade, na medida em que promove o egoísmo, o qual, por sua vez, leva os homens a delinquir.

  d)  Teoria do Etiquetamento, classificada como uma teoria de conflito. Afirma que a criminalidade não é uma qualidade da
conduta humana, mas a consequência de um processo em que se atribui ao indivíduo tal “adjetivo”, principalmente pelas
instâncias formais de controle social.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/873149

Questão 202: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Acerca dos modelos teóricos da criminologia, julgue o item que se segue.
 
Segundo a teoria do enraizamento social de Hirschi, o delito, como um comportamento natural do ser humano, é inibido pelo
processo de assunção de normas sociais, pelo apego e afeto às pessoas e pelo medo de dano irreparável a essas relações
interpessoais.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/922853

Questão 203: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A criminologia, diante do fenômeno do delito, na busca de conhecer fatores criminógenos, traça um paralelo entre vítima e
criminoso. Partindo dessa premissa dual, chamada por Mendelsohn de “dupla-penal”, extraem-se importantes situações
fenomenológicas.
 
Acerca desses estudos, julgue o item seguinte.
 
Na visão do marxismo, a responsabilidade pelo crime recai sobre a sociedade, tornando o infrator vítima do determinismo social e
econômico.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/923063

Questão 204: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A criminologia crítica é elaborada com base em uma interpretação da realidade realizada a partir de um ponto de vista marxista.
Trata-se de uma proposta política que considera que o sistema penal é ilegítimo, e seu objetivo é a desconstrução desse sistema.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/982340

Questão 205: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A política de repressão implementada nos anos 90 pelo então Prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, orientada pelo chamado
“movimento da lei e da ordem”, é criticada porque resultou no aumento da violência policial e não obteve redução dos índices de
criminalidade.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/982354

Questão 206: INSTITUTO ACESSO - Del Pol (PC ES)/PC ES/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Os modelos sociológicos contribuíram decisivamente para um conhecimento realista do problema criminal demonstrando a
pluralidade de fatores que com ele interagem. Leia as afirmativas a seguir, e marque a alternativa INCORRETA:

 a)  As teorias conflituais partem da premissa de que o conflito expressa uma realidade patológica da sociedade sendo nocivo
para ela na medida em que afeta o seu desenvolvimento e estabilidade.

 b)  As teorias de aprendizagem social sustentam que o comportamento delituoso se aprende do mesmo modo que o individuo
aprende também outras atividades lícitas em sua interação com pessoas e grupos.

 c)  As teorias subculturais sustentam a existência de uma sociedade pluralista com diversos sistemas de valores divergentes
em torno dos quais se organizam outros tantos grupos desviados.

  d)  As teorias ecológicas partem da premissa de que a cidade produz delinquência, valendo-se dos conceitos de
desorganização e contágio social inerentes aos modernos núcleos urbanos.

 e)  As teorias estrutural-funcionalistas consideram a normalidade e a funcionalidade do crime na ordem social, menosprezando
o componente biopsicopatológico no diagnóstico do problema criminal.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985543

Questão 207: INSTITUTO ACESSO - Del Pol (PC ES)/PC ES/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Constitui um dos objetivos metodológicos da teoria do Labelling Approach (Teoria do Etiquetamento Social) o estudo detalhado da
atuação do controle social na configuração da criminalidade. Assinale a alternativa correta:

 a)  O labelling approach, como explicação interacionista do fato delitivo, destaca o problema hermenêutico da interpretação da
norma penal.

 b)  Para o labelling approach, o controle social penal possui um caráter seletivo e discriminatório gerando a criminalidade.

 c)  O labelling approach é uma teoria da criminalidade que se aproxima do paradigma etiológico convencional para explicar a
distribuição seletiva do fenômeno criminal.

 d)  Para o labelling approach, um sistemático e progressivo endurecimento do controle social penal viabilizaria o alcance de
uma prevenção eficaz do crime.

 e)  O labelling approach surge nos EUA nos anos 80, admitindo a normalidade do fenômeno delitivo e do delinquente.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985548

Questão 208: INSTITUTO ACESSO - Del Pol (PC ES)/PC ES/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A Criminologia Crítica contempla uma concepção conflitual da sociedade e do Direito. Logo, para a criminologia crítica, o conflito
social.

 a)  representa a própria estrutura e dinâmica da mudança social, sendo o crime produto normal das tensões sociais.

 b)  é funcional porque assegura a mudança social e contribui para a integração e conservação da ordem e do sistema.

 c)  expressa uma realidade patológica inerente a ordem social.

  d)  é um conflito de classe sendo que o sistema legal é um mero instrumento da classe dominante para oprimir a classe
trabalhadora.

 e)  se produz entre as pautas normativas dos diversos grupos sociais, cujas valorações são discrepantes.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985554

Questão 209: CEBRASPE (CESPE) - JE TJPA/TJ PA/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Considerável parcela de doutrinadores compreende a política criminal como o conjunto de princípios e atividades que tem por fim
reagir contra o fenômeno delitivo, através do sistema penal, determinando os meios mais adequados para o controle da
criminalidade. A partir dessa afirmação, julgue os itens a seguir.
 
I Os movimentos sociais conhecidos por Tolerância Zero, Nova Defesa Social e Despenalização das Contravenções são
considerados instrumentos de endurecimento do Estado no combate ao crescimento da criminalidade.
 
II Os defensores do movimento Lei e Ordem reconhecem que o agravamento das penas é medida necessária para combater
a violência, embora acreditem que não faça justiça às vítimas.
 
III O movimento Tolerância Zero parte da ideia de que o Estado não deve negligenciar fatos criminosos, por mais
insignificantes que sejam, já que esses fatos contêm em si uma fonte de irradiação da criminalidade.
 
Assinale a opção correta.
 a)  Apenas o item I está certo.
 b)  Apenas o item II está certo.
 c)  Apenas o item III está certo.
 d)  Apenas os itens I e II estão certos.
 e)  Apenas os itens II e III estão certos.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1083886

Questão 210: Com. Exam. (MPE GO) - PJ (MPE GO)/MPE GO/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Marque a alternativa incorreta:

 a)  A chamada Escola Clássica do Direito Penal tem como caracteres, dentre outros, os seguintes: o Direito tem uma natureza 
transcendente, segue a ordem imutável da lei natural; o delinquente é, em regra, um homem normal, que se sente livre para
optar entre obem e o mal, e preferiu o último; os objetos de estudo do Direito Penal são o delito, a pena e o processo. Um
importante autor dessa época é Carrara.

 b)  Dentre outros, são caracteres da Escola Positiva: o entendimento do Direito Penal como um produto social, obra humana;
o delito é um fenômeno natural e social (fatores individuais, físicos e sociais); a pena é um meio de defesa social, com função
preventiva. Podem ser citados como importantes expoentes da Escola Positiva Cesar Lombroso e Enrico Ferri.

  c)  A Escola Crítica prega que a responsabilidade penal tem por base a imputabilidade moral, sem o livre-arbítrio, que é
substituído pelo determinismo psicológico; ainda, a pena tem função defensiva ou preservadora da sociedade. A Escola Crítica
pugna pela eliminação ou substituição das penas privativas de liberdade de curta duração. Um dos principais autores dessa escola
é Franz Von Liszt.

  d)  Podem ser citados como caracteres da Escola Moderna Alemã: a distinção entre o Direito Penal e as demais ciências
criminais - criminologia; o delito como um fenômeno humano-social e fato jurídico; a imputabilidade e a periculosidade; a pena
com caráter defensivo, orientada conforme a personalidade do delinquente.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1104860

Questão 211: Com. Exam. (MPE GO) - PJ (MPE GO)/MPE GO/2019


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Em sua obra "Criminologia", o insigne Professor Sérgio Salomão Shecaira discorre sobre duas visões principais da
macrossociologia que influenciaram o pensamento criminológico. À primeira delas, de corte funcionalista, ele as denomina de
teorias de consenso (escola de Chicago, teoria da associação diferencial, teoria da anomia e teoria da subcultura delinquente). Por
seu turno, a segunda visão, argumentativa, foi conceituada como teorias do conflito (teorias do labelling approach e crítica). De
acordo com as lições do referido autor acerca das escolas sociológicas do crime, analise as proposições abaixo e marque a
alternativa correta:

I - A teoria da associação diferencial sugere que o crime não pode ser definido simplesmente como disfunção ou
inadaptação de pessoas de classes menos favorecidas, não sendo ele exclusividade destas. Essa teoria assenta-se na
consideração de que o processo de comunicação é determinante para a prática delitiva. Para ela, o comportamento criminal
é um comportamento aprendido.

II - Para a teoria da anomia, o crime é visto como um fenômeno normal da sociedade e não necessariamente ruim. Isto
porque o criminoso pode desenvolver um útil papel para a sociedade, seja quando contribuiu para o progresso social,
criando impulsos para a mudança das regras sociais, seja quando os seus atos oferecem a ocasião de afirmar a validade
destas regras, mobilizando a sociedade em torno dos valores coletivos.

III - A subcultura delinquente pode ser definida como um comportamento de transgressão que é determinado por um
subsistema de conhecimento, crenças e atitudes que possibilitam, permitem ou determinam formas particulares de
comportamento transgressor em situações específicas.

IV - Para a teoria crítica, o fundamento imediato do ato desviado é a ocasião, a experiência ou o desenvolvimento estrutural
que fazem precipitar esse ato não em um sentido determinista, mas no sentido de eleger, com plena consciência, o caminho
da desviação como solução dos problemas impostos pelo fato de viver em uma sociedade caracterizada por contradições.

 a)  apenas as proposições I e II são corretas.

 b)  apenas as proposições I e IV são corretas.

 c)  as proposições II e IV são incorretas.

 d)  todas as proposições são corretas.


Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1104868

Questão 212: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC MA)/PC MA/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Texto 
 
João nutria grande desejo por sua colega de turma, Estela, mas não era correspondido. Esse desejo transformou-se em ódio e fez
que João planejasse o estupro e o homicídio da colega. Para isso, ele passou a observar a rotina de Estela, que trabalhava
durante o dia e estudava com João à noite. Determinado dia, após a aula, em uma rua escura no caminho de Estela para casa,
João realizou seus intentos criminosos, certo de que ficaria impune, mas acabou sendo descoberto e preso.
 
Conforme a criminologia crítica, o crime praticado contra Estela, descrito no texto, pode ser explicado
 a)  por traumas de infância desenvolvidos por João, o que tornou difícil a sua relação com as mulheres.
 b)  pela pouca iluminação da rua que Estela elegeu para voltar para casa depois da aula.
 c)  pelo comportamento imprudente de Estela, que, no período noturno, andava sozinha em rua mal iluminada.
  d)    pela existência de alguma característica inata de João, que fatalmente o levaria a cometer os crimes de estupro e
homicídio.
 e)  por multifatores, como uma cultura misógina que desvaloriza as mulheres e que legitima a sua punição quando não forem
atendidos os interesses e os desejos masculinos.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/589566

Questão 213: FUMARC - Del Pol (PC MG)/PC MG/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
“Por debaixo do problema da legitimidade do sistema de valores recebido pelo sistema penal como critério de orientação para o
comportamento socialmente adequado e, portanto, de discriminação entre conformidade e desvio, aparece como determinante o
problema da definição do delito, com as implicações político-sociais que revela, quando este problema não seja tomado por dado,
mas venha tematizado como centro de uma teoria da criminalidade. Foi isto o que aconteceu com as teorias da ‘reação social’, ou
labeling approach, hoje no centro da discussão no âmbito da sociologia criminal.”
 
BARATTA, Alessandro. Criminologia Crítica e Crítica do Direito Penal. Introdução à sociologia do Direito Penal. 3. ed. Rio de Janeiro: Revan: Instituto
Carioca de Criminologia. p. 86. (Coleção Pensamento Criminológico)
 
Com base no excerto acima, referente ao paradigma do labeling approach, analise as asserções a seguir:
 
I – O labeling approach tem se ocupado em analisar, especialmente, as reações das instâncias oficiais de controle social, ou
seja, tem estudado o efeito estigmatizante da atividade da polícia, dos órgãos de acusação pública e dos juízes.
 
PORQUE
 
II – Não se pode compreender a criminalidade se não se estuda a ação do sistema penal, pois o status social de delinquente
pressupõe o efeito da atividade das instâncias oficiais de controle social da delinquência.
 
Está CORRETO o que se afirma em:
 a)  I e II são proposições falsas.
 b)  I e II são proposições verdadeiras e II é uma justificativa correta da I.
 c)  I é uma proposição falsa e II é uma proposição verdadeira.
 d)  I é uma proposição verdadeira e II é uma proposição falsa.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/638052

Questão 214: FUNDATEC - Del Pol (PC RS)/PC RS/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A partir da Modernidade, constituíram-se os movimentos e as escolas criminológicas que se concentraram no estudo da
criminalidade e da criminalização dos comportamentos, levando em consideração a causa dos delitos. Fatores como a biotipologia
humana e o meio ambiente são associados à prática dos delitos. Todavia, pode-se afirmar que uma teoria, em especial, rompe
com esse padrão e não recai na análise causal do delito, mas, sim, na análise dos processos de criminalização e do funcionamento
das agências de punitividade.
 
Tal teoria é a:

 a)  Do etiquetamento.
 b)  Positivista do “homem delinquente”.

 c)  Sociológica do desvio.

 d)  Evolucionista da espécie.

 e)  Social da ação.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/638195

Questão 215: FUNDATEC - Del Pol (PC RS)/PC RS/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A representação artística a seguir aborda uma mesma temática (vício) sob duas perspectivas: tradicional e contemporânea. Dessa
observação, resta evidenciado um novo padrão de comportamento humano, despertado pelo advento da tecnologia. Em suma, a
imagem comunica uma crítica sobre a sociedade e o modo de vida atuais.
 

 
No mesmo sentido, é a crimininologia ____________, como derivação da crimininologia ___________, que insere novos temas,
ícones e símbolos criminais na interpretação do processo de seleção de condutas humanas como típicas e suas formas de
resposta ao delito.

Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do trecho acima.

 a)  cultural – crítica

 b)  cibernética – positiva

 c)  crítica – cultural

 d)  positivista – crítica

 e)  científica – positivista


Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/638199

Questão 216: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A atuação da polícia judiciária ao investigar e prender infratores acaba por contribuir com a inserção do infrator no sistema de
justiça criminal, inserindo-o em uma “espiral” que o impedirá de retornar à situação anterior sendo, para sempre, definido como
criminoso. Essa afirmação se relaciona, preponderantemente, com qual teoria sociológica da criminalidade?
 a) Subcultura.
 b) Ecológica do crime.
 c) Etiquetamento Social.
 d) Anomia.
 e) Janelas quebradas.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651826

Questão 217: UEG - Del Pol (PC GO)/PC GO/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Sobre o labelling approach e sua influência sobre o pensamento criminológico do século XX, constata-se que

 a)  a criminalidade se revela como o processo de anteposição entre ação e reação social.

 b)  recebeu influência decisiva de correntes de origem fenomenológica, tais como o interacionismo simbólico e o behaviorismo.

 c)  o sistema penal é entendido como um processo articulado e dinâmico de criminalização.

 d)  parte dos conceitos de conduta desviada e reação social como termos independentes para determinar que o desvio e a
criminalidade não são uma qualidade intrínseca da conduta.

  e)  no processo de criminalização seletiva o funcionamento das agências formais de controle mostra-se autossuficiente e
autorregulado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/697178
Questão 218: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC SE)/PC SE/2018
Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Em seu início, a sociologia criminal buscava associar a gênese delituosa a fatores biológicos. Posteriormente, ela passou a
englobar as chamadas teorias macrossociológicas, que não se limitavam à análise do delito segundo uma visão do indivíduo ou de
pequenos grupos, mas consideravam a sociedade como um todo.
 
Tendo esse fragmento de texto como referência inicial, julgue o item a seguir, relativo a teorias sociológicas em criminologia.
 
Na perspectiva macrossociológica, o pensamento criminológico moderno é influenciado por duas visões: a das teorias de consenso
e a das teorias de conflito.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/699432

Questão 219: IADES - Sold (PM DF)/PM DF/Corneteiro/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Howard Becker, na obra Outsiders, assinala que a conduta desviante se origina a partir da sociedade. Determinados grupos sociais
criam regras cuja violação constitui a desviação; por sua vez, ao se aplicar essas regras a pessoas específicas, essas são rotuladas
como outsiders. O desviante é alguém a quem o rótulo social de criminoso foi aplicado com sucesso, pois a desviação não é uma
qualidade do ato que a pessoa comete, mas uma consequência da aplicação, pelos outros, das regras e sanções para o ofensor.
 
Considerando essas informações, é correto afirmar que o construto teórico-criminológico de Howard Becker constitui um dos
expoentes da teoria da(o)
 a)  associação diferencial.
 b)  subcultura delinquente.
 c)  paz pública.
 d)  anomia.
 e)  etiquetamento social.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/715858

Questão 220: IADES - Sold (PM DF)/PM DF/Corneteiro/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A macrossociologia comporta duas visões que influenciaram o pensamento criminológico. A primeira tem um recorte funcionalista
e é conhecida como teorias da integração ou teorias do consenso, e a segunda denomina-se teorias do conflito, pois estas partem
de visões conflitivas da realidade. Considera-se uma teoria do conflito a
 a)  teoria da associação diferencial.
 b)  escola de Chicago.
 c)  teoria crítica.
 d)  teoria da anomia.
 e)  teoria da subcultura deliquente.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/715859

Questão 221: FUMARC - Esc Pol (PC MG)/PC MG/2018


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Analise com atenção o trecho abaixo:

“[...] surgido nos anos 60, é o verdadeiro marco da chamada teoria do conflito. Ele significa, desde logo, um abandono do
paradigma etiológico-determinista e a substituição de um modelo estático e monolítico de análise social por uma perspectiva
dinâmica e contínua de corte democrático. A superação do monismo cultural pelo pluralismo axiológico de pensamento. Assim, a
ideia de encarar a sociedade como um todo pacífico, sem fissuras interiores, que trabalha para a manutenção da coesão social, é
substituída, em face de uma crise de valores, por uma referência que aponta para as relações conflitivas existentes dentro da
sociedade e que estavam mascaradas pelo sucesso do Estado de Bem-Estar Social”

(SCHECAIRA, Sérgio Salomão. Criminologia. 4. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2012. p. 236).

