Você está na página 1de 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO


PLANO DE ENSINO

I – IDENTIFICAÇÃO
Curso: LETRAS
Disciplina: SEMÂNTICA E PRAGMÁTICA

Ano Letivo: 2018


Semestre: 2018.2
Turma: 2015.2
Turno: 3º (noturno)
Carga Horária: 60 HORAS (Teórica: 45 h; Prática: 15 h)
Nome do Professor: ANDERSON MONTEIRO ANDRADE

II – EMENTA
Constituição da Semântica e da Pragmática como Disciplina. Conceitos, relações e limites entre
Semântica e Pragmática. Correntes semânticas. Composicionalidade. Os fenômenos da Enunciação: a
dêixis, os enunciados performativos, os conectores textuais e os advérbios enunciativos. Mecanismos de
compreensão do texto: inferência, implicação e pressuposição. Máximas conversacionais. Teoria dos Atos
de Fala. Contribuições da Semântica e da Pragmática para as análises linguísticas.

III – OBJETIVOS DA DISCIPLINA

GERAL: Reconhecer a importância da semântica e da pragmática para os estudos da linguagem,


levando-se em consideração significado/sentido, contexto e situação discursiva.

ESPECÍFICOS: • Conhecer os conceitos básicos da semântica e da pragmática;


• Refletir sobre a importância da guinada pragmática no século XX e o estado
da arte dos estudos pragmáticos na contemporaneidade;
• Analisar diversos estudos semânticos e pragmáticos e reconhecê-los como
relevantes para a adoção da concepção de língua enquanto prática social e instrumento de
comunicação e interação;
• Refletir sobre a interface semântica e pragmática e sua implicação para o
ensino de língua portuguesa.

IV – METODOLOGIA DE ENSINO
As aulas serão expositivo-dialogadas, tomando-se como base a discussão/reflexão de textos teóricos
previamente lidos, bem como a análise de estudos emergentes da semântica e da pragmática.

V – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
UNIDADE I
1. Conceitos, relações e limites entre Semântica e Pragmática.
1.1-Em que se ocupam os estudos semânticos e pragmáticos?
1.2- Importância dos estudos semânticos e pragmáticos para a linguística contemporânea.
1.3- Fenômenos da semântica formal e da semântica lexical.
1.3.1- Sentido e referência.
1.3.2- Composicionalidade.
1.3.3- Hiponímia, Hiperonímia e acarretamento.
1.3.4- Sinonímia e paráfrase.
1.3.5- Antonímia e contradição.
1.3.6- Ambiguidade e vagueza .
1.3.7- Homonímia e polissemia.

UNIDADE II
2. Fenômenos da enunciação.
2.1- A dêixis.
2.2- Os conectores textuais e os advérbios enunciativos.
2.3- Implícitos linguísticos e pragmáticos: pressupostos e subentendidos.
2.4- Implícitos linguísticos e pragmáticos: as máximas conversacionais.
2.5- Implícitos linguísticos e pragmáticos: a teorias dos atos de fala e os enunciados
performativos.
2.6- Contribuições da Semântica e da Pragmática para as análises linguísticas e para o ensino de língua
portuguesa.

VI - AVALIAÇÃO
A avaliação será formativa por meio de exercícios de fixação dos conteúdos, atividade avaliativa
individual e apresentação de seminários.
VII – BIBLIOGRAFIA BÁSICA
ARMENGAUD, F. A Pragmática. São Paulo: Parábola, 2006.
CANÇADO, Márcia. Manual de semântica: noções básicas e exercícios. São Paulo: contexto, 2012.
ESPÍNDOLA, L. Teorias pragmáticas e ensino. João Pessoa: Editora da UFPB, 2012.
______________. Implícitos linguísticos e pragmáticos: implicaturas conversacionais (GRICE). IN:
Linguagens: usos e reflexões. VOL. 6. João Pessoa: Editora da UFPB, 2010.
_____________. Implícitos linguísticos e pragmáticos: pressupostos e subentendidos (DUCROT). IN:
Linguagens: usos e reflexões. VOL. 6. João Pessoa: Editora da UFPB, 2010
GOMES, A.Q; MENDES, L.S. Para conhecer semântica. São Paulo: Contexto, 2018.
OLIVEIRA, Luciano Amaral. Manual de Semântica. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

VIII– BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR


CERVONI, Jean. A enunciação. São Paulo: Ática, 1989.
ILARI, R. Introdução à semântica: brincando com a gramática. São Paulo, Contexto, 2006.
MACEDO, Walmírio. O livro da semântica: estudo dos signos linguísticos. Rio de Janeiro: Lexikon,
2012.
MULLER, A.L.P; VIOTTI, E.C. Semântica formal. In: FIORIN, J.L.(org). Introdução à linguística:
Princípios de análise. Vol. II. São Paulo: Contexto, 2011.
MUSSALIM, F.; BENTES, A. C. (Orgs.). Introdução à Linguística. Vol. 2. São Paulo: Cortez, 2004
PIETROFORTE, A.V; LOPES, I.C. A Semântica lexical. In: FIORIN, J.L.(org). Introdução à
linguística: Princípios de análise. Vol. II. São Paulo: Contexto, 2011.
RAJAGOPALAN, K. Nova pragmática: fases e feições de um fazer. São Paulo: Parábola, 2010.

Assinatura do (a) Professor(a) Coordenador(a) do Curso

Você também pode gostar