Você está na página 1de 18

RESIDÊNCIA MÉDICA

2021
UFRJ CGABEG CSEGSF HCA HCE HFAG INCA

PROVA DE CONHECIMENTOS MÉDICOS GERAIS

INSTRUÇÕES

1. Verifique se o Nº DE INSCRIÇÃO e o seu NOME coincidem com os impressos


na FOLHA DE RESPOSTAS.

2. Esta prova compõe-se de 100 questões de escolha múltipla de Conhecimentos


Médicos Gerais.

3. Cada questão apresenta 04 (quatro) opções e apenas uma resposta correta.

4. A maneira correta de marcar a sua opção encontra-se indicada na folha de


respostas. Utilize caneta azul ou preta. Assine a folha de repostas NA
ÁREA CORRETA, DEMARCADA. NÃO rasure a folha de respostas.

5. A prova terá a duração de 3:30 horas (das 9:30h às 13:00h), incluindo o


tempo de marcação na folha de respostas.

6. Ao ser dado o sinal para o início da prova, abra o caderno e verifique se ele
está completo, com 17 páginas (frente e verso).

7. Os últimos 03 (três) candidatos, ao terminarem a prova, só poderão retirar- se


da sala juntos.

8. OS FISCAIS, ALÉM DE NÃO CONHECEREM O CONTEÚDO DA


PROVA, NÃO ESTÃO AUTORIZADOS A RESPONDER OU
ESCLARECER DÚVIDAS SOBRE AS QUESTÕES.

9. ATENÇÃO: EM HIPÓTESE ALGUMA HAVERÁ SUBSTITUIÇÃO DA


FOLHA DE RESPOSTAS, MESMO EM CASO DE MARCAÇÃO
INCORRETA.
RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
1. Homem, 54 anos, comparece ao atribuídos a causa infecciosa. O agente
ambulatório de Neurologia em cadeira de etiológico provavelmente envolvido é:
rodas. Estava assintomático até 6 meses a) Staphylococcus aureus
atrás, quando começou a evoluir b) Entamoeba histolytica
progressivamente com: mudança de c) Escherichia coli
humor; esquecimento e crise convulsiva d) Clostridium difficille
(mioclonias). Ressonância nuclear
magnética (RNM): em flair,
hiperintensidade em tálamo e núcleos da
base. A hipótese diagnóstica mais 5. Mulher, 35 anos, há 20 dias com tosse,
provável para este paciente é: febre vespertina, sudorese noturna e
a) demência com corpos de Lewy emagrecimento. TC de tórax:
b) doença de Alzheimer
c) encefalite Límbica
d) doença de Creutzfeldt-Jacob

2. Homem, 48 anos, vem sendo


acompanhado por estenose aórtica há 12
anos. No último ecocardiograma, recente,
ficou evidenciada a piora da estenose. Na
consulta com seu clínico, foi observado no
exame físico um achado que permitiu
classificar a estenose aórtica como grave.
Neste exame físico observou-se:
a) sopro sistólico em foco aórtico acessório
com pico precoce
b) presença de pulso arterial de baixa
amplitude e ascensão lenta
c) desdobramento da segunda bulha cardíaca
d) presença de terceira bulha cardíaca

3. Mulher, 45 anos, é internada no setor de


emergência com história de febre e
diminuição do nível de consciência nas
últimas 24 horas. Exame físico: presença
de sinais meníngeos. Tomografia
computadorizada (TC) de crânio: normal.
Após a realização da punção lombar, os
resultados da análise do líquor foram:
celularidade = 1200/µL com 80% de A melhor descrição da imagem e a
polimorfonucleares; glicose = 10mg/dL e principal hipótese diagnóstica,
proteínas = 320mg/dL. O achado é respectivamente, são:
sugestivo de meningite: a) consolidações no lobo superior esquerdo
a) fúngica com lesões escavadas formando nível
b) bacteriana hidroaéreo. Pneumonia bacteriana
c) viral necrotizante
d) amebiana b) massas escavadas e nódulos no lobo
superior esquerdo. Linfoma
4. Homem, 69 anos, etilista, em situação de c) lesões escavadas, consolidações e
rua, interna no hospital com febre e tosse pequenos nódulos configurando o aspecto de
purulenta. Feito diagnóstico de abscesso “árvore em brotamento” no lobo superior
pulmonar é iniciado tratamento com esquerdo. Tuberculose pulmonar
clindamicina venosa. No 5o dia, desenvolve d) massa escavada de contorno espiculado e
diarreia aquosa (sem muco ou sangue), pequenos nódulos. Carcinoma escamoso
novo pico febril e dor abdominal, pulmonar

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 1


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
6. Homem, 82 anos, é levado à consulta por a) reabilitação pulmonar; vacinação antigripal
seus filhos por apresentar esquecimentos, e antipneumocócica; broncodilatadores
confusões de nomes e datas e até de inalatórios
locais onde está. O clínico conversa com a b) broncodilatores inalatórios; corticosteroides
família e diz que o paciente começa a orais; mucolíticos
apresentar sinais de demência. Pode-se c) antibioticoterapia; drenagem postural;
afirmar que a causa mais frequente de corticoide inalatório
demência no idoso é a doença: d) corticoide inalatório; oxigenioterapia
a) carencial domiciliar se SpO2 < 92%; mucolíticos
b) cerebrovascular
c) de Parkinson 10. Mulher, 32 anos, em investigação de
d) de Alzheimer trombocitopenia de surgimento recente,
associada à elevação de escórias
nitrogenadas. Hemograma: leucometria e
7. Homem, 38 anos, vítima de acidente hemoglobina em níveis normais. A
automobilístico, é levado ao setor de visualização de hemácias fragmentadas
emergência. Gasometria arterial inicial: pH (esquizócitos) na lâmina de sangue
= 7,25; PaCO2 = 50mmHg; HCO3 = periférico sugere a hipótese diagnóstica,
16mEq/L; BE = −6mEq/L. De acordo com mais provável, de:
os conceitos do equilíbrio ácido-base, a a) trombocitopenia pós infecciosa
hipótese diagnóstica mais provável é: b) púrpura trombocitopênica trombótica
a) acidose metabólica c) leucemia mielocítica aguda
b) acidose respiratória d) trombocitopenia induzida por drogas
c) acidose mista
d) alcalose mista 11. Mulher, 59 anos, com encefalopatia
hipertensiva é admitida com pressão
arterial (PA) = 190 x 130mmHg. Iniciou-se
8. Homem, 30 anos, inicia quadro de fraqueza
nitroprussiato de sódio endovenoso e 30
e dor muscular, acompanhado de ″urina
minutos depois, PA = 160 x 110mmHg. A
escura″. Relata ter participado de “uma
conduta mais adequada, neste momento,
meia maratona” dois dias antes do início
para esta paciente é:
dos sintomas. Exame físico: desidratado,
a) suspender o nitroprussiato de sódio
hipotenso e taquicárdico. Exames
b) aumentar a dose de nitroprussiato de sódio
laboratoriais: ureia = 55mg/dL; creatinina =
1,6mg/dL; potássio = 5,5mEq/L; c) diminuir a dose de nitroprussiato de sódio
d) manter a dose de nitroprussiato de sódio
creatinoquinase (CK) = 1.500UI/L; EAS =
mioglobinúria. Em relação ao tratamento 12. Homem, 57 anos, trabalha como analista
preventivo da insuficiência renal aguda, de sistemas, sem comorbidades, tem o
pode-se afirmar que a melhor estratégia é: diagnóstico de Diabetes Mellitus (DM) tipo
a) apenas reposição de volume com solução 2. Pode-se afirmar que o objetivo do
salina controle glicêmico, de forma geral, é
b) reposição de volume com solução manter o nível de hemoglobina glicada
glicosada e cloreto de potássio (HbA1c) inferior a:
c) apenas administração de diurético de alça a) 9%
d)reposição de volume com solução salina e b) 8%
bicarbonato de sódio c) 7%
d) 6%
9. Homem, 70 anos, tabagista, tem dispneia
progressiva aos esforços há 4 anos. TC de 13. O reflexo de estiramento muscular
tórax: enfisema centroacinar com testado no tendão de Aquiles, durante
predomínio nos lobos superiores. exame neurológico, envolve o arco reflexo
Espirometria: relação entre volume situado ao nível medular de:
expiratório forçado em 1s e capacidade a) L3-L4
vital forçada (VEF1/CVF) reduzida. A b) S1- S2
conduta terapêutica mais adequada inclui c) C5-C6
a cessação do tabagismo e: d) C6-C7

