Você está na página 1de 6

Estudo dirigido de embriologia

1) O que ocorre com o disco germinativo bilaminar (2 camadas) durante a gastrulação?


Durante a gastrulação o disco germinativo bilaminar, composto pelo hipoblasto
(endoderme primitiva) e epiblasto (ectoderme primitiva), será convertido em disco
embrionário trilaminar, originando os três folhetos germinativos: o ectoderma,
mesoderma e endoderma.

2) Explique o que está acontecendo com as células do epiblasto na figura abaixo e em


que este evento irá resultar.
No início da gastrulação (terceira semana) ocorre a formação da linha primitiva na
superfície do epiblasto que nada mais é que um empilhamento de células de epiblasto
que migram da superfície para o centro do disco embrionário. Durante o alongamento
da linha primitiva sua extremidade cefálica aumenta, formando o nó primitivo. A linha
primitiva vai dar origem a células do mesoblasto que irão se agregar entre o epiblasto e
o hipoblasto, desta forma o disco embrionário torna-se trilaminar.

3) O que é a neurulação?
É o processo de formação da placa neural, das pregas neurais e o seu fechamento
para formar o tubo neural, completa-se até o fim da quarta semana.

4) Explique o que é, quando e como ocorre a angiogênese?


É o processo de formação do sangue e vasos sanguíneos no início da terceira semana
de gestação no mesoderma, os vasos sanguíneos começam a se formar dois dias mais
tarde. Devido até o final da segunda semana a nutrição embrionária pelo sangue da mãe
ser por difusão pelo celoma e saco vitelino. Desta forma a angiogênse ocorre para
melhor suprir o feto: as células mesenquimais, os angioblastos, agregam-se para formar
cordões e massas isoladas de ilhotas sanguíneas, posteriormente surgem cavidades
nestas ilhotas que são contornadas pelas células resultando em um endotélio primitivo,
onde os vasos se fundem formando uma rede de canais endotelias a outros vasos
primitivos.
Já a formação do sangue não inicia antes da quinta semana, ocorrendo no fígado,
baço, medula óssea e linfonodos. O plasma e as células sanguíneas vão se desenvolver a
partir das células endoteliais dos vasos na parede do saco vitelino e alantoide.

5) Explique como vasos sanguíneos das vilosidades coriônicas se conectam ao coração


embrionário e no que isso irá resultar?
Esses vasos das vilosidades coriônicas conseguem se conectar ao coração
embrionário através dos vasos que se diferenciam no mesênquima do cório e do
pedúnculo embrionário e, ao fim da terceira semana, o sangue já passa a circular pelos
vasos. Onde o oxigênio e os nutrientes do sangue da mãe diferem-se pelas paredes das
vilosidades e penetram nos capilares fetais; e o dióxido de carbono e o produto do
metabolismo fazem o caminho contrário.

6) Explique quando e como ocorre a formação da notocorda.


Na terceira semana ocorre a formação da notocorda após o processo notocordal, onde
as células mesenquimais migram cefalicamente a partir do nó primitivo formando um
cordão celular na linha média. A notocorda define o eixo primitivo do embrião que lhe
dá alguma rigidez. O processo cresce cefalicamente entre o ectoderma e o endoderma
até alcançar a placa pré-cordal. Algumas células mesenquimais da linha primitiva e
processo da notocorda migram lateral e cefalicamente entre o ectoderma e mesoderma
até as bordas do disco embrionário, outras migram de cada lado do processo notocordal
e ao redor da placa pré-cordal, encontrando-se cefalicamente resultando no mesoderma
cardiogênico, onde ao fim da terceira semana um primórdio do coração começa a se
desenvolver. Também migram células para formar a membrana cloacal.

7) A notocorda da origem a quais estruturas?


Durante o desenvolvimento induz o ectoderma sobrejacente a formar a placa neural,
que é o primórdio do sistema nervoso central (encéfalo e medula espinhal).

8) Quais as funções da placenta?


Permite a difusão dos nutrientes e oxigênio provindos do sangue materno para o
sangue do bebê, bem como a difusão pela membrana das toxinas liberados pelo corpo
do bebê; ela também secreta os hormônios progesterona e estrogênio, este último está
bem mais relacionado ao aumento das mamas e a produção de leite materno; também
sintetiza glicogênio, colesterol e ácidos graxos como fonte de nutriente e energia para o
bebê.

9) Quais são as substâncias capazes de atravessar a placenta?


Gases (oxigênio, dióxido e monóxido de carbono); nutrientes (água, glicose,
aminoácidos, vitaminas, transferrina que transporta ferro para o bebê, etc.); hormônios
(proteicos e esteroides); eletrólitos; anticorpos maternos; produto de excreção (ureia,
ácido úrico e bilirrubina conjugada); drogas e agentes infecciosos (varíola, sarampo,
poliomielite, etc.).

10) Como é formada a placenta?


