Você está na página 1de 3

Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé

Recredenciado pela Portaria MEC nº 1.286, de 17/11/2016 - D.O.U. de 18/11/2016


CNPJ nº 20.773.214/0003-70 - Av. Dona Floriana nº 463 – Centro - Guaxupé – MG - CEP: 37800.000
Fone: (35)3551-5267 - Site: www.unifeg.edu.br

PORTIFÓLIO
Aluna: Marília Gabriela Garcia
Disciplina: Gestão Escolar – Aspectos Pedagógicos
QUESTÃO
1- A infância é um outro: aquilo que sempre além de qualquer tentativa de
captura, inquieta a segurança de nossos saberes, questiona o poder de
nossas práticas. LRROSA, J. Pedagogia Profana: danças, piruetas e
mascarados. 4 ed.Belo Horizonte: Autêntica, 2004. Em uma roda de
conversa em turma de primeiro ano do Ensino Fundamental, a professora
Luzia pergunta às crianças: _Onde o ar é mais puro? Na área rural ou na
área urbana? Isadora responde, prontamente, que é na área urbana, pois "
na casa da vovó, que fica em área rural, tem muito cheiro ruim do curral e
do galinheiro, e tem fumaça o dia inteiro do fogão a lenha". Sabe-se que as
crianças constroem modos peculiares de perceber o mundo, conforme suas
experiências, e que a sala de aula deve ser um espaço de troca e ampliação
de saberes e conhecimentos. Tomando como base a citação de Larroosa e a
discussão provocada pela professora na situação descrita, redija um texto
argumentativo, apresentando uma proposta de trabalho com a turma da
Luzia.
Em seu texto, aborde os aspectos:
A) elementos constitutivos do planejamento da professora que levem em
conta as experiências das crianças.
B) atividades a serem realizadas pela turma, na escola e em casa,
considerando-se uma perspectiva interdisciplinar.
C) formas de registrar as atividades para avaliação das crianças.

RESPOSTA:
A escola deve ser um ambiente onde os alunos expressem suas opiniões e
experiências. Cabe ao educador instiga-los a pensar e a debater sobre certos
assuntos na sala de aula. Muitas vezes elas nos impressionam com tanta
maturidade, sabedoria e criatividade ao responder sobre determinados assuntos.
Na sala da professora Luzia não foi diferente disso quando Isadora surpreende a
professora com a resposta dada a pergunta. A partir disso, Luzia poderá fazer a
aluna pensar mais ainda e colocar os colegas para refletir também. “ Aqui na
área urbana vocês sentem cheiro de alguma coisa quando estão andando pela
cidade? ” “ Porque o fogão a lenha da vovó sai fumaça? ” “ Na casa de vocês
também tem fogão a lenha? ” “ O que tem na zona rural que é diferente da
urbana? ” “Vocês concordam que o ar é mais puro na zona urbana? ”, e a partir
das respostas das crianças a professora poderá fazer suas considerações e falar
um pouco sobre a poluição.
Luzia poderá pedir que juntamente com a professora de arte e/ou geografia
construam uma maquete em sala, de um lado a zona urbana e do outra a zona
Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé
Recredenciado pela Portaria MEC nº 1.286, de 17/11/2016 - D.O.U. de 18/11/2016
CNPJ nº 20.773.214/0003-70 - Av. Dona Floriana nº 463 – Centro - Guaxupé – MG - CEP: 37800.000
Fone: (35)3551-5267 - Site: www.unifeg.edu.br

rural para ao final compararem os aspectos de cada um para chegarem a


conclusão de qual lugar o ar é mais puro.
Ao final da atividade, a professora poderá propor que durante o caminho de
volta para a casa, observem atentamente se viram algum tipo de poluição do ar e
tragam para a escola um desenho comparativo de como é e como poderia ser se
não houvesse esse tipo de poluição e no dia seguinte trazer para a escola e
comentar com os amigos sobre o desenho feito.
A professora irá avaliar se as crianças compreenderam corretamente a
explicação por meio do desenho e dos argumentos de cada um.