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 2


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
14. Homem, 30 anos, fisiculturista, chega à 17. Pode-se afirmar, em relação aos aspectos
emergência com dores abdominais e etiológicos e clínicos do impetigo, que
inquietação. Exame físico: PA = 170 x este é uma infecção do tipo:
100mmHg e temperatura axilar = 38,3oC. a) bacteriana, e a lesão primária é um
Refere que está em uso de “fórmulas” nódulo eritematoso e doloroso
para emagrecer e de fluoxetina 20mg/dia. b) fúngica superficial, e a lesão primária é
Dentre as “fórmulas”, o paciente uma pústula superficial que se rompe e
apresentou ao médico um frasco com o forma uma crosta cor de mel (melicérica)
seguinte rótulo: sibutramina 21mg + característica
diazepam 7mg + hidroclorotiazida 23mg. c) fúngica, e a lesão primária é um nódulo
A hipótese diagnóstica mais provável eritematoso e doloroso
para este paciente é: d) bacteriana superficial, e a lesão primária
a) sindrome neuroléptica maligna é uma pústula superficial que se rompe e
b) síndrome serotoninérgica aguda forma uma crosta cor de mel (melicérica)
c) feocromocitoma característica
d) tireotoxicose
15. Mulher, 70 anos, refere dor e aumento de
18. Pode-se afirmar que na osteoporose, os
volume das articulações interfalangeanas
efeitos prejudiciais do fumo à massa
proximais e distais de ambas as mãos.
óssea atuam direta e indiretamente,
Relata, também, rigidez matinal que dura
respectivamente, no:
cerca de 30 minutos. Radiografia (RX)
das mãos: esclerose e cistos a) metabolismo do estrogênio e no
osteoclasto
subcondrais; redução do espaço articular
b) metabolismo do estrogênio e no
e osteófitos. Todos os achados em
osteoblasto
ambas as mãos. A hipótese diagnóstica
mais provável para esta paciente é: c) osteoclasto e no metabolismo do
estrogênio
a) artrite psoriásica
d) osteoblasto e no metabolismo do
b) artrite reativa
estrogênio
c) osteoartrite
d) artrite reumatoide
19. Pode-se afirmar que a causa mais
16. Homem, 25 anos, com síndrome de
frequente de transmissão das viroses
Marfan foi admitido na emergência com
respiratórias comuns de pacientes para
dor torácica esquerda e dispneia. Pode-
profissionais de saúde é:
se afirmar que o RX simples de tórax é
compatível com o diagnóstico de: a) higienização inadequada das mãos
b) uso inadequado de máscaras N95
c) não prescrição de antibioticoprofilaxia
d) acidentes com espécimes biológicos

20. Homem, 24 anos, apresenta síncope


durante partida de futebol. Em avaliação
médica posterior são identificados: ritmo
cardíaco regular; presença de quarta
bulha; sopro sistólico (SS) no 4º espaço
intercostal esquerdo, que aumenta com
manobra de Valsalva. Pode-se afirmar em
relação à abordagem terapêutica desse
paciente, caso haja historia de morte
súbita na família, que está:
a) contraindicado o uso de verapamil
b) contraindicado o uso de bloqueador do
a) pneumotórax receptor beta adrenérgico
b) pneumomediastino c) indicado o implante de marcapasso
c) consolidação na base pulmonar esquerda definitivo
d) enfisema de partes moles d) indicado cardiodesfibrilador implantável

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 3


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
21. Pode-se afirmar que o suprimento normal. Exame abdominal: sem distensão,
sanguíneo da bexiga é feito pelas artérias com sinais de irritação peritoneal e a
vesicais superiores e inferiores, que são peristalse normal. A sonda orogástrica
ramos da artéria: drenava liquido esverdeado. RX simples
a) obturatória de abdome: sinal da dupla bolha. A
b) ilíaca comum hipótese diagnóstica mais provável é:
c) ilíaca interna a) obstrução duodenal
d) pudenda interna b) atresia ileal
c) doença de Hirschsprung
d) íleo meconial
22. Mulher, 54 anos, com retocolite ulcerativa
apresenta quadro de megacolon tóxico
com indicação cirúrgica. Pode-se afirmar
que o procedimento cirúrgico melhor 26. Homem, 30 anos, sofre um acidente
indicado é: automobilístico e é conduzido para o
a) proctocolectomia com anastomose íleo hospital. Exame físico: turgência jugular;
anal com bolsa ileal dispneia; taquicardia e pulso paradoxal. A
b) proctocolectomia com ileostomia hipótese diagnóstica mais provável é:
c) colectomia total com ileostomia e a) tamponamento cardíaco
preservação do reto b) choque hipovolêmico
d) colectomia total com ileorretoanastomose c) choque cardiogênico
d) anemia aguda

