Você está na página 1de 7

INSTITUTO FEDERAL FLUMINENSE

CAMPUS AVANÇADO DE MARICÁ

ÁREA DO CONHECIMENTO: EDUCAÇÃO FÍSICA

PROFESSORA: REGIANE COSTA

TURMA: 1A- MEIO AMBIENTE

O CORPO FALA ATRAVÉS DO EQUILÍBRIO

Ana Karen Sudério Campos da Silva

Lucas de Amaral Garnier Pires

Maria Clara Ribeiro de Oliveira

Rafaella de Medeiros e Silva

25 DE ABRIL DE 2021
1
I INTRODUÇÃO

O corpo é um conjunto de organismos funcionais que recebe influência de todos os


ambientes em que ele se encontra, além disso, se adapta ao que acha necessário e busca manter-se
vivo.

Tendo esse ponto de vista em mente, chega-se à conclusão que ele também se
comunique, entre si mesmo, com outros corpos e organismos. Existem muitas maneiras que essa
comunicação pode acontecer, umas mais claras e perceptíveis, outras mais sutis e quase que
impossíveis de serem identificadas.

Este trabalho busca abordar a forma como o corpo consegue se expressar através do
equilíbrio. O equilíbrio pode existir em diversos âmbitos do corpo, mas todas estas vertentes são
importantes e o organismo complexo usa-as para sobreviver e, também, para se comunicar.

O objetivo deste projeto é conscientizar sobre esta possibilidade, e que possa ser
possível identificar o que o corpo pede, quer ou necessita sem muita dificuldade e demora, podendo
proporcionar uma qualidade de vida e um autoconhecimento maior.

II DESENVOLVIMENTO

A corporeidade é um termo que pode em um primeiro momento ser interpretada de


maneira errônea ou estereotipada. O ser humano se faz presente no mundo pelo seu corpo,
representando uma dimensão construtiva e expressiva do ser do homem, sendo denominado de
corpo próprio e corpo vivente. Compreender o corpo somente é possível a partir das experiências e
vivências estabelecidas nas relações consigo, com os outros e com o mundo. A esta capacidade de
cada pessoa sentir e apossar - se do seu próprio corpo como meio de manifestação e interação com
o mundo chamamos de Corporeidade.

A Corporeidades está ligada, principalmente ao equilíbrio físico, mental e espiritual,


que são assuntos abordados no nosso trabalho.

1.0) Equilíbrio físico:

1.1) O equilíbrio pode ser definido, basicamente, como a habilidade de manter o


centro de massa corporal dentro da base de sustentação, sendo uma das funções do sistema de

2
controle postural. Nosso equlibrio é controlado pelo sistema nervoso central (SNC) sobre os
músculos e articulações, fazendo o corpo ter capacidade de sustentar algumas posições sem ser
vencido pela força gravitacional ou resistindo às forças contrárias.

Para que o SNC realize os devidos ajustes, é necessário que ele receba informações
a respeito de cada parte do corpo. Para isso, três sistemas assumem papéis imprescindíveis,
os receptores sensitivos presentes na pele e articulações (Sistema somatossensorial), a visão,
permitindo a identificação de objetos no espaço e garantindo informações sobre o corpo, e o
aparelho vestibular, localizado no ouvido interno e é formado pelo utrículo, sáculo e canais
semicirculares. Em seu interior há os esterocílios, células sensoriais responsáveis por enviar ao
cérebro informações sobre a posição da cabeça no espaço e as mudanças súbitas na direção do
movimento cefálico. A informação recebida por todas as partes do corpo chegam ao encéfalo, nos
centros nervosos situados no tronco cerebral e no cerebelo, e depois são envidas aos músculos as
ordens adequadas.

Quando o corpo se movimenta bruscamente e para, são enviados para o cérebro


informações daquele movimento, mas corpo já parou de se movimentar e a informação que o
cérebro recebeu não bate com a real condição do corpo. Por este motivo, ficamos tontos por algum
tempo.