Sobre o trecho, é CORRETO afirmar que se refere ao movimento criminológico

 a)  do labelling approach, ramificação da Criminologia do Conflito.

 b)  da anomia, ramificação da Criminologia do Consenso.

 c)  da associação diferencial, ramificação da Criminologia do Consenso.

 d)  da subcultura delinquente, ramificação da Criminologia do Conflito.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/759206
Questão 222: VUNESP - DP RO/DPE RO/2017
Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Assinale a alternativa que contém somente teorias consagradas na Sociologia Criminal.

 a)  Teoria do recolhimento e Teoria da reação típica.

 b)  Teorias Multifatoriais e Teoria “ecológica da escola de Chicago”.

 c)  Labelling Aproach  e Teoria “escatológica da escola de Boston”.

 d)  Teoria do Processo Crime e Teoria do Processo Penal.

 e)  Teoria do Livre Arbítrio e Teoria da reação cultural.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/577713

Questão 223: FCC - DP SC/DPE SC/2017


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A teoria do labelling approach

 a)  também é conhecida como teoria da anomia e exerceu forte influencia sobre o funcionalismo penal.

 b)  possui uma perspectiva transdisciplinar na discussão da questão urbana e da ecologia criminal.

 c)  surge no Reino Unido na década de 1950 em reação à teoria da associação diferencial.

 d)  tem o interacionismo simbólico na sociologia como forte influência para seu desenvolvimento em ruptura aos modelos de
consenso até então imperantes na criminologia.

 e)  tem sua raiz na sociologia marxista do conflito.


Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985119

Questão 224: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC PE)/PC PE/2016


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Acerca dos modelos teóricos explicativos do crime, oriundos das teorias específicas que, na evolução da história, buscaram
entender o comportamento humano propulsor do crime, assinale a opção correta.

 a) O modelo positivista analisa os fatores criminológicos sob a concepção do delinquente como indivíduo racional e livre, que
opta pelo crime em virtude de decisão baseada em critérios subjetivos.

 b) O objeto de estudo da criminologia é a culpabilidade, considerada em sentido amplo; já o direito penal se importa com a
periculosidade na pesquisa etiológica do crime.

  c)  A criminologia clássica atribui o comportamento criminal a fatores biológicos, psicológicos e sociais como determinantes
desse comportamento, com paradigma etiológico na análise causal-explicativa do delito.

  d)  Entre os modelos teóricos explicativos da criminologia, o conceito definitorial de delito afirma que, segundo a teoria do
labeling approach, o delito carece de consistência material, sendo um processo de reação social, arbitrário e discriminatório de
seleção do comportamento desviado.

 e) O modelo teórico de opção racional estuda a conduta criminosa a partir das causas que impulsionaram a decisão delitiva,
com ênfase na observância da relevância causal etiológica do delito.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/364090

Questão 225: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2016


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
O minimalismo, enquanto movimento crítico ao sistema de justiça penal, foi concebido com a proposta de supressão integral do
sistema penal por outras instâncias de controle social. Em sentido oposto, revelou-se o movimento “Lei e Ordem”, que reconhecia
no direito penal máximo o instrumento primordial à resolução dos problemas que afligem a sociedade.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/507558

Questão 226: Com. Exam. (MPDFT) - PJ (MPDFT)/MPDFT/2015


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Sobre as teorias criminológicas e a finalidade da pena, assinale a opção CORRETA:

 a)  A ideologia do tratamento durante a execução penal, a ideia de que a pena tem a finalidade de prevenção especial e a
valorização do livre arbítrio são resquícios das teorias criminológicas positivistas do século XIX, encabeçadas por Cesare
Lombroso, Enrico Ferri e Raffaele Garofalo.

  b)  As discussões sobre a legitimidade do direito de punir, o controle dos abusos praticados pelas autoridades, a ideia de
prevenção geral da pena e o estudo do delinquente estiveram entre as principais preocupações da escola criminológica clássica,
representada, dentre outros, por Cesare Beccaria e Francesco Carrara.

 c) A teoria do etiquetamento, que teve em Howard Becker um de seus mentores, ocupou-se de indagar o porquê de certas
pessoas serem tratadas como criminosas e de questionar os critérios de seleção das instâncias de controle social, dando primazia
à investigação sobre os motivos que levam o delinquente a praticar o crime, bem como à retribuição proporcional como
fundamento da pena.

 d) O funcionalismo sistêmico, adotado por Günther Jakobs, enxerga, na violação da norma, a expressão simbólica da falta de
fidelidade ao Direito, o que ameaça a integridade e a estabilidade sociais, e defende que a lesão a bens jurídicos específicos não é
o que justifica a incidência da pena, cuja função é de prevenção positiva, representando a reação social ao delito, com reforço da
vigência dos valores violados.

  e)  O garantismo integral penal, do qual é adepto Luigi Ferrajoli, postula tanto a obediência a axiomas como a legalidade,
anterioridade, a lesividade e a presunção de inocência, quanto a tutela dos interesses da vítima no desenrolar do processo penal,
por ser ela uma parte necessitada da proteção do Estado, contexto no qual a pena tem a função de diminuir as reações informais
e arbitrárias do particular ao delito.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/474573

Questão 227: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Pode-se afirmar que o pensamento criminológico moderno é influenciado por uma visão de cunho funcionalista e uma de cunho
argumentativo, que possuem, como exemplos, a Escola de Chicago e a Teoria Crítica, respectivamente. Essas visões também são
conhecidas como teorias

 a) da ecologia criminal e do transtorno.

 b) do consenso e do conflito.

 c) do conhecimento e da pesquisa.

 d) da formação e da dedução.

 e) do estudo e da conclusão.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213962

Questão 228: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A teoria do labelling approach é uma das mais importantes teorias do conflito. Surgiu na década de 60 nos Estados Unidos da
América e tem, como um de seus principais autores, Howard Becker.
 
Essa teoria também é conhecida como teoria

 a) cultural ou de modismo.

 b) da associação diferencial ou white colar crimes.

 c) do estudo ou da pesquisa.

 d) do etiquetamento ou da rotulação.

 e) da anomia ou da subcultura delinquente.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213964

Questão 229: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A corrente do pensamento criminológico, que teve por precursor Filippo Gramatica e fundador Marc Ancel, a qual apregoa que o
delinquente deve ser educado para assumir sua responsabilidade para com a sociedade, a fim de possibilitar saudável convívio de
todos (pedagogia da responsabilidade), é denominada

 a) Janelas Quebradas (Broken Windows).

 b) Escola Antropológica Criminal.

 c) Nova Defesa Social.

 d) Criminologia Crítica.

 e) Lei e Ordem.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214127

Questão 230: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Dentre os modelos sociológicos, as teorias da criminologia crítica, da rotulação e da criminologia radical são exemplos da teoria

 a) do consenso.

 b) da aparência.

 c) do descaso.

 d) da falsidade.

 e) do conflito.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214673

Questão 231: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A teoria do neorretribucionismo, com origem nos Estados Unidos, também conhecida por “lei e ordem” ou “tolerância zero”, é
decorrente da teoria

 a) “positiva”.

 b) “janelas quebradas”.

 c) “clássica”.

 d) “cidade limpa”.

 e) “diferencial”.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214674

Questão 232: VUNESP - Med Leg (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A Reforma Penal de 1984, que alterou integralmente a Parte Geral do Código Penal e editou a Lei de Execução Penal,
especialmente em dispositivos como o cumprimento progressivo da pena privativa de liberdade, bem como a Lei n.º 9.714/98,
que reformulou o sistema de penas alternativas, são exemplos concretos da aplicação da teoria sociológica da criminalidade
conhecida como

 a) justiça restaurativa.

 b)  gradient tendency.

 c)  labbelling approach.

 d) teoria da anomia.

 e) terceira escola
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214778

Questão 233: VUNESP - Del Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A moderna Sociologia Criminal possui visão bipartida do pensamento criminológico atual, sendo uma de cunho funcionalista e
outra de cunho argumentativo. Trata-se das teorias

 a) indutiva e dedutiva.

 b) do consenso e do conflito.

 c) absoluta e relativa.

 d) moderna e contemporânea.

 e) abstrata e concreta.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/215077

Questão 234: VUNESP - DTP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
As teorias macrossociológicas que influenciaram o pensamento criminológico moderno são as teorias:

 a) social e comportamental.

 b) de consenso e de conflito.

 c) negativa e refletiva.

 d) clássica e contemporânea.

 e) positiva e refletiva.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/215172

Questão 235: VUNESP - DTP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A moderna criminologia exige do Estado Democrático de Direito um controle razoável da criminalidade que, no Brasil, apresenta
como sugestão metodológica eficaz para a pequena e média criminalidade o modelo

 a) da “tolerância zero”, criminalizando toda e qualquer conduta antissocial.

 b) de justiça consensual como, por exemplo, a lei dos Juizados Especiais Criminais.

 c) da utilização do Direito Penal como “prima ratio”, evitando desdobramentos mais graves.

 d) do “Direito Penal do Inimigo”, desenvolvido pelo alemão Günther Jakobs.

 e) de “recrudescimento da pena” como, por exemplo, o tráfico de drogas ilícitas, de acordo com a Lei n.º 11.343/06.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/215193

Questão 236: VUNESP - PC (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A Teoria do labelling approach, a qual explica que a criminalidade não é uma qualidade da conduta humana, mas a consequência
de um processo em que se atribui tal estigmatização, também é denominada teoria

 a) da desorganização social.

 b) da rotulação ou do etiquetamento.

 c) da neutralização.

 d) da identificação diferencial.

 e) da anomia.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220147

Questão 237: CEBRASPE (CESPE) - AL (CAM DEP)/CAM DEP/Área XXII/Consultor Legislativo/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A respeito da criminologia, da lei penal e da teoria geral do crime, julgue o seguinte item.
 
O Poder Legislativo é considerado como uma agência de criminalização primária.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/255999

Questão 238: NC UFPR (FUNPAR) - DP PR/DPE PR/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Em relação às distintas teorias criminológicas, a ideia de que o “desviante” é, na verdade, alguém a quem o rótulo social de
criminoso foi aplicado com sucesso foi desenvolvida pela Teoria

 a)  da anomia.

 b)  da associação diferencial.

 c)  da subcultura delinquente.

 d)  da ecologia criminal.

 e)  da reação social ou Labelling Approach.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/427356

Questão 239: Com. Exam. (MPE GO) - PJ (MPE GO)/MPE GO/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Marque a alternativa que conforme a doutrina não se apresenta como uma faceta da chamada “tendência securitária”, na vertente
do Movimento de Lei e Ordem:

 a)  A “theory ticking bomb scenario” (teoria do cenário da bomba relógio).

 b)  A “three strikes law” (lei dos três golpes) ou “three strikes and you're out” (três faltas e você está fora).

 c)  A “purged taint exception” (exceção da mancha ou nódoa removida).


 d)  A “broken windows theory” (teoria das janelas quebradas).
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/498861

Questão 240: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A "Nova Defesa Social", inspirada na obra de Marc Ancel, foi um movimento extremista, caracterizado pela defesa de um corpo de
doutrina estável, com umA programação acrítica.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/506972

Questão 241: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2014


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
O movimento de política criminal denominado "lei e ordem" se deve à construção teórica de Gunther Jacobs que, por sua vez,
deriva do "labelling approach".
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/506976

Questão 242: CEBRASPE (CESPE) - DPF/PF/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Julgue o item a seguir, relacionados aos modelos teóricos da criminologia.

O surgimento das teorias sociológicas em criminologia marca o fim da pesquisa etiológica, própria da escola ou do modelo
positivista.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/124066
Questão 243: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2013
Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A Teoria do Etiquetamento ou do labelling approach inspirou no Direito Penal Brasileiro a instituição
 a) da Lei de Segurança Nacional.

 b) do Código Penal Militar.

 c) da Lei dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais.

 d) da Teoria do Direito Penal do Inimigo.

 e) da Lei dos Crimes Hediondos.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/140868

Questão 244: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
São teorias do conflito as teorias

 a) das áreas criminais, da identificação diferencial e da criminologia crítica.

 b) da desorganização social, da neutralização e das áreas criminais.

 c) do conflito cultural, do etiquetamento e da associação diferencial.

 d) da associação diferencial, da subcultura e do estrutural- -funcionalismo.

 e) da criminologia crítica, da rotulação e da criminologia radical.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/140871

Questão 245: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A corrente de pensamento criminológico que critica a exibição de cenas em televisão e cinema, de abuso de drogas ilícitas, prática
de roubos, sequestros, bem como outras condutas delituosas, alçando seus protagonistas a status de “heróis” ou “justiceiros”,
fomentando sua imitação pelas pessoas, principalmente jovens, é a Teoria

 a) da Identificação Diferencial.

 b) da Reação Social.


 c) da Criminologia Radical.

 d) da Associação Diferencial.

 e) da Criminologia Crítica.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/140875

Questão 246: FCC - DP SP/DPE SP/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
“(...) instrumento de legitimação da gestão policial e judiciária da pobreza que incomoda − a que se vê, a que causa incidentes e
desordens no espaço público, alimentando, por conseguinte, uma difusa sensação de insegurança, ou simplesmente de incômodo
tenaz e de inconveniência −, propagou-se através do globo a uma velocidade alucinante. E com ela a retórica militar da “guerra”
ao crime e da “reconquista” do espaço público, que assimila os delinquentes (reais ou imaginários), sem-teto, mendigos e outros
marginais a invasores estrangeiros − o que facilita o amálgama com a imigração, sempre rendoso eleitoralmente.”
 
(WACQUANT, Loïc. As Prisões da Miséria.)

A escola/doutrina descrita pelo autor é

 a)  associação diferencial.

 b)  funcionalismo penal.

 c)  abolicionismo penal.

 d)  “tolerância zero”.

 e)  Escola de Chicago.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/156418

Questão 247: FCC - DP SP/DPE SP/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
O conceito de periculosidade

 a)  deve ser observado nas três fases de aplicação da pena, uma vez que o agente que represente maior risco de reincidência
deve ter a pena majorada.

 b)  representa uma manifestação do chamado direito penal do fato.

 c)  teve seu desenvolvimento e legitimação no sistema penal a partir da teoria do labelling approach ou para digma da reação
social.

 d)  é exigência legal e necessária para a análise da progressão de regime de cumprimento de pena, uma vez que a pessoa
perigosa pode representar grave risco à ordem social.

 e)  é incompatível com o conceito normativo de culpabilidade adotado pelo Código Penal Brasileiro.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/156419

Questão 248: FCC - TJ TRT15/TRT 15/Administrativa/Segurança/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A relação existente entre crimes conhecidos ou esclarecidos pela Polícia, ou processados, e o papel desempenhado pela vítima,
identificam que os crimes conhecidos ordinariamente resultam de uma proatividade da polícia, ou de uma reatividade. Na
proatividade, a polícia seleciona suspeitos pelos estereótipos. Isso pode implicar em procedimentos discriminatórios por parte da
polícia, desde que há grupos antecipadamente considerados como mais propensos à prática de delitos, e outros grupos imunes à
suspeita, ou investigação.

Na reatividade, a denúncia da vítima desempenha papel vital. Mas eles advertem: nem toda vítima faz desencadear investigações.
Só as capazes de se justificarem como tais. Ou seja, não é toda vítima que consegue fazer com que a polícia inicie uma
investigação. E é a polícia que define quem e o que investigar.

(Disponível em: http://www.doraci.com.br/files/crimino logia.pdf. Consulta em 08/11/2013)

Com base no texto apresentado, assinale a alternativa correta.

 a)  Os crimes somente são esclarecidos se houver denúncias.

 b)  A polícia concentra o seu trabalho em grupos que por vezes estereotipa.

 c)  A polícia é também responsável, de certa forma, por alguns crimes.

 d)  A polícia apresenta mais reatividade do que proatividade.

 e)  A polícia deixa sempre a desejar em suas investigações de reatividade.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/190712

Questão 249: VUNESP - Dat Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Quanto à teoria neorretribucionista, é correto afirmar:

 a) surgiu na Europa, no século passado, baseada na teoria do consenso, tem como objetivo coibir o crime organizado e os
crimes transnacionais, o que inibiria os crimes menos graves.

  b)  surgiu na Itália, na década de sessenta, é uma das mais importantes teorias do conflito, por meio dessa teoria, a
criminalidade não é resultante somente da conduta humana, mas a consequência de um processo em que se atribui uma
qualidade à pessoa.

  c)  surgiu nos Estados Unidos, inspirada na escola de Chicago, com a denominação “lei e ordem” ou “tolerância zero”,
decorrente da teoria das janelas quebradas, tem como objetivo coibir os pequenos delitos, o que inibiria os mais graves.

 d) surgiu na Alemanha, no século XIX, defende que o comportamento do criminoso é aprendido, nunca herdado, criado ou
desenvolvido pelo sujeito ativo, tem como objetivo identificar e punir rigorosamente o criminoso para servir de exemplo, a
chamada prevenção geral.

 e) surgiu na Inglaterra, está baseada na teoria da subcultura delinquente, ou seja, o comportamento criminoso é um sintoma
de dissociação entre as aspirações socioculturais e os meios desenvolvidos para alcançar essas aspirações.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/219700

Questão 250: VUNESP - PP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Uma das mais importantes teorias do conflito; surgiu nos Estados Unidos nos anos de 1960, e seus principais expoentes foram
Erving Goffman e Howard Becker. Trata-se da

 a)  Teoria do labelling approach.

 b)  Teoria da subcultura delinquente.

 c)  Teoria da desorganização social.

 d)  Teoria da anomia.

 e)  Teoria das zonas concêntricas.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220421

Questão 251: VUNESP - PC (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Assinale a alternativa correta.

 a) A Teoria do Controle postula que o crime ocorre como resultado de um equilíbrio entre os impulsos em direção à atividade
criminosa e os controles éticos ou morais que a detêm. Interessa-se principalmente pelas motivações que os indivíduos possuem
para executar os crimes.

 b) A Escola de Buffalo é o berço da moderna Sociologia americana.

 c) A moderna Sociologia Criminal contempla o fato delitivo invariavelmente como “fenômeno natural” e pretende explicá-lo em
função de um determinado marco jurídico.

  d)  A Teoria Estrutural-Funcionalista explica o efeito criminógeno das grandes cidades, valendo-se dos conceitos de
desorganização e contágio inerentes aos modernos núcleos urbanos e, sobretudo, invocando o debilitamento do controle social
nestes núcleos.

  e)  Teorias do Conflito, tradição na Sociologia Criminal norte-americana, pressupõem a existência, na sociedade, de uma
pluralidade de grupos e subgrupos que, eventualmente, apresentam discrepâncias em suas pautas valorativas.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220916

Questão 252: Com. Exam. (MPF) - Proc Rep/MPF/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
RIMINOLOGIA PODE SER ENTENDIDA COMO A CIÊNCIA DO SER, QUE VISA REUNIR INFORMAÇÕES VÁLIDAS E CONFIÁVEIS
SOBRE O “PROBLEMA CRIMINAL”, SENDO CERTO QUE SEU OBJETO SE DIVIDE NO ESTUDO EMPÍRICO E INTERDISCIPLINAR DO
CRIME, DO CRIMINOSO, DA VÍTIMA E DA REAÇÃO SOCIAL. DIANTE DISSO, É INCORRETO AFIRMAR:

 a)  Para a moderna vitimologia, nem sempre a vítima possui um papel neutro ou involuntário na dinâmica do fato criminoso,
razão pela qual existiriam fatores de predisposição vitimal, podendose, através de estudos empíricos, efetuar uma melhor
prevenção do crime, não por intermédio da abstenção do infrator, mas por uma mudança de atitude da vítima em potencial.

