Você está na página 1de 4

1º AVALIAÇÃO DE 3

OBS. A PRIMEIRA AVALIAÇÃO REPRESENTA 3 PONTOS DE 10


A SEGUNDA AVALIAÇÃO REPRESENTA 3,5 PONTOS DE 10
A TERCEIRA AVALIAÇÃO REPRESENTA 3,5 PONTOS DE 10

1) (CONCEITOS MASSA ESPECÍFICA E MASSA UNITÁRIA) – 0,5 PONTOS

EM UMA OBRA, CADA BETONADA (MISTURA) DE CONCRETO É PRODUZIDA COM AS


SEGUINTES QUANTIDADES DE MATERIAIS: 1 SACO DE CIMENTO, 2 CARRINHOS DE
MÃO DE 40 LITROS DE AREIA SECA, 3 CARRINHOS DE MÃO DE 40 LITROS DE BRITA E
30 LITROS DE ÁGUA. SABENDO-S QUE AS MASSAS ESPECÍFICAS E UNITÁRIAS DOS
MATERIAIS SÃO RESPECTIVAMENTE:

ρeareia = 2,6 kg/dm³ E ρuareia 1,5 kg/dm³


ρebrita = 2,7 kg/dm³ E ρubrita 1,6 kg/dm³
ρecimento = 3,0 kg/dm³ E ρucimento 1,38 kg/dm³

A) CALCULE O TRAÇO UNITÁRIO (SECO) DESTE CONCRETO.

Um saco de cimento tem 50Kg


2 carrinhos de mão com 40L de area seca
3 carrinhos de mão com 40L de brita
30L de água

Quantidade de ária: Quantidade de brita:


1.500Kg 1,000L 1.600Kg 1.000L
X 80L X 120L
X = 120Kg de areia X = 192Kg de Brita

Para 50Kg de cimento são120Kg de areia, 192Kg de brita e 30L de água.


50 120 192 30

50 50 50 50
Ou seja, o Traço será de 1 : 2,4: 3,84 : 0,6
2) (CIMENTO - CONCEITO) 0,5 PONTOS:
VOCE FOI CONTRATADO PARA DIMENSIONAR A ALTURA DE UM SILO DE CIMENTO,
CUJA BASE CIRCULAR POSSUI 2 METROS DE DIAMETRO. LEVANDO EM CONTA QUE O
CLIENTE DESEJA QUE O SILO COMPORTE DUAS CARGAS DE CIMENTO DE 30
TONELADAS CADA, CALCULE A ALTURA DO SILO.
MASSA ESPECÍFICA DO CIMENTO É 3,1 TONELADAS POR METRO CÚBICO E SUA
MASSA UNITÁRIA É 1,4 T./M3.
Volume do cimento:
1.400Kg 1m³
60.000Kg x
X = 42.857m³
Logo, são necessários 42.857m³ para armazenar 60 toneladas de cimento.
Volume de um cilindro:
𝑉 = 𝜋 . ℎ . 𝑟²
42.857 = 𝜋 . ℎ . 12
42.857
ℎ=
𝜋 . 12
ℎ = 13.640𝑚
Logo a altura necessária para comportar 60 toneladas de cimento tendo 2m de diâmetro é:
h = 13.642m

3) (CURA, ADENSAMENTO, LANÇAMENTO DO CONCRETO) – 0,5 PONTOS


EXPLIQUE O QUE SIGNIFICA O TERMO “CURA” DO CONCRETO, COMO DEVEMOS
REALIZA-LA E POR QUANTO TEMPO.
A cura do concreto é a técnica que visa à hidratação do concreto com o objetivo de diminuir os efeitos da
evaporação prematura da água na estrutura concretada. Os possíveis surgimentos de fissuras na obra, que
acontecem por conta dessa rápida evaporação da água durante o processo de endurecimento do concreto,
aparecem por retração. Quando feita com cuidado e respeitando os passos necessários, a cura do concreto
é sinônimo de sucesso, ou seja, aumenta em 30% a resistência do concreto, além de diminuir as chances
de causar fissuras e trincas na estrutura.
O tempo de cura esta na tabela para cada tipo de cimento.