2- As Diretrizes Curriculares Nacionais para o Curso de Graduação em


Pedagogia (Resolução CNE/ CP n. 1, de 15/5/2006), em seu art. 4, dispõem:
" O curso em Pedagogia destina-se à formação de professores para exercer
funções de magistério na Educação Infantil e nos anos iniciais do Ensino
Fundamental, nos cursos de Ensino Médio, na modalidade Normal, de
Educação Profissional na área de serviços e apoio escolar e em outras áreas
nas quais sejam previstos conhecimentos pedagógicos". Considerando o
texto acima, elabore um texto dissertativo acerca do tema a seguir: " A
atuação do pedagogo em espaços não escolares".
Em seu texto, faça o que se pede nos itens a seguir:
A) cite um dos espaços não escolar de atuação do pedagogo, descreva as
atividades pertinentes ao trabalho pedagógico que podem ser nele
realizadas e explicite de que maneira as atividades se relacionam com os
aspectos teóricos da formação desse profissional.
B) apresente argumentos que defendam a importância dos pedagogos nos
espaços não escolares.

RESPOSTA: Pedagogia Hospitalar.


O profissional atuante na rede hospitalar deve ter um grande preparo psicológico,
ele irá lidar com crianças com diferentes tipos de problemas de saúde e precisará
ser forte mentalmente.
Nesse ambiente há crianças que ficam ali por muito meses, outros até anos e não
podem se locomover até as escolas por questões de saúde, por isso é importante a
atuação do professor nesse local. O pedagogo que atua no hospital, oferece a
criança, a oportunidade de aprender, trabalhando desde as suas frustações, seus
sentimentos, até nos seus desafios escolares, oferecendo melhor qualidade de vida,
dando a oportunidade de aprender mesmo sendo incapazes de ir até a escola. É
importante afirmar que muitos estarão impossibilitados de realizar certas atividades
e brincadeiras, e o pedagogo deve respeita-los. Ele poderá fazer propostas bem
lúdicas, através de brinquedos, histórias, vídeos, teatros, etc.
Na formação do pedagogo ele aprende a lidar com as crianças, a diferenciar os
projetos em espaços escolares e não escolares, os tipos de brincadeiras, atividades e
histórias adequadas a faixa etária de cada um, qual a fase de alfabetização ou
desenho a criança está, entre outros. É indispensável a presença de um pedagogo
para essas crianças que ficam por muito tempo enfermas no hospital.
Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé
Recredenciado pela Portaria MEC nº 1.286, de 17/11/2016 - D.O.U. de 18/11/2016
CNPJ nº 20.773.214/0003-70 - Av. Dona Floriana nº 463 – Centro - Guaxupé – MG - CEP: 37800.000
Fone: (35)3551-5267 - Site: www.unifeg.edu.br

3-Uma professora chega, cumprimenta seus alunos e pede que organizem as


carteiras em roda, pois vão começar a aula discutindo uma notícia. Em
primeiro lugar, a professora verifica se estão todos ali. Uma aluna diz que
alguns colegas chegarão atrasados por causa da forte chuva que caiu mais
uma vez, á tarde. A professora, então, explica ao grupo que a notícia que
trouxe é exatamente sobre as chuvas que têm castigado as pessoas da
cidade. Ela começa por perguntar se, entre os alunos, há alguém que tenha
sofrido com a chuva. Vários alunos passam a dar seus depoimentos, falando
sobre problemas como trânsito e as enchentes. A partir daí a professora
convida os alunos a pensar sobre as causas das enchentes: falam de lixo,
entupimento de bueiros e canalização de rios. No final da aula, ela lê a
notícia que trouxe e pede que cada um escreva um pequeno texto
comentando o que pode ser feito para diminuir o problema das enchentes. "
A prática da professora incorpora a compreensão de que o aluno é alguém
que tem o que dizer, que a sala de aula é um espaço de contribuição coletiva
de conhecimento, além de revelar o seu comprometimento com o
desenvolvimento crítico dos alunos". Elabore um texto argumentando os
itens na frase entre aspas.

RESPOSTA:
O ambiente escolar é um local onde há uma diversidade de culturas e o educador
deve respeitar a individualidade e realidade de cada um.
A opinião dos alunos é muito válida nesse ambiente e o professor deve instigá-
los a serem críticos e autônomos, sempre respeitando a opinião dos outros, mas
sabendo se posicionar quando preciso.
Além de ser um lugar de trocas, onde os assuntos geram conhecimento, que
geram posicionamento e opiniões, sendo muito rico e significativos para os
alunos
Isso é um comprometimento do professor, fazendo com que seus alunos se
sintam pertencentes daquela escola, comunidade e sociedade, os trazendo para
perto da realidade do ambiente.

Você também pode gostar