  b)  Para a teoria do etiquetamento ou teoria do labelling approach, bastante utilizada nos estudos criminológicos
contemporâneos, considera-se que as agências ou instâncias formais de controle não têm qualquer influência na perpetração do
crime, decorrendo este de fatores ou falhas das agências ou instâncias informais de controle.
  c)  Para a teoria crítica, não há uma causa ontológica do crime, decorrendo o status de criminoso de um atributo imposto
pelas classes dominantes com o objetivo de subjugar indivíduos integrantes dos baixos estratos sociais, por intermédio, dentre
outros mecanismos opressivos, da manipulação das leis penais por parte dos detentores do poder econômico, o que é
característico de um modelo capitalista de sociedade.

 d)  Para a teoria do crime do colarinho branco considera-se como tal o ilícito perpetrado por pessoas de elevado status social,
no âmbito de suas atividades profissionais, sendo certo que, por diversos motivos, tais pessoas gozam de um cinturão de
impunidade. Isso não impede a constatação de que a criminalidade perpassa todas as camadas sociais, ao contrário dos estudos
que a associavam à pobreza ou à patologias psicológicas, biológicas ou sociais.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/246005

Questão 253: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A teoria do self-control, como teoria geral da criminalidade, parte de uma determinada imagem do delito e do delinqüente
elaborada sobre a base de investigações interdisciplinares. Sustenta que o delito, em geral, é um comportamento que requer
escassa elaboração e esforço; e devem ser mais produtos do aproveitamento de uma oportunidade.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/508555

Questão 254: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
A criminalização primária, realizada pelos legisladores, é o ato e o efeito de sancionar uma lei penal material que incrimina ou
permite a punição de determinadas pessoas; enquanto a criminalização secundária, exercida por agências estatais como o
Ministério Público, Polícia e Poder Judiciário, consistente na ação punitiva exercida sobre pessoas concretas, que acontece quando
é detectado uma pessoa que se supõe tenha praticado certo ato criminalizado primariamente.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/508557

Questão 255: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2013


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Os principais postulados do labelling approach  são o interacionismo simbólico e construtivismo social; a introspecção simpatizante
como técnica de aproximação da realidade criminal para compreendê-la a partir do mundo do desviado e captar o verdadeiro
sentido que ele atribui a sua conduta; a natureza “definitorial” do delito; o caráter constitutivo do controle social; a seletividade e
discriminatoriedade do controle social; o efeito criminógeno da pena e o paradigma do controle.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/508558

Questão 256: FCC - DP SP/DPE SP/2012


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Assinale a alternativa correta.

 a) A criminologia crítica defende a análise individualizada da periculosidade do agente como direito inerente ao princípio do
respeito à dignidade humana.

 b) A Escola positivista pregava a análise puramente objetiva do fato, deixando em segundo plano as características pessoais
de seu autor.

 c) A teoria retributiva dos fins da pena foi desenvolvida a partir dos estudos de Lombroso e Garofalo, em meados do século
XVIII.

 d) A teoria do labelling approach dispõe-se a estudar, dentre outros aspectos do sistema punitivo, os mecanismos de reação
social ao delito e a influência destes na reprodução da criminalidade.

 e) A teoria finalista da ação é fruto da concepção positivista de livre-arbítrio, que entende o homem como ser determinado
pelas circunstâncias sociais.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/74570

Questão 257: CONSULPLAN - PJ (MPE MG)/MPE MG/2012


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
De acordo com a vertente criminológica do “etiquetamento” (labeling approach), é CORRETO afirmar que a Criminologia deve:

 a) investigar as causas da criminalidade do colarinho branco.

 b) pesquisar as origens ontológicas dos comportamentos “etiquetados” pela lei como criminosos (tipicidade criminológica), a
partir da concepção jurídico‐penal de delito (conceito legal de crime).

 c) estudar o efeito estigmatizante da atividade da polícia, do Ministério Público e dos juízes.

 d) ocupar‐se da crítica do comportamento como bom ou mal, valorando‐o como positivo ou negativo do ponto de vista ético
(perspectiva da defesa social).
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/226092

Questão 258: Com. Exam. (MPE PR) - PJ (MPE PR)/MPE PR/2012


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Assinale a alternativa incorreta:

 a)  O anacronismo do Código Penal brasileiro (Decreto-Lei n. 2.848, de 7 de dezembro de 1940) e da Reforma realizada pelas
Leis 7.209/84 e 7.210/84 decorre da não adoção das ideias centrais do movimento criminológico do labelling approch pelo
legislador brasileiro;

  b)  A Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948, representou um avanço radical, em relação à Declaração
americana de 1776 ou à proclamação francesa de 1789, pois incluiu não apenas direitos políticos básicos, mas também o direito
ao trabalho, o direito à educação, a proteção contra o desemprego e a pobreza, o direito de sindicalização e até mesmo o direito
a uma remuneração justa e favorável;

  c)  Para Jürgen Habermas, o conceito de cidadania merece interpretação liberal e republicana. Na liberal, a cidadania se
justifica no ordenamento jurídico pelo fato de se permitir constatar no caso concreto quais direitos competem a cada indivíduo.
Na visão republicana, esses direitos subjetivos resultam de uma ordem jurídica objetiva, a qual não somente garante a
integridade de uma convivência autônoma, com iguais direitos, mas também se assenta no respeito mútuo;

 d)  No Estado Democrático de Direito, há a garantia de contestabilidade, inerente à noção de contrato social, que permite que
a jurisdição constitucional, por intermédio da razão pública, atue de forma contra majoritária para invalidar leis aprovadas pela
maioria legislativa;

  e)  No contexto do Programa do Realismo Utópico, de Anthony Giddens, propõe-se a democracia dialógica, como meio de
afastar o recurso à violência dos relacionamentos sociais, para além da esfera política formal; com isto, a democracia penetra em
especial em quatro arenas da vida social: 1) a vida pessoal, atuando sobre as relações familiares, sexuais, de amizade, fazendo
com que o indivíduo alcance autonomia material e psicológica para dialogar com os outros e resolver os conflitos; 2) os
movimentos sociais e de auto-ajuda, abrindo espaço para o diálogo público sobre questões que extrapolam a política tradicional;
3) a organizacional, com a flexibilização, descentralização e democratização dos processos produtivos e de prestação de serviços;
4) a global, com a gestação de formas de democracia representativa paralelas às estabelecidas dentro dos estados-nação.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/492918

Questão 259: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2012


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
I – Entre os princípios fundamentais da Escola de Chicago, liderada por Marc Ancel, encontra-se a afirmação de que o crime
é um ente jurídico, o fundamento da punibilidade é o livre-arbítrio, a pena é uma retribuição ao mal injusto causado pelo
crime e nenhuma conduta pode ser punida sem prévia cominação legal.
 
II – São princípios informadores do direito penal mínimo: insignificância, intervenção mínima, proporcionalidade,
individualização da pena e humanidade.

III – A Criminologia Crítica, além da consideração de um determinismo econômico, introduz o contexto sociológico, político
e cultural para explicar a delinqüência e também o próprio direito penal.

IV – A Teoria da Retribuição, também chamada absoluta, concebe a pena como o mal injusto com que a ordem jurídica
responde à injustiça do mal praticado pelo criminoso, seja como retribuição de caráter divino (Stahl, Bekker), ou de caráter
moral (Kant), ou de caráter jurídico (Hegel, Pessina.)

V – A Escola de Política Criminal ou Escola Sociológica Alemã reúne entre os seus postulados a distinção entre imputáveis e
inimputáveis - prevendo pena para os "normais" e medida de segurança para os "perigosos" - e a eliminação ou substituição
das penas privativas de liberdade de curta duração.

 a) Apenas as assertivas I, II e III estão corretas.

 b) Apenas as assertivas III e V estão corretas.

 c) Apenas as assertivas I, II e IV estão corretas.

 d) Apenas as assertivas III, IV e V estão corretas.

 e) Todas as assertivas estão corretas.


Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/509536

Questão 260: Com. Exam. (MPE PR) - PJ (MPE PR)/MPE PR/2011


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Examine as afirmações abaixo e após responda:

I- A criminologia crítica parte da premissa de que a Criminologia não deve ter por objeto apenas o crime e o criminoso como
institucionalizados pelo direito positivo, mas deve questionar também as bases estruturais econômicas e sociais que
caracterizam a sociedade na qual vive o autor da infração penal.

II- Entende a doutrina que cabe à criminologia crítica questionar os fatos como expressão da decadência dos sistemas
sócio-econômicos e políticos.

III- Conforme entendimento doutrinário, cabe à criminologia crítica reter como material de interesse para o Direito Penal
apenas o que efetivamente mereça punição reclamada pelo consenso social, e denunciando todos os expedientes destinados
a incriminar condutas que, apenas por serem contrárias aos poderosos do momento, política ou economicamente, venham a
ser transformadas em crimes.

IV- Na visão dos doutrinadores da criminologia crítica, o princípio do fim ou da prevenção da pena é questionado a partir do
entendimento de que a ressocialização não pode ser obtida numa instituição como a prisão, que sempre seria convertida
num microcosmo no qual se reproduzem e agravam as graves contradições existentes no sistema social exterior.

V- No entendimento dos doutrinadores da criminologia crítica, o princípio da culpabilidade é questionado a partir da teoria
das subculturas, segundo a qual o comportamento humano não representa a expressão de uma atitude interior dirigida
contra o valor que tutela a norma penal, pois não existe apenas o sistema de valor oficial, mas uma série de subsistemas de
valores decorrentes dos mecanismos de socialização e de aprendizagem dos grupos e do ambiente em que o indivíduo se
encontra inserto.

 a)  todas as afirmativas estão corretas.

 b)  as afirmativas I, III, IV e V são as únicas corretas.

 c)  as afirmativas IV e V são as únicas corretas.

 d)  as afirmativas II e III são incorretas.

 e)  todas as afirmativas são incorretas.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/493098

Questão 261: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2011


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
I – O direito penal do inimigo, construção teórica atribuída a Günther Jacobs, implica na refutação de postulados do direito
penal liberal e garantista, próprio do Estado Democrático de Direito. Trata-se de um Direito Penal construído a partir da
pessoa do delinquente e não a partir do fato delituoso, o que significa a legitimação do Direito Penal do autor.
 
II – Ao tratar da teoria do garantismo jurídico-penal, Luigi Ferrajoli sustenta a necessidade de reduzir as penas detentivas,
vez que excessivamente aflitivas e danosas. Ao mesmo tempo, porém, defende, contra as hipóteses propriamente
abolicionistas, a forma jurídica da pena, enquanto técnica institucional de minimização da reação violenta aos desvios
socialmente não tolerados e como garantia do acusado contra os arbítrios, os excessos, e os erros conexos a sistemas não
jurídicos de controle social.
 
III – O sistema garantista, segundo professa Luigi Ferrajoli, constitui um modelo-limite, apenas tendencialmente e jamais
perfeitamente satisfatível.
 
IV – O princípio da insignificância constitui causa excludente da culpabilidade, já que atua sobre a potencial consciência da
ilicitude do fato.
 
V – O movimento de política criminal chamado “lei e ordem” tem como postulado fundamental o princípio da intervenção
mínima, que estabelece que o Direito Penal somente deve atuar na defesa dos bens jurídicos imprescindíveis à coexistência
social, sendo uma orientação político-criminal restritiva do jus puniendi.
 
 a)  Apenas as assertivas I, II e III estão corretas.
 b)  Apenas as assertivas I, II, IV e V estão corretas.
 c)  Apenas as assertivas II, III e IV estão corretas.
 d)  Apenas as assertivas I, III e V estão corretas.
 e) Todas as assertivas estão corretas.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/509768

Questão 262: Com. Exam. (MPE GO) - PJ (MPE GO)/MPE GO/2010


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Com base na Criminologia contemporânea majoritária (perspectiva etiológica), assinale a alternativa incorreta:

 a)  A teoria do etiquetamento, proposta por Becker, destaca a importância do estudo de psicopatas para a compreensão do
fenômeno delitivo.

 b)  A teoria ecológica ou da desorganização social aponta para o meio físico (principalmente, o bairro) na compreensão do
fenômeno delitivo.

 c)  Para as teorias da aprendizagem, alguém primeiro se agrupa com sujeitos que cumprem as normas ou não, e isso influi
decisivamente em que seu próprio comportamento seja respeitoso ou desviado.

  d)  A teoria da anomia, a partir da formulação de Durkheim, sugere que tanto as crises econômicas como as épocas de
aumento inesperado de bem-estar têm influência agravante na taxa de criminalidade.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/499346

Questão 263: Com. Exam. (MPE GO) - PJ (MPE GO)/MPE GO/2010


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Sobre os conceitos básicos da criminologia, marque a alternativa correta:

  a)  A Escola Positiva, encabeçada por Lombroso, Garofalo e Ferri, surge no final do século XIX como crítica e alternativa à
denominada Escola Clássica, dando lugar a uma polêmica que duraria quase um século. No entanto, a Scuola Positiva italiana,
apresenta duas vertentes opostas: a antropológica de Lombroso e a sociológica de Ferri, que acentuaram a relevância etiológica
do fator individual e do fator social em suas respectivas explicações do delito.

 b)  Por vitimização terciária entende-se os custos pessoais derivados da intervenção do sistema legal que, paradoxalmente,
incrementam o padecimento da vítima.

  c)  O controle social é o conjunto de instituições, estratégias e sanções sociais que pretendem promover e garantir a
convivência interna de seus membros, segundo modelos e normas comunitários. Divide-se em instância formal e informal,
atuando esta subsidiariamente em relação à primeira, tendo em vista sua maior efetividade.

 d)  Uma das principais diferenças entre o Direito Penal e a Criminologia é o método empregado nas investigações. Enquanto
no Direito Penal o método empregado é o indutivo-sistemático para analisar o fato delitivo, na Criminologia a abordagem do
fenômeno criminal é empírica e interdisciplinar.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/499348

Questão 264: FCC - Proc (ALESP)/ALESP/2010


Assunto: Teorias Conflituais (Etiquetamento e Crítica ou Radical)
Segundo a teoria do conflito social,

 a)  na sociedade agem grupos com interesses opostos, que se encontram em desigualdade e em luta perpétua pelo poder.

 b)  o funcionamento da sociedade pressupõe que os indivíduos aceitem as regras sociais vigentes e se comportem de forma
adequada às mesmas.

 c)  toda mudança social radical é uma falha do sistema, que não consegue mais integrar as pessoas em suas finalidades e
valores.

  d)  sendo a sociedade um sistema harmônico, todo conflito é interpretado como disfuncionalidade ou manifestação de
patologia social.

 e)  a sociedade é uma grande máquina que distribui papéis e recursos aos seus membros, identificados como “as peças da
máquina”.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/568820

Questão 265: FCC - DP SC/DPE SC/2017


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Sobre o sistema penal e a questão racial, é correto afirmar:

  a)  A criminalização secundária do racismo no Brasil conseguiu reverter o quadro histórico do preconceito na sociedade
brasileira.

 b)  A injúria racial impede a substituição da pena privativa de liberdade por pena restritiva de direitos.

 c)  O racismo é característica estrutural do processo de criminalização secundária no Brasil.

 d)  A despeito do grande número de pessoas negras presas no Brasil, não se pode afirmar que o sistema penal brasileiro atue
de forma discriminatória em virtude dos princípios constitucionais.

 e)  Apesar da previsão constitucional de imprescritibilidade do crime de racismo, sua aplicação prática é inócua diante da falta
criminalização primária dos crimes de racismo.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985117

Questão 266: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
A abulomania é um dos fatores desencadeantes do comportamento delituoso de natureza

 a)  biológica.

 b)  religiosa.

 c)  psicológica.

 d)  sociológica.

 e)  filosófica.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213349

Questão 267: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
A respeito dos fatores condicionantes e desencadeantes da criminalidade, é correto afirmar que

 a)  de acordo com as estatísticas, a mulher comete menos crimes que o homem.

 b)  não há qualquer constatação de aumento na prática de crimes em períodos de guerras ou revoluções.

 c)  a desagregação familiar vivida por uma criança ou adolescente necessariamente o conduzirá a uma carreira criminosa na
vida adulta.

 d)  a baixa produtividade escolar, o analfabetismo e o precoce abandono escolar são características raramente observadas nos
criminosos de classes sociais baixas.

 e)  apenas os jovens pobres cometem crimes, o que não é o caso dos jovens de classes sociais mais abastadas.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213358

Questão 268: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Entende-se por ___________ um grupo polimorfo de indivíduos que existe à margem da sociedade, em situação de
___________, sem aptidão para o trabalho, por razões de ordem biológicas ou pela exclusão social.

Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas do trecho.

 a)  mal-vivência ... parasitismo

 b)  parasitismo ... espírito de rebeldia

 c)  mal-vivência ... pleno emprego


 d)  mimetismo ... pleno emprego

 e)  mimetismo ... espírito de rebeldia


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213365

Questão 269: VUNESP - Aux Nec (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
O método de análise utilizado pelos psicólogos para entender a vivência do paciente criminoso no mundo em que ele se encontra,
bem como analisar seu modo de perceber os acontecimentos ao seu redor, é chamado de

 a)  etiologia criminal.

 b)  criminogênese.

 c)  criminologia.

 d)  fenomenologia criminal.

 e)  sociologia criminal.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213506

Questão 270: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Criminologicamente falando, entende-se por mimetismo

 a) a exposição dos órgãos sexuais em público, para o fim de obtenção de prazer.

 b) o desvio reiterado de comportamento do indivíduo adulto diante das leis, como se ainda fosse adolescente.

 c) a reprodução de um comportamento delituoso, por meio de imitação.

 d) a ausência ou diminuição da vontade própria, em favor de terceiros.

 e) o impulso que acomete um indivíduo a participar de jogos de azar.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214115

Questão 271: VUNESP - Foto TP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Pode-se citar como um dos fatores sociais desencadeantes da criminalidade:

 a) as condições favoráveis de habitação ou moradia.

 b) o desemprego, no caso dos crimes do colarinho branco.

 c) a migração, pela facilidade de adaptação em hábitos e culturas locais.

 d) o crescimento populacional ordenado e planejado.

 e) a pobreza, no caso dos crimes contra o patrimônio.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214987

Questão 272: VUNESP - Foto TP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Os meios de comunicação em massa, sobretudo a televisão,

 a) apenas divulgam notícias, não criando qualquer estereótipo de comportamento.

 b) em hipótese alguma, são fatores que influenciam na criminalidade.

 c) cumprem a Constituição Federal, apresentando programação que respeita valores éticos da pessoa humana.

 d) influenciam na criminalidade, acobertados por um discurso de “liberdade de imprensa”, exibindo sexo e violência.

 e) influenciam na criminalidade ao ajudar na formação social e cultural do indivíduo.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214988

Questão 273: VUNESP - Foto TP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Os fatores que contribuem para a criminalidade de cunho social são:

 a) biológicos e mesológicos.

 b) ambientais e locais.

 c) oportunistas e costumeiros.

 d) ocasionais e cotidianos.

 e) relevantes e irrelevantes.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214989

Questão 274: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
No tocante aos fatores desencadeantes da criminalidade, é correto afirmar que

 a) o crescimento populacional desordenado de determinada localidade provoca o aumento de índices criminais.
 b) a educação e o ensino não são fatores que inibem o cometimento de delitos.

 c) as autoridades públicas podem exercer controle sobre os meios de comunicação de massa, por meio de censura, a fim de
assegurar o exercício pleno da liberdade de imprensa.

 d) o desemprego disfarçado ou o subemprego podem apresentar-se sob forma de atividades como “homens-placa”, mas que
não é o caso dos vendedores ambulantes nos semáforos.

 e) não existe tratamento discriminatório das mulheres em relação aos homens por parte dos órgãos públicos, tais como polícia
e sistema penitenciário.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/218544

Questão 275: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Quanto aos fatores impulsionadores do delito, assinale a alternativa correta.
 a) Pesquisas demonstram que a penúria econômica é a causa principal da criminalidade denominada de “colarinho branco”.

 b) Não há relação direta ou indireta entre o cometimento de pequenos furtos, também denominado microcriminalidade, e o
fato de seus autores pertencerem às classes sociais mais baixas.

  c)  A desagregação familiar, por si só, deve ser considerada como fator determinante do comportamento criminoso de um
indivíduo.

 d) De acordo com as estatísticas oficiais, as mulheres cometem mais crimes que os homens.

  e)  Não há constatação de conexão entre o fenômeno delitivo e a religião; os crimes cometidos em nome da religião são
atribuíveis ao fanatismo religioso, porém não ao culto ou à crença em si.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/218546
Questão 276: VUNESP - Aux Nec (PC SP)/PC SP/2013
Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
A respeito dos fatores impulsionadores da criminalidade, assinale a alternativa correta.

  a)  A televisão desfruta de liberdade de imprensa quase absoluta, mas não propaga a banalização da violência em sua
programação.

 b) A falta de qualificação profissional da mão de obra brasileira influencia no aumento dos índices criminais.

  c)  A migração, que gera dificuldades de adaptação cultural por parte dos envolvidos, não fomenta a elevação dos índices
criminais.

 d) A proliferação de favelas propicia a promiscuidade nas relações sociais, mas não influi no aumento dos índices criminais.

 e) O desemprego não influi no aumento de índices criminais de cunho patrimonial.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/218995

Questão 277: VUNESP - Dat Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Assinale a alternativa correta quanto aos fatores condicionantes e desencadeantes da criminalidade.

  a)  A migração pode causar dificuldades de adaptação em face das diferenças culturais, hábitos e valores, bem como um
excedente de mão de obra, propiciando uma alta taxa de desemprego, o que influencia na criminalidade.

 b) O desrespeito entre as pessoas quanto a raça, cor, sexo e etnia não são fatores relevantes que propiciam a criminalidade na
sociedade.

 c) O crescimento populacional ordenado ou planejado, a presença do poder público em todas as áreas sociais e a educação de
qualidade são fatores desencadeantes da criminalidade.

  d)  As condições desfavoráveis de habitação e moradia propiciam a promiscuidade, o desaparecimento de valores, o


desrespeito ao próximo e a baixa autoestima, portanto, não são fatores desencadeantes da criminalidade.

  e)  A distribuição de renda adequada, a mão de obra qualificada e um sistema de ensino de qualidade favorecem a
criminalidade.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/219701

Questão 278: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
A respeito dos fatores impulsionadores da criminalidade, assinale a alternativa correta.

 a) O bom funcionamento do sistema de educação e ensino não é fator inibitório de criminalidade na sociedade.

 b) O crescimento populacional de uma determinada localidade sempre eleva os índices criminais.

 c) Não há qualquer relação entre o aumento do poder aquisitivo de determinado grupo social e o crescimento da delinquência.

 d) A má distribuição de renda influencia o aumento de todos os índices criminais de uma determinada localidade.

 e) A pobreza influi no aumento de índices criminais de cunho patrimonial.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/221192

Questão 279: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Fatores Desencadeantes da Criminalidade
Fenômeno comum em países em desenvolvimento ou emergentes, ____________ propicia(m) a promiscuidade, o afrouxamento
dos freios morais, o desrespeito ao próximo e outros desvios comportamentais, empurrando aqueles que vivem ou sobrevivem
nessas situações a uma existência marcada pela inclinação ao crime.

Assinale a alternativa que preencha corretamente a lacuna do texto.

 a) a migração

 b) a religião

 c) o subemprego

 d) as condições precárias de habitação

 e) a política
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/221193

Questão 280: Instituto AOCP - Del Pol (PC PA)/PC PA/2021


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
É correto afirmar que a cifra negra corresponde à criminalidade

 a)  sem registro oficial, desconhecida, impune e não elucidada.

 b)  registrada, investigada, todavia impune.

 c)  registrada, mas não investigada pela Polícia.

 d)  sem registro oficial, não investigada, porém denunciada pelo Ministério Público.

 e)  registrada, investigada, contudo não elucidada.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1634445

Questão 281: INSTITUTO ACESSO - Del Pol (PC ES)/PC ES/2019


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
Uma informação confiável e contrastada sobre a criminalidade real que existe em uma sociedade é imprescindível, tanto para
formular um diagnóstico científico, como para desenhar os oportunos programas de prevenção. Assinale a alternativa correta:

  a)  A criminalidade real corresponde à totalidade de delitos perpetrados pelos delinquentes. A criminalidade revelada
corresponde à quantidade de delitos que chegou ao conhecimento do Estado. A cifra negra corresponde à quantidade de delitos
não comunicados ou não elucidados dos crimes de rua.

  b)  A criminalidade real corresponde à totalidade de delitos perpetrados pelos delinquentes. A criminalidade revelada
corresponde à quantidade de delitos que chegou ao conhecimento do Estado. A cifra negra corresponde à ausência de registro de
práticas antissociais do poder político e econômico.

 c)  A criminalidade real corresponde à quantidade de delitos que chegou ao conhecimento do Estado. A criminalidade revelada
corresponde à totalidade de delitos perpetrados pelos delinquentes. A cifra negra corresponde à violência policial, cujos índices
não são levados ao conhecimento das corregedorias.

 d)  A criminalidade real corresponde à quantidade de delitos que chegou ao conhecimento do Estado. A criminalidade revelada
corresponde à totalidade de delitos perpetrados pelos delinquentes. A cifra negra corresponde à quantidade de delitos não
comunicados ou não elucidados dos crimes de rua.

 e)  A criminalidade real corresponde à quantidade de delitos que chegou ao conhecimento do Estado. A criminalidade revelada
corresponde à totalidade de delitos perpetrados pelos delinquentes. A cifra negra corresponde à ausência de registro de práticas
antissociais do poder político e econômico.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985553

Questão 282: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
Entende-se por cifras negras

 a)  os crimes hediondos praticados com violência ou grave ameaça.

 b)  as ocorrências criminais não registradas nos órgãos policiais responsáveis, em prejuízo do interesse da sociedade.

 c)  apenas os crimes praticados por policiais, que não são apurados, por temor de represália.
 d)  somente os delitos praticados pelos criminosos de colarinho branco, em prejuízo da coletividade.

 e)  os crimes de menor potencial ofensivo praticados sem violência ou grave ameaça.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213369

Questão 283: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
Sobre o prognóstico criminológico estatístico, é correto afirmar que consiste em uma

 a) certeza de um indivíduo delinquir, em razão de dados estatísticos coletados.

 b) probabilidade de um indivíduo delinquir, em razão de dados estatísticos coletados.

 c) certeza de um criminoso reincidir, em razão de dados estatísticos coletados.

 d) probabilidade de um criminoso reincidir, em razão de dados estatísticos coletados.

  e)  avaliação médica imediata e preliminar acerca de uma enfermidade ou estado psicológico, com base na observação
momentânea do criminoso.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214314

Questão 284: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
A criminologia moderna estuda o fenômeno da criminalidade por meio da estatística criminal. Nessa seara, a expressão “cifra
dourada” designa

 a) o total de delitos registrados e de conhecimento do poder público que são elucidados.

 b) as infrações penais praticadas pela elite, não reveladas ou apuradas; trata-se de um subtipo da “cifra negra”, a exemplo do
crime de sonegação fiscal.

 c) as infrações penais de maior gravidade, como, por exemplo, o homicídio, que, ao ser elucidado, permite ao poder público
planejar melhor suas ações e alterar a legislação.

 d) as infrações penais de menor potencial ofensivo, por enquadrar-se na Lei n.º 9.099/95, a exemplo do delito de perturbação
do sossego alheio.

  e)  o percentual de delitos praticados pela sociedade de baixa renda que não chega ao conhecimento do poder público por
falta de registro, e, portanto, não são elucidados.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214677

Questão 285: VUNESP - Med Leg (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
A expressão “cifra negra”, em Criminologia, corresponde ao número de

 a) erros judiciais (decisões judiciais incompatíveis com a realidade dos fatos).

 b) crimes ocorridos e não reportados à autoridade.

 c) criminosos reincidentes.

 d) prisões efetuadas injustamente.

 e) crimes ocorridos em ambientes públicos, mas cuja autoria permanece ignorada.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214766

Questão 286: VUNESP - Foto TP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
Os estudos vitimológicos permitem estudar a criminalidade real, por meio dos registros efetuados pela própria vítima. A falta
desses registros gera a(o) chamada(o)

 a) gráfico incompleto.

 b) estatística branca.

 c) cifra negra.

 d) ponto obscuro.

 e) incongruência estatística.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214991

Questão 287: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
São conhecidas por ___________ os crimes que não são registrados em órgãos oficiais encarregados de sua repressão, em
decorrência de omissão das vítimas, por temor de represália.

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna.

 a) estatísticas azuis

 b) estatísticas brancas

 c) cifras douradas

 d) cifras negras

 e) cifras cinza
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220738

Questão 288: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
Os “crimes de colarinho branco” são delitos conhecidos na Criminologia por

 a) crimes contra a dignidade social.

 b) crimes de menor potencial ofensivo.

 c) cifras cinza.

 d) cifras amarelas.

 e) cifras douradas.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/221195

Questão 289: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2011


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
I – Segundo a formulação de Alessandro Baratta, uma das mais representativas da Criminologia crítica, a criminalidade é o
atributo de uma minoria de indivíduos socialmente perigosos que, seja devido a anomalias físicas ou fatores ambientais e
sociais, possuem uma maior tendência a delinquir.
 
II – Para a criminologia positivista, a criminalidade se revela, principalmente, como um status atribuído a determinados
indivíduos mediante uma dupla seleção: em primeiro lugar, pela seleção dos bens jurídicos penalmente protegidos e dos
comportamentos ofensivos a estes bens, descritos nos tipos penais; em segundo lugar, pela seleção dos indivíduos
estigmatizados entre todos aqueles que praticam tais comportamentos.
 
III – Os postulados fundamentais das teorias estrutural-funcionalistas são a normalidade e a funcionalidade do crime. Este
seria normal porque não tem sua origem em nenhuma patologia individual nem social, senão no normal e regular
funcionamento de toda ordem social. O delito seria funcional no sentido de que tampouco seria um fato necessariamente
nocivo, prejudicial para a sociedade, senão todo o contrário, é dizer, funcional, para a estabilidade e a mudança social.
 
IV – A teoria do labelling approach contempla o crime como mero subproduto do controle social. Para ela o indivíduo se
converte em delinquente não porque tenha realizado uma conduta negativa, senão porque determinadas instituições sociais
etiquetaram-lhe como tal, tendo ele assumido referido status de delinquente que as instituições do controle social distribuem
de forma seletiva e discriminatória.
 
V – A “cifra negra” da criminalidade designa a defasagem que medeia entre a criminalidade real e a criminalidade estatística.
 
 a)  Apenas as assertivas I, II, IV estão corretas.
 b)  Apenas as assertivas I, III e V estão corretas.
 c)  Apenas as assertivas II e III estão corretas.
 d)  Apenas as assertivas III, IV e V estão corretas.
 e)  Todas as assertivas estão corretas.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/509767

Questão 290: FCC - DP SP/DPE SP/2009


Assunto: Estatísticas Criminais (Cifras)
A expressão ‘cifra negra’ ou oculta, refere-se

 a) à porcentagem de crimes não solucionados ou punidos porque, num sistema seletivo, não caíram sob a égide da polícia ou
da justiça ou da administração carcerária, porque nos presídios 'não estão todos os que são'.

 b) à porcentagem de criminalização da pobreza e à globalização, pelas quais o centro exerce seu controle sobre a periferia,
cominando penas e criando fatos típicos de acordo com seus interesses econômicos, determinando estigmatização das minorias.

 c) às descriminantes putativas, nos casos em que não há tipo culposo do crime cometido.

 d) ao fracasso do autor na empreitada em que a maioria têm êxito.

 e) à porcentagem de presos que não voltam da saída temporária do semi-aberto.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/156238

Questão 291: CEBRASPE (CESPE) - DPF/PF/2021


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que se refere à criminologia, julgue o item a seguir.

Prevenção primária consiste na implementação de medidas sociais indiretas de prevenção para evitar que fatores exógenos sirvam
como estímulo à prática delituosa.

 Certo
 Errado
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1624872

Questão 292: FCC - DP SP/DPE SP/2019


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Com relação às críticas feitas por parte da doutrina às teorias preventivas da pena, é correto afirmar:

 a)  Uma das críticas feitas à teoria da prevenção geral negativa é que a medida da pena não teria relação com a gravidade do
fato praticado, mas sim dependeria do grau de periculosidade do agente, isto é, da probabilidade de voltar a delinquir e
representar um risco à sociedade.

 b)  A teoria da prevenção geral positiva, na sua versão eticizada, parte do falso pressuposto de que todo delito afeta valores
ético- sociais comuns à coletividade, desconsiderando o fato de que nas sociedades modernas multiculturais não há um sistema
de valores único, o que enseja uma ditadura ética.

 c)  A principal crítica que se faz à teoria da prevenção especial negativa é que, ao contrário da ideologia ressocializadora por
ela propagada, a criminalização e a prisonização do indivíduo não possibilitam o seu melhoramento moral ou psicológico, mas
apenas deterioram a sua personalidade.

  d)  O problema central da teoria da prevenção especial positiva é que ela pretende reforçar a confiança da coletividade no
sistema jurídico abalado pela prática do delito, utilizando o indivíduo, autor da infração, como instrumento para obtenção desse
fim.

 e)  A falha que se aponta na teoria da prevenção geral positiva, no modelo de Günther Jakobs, é que ela legitima a imposição
da pena nos casos de delitos mais refinados, que acarretam maior danosidade social, mas admite a abstenção das agências
penais em relação aos delitos de massa, típicos da classe menos abastada.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/840029

Questão 293: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Como ações profiláticas contra o crime, a doutrina apresenta uma série analítica de prevenções, incidente no estado democrático
de direito.
 
A respeito de prevenção, julgue o item seguinte.
 
A prevenção terciária do delito aponta suas diretrizes ao efetivo implemento das políticas sociais pelo estado social de direito, que
consiste na adoção de medidas mais eficazes de prevenção ao delito.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/923060

Questão 294: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Como ações profiláticas contra o crime, a doutrina apresenta uma série analítica de prevenções, incidente no estado democrático
de direito.
 
A respeito de prevenção, julgue o item seguinte.
 
A prevenção primária do delito ocorre por meio de implementação de medidas efetivas voltadas à ressocialização do apenado.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/923061

Questão 295: INSTITUTO ACESSO - Del Pol (PC ES)/PC ES/2019


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No Estado Democrático de Direito a prevenção criminal é integrante da agenda federativa passando por vários setores do Poder
Público, não se restringindo à Segurança Pública e ao Judiciário. Com relação à prevenção criminal, assinale a afirmativa correta:

 a)  A prevenção secundária tem como destinatário o condenado, se orientando a evitar a reincidência da população presa por
meio de programas reabilitadores e ressocializadores.

 b)  A prevenção primária corresponde a estratégias de política cultural, econômica e social, atuando, por exemplo, na garantia
da educação, saúde, trabalho e bem-estar social.

 c)  A prevenção terciária se orienta aos grupos que ostentam maior risco de protagonizar o problema criminal, se relacionando
com a política legislativa penal e com a ação policial.

  d)  A prevenção secundária corresponde a estratégias de política cultural, econômica e social, atuando, por exemplo, na
garantia da educação, saúde, trabalho e bem-estar social.

 e)  A prevenção primária se orienta aos grupos que ostentam maior risco de protagonizar o problema criminal, se relacionando
com a política legislativa penal e com a ação policial.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985547

Questão 296: VUNESP - JE TJRO/TJ RO/2019


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Dentre as escolas e doutrinas penais apresentadas a seguir, a que adota como finalidade da pena exclusivamente a prevenção
geral positiva é:
 a)  a Escola Positivista.
 b)  a Escola Correcionalista.
 c)  a Escola Técnico-jurídica.
 d)  o Funcionalismo de Gunther Jakobs.
 e)  a Escola Clássica.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1114331

Questão 297: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC MA)/PC MA/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Dados publicados em dezembro de 2017 pelo Ministério da Justiça mostram que o Brasil tem uma taxa de superlotação nos
estabelecimentos prisionais na ordem de 197,4%.
 
Agência de Notícias, Empresa Brasil de Comunicação.
 
Sob o enfoque da prevenção da infração penal no Estado democrático de direito, a superlotação carcerária aludida no fragmento
de texto anterior é um problema que prejudica a
 
I prevenção primária.
II prevenção secundária.
III prevenção terciária.
 
Assinale a opção correta.
 a) Apenas o item II está certo.
 b) Apenas o item III está certo.
 c) Apenas os itens I e II estão certos.
 d) Apenas os itens I e III estão certos.
 e) Todos os itens estão certos.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/391085

Questão 298: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC MA)/PC MA/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A respeito das teorias que tratam das funções da pena, assinale a opção correta.

 a)  A teoria correcionalista considera que a pena se esgota na ideia da retribuição como resposta ao mal causado pelo autor
do crime.

  b)    A teoria preventiva geral positiva considera que a pena tem a função de inibir comportamentos antissociais e moldar
comportamentos socialmente aceitos.

 c)  A teoria absoluta considera que a pena possui caráter retributivo, preventivo e ressocializador.

 d)  A teoria preventiva geral considera a pena como um meio para prevenir a reincidência do indivíduo.
  e)    A teoria preventiva especial considera a pena como um meio para intimidar os potenciais praticantes de condutas
delituosas.

Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/589525

Questão 299: FCC - DP (DPE AP)/DPE AP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Sobre a finalidade da pena e sua aplicação, é correto afirmar que 
  a)  a prevenção especial positiva pressupõe que, na sociedade moderna e plural, desenvolvem-se múltiplos subsistemas
culturais, que possuem distintos códigos de conduta, muitas vezes contrapostos. O Estado, transformado em um órgão secular
desde o Iluminismo, decide qual deve ser o modo de vida mais correto, para em seguida impô-lo por meio do cárcere. 
  b)  as teorias absolutas da pena tiveram aspectos positivos, como no idealismo alemão, no qual serviram para defender o
cidadão da arbitrariedade do poder do monarca. Mas, mesmo atualmente gozando de baixa reputação, por não levarem em
consideração o homem como um ser social, possuem previsão legal. 
  c)  a escola finalista introduz o pensamento de prevenção geral positiva, de que a pena deveria assumir uma missão de
proteção de bens jurídicos sem observar os valores ético-sociais, que pressupõe, entre outros objetivos, a conformação dos
valores morais da comunidade. 
 d)  a individualização da pena, prevista no texto constitucional e reconhecida pela jurisprudência, tem como fundamento maior
a prevenção geral e especial, afastado o caráter retributivo por expressa definição legal, e permite ao juiz, em qualquer fase da
dosimetria, aumentar ou diminuir a pena aquém e além dos marcos da pena prevista no tipo. 
 e)  a base da teoria unificadora dialética da pena é a de que o direito penal enfrenta o indivíduo de três maneiras: ameaçando
com penas, impondo-as e executando-as, e que cada uma dessas três esferas de atividade necessita de justificação em separado,
sempre alternando entre retribuição, prevenção geral e especial. 
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/609517

Questão 300: VUNESP - Deleg (PC BA)/PC BA/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Assinale a alternativa que contém um exemplo de prevenção de infrações penais preponderantemente primária.

  a)  Construção de uma praça com equipamentos de lazer em uma comunidade com altos índices de criminalidade e de
vulnerabilidade social com o fim de evitar que jovens daquele local, em especial em situação de risco, envolvam-se com a
criminalidade.

 b)  Projeto Começar de Novo, que visa devolver aos cumpridores de pena e egressos a autoestima e a cidadania suprimidas
com a privação de sua liberdade, por meio de ações de caráter preventivo, educativo e ressocializador, atuando, assim, na
humanização, a fim de que referido público valorize a liberdade e passe a fazer escolhas melhores em sua vida, evitando o
retorno ao cárcere.

  c)  Implementação de sistemas de leitores óticos de placas de veículos nas ruas e avenidas da cidade de Salvador para
identificação de veículos relacionados a algum tipo de crime.

 d)  Bloqueio que impeça a ativação e utilização de aparelhos de telefonia celular subtraídos do legítimo proprietário por meio
de uma conduta criminosa.

 e)  Melhoria de atendimento pré e pós-natal a todas as gestantes de uma determinada cidade com a finalidade de reduzir os
índices criminais no município.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/626611

Questão 301: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
É correto afirmar que a liberdade assistida e a prestação de serviços comunitários pelos criminosos estão inseridas como
medidas de prevenção

 a)  primária.

 b)  imediata.

 c)  controlada.

 d)  secundária.

 e)  terciária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651180

Questão 302: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
É correto afirmar que os programas de apoio, de controle de meios de comunicação, de ordenação urbana estão inseridos como
medidas de prevenção

 a)  secundária.

 b)  primária.

 c)  imediata.

 d)  terciária.

 e)  controlada.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651181

Questão 303: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Com relação à criminologia no Estado Democrático de Direito, é correto afirmar que as políticas públicas de Segurança Pública
devem

 a)  primar pela repressão ao crime e pelo combate à corrupção.

 b)  priorizar a prevenção criminal integralizada com todos os entes federativos.

 c)  priorizar a prevenção criminal terciária e a repressão ao crime organizado.

 d)  primar pela repressão criminal integralizada com todos os entes federativos.

 e)  primar pela repressão ao crime e pelo controle social.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651182

Questão 304: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Assinale a alternativa que concilia os princípios do Estado Democrático de Direito com a necessidade de prevenção da infração
penal, sob a ótica do atual pensamento criminológico.
  a)  A conduta do policial que, em legítima defesa própria ou de terceiros, provoca a morte de alguém que se opôs a uma
intervenção legal deve ser equiparada aos crimes de homicídios a fim de que seja destacada a letalidade policial.
 b) A violação aos direitos fundamentais do preso, ainda que com a intenção de prevenir crimes, acaba por provocá-los.
 c) Os limites impostos pelos direitos fundamentais na investigação do crime são obrigatórios nos termos constitucionais, mas
reduzem a eficácia da prevenção criminal.
 d) A superlotação carcerária demonstra um deficit de aplicação da Lei de Execução Penal, contudo pode até contribuir para a
prevenção de infrações penais.
 e) A pena indeterminada em abstrato e aplicada de acordo com a gravidade em concreto do fato, a livre critério de cada juiz,
é mais eficaz em termos de prevenção criminal.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651824

Questão 305: VUNESP - Dat Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Assinale a alternativa que apresenta um exemplo de política de prevenção criminal prioritariamente terciária.
  a)  Previsão do direito do condenado de abreviar o tempo imposto em sua sentença penal, mediante trabalho, estudo ou
leitura.
 b)  Instalação de câmeras de videomonitoramento em um estabelecimento que foi alvo de diversos roubos.
 c)  Melhoria na regulação do sistema financeiro para prevenção às práticas de lavagem de dinheiro.
 d)  Programas de educação aos jovens para prevenção ao uso de drogas.
 e)  Instalação de iluminação pública em locais com alto índice de criminalidade.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/665943

Questão 306: VUNESP - Ag Tel Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
É correto afirmar que as medidas voltadas à população carcerária, com caráter punitivo e com desiderato na recuperação do
recluso para evitar, por meio da ressocialização, sua reincidência,
  a)  integram a prevenção primária, atacando a raiz do conflito e visando à recuperação do criminoso, diminuindo- se os
indicadores criminais.
  b)  são relevantes para a criminologia, impactando na diminuição dos indicadores criminais, entretanto não podem ser
consideradas como medidas de prevenção.
 c) são relevantes para a criminologia e integram a prevenção terciária, visando à recuperação do criminoso.
 d) são relevantes para a criminologia, atacando a raiz do conflito e visando à recuperação do criminoso, entretanto não podem
ser consideradas como medidas de prevenção.
 e) são relevantes para a vitimologia, atacando a raiz do conflito e visando à recuperação do criminoso, entretanto não podem
ser consideradas como medidas de prevenção.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/666118

Questão 307: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A instalação, na cidade de São Paulo, de câmeras de videomonitoramento que possuem a funcionalidade de leitura de placas de
veículos e cruzamento com banco de dados criminais, com o objetivo de identificar veículos utilizados ou que foram objeto da
prática de crimes pode ser definida, no âmbito do conceito de Estado Democrático de Direito e dos modernos conceitos de
prevenção criminal do crime, como uma medida prioritariamente de prevenção
 a)  primária.
 b)  terciária.
 c)  básica.
 d)  secundária.
 e)  quaternária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/666657

Questão 308: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Assinale a alternativa correta sobre o atual estágio de desenvolvimento dos estudos criminológicos, em relação ao conceito de
prevenção da infração penal e ao respeito ao Estado Democrático de Direito.
 a)  As mortes decorrentes de oposição à intervenção policial não devem ser equiparadas aos homicídios dolosos em geral para
fins criminológicos, em virtude de relacionarem-se a condicionantes criminais diversas.
  b)  Medidas destinadas a priorizar atendimento policial a determinados tipos de crimes ou vítimas em decorrência da
gravidade ou vulnerabilidade não devem ser adotadas sob pena de violação à igualdade de todos perante a lei.
 c)  Não há evidências ou estudos que demonstrem que investimentos tecnológicos nas polícias contribuem para a redução dos
crimes.
  d)  Campanhas de orientação às vítimas de crimes sexuais com o objetivo de que denunciem os agressores acabam por
aumentar a vulnerabilidade das vítimas.
  e)  Não há evidências ou estudos que demonstrem que o aumento do número de esclarecimento de crimes e prisões
contribuiu para a redução dos crimes.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/666659

Questão 309: VUNESP - PP (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
O saber criminológico, no Estado Democrático de Direito, tem por objetivo evitar a ocorrência do delito; portanto, são aspectos
importantes de prevenção terciária
 a)  o policiamento, a assistência social e o conselho tutelar.
 b)  a educação, a religião e o lazer.
 c)  a laborterapia, a liberdade assistida e a prestação de serviços comunitários.
 d)  as posturas municipais, a classificação etária dos programas televisivos e o civismo.
 e)  a cultura, a qualidade de vida e o trabalho.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/667204

Questão 310: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC SE)/PC SE/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que se refere à prevenção da infração penal no Estado democrático de direito, julgue o próximo item.
 
Medidas indiretas de prevenção delitiva visam atacar as causas do crime: cessada a causa, cessam seus efeitos.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/699438
Questão 311: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC SE)/PC SE/2018
Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que se refere à prevenção da infração penal no Estado democrático de direito, julgue o próximo item.
 
A alteração dos espaços físicos e urbanos, como, por exemplo, a elaboração de novos desenhos arquitetônicos e o aumento da
iluminação pública, pode ser considerada uma forma de prevenção delituosa.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/699440

Questão 312: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC SE)/PC SE/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que se refere à prevenção da infração penal no Estado democrático de direito, julgue o próximo item.
 
A prevenção terciária da infração penal consiste em medidas de longo prazo, como a garantia de educação, a redução da
desigualdade social e a melhoria das condições de qualidade de vida, enquanto a prevenção primária é voltada à pessoa reclusa e
visa à sua recuperação e reintegração social.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/699441

Questão 313: IADES - Sold (PM DF)/PM DF/Músico/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Prevenção que se orienta para a raiz do problema criminal, justamente para tentar neutralizá-lo antes que o problema se
manifeste, voltada para a criação de pressupostos necessários ou para a resolução de situações criminógenas carenciais,
considerando a educação, a socialização, a casa, o trabalho, o bem-estar social e a qualidade de vida.
 
A explicação apresentada refere-se à prevenção
 a)  primária.
 b)  quaternária.
 c)  terciária.
 d)  secundária.
 e)  quinária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/714788

Questão 314: IADES - Sold (PM DF)/PM DF/Músico/2018


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Atua mais tarde em termos etiológicos, não quando e nem onde o conflito criminal se origina, mas quando e onde se manifesta e
se exterioriza, operando a curto e médio prazos e se orientando seletivamente a certos setores da sociedade, relacionando-se
intimamente com a política legislativa penal, assim como com a ação policial.
 
Essa informação caracteriza a prevenção
 a)  migratória.
 b)  terciária.
 c)  secundária.
 d)  primária.
 e)  multifatorial.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/714795

Questão 315: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC GO)/PC GO/2017


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Considerando que, para a criminologia, o delito é um grave problema social, que deve ser enfrentado por meio de medidas
preventivas, assinale a opção correta acerca da prevenção do delito sob o aspecto criminológico.

  a)  A transferência da administração das escolas públicas para organizações sociais sem fins lucrativos, com a finalidade de
melhorar o ensino público do Estado, é uma das formas de prevenção terciária do delito.

 b) O aumento do desemprego no Brasil incrementa o risco das atividades delitivas, uma vez que o trabalho, como prevenção
secundária do crime, é um elemento dissuasório, que opera no processo motivacional do infrator.

 c) A prevenção primária do delito é a menos eficaz no combate à criminalidade, uma vez que opera, etiologicamente, sobre
pessoas determinadas por meio de medidas dissuasórias e a curto prazo, dispensando prestações sociais.

  d)  Em caso de a Força Nacional de Segurança Pública apoiar e supervisionar as atividades policiais de investigação de
determinado estado, devido ao grande número de homicídios não solucionados na capital do referido estado, essa iniciativa
consistirá diretamente na prevenção terciária do delito.

  e)  A prevenção terciária do crime consiste no conjunto de ações reabilitadoras e dissuasórias atuantes sobre o apenado
encarcerado, na tentativa de se evitar a reincidência.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/442453

Questão 316: IADES - Alun Of (PM DF)/PM DF/2017


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção que tem por destinatário o recluso (ou seja, a população presa) e por objetivo evitar a reincidência denomina-se
prevenção

 a)  primária.

 b)  secundária.

 c)  terciária.

 d)  quaternária.

 e)  quinária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/461609

Questão 317: FCC - DP SC/DPE SC/2017


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Sobre a teorias da pena, é correto afirmar:

 a)  O exame criminológico cumpre o projeto ressocializador determinado pelo ordenamento jurídico, pois permite a aferição
concreta desta função da pena.

 b)  A prevenção especial positiva relaciona-se com a concepção etiológica de crime.

 c)  A Lei de Crimes Hediondos comprovou na prática seus objetivos declarados de prevenção geral negativa.

 d)  A implementação de um programa de direitos humanos nos presídios brasileiros passa pela implementação das ideias de
prevenção geral positiva.

 e)  As funções de prevenção e retribuição do delito são realizadas no direito brasileiro, pois estão previstas expressamente no
Código Penal.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985115

Questão 318: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC PE)/PC PE/2016


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A criminologia reconhece que não basta reprimir o crime, deve-se atuar de forma imperiosa na prevenção dos fatores criminais.
Considerando essa informação, assinale a opção correta acerca de prevenção de infração penal.

 a) Para a moderna criminologia, a alteração do cenário do crime não previne o delito: a falta das estruturas físicas sociais não
obstaculiza a execução do plano criminal do delinquente.

  b)  A prevenção terciária do crime implica na implementação efetiva de medidas que evitam o delito, com a instalação, por
exemplo, de programas de policiamento ostensivo em locais de maior concentração de criminalidade.

 c) No estado democrático de direito, a prevenção secundária do delito atua diretamente na sociedade, de maneira difusa, a
fim de implementar a qualidade dos direitos sociais, que são considerados pela criminologia fatores de desenvolvimento sadio da
sociedade que mitiga a criminalidade.

  d)  Trabalho, saúde, lazer, educação, saneamento básico e iluminação pública, quando oferecidos à sociedade de maneira
satisfatória, são considerados forma de prevenção primária do delito, capaz de abrandar os fenômenos criminais.

  e)  A doutrina da criminologia moderna reconhece a eficiência da prevenção primária do delito, uma vez que ela atua
diretamente na pessoa do recluso, buscando evitar a reincidência penal e promover meios de ressocialização do apenado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/364095

Questão 319: FCC - DP BA/DPE BA/2016


Assunto: Prevenção da Criminalidade
“Ao nível teórico, a ideia de uma sanção jurídica é incompatível com a criação de um mero obstáculo mecânico ou físico, porque
este não motiva o comportamento, mas apenas o impede, o que fere o conceito de pessoa (...) por isso, a mera neutralização
física está fora do conceito de direito, pelo menos no nosso atual horizonte cultural. (...) A defesa social é comum a todos os
discursos legitimantes, mas se expressa mais cruamente nessa perspectiva, porque tem a peculiaridade de expô-la de modo mais
grosseiro, ainda que também mais coerente (...).”
 
(ZAFFARONI, Eugenio Raúl; BATISTA, Nilo; ALAGIA, Alejandro; SLOKAR, Alejandro. Direito Penal Brasileiro I. Rio de Janeiro:
Revan, 2003)
 
A teoria da pena criticada na passagem acima é:

 a)  retributiva.

 b)  prevenção especial ressocializadora.

 c)  prevenção geral intimidatória.

 d)  prevenção especial negativa.

 e)  agnóstica.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/396100

Questão 320: CEBRASPE (CESPE) - DP PE/DPE PE/2015


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A respeito do objeto de estudo do direito penal, do direito penal do autor e das teorias da pena, julgue o item seguinte.
 
O discurso da teoria da prevenção geral negativa é criticado porque confunde o direito em geral e toda a ética social com o poder
punitivo.
 
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/250653

Questão 321: CEBRASPE (CESPE) - AgFEP (DEPEN)/DEPEN/Área 3/2015


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Julgue o item a seguir, referente às teorias da finalidade da pena.
 
A teoria justificacionista relativa pode ser de caráter geral ou especial e considera a pena como meio para a realização do fim
utilitário da prevenção de futuros delitos.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/280725

Questão 322: CEBRASPE (CESPE) - AgFEP (DEPEN)/DEPEN/Área 3/2015


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Julgue o item a seguir, referente às teorias da finalidade da pena.
 
A função preventiva especial, em razão do caráter abstrato da previsão legal dos delitos e das penas, enfoca o delito e não o
infrator individualmente.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/280727

Questão 323: CEBRASPE (CESPE) - AgFEP (DEPEN)/DEPEN/Área 3/2015


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Julgue o item a seguir, referente às teorias da finalidade da pena.
 
A teoria utilitarista da prevenção especial positiva da pena está direcionada para a coletividade, no sentido de que a imposição e a
execução da pena são úteis, respectivamente, para intimidar e neutralizar os criminosos.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/280729

Questão 324: CEBRASPE (CESPE) - AgFEP (DEPEN)/DEPEN/Área 3/2015


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Julgue o item a seguir, referente às teorias da finalidade da pena.
 
A teoria utilitarista da prevenção geral negativa age para garantir a segurança social, com a concepção de que a reintegração
social é medida necessária para impedir ou, ao menos, diminuir a reincidência criminosa dos condenados à pena privativa de
liberdade.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/280730

Questão 325: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção terciária consiste em

 a)  programas destinados a criar os pressupostos aptos a neutralizar e inibir as causas da criminalidade.

 b)  atuação, por meio de punição exemplar do delinquente em público, como meio de intimidação aos demais criminosos.

 c)  atuação, por meio de ações policiais, sobre os grupos que apresentam maior risco de sofrer ou de praticar delitos.

 d)  programas destinados a crianças e adolescentes de resistência ao consumo de drogas e à violência doméstica.

 e)  programas destinados a prevenir a reincidência, tendo por público-alvo o preso e o egresso do sistema prisional.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213354

Questão 326: VUNESP - Aux Nec (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção criminal, que consiste na conscientização social, atingindo o problema criminal em sua etiologia, sendo
operacionalizada a longo prazo, manifestando-se por meio de estratégias políticas, culturais e sociais, proporcionando qualidade
de vida ao indivíduo, é chamada de prevenção

 a)  secundária.

 b)  primária.

 c)  terciária.

 d)  quaternária.

 e)  quintenária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213516

Questão 327: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
O conceito de prevenção delitiva, no Estado Democrático de Direito, e as medidas adotadas para alcançá-la são
 a) o conjunto de ações que visam evitar a ocorrência do delito, atingindo direta e indiretamente o delito.

 b) o conjunto de ações que visam estudar o delito, atingindo direta e indiretamente o criminoso.

 c) o conjunto de ações adotadas pela vítima que visam evitar o delito, atingindo o delinquente direta e indiretamente.

 d) o conjunto de ações que visam estudar o criminoso, atingindo o ato delitivo direta e indiretamente.

 e) o conjunto de ações que visam estudar o crime, atingindo o criminoso direta e indiretamente.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214684

Questão 328: VUNESP - Med Leg (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Aqueles que atribuem à pena privativa de liberdade função de prevenir a infração penal unicamente através da segregação do
delinquente são adeptos da teoria que defende a função _____________ da pena.

