Você está na página 1de 17

DNA e síntese proteica - Importância do DNA

Estrutura da molécula do DNA (conclusão)


Estrutura da molécula do DNA

A molécula de DNA é constituída por duas cadeias polinucleotídicas,


antiparalelas e enroladas em hélice – DUPLA HÉLICE.
Ligação entre nucleótidos - cadeia polinucleotídica

Como se forma cada cadeia de DNA?


Estrutura da molécula do DNA
Ligação entre nucleótidos - cadeia polinucleotídica

T Ligação covalente
entre nucleótidos

Cada novo
nucleótido liga-se
pelo grupo fosfato
G ao carbono 3’ da
pentose do último
nucleótido da
cadeia. O grupo hidroxilo do C3 da pentose do
primeiro nucleótido liga-se ao grupo fosfato
ligado ao grupo hidroxilo do C5 da pentose do
C nucleótido seguinte, através de uma ligação
fosfodiéster.
Estrutura da molécula do DNA
Ligação entre nucleótidos - cadeia polinucleotídica
5’ Devido a esta formação a cadeia de DNA fica
T com uma direção determinada: numa
extremidade temos livre o hidroxilo do C5 da
primeira pentose e na outra temos livre o
hidroxilo do C3 da última pentose.
A  Isto determina que o crescimento da
molécula do DNA se faça na direção de 5' para
3‘ (5’→ 3’)

C
3’
Estrutura da molécula do DNA
Estrutura da molécula do DNA
NamoléculadeDNAasbasesazotadasdecadeiasopostasestãoligadasporcomplementaridade.

Pontes de Hidrogénio
T A

A adenina liga-se à timina (A = T)


A
por duas ligações hidrogénio.
T

A guanina liga-se à citosina (G = C)


por três ligações hidrogénio.
G C

A especificidade de ligações entre as


bases (complementaridade de bases)
C G permite que, a partir da sequência de
nucleótidos de uma cadeia, se
conheça a sequência da outra cadeia.
Estrutura da molécula do DNA
5’ 3’

 As cadeias complementares da
molécula de DNA são cadeias
antiparalelas (em direções opostas), ou
seja, à extremidade 3' livre de uma cadeia
corresponde a extremidade 5' livre da
outra.

O termo cadeias antiparalelas deve-se


ao facto de uma das cadeias ter direção
(5'---3') enquanto que a outra está
invertida (3'----5').
3’ 5’
Síntese:

A estrutura do DNA é a mesma em todas as


espécies, sendo, portanto, universal no
mundo vivo.

Duas cadeias polinucleotídicas, antiparalelas


e enroladas em hélice -dupla hélice.

As bandas laterais da hélice são formadas


por grupos fosfato, alternando com
moléculas de açúcar - desoxirribose - e os
"degraus" centrais ligam as duas cadeias
antiparalelas e são pares de bases azotadas
complementares (adenina – timina e
citosina -guanina) ligados entre si por pontes
de hidrogénio.

Ao longo de cada cadeia os nucleótidos estão ligados por ligações covalentes, do tipo fosfodiéster,
que se estabelecem entre o grupo fosfato de um nucleótido e a desoxirribose do nucleótido
seguinte.
Ácidos nucleicos: DNA e RNA
Estrutura da molécula do RNA
A diferença entre RNA e DNA não se limita à composição química - tipo de monómeros
constituintes – verifica-se também na estrutura e tamanho da molécula.

3,

5,
A molécula de RNA estruturalmente é uma única cadeia polinucleotídica, que
em certas formas e zonas, pode dobrar-se sobre si devido à formação de
pontes de hidrogénio entre bases complementares.
Estrutura da molécula do RNA
Há três tipos principais de RNA

RNA mensageiro – mRNA (2%)

RNA de transferência – tRNA (10% a 15%)

RNA ribossómico - rRNA (80% a 90%)


Estrutura da molécula do RNA

tRNA

A molécula de RNA forma-se no núcleo e migra para o citoplasma.

O RNA é responsável pela transmissão da informação genética do


DNA até serem produzidas as proteínas.
Comparando os ácidos nucleicos
DNA – Informação codificada
A molécula do DNA e os Genes
É a sequência de nucleótidos do DNA que
transporta a mensagem genética.
É nessas sequências que está codificada a
informação genética que define as
características de cada indivíduo.
Os genes permitem a transmissão das
informações genéticas de geração em
geração.

O que é um gene?
Segmento de DNA (com certa sequência
nucleotídica, podendo atingir milhares de
pares de bases) correspondente a
determinada informação e que codifica um
polipeptídeo ou proteína.
DNA – Informação codificada
A molécula do DNA e o genoma
 Cada indivíduo é único, tem o seu próprio DNA.

 Pode, pois, falar-se em universalidade e


variabilidade desta molécula.

 A totalidade de DNA contido numa célula constitui


o genoma de um organismo e os benefícios do seu
conhecimento são inquestionáveis.

Genoma é o conjunto de genes correspondente à


informação genética de um individuo.

O genoma humano possui de 30 a 50 mil genes


englobando 2.825 milhões de pares de bases.
DNA – Informação codificada
Cariótipo
É o conjunto de todos os cromossomas presentes no núcleo da célula de um organismo.
Na espécie humana, é composto de 46 cromossomas, em 23 pares (22 pares de
autossomas e um par sexual).

Todas as células do nosso corpo


(exceto as dos gametas) são
diplóides, ou seja, possuem dois
cromossomas de cada tipo (23
pares de cromossomas
homólogos).
Quando uma célula possui
apenas um cromossoma de cada
tipo (no caso os gametas, com
23 cromossomas), dizemos que
ela é haplóide.

46, XY
46, XX