23. Homem, 25 anos, vítima de lesão


penetrante em coxa esquerda por projétil
de arma de fogo, é levado ao setor de 27. Rapaz, 15 anos, procura médico por ter
emergência com: palidez, edema e dor em percebido a presença de uma lesão na
perna esquerda; ausência de pulsos linha média do pescoço. Exame físico:
poplíteo e distais neste membro, com massa cística palpável, móvel e indolor. O
frêmito palpável em face medial de coxa. A diagnóstico mais provável e a conduta
hipótese diagnóstica mais provável é: mais adequada, respectivamente, são:
a) trombose arterial pós trauma a) cisto tireoglosso / cirúrgica
b) pseudo-aneurisma b) linfadenopatia / iniciar antibióticos VO
c) fístula arteriovenosa traumática c) cisto branquial / realizar alcoolização
d) trombose venosa profunda d) tireoide aberrante / aguardar fim da
puberdade
24. Mulher, 39 anos, com história de fraqueza
muscular, dispneia, dificuldade de
deglutição e discreta ptose palpebral ao 28. Homem, 40 anos, sofre acidente em
final do dia. TC de tórax: tumor em corrida ciclística e é levado ao setor de
mediastino anterossuperior. A principal emergência com queixa de dor intensa no
hipótese diagnostica é: abdome inferior. Relata intensa vontade de
a) teratoma urinar. Exame físico: hemodinamicamente
b) linfoma estável; abdome distendido com bexiga
c) timoma palpável; sem sinais de irritação
d) bócio tireoideano peritoneal. A hipótese diagnóstica mais
provável e a conduta mais adequada,
25. Recém-nascido (RN), masculino, respectivamente, são:
prematuro de 34 semanas, 2.150g, com a) lesão de testículo / inicio de anti-
síndrome de Down, iniciou quadro de inflamatórios
vômitos biliosos após as primeiras b) lesão de bexiga / cateterismo vesical de
mamadas, ainda no berçário. Não eliminou demora
mecônio. Exame físico: corado; c) lesão de uretra / cistostomia imediata
acianótico; ictérico; desidratado; d) lesão nervosa / cateterismo vesical de
taquipneico; afebril. Ausculta pulmonar: alívio

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 4


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
29. Homem, 68 anos, hipertenso em uso 34. Homem, 26 anos, com febre, dor
regular de captopril, foi submetido à abdominal e perda de apetite há 12 horas.
tireoidectomia total por carcinoma Exames laboratoriais: discreta
papilífero, sem intercorrências. No leucocitose. TC do abdome:
primeiro dia de pós-operatório, queixava-
se de parestesias, principalmente em
torno da boca e nas mãos, e de que
estava com dificuldade em estender os
quirodáctilos. Exame físico: bom estado
geral; sem rouquidão; normotenso; sem
arritmias. A conduta mais adequada para
este paciente é:
a) iniciar reposição de cálcio
b) adminitrar benzodiazepínico
c) iniciar reposição de tiroxina
d) aumentar reposição de potássio
30. O elemento anatômico que divide o
fígado em fígado direito e esquerdo é:
a) a fossa vesicular
b) o ligamento redondo
c) o ligamento falciforme
d) a veia porta
31. Em RX simples de abdome, a observação
mais específica para colite isquêmica é a
presença de:
a) sinal da impressão do polegar
b) espessamento da parede do cólon
c) ar fora de alça
d) distensão do cólon
32. Homem, 23 anos, vítima de acidente
automobilístico é levado à emergência
em insuficiência respiratória aguda.
Exame físico: hipotensão arterial;
turgência jugular; ausência de murmúrio
vesicular no hemitórax direito. A conduta
inicial, mais adequada, neste paciente, é
a realização de:
a) traqueostomia
b) intubação orotraqueal
c) RX de tórax
d) drenagem torácica
33. No trauma raquimedular, a síndrome da
cauda equina cursa com:
a) diminuição do tônus retal; hiperreflexia e
anestesia em sela A hipótese diagnóstica mais provável é:
b) disfunção vesical; diminuição do tônus a) doença inflamatória intestinal
retal e hiperreflexia b) apendicite aguda
c) anestesia em sela; disfunção vesical e c) diverticulite de Meckel
diminuição do tônus retal d) apendagite epiploica aguda
d) hiperreflexia; anestesia em sela e
disfunção vesical

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 5


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
35. Criança, 6 anos, é atendida na a) neutrófilos e fibroblastos / diabetes
emergência com história de dor mellitus
abdominal, com 48 horas de evolução. A b) neutrófilos e macrófagos / infecção
mãe refere: febre de 38OC há 24h (teve c) fibroblastos e macrófagos / idade do
dois picos neste período); náuseas e falta paciente
de apetite. Exame físico: dor à palpação, d) neutrófilos e linfócitos / radiação ionizante
principalmente em fossa ilíaca direita.
Nessa criança, pode-se afirmar que há:
40. Homem, 78 anos, refere perda súbita da
a) maior risco de sangramento no
acuidade visual do olho direito que se
tratamento por via laparoscópica que aberta
reverteu em menos de 5 minutos
b) indicação de realizar toque retal e (amaurose fugaz). Pode-se afirmar que a
passagem imediata de sonda nasogástrica fonte embólica mais provável, neste
c) indicação de tratamento cirúrgico
paciente, foi a artéria carótida:
imediato por risco de septicemia iminente
a) externa direita
d) maior risco de complicações abdominais,
b) interna esquerda
como perfuração, que em adultos
c) interna direita
d) externa esquerda
36. Pode-se afirmar que o procedimento
cirúrgico mais relacionado à 41. Mulher, 30 anos, refere corrimento
incontinência urinária de esforço em vaginal amarelado com odor fétido. A
homens é a: realização de citologia a fresco
a) prostatectomia radical evidenciou a presença de um número
b) prostatectomia transvesical elevado de células-alvo. A conduta mais
c) ressecção transuretral da próstata adequada é a prescrição de:
d) colocação de prótese peniana a) metronidazol oral por 7 dias
b) azitromicina oral por 3 dias
37. Mulher, 35 anos foi submetida à c) fluconazol oral, dose única
apendicectomia sem intercorrências. O d) ciprofloxacina oral por 7 dias
histopatológico mostrou ser um tumor
carcinoide com 1,5cm e infiltração
linfovascular. A conduta mais adequada, 42. Mulher, 23 anos, apresentou menarca aos
para esta paciente, é: 11 anos, e, desde então, tem ciclos
a) acompanhar com TC a cada seis meses menstruais irregulares (intensidade
b) nada a fazer, o paciente está curado variável e intervalos variando de 30 até 90
c) realizar a hemicolectomia direita dias). Exame físico: 92kg; 160cm;
d) prescrever imatinibe avaliação pela escala de Ferriman-
Gallwey de 12 pontos. Exames
complementares: FSH = 7,3UI/L; LH =
38. É muito importante evitar que um paciente 11,1UI/L; TSH = 2,2mUI/L; prolactina =
politraumatizado evolua para o quadro 12,0ng/mL; cortisol salivar noturno <
conhecido como “tríade da morte”, que 0,2/mL; SDHEA = 220,0dL; 17Oh
se caracteriza por: progesterona = 30,0ng/dL.
a) acidose respiratória + bradicardia + Ultrassonografia (US) transvaginal:
taquipneia ovário direito com volume de 12mL e
b) sudorese + coagulopatia + taquicardia presença de 22 folículos antrais
c) hipotermia + acidose metabólica + inferiores a 10mm; ovário esquerdo com
coagulopatia volume 13mL e presença de 25 folículos
d) hipotermia + taquicardia + antrais inferiores a 10mm. A principal
hiperpotassemia hipótese diagnóstica para esta paciente
é:
39. Os tipos de células predominantes na a) síndrome dos ovários policísticos
fase inflamatória da cicatrização e a b) hiperplasia adrenal congênita
causa mais comum de retardo do tempo c) síndrome de Cushing
desta cicatrização são, respectivamente: d) tumor adrenal virilizante