Completa corretamente a lacuna:

 a) retributiva

 b) preventiva especial positiva

 c) preventiva geral negativa

 d) preventiva geral positiva

 e) preventiva especial negativa


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214779

Questão 329: VUNESP - Foto TP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
As finalidades da pena são “retribuição e prevenção”, sendo assim, o objetivo da prevenção é o de

 a) retribuir ao infrator da lei o malefício causado à sociedade na medida proporcional do crime cometido (devolutiva).

 b) evitar que o infrator da lei volte a delinquir (especial) e que a punição sirva de exemplo para que outros não pratiquem o
mesmo ato (geral).

 c) evitar que o cidadão se torne uma vítima, instruindo-o em relação aos perigos sociais (explicativa).

  d)  inibir que o infrator da lei cometa o crime somente por meio de exemplos preventivos (inibitória), sem que haja
necessidade da aplicação efetiva da pena.

  e)  substituir a pena privativa de liberdade pelas penas restritivas de direitos, evitando que o infrator da lei seja levado ao
cárcere (substitutiva).
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214995

Questão 330: VUNESP - Foto TP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção criminal ______________ destina-se a atuar na educação, emprego, moradia e segurança, onde o Estado deve
garantir o exercício dos direitos sociais a todos. Assinale a alternativa que preencha corretamente a lacuna.

 a) secundária

 b) terciária

 c) primária

 d) quaternária

 e) especial
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214996

Questão 331: VUNESP - Foto TP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A modalidade preventiva que cuida da diminuição das oportunidades que influenciam na vontade delitiva, dificultando a prática do
crime, é chamada de prevenção

 a) geral.

 b) qualitativa.

 c) especial.

 d) quantitativa.

 e) situacional.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214998

Questão 332: VUNESP - Del Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Tendo o Direito Penal a missão subsidiária de proteger os bens jurídicos e, com isso, o livre desenvolvimento do indivíduo, e,
ainda, sendo a pena vinculada ao Direito Penal e à Execução Penal, após a reforma do Código Penal Brasileiro, em 1984, é correto
afirmar que a finalidade da pena é

 a) repreensiva e abusiva.

 b) punitiva e reparativa.

 c) retributiva e preventiva (geral e especial).

 d) ressocializadora e reparativa.

 e) punitiva e distributiva.

Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/215102

Questão 333: VUNESP - Del Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção criminal que está voltada à segurança e qualidade de vida, atuando na área da educação, emprego, saúde e
moradia, conhecida universalmente como direitos sociais e que se manifesta a médio e longo prazos, é chamada pela Criminologia
de prevenção

 a) primária.

 b) individual.

 c) secundária.

 d) estrutural.

 e) terciária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/215104

Questão 334: VUNESP - DTP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção criminal que está direcionada ao preso, por meio de medidas socioeducativas, como prestação de serviço à
comunidade, que tem como objetivo sua recuperação, evitando uma possível reincidência, classifica-se como prevenção

 a) quaternária.

 b) quintenária.

 c) terciária.

 d) primária.

 e) secundária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/215186

Questão 335: VUNESP - PC (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No tocante à temática da prevenção da infração à lei penal, é correto afirmar que a prevenção

 a) secundária consiste em, dentre outras, políticas criminais voltadas exclusivamente à reintegração do preso na sociedade.

 b) terciária consiste em políticas públicas de conscientização de todos os cidadãos quanto à importância de se cumprirem as
leis, mediante o fornecimento de serviços públicos de qualidade, tais como saúde, educação e segurança.

 c) geral busca, por meio da pena, intimidar os indivíduos propensos a delinquir, inibindo-os de transgredir a lei penal.

 d) geral negativa busca, por meio da pena, a reeducação e a ressocialização do criminoso.

 e) primária consiste em, dentre outras, ações policiais de repressão às práticas delituosas.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220149

Questão 336: VUNESP - Tec Lab (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção terciária possui um destinatário perfeitamente identificável, além de um objetivo certo e determinado. São eles,
respectivamente:

 a) a comunidade e a implantação dos direitos sociais.

 b) a vítima e a reparação dos danos a ela causados.

 c) o recluso e o desestímulo à reincidência.

 d) o Estado e a garantia da incolumidade pública.

 e) a sociedade e o desestímulo à delinquência.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220347

Questão 337: NC UFPR (FUNPAR) - DP PR/DPE PR/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Na Criminologia, é frequente o debate a respeito das funções da pena.
 
Segundo a ideia de prevenção especial negativa, a pena teria a função de:

 a)  ressocializar o condenado, promovendo sua harmônica integração social.

 b)  retribuir proporcionalmente o mal causado pelo delito.

 c)  neutralizar ou segregar o condenado do meio social, impedindo-o de cometer novas infrações penais.

 d)  reforçar a confiança da coletividade na vigência da norma, estimulando a fidelidade ao Direito.

 e)  intimidar e dissuadir a coletividade, de modo que todos se abstenham da prática de infrações penais.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/427364

Questão 338: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2014


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Conforme a teoria da prevenção geral negativa, a finalidade da pena consiste em fazer com que o autor desista de cometer novas
infrações, assumindo assim caráter ressocializador e pedagógico.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/506975

Questão 339: FCC - Proc (ALPB)/ALPB/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Franz Von Liszt (1851-1919) foi um modernizador do Direito Penal, propondo repensá-lo desde a ótica de uma política criminal
que tenha na pena uma ferramenta estatal na luta contra o crime, inclusive com fundamentos científicos da criminologia e da
penologia. O movimento correspondente, que teve em Von Liszt um de seus mais importantes defensores, denomina-se

 a) Escola de Kiel.

 b) Teoria da nova defesa social.

 c) Finalismo.
 d) Programa de Marburgo.

 e) Escola Positiva.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/113113

Questão 340: CEBRASPE (CESPE) - DPF/PF/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que se refere à prevenção da infração penal, julgue o item.

Ações como controle dos meios de comunicação e ordenação urbana, orientadas a determinados grupos ou subgrupos sociais,
estão inseridas no âmbito da chamada prevenção secundária do delito.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/124089

Questão 341: CEBRASPE (CESPE) - DPF/PF/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
ç
No que se refere à prevenção da infração penal, julgue o item.

As modalidades preventivas nas quais se inserem os programas de policiamento orientado à solução de problemas e de
policiamento comunitário, assim como outros programas de aproximação entre polícia e comunidade, podem ser incluídas na
categoria de prevenção primária.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/124090

Questão 342: CEBRASPE (CESPE) - DPF/PF/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que se refere à prevenção da infração penal, julgue o item.

Na terminologia criminológica, criminalização primária equivale à chamada prevenção primária.


 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/124091

Questão 343: CEBRASPE (CESPE) - DPF/PF/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que se refere à prevenção da infração penal, julgue o item.

A prevenção terciária, considerada intervenção tardia e parcial, destina-se exclusivamente à população carcerária, objetivando
evitar a reincidência, mas não atua nas condições gerais que favorecem a ocorrência de episódios violentos.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/124092

Questão 344: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A atuação das polícias, do ministério público e da justiça criminal, quando focada em determinados grupos ou setores da
sociedade, por possuírem maior risco de praticar o crime ou de ser vitimados por este, constitui programa de prevenção

 a) secundária.

 b) quaternária.

 c) primária.

 d) quinária.

 e) terciária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/140890

Questão 345: FCC - TJ TRT15/TRT 15/Administrativa/Segurança/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Na moderna concepção de prevenção das infrações penais e o Estado Democrático de Direito,

 a)  as atuações do Poder Judiciário e do Ministério Público enquadram-se na prevenção terciária.

 b)  a efetiva materialização de políticas públicas faz parte da prevenção primária do crime.

 c)  o trabalho desenvolvido pelas instituições públicas ou privadas na área social, qual seja, a responsabilidade social, faz parte
da prevenção secundária.

 d)  a construção de presídios e a atuação dos policiais são analisadas de forma apartada na questão das prevenções primária,
secundária e terciária.

 e)  a atuação das Organizações Não Governamentais, ONG, tem hoje enquadramento na prevenção secundária e, às vezes, na
terciária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/190714

Questão 346: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Entende-se que a prevenção criminal terciária

 a) é o trabalho de conscientização social, que ataca a inclinação à prática criminosa em sua origem.

 b) é a modalidade exclusivamente voltada à figura do encarcerado, pois visa sua reintegração familiar e social.

 c) constitui uma das formas de participação popular na gestão pública.

 d) representa os métodos e mecanismos profiláticos de combate às causas da criminalidade.

 e) é o aparato de repressão criminal, de modo a desestimular futuras práticas delitivas.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/218593

Questão 347: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Para a Criminologia, a prevenção geral positiva, como uma finalidade da pena, é

 a) uma espécie de neutralização do autor do delito, por meio de sua segregação carcerária.

 b) também chamada de integradora, pois tem por objetivo a formação e o fortalecimento da consciência social, mediante o
estímulo ao culto dos valores mais caros à comunidade.

 c) uma espécie de neutralização do autor do delito, por meio de medidas que o desestimulem a novas práticas delitivas.

 d) também chamada de prevenção por intimidação, pois tem por objetivo desestimular o cidadão da prática de delitos, por
meio de aplicação de pena ao infrator da lei.

 e) uma espécie de consequência jurídica pelo comportamento inclinado às infrações penais.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/218595

Questão 348: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Constituem medidas diretas de prevenção do delito, dentre outras:

 a) o planejamento familiar e a alfabetização de adultos.

 b) os programas de incentivo à qualificação profissional.

 c) a campanha de prevenção de doenças e o incentivo à frequência a cultos religiosos.

 d) os programas de construção de moradias populares.

 e) as políticas públicas de desestímulo ao jogo de azar, à prostituição e ao consumo de drogas ilícitas.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/218598

Questão 349: VUNESP - Aux Nec (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Na questão, assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do trecho apresentado.
 
A atuação do sistema carcerário é considerada fator de ____________ de cometimento de crimes na sociedade.

 a) repressão primária

 b) prevenção terciária

 c) repressão secundária

 d) prevenção primária

 e) prevenção secundária
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/219003

Questão 350: VUNESP - Aux Nec (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Na questão, assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna do trecho apresentado.
 
Na __________, os membros de determinada comunidade são intimidados pela aplicação de penas às práticas criminosas, o que
pode fazê-los reconsiderar eventuais planos delitivos.

 a) prevenção geral positiva

 b) prevenção especial positiva

 c) prevenção especial negativa

 d) prevenção geral negativa

 e) repressão especial
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/219005

Questão 351: VUNESP - Dat Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Compreende-se por “prevenção delitiva” o conjunto de ações que visam evitar a ocorrência do delito. Assim sendo, a prevenção
terciária está focada

  a)  na migração, com o objetivo de evitar grande concentração populacional numa determinada região, favorecendo o
desemprego, moradias irregulares e conflito étnico.

 b) no recluso, o que permite identificar o destinatário; visa a sua recuperação, evitando a reincidência, é realizada por meio de
medidas socioeducativas e ressocializadoras.

  c)  na raiz do conflito criminal, para neutralizá-lo antes que o problema se manifeste, como educação, emprego, moradia e
segurança; é, sem dúvida nenhuma, a mais eficaz.

 d) nos setores da sociedade que podem, a médio e longo prazos, desencadear problemas criminais; apresenta- se por meio de
ações policiais e controle dos meios de comunicação.

 e) no controle de natalidade, por meio de ações educativas de planejamento e controle familiar, estruturado nos programas
sociais do governo com apoio financeiro.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/219707

Questão 352: VUNESP - PP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
A prevenção criminal secundária é aquela que atua

 a)  na recuperação do recluso, visando a sua socialização por meio do trabalho e estudo, evitando sua reincidência.

 b)  em setores específicos ou de maior vulnerabilidade da sociedade, por meio de ação policial, programas de apoio e controle
das comunicações.

 c)  na qualidade de vida de um povo, na proteção aos bens patrimoniais e nos direitos individuais e sociais.

 d)  nos direitos sociais universalmente conhecidos, como educação, moradia e segurança.

 e)  na reparação do dano causado em razão da delinquência, assistindo o recluso com programas psicológicos e de assistência
social.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220424

Questão 353: VUNESP - PP (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Umas das formas que o Estado Democrático de Direito possui para prevenir o crime é a pena. De acordo com a teoria mista que
estuda as penas, estas têm a finalidade de

 a)  punir o delinquente de forma proporcional ao mal praticado.

 b)  trazer mais tranquilidade para a sociedade, uma vez que o criminoso não estará mais nas ruas.

 c)  retomar a tranquilidade e a paz pública.

 d)  prevenção geral e prevenção especial.

 e)  afastar o delinquente da sociedade, para evitar novos crimes.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220425

Questão 354: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
As políticas públicas de prevenção criminal terciária têm por público-alvo

 a) a vítima de violência doméstica.

 b) o adolescente.

 c) o preso.

 d) o idoso.

 e) o usuário de drogas ilícitas.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220739

Questão 355: VUNESP - PC (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
As melhoras da educação, do processo de socialização, da habitação, do trabalho, do bem-estar social e da qualidade de vida das
pessoas de uma determinada comunidade são os elementos essenciais de um programa de prevenção

 a) terciária.

 b) quinária.

 c) secundária.

 d) primária.

 e) quaternária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/220918

Questão 356: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2013


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Entende(m)-se por prevenção primária

 a) as ações policiais dirigidas aos indivíduos vulneráveis.

 b) as políticas públicas dirigidas aos grupos de risco.

 c) aquela dirigida exclusivamente ao preso, em busca de sua reinserção familiar e/ou social.

 d) o trabalho de conscientização social, o qual atua no fenômeno criminal, em sua etiologia.

 e) aquela que age em momento posterior ao crime ou na iminência de seu acontecimento.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/221196
Questão 357: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2013
Assunto: Prevenção da Criminalidade
No que concerne à prevenção do delito, de acordo com o Código Penal Brasileiro, assinale a alternativa correta.

  a)  A função da pena é unicamente repressiva, sendo irrelevante sua adequação em face do delinquente individualmente
considerado.

 b) A função da prevenção especial da pena consiste principalmente na intimidação dos propensos a delinquir.

 c) O legislador penal brasileiro adotou a teoria mista, também denominada eclética ou unitária da pena.

  d)  A função da prevenção geral da pena consiste principalmente em reeducação do condenado bem como em sua
ressocialização.

  e)  A função da pena é unicamente preventiva, sendo irrelevante sua adequação em face do delinquente individualmente
considerado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/221197

Questão 358: Com. Exam. (MPF) - Proc Rep/MPF/2012


Assunto: Prevenção da Criminalidade
NA DISCUSSÃO SOBRE A FINALIDADE DA PENA, QUALIFICA-SE COMO TEORIA EXCLUSIVA DE PREVENÇÃO GERAL NEGATIVA:

I) a teoria de Günter Jakobs, em que a norma penal apresenta-se como necessidade sistêmica de estabilização de
expectativas sociais, cuja vigência é assegurada ante as frustrações que decorrem da violação das normas;

II) a teoria de Claus Roxin, segundo a qual a finalidade básica do direito penal é dissuadir as pessoas de cometimento de
delitos como também fortalecer a consciência juridica da comunidade;

III) a teoria de Ferrajoli para quem "a pena não serve apenas para prevenir os delitos injustos, mas, igualmente,as injustas
punições";

IV) a teoria de Von Liszt, segundo a qual a função da pena o do direito penal é a proteção de bens juridicos por meio da
incidência da pena sobre a personalidade do delinquente com a finalidade de evitar futuros delitos.

ANALISANDO AS ASSERTIVAS ACIMA, PODE-SE AFIRMAR QUE:


 a)  são corretas as dos itens
I e III;

 b)  são corretas as dos itens II e IV;

 c)  apenas é correta a do item III;

 d)  todas são incorretas.


Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/246466

Questão 359: FCC - DP SP/DPE SP/2009


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Considere as seguintes afirmações:

I. É com base na teoria da prevenção geral negativa que o legislador aumenta penas na crença de conter a criminalidade
com a ajuda do Código Penal.

II. Além de atribuir à pena privativa de liberdade a inalcançável finalidade reeducadora, atrás das ideias utilitárias da
prevenção especial  sempre há uma confusão entre direito e moral e entre crime e pecado.

III. A teoria retributiva parte da ideia da compensação da culpa, do pressuposto de que a justa retribuição ao fato cometido
se dá através da individualização e diferenciação da pena.

Está correto o que se afirma SOMENTE em

 a) I.

 b) II.

 c) III.

 d) I e II.

 e) II e III.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/156236

Questão 360: Com. Exam. (MPDFT) - PJ (MPDFT)/MPDFT/2005


Assunto: Prevenção da Criminalidade
Sobre os fins da pena é incorreto afirmar:

 a) As teorias absolutas fundamentam a sanção penal na mera retribuição ao delito perpetrado, sendo aplicada por necessidade
ética (Kant) ou jurídica (Hegel).

  b)  A teoria da prevenção geral negativa, na concepção de Feuerbach, funda-se no caráter intimidatório da pena sobre os
destinatários das normas jurídicas.

  c)  Para a teoria da prevenção geral positiva fundamentadora, deve o Direito Penal garantir primordialmente a função
orientadora das normas jurídicas, vale dizer, garantir a estabilização das expectativas sociais.

  d)  A partir da dicção do artigo 59 do Código Penal, segundo o qual o juiz deve fixar a pena com vistas à reprovação e à
prevenção do crime, pode-se concluir, com a maioria dos autores pátrios, que nosso ordenamento jurídico acolheu uma teoria
mista aditiva que busca conciliar retribuição e prevenção geral e especial.

  e)  A teoria da prevenção especial implica a simples neutralização do criminoso, sem maiores preocupações com a
ressocialização do condenado supostamente corrigível.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/506310

Questão 361: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Com relação às teorias da criminologia e à prevenção da infração penal no estado democrático de direito, julgue o item
subsequente acerca dos modelos de reação ao delito.
 
