Você está na página 1de 6

2.

CONTABILIDADE

Contabilidade é a ciência que estuda e pratica as funções de orientação,


controle e registro relativo aos atos e fatos da administração econômica
segundo o Congresso Brasileiro de Contabilidade.

O objetivo da contabilidade é prover pessoas que querem informações uteis


que possam ajuda-las nas tomadas de decisões dentro da empresa, e também
compreender melhor os rumos que a mesma pode tomar, sendo assim,
analisando pontos positivos ou negativos. Essas informações, faz com que as
pessoas consigam controlar e promover melhorias.

2.1 Funções de Orientação:

Compreende a elaboração de:

 Inventários;
 Orçamentos;
 Cálculos;
 Previsões de:

• Produção

• Custos

• Compras

• Vendas

• Resultados, entre outros.

2.2 Funções de Controle:

Constituem-se de processos pelos quais a administração é informada, na


medida do possível, de que a orientação está agindo de conformidade com os
planos e políticas previamente traçadas. São funções de controle as
elaborações de:

 Inventários periódicos
 Balancetes
 Balanços
 Levantamento e demonstração de contas
 Demonstrações e análise de resultados
 Perícias
 Demonstrações financeiras

Funções de Registro:

 Caracterizadas pelas atividades diretamente relacionadas aos atos e


fatos Contábeis, compreendendo:
 Análise e classificação de atos e fatos
 Planificação de contas
 Escrituração de atos e fatos
 Classificação e arquivo de documentos contábeis

2.3 Balanço patrimonial

O balanço patrimonial é sistema que representa o estado das finanças de uma


empresa por um tempo, sendo assim ele demonstra o ativo, o passivo, e o
patrimônio líquido. Na prática, ele usado juntamente com outras com outras
demonstrações financeiras como a DRE e a DFC. Eles fornecem as
informações básicas usadas para avaliação de um negócio.

Ativo - Bens e direitos (Tudo o que a empresa possui).

Passivo - Obrigações financeiras (Tudo o que a empresa tem a pagar)

Patrimônio líquido - Recursos investidos por sócios

SUBDIVISÕES dos ativos e passivos.

Ativo circulante: Direitos que a empresa possui e consegue realizar dentro de


um curto período, normalmente valores originados de vendas a prazo de
mercadorias, produtos e serviços.
Ativo não circulante: Realizáveis ao longo prazo. Contas como: empréstimos a
coligadas, acionistas, empréstimos compulsórios, e afins.

Passivo circulante: Todas as obrigações com terceiros em geral com


vencimentos até o término do exercício social seguinte.

Passivo não circulante: Formado pelas obrigações com vencimento superior a


um ano, as contas que eram classificadas como resultado de exercícios
futuros, passam a interagir o passivo não circulante, ou seja, a longo prazo.

Figura 1 – Balanço Patrimonial.

2.4 A DRE - Demonstrativos do resultado do exercício.

Também é um demonstrativo muito importante para com as finanças da


empresa. Ela é um relatório contábil que evidência se as operações de uma
empresa estão gerando lucro ou prejuízo em um determinado período de
tempo.

Segundo Ludícibios (2004), Demonstração do resultado de exercício é o


relatório que traz o resumo parametrizado das receitas e despesas de uma
empresa em determinado período, é apresentado de uma forma em que as
receitas subtraem as despesas gerando um lucro ou prejuízo.
2.5 Demonstrativo financeiro da empesa

Os dados que coletamos em relação aos demonstrativos, mostram relações


financeiras de 31 de dezembro de 2020 até 30 de junho de 2021. Nelas
podemos enxergar o balanceamento financeiro da empresa que são
elaboradas em reais e apresentadas em milhões de reais.

Nas tabelas abaixo conseguimos enxergar na pratica um pouco das


demonstrações de resultados, ativos, passivos e muito mais.

Tabela 1 – Balanços Patrimoniais.


Tabela 2 – Balanços Patrimoniais.

Tabela 3 – Demonstrações de resultados.


As demonstrações contábeis são de grande importância para a empresa, pois
o acompanhamento de registros faz com que tenham uma visão mais ampla
sobre os balanços, colaborando para tomadas de decisões dentro da
instituição.