A placenta é formada entre o 11º ao 21º dia do desenvolvimento fetal. Assim que
ocorre a implantação do blastocisto na parede uterina ela começa a se formar neste
ponto de ligação. A massa externa do blastocisto inicia a formação das vilosidades
coriônicas cobrindo o saco coriônico. Com seu crescimento as vilosidades coriônicas
ficam comprimidas e a quantidade de sangue que chega a elas diminui, fazendo-as
degenerarem e criando o córion liso (avascular). O desaparecimento das vilosidades faz
com que as vilosidades associadas à decídua basal aumentem de número, assim o saco
coriônico fica cheio de ramificações resultando no córion viloso.

11) Qual é a constituição do cordão umbilical?


Constitui duas artérias umbilicais e uma veia umbilical, ambos cercados por tecido
conjuntivo mucoso (gelatinoso). A veia é mais comprida que as artérias e os vasos em
geral mais compridos que o cordão, desta forma, é normal que eles ficam retorcidos no
cordão podendo formar falsas alças.

12) A partir de que semana o coração inicia os batimentos cardíacos e o bombeamento


de sangue?
O coração passa a começar a bater entre 22 e 23 dias de gestação e o fluxo sanguíneo
se inicia durante a quarta semana.
13) Explique quais os órgãos responsáveis pela formação das células do sangue durante
o período fetal e em que momento eles atuam na formação destas células.
Antes da quinta semana a formação de sangue não se inicia. As células sanguíneas
primitivas desenvolvem-se a partir das células endoteliais dos vasos nas paredes do saco
vitelino e da alantoide, primeiro no fígado, mais tarde no baço, medula óssea e
linfonodos.

14) Em que momento do período fetal o sexo do bebê já pode ser determinado e por
quê?
Pode-se saber o sexo do bebê a partir da 8ª semana de gravidez, pois antes deste
tempo pode não haver DNA fetal o suficiente na circulação sanguínea da mãe para
identificação do cromossomo Y através de um exame de sangue específico (sexagem
fetal) ou a partir da 13ª semana pelo ultrassom, pois já haverá caracterização
morfológica dos genitais, internamente eles começam a diferenciar-se entre as estruturas
femininas e masculinas; mas ainda é após a 20ª semana que ficará mais evidente o sexo
do bebê.

15) Em que momento do período fetal começa a se formar os oócitos?


Ao final da terceira semana formam-se os oócitos e aproximadamente na 20ª semana de
gestação o número de oócitos produzidos atinge seu estado máximo.

16) Em que momento do período fetal começa a se formar o surfactante e qual


importância disso para o desenvolvimento do pulmão? Quando o pulmão o seu
desenvolvimento?
O pulmão come a se formar durante a quarta semana (próximo do 26º dia) e a
produção do surfactante começa entre a 20ª e a 22ª semana e aumenta durante as duas
últimas semanas de gestação. Este é um fluido rico em fosfolipídios que reduz a tensão
superficial na parede interna dos sacos alveolares e na interface ar-alvéolo; e, após
nascimento fica apenas surfactante no pulmão.

17) Com base no slide apresentado em aula complete os eventos que estão faltando:
1- Fertilização
2- Concepto de 1 semana
3- Embrião de 3 semanas (3mm)
4- Embrião de 5 semanas (10mm)
5- Embrião de 8 semanas (22mm)
6- Período embrionário
7- A duração das primeiras 8 semanas após a fertilização
8- Feto de 12 semanas (90mm)
9- Período fetal
10- A duração de 9ª a 38ª semana (até o nascimento)

18) Quando começa e quando termina: o período embrionário e o período fetal?


O início do período embrionário se da após a fertilização até 8ª semana de gestação;
e o período fetal da 8ª semana até o nascimento.

19) Estabeleça uma sequência de eventos na formação dos membros durante todas as
semanas de desenvolvimento fetal.
4 semanas: os brotos dos membros passam a se tornarem visíveis na parede
ventrolateral do corpo. Os anteriores aparecem primeiro, após 1 a 2 dias aparecem os
posteriores.
6 semanas: a porção terminal dos membros torna-se achatada formando a palma da
mãe e planta do pés sendo separadas pelo segmento proximal por constrição circular;
mais tarde ocorre uma divisão desse segmento proximal em dois, reorganizando a
extremidade; posteriormente ocorre a morte celular na crista apical que a separa em
cinco partes formando assim os dedos das mãos e pés (raios digitais); ocorre o
desenvolvimento dos primeiros moldes cartilaginosos hialinos responsáveis pela
expressão dos ossos, as articulações formam-se nessas áreas cartilaginosas.
7 semanas: os membros giram em direções contrárias situando-se no corpo.
8 semanas: dedos das mãos estão separados mais ainda ligados por membranas;
inicia-se a ossidificação endocondral primeiramente no fêmur e depois nas
extremidades, esses centros de ossidificação primária estão formados até a 12ª semana;
ao final da semana os dedos ficam mais compridos e completamente separados.

20) Defina tecido epitelial.