O modelo dissuasório clássico reconhece o efeito da intimidação ao crime pela pena, pela perfeita perseguição penal dos órgãos
responsáveis e pela eficaz aplicação da lei, o que inibe a atuação desviante do indivíduo.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/923057

Questão 362: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Com relação às teorias da criminologia e à prevenção da infração penal no estado democrático de direito, julgue o item
subsequente acerca dos modelos de reação ao delito.
 
O modelo integrador baseia-se na ideia do criminoso racional, que, ao ponderar os malefícios do castigo pelo crime cometido,
opta por respeitar a lei, especificamente diante da eficácia da lei e dos métodos de tratamento penitenciário.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/923058

Questão 363: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Com relação às teorias da criminologia e à prevenção da infração penal no estado democrático de direito, julgue o item
subsequente acerca dos modelos de reação ao delito.
 
O cumprimento dos deveres legais por parte do apenado recluso constitui instrumento de reação ao delito analisado pelo modelo
restaurador: o real impacto do castigo aplicado ao indivíduo no caso concreto é capaz de aferir os diagnósticos e de proporcionar
adequadas soluções para prevenir a reincidência.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/923059

Questão 364: FEPESE - AgePen (SAP SC)/SAP SC/2019


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Leia com atenção o texto a seguir.
A prisão, como pena privativa da liberdade, surgiu no século                     e, durante dois séculos, foi utilizada como meio de
guardar os réus, preservando-os fisicamente até o momento do julgamento. Os sistemas penitenciários, que consagravam as
prisões como lugares de cumprimento da pena, foram implantados na Europa e, principalmente, nas colônias americanas, como a
Western Pennsylvania Penitentiary, de 1818, na qual havia isolamento completo do condenado, que só poderia receber visitas de
funcionários da instituição, de                         e de membros da Associação de Ajuda aos Presos.
 
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto.
 a) XV • filhos
 b) XVI • progenitores
 c) XVII • sacerdotes
 d) XVIII • advogados
 e) XIX • cônjuges
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1058944
Questão 365: FEPESE - AgePen (SAP SC)/SAP SC/2019
Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Leia com atenção o texto a seguir.
As informações históricas disponíveis nos permitem verificar que, entre as principais motivações para a transformação da prisão
de                  em privação de liberdade como pena, foi o interesse em aproveitar a mão de obra e a necessidade de controlar
sua utilização. Esse sistema de privação da liberdade, com trabalho imposto aos condenados, também tinha a finalidade de
atender as necessidade do capitalismo, com trabalhadores sem o mesmo poder de reinvindicações dos operários livres,
caracterizando um período denominado                           .
 
Assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto.
 a) prevenção • socialista
 b) custódia • utilitarista
 c) tutela • participativo
 d) domicílio • macarthista
 e) sanção • colaboracionista
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1058946

Questão 366: FEPESE - AgePen (SAP SC)/SAP SC/2019


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Analise as afirmativas abaixo sobre a história da prisão e das penas aplicadas aos réus.
 
1.No Oriente Antigo, a punição fundava-se em caráter religioso castigando-se o infrator para aplacar a ira dos deuses e se
desconhecia a privação da liberdade como sanção penal.
 
2. Na Idade Média, a prisão mantinha o caráter de lugar de custódia e as penas eram bárbaras, como torturas, amputação
de órgãos e mutilações.
 
3. Nas colônias das nações europeias na América e na África, no século XV, a privação da liberdade dos réus, com
encarceramentos, tornou-se a principal pena imposta.
 
4. O Direito Canônico perpetuou o caráter sacro da punição, importante antecedente da prisão moderna, pois o objetivo
principal era a regeneração do criminoso, levando-o ao arrependimento.
 
5. Nos séculos XVI e XVII o uso da pena de morte era generalizado na Europa, sendo a forca a forma mais frequente de
execução.
 
Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.
 a) São corretas apenas as afirmativas 2, 3 e 4.
 b) São corretas apenas as afirmativas 2, 4 e 5.
 c) São corretas apenas as afirmativas 1, 2, 3 e 4.
 d) São corretas apenas as afirmativas 1, 2, 4 e 5.
 e) São corretas as afirmativas 1, 2, 3, 4 e 5.
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1058955

Questão 367: FEPESE - AgePen (SAP SC)/SAP SC/2019


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
O pensador francês Michel Foucault publicou, em 1975, uma obra que analisa os mecanismos que promoveram mudanças
significativas nos sistemas penais do Ocidente. Trata também da vigilância e das formas de punições promovidas por instituições
como prisões, hospitais e escolas.
 
Assinale a alternativa correta sobre o título da obra referida.
 a) Microfísica do poder
 b) História da loucura na idade clássica
 c) Arqueologia do saber: submundo do crime
 d) Nascimento da clínica: prisão controlada
 e) Vigiar e punir: nascimento da prisão
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1058964

Questão 368: FCC - DP AM/DPE AM/2018


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Ficaria claro, com ele, que a maneira pela qual as sociedades e suas instituições reagem diante de um fato é mais determinante
para defini-lo como delitivo ou desviado do que a própria natureza do fato  (...).
 
(Adaptado de: ANITUA, Gabriel Ignacio. Histórias dos pensamentos criminológicos. Rio de Janeiro: Revan, 2008, p. 588)
 
A teoria criminológica descrita na passagem acima é conhecida por

 a)  Escola de Chicago.

 b)  Associação Diferencial.

 c)  Escola Positivista.

 d)  Reação Social.

 e)  Garantismo Penal.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/662239

Questão 369: CEBRASPE (CESPE) - DPF/PF/2018


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Julgue o item a seguir, relativo a modelos teóricos da criminologia.
 
Para a teoria da reação social, o delinquente é fruto de uma construção social, e a causa dos delitos é a própria lei; segundo essa
teoria, o próprio sistema e sua reação às condutas desviantes, por meio do exercício de controle social, definem o que se entende
por criminalidade.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/684290

Questão 370: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC GO)/PC GO/2017


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Em busca do melhor sistema de enfrentamento à criminalidade, a criminologia estuda os diversos modelos de reação ao delito.

A respeito desses modelos, assinale a opção correta.

  a)  De acordo com o modelo clássico de reação ao crime, os envolvidos devem resolver o conflito entre si, ainda que haja
necessidade de inobservância das regras técnicas estatais de resolução da criminalidade, flexibilizando-se leis para se chegar ao
consenso.

 b) Conforme o modelo ressocializador de reação ao delito, a existência de leis que recrudescem o sistema penal faz que se
previna a reincidência, uma vez que o infrator racional irá sopesar o castigo com o eventual proveito obtido.

 c) Para a criminologia, as medidas despenalizadoras, com o viés reparador à vítima, condizem com o modelo integrador de
reação ao delito, de modo a inserir os interessados como protagonistas na solução do conflito.

 d) A fim de facilitar o retorno do infrator à sociedade, por meio de instrumentos de reabilitação aptos a retirar o caráter aflitivo
da pena, o modelo dissuasório de reação ao crime propõe uma inserção positiva do apenado no seio social.

  e)  O modelo integrador de reação ao delito visa prevenir a criminalidade, conferindo especial relevância ao ius puniendi
estatal, ao justo, rápido e necessário castigo ao criminoso, como forma de intimidação e prevenção do crime na sociedade.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/442454

Questão 371: IADES - Alun Of (PM DF)/PM DF/2017


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
O favorecimento da criminalidade dos poderosos, o predomínio do sentimento coletivo de insegurança e do medo do crime, o
populismo e a politização partidária, o endurecimento do rigor penal, a confiança ilimitada nos órgãos estatais do sistema
punitivo, e o desprezo pelo sistema de garantias que o controla são, segundo Antônio Garcia-Pablos de Molina e Luiz Flávio
Gomes, algumas das características inerentes ao modelo de intervenção penal que representa uma perigosa involução, bem como
perverte esforços realizados, durante muito tempo, com vistas a melhorar qualitativamente a resposta do sistema ao fenômeno
delitivo. Os fundamentos supracitados correspondem ao modelo

 a)  clássico.

 b)  integrador.

 c)  dissuasório.

 d)  ressocializador.

 e)  de segurança cidadã.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/461610

Questão 372: FCC - DP PR/DPE PR/2017


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
A criminologia da reação social

 a)  concentra seus estudos nos processos de criminalização.

 b)  corresponde a uma teoria do consenso.

 c)  explica o comportamento criminoso como fruto de um aprendizado.

 d)  identificou as subculturas delinquentes.

 e)  explica a existência do homem criminoso pelo atavismo.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/467253

Questão 373: IBADE - Adv (SEJUDH MT)/SEJUDH MT/2017


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
De acordo com a doutrina, a pena tem tríplice finalidade, sendo elas retributiva, preventiva (geral e especial) e reeducativa.
 
Quanto à aplicação e finalidades das penas, pode-se afirmar que a(o):

 a)  prevenção especial e o caráter retributivo atuam durante a imposição e execução da pena.

 b)  LEP não se aplica às hipóteses de sentença absolutória imprópria (execução das medidas de segurança).

 c)  caráter reeducativo da pena atua somente na fase de imposição.

 d)  prevenção especial (visa à sociedade) atua antes mesmo da prática de qualquer infração penal.

 e)  LEP será aplicada nos casos de medidas socioeducativas (resposta estalal aos atos infracionais), regradas pelo Estatuto da
Criança e do Adolescente.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/575076

Questão 374: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC PE)/PC PE/2016


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
No que se refere aos métodos de combate à criminalidade, a criminologia analisa os controles formais e informais do fenômeno
delitivo e busca descrever e apresentar os meios necessários e eficientes contra o mal causado pelo crime. A esse respeito,
assinale a opção correta.

 a) A criminologia distingue os paradigmas de respostas conforme a finalidade pretendida, apresentando, entre os modelos de
reação ao delito, o modelo dissuasório, o ressocializador e o integrador como formas de enfrentamento à criminalidade. Em
determinado nível, admitem-se como conciliáveis esses modelos de enfrentamento ao crime.

 b) Como modelo de enfrentamento do crime, a justiça restaurativa é altamente repudiada pela criminologia por ser método
benevolente ao infrator, sem cunho ressocializador e pedagógico.

  c)  O modelo dissuasório de reação ao delito, no qual o infrator é objeto central da análise científica, busca mecanismos e
instrumentos necessários à rápida e rigorosa efetivação docastigo ao criminoso, sendo desnecessário o aparelhamento estatal
para esse fim.

  d)  O modelo ressocializador de enfrentamento do crime propõe legitimar a vítima, a comunidade e o infrator na busca de
soluções pacíficas, sem que haja a necessidade de lidar com a ira e a humilhação do infrator ou de utilizar o ius puniendi estatal.

  e)  A doutrina admite pacificamente o modelo integrador na solução de conflitos havidos em razão do crime,
independentemente da gravidade ou natureza, uma vez que o controle formal das instâncias não se abdica do poder punitivo
estatal.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/364101

Questão 375: VUNESP - Del Pol (PC CE)/PC CE/2015


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Assinale a alternativa correta em relação aos modelos teóricos de reação social ao delito.

 a) São três os modelos teóricos: o moderno, o contemporâneo e o tradicional; o modelo moderno objetiva tratar a prevenção
do delito como um problema social, no qual todos têm responsabilidade na ressocialização do criminoso; o modelo
contemporâneo entende que há necessidade das penas serem proporcionais ao bem jurídico protegido, enquanto que o modelo
tradicional busca no sistema de justiça criminal (Polícia, Ministério Público, Poder Judiciário e Sistema Penitenciário) a efetividade
para a prevenção do delito.

 b) Estão divididos em dois modelos: o concreto e o abstrato, nos quais os objetivos são comuns, ou seja, ambos estão focados
no sujeito ativo do delito e em como fazer com que ele não volte a delinquir; o primeiro visa aplicar uma pena privativa de
liberdade e o segundo, uma pena pecuniária.

 c) São caracterizados por três modelos, também conhecido como as três velocidades do direito penal, um direito penal mais
“duro” para os crimes mais violentos, um direito penal mais brando, como, por exemplo, para os crimes de menor potencial
ofensivo e um direito penal intermediário, um meio termo, para os demais crimes.

  d)  Apresentam dois modelos bem distintos: o tradicional e o moderno, por entender que um tem foco na punição e
recuperação do delinquente, e o outro tem foco na reparação do delito; o primeiro olha para o delinquente e o segundo, somente
para a vítima, não importando a recuperação do delinquente.

 e) São três os modelos: o dissuasório, o ressocializador e o integrador; o primeiro, também conhecido como modelo clássico,
tem o foco na punição do criminoso, procurando mostrar que o crime não compensa; o segundo tem o foco no criminoso e sua
ressocialização, procurando reeducá-lo para reintegrá-lo à sociedade; e o terceiro, conhecido como justiça restaurativa, que
defende uma intervenção mínima estatal em que o sistema carcerário só atuará em último caso.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/257506

Questão 376: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
O modelo restaurador de reação ao delito, também conhecido por modelo integrador ou de justiça restaurativa, tem por
objetivo(s)

 a)  reinserir o condenado à sociedade por meio da religião e da laborterapia.

 b)  proteger os bens jurídicos violados pela prática delitiva.

 c)  aplicar pena ao condenado, buscando desestimulá-lo à prática de novos delitos.


 d)  buscar a recuperação do delinquente, proporcionar assistência à vítima e restabelecer o controle social abalado pela prática
do delito.

 e)  punir o delinquente, como meio de castigá-lo e retribuir- lhe o mal pelo delito praticado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213361

Questão 377: VUNESP - At NP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
As teorias absolutas da pena também são conhecidas por teorias da

 a)  prevenção.

 b)  ressocialização.

 c)  restauração.

 d)  reeducação.

 e)  retribuição.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/213370

Questão 378: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
A reparação dos danos e a indenização dos prejuízos à vítima são vistas pela doutrina como

 a) uma importante tendência político-criminal observada na Lei n.º 9.099/95.

 b) um problema que cabe apenas ao Direito Civil tratar.

 c) uma teoria que vê a vítima como uma parte autossuficiente no crime.

 d) algo obsoleto, que não cabe mais sua discussão.


 e) um fato que serve exclusivamente como base para cálculo da pena do criminoso.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214109

Questão 379: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
O modelo de resposta ao delito que foca na punição do criminoso, proporcional ao dano causado, mediante um Estado atuante e
intimidatório, denomina-se

 a) padrão consensual.

 b) modelo ressocializador.

 c) modelo segregador.

 d) padrão associativo.

 e) modelo dissuasório.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/214145

Questão 380: VUNESP - DTP (PC SP)/PC SP/2014


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
O modelo integrador de reação social que visa dar assistência à vítima e ao controle social afetado pelo crime, mediante a
reparação do dano causado, é chamado de modelo

 a) restaurador.

 b) clássico.

 c) dissuasório.

 d) ressocializador.

 e) conservador.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/215189

Questão 381: PUC PR - JE TJPR/TJ PR/2010


Assunto: Reação ao Delito (Modelos Clássico, Ressocializador e Restaurador)
Na busca por novas formas de resoluções de conflitos acerca de condutas criminalizadas, face ao notório insucesso e crise do
tradicional modelo de Justiça Penal, vem emergindo a Justiça Restaurativa, que se destaca por ser alternativa condizente com o
respeito aos Direitos Humanos e à dignidade da pessoa humana para dirimir conflitos tanto na esfera Penal quanto no âmbito da
Infância e Juventude.
 
Em relação à Justiça Restaurativa, avalie se as assertivas a seguir são falsas (F) ou verdadeiras (V) e assinale a opção CORRETA.
 
( ) Sistema retributivo baseado no delito como ofensa à seguridade social.
 
( ) Identificada como uma justiça penal social inclusiva.
 
( ) Revitalização da vítima em processo dialogado e fundado no princípio consensual.
 
( ) Modelo retributivo, de resposta imposta verticalmente e concretizada pela aplicação de pena pelo Estado ao autor da
conduta criminalizada.
 
 a)  F, V, V, F
 b)  V, V, V, V
 c)  V, F, V, V
 d)  V, F, F, V
Esta questão não possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/409842

Questão 382: FGV - Del Pol (PC RN)/PC RN/2021


Assunto: Vitimologia
Após ser agredida por seu marido, Ana Cláudia busca auxílio em delegacia policial próxima a sua residência. Após narrar todo o
ocorrido ao servidor responsável, ele afirmou que não parecia ser nada grave porque ela não apresentava nenhuma marca de
lesão, sugerindo, em tom jocoso, que ela deveria voltar logo para casa porque “marido está difícil de encontrar”. Diante disso, Ana
Cláudia deixa a delegacia de polícia sem realizar o registro de ocorrência pretendido.

Dentro de uma perspectiva criminológica, os fatos hipotéticos acima narrados descrevem, respectivamente, as noções de:

 a)  vitimização secundária e vitimização primária;

 b)  vitimização primária e vitimização terciária;

 c)  seletividade primária e vitimização primária;

 d)  vitimização primária e vitimização secundária;

 e)  seletividade secundária e vitimização secundária.

Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/1672606

Questão 383: CEBRASPE (CESPE) - DP DF/DP DF/2019


Assunto: Vitimologia
A criminologia, diante do fenômeno do delito, na busca de conhecer fatores criminógenos, traça um paralelo entre vítima e
criminoso. Partindo dessa premissa dual, chamada por Mendelsohn de “dupla-penal”, extraem-se importantes situações
fenomenológicas.
 
Acerca desses estudos, julgue o item seguinte.
 