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 6


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
43. Mulher, 35 anos, com ciclos menstruais c)orientar o coito; solicitar propedêutica
regulares, dismenorreia com discreta específica após 12 meses de tentativas
piora nos últimos 2 anos e dispareunia d)referenciar para realização de fertilização
profunda há 6 meses, está tentando in vitro
engravidar há 1 ano. CA 125 recente =
65UI/mL. Exame físico: útero em
retroversão e pouco móvel com 46. Menina, 6 anos, é levada ao ginecologista
presença de nodulação endurecida em pela mãe, pois observou surgimento de
fundo de saco posterior de broto mamário, bilateralmente, há 2
aproximadamente 2cm, dolorosa ao meses. Exame físico: 20kg; 110cm;
toque; região anexial direita aumentada mamas estágio M2 de Tanner; pelos
de volume, com massa palpável de pubianos P1 de Tanner; genitália externa
4,0cm e consistência cística. US sem sinais de virilização. Exames
transvaginal: ovário direito com laboratoriais: LH = 0,2UI/L; E2 = 5pg/mL.
presença de imagem homogênea e RX de mão e punho: compatível com a
discretamente hipoecogênica de 3,5cm, idade cronológica. A hipótese
aspecto pontilhado fino em vidro fosco. diagnóstica mais provável é:
A provável natureza da imagem a) pubarca precoce isolada
ovariana e a possível hipótese b) telarca precoce isolada
diagnóstica, respectivamente, são: c) puberdade precoce central
a) benigna / cisto dermóide d) puberdade precoce periférica
b) benigna / endometrioma
c) maligna / cistoadenocarcinoma seroso
d) maligna / cistoadenocarcinoma 47. Considerando o aparelho de sustentação
mucinoso
da pelve, também conhecido como
assoalho pélvico, as estruturas que
44. Mulher, 17 anos, iniciou vida sexual há 1 compõem o diafragma pélvico são:
ano. Comparece a consulta para a) músculos levantadores do ânus e
avaliação de rotina. Sem queixas no coccígeo
momento. De acordo com as Diretrizes b) músculos transverso profundo do períneo
para o Rastreamento do Câncer do Colo e transverso superficial do períneo
do Útero de 2016, publicadas pelo c) ligamentos cardinais do útero e
Ministério da Saúde, essa paciente deve ligamentos uterossacros
iniciar o rastreio de câncer cervical por d) ligamentos pubouretral e pubovesical
meio de colpocitologia oncótica:
a) a partir dos 20 anos de idade
b) imediatamente
c) 2 anos após a sexarca 48. Mulher, 20 anos, sexualmente ativa,
d) a partir dos 25 anos de idade comparece a consulta de rotina com um
resultado de colpocitologia tríplice
45. Casal comparece a consulta, pois estão compatível com lesão intraepitelial
tentando engravidar há 5 meses, sem escamosa de baixo grau (LSIL). De
sucesso. Mulher, 30 anos, nuligesta, acordo com as Diretrizes para o
nega comorbidades ou cirurgias. Nega Rastreamento do Câncer do Colo do
uso de medicações; ciclos menstruais Útero de 2016, publicadas pelo Ministério
regulares e indolores. Homem, 39 anos, da Saúde, a conduta mais adequada para
possui 2 filhos de relacionamento essa paciente é:
anterior (2 e 4 anos). Nega a) repetir o exame colpocitológico 6 meses
comorbidades; nega cirurgias. A após a data da coleta anterior
conduta mais adequada, inicial, para b) realizar colposcopia e biópsia da lesão
esse casal é: imediatamente
a)iniciar indução de ovulação com citrato c) repetir o exame colpocitológico 3 anos
de clomifeno por até 6 meses após a data da coleta anterior
b)orientar a retornar para avaliação após a d) realizar captura híbrida para HPV para
mulher completar 35 anos definir momento de nova colpocitologia

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 7


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
49. Mulher, 37 anos, apresenta histórico de 3 53. No acompanhamento do crescimento
perdas gestacionais de primeiro intrauterino restrito placentário precoce,
trimestre. Após cada aborto, houve realizou-se um Doppler de artéria
necessidade de 3 aspirações manuais umbilical com 23 semanas. Pode-se
intrauterinas. Para a investigação dessas afirmar, correlacionando o resultado
perdas de repetição, o exame encontrado no exame e a conduta futura,
obrigatoriamente solicitado é: que:
a) mutação do gene da protrombina a) com diástole zero, repetir em 2 semanas
b) fator V Leiden e parto entre 30-32 semanas
c) pesquisa de cross-match b) com Doppler normal, repetir a cada 15
d) histeroscopia dias e parto com 38 semanas
c) com diástole reduzida, repetir o Doppler
em 2 semanas e parto com 37 semanas
50. Para a boa compreensão da fisiologia do d) com diástole reversa, realizar Doppler de
ciclo menstrual, é fundamental o ducto venoso e parto em 24 horas
conhecimento da teoria das duas células,
duas gonadotrofinas. De acordo com
essa teoria, o local onde ocorre a 54. Identificada estreptococia do grupo B
formação do estradiol e a enzima (GBS) em gestante, pode-se afirmar que
responsável pela conversão dos está indicada profilaxia intraparto
androgênios em estradiol são, quando:
respectivamente, as células da: a) cultura vaginorretal de GBS for negativa
a) teca / aromatase entre 35 e 37 semanas na gravidez atual,
b) granulosa / aromatase quaisquer que sejam os fatores de risco
c) granulosa / redutase intraparto
d) teca / redutase b) rastreamento de GBS vaginorretal for
positivo entre 35 e 37 semanas de gravidez
c) colonização por GBS em gravidez
51.Gestante, 39 semanas e 2 dias está em
anterior (a menos que haja indicação na
monitorização contínua com
cardiotocografias intraparto. Durante o gravidez atual)
d) cesárea realizada antes do início do
trabalho de parto, ocorreram
parto, em mulher com membranas íntegras,
desacelerações que tiveram seu início,
independente do estado de colonização do
máximo de queda e recuperação à linha
de base coincidindo, respectivamente, GBS
com o começo, pico e fim da contração,
sendo que a frequência cardíaca fetal 55. Na estática fetal, a variedade de posição
basal associada situava-se nos limites da se define como a relação dos pontos de
normalidade. Esse tipo de referência maternos e fetais. Dentre os
desacelerações pode ser classificado pontos fetais, o que representa a
como: apresentação cefálica fletida é:
a) tardio a) glabela
b) cefálico b) lambda
c) umbilical c) bregma
d) placentário d) mento

52. Um dos principais diagnósticos


diferenciais de placenta prévia (PP) é 56. Pode-se afirmar que a confirmação do
com o descolamento prematuro de diagnóstico de oligoidrâmnio é feita pela
placenta. Pode-se afirmar que o sinal ultrassonografia quando esta mostra que
clínico, melhor preditivo, de PP é o maior bolsão de líquido amniótico no
relacionado com a hemorragia que: seu diâmetro vertical é:
a) é inicialmente interna a) < 2 cm
b) é única, em geral b) < 3 cm
c) diminui com as metrossístoles c) < 4 cm
d) cessa após a amniotomia d) < 5 cm