Suas células justapostas estabelecem muitas junções intercelulares com outras
células, possui pouco material extracelular entre elas, seus formatos vão desde achatada,
piramidal, cúbica a cilíndrica e geralmente não contém vasos sanguíneos.

21) Qual a função deste tipo de tecido?


Tem como principal função revestir superfícies para proteção, secretar moléculas e
também transportá-las de um compartimento a outro. Seu revestimento serve de
proteção mecânica e como barreia separando os compartimentos no corpo.

22) Qual a origem dos tecidos epiteliais?


Tem origem dos três folhetos embrionário da gastrulação no hipoblasto (endoderme
primitiva) e epiblasto (ectoderme primitiva), originando o: ectoderma (pele, etc.),
mesoderma (células pavimentosas de revestimento, etc.) e endoderma (glândula
tireoide, etc.).

23) Caracterize as camadas da epiderme que estão especificadas na imagem abaixo:


 Camada córnea: forma a superfície escamosa da epiderme, sendo composta por
células mortas firmemente dispostas contendo queratina,
 Camada granular: células com pequenos grânulos de querato-hialina.
 Camada espinhosa: células grandes e poliédricas que formam uma camada
espessa contendo tonofibrilas finas.
 Melanócito: célula dendrítica, produz melanina antes do nascimento e as
distribuem para as células epidérmicas, volta a produzi-la em resposta a luz ultra-violeta
depois do nascimento.
 Camada germinativa: produz novas células, e forma mais tarde cristas e
depressões que refletem na superfície da pele como as impressões digitais

24) Quais as origens mesenquimais da derme?


Possui três fontes de origens:
 Mesoderma da placa lateral: fornece células para a derme dos membros e da
parede corporal;
 Mesoderma paraxial: fornece células para a derme do dorso;
 Crista neural: fornece células para a derme da face e do pescoço.
25) Em momento as células mesenquimais começam a produzir as fibras colágenas e
elásticas do tecido conjuntivo?
Na 11ª semana de gestação as células mesenquimais passam a produzi-las.

26) Explique quando e como se formam os melanócitos e qual o papel destas células na
derme?
No fim do período embrionário (na 8ª semana) as células da crista neural irão migrar
para a derme, ainda em fase de desenvolvimento, e lá se diferenciam em melanoblastos.
Após isso, essas células passam a migrar para a junção dermoepidérmica e se
diferenciam novamente, em melanócitos. Essas células possuem a função de produzir
melanina antes do nascimento as distribuindo para as células epidérmicas e após o
nascimento só voltam a produzi-la em resposta a luz ultra-violeta.

27) Explique como ocorre a formação de pelos.


A partir da 12ª semana os folículos pilosos crescem a partir da camada basal da
epiderme, mas em direção a uma camada mais profunda da derme, originando os brotos
pilosos. Estes quanto mais fundo vão, gradativamente mudam seu formato para um taco
e passam a se chamar de bulbo piloso. As células do centro deste bulbo formam o pelo;
as periféricas formam a bainha epitelial da raiz, e o mesênquima circundante
desenvolve-se na bainha dérmica da raiz e nos músculos eretores dos pelos.

28) Explique como ocorre a formação das glândulas sudoríferas.


A partir do quinto mês, alguns brotos que crescem da camada basal da epiderme em
direção a uma camada profunda da derme, possuem uma porção proximal que forma um
ducto que liga a superfície a porção distal que se dobra para formar a porção secretória
da glândula.

29) Explique como ocorre a formação das glândulas sebáceas.


Por volta do 4º mês, parte das glândulas sebáceas tem seu desenvolvimento como
brotamentos das áreas laterais dos folículos pilosos permanecendo conectada a eles.

30) Explique como ocorre a formação das unhas.


Aproximadamente é na décima semana que começa a desenvolverem-se as unhas.
Inicia-se com o espessamento do epitélio chamado de campo ungueal primário. Ocorre
então uma expansão destas células distalmente a partir de sua base, resultando na
formação de uma matriz proximal, à placa da unha, que cresce distalmente para recobrir
o leito da unha. Basicamente a unha é formada por epitélio queratinizado. A unha chega
à extremidade dos dedos até a 32ª semana de gestação e as dos pés não ocorre antes da
36ª semana.

31) Explique como ocorre a formação das glândulas mamárias.


Estas são glândulas sudoríparas modificadas, inicialmente aparecem as cristas mamárias
(faixas espessadas do ectoderma) durante a 4ª semana, destas originam os brotos
mamários que se estendem da região axilar até a região inguinal. Durante a 6ª os brotos
desenvolvem-se como invaginações compactas da epiderme no mesênquima subjacente.
Logo cada broto primário passa a se ramificar e dar origem a vários ramos (brotos
secundários) que dão origem aos ductos lactíferos e seus prolongamentos até formarem
de 15 a 20 ductos. Antes do nascimento a epiderme da glândula mamária forma uma
depressão chamada fosseta mamária, envolvida pela aréola da mama e ductos lactíferos
bem desenvolvidos.

Você também pode gostar