A criminologia classifica como vitimização secundária a coisificação, pelas esferas de controle formal do delito, da pessoa
ofendida, ao tratá-la como mero objeto e com desdém durante a persecução criminal.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/923064

Questão 384: INSTITUTO ACESSO - Del Pol (PC ES)/PC ES/2019


Assunto: Vitimologia
“A vítima do delito experimentou um secular e deliberado abandono. Desfrutou do máximo protagonismo [...] durante a época da
justiça privada, sendo depois drasticamente “neutralizada” pelo sistema legal moderno [...]” (MOLINA, Antonio Garcia-Pablos de;
GOMES, Luiz Flávio, 2008, p. 73). A Vitimologia impulsionou um processo de revisão científica do papel da vítima no fenômeno
delitivo. Leia as afirmativas a seguir e assinale a alternativa INCORRETA sobre o tema.

 a)  Os pioneiros da vitimologia compartilhavam uma análise etiológica e interacionista, sendo que suas tipologias ponderavam
sobre o maior ou menor grau de contribuição da vítima para sua própria vitimização.

 b)  O redescobrimento da vítima e os estudos científicos decorrentes se deram a partir da 1ª (Primeira) Guerra Mundial em
atendimento daqueles que sofreram com os efeitos dos conflitos e combates.

  c)  A criminologia tradicional desconsiderou o estudo da vítima por considerá-la mero objeto neutro e passivo, tendo
polarizado em torno do delinquente as investigações sobre o delito, sua etiologia e prevenção.

  d)  A vitimologia ocupa-se, sobretudo, do estudo sobre os riscos de vitimização, dos danos que sofrem as vítimas como
consequência do delito assim como da posterior intervenção do sistema legal, dentre outros temas.

 e)  A Psicologia Social destacou-se como marco referencial teórico às investigações vitimológicas, fornecendo modelos teóricos
adequados à interpretação e explicação dos dados.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985544

Questão 385: INSTITUTO ACESSO - Del Pol (PC ES)/PC ES/2019


Assunto: Vitimologia
A dor causada à vítima, ao ter que reviver a cena do crime, ao ter que declarar ao juiz o sentimento de humilhação
experimentado, quando os advogados do acusado culpam a vítima, argumentando que foi ela própria que, com sua conduta,
provocou o delito. Os traumas que podem ser causados pelo exame médico-forense, pelo interrogatório policial ou pelo
reencontro com o agressor em juízo, e outros, são exemplos da chamada vitimização.

 a)  secundária.

 b)  terciária.

 c)  indireta.

 d)  primária.

 e)  direta.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/985550

Questão 386: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC MA)/PC MA/2018


Assunto: Vitimologia
A criminologia considera que o papel da vítima varia de acordo com o modelo de reação da sociedade ao crime. No modelo
 a) clássico, a vítima é a responsável direta pela punição do criminoso, sendo figura protagonista no processo penal.
 b) ressocializador, busca-se o resgate da vítima, de modo a reintegrá-la na sociedade.
 c) retribucionista, o objetivo restringe-se ao ressarcimento do dano pelo criminoso à vítima.
 d) da justiça integradora, a vítima é tida como julgadora do criminoso.
 e) restaurativo, o foco é a participação dos envolvidos no conflito em atividades de reconciliação, nas quais a vítima tem um
papel central.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/391086

Questão 387: VUNESP - Deleg (PC BA)/PC BA/2018


Assunto: Vitimologia
No que diz respeito aos estudos desenvolvidos no âmbito da vitimologia, assinale a alternativa correta.

 a)  O linchamento do autor de um crime por populares em uma rua pode ser classificado como uma vitimização secundária e
terciária.

  b)  A chamada da vítima na fase processual da persecução penal para ser ouvida sobre o crime, por inúmeras vezes, é
denominada de vitimização secundária.

 c)  A longa espera da vítima de um crime em uma delegacia de polícia para o registro do crime é denominada de vitimização
terciária.

  d)  A vítima só passa a ter um contorno sistemático em sua abordagem criminológica a partir do fim da primeira guerra
mundial, na segunda década do século XX.

 e)  As pesquisas de vitimização têm por objetivo principal mensurar a vitimização secundária.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/626612

Questão 388: VUNESP - Inv Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
As vítimas podem ser classificadas da seguinte maneira: vítima completamente inocente ou vítima ideal; vítima de culpabilidade
menor ou por ignorância; vítima voluntária ou tão culpada quanto o infrator; vítima mais culpada que o infrator e vítima
unicamente culpada.

No estudo da vitimologia, essa classificação é atribuída a

 a)  Benjamin Mendelsohn.

 b)  Enrico Ferri.

 c)  Cesare Bonesana.

 d)  Cesare Lombroso.

 e)  Raffaele Garofalo.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651177

Questão 389: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
Com relação às classificações de vítimas, apresentadas por Benjamim Mendelsohn, em relação aos estudos de vitimologia,
 a) vítima completamente inocente é aquela cuja participação ativa é imprescindível para a caracterização do crime.
 b) vítima resistente é aquela que concorre para a produção do resultado.
 c) vítima ideal é aquela que contribui, de alguma forma, para o resultado danoso.
 d) vítima como única culpada pode ser exemplificada pelo indivíduo embriagado que atravessa avenida movimentada vindo a
falecer atropelado.
 e) vítima por ignorância é aquela que não tem nenhuma participação no evento criminoso.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651823

Questão 390: VUNESP - Esc Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
Assinale a alternativa correta no que diz respeito à vitimologia.
 a) Vitimização secundária é definida como o resultado da agressão infligida à vítima pelo autor do crime.
 b) No Brasil, a vitimologia é sistematizada por autores nacionais a partir da década de 30 do século XX, ajudando a nortear a
elaboração do Código Penal de 1940.
 c) Na década de 80 do século XX, a ONU promulgou um dos principais diplomas internacionais no que diz respeito aos direitos
das vítimas.
 d) O termo “vitimologia” foi cunhado na década de 20 do século XX, ao término da primeira guerra mundial.
 e) Vitimização terciária é definida como o resultado dos obstáculos e sofrimentos vivenciados pela vítima, em decorrência dos
procedimentos legais da persecução penal desenvolvida pelo Estado.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/651827

Questão 391: NUCEPE UESPI - Del Pol (PC PI)/PC PI/2018


Assunto: Vitimologia
Sobre a Vitimologia, assinale a alternativa CORRETA.
  a)  De acordo com a classificação das vítimas, formulada por Mendelsohn, a vítima simuladora é aquela que voluntária ou
imprudentemente, colabora com o ânimo criminoso do agente.
 b)  É denominada terciária a vitimização que corresponde aos danos causados à vítima em decorrência do crime.
  c)  De acordo com a ONU, apenas são consideradas vítimas as pessoas que, individual ou coletivamente, tenham sofrido
lesões físicas ou mentais, por atos ou omissões que representem violações às leis penais, incluídas as leis referentes ao abuso
criminoso do poder.
 d)  O surgimento da Vitimologia ocorreu no início do século XVIII, com os estudos pioneiros de Hans Von Hentig, seguido por
Mendelsohn.
 e)  É denominada secundária a vitimização causada pelas instâncias formais de controle social, no decorrer do processo de
registro e apuração do crime.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/656432

Questão 392: VUNESP - Dat Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
Assinale a alternativa correta no que diz respeito à classificação dos tipos de vítimas segundo Hans Von Henting.
  a)  Vítima com ânsia de viver – denomina-se assim aquela que, sob o pretexto de que a persecução judicial lhe causaria
maiores danos do que o próprio sofrimento resultante da ação criminosa, acaba deixando de processar o autor do delito. São
vistos tais comportamentos geralmente nos roubos ocorridos nas ruas, nos crimes sexuais e nas chantagens.
 b)  Vítima imune – é considerada dessa forma a pessoa que, em decorrência de seu cargo, função, ou algum tipo de prestígio
na sociedade em que vive, acredita que não está sujeita a qualquer tipo de ação delituosa que possa transformá-la em vítima. Um
exemplo é o padre.
 c)  Vítima falsa – é taxada dessa forma a vítima que, pela cobiça, pelo anseio de se enriquecer de maneira rápida ou fácil,
acaba sendo ludibriada por estelionatários ou vigaristas.
 d)  Vítima que se converte em autor – denomina-se assim a vítima que, por não aceitar ser agredida pelo autor, reage e passa
a agredi-lo da mesma forma, sempre em sua defesa ou em defesa de outrem, ou também no caso de cumprimento do dever.
Nessa situação, há sempre a disposição da vítima em lutar com o autor.
  e)  Vítima da natureza – denomina-se assim a pessoa que possui uma tendência natural de se tornar vítima. Isso pode
decorrer da personalidade deprimida, desenfreada, libertina ou aflita da pessoa, sendo que esses tipos de personalidade podem
de algum modo contribuir com o criminoso.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/665938

Questão 393: VUNESP - Ag Tel Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
Na classificação de Benjamin Mendelsohn, a vítima imaginária é considerada uma vítima
 a) mais culpada que o infrator.
 b) voluntária ou tão culpada quanto o infrator.
 c) completamente inocente ou ideal.
 d) unicamente culpada.
 e) de culpabilidade menor ou por ignorância.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/666107

Questão 394: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
Assinale a alternativa correta no que diz respeito aos estudos desenvolvidos no âmbito da vitimologia.
 a)  O aumento do número de crimes investigados e processados pode ocasionar uma maior vitimização secundária.
 b)  O preconceito posterior à prática do crime que recai sobre a vítima, em crimes sexuais, por parte da sociedade em geral e
que contribui para a subnotificação deste tipo de crime é denominado de vitimização primária.
 c)  Pesquisas de vitimização devem, paulatinamente, substituir os indicadores criminais baseados em registros de crimes.
 d)  Os estudos, as teorias e as classificações desenvolvidos no âmbito da vitimologia demonstram que a conduta da vítima não
pode ser indicada como fator que, de algum modo, contribui para a prática do crime.
  e)  Uma das grandes contribuições do atual estágio de desenvolvimento da vitimologia foi demonstrar que o fênomeno da
subnotificação é um mito e praticamente insignificante em termos quantitativos.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/666654

Questão 395: VUNESP - Ag Pol (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
Assinale a alternativa que apresenta corretamente tipos ou definições de vítimas, nos termos propostos por Benjamin
Mendelsohn.
  a)  Vítima sem valor; Vítima pelo estado emocional; Vítima perverse; Vítima alcoólatra; e Vítima por mudança da fase de
existência.
 b)  Vítima depressiva, Vítima indefesa; Vítima falsa; Vítima imune; e Vítima reincidente.
 c)  Vítima completamente inocente ou vítima ideal; Vítima de culpabilidade menor ou por ignorância; Vítima voluntária ou tão
culpada quanto o infrator; Vítima mais culpada que o infrator; e Vítima unicamente culpada.
 d)  Vítima isolada; Vítima por proximidade; Vítima com ânimo de lucro; Vítima com ânsia de viver; e Vítima agressiva.
 e)  Vítima que se converte em autor; Vítima propensa; Vítima da natureza; Vítima resistente; e Vítima reincidente.
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/666656

Questão 396: VUNESP - PP (PC SP)/PC SP/2018


Assunto: Vitimologia
Na questão, assinale a alternativa contendo a informação que preenche corretamente a lacuna.
 
A ____________ é a autorrecriminação da vítima pela ocorrência do crime contra si, buscando razões que, possivelmente,
tornaram-na responsável pelo delito.
 a)  sobrevitimização
 b)  vitimização primária
 c)  vitimização secundária
 d)  vitimização terciária
 e)  heterovitimização
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/667203

Questão 397: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC SE)/PC SE/2018


Assunto: Vitimologia
Texto 1A9-I: Sentença
 
Ação: Medidas Protetivas de Urgência (Lei Maria da Penha)

Processo n.º: XXXXXXX


 
Ana de Jesus foi à polícia reclamar que Mário, seu ex-namorado, alcoólatra e usuário de drogas, lhe fez ameaça de morte e ainda
lhe deu umas refregas (sic), ao que se seguiram a comunicação do fato e o pedido de medida protetiva. É lamentável que a
mulher não se dê ao respeito e, com isso, faça desmerecido o poder público. Simplesmente decidir que o agressor deve manter
determinada distância da vítima é um nada. Depois que o sujeito, sentindo só a debilidade do poder público, invadir a distância
marcada, caberá à vítima, mais uma vez, chamar a polícia, a qual, tendo ido ao local, o afastará dali. Mais que isso, legalmente,
pouco há que fazer. Enfim, enquanto a mulher não se respeitar, não se valorizar, ficará nesse ramerrão sem fim — agressão,
reclamação na polícia, falta de proteção. Por outro lado, ainda vige o instituto da legítima defesa, muito mais eficaz que qualquer
medidazinha (sic) de proteção. Intimem-se, inclusive ao MP.
 
Texto 1A9-II
 
No Brasil, a edição da Lei Maria da Penha retratou a preocupação da sociedade com a violência doméstica contra a mulher, e a
incorporação do feminicídio ao Código Penal refletiu o reconhecimento de conduta criminosa reiterada relacionada à questão de
gênero. Mesmo com tais medidas, que visam reduzir a violência contra as mulheres, as estatísticas nacionais apontam para um
agravamento do problema. No caso do estado de Sergipe, de acordo com dados do Panorama da Violência contra as Mulheres no
Brasil (2016), a taxa de violência letal contra mulheres é superior à taxa nacional, enquanto a taxa de estupros é inferior, o que
pode ser resultado de uma subnotificação desse tipo de violência.
 
Internet: <www.senado.gov.br> (com adaptações).
 
Considerando os textos apresentados, julgue o item que se segue, pertinentes aos objetos da criminologia.
 
A sentença transcrita (texto 1A9-I) exemplifica o que a teoria criminológica descreve como revitimização ou vitimização
secundária, que se expressa como o atendimento negligente, o descrédito na palavra da vítima, o descaso com seu sofrimento
físico e(ou) mental, o desrespeito à sua privacidade, o constrangimento e a responsabilização da vítima pela violência sofrida.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/699445

Questão 398: CEBRASPE (CESPE) - Del Pol (PC SE)/PC SE/2018


Assunto: Vitimologia
Texto 1A9-I: Sentença
 
Ação: Medidas Protetivas de Urgência (Lei Maria da Penha)

Processo n.º: XXXXXXX


 
Ana de Jesus foi à polícia reclamar que Mário, seu ex-namorado, alcoólatra e usuário de drogas, lhe fez ameaça de morte e ainda
lhe deu umas refregas (sic), ao que se seguiram a comunicação do fato e o pedido de medida protetiva. É lamentável que a
mulher não se dê ao respeito e, com isso, faça desmerecido o poder público. Simplesmente decidir que o agressor deve manter
determinada distância da vítima é um nada. Depois que o sujeito, sentindo só a debilidade do poder público, invadir a distância
marcada, caberá à vítima, mais uma vez, chamar a polícia, a qual, tendo ido ao local, o afastará dali. Mais que isso, legalmente,
pouco há que fazer. Enfim, enquanto a mulher não se respeitar, não se valorizar, ficará nesse ramerrão sem fim — agressão,
reclamação na polícia, falta de proteção. Por outro lado, ainda vige o instituto da legítima defesa, muito mais eficaz que qualquer
medidazinha (sic) de proteção. Intimem-se, inclusive ao MP.
 
Texto 1A9-II
 
No Brasil, a edição da Lei Maria da Penha retratou a preocupação da sociedade com a violência doméstica contra a mulher, e a
incorporação do feminicídio ao Código Penal refletiu o reconhecimento de conduta criminosa reiterada relacionada à questão de
gênero. Mesmo com tais medidas, que visam reduzir a violência contra as mulheres, as estatísticas nacionais apontam para um
agravamento do problema. No caso do estado de Sergipe, de acordo com dados do Panorama da Violência contra as Mulheres no
Brasil (2016), a taxa de violência letal contra mulheres é superior à taxa nacional, enquanto a taxa de estupros é inferior, o que
pode ser resultado de uma subnotificação desse tipo de violência.
 
Internet: <www.senado.gov.br> (com adaptações).
 
Considerando os textos apresentados, julgue o item que se segue, pertinentes aos objetos da criminologia.
 
De acordo com estudos vitimológicos, a diferença entre os crimes sexuais praticados e os comunicados às agências de controle
social é de aproximadamente 90%, o que estaria em consonância com os dados do Panorama da Violência contra as Mulheres no
Brasil (texto 1A9-II), que indica a ocorrência de subnotificação nos casos de estupros praticados em Sergipe. Esse fenômeno, de
apenas uma parcela dos crimes reais ser registrada oficialmente pelo Estado, é o que a criminologia chama de cifra negra da
criminalidade.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/699459

Questão 399: FAPEMS - Del Pol (PC MS)/PC MS/2017


Assunto: Vitimologia
Dentro da criminologia, tem-se a vertente da vitimologia, que estuda de forma ampla os aspectos da vítima na criminalidade, e é
dividida em primária, segundária e terciária. Da análise dessa divisão, pode-se afirmar que a vitimização terciária ocorre, quando

 a)  a vítima tem três ou mais antecedentes.

 b)  a vítima é parente em terceiro grau do ofensor.

 c)  um terceiro participa da ação criminosa.

 d)  a vítima é abandonada pelo estado e estigmatizada pela sociedade.

 e)  duas ou mais pessoas cometem o crime.


Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/541121

Questão 400: Com. Exam. (MPE SC) - PJ (MPE SC)/MPE SC/2016


Assunto: Vitimologia
Enquanto a criminologia pode ser identificada como a ciência que se dedica ao estudo do crime, do criminoso e dos fatores da
criminalidade, a vitimologia tem por objeto o estudo da vítima e de suas peculiaridades, sendo considerada por alguns autores
como ciência autônoma.
 Certo
 Errado
Esta questão possui comentário do professor no site. www.tecconcursos.com.br/questoes/507557
Gabarito
201) D 202) Certo 203) Certo 204) Certo 205) Errado 206) A 207) B
208) D 209) C 210) C 211) D 212) E 213) B 214) A
215) A 216) C 217) C 218) Certo 219) E 220) C 221) A
222) B 223) D 224) D 225) Errado 226) D 227) B 228) D
229) C 230) E 231) B 232) C 233) B 234) B 235) B
236) B 237) Certo 238) E 239) C 240) Errado 241) Errado 242) Errado
243) C 244) E 245) Anulada 246) D 247) E 248) B 249) C
250) A 251) E 252) B 253) Errado 254) Certo 255) Certo 256) D
257) C 258) A 259) D 260) A 261) A 262) A 263) A
264) A 265) C 266) C 267) A 268) A 269) D 270) C
271) E 272) D 273) A 274) A 275) E 276) B 277) A
278) E 279) D 280) A 281) A 282) B 283) D 284) B
285) B 286) C 287) D 288) E 289) D 290) A 291) Certo
292) B 293) Errado 294) Errado 295) B 296) D 297) B 298) B
299) B 300) E 301) E 302) A 303) B 304) B 305) A
306) C 307) D 308) A 309) C 310) Certo 311) Certo 312) Errado
313) A 314) C 315) E 316) C 317) B 318) D 319) D
320) Certo 321) Certo 322) Errado 323) Errado 324) Errado 325) E 326) B
327) A 328) E 329) B 330) C 331) E 332) C 333) A
334) C 335) C 336) C 337) C 338) Errado 339) D 340) Certo
341) Errado 342) Errado 343) Anulada 344) A 345) B 346) B 347) B
348) E 349) B 350) D 351) B 352) B 353) D 354) C
355) D 356) D 357) C 358) C 359) D 360) E 361) Anulada
362) Errado 363) Errado 364) C 365) B 366) D 367) E 368) D
369) Certo 370) C 371) E 372) A 373) A 374) A 375) E
376) D 377) E 378) A 379) E 380) A 381) A 382) D
383) Certo 384) B 385) A 386) E 387) B 388) A 389) D
390) C 391) E 392) B 393) D 394) A 395) C 396) E
397) Certo 398) Certo 399) D 400) Certo

Você também pode gostar