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 8


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
57. Sobre a gravidez gemelar monozigótica, 59. Em período expulsivo prolongado de uma
sabe-se que em 30% dos casos ela é primípara a termo, optou-se pela
dicoriônica e diamniótica. Pode-se aplicação de fórceps. Exame obstétrico:
afirmar, portanto, que nesses casos a apresentação cefálica, em assinclitismo,
divisão do ovo se deu entre: variedade de posição occipito esquerda
a) 8º e 13º dia transversa e plano +1 de De Lee. Pode-se
b) 13º e 21º dia afirmar que o fórceps a ser utilizado
c) 1º e 3º dia neste parto é:
d) 3º e 8º dia a) Simpson
b) Kielland
c) Piper
58. Pode-se afirmar, em relação ao Lúpus d) Barton
Eritematoso Sistêmico na gestação, que
na maioria dos casos as exacerbações
com manifestações leves da doença
(predominantemente cutâneo articulares)
ocorrem no:
a) puerpério
b) 3º trimestre
c) 2º trimestre
d) 1º trimestre

60. Observe os traçados abaixo:

O traçado A representa as contrações de um parto normal. E o traçado B representa uma


discinesia observada em uma paciente com:

a) polidramnia
b) toxemia gravídica
c) descolamento prematura da placenta
d) parto precipitado

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 9


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
61. RN, com 36 horas de vida, parto vaginal a 63. Menino, 3 meses, é admitido em crise
termo, adequado para a idade gestacional, convulsiva tonico-clônica generalizada
sem intercorrências perinatais, evoluindo com inicio há dez minutos. Segundo a
com boa aceitação do seio materno. mãe, apresenta febre há dois dias,
Exame físico: sem alterações. A mãe foi rinorreia clara e tosse esporádica. Exame
diagnosticada com tuberculose pulmonar físico: bom estado geral; hipocorado
no dia do parto. A conduta mais adequada, 2+/4+; hidratado; acianótico; anictérico;
segundo o Ministério da Saúde do Brasil, bom enchimento capilar; temperatura
para o binômio mãe/filho é: axilar = 40ºC; FR = 62irpm; FC = 180bpm;
a) suspender a amamentação até que se SpO2 = 96% em ar ambiente. A conduta
comprove baciloscopia negativa mais adequada é estabilizar a criança,
b) suspender definitivamente a amamentação instituir acesso venoso e administrar:
e iniciar fórmula infantil a) antitérmico
c) manter a amamentação fazendo uso de b) fenobarbital
máscara cirúrgica ao amamentar e ao cuidar c) diazepam
da criança, enquanto a baciloscopia do d) midazolam
escarro se mantiver positiva
d) manter a amamentação fazendo uso de
máscara N95 durante todo o tempo em que a 64. Pode-se afirmar que são medidas
mãe estiver em contato com a criança, importantes no planejamento de alta da
enquanto a baciloscopia do escarro se maternidade para RN a termo e sem
mantiver positiva fatores de risco:
a) administração da primeira dose da vacina
da hepatite B; realização dos testes de
62. Criança, 21 meses, é levada à emergência triagem auditiva e cardiológica; realização
por "estar gripado". Segundo a mãe, ele das manobras de Ortolani e Barlow
está com febre e sem se alimentar bem há b) administração de vitamina K e primeira
cerca de 20 horas, além de apresentar dor dose da vacina da hepatite B; realização do
abdominal e um episodio de vômito hematócrito e da bilirrubina; realização das
(líquido verde) pela a manhã. Sinais vitais: manobras de Ortolanie Barlow
peso = 15kg; temperatura = 39,2°C; c) administração de vitamina K; realização
frequência cardíaca (FC) = 60bpm; dos testes de triagem auditiva; realização
frequência respiratória (FR) = 35irpm; das manobras de Ortolanie Barlow
saturação de oxigênio (SpO2) = 98%, em ar d) administração de vitamina K e primeira
ambiente; pressão arterial sistólica = dose da vacina da hepatite B; realização dos
60mmHg e diastólica indetectável; testes de triagem auditiva, reflexo vermelho
enchimento capilar superior a 4 segundos. e cardiológica; realização das manobras de
Letárgica e incapaz de acompanhar Ortolanie Barlow
objetos com o olhar, choro sem lágrimas.
A hipótese diagnóstica mais provável e a
conduta mais adequada para este menino,
65. Menino, 4 anos, com DM tipo 1, é levado
respectivamente, é:
à emergência com palidez, taquicardia,
a) choque séptico / puncionar acesso venoso,
sudorese profusa, tremores e
iniciar etapa rápida de solução salina a
irritabilidade. Mãe refere: história de
300mL em 5-10 minutos,
tosse produtiva; obstrução nasal; febre
b) estenose hipertrófica de piloro/ puncionar
não aferida (3 picos/dia), há 72 horas;
acesso venoso, administrar antitérmico e
astenia e recusa alimentar. A hipótese
realizar intubação orotraqueal
diagnóstica mais provável para esta
c) choque séptico/ puncionar acesso venoso,
criança é:
administrar antitérmico e iniciar massagem
a) hipoglicemia em consequência da recusa
cardíaca
alimentar e insulinoterapia
d) estenose hipertrófica de piloro / puncionar
b) cetoacidose diabética devido à anorexia
acesso venoso, iniciar etapa rápida de
c) fenômeno de Somogyi
solução salina a 300mL em 20 minutose
d) efeito lua de mel
realizar intubação orotraqueal