1.2) Equilibrio e reflexos posturais na infância

Os atos reflexos posturais são respostas rápidas e involuntárias que o corpo da


criança gera diante de determinados estímulos. Essa resposta é gerada pela própria medula, o que
significa dizer que a mensagem gerada pelo estímulo não precisa chegar ao cérebro para que uma
resposta seja criada,

Os reflexos posturais primitivos são respostas simultâneas de um determinado


impulso externo. Estão presentes ao nascimento mas devem ser acanhados ao longo dos primeiros
meses, quando surgem os reflexos posturais.

Reflexos posturais são movimentos automáticos que mantém a posição e equilíbrio


do corpo durante repouso ou movimento, eles modulam a distribuição do tono muscular nos
membros e tronco. Mantém postura, equilíbrio e harmonia do movimento. Os reflexos posturais
substituem os reflexos primitivos.

Os bebês precisam ter 3 principais reflexos posturais:

1.2.1) Reflexo de Landau: É desencadeado quando o bebê é suspenso com o corpo


deitado com a face voltada para baixo. Ao inclinar a cabeça para baixo as pernas também se

3
curvam. É um reflexo postural fundamental para sentar e andar e está presente a partir de 4 ou 5
meses de idade."

1.2.2) Apoio Lateral: É desencadeado lateralizando-se o tronco do bebê sentado.


Observa-se o apoio da mão que se encontra do mesmo lado da queda. Está presente a partir de 6 ou
8 meses de idade."

1.2.3) Paraquedas: É desencadeado colocando-se a criança de ponta cabeça.


Observa-se a extensão dos braços para frente, em um movimento para amparar a queda. Está
presente a partir de 8 a 9 meses de idade. Deve estar obrigatoriamente presente aos 12 meses.

2.0) Mental

Para que o nosso corpo funcione bem, precisamos estar mentalmente equilibrados,
pois a falta de harmonia entre o corpo e a mente pode desencadear sérios problemas de saúde.
Devido aos grandes problemas e distrações do dia, o equilíbrio do corpo é abatido. Tensões afetam
diretamente no equilíbrio mental e corporal. Quando há um desequilíbrio emocional, podemos ter
vários distúrbios psicológicos que também alteram o nosso corpo, como a ansiedade que gera
taquicardia, náusea, tensão muscular, diarreia e tremores, e o estresse que gera queda de cabelo,
alergias na pele, acne, mudanças de apetite e tontura.

Para pessoas que têm rotinas que sobrecarregam o psicológico, o ideal é a prática de
atividades físicas, principalmente daquelas que estimulam corpo e mente, como a yoga, que além da
parte física, trabalha o foco e a concentração.

Caso perceba que você está em desequilíbrio mental, o ideal é procurar um


psicólogo, que é o responsável em analisar fenômenos psíquicos e de comportamento por meio de
emoções, pensamentos e valores do indivíduo, ele irá te auxiliar nessa situação, através de
conversas que irão ajudar no seu bem estar.

3.0) Chakras- Equilíbrio Espiritual.

Os chakras são pontos energéticos de equilíbrio do corpo que controlam o


organismo, os sentimentos e os pensamentos. Todos eles estão associados ao sistema endócrino, e
cada um a uma glândula específica. É comum que estes pontos se desiquilibrem, e cada um deles
afeta um pilar da vida, seja ela mentalmente ou fisicamente. Podemos equilibra-lo através de
práticas como reiki, meditação, yoga, terapia com cristais e cromoterapia.

Temos 7 chakras principais e que percorrem nossa coluna vertebral, sendo eles

4
3.1) Básico: Está ligado com a saúde forte e maior disposição. Quando está em
desequilíbrio, este chakra causa o mau funcionamento do intestino, insônia e hiperatividade.

3.1) Umbilical: Quando equilibrado, promove o bom funcionamento de outros


chakras, além de equilibrar a autoestima, está ligado aos órgãos de reprodução. Em desequilíbrio
pode gerar desânimo e compulsões, como a alimentar, e mau funcionamento dos rins e bexiga.

3.2) Plexo solar: Está ligado ao equilíbrio, força e determinação para agir. Em seu
desequilíbrio causa medo e muitos problemas digestivos

3.4) Cardíaco: Este é um dos pontos mais importantes, pois quando está em
assimetria causa depressão, angústia, irritação, além de baixar o sistema imunológico. Quando em
harmonia, causa equilíbrio emocional, facilidade para expressar sentimentos, compaixão.

