Você está na página 1de 1

45º CURSO BOBATH BÁSICO - 2021 - ROTEIRO DE ESTUDOS

1. Quais as características principais da quadriplegia espástica e quais os princípios de


tratamento?
2. Cite as principais características da ataxia e descreva os princípios de tratamento.
3. O que são pontos chaves? Para que são utilizados. Explique a diferença entre utilizar
pontos chaves proximais e os pontos chaves distais e quais são eles.
4. Quais as características motoras nas crianças com hipotonia e descreva os princípios
de tratamento?
1. Descreva o que são os Padrões Influenciando o Tônus (P.I.T.). Quais os tipos e
quando os utilizamos, exemplifique.
2. Descreva o desenvolvimento motor normal aos 6 meses de vida nas posturas supino,
prono, decúbito lateral e sentado e quais as reações posturais.
3. Descreva os Mecanismos de Controle Postural Normal.
4. Como deve ser estruturada a avaliação no Conceito Neuroevolutivo Bobath?
5. Quais os fatores que podem aumentar a espasticidade?
6. Descreva os movimentos que a criança realiza aos 03 meses de idade no
desenvolvimento motor nas posturas supino e prono. Relacione as reações de
retificações a medida que elas aprecem nesse trimestre.
7. A partir de qual mês o bebê adquire maior ativação muscular para os movimentos
antigravitacionais?
8. Em que fase do desenvolvimento as reações de proteção são adquiridas pela criança?
9. Resuma o primeiro trimestre do desenvolvimento motor normal.
10. O que são reações de equilíbrio?
11. O que você entende por Feedback e Feedforward?
12. Cite duas características da Atetose.
13. Diferencie movimento involuntário na criança com atetose pura e na criança com
coreoatetose.
14. Uma criança com diagnóstico de paralisia cerebral, quadriplegia espástica, GMFCS
Nível V, 3 anos de idade, possui padrão flexor + adutor e de rotação interna dos
membros inferiores. Quais os riscos, cuidados, orientações que o terapeuta deverá
estar atento com essa criança?
15. Faça um quadro comparativo dos princípios de tratamento da:
Quadriplegia - atetose – hipotonia – ataxia
16. Qual a diferença entre metas e objetivo? Como eles devem ser realizados e a
importância para o plano de tratamento de cada paciente?
17. Quais as diferenças entre os princípios de tratamento na espasticidade e na atetose?
Descreva-os.
18. Por que a criança que apresenta hipotonia de tronco geralmente apresenta hipertonia
de MMSS e MMII?
19. O que poderá levar crianças com Paralisia Cerebral e quadriplegia espástica a
desenvolverem luxação / subluxação de quadril? Como podemos contribuir na
prevenção dessa condição?
20. O que deve conter o plano de tratamento para uma criança com Paralisia Cerebral
para realizar o tratamento pelo Conceito Neuroevolutivo Bobath? Cite quais os itens
que devem ser colocados e os justifique.

Rua Dr. Timóteo, 746 – Bairro: Moinhos de Vento – CEP: 90.570-040 – Porto Alegre/RS
Contato: (51) 3085-1085 | (51) 99865-7374
E-mail: cursos@bobathbrasil.com.br

Você também pode gostar