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 10


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
66. Menina, 7 anos, é encaminhada ao 69. Menina, 6 meses, com Síndrome de
pediatra por baixo rendimento escolar. Down. Durante consulta de seguimento, a
Nasceu de parto vaginal a termo, Escala de mãe questiona sobre a possibilidade de
Apgar 9/10, peso = 3.700g. Ao iniciar o ter outro filho com a mesma síndrome,
período de alfabetização, sua inteligência e com um parceiro diferente do pai desta
rico vocabulário oral foram notórios, menina. A atitude mais adequada, nesta
entretanto, fez pouco progresso na leitura. situação é:
Recentemente, começou a reclamar que os a)orientá-la quanto às medidas
trabalhos escolares a deixavam com dor contraceptivas uma vez que não é possível
de cabeça, apesar de o exame prever se ela pode gerar outro filho
oftalmológico ser normal. A mãe relata que sindrômico
ela apresenta irritabilidade e agressividade b)instruí-la a realizar estudo genético com
apenas à menção de ir à escola. Exame pesquisa da translocação do cromossomo
físico: cooperante, inteligente e curiosa 21
sem alterações clínicas. A hipótese c)encaminhá-la para realizar estudo
diagnóstica mais provável para esta genético com pesquisa da translocação do
menina é: cromossomo 13
a) disritmia d)orientá-la que a alteração foi de origem
b) discalculia paterna, portanto, não há riscos de ter outra
c) retardo mental leve gestação de um bebê sindrômico com um
d) dislexia novo parceiro
67. Pode-se afirmar que as taxas conhecidas 70. RN com 48 horas de vida, suga
como indicadores da qualidade avidamente o seio materno com boa
assistencial ao paciente pediátrico pega, mas ainda não evacuou. Nasceu a
hospitalizado são: termo de parto cesáreo, com Escala de
a) mortalidade infantil nacional; mortalidade Apgar 9/10 e peso = 3.200g. A conduta
em terapia intensiva pediátrica (TIP); mais adequada, nesta situação, é:
aleitamento materno a) inspecionar a região anal e, se estiver
b) mortalidade infantil nacional; mortalidade com aspecto normal, orientar a mãe de que
em TIP; readmissão não planejada na se trata de constipação fisiológica do RN
unidade de TIP b) inspecionar a região anal e introduzir uma
c) infecção primária de corrente sanguínea sonda de aspiração para investigar
neonatal; mortalidade da TIP; escolaridade imperfuração anal
materna c) encaminhar o RN para realizar exame
d) infecção primária de corrente sanguínea radiológico, pois pode se tratar de
neonatal; mortalidade em TIP; readmissão invaginação intestinal
não planejada na unidade de TIP d) encaminhar o RN para realizar US de
abdome, pois pode se tratar de estenose
68. Menino, 6 anos, é levado ao ambulatório hipertrófica de piloro
com queixa de crises de dor nos membros
inferiores há dois meses. Segundo a mãe a 71. De acordo com a Sociedade Brasileira de
dor é bilateral, acomete a parte anterior Pediatria, cerca de 75% das
das coxas, canelas, panturrilhas e atrás linfonodomegalias periféricas são
dos joelhos. As dores surgem à noite, ou localizadas e mais de 50% são
de madrugada, e só melhoram com observadas na região de cabeça e
massagem ou dipirona. Na manhã pescoço. Os exames iniciais a serem
seguinte, a criança está assintomática e solicitados na suspeita diagnóstica de
sem limitação física. Exame físico: sem câncer são:
sinais de dor; deformidades; fraqueza a) hemograma; aspirado de medula óssea e
muscular ou restrição de movimentos. A TC
hipótese diagnóstica mais provável para b) hemograma; dosagem de desidrogenase
este menino é: lática e RX de tórax
a) artrite séptica do quadril c) hemocultura; dosagem de eletrólitos e
b) dor do crescimento cintilografia óssea
c)sinovite transitória do quadril d) hemocultura; urinocultura e cintilografia
d)luxação congênita do quadril óssea

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 11


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
72. Menino, 2 anos, é levado à emergência as extremidades superior e inferior com
após ser encontrado, há cerca de uma hora edema duro sem acometimento do
e meia, com um frasco vazio de tronco. Dois dias depois, o menino
descongestionante nasal (cujo princípio apresentou dor abdominal em cólica
ativo era a nafazolina). Segundo o pai, o envolvendo o quadrante superior direito
frasco estava cheio, pois havia sido aberto e esquerdo, agravada pelas refeições e
no dia anterior. Exame físico: hipotérmico; associada à hematêmese e fezes
bradicárdico; pálido; sonolento; com aquosas. Exames laboratoriais:
diaforese; hipotenso; com pausas 3
leucocitose = 16.900/mm ; hemoglobina =
respiratórias. A conduta mais adequada, 14g/dL; hematócrito = 41,2%; uréia =
neste momento para a criança, é:
16mg/dL; creatinina = 0,9mg/dL. Exame
a) iniciar imediatamente n-acetilcisteína na
de urina: > 5 hemácias/campo; VHS =
dose de 140mg/kg
b) esvaziar o estômago através de sonda
58mm/hora; PCR = 5,6mg/dL. A hipótese
gástrica e o utilizar carvão ativado diagnóstica mais provável é:
c) induzir vômito utilizando detergente líquido a) vasculite por IgA
d) aquecer e monitorar no hospital por seis b) meningococemia
horas c) mononucleose
d) dengue
73. Menina, 10 anos, com encefalopatia
crônica progressiva (ECP), gastrostomia, 76. A mielomeningocele é a forma mais grave
traqueostomia e dependente de de disrafismo, envolvendo coluna
ventilação mecânica, está hospitalizada e vertebral e medula espinhal. Acomete,
restrita ao leito há três anos. Exame aproximadamente, 1 em 4.000 nascidos
físico: deformidade no terço médio da vivos. Apesar de grave, é evitável a partir
clavícula direita com dor à mobilização da suplementação, em mulheres na idade
do membro ipsilateral. A hipótese fértil, com:
diagnóstica mais provável é de fratura: a) vitaminas do complexo B
a) em galho verde secundária aos cuidados b) ferro
intensivos de enfermagem c) vitamina D
b) secundária à osteoporose devido à d) ácido fólico
imobilização prolongada ao leito
c) secundária à osteoporose idiopática 77. Menino, 5 meses, nascido de parto
juvenil cesáreo a termo, Escala de Apgar 8/9, sem
d) secundária ao DM tipo I comumente patologia de base, é levado à emergência
associada à ECP por apresentar muitos sustos nos últimos
5 dias. Segundo o pai, os episódios se
74. Pode-se afirmar que a nutrição enteral na manifestam como: flexão do pescoço e
infância está indicada na: braços e extensão das pernas; duram
a) enterocolite necrotizante cerca de 10 segundos e se repetem.
b) situação de íleo paralítico Durante o dia, ocorrem cerca de 15 desses
c) síndrome do intestino curto episódios, sempre quando a criança está
d) sepse de foco abdominal sendo acalentada para dormir. Exame
75. Menino, 9 anos, com história de febre e físico: normal. A conduta mais adequada
dor de garganta, por 5 dias, é tratado é:
ambulatorialmente com penicilina a) realizar a investigação cardiológica, pois o
benzatina. No dia seguinte, desenvolveu quadro é sugestivo de síncope cardíaca
uma erupção cutânea eritematosa e não b) orientar os pais que estes sustos são
pruriginosa que evoluiu dos pés até as normais para a faixa etária e discutir estes
coxas e as extremidades superiores, movimentos com o pediatria que o
incluindo palmas e solas dos pés. acompanha ambulatorialmente.
Posteriormente, os pés ficaram inchados c) orientar os pais que estes sustos são
e dolorosos; quadro que se agravava consequência de refluxo gastroesofágico e
com a deambulação. Exame físico: iniciar medicação antirrefluxo
eritema faríngeo; petéquias no palato d) realizar investigação neurológica precoce,
mole; linfadenopatia cervical; erupção pois caso não seja manejado pode evoluir
purpúrica nodular e indolor envolvendo para perda dos marcos de desenvolvimento

