Você está na página 1de 2

Sinopse da construção do conhecimento em Durkheim, Weber e Marx (adaptado)

DURKHEIM WEBER MARX


Influência intelectual Comte, Spencer, Montesquieu Rickert, Jaspers, Kant Hegel, Adam Smith, David
Ricardo
Perspectiva analítica Empirista: o objeto de Relativista: o objeto de Construção e práxis: o
conhecimento constitui-se na conhecimento reflete o conhecimento se faz como
medida em que rompe com o repertório de valores da construção da realidade e
senso comum época, da cultura e do contém um potencial de
pesquisador mudança
Conhecimento/ciência O conhecimento científico dos O processo de O processo de conhecimento
fenômenos sociais constitui compreensão do real é uma atividade prática,
representação teórica dessa faz-se mediante os seus laboriosa e portadora de
realidade significados e valores historicidade. O pesquisador
culturais apropria-se do real ao
conhecer as condições
históricas particulares. O
conhecimento científico é a
tomada de consciência
histórica
Sujeito cognoscente O pesquisador afasta as pré- O sujeito do O sujeito que conhece é
noções para chegar ao conhecimento é o concomitantemente sujeito
conhecimento científico dos ordenador mental da do conhecimento e sujeito
fenômenos sociais e procura a realidade social histórico, sujeito da ação
objetividade
Objeto/realidade A realidade social precede o A realidade é caótica e A realidade social é material
indivíduo, por isso o sujeito infinita. A finita mente e historicamente
cognoscente apreende-a humana não a conhece determinada, e está em
como um sistema de relações integralmente, captando contínua transformação. O
entre partes (instituições apenas parcelas do real seu conhecimento persegue
sociais) as leis naturais históricas
Relação sujeito/objeto A realidade social impõe-se ao O subjetivo é um As dimensões do sujeito e do
sujeito do conhecimento, que momento obrigatório do objeto de estudo se
a apreende mediante um processo objetivo de intercambiam, pois o sujeito
esforço do espírito de sair de conhecimento faz-se objeto de
si mesmo, para trata-la como conhecimento e esse
coisa, algo independente dele influencia o pesquisador
Sociedade A realidade das sociedades Dada a diversidade É uma realidade histórica
modernas industriais é cultural, a realidade evidente, sujeita às
orgânica e tende à social é um conjunto de determinações das condições
estabilidade funcional. Por possibilidades históricas. sociais, mutáveis e
vezes é patológica, se as (História como “guarda conjugadas
normas se desorganizam trilhos”, possibilidade do
(disnomia), distanciando-se “se” na história)
dos costumes ou
permanecendo sem normas
para a convivência (anomia)
Posição epistemológica Realismo científico. Herança Idealismo científico. Dialética. Herança hegeliana
positivista forte Herança kantiana forte forte
Método O método sociológico é Compreensivo e Materialismo histórico-
específico e comparativo. comparativo histórico. dialético
funcionalismo Sociologia
compreensiva, ou
interpretativa
Metodologia funcionalismo fenomenologia A dialética materialista
pressupõe a apreensão do
movimento dos contrários,
de posições antagônicas e
complementares
DURKHEIM WEBER MARX
Recurso metodológico O conceito de função A construção de tipos Tese, antítese e síntese são
corresponde a uma ideais implica proposições acerca da
necessidade social a ser proposições conceituais realidade, seja pelo que a
conhecida pelo observador que expressam a determina historicamente
singularidade de um (tese), seja pelo que a ela se
fenômeno social opõe (antítese), seja pelo
que resulta do contraste dos
dois momentos anteriores
(síntese)
Ideal de cientificidade Neutralidade: para conhecer a A objetividade buscada Reconhecer a presença da
realidade, o pesquisador deve pela relativização dos ideologia no processo de
afastar as pré-noções, os pré- valores sociais investigação, distinguindo a
juízos essência e a aparência dos
fenômenos.
Teoria É um conhecimento ordenado, Proposta conceitual que Construção explicativa do
resultante da observação dos permite estabelecer o real por meio de categorias
acontecimentos regulares na que cada fenômeno analíticas que, desde as mais
realidade histórico tem de simples, apreende o que
particular, de singular, Marx denomina “síntese de
denominada construção múltiplas determinações” –
de tipos ideais leis de tendência
Sociologia A ciência da sociedade, com Ciência capaz de A ciência social realiza a
caráter normativo, objetiva interpretar a ação social práxis, transforma o real pelo
chegar à formulação de leis e compreender o conhecimento histórico
gerais ou de generalizações sentido que a orienta
sobre o real
Objeto de estudo Fatos sociais – tratados como Fenômenos sociais, que Relações sociais
sociológico coisas (objetivismo) são individualidades determinadas. O exemplo
históricas emblemático são as relações
de produção
Relação Prioridade do social sobre o Como a dimensão A sociedade é uma realidade
sociedade/indivíduo individual. A consciência social subjetiva prevalece na relacional determinada
que determina a consciência relação o sujeito historicamente
individual cognoscente deve
apreender o sentido da
realidade histórica em
diferentes momentos
Princípio organizativo Harmonia Racionalidade (jaula de CONFLITO – luta de classes
social ORDEM ferro – burocratização
da vida)
ORDEM
Princípio Integração social Racionalização social Contradição social
paradigmático
Categoria básica de Solidariedade/coesão social Ação social Trabalho/valor/relações
análise
Mudança social Conjunto de regularidades A história tem um A história é um processo, um
(horizonte político e sociais que comporta a sentido variável, de contínuo movimento a
revolucionário) ordenação, a previsão e a acordo com as própria práxis coletiva, pois
evolução configurações históricas não depende da vontade dos
da consciência homens e, ao mesmo tempo,
depende.

Você também pode gostar