3.5) Laríngeo: O que afeta mais diretamente a vida comunicativa do ser humano.
Este ponto energético faz uma importantíssima ligação entre os chakras superiores e inferiores, é o
transmissor dos sentimentos para o mundo externo. Ao equilibrar-se, facilita a comunicação,
proporcionando felicidade ao locutor/interlocutor. Em desequilíbrio causa problemas de expressão
e imposição, além de poder causar dores de garganta e dentes/gengiva.

3.6) Frontal: Quando em harmonia, promove a capacidade de aprender e de


observar. Desorganização, falta de foco, sensação de pânico e sinusite são consequências comuns
do desiquilíbrio deste chakra.

3.7) Coronário: Quem tiver este chakra desarmonioso apresentará fobias, depressão
e terá até tendências suicidas. Já quem o tiver em equilíbrio, terá muita disposição e felicidade.

III CONCLUSÃO

Para concluir a pesquisa “O corpo fala através do equilíbrio”, é importante destacar


os segmentos apresentados durante o trabalho. Todos os 3 pontos de equilíbrio apresentam relações
entre si: o equilíbrio físico e o reflexo humano possuem ligações diretas com o sistema nervoso
central, onde as informações são enviadas para o cérebro e faz com que seja possível exercer os
mesmos com mais facilidade e naturabilidade; os pontos dos chakras estão ligados diretamente com
o sistema endócrino que, por sua vez, está ligado ao sistema nervoso central. Cada ponto energético
(chakra) é localizado em uma glândula endócrina específica no corpo e atua sobre ela. Sendo assim,

5
é possível concluir que o farto conhecimento sobre todos esses 3 centros de equilíbrio, tanto o
físico, mental e espiritual, é imprescindível para a sobrevivência do ser humano.

IV REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Equilíbrio mental: O que é e como desenvolve-lo. Disponível em: https://


www.psicologiasdobrasil.com.br/equilibrio-mental-o-que-e-e-como-desenvolve-lo/. Acesso em 21
de Março de 2020.

Chakra laringeo- comunicação, expressão e autoaceitação. Disponível em: https://


www.personare.com.br/chakra-laringeo-comunicacao-expressao-e-autoaceitacao-m39999. Acesso
em 22 de Março de 2020.

6
Reflexos Posturais. Disponível em: https://www.fcm.unicamp.br/fcm/neuropediatria-conteudo-
didatico/exame-neurologico/reflexos-posturais. Acesso em 22 de Março de 2020.

Equilíbrio Postural. Disponível em: https://www.infoescola.com/sistema-nervoso/equilibrio-


postural/. Acesso em 22 de Março de 2020.

Como nos equilibramos. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/como-nos-


equilibramos.htm. Acesso em 22 de Março de 2020.

Introdução do estudo do equilíbrio. Disponível em: https://siteantigo.portaleducacao.com.br/


conteudo/artigos/fisioterapia/introducao-ao-estudo-do-equilibrio-corporal/16104. Acesso em 22 de
Março de 2020.

O que faz um psicólogo. Disponível em: https://www.guiadacarreira.com.br/carreira/o-que-faz-um-


psicologo/. Acesso em 22 de Março de 2020.

A importância do equilíbrio entre corpo e mente. Disponível em: https://


www.tegraincorporadora.com.br/blog/lifestyle/equilibrio-corpo-e-mente/. Acesso em 22 de Março
de 2020.

Equilíbrio entre corpo e mente é aliado na prevenção de doenças. Disponível em: https://
www.tegraincorporadora.com.br/blog/lifestyle/equilibrio-corpo-e-mente/. Acesso em 22 de Março
de 2020.

Ansiedade: O que é, como são e como controlar uma crise, 25 sintomas, tratamento. Disponível em:
https://www.minhavida.com.br/saude/temas/ansiedade. Acesso em 22 de Março de 2020.

10 sintomas físicos do estresse. Disponível em: https://www.minhavida.com.br/bem-estar/listas/


22810-10-sintomas-fisicos-do-estresse. Acesso em 22 de Março de 2020.

Você também pode gostar