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 12


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
78. De acordo com o Ministério da Saúde do bem como apoio efetivo para a consecução
Brasil, o esquema vacinal em crianças de 4 dos objetivos estratégicos
meses vivendo com HIV é: b)as instâncias estaduais de gestão da
a) hepatite C; tríplice viral; haemophilus saúde não devem participar ativamente das
influenza; poliomielite inativada; negociações de compromissos e
pneumocócica conjugada e rotavirus responsabilidades mútuas a serem firmados
b) hepatite B; tríplice bacteriana; haemophilus entre regiões de saúde e municípios
influenza; poliomielite inativada; c)as instâncias regionais devem se referir a
pneumocócica conjugada e rotavirus um conjunto de municípios que possam
c) hepatite B; tríplice bacteriana; haemophilus garantir uma cesta básica de serviços e ações
influenza; poliomielite oral; pneumocócica de saúde, mesmo que não se configure como
conjugada e varicela território de vida ou de interdependência
d) hepatite A; tríplice bacteriana; haemophilus socioeconômica e cultural
influenza; poliomielite oral; pneumocócica 23 d) a instância federal deve coordenar políticas
valente e rotavirus e financiar ações que deverão ser propostas
pelas instâncias estaduais e distrital de
saúde, cabendo aos Conselhos de Gestões
regionais adequarem tais medidas ao âmbito
79. Pode-se afirmar que, em uma criança de local, que deverão ser cumpridas mediante
nove meses, são considerados sinais Contrato Organizativo da Ação Pública da
clínicos de alerta para autismo: Saúde pelos municípios, sob pena de
a) possuir preferências por pessoas mais responsabilidade sanitária
familiares; demonstrar estar feliz na maior
parte do tempo; preferir pessoas aos objetos
b) fazer brincadeira de faz de conta; ser
possessiva; sentir vergonha ao fazer algo
errado 82. Ante a eclosão da epidemia de
c) não balbuciar “mamã/papá”; não olhar microcefalia, causada pelo vírus Zika, e
quando chamado; não olhar para onde o considerando seu ciclo de transmissão, é
adulto aponta; fazer pouca, ou nenhuma, ação típica da vigilância sanitária:
imitação a) receber notificação de novos casos
d) transferir-se de deitado para sentado; b) ordenar medidas de saneamento ambiental
apoiar-se nos pés e nas mãos; conseguir c) autorizar estudo de antiviral em seres
rastejar humanos
d) licenciar uso de repelente do mosquito
transmissor

80.Pode-se afirmar que o distúrbio


metabólico apontado como o mais típico
da estenose hipertrófica do piloro é a:
a)alcalose metabólica hipoclorêmica 83. Pode-se afirmar que o conceito de
b)acidose metabólica hipoclorêmica Atenção Primária à Saúde seletiva, é
c)acidose metabólica hiperclorêmica caracterizado por uma:
d)alcalose metabólica hiperclorêmica a) ampliação do escopo de ações, através de
um pacote de intervenções de maior custo
para casos selecionados
b) função de filtro, ao selecionar os indivíduos
81.Pode-se afirmar, diante da diretriz de que devem ser encaminhados a outros pontos
regionalização das ações e serviços de da rede de saúde
saúde, que: c) oferta de uma cesta restrita de serviços,
a)compete à instância federal de gestão do para abordar um limitado número de
sistema a coordenação da proposição de problemas de saúde predefinidos
políticas adequadas para enfrentamento do d) centralidade nas necessidades de saúde
que é comum aos diversos territórios, sejam de uma população, com definição de ações
eles estados, regiões de saúde ou municípios, específicas ao contexto

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 13


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
84. Pode-se afirmar, sobre a Estratégia de d) as taxas de internação por habitante no
Saúde da Família (ESF), que: SUS têm aumentado ao longo do tempo, em
a) o médico atuante em uma equipe de saúde razão do envelhecimento da população
da família deve ser um generalista, ou seja,
preferencialmente não deve possuir
especialização em qualquer área
b) devido às políticas indutoras do Ministério 87. Pode-se afirmar, sobre os Conselhos
da Saúde, a implementação da ESF ocorreu Estaduais de Saúde, que:
de forma predominantemente homogênea nos a) a representação de gestores, prestadores
municípios brasileiros de serviços, usuários e profissionais da
c) trata-se do único modelo reconhecido no saúde tem proporcionalidade definida pela
Brasil para organização da prestação de Conferência Estadual de Saúde
cuidados primários desde a publicação da b) atuam na formulação de estratégias e no
Política Nacional de Atenção Básica, em 2006 controle da execução da política de saúde
d) estudos científicos sugerem associação do estado, inclusive nos aspectos
positiva entre a implementação da ESF e a econômicos e financeiros
redução de internações por condições c) sua análise e aprovação é condição para
sensíveis à Atenção Primária que os atos executivos dos estados, na área
de saúde, possam ser efetivados
d) suas decisões independem de
homologação pelo governador do estado
85. Sobre Unidades de Pronto Atendimento
(UPA), pode-se afirmar que:
a) podem representar, devido à fragmentação
da rede de atenção à saúde, um modelo
competitivo com as unidades básicas, já que
atua como serviço de procura regular
b) caracterizam-se pela prestação de 88. Em relação às Organizações Sociais em
cuidados oportunos, integrais e Saúde, pode-se afirmar que são previstas
personalizados, direcionados a eventos em lei como instituições de natureza:
agudos, ou “agudização” de problemas a) privada, sem fins lucrativos
crônicos b) privada, com fins lucrativos
c) apresentam forte orientação comunitária, c) pública, da administração direta
uma vez que adotam critério geográfico de d) pública, da administração indireta
discrição da clientela e são influenciadas pelo
território onde se situam
d) contribuem para a melhoria da situação de
saúde brasileira através da prevenção de
desfechos desfavoráveis em portadores de
doenças crônicas

86. No que concerne à atenção hospitalar no 89. Constitui atribuição da Agência Nacional
Brasil, pode-se afirmar que: de Saúde Suplementar (ANS) no
a) a oferta de leitos intensivos no país processo de regulação das operadoras
aumentou, em anos recentes, acompanhando de planos de saúde:
as tendências internacionais a) cobrar o devido ressarcimento ao SUS
b) apesar do crônico subfinanciamento, a b) autorizar reajuste anual dos planos
oferta de leitos privados ao SUS tem se empresariais
mantido constante nos últimos dez anos c) definir piso para valor das consultas
c) em função da política nacional para médicas
hospitais de pequeno porte, a taxa média de d) descredenciar hospitais de mau
ocupação hospitalar no SUS tem-se elevado desempenho

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 14


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
90. O desenho do estudo a seguir, refere-se 93. Pode-se afirmar que caracteriza uma
a: epidemia:
a) a presença usual, e prevista, de dada
doença, em dado local, por um período de
tempo limitado
b) o aparecimento de um único caso
alóctone em uma região onde nunca tenha
ocorrido determinada doença
c) o aparecimento de um único caso
autóctone em uma região onde nunca tenha
ocorrido determinada doença
d) a presença usual, e prevista, de dada
doença, em dado local, por um período de
tempo ilimitado

