Você está na página 1de 28

BIOLOGIA CELULAR E

MOLECULAR - BCM

SINALIZAÇÃO CELULAR

Prof. Ronyere
BCM

PARABÉNS
BCM

SINALIZAÇÃO CELULAR

Nos organismos multicelulares complexos tanto a


sobrevivência das células como as atividades que
realizam dependem de estímulos externos
provenientes de outras células.

O corpo humano é
composto por mais de 10
trilhões de células.
BCM
De acordo com o tipo de estímulo emitido e o tipo de
célula que o recebe, esta responde, entre outras, com
alguma das seguintes alterações:

1) mantém-se viva ou morre;


2) diferencia-se;
3) multiplica-se;
4) degrada ou sintetiza substâncias;
5) segrega substâncias;
BCM
De acordo com o tipo de estímulo emitido e o tipo de
célula que o recebe, esta responde, entre outras, com
alguma das seguintes alterações:

6) incorpora solutos ou macromoléculas;


7) contrai-se;
8) mobiliza-se;
9) conduz estímulos elétricos.
BCM

A ação de estimular a célula do exterior é chamada


indução; é mediada por uma substância indutora,
conhecida como ligante.

A célula que o recebe é denominada célula induzida ou


célula-alvo.
BCM
BCM

Existem dois tipos de sinais fisiológicos de comunicação


entre as células:

Elétricos: Ocorre através de alterações no potencial


elétrico da membrana das células excitáveis.
Exemplo: Neurônios e Músculos

Químicos: Por meio de moléculas que são secretadas


pelas células no meio extracelular.
BCM

Mas como acontece a Sinalização Celular (através desses


dois tipos de sinais) entre as células?

Dependente de Contato:

Parácrina;

Autócrina;
Sináptica;
Longa distancia
Endócrina:
BCM

Dependente de Contato.
BCM

Dependente de Contato.

Ocorre no sistema imunológico durante o crescimento e


desenvolvimento.

As moléculas CAMs atuam como receptores de


sinalização célula-célula (adesão).
BCM

Parácrina

Ocorre quando uma substância química atua em células


alvo próximas as células indutoras.

As moléculas de sinalização chegam até o alvo por


difusão através do líquido intersticial.
BCM

Parácrina
BCM

Autócrino
Indução na qual a substância indutora é segregada
e recebida pela própria célula, de modo que esta
induz a si mesma.
BCM

Sinalização de longa distância

A comunicação entre células que estão distantes se


dá através da sinalização sináptica ou a endócrina.
BCM

Sinalização de longa distância - Sináptica

O sistema nervoso utiliza uma


combinação de sinais químicos e
elétricos para a comunicação a
longa distancia.
BCM

Sinalização de longa distância - Endócrino

O sistema endócrino comunica-se através de


hormônios, mensageiros químicos que são secretados
no sangue e distribuídos por todo o corpo.
BCM

Sinalização de longa distância – Neuro Hormônios

Hormônios podem ser


produzidos por neurônios
BCM

Sinalização de longa distância – Neuro Hormônios

Existe grande semelhança entre os


hormônios clássicos, secretados pelo
sistema endócrino, e os neuro-
hormônios.

Ação de complementaridade para


proporcionar uma maior homeostase.
BCM

Atuação das Citocinas no processo de Sinalização

A priori, as Citocinas eram consideradas somente como


proteínas que regulavam o sistema de defesa.

Atualmente, as Citocinas são consideradas como


quaisquer peptídeos que agem no processo de regulação.

Além disso, todas as células nucleadas podem emitir


Citocinas.
BCM

Tipos de Citocinas

As diferentes citocinas podem ser enquadradas em


diversas categorias:

interferons (IFN),
interleucinas (IL),
fator estimulador de colônias (CSF),
fator de necrose tumoral (TNFa e TNFb);
fator de transformação de crescimento (TGF b)
BCM

Modos de ação das Citocinas

As citocinas podem ter ação autócrina, parácrina e


endócrina, como no processo de estresse e inflamatório:
BCM

Citocinas X Hormônios

As citocinas não são hormônios.


São produzidos por células
especializadas. São
sintetizadas antecipadamente
e armazenadas

Possui um leque maior de atuação


em células-alvo, além de poderem
serem produzidas por todas as
células. São produzidos a partir de
estímulos.
BCM

Células Especializadas – Exemplo: Hormônios

Uma das propriedades mais notáveis das substâncias


indutoras é sua especificidade com os receptores.

cada substância indutora atua


somente sobre certas células, que
constituem seu objetivo ou alvo

Complexo Indutora - Receptora

Adaptação induzida;
Saturabilidade;
Reversibilidade.
BCM

Modos de ação do processo de Sinalização.

Ligante 1) Ligante (primeiro mensageiro) liga-se


Moléc. ao receptor (ativando-o);
Sinalizadoras

2) Receptor ativa uma ou mais moléculas


sinalizadoras intracelular (cascata de
reações);

3) Ultima molécula sinalizadora inicia a


síntese de proteínas ou modifica as
existentes para gerar uma resposta.

Proteínas
Célula - Alvo
BCM

Receptores das Células-Alvo podem estar:

1) Membrana Plasmática;
2) Hialoplasma;
3) Núcleo
2

Célula - Alvo
BCM

Mensageiros Químicos:

Mensageiros Químicos podem ser:


1) Lipofílicos
2) Lipofóbicos
2

3
1

Célula - Alvo
BCM

LEITURA COMPLEMENTAR:
CAPÍTULO 11 – BASES DA BIOCEL E BIOMOL – DE
ROBERTIS.
PAPER 01:
http://www.ciencianews.com.br/arquivos/ACET/IM
AGENS/Artigos_cientificos/sinalizacao_do_cancer
/SINALIZA%C3%87%C3%83ODOC%C3%82NCER.p
df

PAPER 02:
http://cienciaecultura.bvs.br/pdf/cic/v66n1/a13v66
n1.pdf

Você também pode gostar