Tipo de cimento Relação água/cimento


0,35 0,55 0,65 0,7
CP I e CP II-32 2 Dias 3 Dias 7 Dias 10 Dias
CP III-32 2 Dias 5 Dias 7 Dias 10 Dias
CP VI-32 2 Dias 3 Dias 7 Dias 10 Dias
CP I e II-40 2 Dias 3 Dias 5 Dias 5 Dias
CP V-ARI 2 Dias 3 Dias 5 Dias 5 Dias
4) (UTILIZAÇÃO DO CIMENTO) – 0,5 PONTOS

EXPLIQUE O QUE É O CIMENTO CP V - ARI? QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DE SUA


UTILIZAÇÃO? PODE-SE UTILIZA-LO EM BARRAGENS?

O CP V-ARI é um dos tipos de cimentos que não contém adições em sua composição (em casos
excepcionais pode conter até 5% de material carbonático). Uma vantagem são as alterações nas
dosagens de calcário e argila na produção do clínquer garante ao CP V-ARI uma alta resistência
inicial do concreto podendo atingir em torno de 26 Mpa de resistência já no primeiro dia de
aplicação do concreto. Já uma desvantagem é que ele tem uma alta probabilidade de haver
fissuras e esse cimento também leva um maior tempo para poder ser retirado das formas e
escoramento.
O CP V- ARI é utilizado em obras tanto de pequeno porte quanto de grande porte em casos em
que se torna necessária uma alta resistência inicial para desforma rápida dos elementos de
concreto armado. Logo não pode ser utilizado para se fazer uma barragem, pois ele tem uma alta
resistência inicial, logo ele é bom para fazer peças pré-moldadas como blocos, pavers, postes
manilhas etc.
Para se fazer uma barragem é indicado fazer com o CP III pois ele tem maior liberação de calor
ao reagir com a água e tem uma alta resistência a ambientes mais agressivos ou também pose-se
usar o CP IV que é um concreto menos permeável.

5) (ESPECIFICAÇÃO DO CIMENTO) – 0,5 PONTOS:

ESPECIFIQUE OS CIMENTOS PARA CADA TIPO DE OBRA:

- CASA EM GUARATUBA-PR: CP II-Z por conter de 6% a 14% de pozolana garantindo uma


maior impermeabilidade e durabilidade ao concreto produzido com este tipo de cimento.

- PRÉDIO EM CURITIBA-PR: CP II–F Já que pode ser usado em todas as fases da obra e em
todos os serviços realizados.

- BARRAGEM EM ITÁ-SC: CP III pois ele tem maior liberação de calor ao reagir com a água e
tem uma alta resistência a ambientes mais agressivos ou também pose-se usar o CP IV que é um
concreto menos permeável.
- CALÇADA EM COLOMBO-PR: CP II-F pode ser utilizado em todos os serviços realizados.

- FÁBRICA DE PRÉ FABRICADOS (VIGAS E PILARES) EM ARAUCÁRIA-PR: CP V – ARI por


ter uma secagem mais rápida e maior resistência inicial é perfeito para pré-moldados como
vigas e pilares.
6) (ADITIVOS / ADIÇÕES) 0,5 PONTOS:

PARA UMA DOSAGEM DE 0,8% DE ADITIVO SUPERPLASTIFICANTE EM UM CONCRETO


CUJO CONSUMO DE CIMENTO É DE 280 kg/m3, QUAL O PESO DE ADITIVO POR METRO
CÚBIDO DE CONCRETO?

𝑀𝑎𝑠𝑠𝑎 𝑑𝑜 𝑎𝑑𝑖𝑡𝑖𝑣𝑜 . 100


𝐷𝑜𝑠𝑎𝑔𝑒𝑚(%) =
𝑀𝑎𝑠𝑠𝑎 𝑑𝑜 𝑐𝑜𝑚𝑒𝑛𝑡𝑜
𝑀𝑎𝑠𝑠𝑎 𝑑𝑜 𝑎𝑑𝑖𝑡𝑖𝑣𝑜. 100
0,8%
280𝐾𝑔
𝑚3
0,8.280
= 𝑀𝑎𝑠𝑠𝑎 𝑑𝑜 𝑎𝑑𝑖𝑡𝑖𝑣𝑜
100
𝐌𝐚𝐬𝐬𝐚 𝐝𝐨 𝐚𝐝𝐢𝐭𝐢𝐯𝐨 = 𝟐, 𝟐𝟒𝐊𝐠/𝐦³