a) coorte não-concorrente
b) caso-controle pareado
c) seccional não-concorrente 94. Mulher, 38 anos, usuária de drogas
d) intervencional pareado ilícitas há 15 anos, foi atropelada e teve
fratura exposta de fêmur. No pós-
operatório, evoluiu com quadro
91. Um risco relativo de um (1) foi o infeccioso, choque séptico e
resultado encontrado em uma subsequente óbito. Na Declaração de
investigação sobre a associação entre Óbito, o preenchimento adequado das
analgesia peridural e infarto pós- causas do óbito, imediata, básica e da
operatório após ajuste para insuficiência Parte II, respectivamente, é:
renal prévia. Neste caso, a insuficiência a) instabilidade hemodinâmica, cirurgia
renal prévia é um: ortopédica, fratura exposta de fêmur
a) viés de Berkson b) fratura exposta de fêmur, cirurgia
b) fator de confundimento ortopética, atropelamento
c) erro aleatório c) atropelamento, choque séptico, cirurgia
d) viés de auto seleção ortopédica
d) choque séptico, atropelamento, uso de
drogas
92. Dois novos e diferentes tipos de testes
rápidos para o diagnóstico de COVID-19
foram avaliados. O teste A apresentou uma
área sob a curva ROC de 0,92 e o teste B 95. A prevalência de insuficiência
de 0,67. Tendo os dois o mesmo custo, coronariana em dada população é de
como gestor, você compraria para a sua 10%. Para detectá-la utilizou-se um teste
instituição e por quê: ergométrico cuja sensibilidade é de 80%
a) teste B, porque quanto menor a área sob a e a especificidade é de 60%. O valor
curva, mais acurado é o teste preditivo positivo (VPP) e o valor
b) teste A, porque quanto maior a área sob a preditivo negativo (VPN),
curva, mais acurado é o teste respectivamente, desse teste são:
c) teste B, porque sua prevalência é menor a) VPP = 20% e VPN = 40%
do que a do teste A b) VPP = 96% e VPN = 18%
d) teste A, porque sua especificidade é maior c) VPP = 18% e VPN = 96%
do que a do teste B d) VPP = 40% e VPN = 20%

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 15


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
90. O desenho do estudo a seguir, refere-se 93. Pode-se afirmar que caracteriza uma
a: epidemia:
a) a presença usual, e prevista, de dada
doença, em dado local, por um período de
tempo limitado
b) o aparecimento de um único caso
alóctone em uma região onde nunca tenha
ocorrido determinada doença
c) o aparecimento de um único caso
autóctone em uma região onde nunca tenha
ocorrido determinada doença
d) a presença usual, e prevista, de dada
doença, em dado local, por um período de
tempo ilimitado

a) coorte não-concorrente
b) caso-controle pareado
c) seccional não-concorrente 94. Mulher, 38 anos, usuária de drogas
d) intervencional pareado ilícitas há 15 anos, foi atropelada e teve
fratura exposta de fêmur. No pós-
operatório, evoluiu com quadro
91. Um risco relativo de um (1) foi o infeccioso, choque séptico e
resultado encontrado em uma subsequente óbito. Na Declaração de
investigação sobre a associação entre Óbito, o preenchimento adequado das
analgesia peridural e infarto pós- causas do óbito, imediata, básica e da
operatório após ajuste para insuficiência Parte II, respectivamente, é:
renal prévia. Neste caso, a insuficiência a) instabilidade hemodinâmica, cirurgia
renal prévia é um: ortopédica, fratura exposta de fêmur
a) viés de Berkson b) fratura exposta de fêmur, cirurgia
b) fator de confundimento ortopética, atropelamento
c) erro aleatório c) atropelamento, choque séptico, cirurgia
d) viés de auto seleção ortopédica
d) choque séptico, atropelamento, uso de
drogas
92. Dois novos e diferentes tipos de testes
rápidos para o diagnóstico de COVID-19
foram avaliados. O teste A apresentou uma
área sob a curva ROC de 0,92 e o teste B 95. A prevalência de insuficiência
de 0,67. Tendo os dois o mesmo custo, coronariana em dada população é de
como gestor, você compraria para a sua 10%. Para detectá-la utilizou-se um teste
instituição e por quê: ergométrico cuja sensibilidade é de 80%
a) teste B, porque quanto menor a área sob a e a especificidade é de 60%. O valor
curva, mais acurado é o teste preditivo positivo (VPP) e o valor
b) teste A, porque quanto maior a área sob a preditivo negativo (VPN),
curva, mais acurado é o teste respectivamente, desse teste são:
c) teste B, porque sua prevalência é menor a) VPP = 20% e VPN = 40%
do que a do teste A b) VPP = 96% e VPN = 18%
d) teste A, porque sua especificidade é maior c) VPP = 18% e VPN = 96%
do que a do teste B d) VPP = 40% e VPN = 20%

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 15


RESIDÊNCIA MÉDICA 2021
96. Com um estudo caso-controle objetivou-se identificar os fatores associados ao câncer de
colo de útero. A análise bivariada entre as variáveis demográficas, individuais e
reprodutivas (exposição) com o câncer de colo do útero (doença) incluiu a estimativa da
Razão de Chances (OR). Análise estatística: cálculo do Intervalo de Confiança de 95%
(IC95%) para o OR e uso do teste qui-quadrado. Resultados na tabela a seguir:
VARIÁVEIS OR a IC95% b
Papanicolau alguma vez na vida
Sim 0,16 0,10; 0,35  0,001
Não 1,0 -

Paridade
Nenhum ou 1 1,0
2 ou mais 3,74 1,80; 6,00  0,001

Tabagismo
Sim 2,45 0,79; 4,60 0,244
Não 1,0

Situação Conjugal (casamento/união estável)


Sim 0,54 0,28; 0,67 0,030
Não 1,0

Cor da pele autorreferida


Branca 0,95 0,40; 2,29 0,181
Não branca 1,0

Tabela: Odds Ratio para casos de câncer do colo do útero e controles segundo variáveis
demográficas, individuais e reprodutivas (dados hipotéticos)
a b
OR = Odds Ratio (Razão de Chances); IC95% = intervalo de confiança de 95%.

Pode-se afirmar, ao nível de significância


de 5%, que:
a) as variáveis Paridade e Tabagismo NÃO a) a não realização da padronização dos
se mostraram estatisticamente associadas coeficientes
ao câncer de colo do útero b) o método direto
b) as variáveis Cor da pele autorreferida e c) a razão de mortalidade padronizada
Situação conjugal (casada/unida) se d) o método indireto
mostraram estatisticamente associadas ao
câncer de colo do útero. 98. Um estudo investigou a eficácia do
c) as variáveis Cor da pele autorreferida e omeprazol na profilaxia de hemorragia
Tabagismo NÃO se mostraram gastrointestinal em pacientes admitidos
estatisticamente associadas ao câncer de em unidade de terapia intensiva (UTI).
colo do útero. Cento e vinte pacientes foram
d) as variáveis Papanicolau alguma vez na aleatorizados para receber omeprazol ou
vida e Tabagismo se mostraram placebo nas primeiras seis horas de
estatisticamente associadas ao câncer de admissão na UTI. O processo de
colo do útero. aleatorização em estudo deste tipo tem
como finalidade principal:
97. Objetivando se dispor de Coeficientes a) reduzir a possibilidade de viés de
Gerais de Mortalidade comparáveis entre memória
si, deve-se padronizá-los. O método de b) selecionar amostra representativa de
padronização a ser utilizado, quando a pacientes
distribuição dos óbitos por faixas etárias c) aumentar a aderência dos pacientes
é conhecida e os contingentes d) obter grupos com risco similar de
populacionais envolvidos são pequenos, apresentar hemorragia
é:

Quando I - Prova de Conhecimentos Médicos Gerais Página 16

Você também pode gostar